Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Marcus Santos Mota

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • wagnerianas: metodologia integrada de dramaturgia, orquestração e mediação tecnológica a partir das propostas de richard wagner e sua recepção da ideia de coro do teatro grego antigo.
  • Este projeto objetiva disponibilizar o know-how em processos criativos multissensoriais presentes nos textos teóricos e nas obras de Richard Wagner, reinterpretá-lo a partir de audiocenas ou cenas orquestradas digitalmente. Richard Wagner desdobrou-se entre textos teóricos e criação de obras dramático-musicais, enfatizando um diálogo com a dramaturgia ateniense antiga, especialmente a ideia e prática de coro, o que o levou ao híbrido de uma “orquestra coral” ou de um “coralização” da experiência cênico-musical. A tentativa dessa fusão de horizontes históricos e estéticos do passado grego com o século XIX antecipa a passagem para aquilo que as novas mídias (rádio, cinema) produziriam: uma mobilidade de referências sonoros e visuais, a emancipação das mídias. Se , segundo Friedrich Kittler ,” o drama musical de Wagner é a primeira mídia de massa no sentido moderno da palavra”, ao enfatizar a materialidade mesma do processo sensorial, um mapeamento dos procedimentos dramático musicais wagnerianos, seja explicitados em seus textos teóricos, seja inseridos na trama audiovisual de seus dramas musicais, proporcionará sua compreensão e preparará suas retomadas críticas e criativas. No caso deste projeto, teremos as seguintes etapas: 1- levantamento bibliográfico das questões envolvendo orquestração e recepção clássica em Richard Wagner e na bibliografia em torno destes temas; 2- mapeamento de conceitos e procedimentos que indicam a correlação entre “coralidade” e orquestração; 3- realização de roteiros e orquestrações digitais a partir dos procedimentos apontados, os quais serão veiculados como vídeos no youtube. Como metodologia de trabalho, temos a produção de seminários contínuos entre os integrantes da pesquisa, formando um ambiente multidisciplinar, interinstitucional, e multitarefa. Para tanto, os seminários serão documentados por meio de um blog de acompanhamento, no qual serão registrados as discussões, estudos, reflexões e realizações do projeto.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo de fase i, randomizado, aberto, com grupos paralelos para avaliação farmacocinética do uso do artesunato-mefloquina em associação com primaquina e tafenoquina (estudo amino)
  • A terapia combinada com artemisina (ACT) produzida no Brasil por Farmanguinhos é artesunato/mefloquina (ASMQ). Tem igual ação sobre P. vivax e P. falciparum. A interação droga a droga com primaquina e tafenoquina é ainda desconhecida. Caso não haja importante interação, as drogas poderão ser utilizadas de forma combinada para o tratamento de ambos tipo de malária, o que representa um grande avanço no tratamento dessa doença, em áreas em que ambas espécies circulam. Pretende-se no Estudo Amino realizar um estudo de fase I com pessoas saudáveis hospitalizadas, com foco na farmacocinética das drogas de estudo e detecção de eventuais eventos adversos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - AM - Brasil
  • 01/01/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Marcus Vinícius Guimarães de Lacerda

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estudo fase iib para avaliar eficácia e segurança de succinato sódico de metilprednisolona injetável no tratamento de pacientes com sinais de srag, no âmbito do novo coronavírus: um ensaio clínico, duplo-cego, randomizado, controlado com placebo
  • Em dezembro de 2019, o Comitê Municipal de Saúde de Wuhan, na China, identificou um surto de casos de pneumonia viral de causa desconhecida. O RNA do coronavírus foi rapidamente identificado. Este novo coronavírus foi designado SARS-CoV2 e a doença causada por esse vírus de COVID-19. Em casos leves, a infeção é geralmente auto-limitada. Entretanto, o início grave da doença requer cuidados intensivos quando associado à insuficiência respiratória. Os quadros graves estão associados a inflamação exacerbada que levam à danos fatais aos pulmões, rins, e tecidos cardíacos, desempenhando um papel importante na morbimortalidade da síndrome Síndrome respiratória aguda grave (SRAG). Os esteróides sistêmicos são propostos como uma opção terapêutica válida na inflamação exacerbada, contudo o efeito dos corticoides sistêmicos na infecção por COVID-19 ainda é controverso e dados limitados estão disponíveis na literatura. Em face da controversa eficácia, estudos clínicos randomizados precisam promover uma base mais sólida de evidências que indiquem o seu uso. Este estudo propõe-se, portanto, avaliar a eficácia e segurança da utilização de SMP em pacientes com sintomas respiratórios sugestivos SRAG com suspeita ou diagnóstico de COVID-19 (graves ou não), assim como avaliar as potenciais sequelas respiratórias e funcionais secundárias a SRAG. Esse estudo será realizado em Manaus (AM) no Hospital e Pronto Socorro Delphina Rinaldi (HPSDRA). Trata-se de um ensaio clínico, fase IIb, randomizado, duplo cego controlado por placebo. Serão recrutados 420 pacientes adultos ≥18 anos de idade, hospitalizados que apresentem sintomas respiratórios sugestivos de SRAG, com suspeita ou diagnóstico de COVID-19, sendo divididos em grupos graves (210 pacientes) e não graves (210 pacientes). Os grupos intervenção (grupo grave e grupo não grave) receberão tratamento com SMP injetável (0,5mg/kg de peso de 12h em 12h) por até cinco dias. Os grupos placebo (grupo grave e grupo não grave) receberão solução salina injetável sem princípio ativo (12h em 12h) por até cinco dias. Um indivíduo completará o estudo em 120 dias. Neste estudo de fase IIb pretendemos obter como resultado a identificação da eficácia e segurança da SMP no tratamento de pacientes graves e não graves com suspeita ou diagnósticos de COVID-19. Assim, como mostrar se potencialmente a SMP em pacientes com sintomas respiratórios reduz a evolução precoce para SRAG, entre os dias 1 e 7, em pacientes não graves, e se há redução de letalidade em 50% em pacientes graves. Para determinação da eficácia esperamos como resultados também definir as taxas de redução de letalidade, melhoria ou piora dos parâmetros clínicos, redução do percentual de detecção de SARS-CoV2 em amostras do paciente, alterações na frequência e qualidade de alterações espirométricas aferidas no D120.
  • Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado - AM - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Marcus Vinicius Lia Fook

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • engenharia de tecidos no reparo epitelial: scaffold biodegradável para regeneração tecidual
  • O desenvolvimento de órgãos artificiais aplicando a engenharia de tecidos por meio de estruturas porosas (scaffolds) biodegradáveis, possibilitará a produção de curativos para utilização nos mais variados tipos de feridas resultando na remodelação tecidual e recuperação do paciente. A busca de novos biomateriais se faz necessário para o avanço da tecnologia e o bem-estar da população. Para tanto é importante reunir pesquisadores de destaque em várias áreas do saber, de modo a criar uma equipe multidisciplinar com conhecimentos em biomateriais, engenharia de tecidos, materiais porosos e biodegradação, a fim de poder executar de forma eficiente e exitosa o desafio proposto nesse projeto, que é o desenvolvimento de um biomaterial biodegradável para reparo epitelial utilizando-se da tecnologia de engenharia de tecidos. A obtenção de produtos inovadores tendo sua matéria prima extraida da biomassa; a exemplo da quitosana, que é derivada da quitina presente em carapaças de crustáceos; do colágeno, que é de origem animal; assim como do extrato do Jatropha mollissima, planta comum na caatinga, poderá ser uma alternativa para o desenvolvimento da pesquisa e da região nordeste. Deste modo, se mostra necessária a ampliação das pesquisas voltadas para o estudo e produção de biomateriais fundamentado na engenharia de tecidos, de forma a se criar um maior volume de estudos, interações entre grupos e resultados aplicados, atendendo a demanda do país que, em termos comerciais, basicamente importa esse tipo de tecnologia. Essa necessidade é ainda mais proeminente na região que o núcleo de excelência proposto atuará, uma região carente do nordeste que precisa de desenvolvimento tecnológico que atraiam empresas, gerem recursos e desenvolvimento social e econômico para o Estado. Ademais, esta equipe de trabalho já vem se destacando no desenvolvimento de biomateriais e de suporte à sociedade em vários temas relacionados a biotecnologia e biomateriais, assim, acredita-se que sua atuação no desenvolvimento de curativos biodegradáveis, tendo a matéria prima disponibilizada na região é algo que otimizará esforços e recursos, oferecendo sinergia as pesquisas a serem desenvolvidas. Os scaffolds irão atuar como membranas e também estruturas porosas para o crescimento de fibroblasto e estudar o comportamento deste visando a produção de um tecido para utilização em reparação epitelial. Podendo, ainda, ser utilizado um agente reticulante biodegradável na produção dos scaffolds para reforças as propriedades mecânicas do biomaterial, além de contribuir para a manutenção da forma e tamanho dos poros. Assim, com o desenvolvimento deste projeto esperam-se vários avanços científicos, tecnológicos e sociais, tendo ao final da sua execução transferência de conhecimentos para a sociedade, seja através de parcerias com empresas ou com órgãos governamentais. Para este fim, serão utilizadas as instalações do Laboratório de Avaliação e Desenvolvimento de Biomateriais do Nordeste (CERTBIO) e demais colaboradores.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 09/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Marcus Vinicius Melo de Andrade

Ciências da Saúde

Medicina
  • papel do ultrassom pulmonar, do ecodopplercardiograma e de biomarcadores cardíacos, inflamatórios e do sistema renina angiotensina como preditores de gravidade e do prognóstico em pacientes picados por escorpião
  • Acidentes por escorpião representam um problema de saúde pública em Minas Gerais e no Brasil como um todo. No hospital João XXIII, em Belo Horizonte (MG), são atendidos em média 1500 casos de escorpionismo por ano, sendo cerca de 3% considerados graves. A identificação precoce da gravidade e o melhor entendimento patogênico dos casos de escorpionismo pode impactar favoravelmente no prognóstico dos paciente acometidos. Objetivos: Este trabalho visa investigar a utilidade do ecodopplercardiograma precoce e da ultrassonografia pulmonar como ferramentas prognósticas nos casos de escorpionismo grave. Adicionalmente, avaliar a associação dos níveis circulantes de biomarcadores inflamatórios, biomarcadores direcionados ao sistema cardiovascular e de moléculas componentes do sistema renina angiotensina com a gravidade, prognóstico e com os achados dos exames de imagem. Material e métodos: Estudo prospectivo no qual serão incluídos pacientes atendidos no Hospital João XXIII no período de 24 meses, com relato de picada por escorpião. Os sujeitos da pesquisa incluídos no estudo serão estratificados em dois grupos, o de escorpionismo grave (grupo de estudo) e o de escorpionismo moderado (grupo controle). Todos os sujeitos da pesquisa serão submetidos a coleta de sangue para exames laboratoriais, conforme protocolo da instituição, eletrocardiograma, ecocardiograma bidimensional com Doppler (EBD) e ultrassonografia pulmonar. De todos os pacientes incluídos no estudo, será coletada uma amostra de 3-5 ml de sangue à inclusão para posterior dosagem dos biomarcadores de interesse no estudo. Acreditamos que os resultados deste estudo viabilizarão a identificação de pacientes com maior risco relacionado ao acidente por escorpião, permitindo intervenção precoce a fim de reduzir complicações e otimizar o tratamento. Os resultados permitirão entender melhor os mecanismos patogênicos envolvidos nas manifestações clínicas apresentadas por pacientes que evoluem com formas graves.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Marcus Vinicius Nascimento Ferreira

Ciências da Saúde

Educação Física
  • estudo de comportamento de movimento de 24 horas e síndrome metabólica (24h-mesyn): um estudo de coorte prospectivo sobre estilo de vida e risco de desenvolver síndrome metabólica em estudantes universitários de regiões de baixa renda durante uma pandemia
  • Em educação física, as recomendações lidam separadamente com atividade física, comportamento sedentário e sono. Isso reflete as evidências científicas publicadas até agora. No entanto, as pesquisas recentes sugerem que a composição de comportamentos de movimento de 24 horas (ou seja, os três comportamentos conjuntamente) está associado à saúde metabólica e mental. Estudos longitudinais são necessários para confirmar estes achados. Por outro lado, a literatura indica redução da atividade física e aumento do comportamento sedentário durante a pandemia; estas alterações estão relacionadas diretamente com a renda, obesidade e preocupação em contrair COVID19. No ambiente universitário, observou-se impacto negativo a saúde mental dos estudantes devido a pandemia, que parece atuar como fator de risco para o abandono dos estudos. Assim, nós hipotetizamos que o comportamento de movimento de 24 horas influencia a síndrome metabólica e estresse em universitários, e o seu efeito pode ser modificado pela carga pandêmica; e que o abandono dos estudos pode ser predito pelo sexo biológico, idade, condição econômica, ambiente acadêmico, hábitos alimentares, comportamento de movimento de 24 horas, satisfação com a vida, saúde metabólica e da percepção de estresse. Para testar estas hipóteses, nós desenhamos um estudo prospectivo em duas regiões de baixa renda das regiões norte e nordeste. Nós vamos acompanhar 502 estudantes, entre 2022-2025, avaliando o comportamento de movimento de 24 horas (exposição principal) e os desfechos principais: síndrome metabólica, estresse percebido e abandono dos estudos. A hipótese principal será testada com modelos de regressão multinível de Poisson. A hipótese secundária será testada com algoritmos tradicionais de clinical learning e hiperparâmetros de machine learning. A variável centro de pesquisa será inserida como fator contextual em todos os modelos; assim como, estes serão ajustados para duração das aulas exclusivamente remotas.
  • Universidade Federal do Tocantins - TO - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marcus Vinícius Vieira

Ciências Biológicas

Ecologia
  • pesquisas de longa duração em gradientes ambientais da mata atlântica: o mosaico central fluminense como modelo para compreensão de efeitos de mudanças climáticas globais e usos do solo sobre a biodiversidade
  • O sítio PELD Mosaico Central Fluminense (PELD-MCF), vem funcionando como um centro de estudos de longo prazo desde o início do sec. XX, a partir de amostragens pioneiras de 1935 e 1947 no Parque Nacional da Serra dos Órgãos, uma das áreas protegidas que fazem parte PELD-MCF. Engloba um conjunto de formações vegetais de alta riqueza de espécies, que vão desde as florestas de baixada até os vulneráveis campos de altitude, formando dois extensos gradientes ambientais: de altitude, do nível do mar até 2.200 m, e de uso e cobertura do solo, já que inclui paisagens com remanescentes florestais imersos em áreas de pecuária ou cultivos, além de áreas urbanas. Assim, o sítio PELD-MCF tem duas questões centrais que integram estudos mais específicos: efeitos de mudanças climáticas no gradiente altitudinal, e de uso do solo sobre a biodiversidade. Estas questões permeiam toda a proposta, integrando não apenas o conhecimento gerado em diferentes Unidades de Conservação (UCs), mas gerado através da pareceria com com analistas e gestores de UCs, e membros da sociedade em geral. Atendem a demandas como conservação da biodiversidade compatível com uso do solo, detecção de efeitos de mudanças climáticas e possíveis consequências para a provisão de serviços ecossistêmicos. A equipe inclui pesquisadores das áreas de ecologia, agroecologia, zoologia, física, educação, assim áreas ambientais e analistas ambientais de UCs, aumentando a probabilidade que o conhecimento gerado seja de fato utilizado pela sociedade.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Marcus Wilcox Hemais

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • colonialidade nas práticas de defesa do consumidor no brasil: uma análise consumerista a partir da perspectiva decolonial
  • Desde que o modelo eurocêntrico consumerista foi expandido globalmente, organizações que o adotaram passaram a defender maior incentivo ao mercado neoliberal como forma de proteger consumidores contra más práticas empresariais. Todavia, tal incentivo não cumpriu suas promessas, mas ajudou a tornar organizações consumeristas do Norte Global nas principais referências no campo de consumerismo. No Brasil, esse cenário não foi diferente, havendo adoção de práticas eurocêntricas consumeristas por organizações locais, porém sem expressivos resultados à contenção de desrespeitos empresariais a consumidores. A literatura de marketing pouco considera tais aspectos geopolíticos, não reconhecendo, portanto, que consumerismo mais ajuda na manutenção do controle eurocêntrico sobre o resto do mundo do que na defesa de consumidores. Tal postura acrítica dificulta entender que a adoção global, ou, particularmente, no Brasil, de um modelo consumerista que copia aquele do Norte Global denota uma forma de controle pós-colonial, que perpetua o domínio ideológico Eurocêntrico sobre o resto do mundo. O presente projeto objetiva compreender, a partir da perspectiva decolonial, como e por que práticas eurocêntricas de proteção e defesa do consumidor foram incorporadas por organizações consumeristas no Brasil. Para isto, será desenvolvido um framework analítico, cuja base teórica se pautará na teorização sobre colonialidade do poder, que permitirá entender a colonialidade epistemológica e ontológica presente nas práticas consumeristas analisadas. Serão coletados dados primários com funcionários e ex-funcionários de organizações consumeristas e secundários em artigos acadêmicos, matérias jornalísticas, além de documentos internos e sítios eletrônicos de tais organizações. Os dados coletados serão analisados em duas etapas, sendo a primeira focada no processo de codificação e a segunda na composição do que virão a ser as categorias de análise do estudo.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Marden Barbosa de Campos

Ciências Humanas

Sociologia
  • populações indígenas nas metrópoles brasileiras: resistências, retomadas e estratégias de adaptação
  • A migração dos indígenas para as cidades tem despertado interesse crescente em pesquisadores de diferentes países. As dificuldades e estratégias de adaptação dos indígenas nas cidades de todo o mundo trazem desafios crescentes para a sobrevivência dessas populações, assim como para o entendimento do fenômeno pelos cientistas sociais. O presente projeto busca realizar uma análise dos indígenas residentes nas metrópoles brasileiras, no intuito de mapear quais as características desses indígenas, quais os desafios que eles enfrentam para viver nas grandes cidades e quais as estratégias que utilizam para permanecer nesses espaços. Os resultados dos últimos censos demográficos - assim como diversos outros estudos de caso - atestam a grande diversidade de situações com que essas populações se deparam nos ambientes urbanos, destacando a complexidade da questão. O presente estudo será realizado com base em uma metodologia mista de pesquisa social, lançando mão de análises quantitativas de dados populacionais e também de abordagens qualitativas de pesquisa. No caso da análises quantitativas, serão aplicadas técnicas de análise estatística e técnicas de análise espacial com base nos dados do Censo Demográfico de 2010, realizado pelo IBGE. Em adição, a metodologia qualitativa será aplicada a partir de entrevistas semiestruturadas a serem realizadas com membros de grupos de indígenas que vivem em algumas metrópoles do país. Essas entrevistas serão analisadas com base em técnicas de codificação e análise de conteúdo.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Margaret de Castro

Ciências da Saúde

Medicina
  • mapeamento da diversidade celular em tumores hipofisários não funcionantes
  • Tumorigênese hipofisária é pouco compreendida. A classificação baseada em aspectos pangenômicos melhorou a estratificação clínica dos pacientes com PitNETs. Nosso laboratório, em estudos recentes, realizou exoma e comparou o transcriptoma e o metiloma dos três principais subtipos de adenomas hipofisários ressecáveis cirurgicamente (secretores de GH, de ACTH e não secretores) para avaliar alterações que possam contribuir para a biologia de cada subtipo tumoral. Os mecanismos moleculares envolvidos na patogênese dos tumores não funcionantes são os menos conhecidos. Análise de uma única célula permite compreender as influências do microambiente tumoral. Assim, o objetivo é mapear a diversidade celular e os perfis de expressão gênica em uma única célula, em 10 amostras de tumores hipofisários não funcionantes, com estratificação prognóstica e desfechos clínicos. Sequenciamento exômico por sequenciador Illumina HiSeq4000. Leituras sequenciadas foram realizadas pelo Novoalign software e análises das variantes genômicas pelo Unified Genotypor do Genome Analysis Toolkit (GATK). PolyPhen-2, SIFT, Provean, Mutation Assessor e Mutation Taster foram utilizados para a predição das variantes patogênicas. Após isolamento das células através de microgotas em fluidos e da preparação da biblioteca de RNAseq, o sequenciamento do RNA de células individuais (scRNAseq) será realizado pela versão 3.1 do Chromiun Single cell 3’Library and Gel & Multiplex kit (10x Genomics). A amplificação criará fita complementar e a biblioteca será sequenciada no Illumina HiSeq4000. Serão sequenciadas 6.000 células por amostra, com 25.000 reads para cada uma das células. O software Cell Ranger Suite 3.1 será utilizado para separação das sequências de acordo com cada célula. Análise de padrões e populações celulares será realizada por meio de clusterização, pela metodologia RAPIDS em servidor GPU. O estudo trará conhecimento sobre os subtipos e identificará biomarcadores moleculares nos PITNets.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Margarete Dulce Bagatini

Outra

Biomedicina
  • análise da sinalização purinérgica e perfil oxidativo-inflamatório em pacientes com covid-19 e influência na saúde mental
  • A pandemia da doença coronavírus 2019 (COVID-19) causada pela síndrome respiratória aguda grave coronavírus 2 (SARS-CoV-2) tornou-se uma séria ameaça à saúde pública mundial. Estudos recentes apontam que indivíduos infectados apresentam alterações neurológicas, mas os mecanismos pelos quais essas alterações ocorrem ainda não foram elucidados. Há evidências de que o processo inflamatório decorrente da infecção, bem como do estresse psicológico causado pela pandemia levaria a alterações importantes em vários sistemas biológicos e que afetaria o sistema nervoso central (SNC), levando então ao surgimento de transtornos psiquiátricos. Portanto, o objetivo do presente trabalho é avaliar o perfil oxidativo-inflamatório, o envolvimento do sistema purinérgico, o polimorfismo genético associado à citocina regulatória e a saúde mental de sujeitos com COVID-19. Para entender a fisiopatologia da doença serão selecionadas 240 amostras de material biológico de sujeitos que testaram positivo para SARS-CoV-2 que se encontram no banco de amostras “ChapCoV” da Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). As referidas amostras foram coletadas após aprovação pelo Comitê de Ética da UFFS sob o número 35443820.2.2001.5564. O grupo controle será composto de 80 amostras negativas para SARS-CoV-2. Serão investigados, perifericamente, marcadores relacionados ao papel do ATP, dano oxidativo, inflamação e polimorfismo genético. Também serão correlacionadas as escalas para presença de estresse, depressão, ansiedade e qualidade de vida. Os resultados da pesquisa poderão trazer o entendimento de como o vírus afeta o SNC além de identificar a presença de transtornos oxidativos-inflamatórios para elencar novos estudos que apontem para possíveis tratamentos.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Margareth Crisostomo Portela

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • prevalência, demanda e acesso aos cuidados de saúde e efeitos da covid longa em sobreviventes de hospitalização por covid-19 no sus: um estudo de coorte ambidirecional
  • Apesar de ainda haver muito a ser compreendido e definido sobre a Covid longa, a escala absoluta da pandemia e seu impacto desproporcional nas comunidades vulneráveis em todo o mundo deixam claro que ela representa desafios substanciais para os serviços de saúde e corre o risco de exacerbar ainda mais as desigualdades na saúde. No Brasil, país fortemente afetado pela pandemia de Covid-19, ainda se conhece muito pouco sobre a prevalência, características e demandas colocadas para o sistema de saúde pela Covid longa, embora se estime que elas representem uma elevada carga para o Sistema Único de Saúde (SUS). Este projeto tem como perspectiva estudar a Covid longa em pacientes que foram hospitalizados no SUS durante a fase aguda da Covid-19, buscando apreender características e fatores associados à síndrome, efeitos na capacidade funcional, qualidade de vida relacionada à saúde dos pacientes e outros desfechos, necessidades, demandas, acesso e uso de serviços de saúde. O desenho proposto é de um estudo de coorte ambidirecional, no sentido de potencializar a captura de dados retrospectiva e prospectivamente. A população de pesquisa é constituída pelas pessoas com pelo menos 18 anos hospitalizadas por Covid-19 no SUS. Foi projetado um plano amostral estratificado e conglomerado de representatividade nacional, contemplando 300 pacientes de 30 unidades de saúde em cada uma das macrorregiões do país. Por razões pragmáticas, este projeto se centrará na realização do estudo nas regiões Norte e Sudeste do país. A partir da seleção de pacientes e sua autorização para participação no estudo, deverão ser buscados os dados relativos à internação por Covid-19 nos prontuários do hospital em que estiveram internados. O seguimento desses pacientes deverá contemplar até quatro entrevistas, realizadas aos 6, 12, 18 e 24 meses após o início de sintomas da Covid-19. As análises dos dados deverão propiciar uma visão abrangente sobre a Covid-longa e suas demandas no SUS.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 15/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Margareth Guerra dos Santos

Ciências Humanas

Educação
  • o estado do conhecimento das pesquisas sobre avaliação da educação superior nas universidades da amazonia: que posições contra-hegemônicas ecoam?
  • Esta pesquisa tem como objeto de estudo a produção do conhecimento científico sobre a avaliação da educação superior nas universidades públicas da região amazônica, da região norte do país. O objetivo é mapear e discutir a produção do conhecimento sobre avaliação da educação superior produzida em dissertações de mestrado, teses de doutorado e publicações de relatórios de pesquisas, de grupos de investigação ligados a universidades públicas da Amazônia, localizadas na região norte, tendo como propósito identificar movimentos de resistência epistemológica com produção de diferentes cosmovisões contra-hegemônicas. Essa produção do conhecimento tem como lócus as pesquisas dos grupos de investigação da educação superior ligados as universidades federais amazônicas, cadastradas no diretório de grupos de pesquisa do CNPQ, certificadas por suas instituições e líderes. A partir do contexto da produção do conhecimento, inserem-se motivações de emancipação teórica e analítica, o que nos motiva a tencionar o estudo lançando a seguinte questão norteadora central: que movimentos de resistência na produção do conhecimento local se revelam a partir dos conceitos presentes nos estudos acerca da avaliação da educação superior nos grupos de pesquisa das universidades amazônicas? Para a análise dos dados utilizaremos a técnica da análise do discurso (PECHEUX, 2002), para o autor a linguagem é entendida não apenas como um a forma linguística, mas como expressão de ideologias.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Aderuza Horst

Ciências da Saúde

Nutrição
  • nutrição de precisão: intervenção personalizada para redução do risco de doenças cardiometabólicas utilizando um sistema baseado no conhecimento
  • A abordagem da nutrição de precisão adapta a prescrição nutricional às necessidades específicas com base na individualidade genética, estado de saúde e preferências, com foco na promoção da saúde. Os testes genéticos estão disponíveis, no entanto, há uma lacuna na literatura a respeito da eficácia da incorporação dos resultados do genótipo nos cuidados nutricionais. O estudo POUNDS LOST mostrou que a perda de peso e o estado metabólico após a intervenção com dietas hipocalóricas, variando o conteúdo de macronutrientes, difere de acordo com o genótipo. Assim, é intuitivo que a elucidação das interações dieta-gene poderá dar suporte à intervenções nutricionais mais específicas e eficazes para reduzir o risco de doenças cardiometabólicas. O objetivo deste projeto é identificar se uma intervenção nutricional baseada em genótipos é mais eficaz do que uma dieta convencional na redução dos fatores de risco cardiometabólico. A intervenção com duração de três meses ocorrerá no estudo BOLD (Obesity, Lifestyle and Diabetes in Brazil). A coleta inicial de dados e genotipagem de 200 participantes já foi realizada (75% da amostra apresentou ao menos um fator de risco cardiometabólico). O grupo controle seguirá uma dieta de acordo com os parâmetros convencionais e o grupo intervenção seguirá uma dieta elaborada de acordo com escores de risco poligênico, elaborados de a partir do genótipo para polimorfismos em genes relacionados à obesidade, dislipidemia, diabetes tipo 2 e inflamação. Para o planejamento das dietas será desenvolvido um sistema inteligente, que gerará cardápios personalizados e se necessário, esquemas de suplementação. Serão considerados a avaliação nutricional (peso, composição corporal, preferências e necessidades nutricionais), os exames bioquímicos e polimorfismos genéticos. Os exames bioquímicos e de metabolômica serão realizados no início e ao término da intervenção.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Almerice Lopes da Silva

Ciências da Saúde

Farmácia
  • análise de fatores genéticos (polimorfismos) e epigenéticos (micrornas) na patogênese das complicações obstétricas associadas à infecções arbovirais (zika, chikungunya e dengue) na gestação
  • Infecções por dengue, Zika e chikungunya durante a gestação têm sido associadas a graves complicações maternas, como síndromes hemorrágicas e pré-eclâmpsia, além de alterações neurológicas e óbito no concepto. Os mecanismos associados a imunopatogênese das infecções por arboviroses na população de gestantes permanecem parcialmente compreendidos. Ao mesmo tempo, mecanismos epigenéticos, como a expressão de microRNAs (miRNAs), e genéticos, como a frequência de polimorfismos em genes que expressam mediadores da resposta imune, podem estar envolvidos em tais complicações obstétricas. Os miRNAs são pequenas moléculas de RNA (aproximadamente 22 nucleotídeos) que são expressos de forma específica em tecidos, células, e estão envolvidos na resposta do hospedeiro frente às infecções virais e tumores. Alguns clusters de miRNAS já foram identificados como biomarcadores envolvidos na proteção/patogênese das infecções virais, como o cluster C19MC, que são produzidos especificamente durante a gestação. No entanto, ainda não se explorou o papel desses biomarcadores nas infecções arbovirais em gestantes. Em relação as variantes genéticas, muitos estudos apontam a associação de polimorfismos na gravidade dos casos de dengue, como os polimorfismos dos genes MICB, PCLE-1, IFN-γ, OAS1 e o CCR5, mas não abordam esses polimorfismos na população de gestante, nem em relação às infecções por CHIKV e ZIKV. A identificação desses marcadores epigenéticos e genéticos na patogênese das arboviroses em gestantes vem a contribuir para o esclarecimento das vias envolvidas nesses mecanismos imunopatogênicos. Nessa perspectiva, esse projeto objetiva avaliar a expressão de biomarcadores epigenéticos (miRNAs da família C19MC) e genéticos (polimorfismos dos genes MICB, PCLE-1, IFN-γ, OAS1 e o CCR5) em mulheres infectadas por arbovírus durante a gravidez e correlacioná-los com a proteção/gravidade nos desfechos maternos. Os ensaios serão conduzidos em amostras biológicas bem caracterizadas de mulheres com complicações obstétricas com e sem exposição à arboviroses durante a gestação. Essas amostras são oriundas de um projeto âncora que está sendo conduzido com o objetivo de investigar as características clínico-laboratoriais, desfechos neonatais e papel de biomarcadores na ocorrência e gravidade de complicações obstétricas atribuídas às arboviroses (dengue, zika e chikungunya) em mulheres grávidas. Para fins de comparação, também serão analisadas amostras biológicas de gestantes infectadas por arbovírus e que não desenvolveram complicações obstétricas, já coletadas em estudos epidemiológicos prévios. Os níveis de expressão dos miRNAC19MC serão comparados entre os grupos usando testes não-paramétricos. A de polimorfismos serão determinadas e comparadas entre os grupos utilizando o teste qui-quadrado. Nossos resultados podem apontar potenciais miRNAs como biomarcadores para proteção à gestante contra a infecção arboviral, que futuramente poderão ser aplicados no desenvolvimento de terapias e diagnósticos de arboviroses. Também, descreverá polimorfismos da população-alvo que estão envolvidos em complicações obstétricas por arboviroses, auxiliando na definição do prognóstico das arboviroses em gestantes.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Maria Antonia Ramos de Azevedo

Ciências Humanas

Educação
  • assessoramento pedagógico universitário internacional
  • A Assessoria Pedagógica é uma atividade profissional recente, nascida da necessidade de qualificar o ensino universitário e promover espaços de desenvolvimento profissional docente. A docência universitária se firma na ênfase às atividades de pesquisa, o que a faz distanciar-se da dimensão didático-pedagógica que alicerça essa profissão, provocando distanciamentos entre a geração de docentes e a de discentes nos cursos superiores. Nesse movimento de formação didático-pedagógica reside a Assessoria Pedagógica, cujas funções se desenrolam em diferentes temas de atuação. Entretanto, no contexto da pandemia da SARS-COVID19, este campo epistemológico em que se insere a Assessoria Pedagógica, ou seja, o campo da Pedagogia Universitária, se deparou com variadas requisições de atuação, que vai desde a construção de espaços virtuais de formação para atender à demanda urgente de se ofertar um ensino de qualidade em regimes remotos, como dar seguimento a emergentes temas, como a formação pedagógica fundamentada em conceitos atinentes ao desenvolvimento permanente, a inovação pedagógica e inovação curricular, o atendimento às necessidades de alunos e professores. O objetivo da pesquisa é sistematizar as concepções e as práticas de Assessoramento Pedagógico Universitário Internacional para identificar as singularidades e as sincronicidades destas experiências visando determinar os elementos fundamentais no processo formativo propostos pelos assessoramentos pedagógicos valorizando, assim, essas experiências, de modo a integrar instituições e pesquisadores destes países, difundindo-as e consolidando estes espaços formativos que são as Assessorias Pedagógicas Universitárias.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Aparecida Castellani

Ciências Agrárias

Agronomia
  • moscas-das-frutas (dip.: tephritidae) de importância quarentenária em musa sp.: biologia e comportamento em diferentes cultivares e genótipos e efeitos da climatização e resfriamento dos frutos na performance larval da praga
  • O Brasil figura entre os maiores produtores mundiais de frutas, mas seu desempenho como exportador está aquém de suas potencialidades. Moscas-das-frutas são as principais pragas da fruticultura mundial pela importância quarentenária. No Brasil, Ceratitis capitata é praga quarentenária para os mercados americano e japonês, e Anastrepha fraterculus e A. obliqua foram recentemente enquadradas, pela União Europeia, como quarentenárias para manga e citros. A banana ocupa o segundo lugar em volume de frutos produzidos no Brasil e a Bahia é o segundo maior produtor nacional desta fruta, com exportações em ritmo crescente. Em 2019, foi registrada, pela primeira vez no Brasil, infestação natural de banana Prata por C. capitata no Submédio São Francisco, maior polo de fruticultura do Norte/Nordeste. Posteriormente, confirmou-se a infestação natural de bananas por essa mosca nas cultivares Pratinha e Terra em estágios finais de maturação. Assim, considera-se que há necessidade de ampliação dos estudos para testar hipóteses relevantes para apoiar o agronegócio da banana no Brasil: i) moscas-das-frutas não atingem o status de praga primária em banana, uma vez que os frutos são colhidos verdes; ii) as moscas exibem preferência pelos estádios de maturação mais avançados das cultivares e genótipos; iii) há mudanças nos comportamentos sexuais e de oviposição quando as moscas utilizam a banana; iv) os tratamentos pós-colheita (climatização com etileno e resfriamento) reduzem a viabilidade de ovos e o desenvolvimento larval das moscas. Essas quatro hipóteses serão testadas por meio de bioensaios em laboratório e gaiolas de campo avaliando oviposição, biologia e comportamento sexual de C. capitata (UESB), A. fraterculus Morfotipo 1 (UFBA) e A. obliqua (UESB) em cultivares e genótipos elite de banana em todos os estágios de maturação dos frutos. Na Embrapa CNPMF serão realizados estudos sobre climatização e resfriamento em frutas infestadas.
  • Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - BA - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Aparecida Correa Custodio

Ciências Humanas

Educação
  • índios e missionários na amazônia imperial: trajetórias de vida, práticas educativas, apropriações e resistências
  • Este projeto surgiu a partir da localização de fontes inéditas do Arquivo da Vice-Província Capuchinha Maranhão-Pará, São Luís/MA, escritas na segunda metade do século XIX, período imperial, por capuchinhos italianos que atuaram em territórios dos estados do Pará, Goiás (hoje Tocantins) e Mato Grosso, pertencentes à atual Amazônia Legal. Ancorados na perspectiva da história cultural que amplia o conceito de fontes para todo e qualquer documento, podemos considerar os relatórios de missão como narrativas que permitem capturar indícios do cotidiano da missão junto aos povos indígenas. Nesses escritos podemos vislumbrar o etnocentrismo presente nos relatos, pois foram produzidos por religiosos europeus a partir de suas próprias interpretações. Por essa razão, é preciso levar em conta o contexto de produção dos documentos, o lugar dos atores, seus interesses e conflitos, e as contradições presentes neles. A partir desses pressupostos, inquirimos: O que essas narrativas trazem de indícios a respeito das práticas educativas dos capuchinhos, considerando que estas compreendem uma relação na qual ocorre transmissão e circulação de saberes entre missionários e indígenas em um contexto marcado por conflitos culturais e sociais, uma vez que as relações se davam entre sujeitos de diferentes cosmovisões? Quem eram esses missionários, qual perfil biográfico? Quem eram os povos indígenas que possibilitaram as trocas culturais e como se apropriaram dos projetos educativos? Para responder essas questões, traçamos como objetivos: investigar as narrativas e inquirir como os atores se relacionavam e agiam nos contextos da missão, sobretudo, no campo catequético-educativo; inventariar as práticas educativas e trocas culturais; examinar as vozes indígenas presentes nas narrativas, suas apropriações e resistências; analisar as histórias de vida dos capuchinhos.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Aparecida Dias

Ciências Humanas

Educação
  • as redes colaborativas no processo de formação docente para uma educação física inclusiva: um estudo multicentro
  • A educação brasileira, lentamente, estabelece a inclusão de alunos com deficiência (AcD) no sistema de Ensino Básico. Com crescente aumento de escolas com AcD, evidências apontam uma ilusória relação entre diferentes elementos curriculares, a exemplo, a formação docente. Com isso, propomos desenvolver um formato inovador a luz da teoria da complexidade, compreendendo o sistema educacional como complexo e dinâmico, e com uma diversidade de agentes heterogêneos envolvidos e interagindo entre si (SAKOWSKE, 2015; MORIN, 2000), tem-se como objetivo desenvolver uma formação colaborativa, avaliando o cenário educacional, onde o PEF está inserido, e as interrelações desenvolvidas na sua prática docente, e ainda, com base nessas experiências exitosas, construir o Manual de Práticas Inclusivas em Educação Física Escolar (MPIEDE). Numa abordagem voltada para o papel do PEF, quais os impactos/transformações que uma prática holística pode trazer para garantir a inclusão nas aulas de Educação Física Escolar? Com isso, construímos a tese de que a formação na perspectiva colaborativa, impulsiona as possibilidades de desenvolvimento de práticas pedagógicas inclusivas e a escolarização dos AcD na escola regular. Com amostra próxima a 2500 PEF das redes municipais de ensino de oito municípios, compreendendo três estados do NE (Parnamirim/RN; Fortaleza/CE; Juazeiro do Norte/CE; Salvador/BA; Feira de Santana/BA; Lauro de Freitas/BA), um do SE (Rio de Janeiro/RJ) e um do Sul (Porto Alegre/RS), estabeleceremos, através da análise de questionários e entrevistas para compreender o sistema educacional, a forma que é estabelecido/garantido a inclusão de crianças com deficiência nas aulas de Educação Física, quais os atores envolvidos no processo e as redes formadas. Tudo para subsidiar a construção de uma educação permanente, e com ela construir material didático (MPIEDE), que auxiliará a prática pedagógico dos PEF na inclusão em diferentes redes de ensino.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Maria Aparecida Pontes da Fonseca

Ciências Humanas

Geografia
  • do turismo massivo costeiro ao turismo do interior: tendências e perspectivas do turismo no brasil, espanha, méxico e chile sob o paradigma da sustentabilidade e do cenário de crise do covid-19
  • A proposta de pesquisa parte da constatação de que a partir dos anos noventa vem ocorrendo uma mudança paradigmática no que se refere ao fenômeno turístico, com a emergência de um novo modelo baseado na busca dos princípios de sustentabilidade. Pretende-se fazer uma co-relação entre a emergência do paradigma da sustentabilidade e a interiorização do turismo no Brasil, Espanha, México e Chile. A hipótese de partida é que a emergência do paradigma baseado na sustentabilidade propiciou uma difusão espacial do turismo em direção ao interior dos países. Pretende-se investigar as destinações turísticas cujos produtos foram estruturados a partir da biodiversidade, tendo a natureza como elemento central na elaboração do produto turístico. Considerando-se a importância das metas e dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) preconizados pela Agenda 2030, do qual o Brasil é signatário, a proposta visa avaliar e discutir o comprometimento das destinações enfocadas no estudo no sentido de contribuir para que os ODS sejam alcançados, a partir dos indicadores de sustentabilidades. A crise decorrente do COVID-19, por sua vez, possivelmente acarretará em restrições às viagens internacionais, tendendo ao aumento do turismo doméstico em direção às áreas interioranas. Desse modo, outra hipótese norteadora da presente proposta de estudo é que a atual crise sanitária poderá favorecer, estimular e intensificar o processo de interiorização do turismo nos referidos países. O objetivo pesquisa é analisar o processo de interiorização do turismo no Brasil, Espanha, México e Chile sob a influência do paradigma ambiental, a partir da década de 1990, e dos efeitos da crise sanitária e econômica, decorrentes da covid-19, em 2020. A investigação irá recorrer às abordagens quantitativas e qualitativas, visando equalizar os instrumentos e as técnicas de análise com a natureza da fonte dos dados.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025