Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Niklaus Ursus Wetter

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • dispositivos laser para sistemas microfluídicos utilizados em laboratórios de bolso descartáveis
  • Os dispositivos integrados chamados de "Lab-on-a-chip" (LOC, laboratórios de bolso) são o cerne de um projeto de grande porte do Centro de Lasers e Aplicações do IPEN/SP na área de microfluídica, que é um projeto verdadeiramente multidisciplinar. Nestes laboratórios de bolso, a análise da reação química é feita através de fontes de luz on-board e poderosos sensores com altíssima sensibilidade. O projeto aqui proposto pretende fomentar a pesquisa por fontes de luz viáveis em termos práticos e financeiros para laboratórios de bolso. Em uma primeira fase do projeto, já finalizada, obtivemos sucesso em escrever com laser de femtossegundos guias de ondas em vidros dopados e alcançamos amplificação laser nestes vidros. Esta tecnologia embora funcional em parte, não é pratica e é cara demais para dispositivos LOC descartáveis que podem ser utilizados em locais remotos e no local de atendimento. Para tanto, neste projeto, prevemos a utilização de lasers randômicos direcionais (ver referencia 11) e altamente eficientes (50%; ref. 14) nos canais microfluídicos assim como a utilização de sensores fotônicos avançados baseados em novos fenômenos de emissão de luz. Os lasers randômicos não precisam de óptica tradicional e terão baixo limiar de operação (ref. 15) e alta eficiência. O aumento de sinal dos detectores será obtido pelo aumento da interação luz-matéria durante o regime de localização (ref. 4) através de, por exemplo, um processo Raman com aumento de sinal de 20-50 vezes. O produto final serão dispositivos miniaturizados que permitirão fazer testes laboratoriais portáteis na hora e em locais remotos, conforme almejado principalmente no caso de doenças infeciosas e para testes em sito (point of care). Todas estas metas têm em comum que elas estão baseadas no espalhamento controlado da luz. O projeto é uma colaboração de três laboratórios, a Universidade Federal de Paraíba UFPB (preparação de amostras líquidas e alguns experimentos), UNICAMP (preparação de amostras sólidas de core-shell), IPEN/SP (preparação de amostras polidispersas, medidas Raman e medidas de alta resolução).
  • Comissão Nacional de Energia Nuclear - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilberto Heder Medina

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo dos efeitos da radiação em dispositivos e sistemas eletrônicos
  • Recentemente, vários grupos de pesquisadores no Brasil têm intensificado estudos para desenvolver autonomia com respeito à ciência e tecnologia aeroespacial. Um aspecto crítico desse processo de desenvolvimento é a compreensão dos efeitos ao qual estão sujeitos os sistemas embarcados quando expostos à radiação espacial. Nesse contexto, pesquisadores do Instituto de Física da Universidade de São Paulo têm dedicado esforços para o desenvolvimento de metodologias e de instrumentação científica voltadas para esses estudos, permitindo que o acelerador de íons pesados Pelletron 8UD se tornasse uma das mais importantes instalações brasileiras aptas a realizar ensaios de dispositivos eletrônicos candidatos a compor sistemas espaciais embarcados, sendo o único acelerador no Brasil que possibilita testes com íons pesados. O objetivo principal desse projeto é o desenvolvimento da instrumentação e o aprimoramento de metodologias para o estudo de efeitos não-destrutivos e destrutivos de feixes de íons pesados em dispositivos e sistemas eletrônicos complexos. Está sendo desenvolvida no acelerador Pelletron do Laboratório Aberto de Física Nuclear da USP (LAFN-USP) uma nova linha de feixes, com instrumentação específica para testar e qualificar a suscetibilidade de dispositivos eletrônicos a efeitos da radiação ionizante, sendo desenvolvida a instrumentação para o monitoramento em tempo real dos feixes iônicos produzidos pelo acelerador Pelletron 8UD, a possibilidade de se realizar testes em vácuo e com a utilização de feixes externos e também a instalação de um sistema para o controle e alteração da temperatura dos dispositivos em testes. Com essa nova canalização pretende-se dar continuidade aos estudos da radiação em dispositivos eletrônicos em colaboração com pesquisadores de várias universidades e institutos de pesquisa nacionais e internacionais.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilberto Robson Falcão do Nascimento

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • potencial de metalofármacos no tratamento da hipertensão pulmonar experimental
  • O projeto intitulado “Potencial de Metalofármacos no tratamento da Hipertensão Pulmonar Experimental” representa um esforço de 12 anos de triagem farmacológica de mais de 4 dezenas de metalofármacos doadores e não doadores de NO (ativadores ou estimuladores da enzima guanilato ciclase solúvel) através de bioensaio seguido de dosagem de nucleotídeos cíclicos (GMPc). Selecionamos 3 compostos para serem avaliados em modelo animal de hipertensão pulmonar. Pretendemos fazer uma prova de conceito induzindo hipertensão pulmonar em ratos por injeção subcutânea de monocrotalina (60 mg/kg;s.c). Faremos a aquisição dos dados utilizandos cateteres com radiotransmissores utilizando um sistema de telemetria da empresa DSI. Ademais faremos testes de reatividade de artéria pulmonar, avaliação de função cardíaca com uso de sistema millar e após isso serão avaliados marcadores no parênquima pulmonar como fibronectina, BMPR-2, TGF-B, ERK1/2 fosfoforilada e total e interleucinas. Será também realizada análise macroscópica e microscópica da artéria pulmonar e do parênquima pulmonar e coração. Faremos dosagens de marcadores de lesão por Westernblot e por ELISA. Esperamos, do ponto de vista acadêmico formar 1 aluno de doutorado e 1 de mestrado e publicar 2 artigos em periódicos internacionais. Do ponto de vista da Inovação pretendemos fazer testes de finalização de pelo menos 1 produto.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilce Vieira Campos Ferreira

Ciências Humanas

Educação
  • formação de professoras missioneiras nas regiõe centro-oeste e norte: mato grosso e rondônia/brasil (1936-1963)
  • Propomos analisar a formação de professoras rurais no período de 1936 a 1963, no âmbito das escolas normais rurais e regionais brasileiras, de modo mais acurado em Mato Grosso E Rondônia. Nosso recorte se justifica, pois durante os anos de 1936 a 1963, consideráveis esforços foram envidados pelo governo brasileiro para a formação de professoras/professores rurais. Nesse período, com incentivo e apoio de políticas públicas federais para a educação, no Brasil houve significativa expansão das denominadas escolas rurais ou escolas regionais brasileiras. Desse modo, temos o objetivo principal de investigar onde, como estavam organizadas as escolas normais ou regionais rurais e como se dava a formação de professoras e professores para a atuação no meio rural, mais especificamente no Centro-Oeste e Norte, nos estado de Mato Grosso e parte de Rondônia. Compõem fontes desse estudo, artigos publicados nos anais da VIII Conferência Nacional da Educação realizada em Goiânia no período de 18 a 28 junho 1942; alguns artigos publicados nas revistas da Campanha Nacional de Educação Rural (CNER), que circulou entre os anos de 1952 e 1960, artigos sobre Educação Normal Rural publicados na Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos (RBEP), além de relatórios, legislações pertinentes, jornais, manuais estatísticos, material pedagógico destinado à formação de docentes que atuavam no meio rural, relatórios de diagnóstico educacional elaborado pelo INEP, anuários educacionais, entre outros documentos. Compreendemos que uma das principais ações de formação de docentes rurais no período, a Campanha Nacional de Educação Rural – CNER, objetivava capacitar e/ou formar professoras e professores para atuar nas zonas rurais, segundo um imperativo: os cursos normais regionais deveriam seguir as diretrizes da Lei Orgânica do Ensino Normal (1946), mas em nível internacional deveriam atender à Recomendação nº 08 da UNESCO (1936) naquilo que concernia à organização da educação rural. Nosso recorte, portanto, remonta à conferência realizada em Genebra em 13 de julho de 1936, que em sua quinta sessão, recomendava que a escola rural, com o propósito de um ensino puramente agrícola, deveria ser abolida. A organização, as disciplinas e, sobretudo, as práticas ensinadas nas escolas normais ou regionais rurais brasileiras encontraram, portanto, subsídios na Recomendações no 8 de 1936, elaborada no âmbito das políticas internacionais capitaneada pela UNESCO. A Conferência de 1936 propunha que os trabalhos educativos nas escolas rurais fossem complementados ou facilitados por meio do desenvolvimento de atividades extracurriculares que incluíssem a formação de líderes comunitários; clubes de mulheres; instituição de bibliotecas rurais ambulantes; exibição de filmes educativos; implantação das missões culturais e educacionais; cursos por correspondência, entre outras ações. Com isso, o modelo de formação inspirado nas missões culturais rurais, cominaria em atividades educativas no âmbito da CNER para o ensino no meio rural, encontrando alento para que fossem propostas medidas de desenvolvimento da educação rural, melhorias das instalações escolares rurais e formação de docentes para atuar nas escolas rurais, de modo a estimular que as famílias permanecessem no campo. O nosso interesse pela temática em foco decorre, assim, de uma discussão dessa contradição verificada entre o alcance das recomendações da Unesco publicadas em 1936 e importância desempenhada pelas escolas normais rurais, escolas regionais e a campanha empreendida pela CNER para formar professoras para a atuação no Brasil rural dos anos estudo. Pretendemos configurar essa formação estabelecida em nível nacional e como se deu sua organização mais ao Centro-Oeste e Norte do país, no estado mato-grossense e em parte do atual estado de Rondônia; identificar referenciais externos e circulação de modelos para a educação e a formação de professores rurais, além de analisar as políticas nacionais e regionais de formação de professores rurais, no período delimitado para a pesquisa, considerando propostas institucionais e os conhecimentos que foram selecionados no âmbito das políticas públicas educacionais para a formação do magistério rural. Propomos, portanto, uma investigação a partir da história dos cursos normais ou regionais rurais no âmbito da Recomendação no 08 de 1936, cujas instruções foram abraçadas a partir de 1946 com a promulgação das Leis Orgânicas e ampliadas a partir de 1952 com o início da CNER perdurando até 1963, quando aquela campanha foi extinta, percorrendo a organização e impactos na formação de professoras rurais nos estados de Mato Grosso e Rondônia, no Centro-Oeste e Norte do país.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilda de Fatima Ferreira Soares

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de filmes ativos biodegradáveis antimicrobianos à base de acetato de celulose incorporados com lisozima e nanofibras de resíduo de abacaxi para conservação de queijo minas frescal
  • As maiores perdas dos alimentos ocorrem por contaminação microbiológica. Portanto desenvolver mecanismos de proteção aos alimentos visando diminuir a contaminação microbiológica contribui no aspecto de proteção ao consumidor e extensão da vida de prateleira. Um desses mecanismos é o desenvolvimento de embalagens ativas antimicrobianas. Essas embalagens são produzidas a partir da incorporação de substâncias na matriz polimérica para produção de filmes antimicrobianos. Estes filmes ao serem usados para acondicionar os alimentos interagem com os alimentos, visando manter a segurança do produto e prolongar o tempo de prateleira do mesmo. Dentre os antimicrobianos que podem ser adicionados aos alimentos, tem-se a lisozima, uma bacteriocina com função antibacteriana que é muito aplicada em queijos. Devido a grande preocupação com o acúmulo de embalagens plásticas no ambiente, este projeto também irá avaliar o uso de acetato de celulose (polímero biodegradável) para a produção de um filme com boa transparência e brilho. No entanto, o filme de acetato de celulose apresenta baixa resistência mecânica. Estudos indicam que a incorporação de nanocristais de celulose em bases poliméricas biodegradáveis é promissora para produção de nanocompósitos, que apresentam alto módulo de elasticidade e resistência mecânica, com elevada área superficial específica que atuam como reforço de filmes. Neste projeto será avaliado as fibras de celulose do resíduo do abacaxi, da folha e da coroa como fonte renovável para obtenção de nanocristais de celulose. Considerando que os estudos relativos ao isolamento de nanocristais de celulose a partir de fibras de coroa de abacaxi ainda não foram explorados e o desenvolvimento de embalagem antimicrobiana é uma forma promissora de aumentar a segurança dos alimentos, objetiva-se com esse trabalho desenvolver embalagem ativa antimicrobiana e biodegradável incorporada com nanocristais de celulose, isolados a partir de coroa de abacaxi, para melhoria das propriedades físico-mecânicas da matriz polimérica. A embalagem será também adicionada de lisozima, visando aumentar a vida de prateleira do Queijo Minas Frescal, para garantir a segurança microbiológica deste produto.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nildo da Silva Dias

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • sistema inteligente de monitoramento do uso eficiente da água e do risco de salinização dos solos no polo de desenvolvimento integrado assu/mossoró.
  • Este projeto visa elaborar um sistema de informação inteligente de monitoramento do uso eficiente dos recursos hídricos e risco de salinização dos solos em área de fruticultura irrigada do polo Assú/Mossoró com a finalidade de acautelar os riscos de desertificação no Semiárido Brasileiro causado por gestão ineficiente dos programas de irrigação. O sistema de monitoramento inteligente tem como base as estimativas da evapotranspiração diária das áreas abrangidas em estudo, bem como a avaliação da salinização dos solos devido ao uso de água salobras na irrigação. Para este fim, serão calculados os coeficientes culturais das plantas, particularmente coeficientes culturais duais de plantas arbóreas, a partir das estimativas da transpiração, evaporação do solo em cobertos descontínuos e, além disso, a acumulação de sais na zona radicular, bem como, do cálculo da evapotranspiração de referência obtida a partir de variáveis meteorológicas regionais. As estimativas referidas, nomeadamente, a transpiração das frutícolas arbóreas e herbáceas, a evaporação do solo e nível de acúmulo de sais na zona radicular, serão computadas a partir de medições locais em tempo real utilizando o sistema de sensores e atuadores SOIS (Smart Orchard Irrigation System). Este sistema eletrônico inclui uma plataforma inteligente de comando automático, visando supervisionar e auxiliar na tomada de decisão quanto ao uso eficiente dos recursos hídricos na região semiárida, mantendo a produção vegetal de forma sustentável e sem riscos de desertificação das áreas irrigadas. Em se comprovando a viabilidade técnica do SOIS para monitorar o risco de salinização e a demanda hídrica das culturas dos perímetros irrigados, pode ser possível viabilizar um sistema integrado que envolva todos os perímetros irrigado do semiárido. Adicionalmente, provando-se também a viabilidade econômica e ambiental, ter-se-ia disponível para os irrigantes, sobretudo os inseridos no nordeste do Brasil, uma alternativa acessível, a custo reduzido de economia de água, energia elétrica, fazendo melhor preservar os recursos hídricos extensivamente explorados.
  • Universidade Federal Rural do Semi-Árido - RN - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Nilma Cintra Leal

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • caracterização genômica de cepas de yersinia pestis de uma coleção única no brasil (fiocruz-cyp)
  • A coleção de culturas de Yersinia pestis (Fiocruz-CYP) é composta por 907 cepas isoladas entre 1966 e 1997, a partir de casos humanos de peste, de roedores e outros pequenos mamíferos e de pulgas e outros insetos hematófagos nos vários focos do Nordeste do Brasil durante períodos epidêmicos ou nas ações de vigilância nos períodos inter-epidêmicos. Além do significado histórico, essas linhagens são representativas da biodiversidade e do patrimônio genético brasileiro sendo assim imprescindível que esse acervo único no Brasil e o maior da América do Sul seja preservado. Parte das cepas já foi caracterizada por várias abordagens e recentemente o genoma de 411 cepas foi sequenciado. As análises permitiram situar as cepas brasileiras na estrutura filogeográfica global além de confirmar uma única introdução da peste no Brasil. Além disso, foram identificadas deleções genômicas exclusivas das cepas brasileiras. A continuação desses trabalhos é necessária para a completa caracterização da totalidade das cepas da coleção e para sua manutenção, com a reativação das culturas e preparação de novos estoques utilizando sistemas de preservação mais robustos para garantir a qualidade e o acesso ás informações genéticas para compreensão da biologia e epidemiologia da peste no Brasil e para futuros estudos comparativos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Nilmar Silvio Moretti

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • biologia sintética como ferramente de estudo da acetilação proteica em tripanosomatídeos
  • Estudos recentes tem demonstrado a presença de acetilação proteica em diversas proteínas envolvidas em uma variedade de processos biológicos de diferentes organismos, demonstrando a importância que esta modificação possui. Recentemente, detectamos acetilação em mais de uma centena de proteínas dos parasitas protozoários Trypanosoma cruzi e Trypanosoma brucei, agentes etiológicos da Doença de Chagas e Doença do sono, respectivamente. Entre as proteínas acetiladas no T. cruzi verificamos enzimas envolvidas nos mecanismos de defesa antioxidante, enquanto que em T. brucei observamos que a grande maioria das enzimas glicolíticas são acetiladas, sendo que na forma procíclica, que vive no hospedeiro invertebrado e depende de aminoácidos para produção de energia, os níveis de acetilação eram maiores do que na forma sanguínea, presente na corrente sanguínea do hospedeiro, e que produz energia exclusivamente através da glicólise. Estes dados, juntamente com resultados preliminares obtidos pelo nosso grupo, sugerem que a acetilação pode desempenhar papel relevante na regulação de processos biológicos essenciais para a adaptação destes parasitas durante seu ciclo de vida. Assim, neste projeto propomos o uso da biologia sintética como ferramenta para o estudo da acetilação nos Tripanosomatídeos. Especificamente, pretendemos gerar uma linhagem de T. brucei expressando o par ortogonal pirrolisil-tRNA sintetase e tRNApyl, amplamente explorado para o estudo desta e outras modificações pós-traducionais em bactérias, células eucarióticas e animais, que possa servir de ferramenta para o estudo do papel da acetilação na regulação da atividade de proteínas específicas destes parasitas. Normalmente o estudo da acetilação limita-se ao uso de técnicas de mutações sítio dirigidas para obtenção de proteínas heterólogas contendo aminoácidos que mimetizam acetilação, como glutamina. Esta abordagem, além de condicionar muitas vezes os estudos a ensaios in vitro, pode também gerar resultados que não refletem o papel da acetilação no organismo vivo, visto que o uso de aminoácidos que mimetizam acetilação podem promover alterações de estrutura/atividade das enzimas, que normalmente não aconteceriam com a presença de uma lisina acetilada. Desta maneira, este projeto criará uma ferramenta que permitirá o estudo da acetilação in vivo, com ampla aplicação na área de parasitologia molecular, contribuindo significativamente para o entendimento da biologia dos Tripanosomatídeos.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilmara Braga Mozzer

Ciências Humanas

Educação
  • abordagem de questões sociocientíficas fundamentada na modelagem analógica
  • As questões sociocientíficas (QSC), entendidas como situações ou problemas controversos, cuja compreensão e a busca por soluções dependem de conhecimentos científicos, mas não se restringem a eles, são o foco de uma educação científica contextualizadora e que almeja a formação de cidadãos mais críticos e letrados cientificamente. No tratamento de QSC, o ensino fundamentado na modelagem analógica – processo de elaboração, crítica e reformulação de modelos e analogias - apresenta-se como uma possibilidade para se trabalhar a dimensão científica, suas práticas e os valores relacionados à ciência, a qual se distancia do ensino mecanizado, descontextualizado e isento de problematização. A abordagem de QSC a partir da modelagem pode ser considerada uma prática autêntica, uma vez que ela se relaciona ao trabalho de um grupo de pessoas (atores sociais) em torno de problemas do mundo real e questões sociais e esse trabalho demanda das pessoas envolvidas a modelagem de entidades da situação-problema (processos, ideias, sistemas, objetos etc.) na busca pela proposição de soluções. Assim, proposta de conjugação entre QSC e a modelagem analógica no ensino de Ciências pode fornecer ricas oportunidades para a promoção de aprendizagens que visam a formação crítica e integral dos estudantes. Essas aprendizagens envolvem as três dimensões do conteúdo propostas por Zabala (1998): conceitual, procedimental e atitudinal – e, portanto, uma concepção mais ampla de conteúdo de Ciências. Esses aspectos justificam o interesse de se conduzir pesquisas centradas no objetivo de se investigar o potencial de abordagens de QSC fundamentadas na modelagem analógica de promover aprendizagens nas dimensões conceitual, procedimental e atitudinal dos conteúdos. A proposta apresentada neste projeto pode ser relevante tanto para a pesquisa quanto para o ensino da área. Na pesquisa, a conjugação proposta fornece uma perspectiva completamente nova de investigação. No ensino, se as aprendizagens mencionadas forem realmente fomentadas pela conjugação proposta, daremos mais um passo em direção à formação crítica e integral dos sujeitos.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilo Bazzoli

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • parâmetros reprodutivos, concentração de metais pesados e alterações histopatológicas em peixes de interesse comercial da bacia do rio são francisco e suas implicações para o consumo humano
  • A produção de resíduos industriais, urbanos e da agroindústria constituem fontes poluidoras aos ambientes aquáticos. Metais pesados são de difícil degradação e podem acumular-se em organismos aquáticos. Neste contexto, a determinação dos níveis metais pesados em peixes de interesse comercial, é de fundamental importância na avaliação da atual situação de saúde dos estoques pesqueiros da bacia do rio São Francisco, MG, além dos riscos para a população que se alimenta desses peixes. Entretanto, nenhum estudo pormenorizado foi realizado com peixes da bacia do rio São Francisco. Deste modo, o presente projeto tem como objetivo avaliar o acúmulo de metais pesados, alterações histopatológicas e a atividade reprodutiva em peixes coletados na bacia do rio São Francisco. Cabe salientar que, sempre que possível, o material biológico utilizado neste trabalho será proveniente de peixes obtidos com pescadores profissionais e amadores. Para alcançar os objetivos propostos, os peixes serão dissecados e obtidos os seguintes dados biométricos: comprimento, peso corporal, peso gonadal, peso do fígado e determinação macroscópica do sexo. Também serão coletados e fixados fragmentos de gônadas, fígado, baço e músculo dos peixes capturados. Análise de metais pesados será realizada através de espectrofotometria de absorção atômica. Serão calculados índices biológicos relacionados com a reprodução. Através de análises microscópicas serão confirmados os estádios de maturação gonadal, além da presença de alterações histopatológicas no fígado, baço e ovários. Para alcançar os objetivos propostos serão utilizados técnicas histológicas e analisador de imagens para morfometria, imunofluorescência, imunoperoxidase e microscopia confocal. O projeto contribuirá para a formação de recursos humanos através da orientação de alunos de pós-doutorado, doutorado, mestrado e iniciação científica. Os resultados obtidos serão publicados em periódicos qualificados.
  • Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-30/06/2021
Foto de perfil

Nilo Cesar Consoli

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento de geomateriais com resíduos industriais, agrícolas e domésticos
  • A escassez de solos naturais que apresentem a resistência, deformabilidade e performance adequadas para obras de engenharia civil conduz à busca permanente por novas soluções geotécnicas, que tornem as obras mais econômicas e com a mínima agressão ao meio ambiente. É mundialmente consagrada a utilização do cimento Portland como ligante no concreto armado e, quando misturado com solos, melhora o desempenho da resistência e controle da deformabilidade. Mas a fabricação do cimento gera, no seu processo, uma enorme liberação de CO2 ao meio ambiente, afetando principalmente o fenômeno do efeito de estufa. No presente projeto de pesquisa intitulado “DESENVOLVIMENTO DE GEOMATERIAIS COM RESÍDUOS INDUSTRIAIS, AGRÍCOLAS E DOMÉSTICOS”, pretende-se utilizar diversos resíduos como materiais ligantes e pozolânicos misturados com diversos tipos de solos, para substituir o uso do cimento comum. O objetivo é criar novos geomateriais ecológicos, melhorando a capacidade de suporte, revestimento e desempenho em obras de engenharia geotécnica. Pretende-se agregar valor aos resíduos da queima de carvão, da produção do gás acetileno, da cinza de casca de arroz, de restos de tijolo e vidro, entre outros. Através de uma análise cuidadosa dos resultados de laboratório e em campo experimental, será proposta uma metodologia de aplicação de dosagem viável, que permita a previsão da resistência, da rigidez, da durabilidade e performance desses geomateriais. A incorporação dos referidos resíduos industriais, agrícolas e domésticos é essencial nesta pesquisa, pois se encontram intimamente ligados a atividades econômicas mais relevantes do Brasil no Estado do Rio Grande do Sul.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilo Zanatta

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • construção de novos heterociclos e bi-heterociclos, com interesse biológico, utilizando enonas como blocos precursores.
  • O objetivo desta proposta é desenvolver metodologias sintéticas, principalmente, a partir de 4-alcoxivinil cetonas trialometiladas (enonas) para a síntese de compostos inéditos com potencial atividade farmacológica voltada a quatro vetores principais, os quais são: (i) síntese de compostos com potencial atividade antimicrobiana; (ii) antineurodegenerativa; (iii) antitumoral e (iv) anti-inflamatória e antinociceptiva. Outras atividades poderão ser testadas para os novos compostos a serem sintetizados, dependendo da característica estrutural dos compostos e dos contatos com grupos de pesquisas que se propõem realiza-los. Os estudos das atividades biológicas, serão realizados por grupos de pesquisa colaboradores que já temos contatos firmados e por outros cujo contatos possam ser estabelecidos durante o desenvolvimento do projeto. Faz parte dos objetivos, realizar estudos estruturais dos compostos obtidos através do emprego de técnicas de Ressonância Magnética Nuclear, difratometria de raios-x e cálculos semi-empíricos de orbitais moleculares.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nils Edvin Asp Neto

Ciências Biológicas

Ecologia
  • pesquisa ecológica de longa duração (peld) do sistema de recifes mesofóticos da foz do rio amazonas (gars): biodiversidade, funcionalidade, impactos e sustentabilidade da pesca
  • Apesar de historicamente as desembocaduras de grandes rios terem sido vistas como impedimentos para a ocorrência de sistemas recifais nas plataformas continentais adjacentes, principalmente em função de elevadas taxas de turbidez e sedimentação, existem evidências crescentes da ocorrência de sistemas recifais profundos (i.e., mesofóticos) nestas regiões. O Rio Amazonas representa o maior aporte de água continental e sedimentos nos oceanos. Em 2016, foi descrito em detalhe pela primeira vez a ocorrência do Grande Sistema Recifal do Amazonas (GARS; acrônimo do inglês Great Amazon Reef System). Além da grande complexidade e extensão do sistema de recifes mesofóticos, a região da foz do rio Amazonas está sujeita a fortes variações temporais por conta de uma série de fatores ambientais, como variações sazonais no aporte de água doce do rio para o mar, fazendo com que séries curtas de dados sejam de pouco significado quando tratadas isoladamente. A região abarca ainda usos importantes, como pesca comercial e de subsistência e projetos para exploração de óleo e gás. Contrastando com este cenário de relevância biológica e sócio-econômica, existe um “vazio” de sítios PELD na margem continental equatorial, onde a região da foz do rio Amazonas se destaca por sua relevância. O monitoramento da área é necessário não apenas para uma descrição mais adequada do conjunto de ecossistemas no sítio proposto, mas também para conhecer e estimar potenciais impactos ambientais causados por atividades como o arrasto de fundo para captura de camarões e a contaminação por plásticos e microplásticos provenientes de fontes continentais. O presente projeto tem por objetivo geral monitorar a biodiversidade em amplo aspecto no sítio representativo do sistema recifal mesofótico da Foz do Rio Amazonas, as relações entre dinâmica de comunidades e as condições ambientais, bem como os desdobramentos de sua existência e funcionalidade para os recursos pesqueiros da região. Serão abirdados cinco aspectos fundamentais: (i) A biodiversidade ampla dos recifes mesofóticos da foz do rio Amazonas, incluindo componentes bentônicos, nectônicos e planctônicos; (ii) sua funcionalidade ecológica e biogeoquímica em termos de cadeias tróficas e fluxos de matéria e energia; (iii) levantamento dos recursos pesqueiros associados ao GARS e da sustentabilidade da pesca na área; (iv) caracterização e dinâmica física, em função das variações espaço-temporais oceanográficas importantes que a região experimenta e (v) avaliar possíveis impactos antropogênicos como a presença de microplásticos no ambiente e na biota. Monitorar ecologicamente esta área é fundamental para que sejam entendidas as variáveis responsáveis pela dinâmica espaço-temporal da biodiversidade marinha, no contexto da transferência e conexão da Floresta Amazônica e do Oceano Atlântico. Além disso, estudos sobre biodiversidade no GARS são estratégicos do ponto de vista biogeográfico, já que a região é uma transição entre duas Províncias, o Atlântico Sul Ocidental e o Caribe. Dado a necessidade urgente de conciliação entre conservação da biodiversidade e usos intensos da região, particularmente pela pesca e projetos de exploração de óleo e gás, estudos de longo prazo através do estabelecimento de um sítio PELD tornam-se estratégicos para o GARS e a margem equatorial como um todo.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Nilson Almino de Freitas

Ciências Humanas

Geografia
  • visualidades e virtualidades: paisagem, narrativas e imagens urbanas e rurais da região metropolitana de sobral/ce.
  • Este projeto tem como proposta dar continuidade a uma série de atividades desenvolvidas no Laboratório das Memórias e das Práticas Cotidianas – LABOME, viculado ao Mestrado Acadêmico em Geografia da Universidade Estadual Vale do Acaraú – UVA, IES sediada em Sobral, articulando com pesquisas desenvolvidas pelo Laboratório de Estudos em Geografia Cultural – LEGEC do Programa de Pós-Graduação em Geografia/ProPGEO da Universidade Estadual do Ceará, IES que tem sede em Fortaleza, também no Ceará. Estas atividades e pesquisas visam compreender, a partir dos métodos e técnicas videográficas, fotográficas, da história oral, da cartografia social, da tecnologia da informação e da geografia oral, narrativas visuais e pessoais sobre as paisagens, territorializações e experiências de vida do morador da área urbana da cidade de Sobral (incluindo ex-trabalhadores da indústria) e zona rural do município de Meruóca, ambas no estado brasileiro do Ceará e integrantes da Região Metropolitana de Sobral, e a relação destas narrativas com a ideia de preservação do patrimônio histórico e cultural. No caso de Sobral, parte do núcleo urbano foi tombado como patrimônio histórico nacional em 1999, oficializada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPHAN. No caso da Meruóca, apesar da paisagem mostrar rico patrimônio material, ainda não ocorreu este processo. A proposta consiste em dar continuidade a discussões já promovidas pelo equipe proponente sobre determinados temas relativos à construção de modelos de identificações coletivas simbolizados pela paisagem e pelas práticas cotidianas individuais, articulados aos vínculos territoriais que os moradores criam com o espaço urbano e rural no cotidiano e a relação desses vínculos com a política pública que torna a cidade e o campo, paisagem merecedoras de tornarem-se monumentos culturais. Aqui está se promovendo reflexão que visa superar visões essencialistas, generalistas e estáveis sobre o que é a territorialização, a ocupação do espaço, o patrimônio histórico, a paisagem, a cultural e a identidade coletiva. Pretende também superar visões que entendem os usos geográficos do espaço urbano a partir da definição de funções estáveis. E, por fim, de forma a complementar ao objetivo geral, tem como proposta fazer uma geografia que expressa em texto, imagem cartográfica, audiovisual, fotográfica e multimídia, o resultado das experiências compartilhadas com os interlocutores selecionados, inserindo mecanismos de inovação social. Algumas singularidades dos lugares se manifestam a partir das formas simbólicas espaciais existentes, pelas quais retratam uma estreita relação e que são mediatizadas por símbolos, podendo ser uma realidade material e unindo-se a uma ideia, a um valor ou a um sentimento. Entendemos, portanto, que as mediações simbólicas permeiam as atividades pessoais em relação aos lugares de afetividade e do pertencimento. A proposta deste projeto é analisar o patrimônio rural e urbano em municípios que possuem estreitas relações históricas, políticas e econômicas, na região semi-árida do estado do Ceará, com enclaves e proximidades com serra de mata seca da Meruóca. Trata-se dos municípios de Meruoca e Sobral, localizados na região norte do estado, distante 250 quilômetros de Fortaleza. Na vertente do patrimônio rural a ser identificado na serra da Meruóca, elenca um conjunto de geosímbolos, que no entendimento de Bonnemaison (2000, p. 26), corresponde “a uma estrutura simbólica de um meio, de um espaço”, onde o geosímbolo oferece um sentido ao mundo ou ainda a espiritualidade do lugar. O patrimônio a ser identificado não apenas como aquele institucionalizado, reconhecido por sua importância histórica ou valor arquitetônico, mas também como patrimônio que representa a memória do lugar, ou seja, aquele que contém o vernáculo da paisagem, enunciando não apenas a história oficial ou as paisagens tradicionais. Portanto, a análise das paisagens vernaculares, identificadas, por exemplo, através de construções como capelas e oratórios, casas de fazenda, entre outras, torna-se importante como valor simbólico e no dizer de Luchiari (2001), nos permite identificar um sujeito oculto da paisagem, ou seja, o modo de produção que impregna as práticas sociais e faz surgir ou organizam territórios. A proposta de interpretar as representações sociais, criando modelos teóricos de discurso comum, como fonte para pensar a identidade coletiva, não é o único meio de produzir informações sobre os pesquisados no meio urbano e rural aqui delimitados, justamente porque o depoimento individual de cada interlocutor não fala por si e nem sempre reproduz o que seria entendido pelo analista como representação coletiva. Não podemos esquecer o jogo de práticas significativas das relações entre os diferentes sujeitos sociais que compõem a realidade estudada que ressignificam o que aprendem e usam do seu jeito. O interlocutor nunca conta fatos. São criações narrativas que levam em consideração o contexto de interlocução que envolve algumas questões como: com quem está falando? Qual o local de onde se fala (ambiente e paisagem)? Qual o instrumento de registro? Quais os interesses em jogo? Tudo isso é pensado quando se fala. Outra questão que surge é: como se pode crer que os mais de 200 mil habitantes de Sobral e zona rural de Meruóca falam a mesma coisa sobre a identidade coletiva e geossímbolos, além de suas práticas cotidianas na cidade? A presente proposição envolve também o dimensionamento das relações entre paisagem e memória, pelas quais vem se transformando já há algum tempo num campo privilegiado de estudos e pesquisas nas mais diversas áreas do conhecimento, usando, dentre outros instrumentos a imagem técnica como método, fonte e repercussão. Portanto buscamos no presente projeto nos ater ao entendimento das formas simbólicas espaciais que estruturam paisagens aparentemente banais, porém, plenas de significados e experiências sociais.
  • Universidade Estadual Vale do Acaraú - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilson Antonio de Assunção

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • “estudos bioanalíticos do perfil metabolômico em pacientes com hipopituitarismo e a investigação da influência do hormônio do crescimento (rhgh) na função cardiovascular”
  • O hipopituitarismo é uma doença endócrina caracterizada por deficiência na produção e secreção de um ou mais hormônios liberados pela hipófise. O GH está intimamente ligado a processos de regulação do crescimento formação e manutenção da massa óssea e massa magra, portanto, a ausência do mesmo leva numerosas implicações para a saúde do paciente acometido, das quais, as mais descritas são: redução da performance cardíaca, hipoglicemia, fadiga, redução da força muscular, lentidão mental. A reposição hormonal com GH ocorre desde a década de 60, todavia, nos anos 80 a obtenção desta proteína por tecnologia do DNA recombinantes, o rhGH, permitiu maior abrangência de tratamentos em pessoas com deficiências hormonais. A ação da reposição com rhGH ainda não é suficientemente esclarecida, portanto, há diversos estudos e pesquisas relacionadas aos efeitos colaterais do rhGH. Diferentes estudos, desde a década de 90 até os dias atuais, mostraram os benefícios da reposição do rhGH em pacientes tratados além do crescimento longitudinal, entre eles, maior tônus muscular, melhoras no metabolismo ósseo e significativos desenvolvimento na função cardiovascular. Por conseguinte, as respostas individuais são variáveis e de baixa reprodutibilidade, havendo questionamentos dos reais possíveis benefícios do rhGH principalmente do sistema cardiovascular. Para responder estas perguntas pretendemos realizar um estudo bioanalítico em uma abordagem metabolômica non-targeted. As analises metabolômicas vem ganhando espaço nos últimos anos por ser qualificada como eficiente ferramenta analítica em diversas áreas. Na área da saúde, o estudo molecular em larga escala a partir de fluídos biológicos (saliva, sangue, urina e outros) permite um panorama da atual situação de um determinado organismo, podendo averiguar e correlacionar o perfil metabolômico a desordens fisiopatológicas. Por conseguinte, o atual estudo objetiva adquirir perfis metabolômicos de pacientes diagnosticados com hipopituitarismo a partir de fluidos biológicos coletados na faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo FMUSP, utilizando técnicas analíticas bastante difundidas e consolidadas, como, cromatografia líquida, eletroforese capilar acopladas a espectrometria de massas, além de métodos quimiométricos e a complementariedade da bioinformática para determinar a correlação da reposição do rhGH na função cardiovascular.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilson Antunes de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • variação de entropia e eefeitos calóricos em metais
  • O efeito magnetocalórico convencional é definido como o aquecimento ou resfriamento de um material magnético quando submetido a variação de campo magnético aplicado em uma direção fixa. Por outro lado, no efeito magnetocalórico girante o material magnético aquece ou resfria quando um campo magnético constante gira de uma direção para outra. Esses efeitos magnetocalóricos são caracterizados pela variação de entropia em um processo isotérmico e pela variação da temperatura em um processo adiabático variando o campo magnético (efeito convencional) ou variando a direção de aplicação do campo (efeito girante). No efeito barocalórico magnético o aquecimento/resfriamento do material ocorre devido ao variação de pressão externa. É esperado grandes valores para as grandezas barocalóricas em compostos magnéticos cuja temperatura de ordenamento magnético sofra grandes variações em função da pressão externa. Os efeitos calóricos tem sido muito estudados na literatura tanto do ponto de vista teórico quanto experimental. Esses efeitos calóricos são a base da refrigeração magnética, uma tecnologia ecologicamente sustentável uma vez que ela não utiliza gases nocivos ao meio ambiente. Neste trabalho, estudaremos do ponto de vista teórico os efeitos magnetocalórico convencional e girante assim como o efeito barocalórico em uma série de compostos tais como RCo2, Ra RbNi2, RaRbNi5 e YbInCu4.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilson Ivo Tonin Zanchin

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • produção de fragmentos de anticorpos recombinantes para quantificação de fatores de crescimento da família egf como biomarcadores de câncer .
  • A participação dos receptores da família do EGFR (epidermal growth fator receptor) na biogênese do câncer está bastante consolidada, sendo alvos de tratamentos tanto com inibidores farmacológicos como com anticorpos terapêuticos. Entretanto, o papel em câncer dos seus ligantes, os fatores de crescimento da família EGF, ainda está pouco esclarecido. A família de fatores de crescimento cujo protótipo é o EGF, compreende oito membros [epidermal growth factor (EGF), transforming growth factor-alfa (TGF-alfa), betacellulin (BTC), amphiregulin (AREG), epiregulin (EREG), heparin-binding-EGF-like growth factor (HB-EGF), neuregulin (NRG1) e NRG2]. Estes fatores compartilham alta similaridade de estrutura primária e terciária, tornando desafiador o trabalho de isolar anticorpos específicos para sua detecção e quantificação. EGF é o membro mais proeminente desta família e sua participação em metástase óssea e câncer de mama, fígado, rim e pulmão já foi documentada. Considerando o exposto acima, temos por objetivo isolar e caracterizar fragmentos de anticorpos que permitam detectar e quantificar especificamente EGF e EPR. Além da relevância dos fatores EGF e EPR para desenvolvimento de câncer, nosso interesse em isolamento e maturação de fragmentos de anticorpos advém do fato de que os anticorpos consistem em ferramentas de inestimável valor para diagnóstico, detecção e quantificação de biomarcadores. A disponibilidade de novas estratégias baseadas em biologia sintética permite o isolamento de anticorpos sem a utilização de animais e hibridomas. Em combinação com isso, podemos aplicar as tecnologias de engenharia de proteínas para maturação dos anticorpos. Dentre as novas estratégias em uso, vale mencionar a “HuCAL” (Human Combinatorial Antibody Library), que consiste numa biblioteca totalmente sintética das frações variáveis de anticorpos humanos. Esta tecnologia já é oferecida comercialmente como serviço para isolamento de novos anticorpos. Métodos para isolar anticorpos a partir da exposição na superfície de linhagens celulares e para clonagem de anticorpos a partir de isolamento de células B também já estão disponíveis. Considerando o contexto da estrutura nacional para pesquisa, qualquer proposta para isolamento e maturação de fragmentos de anticorpos precisa ser de baixo custo e ao mesmo tempo robusta e tecnicamente viável. Nossa experiência prévia com genética de levedura nos levou a optar por este modelo, para o qual já existem duas estratégias consolidadas para isolamento de fragmentos de anticorpos: a) exposição de anticorpos em superfície de leveduras (yeast surface display) e; b) duplo-híbrido de levedura. Os formatos de escolha para construção das bibliotecas são fragmentos do tipo scFv (single chain fragment of the variable fraction), construídos a partir da fusão das regiões variáveis das cadeias leves e pesadas de anticorpos diméricos e, sdAb (single domain antibody fragment), os quis são baseados nos anticorpos de apenas uma cadeia. Tendo em conta as vantagens em termos de estabilidade e menor complexidade estrutural destes últimos, desenhamos in sílico uma biblioteca sintética para isolamento de sdAbs utilizando o sistema duplo-híbrido de levedura. A construção efetiva desta biblioteca através deste projeto gerará uma ferramenta fundamental que posteriormente poderá ser usada para se isolar fragmentos de anticorpos para qualquer alvo. A biblioteca será validada inicialmente utilizando o fator EGF como alvo. Em paralelo utilizaremos estratégias baseadas em conhecimento da estrutura e Biologia sintética. Com base em sequencias de anticorpos obtidas por espectrometria de massas e através de análises estruturais de anticorpos cuja estruturas estão disponíveis no PDB serão desenhados anticorpos sintéticos do tipo scFv para reconhecimento de EGF e EPR. O desenho levará em contar também as propriedades relevantes quanto a estabilidade térmica do arcabouço e propriedades que possam conferir maior solubilidade aos fragmentos de anticorpos para expressão em Escherichia coli. Visando aumentar a afinidade dos fragmentos de anticorpos para seus alvos, vamos utilizar métodos de maturação de anticorpos in vitro baseados em evolução molecular dirigida e em modificações de aminoácidos específicos definidas a partir de análises estruturais. Para avaliar a seletividade dos fragmentos de anticorpos contra o EGF e EPR, eles serão testados contra os demais fatores membros da família. A constante de ligação entre os fragmentos de anticorpos e os fatores recombinantes será feita pela técnica de termoforese em microescala disponível em nosso laboratório juntamente com outros equipamentos de caracterização biofísica de proteínas. Provas de conceito foram realizadas previamente para a produção de fragmentos de anticorpos contra EGF e EPR. Já produzimos com sucesso dois scFv contra EGF e um contra EPR. Também estamos produzindo com sucesso um fragmento do tipo Fab contra EPR. Os fatores também podem ser produzidos de forma recombinante em Escherichia coli. Os resultados preliminares mostram que os fatores podem ser produzidos eficientemente quando em fusão com a tioredoxina e purificados por cromatografia de afinidade e exclusão por tamanho. A produção recombinante dos fatores e dos fragmentos de anticorpos será feita com o apoio da plataforma de purificação e caracterização de proteínas do ICC. Considerando a experiência do grupo e a infraestrutura disponível no ICC temos plenas condições de realizar com sucesso este projeto.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 05/12/2019-31/12/2021
Foto de perfil

Nilton Erbet Lincopan Huenuman

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • resistoma e viruloma de patógenos bactérianos de alto risco em saúde única
  • A convergência de virulência e resistência aos antibacterianos, em espécies clinicamente importantes como Klebsiella pneumoniae e Escherichia coli, tem começado a ser reportada mundialmente, instaurando uma grande ameaça para o prognóstico e controle das infecções associadas à assistência a saúde (IRAS). A partir de pesquisas realizadas pelo nosso grupo de pequisa, direcionadas para monitorar a ocorrência de bactérias Gram-negativas multirresistentes de importância clínica na interface humana-ambiente-animal, foram obtidos resultados inéditos que documentam a disseminação de patógenos expressando reistência às cefalosporinas, carbapenêmicos, fluoroquinolonas e polimixinas; nos diferentes ecosistemas estudados (Oliveira et al., 2014; Aizawa et al., 2014; Leigue et al., 2015; Casella et al., 2015; Silva et al., 2016a; Turano et al., 2016; Fernandes et al., 2016a; 2016b; 2017; Sellera et al., 2017; Moura et al., 2017; Fernades et al.,2018a; 2018b; Silva et al., 2018; Melo et al., 2018; Sellera et al., 2018). Assim, o presente pedido de auxilio à pesquisa dará continuidades aos nossos estudos, focando na análise genômica do resistoma (incluindo genes e mutações conferindo resistência a antibióticos, desinfectantes e metais pesados) e viruloma destas linhagens bacterianas. Dentro do contexto de Saúde Única, o projeto auxiliará para elucidar “a priori” aspectos genéticos de adaptação, resistência e virulência de clones endêmicos, no Brasil, identificando marcadores moleculares para fim diagnóstico, e manejo e prevenção de infecções associadas, tanto em medicina humana como veterinária.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Nilza Rogéria de Andrade Nunes

Ciências Sociais Aplicadas

Serviço Social
  • determinantes sociais da saúde em debate: um estudo sobre a atuação de lideranças femininas nas favelas do rio de janeiro
  • Relacionar a atuação das mulheres de favela e suas experiências frente aos determinantes sociais da saúde é o principal objetivo desse projeto de pesquisa. As mulheres as quais nos referimos são as nomeadas lideranças femininas e/ou as (re) conhecidas mulheres de referência que atuam em territórios segregados sócio espacialmente, denominadas favelas ou comunidades no Rio de Janeiro. Discutir a relação entre saúde e as experiências dessas mulheres nesses territórios urbanos permeados por injustiças sociais nos possibilitará aprofundar as estratégias e caminhos possíveis para atuar nas dimensões da saúde, conectando-a social, cultural e politicamente.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Niro Higuchi

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • inct de madeiras da amazônia
  • Durante as várias reuniões dos INCTs, inúmeras vezes a frase “mais do mesmo” foi repetida para enfatizar que o objetivo do INCT seria algo a mais na vida do pesquisador. O grande desafio é combinar a qualidade do Lattes com transferência de conhecimento à sociedade, treinamento de pessoal fora da pós-graduação e fortalecimento de grupos emergentes. A questão de fundo desta proposta continua sendo o baixo rendimento das indústrias madeireiras da Amazônia. Atualmente, um rendimento de 30% é aceito como consenso para a região, ou seja, 70% de uma tora são desperdiçados. O baixo rendimento e o baixo valor da madeira em pé têm sido os principais gargalos para a consolidação do manejo florestal sustentável na região. A tecnologia da madeira deve desempenhar papel importante na superação deste gargalo. Nesta proposta, a premissa é: sem tecnologia da madeira será muito difícil viabilizar o manejo florestal sustentável e, sem manejo sustentável, mais difícil ainda será manter a cobertura florestal que abriga a biodiversidade da Amazônia. O principal objetivo desta proposta é o aumento do rendimento da tora. Para atingir este objetivo, os esforços serão concentrados na utilização de tecnologia e inovação relacionada com a madeira tropical e manejo florestal. Da mesma forma, estudos na fronteira do conhecimento serão necessários para consubstanciar as análises e melhor entender os resultados sobre, por exemplo, o ciclo de corte de uma floresta manejada. Estudos de ciclagem de nutrientes e emissões de compostos orgânicos voláteis (VOCs, em inglês) serão executados em florestas não perturbadas e perturbadas naturalmente (seca e chuva convectiva) e pelo homem (exploradas em diferentes escalas de volume explorado, espaço e de tempo). Os estudos de indicadores de qualidade do manejo florestal em florestas perturbadas naturalmente podem auxiliar na modelagem do comportamento da dinâmica florestal. No campo da inovação, novas tecnologias serão testadas na fabricação de peças de madeira tanto para a construção civil e na fabricação de casas, de móveis, instrumentos musicais e pequenos objetos de madeira. Será mantida a utilização de resíduos da serraria, de demolição e de madeira caída naturalmente na fabricação de ukulele, em escolas do ensino médio da região metropolitana de Manaus; nesta mesma linha, a viola caipira também será introduzida nesta proposta. Para o manejo florestal, além da pesquisa, um banco de dados de resultados de pesquisa e de estatísticas de produção será desenvolvido, assim como, algoritmos para a produção de mapas florestais. As coletas de campo serão concentradas na estação ZF2 do INPA, MIL Madeireira em Itacoatiara, áreas manejadas do Pró-rural em Manacapuru, área de concessão florestal da AMATA na Floresta Nacional do Jamari em Rondônia e na região de Cruzeiro do Sul no Acre. As análises químicas para os estudos de nutrientes serão realizadas no Centro de Energia Nuclear para a Agricultura (CENA) e no INPA e as de VOCs, no INPA. Será mantido o programa treinamento em todos os níveis. A base para este programa será a estação experimental do INPA, conhecida como ZF2, que está localizada a ~90 km a noroeste de Manaus com 23 km em uma vicinal não pavimentada. Alguns treinamentos na área de tecnologia serão oferecidos no laboratório de engenharia e artefatos de madeira do INPA. Estas duas bases serão utilizadas também para desenvolvimento de teses e dissertações dos cursos do INPA e de outras instituições brasileiras participantes desta proposta. Da mesma maneira, servirão para aulas práticas para alunos de graduação em engenharia florestal da UEA e UFAM e para treinamento “em serviço” (em geotecnologia, inventário florestal, alometria e dendrologia, por exemplo) de técnicos de nível médio e superior da região amazônica. Esta proposta conta com a participação das seguintes instituições de ensino e pesquisa do Brasil: Universidade Federal do Amazonas (UFAM); Universidade Estadual do Amazonas (UEA); Instituto Federal de Educação do Amazonas (IFAM); Universidade Estadual de Roraima (UERR); Instituto de Tecnologia da Universidade Federal do Pará (UFPA); Universidade Federal do Acre (UFAC); Universidade Estadual do Amapá (UEAP); Universidade Federal do Paraná (UFPR); Universidade Estadual do Centro-Oeste (UNICENTRO); Universidade de Brasília (UnB); CENA da USP; Universidade Estadual de Londrina (UEL) e Escola de Engenharia de São Carlos da USP. Do setor produtivo, o INCT – Madeiras da Amazônia contará com os seguintes apoios: Amazon Rose; Green Obsession; BIC Amazônia S/A; Puro Amazonas, Akzo Nobel Ltda Casco Adhesives; Portela Indústria e Comércio de Madeira Ltda; Hdom Engenharia e Projetos Ambientais Ltda; BIOTEC Controle Ambiental, MIL Madeireira e AMATA. Os seguintes laboratórios estrangeiros apoiam esta proposta: sensoriamento remoto do sistema terrestre do departamento de Geografia da Universidade da Califórnia em Berkeley; biogeoquímica do Instituto Max Planck em Jena; dinâmica de ecossistemas da Universidade de Oxford e de ecologia tropical da Universidade Leeds. Esta proposta conta ainda com o apoio do Projeto Pró-Rural do Amazonas (SEPROR e FAPEAM) e da ONG IDESAM em projetos de manejo em pequena escala. A instituição sede desta proposta é o Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), que atua na Amazônia há 60 anos. Além de pesquisas e formação de pessoal, o INPA está se consolidando na área de interação com o contribuinte. Atualmente, na estrutura do INPA há a coordenação de extensão tecnológica e inovação, que abriga o escritório exclusivo para patentes de produtos e processos e a incubadora; nesta proposta há três empresas incubadas pelo INPA.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 26/11/2016-30/11/2022