Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Susan Chow Lindsey

Ciências da Saúde

Medicina
  • determinação de biomarcadores para carcinoma medular da tiroide em sangue periférico identificados através de transcriptoma
  • O carcinoma medular da tiroide (CMT) avançado apresenta prognóstico desfavorável e, ao diagnóstico inicial, muitos pacientes já apresentam metástases. O acompanhamento dos pacientes é baseado nos níveis séricos de marcadores tumorais e em sua taxa de progressão ao longo do tempo. Pacientes com suspeita de metástases são submetidos a exames de imagem localizatórios que, com frequência, são realizados sequencialmente para se investigar progressão da doença. Baseados em estudos prévios de detecção de RNA mensageiro tumoral circulante, analisamos o transcriptoma em sangue periférico de pacientes com CMT através da técnica de sequenciamento paralelo em larga escala do tipo RNA-Seq, visando a detecção de assinaturas transcricionais representativas de CMT avançado. A partir destas bibliotecas de transcriptoma, analisaremos os genes diferencialmente expressos e realizaremos a validação em uma coorte ampliada de pacientes com CMT através de PCR quantitativo. Serão incluídos pacientes com CMT persistente, com doença locorregional e metastática, tanto com doença estável quanto em progressão, e aqueles com CMT sem evidência de doença. A validação de biomarcadores tumorais em sangue periférico de pacientes com CMT possibilitará um método pouco invasivo, de baixo custo, e que identifique, em tempo real, o estado tumoral e seu caráter de progressão, trazendo vantagens sobre métodos de maior custo ou que requerem tempo maior de observação.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Susan Martins Pereira

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • efeito da vacinação e revacinação por bcg na ocorrência e gravidade da covid-19 no brasil.
  • Trata-se de um estudo multicêntrico com o objetivo de avaliar a efetividade da vacinação e revacinação por BCG na ocorrência e gravidade da COVID-19 no Brasil. 1) Estimar a associação entre a gravidade da COVID-19 de acordo com diferentes status vacinal (Estudo 1). 2) Estimar e comparar a ocorrência e gravidade por COVID-19 entre vacinados (BCG neonatal) e revacinados (BCG neonatal e BCG na idade escolar) utilizando-se da população do REVAC-BCG (Estudo 2). 3) Avaliar a resposta de imunidade treinada, humoral e protetora da vacina BCG em pacientes hospitalizados com COVID-19 com e sem cicatriz vacinal (Estudo 3). Este projeto será desenvolvido a partir de três estudos complementares: Estudo de caso-controle, não pareado realizado com casos e controles residentes nos municípios de Salvador, Manaus, Rio de Janeiro, São Paulo e Recife. Os casos serão indivíduos hospitalizados com diagnóstico confirmado de COVID-19 que apresentaram a forma grave ou óbito por COVID-19 e os controles, indivíduos com diagnóstico confirmado de COVID-19 e que não apresentaram os sinais e sintomas de gravidade da doença. A vacinação por BCG será a exposição. O segundo estudo será uma re-análise do ensaio comunitário REVAC-BCG, realizada a partir da base de dados referente ao ensaio comunitário que avaliou a eficácia da segunda dose da vacina BCG contra tuberculose e hanseníase, em Salvador e Manaus. Os casos e óbitos da COVID-19 ocorridos nentas duas cidades serão identificados no Sistema de Informação SIVEP GRIPE e no Sistema de Informação sobre Mortalidade, e serão vinculados a base de dados do REVAC-BCG para análise da associação entre os diferentes status de vacinação por BCG e os desfechos (casos e óbitos) pela COVID-19. No terceiro estudo pretende-se avaliar a resposta de imunidade treinada, humoral e protetora da vacina BCG em pacientes diagnosticados com COVID-19. Espera-se contribuir para o conhecimento da efetividade da vacinação e revacinação por BCG na ocorrência e na redução da gravidade da COVID-19 em nosso país.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022