Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Stephânia Fleury Taveira

Ciências da Saúde

Farmácia
  • desenvolvimento de géis supramoleculares para aplicação tópica da eugenia uniflora l visando o tratamento de fungos na pele e na unha
  • A unha humana, bem como a pele, são barreiras difíceis de serem transpostas, o que torna o tratamento de infecções fúngicas um desafio. O tratamento tópico é altamente desejável e o óleo essencial da planta Eugenia uniflora L. é um bom candidato, visto que apresenta ação em fungos do tipo Candida albicans. Além disso, esta espécie está presente no RENISUS (Relação Nacional de Plantas Medicinais de Interesse para o SUS), sendo de extrema relevância para a saúde pública brasileira. Porém, muitas vezes, o tratamento tópico é insatisfatório, devido a impermeabilidade destas membranas, principalmente da unha. Já é bem sabido na literatura que a administração de antifúngicos em sistemas nanoestruturados pode reduzir a dose administrada, a frequência de administração e efeitos colaterais. Porém, a produção de nanopartículas pode ser laboriosa e dispendiosa. Neste sentido, o nosso grupo de pesquisa, em parceria com o grupo de Santiago de Compostela (Espanha), desenvolveu géis supramoleculares, de fácil obtenção e baixo custo (trabalho publicado na revista Carbohydrate polymers – FI 5,158 em 2018). Estes géis possuem nanoestruturas que irão encapsular principalmente substâncias lipofílicas, como o óleo da planta Eugenia uniflora L. A reologia dos sistemas pode ser alterada, bem como a liberação dos ativos, através da adição de estruturas de açúcar, denominadas ciclodextrinas. A combinação de algumas cadeias poliméricas e as ciclodextrinas formam estruturas denominadas poli(pseudo)rotaxanos. Assim, o objetivo deste projeto é obtenção e caracterização de géis supramoleculares para administração tópica do óleo essencial de Eugenia uniflora L. O material vegetal será coletado, caracterizado e os principais marcadores serão quantificados por cromatografia gasosa. O estudo de solubilidade e caracterizações das formulações contendo óleo essencial será realizado (tamanho das nanoestruturas, microscopia eletrônica, reologia e liberação e permeação in vitro). Estudos de segurança (toxicidade em embriões de zebrafish) e eficácia (atividade antifúngica) serão realizados. Um estudo completo de estabilidade (acelerada e a longo prazo) será realizado conforme RDC 24/2014 para fins de patente e registro do produto. Para tanto, o projeto será realizado em parceria com a empresa ASHLAND, que produzirá as formulações conforme as Boas Práticas de Laboratório (BPL) e Boas Práticas de Fabricação e Controle (BPFC). Sendo assim, estes estudos podem trazer informações valiosas a respeito da formação e estabilidade dos géis contendo o óleo essencial. Espera-se uma melhor compreensão dos mecanismos de permeação ungueal a partir dos sistemas desenvolvidos, bem como a obtenção de formulações farmacêuticas, de fácil obtenção e baixo custo, que sejam eficazes e possam ser utilizadas no Sistema único de saúde (SUS).
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 30/11/2018-30/11/2021