Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sonia Regina Lourenço

Ciências Humanas

Antropologia
  • cosmopolíticas quilombolas: a relação afroindígena, a terra e os territórios
  • A experiência de pesquisa de campo forneceu um solo etnográfico fértil a partir do qual a proposta de pesquisa apresentada se encontra assentada. A reflexão focaliza a perspectiva e as relações que os quilombolas estabelecem entre os seres humanos e não-humanos que conferem à vida nos quilombos, os sentidos do habitar, do viver e da extensão do sentido de humanidade para além dos seres humanos, incorporando plantas, animais e seres sobrenaturais como sujeitos que coabitam o mundo. Neste projeto de pesquisa, pretende-se estudar como a cosmologia destes coletivos negros se constitui de fluxos e pertencimentos, composições e criações que apontam para teorias locais sobre a natureza, o território e a vida, delineando, assim, os contornos e os modos de existência afroindígenas. Os encontros entre a população africana e os povos indígenas no estado de Mato Grosso presentes tanto nas narrativas de viajantes quanto nas narrativas de quilombolas e indígenas contemporâneos apontam para a existência de composições e criações ético-estéticas no sentido cosmopolítico de outros mundos possíveis.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sorahia Domenice

Ciências da Saúde

Medicina
  • pesquisa de variações do número de cópias genômicas patogênicas em uma coorte de pacientes com insuficiência ovariana primária
  • A falência ovariana é uma condição frequente e ocorre em cerca de 1% das mulheres antes dos 40 anos e 0,1% antes dos 30 anos. A falência ovariana primária (FOP) se caracteriza por ausência de ciclos menstruais por um intervalo maior do que 6 meses acompanhada por níveis elevados de gonadotropinas (FSH>30 U/L) e hipoestrogenismo. Esta condição pode ter um amplo espectro de apresentação, que varia de amenorreia primária acompanhada ou não da falta de desenvolvimento dos caracteres sexuais secundários femininos à presença de amenorreia secundária após o desenvolvimento puberal completo e menarca. Nas pacientes portadoras de FOP o hipoestrogenismo prematuro leva ao aumento do risco de osteoporose, de doenças cardiovasculares e doenças neurodegenerativas, além de infertilidade. A alta frequência desta condição na população feminina e as graves repercussões na saúde física e mental destas mulheres tornam o estudo etiológico da FOP de alta relevância. As causas etiológicas da FOP envolvem mecanismos heterogêneos e podem ser secundárias a processos infecciosos, a doenças metabólicas e autoimunes, a fatores ambientais e iatrogênicos além das causas cromossômicas e genéticas. Porém, na maior parte das pacientes a causa da FOP ainda não é estabelecida. As técnicas citogenéticas convencionais contribuem para a identificação da causa etiológica em apenas 10-15% dos casos. Deleções, inversões e translocações no cromossomo X são as causas genéticas mais frequentemente identificadas nas pacientes com FOP. Os genes FMR1 (pré-mutação, Síndrome de X frágil) e o BMP15, localizados no cromossomo X, tem seu papel comprovado na etiologia da FOP. Anormalidades em vários genes autossômicos como GDF9, FIGLA, FOXL2, NOBOX, NR5A1 (SF1), FSHR, ESR1, LHR, SOHLH1/2, INHA, NANOS3, STAG3, SYCE estão também associados a FOP. Entretanto, cerca de 80% dos pacientes com FOP permanecem sem diagnóstico etiológico estabelecido, apesar da investigação laboratorial e genética realizada. Na busca por um diagnóstico molecular para esse grande número de pacientes portadores de FOP de etiologia não conhecida, várias técnicas de citogenética, citogenômica e biologia molecular têm sido utilizadas. Com o objetivo de melhorar a resolução das técnicas de citogenética convencional novas metodologias foram desenvolvidas, como as técnicas de arrays, Comparative Genomic Hybridization Array (CGH-array) e Single Nucleotide Polymorphism Array (SNP-array), também conhecidas como “cariotipagem molecular”. O CGH-array e SNP-array são técnicas de citogenômica, que permitem avaliar através de pequenas amostras de DNA, todo o genoma, ou parte dele; representando uma revolução na análise cromossômica, com uma maior resolução na detecção de variação no número de cópias (copy number variants-CNVs) além de detectar baixos níveis de mosaicismos (10-30%) e perda de heterozigose de uma maneira mais rápida e acurada. O objetivo deste estudo é pesquisar a presença de deleções ou duplicações submicroscópicas e investigar uma possível relação da presença de CNVs raras com a etiologia da doença, em um grupo selecionado de pacientes com FOP sem causa definida. Quarenta e seis pacientes portadoras de falência ovariana primária serão estudadas, todas com cariótipo 46,XX; o grupo se constitui por 11 casos familiares (23 pacientes) e 23 casos esporádicos. Análises de DNA dos pacientes serão submetidas a avaliação pela técnica de Comparative Genomic Hybridization Array (CGH-array). Os achados serão comparados com CNVs descritas em bancos de dados de controles normais compilados pelo Database of Genomic Variants (http://projects.tcag.ca/variation/), e também pelos estudos de CNV em indivíduos com fenótipos alterados, depositado no banco de dados do DECIPHER Consortium (http://decipher.sanger.ac.uk). Os possíveis genes candidatos serão pesquisados nos bancos de dados disponíveis para consulta pública e na literatura científica quanto à sua possível associação com o fenótipo em estudo. Os resultados deste estudo poderão além de estabelecer o diagnóstico genético da paciente com FOP, permitir o rastreamento e o aconselhamento de outras mulheres da família, portadoras da mesma alteração gênica porém assintomáticas ou em fases precoces da doença e com a possibilidade de orientação sobre medidas para preservação de fertilidade.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Soraia Macari

Ciências da Saúde

Odontologia
  • o papel da leptina na remodelação óssea maxilar em doenças crônicas
  • Introdução: O osso é um tecido dinâmico que sofre remodelação fisiológica constante para manutenção da sua integridade estrutural e homeostase mineral. Essa característica permite sua adaptação frente a alterações de carga mecânica, necessidades minerais, crescimento e reparo de fraturas, por meio da remodelação óssea. O processo de remodelação óssea, por sua vez, é controlado por fatores sistêmicos e locais, tais como alguns hormônios, dentre eles a leptina, hormônio produzido principalmente pelas células adiposas, que atua via sistema nervoso central na regulação do peso corporal e indiretamente na regulação do metabolismo ósseo. Alterações sistêmicas crônicas como colite (doença inflamatória intestinal) e osteoporose induzem a perda óssea. Entretanto, não há estudos que mostrem a relação da leptina no processo de remodelação óssea nestes modelos crônicos. Objetivo: Avaliar o efeito da leptina na microarquitetura óssea da maxila e fêmur em modelos crônicos induzidos por osteoporose e colite em camundongos. Materiais e Métodos: Camundongos selvagens fêmeas C57/BL6 (Wild Type - WT) e deficientes para o receptor de leptina (db/db) serão divididos em três grupos experimentais: (i) intacto (grupo controle); (ii) ovariectomizados (osteoporose induzida pela falta de estrogênio, OVX) e (iii) colite induzida por sulfato de sódio dextrano (Dextran Sulfate Sodium - DSS). Os animais serão tratados de acordo com a Comissão de Ética em Pesquisa Animal da Universidade Federal de Minas Gerais (protocolo 145/2017 e 296/2012). Após a eutanásia, as maxilas e fêmures serão analisados por micro tomografia computadorizada (microCT), análise hitomorfométrica e análise molecular por qPCR. O soro será coletado e avaliado por ELISA para verifiacar se a perda óssea está correlacionada com a expressão sistêmica de citocinas (TNF-α and IL-1), quimiocinas e receptores de quimiocinas (CCL2, CCL3, CCL5, CCR1, CCR2 e CCR5) e marcadores de remodelação óssea (RANK, RANKL; OPG; RUNX2, CTx). Resultados preliminares: A deficiência de estrogênio causado pela OVX e a colite induziram perda óssea maxilar nos animais WT representado pela redução da densidade óssea (BMD), volume ósseo (BV/TV), espessura (Tb.Th) e aumento da separação das trabéculas (Tb.Sp). Este fenótipo foi prevenido nos animais deficientes para o receptor de leptina, não havendo diferença estatística entre os tratamentos nos animais db/db. Adicionalmente, exceto os animais intactos, maiores valores de BMD, BV/TV e redução de Tb.Sp foi observado nos animais db/db OVX e colite quando comparados aos animais WT dos mesmos grupos experimentais, demonstrando melhora na qualidade óssea maxilar. Resultados semelhantes foram encontrados nos fêmures. Os dados obtidos poderão ser úteis para conduzir futuras estratégias terapêuticas na modulação da perda óssea associada à doenças crônicas.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Soraia Raupp Musse

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • detecção de comportamentos culturais em multidões
  • Este projeto pretende investigar métodos e desenvolver protótipos de visão computacional e reconhecimento de padrões que permitam a extração de características de multidões. O objetivo final é a verificação e análise de culturalidade em comportamentos de multidões. Os aspectos culturais tem sido pouco explorados na literatura de psicologia dos comportamentos [1,2]. Esta afirmação também é verdade em pesquisas, ainda mais incomuns, que envolvem multidões. Em 2011, Kaminka [3] apresenta dados que visam diferenciar populações no que tange seus comportamentos de movimentação. O estudo é realizado com populações de 5 países: França, Iraque, Israel, Canadá e Inglaterra. Neste estudo, parâmetros culturais são propostos e analisados em vídeos dos diferentes países, para posteriormente serem comparados. Os parâmetros analisados são: velocidades, espaço pessoal, lado preferencial para evitar colisão, tamanhos e tipos de formação de grupo no que tange gêneros e velocidades. Este projeto visa atuar na área de ciência da computação, através de algoritmos de visão computacional e reconhecimento de padrões, para detectar e caracterizar comportamentos de multidões, automaticamente. Posteriormente, em posse de vídeos de diferentes cenários e populações, pretende-se detectar parâmetros e comportamentos e avaliá-los.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Soraia Vilela Borges

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • utilização de spray chilling na produção e aplicação de microcapsulas contendo compostos corantes e antioxidandes naturais oriundos de resíduos e descartes alimentícios
  • Com objetivo de aproveitar descartes de beterrabas fora dos padrões do consumo e cascas do processamento de vinhos este projeto tem como objetivos estudar o processo de microencapsulamento por spray chilling dos extratos oriundos destes rejeitos, ricos em substâncias corantes e antioxidantes. Este processo é mais adequado a substâncias termo sensíveis pelas baixas temperaturas além do baixo custo, alta produção e ausência de geração de resíduos, quando comparado a outros. É similar ao processo de secagem por spray drying nos princípios de funcionamento, diferindo na faixa de temperatura, nos tipos de matrizes utilizadas e na melhor qualidade dos produtos obtidos. Este estudo além de agregar valor a estes valiosos produtos para saúde humana (antitumorais e outras doenças crônico degenerativas) contribui também para diminuição do impacto ambiental, disponibilidade de novos ingredientes alimentícios e crescimento econômico do país. As etapas envolvidas neste projeto serão: extração e concentração das substâncias referidas, estudo da formulação de diferentes matrizes lipídicas, estudo sobre a estabilidade dos extratos emulsionados em diferentes matrizes lipídicas, processamento das emulsões mais estáveis por spray chilling e caracterização física e química dos melhores produtos, Avaliação da liberação controlada em meio aquoso e aplicação em duas matrizes alimentícias. Contará com a participação de pesquisadores-professores de outras instituições (UFV, UFMG), alguns departamentos da UFLA (DCA, DEQ, DGA), empresas produtoras de vinhos no sul de Minas Gerais, alunos de pós graduação dos cursos de Pós Graduação em Ciência dos Alimentos e Engenharia de Biomateriais e alunos de graduação. Espera-se que este processo resulte em micropartículas com alta retenção de compostos ativo, mantendo a qualidade dos mesmo para que possam ser aplicados com eficiência, permitindo a possibilidade de serem patenteados para que posteriormente esta tecnologia seja transferida para o setor produtivo, gerando renda, emprego e diminuição do impacto ambiental. Além disto espera-se a formação de recursos humanos altamente treinados e aptos para o mercado de trabalho, fortalecimento das relações sociais e profissionais dada a relação com pessoas de outras instituições e de dois programas de pós graduação da UFLA, conhecimentos adquiridos e divulgados em congressos e revistas científicas de alto impacto que contribuirão para o crescimento profissional das pessoas envolvidas e dos programas de pós graduação envolvidos neste projeto.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 01/06/2017-30/06/2021
Foto de perfil

Soraya dos Santos Pereira

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • fragmentos de anticorpos de camelídeos: ferramentas para o desenvolvimento de dispositivos para diagnóstico de doenças virais
  • O desenvolvimento de insumos para elaboração de imunoensaios para fins de identificação de agentes infecciosos virais têm importante papel no prognóstico, auxiliando na conduta e racionalização da terapêutica, assim como podem vir a contribuir para o conhecimento sobre a epidemiologia, disseminação e identificação de possíveis vetores relacionados ao ciclo de transmissão viral. Os nanocorpos ou VHH, são ferramentas de vanguarda que permitem formações multiméricas para aplicações em diferentes campos da ciência. Correspondem ao domínio único de reconhecimento antigênico de anticorpos de cadeia pesada de Camelídeos. Com cerca de 15kDa, mesmo na ausência da cadeia leve, preservam suas propriedades de afinidade ao antígeno. Atreladas a suas características estruturais e propriedades físico-químicas, tais como, elevada solubilidade, resistência a ações proteolíticas e estabilidade a variações de pH e temperatura podem ser utilizados na pesquisa, no diagnóstico, e na terapêutica de doenças de importância médica. Na perspectiva, de produção de imunobiológicos para elaboração de estratégias diagnósticas, este projeto propõe a produção e seleção de nanocorpos de Camelídeos, como insumos para o desenvolvimento de dispositivos para diagnóstico rápido, de fácil exequibilidade, visando aumentar a sensibilidade e especificidade de imunodiagnósticos voltados para detecção e identificação de antígenos virais. Assim como contribui para a consolidação da pesquisa biotecnológica voltada ao desenvolvimento de protótipos gerados a partir de nanocorpos de Camelídeos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RO - Brasil
  • 01/06/2017-28/02/2021
Foto de perfil

Soraya Farias de Andrade Freitas

Outra

Divulgação Científica
  • semana nacional de ciência e tecnologia: inteligência artificial rompendo fronteiras da ciência brasileira para o desenvolvimento sustentável da amazônia
  • Através da popularização e exploração teórica e prática da Inteligência Artificial e demais Tecnologias Convergentes e Habilitadoras é que a sociedade poderá compreender a importância e o impacto da sua atuação para organização e melhorias em diversos aspectos dos setores e voltados à resolução de problemáticas do cotidiano, sobretudo em ambiente amazônico, com ênfase aos fenômenos locais de comunidades ribeirinhas, órgãos relacionados à manutenção da integridade da floresta, na formação de pessoas, globalização de produtos, além de promover desenvolvimento tecnológico e científico de instituições de todos os níveis da Educação. Todavia, para que ocorra essa compreensão e o sucesso na implantação de projetos de IA, faz-se necessário averiguar os cenários destoantes sobre este assunto nem todos territórios, levando em consideração as regionalidades. Desta forma, esse quadro se torna mais delicado nas regiões em que as educações básica e superior ainda se encontram em processo de estruturação, como se trata do interior da Região Norte do Brasil, mais especificamente do interior do Estado do Amazonas, onde os Municípios estão localizados, em sua maior parte, nas margens dos diversos rios que compõem a geografia local, sem acesso à estradas e vias que ligam aos principais centros tecnológicos, de ensino, ciência e tecnologia do país, ou até mesmo aos locais de acesso aos principais insumos básicos para os moradores da região. Essa problemática tem como principais consequências, a necessidade de acesso à recursos humanos e tecnológicos para compor as instituições de ensino locais, principalmente no âmbito da Inteligência Artificial, o que aumenta a demanda por eventos que deem suporte para a interiorização da Ciência e Tecnologia e que promovam capacitação dos profissionais locais, além da oportunidade de popularizar as principais pesquisas na área da Ciência e Tecnologia na região amazônica. É através de um espaço público como a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia: Inteligência artificial rompendo fronteiras da ciência brasileira para o desenvolvimento sustentável da Amazônia, que será possível promover a popularização e debate sobre os diversos conhecimentos que demandam da Inteligência Artificial, incentivando a valorização desta ciência na Amazônia, gerando suporte para consolidação de conceitos e desenvolvimento regional. Diante destes fatos, os objetivos dessa proposta foram baseados, com o intuito de promover a integração das diversas ciências, mas como núcleo, a Inteligência Artificial, destinada a ser explorada nas diversas comunidades localizadas na Região do Baixo Amazonas. A metodologia de implantação se dará através de um evento compreendido entre os dias 17 e 23 de outubro de 2020, que será sediado na Universidade Federal do Amazonas, campus de Parintins, com parceria entre a UEA, IFAM e Liceu de Artes e Ofício “Cláudio Santoro”. A presente proposta se alicerçará no tema central do ano de 2020, tentando trazer debates e exposições de assuntos voltados às alternativas que visem melhorias para região do Baixo Amazonas, tais como desenvolvimento de técnicas computacionais de inteligência artificial, com o uso de Nanotecnologia e RNA’s, que sejam capazes de prever fenômenos como detecção de fumaça e de incêndios, mapeamentos ambientais, monitoramento de florestas, previsão de queimadas, dentre outros, sob os aspectos de ecossistemas para a preservação ambiental. A execução da SNCT em tempos de Pandemia da Covid-19, poderá gerar políticas públicas voltadas à aproximação dos povos da Floresta, que foram impactos com o distanciamento social. Onde ficou destacada a fragilidade dos sistemas locais, sem uma infraestrutura de tecnologia de informação e comunicação capaz de mitigar os danos ocasionados pelo isolamento global, destacando-se nesta linha. Contudo, faz-se necessário também uma discussão sobre os limites que devem ser estabelecidos à IA, visto que os resultados das pesquisas realizadas neste campo da ciência, demonstram que todos os setores de atividade serão afetados, e prevê-se que um terço dos empregos atuais, desenvolvidos por colaboradores humanos qualificados possa ser realizado por máquinas ou software inteligente no futuro. Alguns pesquisadores acreditam que existe uma probabilidade de 50% de a IA superar os humanos em todas as tarefas nos próximos 45 anos e de automatizar todos os trabalhos humanos em 120 anos. Desta forma, é preciso um debate aberto com diversos olhares, tentando equilibrar as diversas possibilidade de aplicação da IA, levando em consideração que os avanços tecnológicos são necessários, contudo, os aspectos sociais devem ser pontuados no mesmo plano de prioridade que se desenvolvam as tecnologias que estão em difusão. Entretanto, uma vez aplicada de forma adequada, ou objetivando o progresso social, a inteligência artificial pode tornar-se uma catalisadora para mudanças positivas, que significam melhorias na qualidade de vida, como pode ser observado no desenvolvimento de tecnologias de inteligência artificial que podem beneficiar a produção de Ambientes Virtuais de Ensino e Aprendizagem (AVEA), que possam facilitar os processos de comunicação síncrona e assíncrona; contribuindo para a automatização, total ou parcial, de diferentes atividades, destacando a elaboração de materiais didáticos, trabalhos em rede e avaliações específicas. Tratando de uma perspectiva que se justifica pela possibilidade de tornar indissociável a relação entre os aspectos técnicos e didático-pedagógicos. Será proposta no decorrer do evento a elaboração de uma Rede em Educação em Inteligência Artificial Aplicada na Amazônica voltada para integrar os diversos níveis da Educação na Região do Baixo Amazonas. A partir do material disponibilizado das diversas atividades propostas na SNCT, será elaborado e divulgado em conjunto, um e-book com os principais resultados, produtos e pensamentos sobre o tema da Inteligência Artificial na Região Amazônica.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 24/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Soraya Regina Gasparetto Lunardi

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • análise qualitativa das leis de políticas públicas para implementação do direito social à habitação
  • O presente projeto de pesquisa objetiva analisar as leis que configuram as políticas públicas elaboradas pelo governo federal e pelo governo estadual de São Paulo para a concretizar os direitos sociais na área de habitação de acordo com os critérios estabelecidos na orientação de “Avaliação de Impacto Regulatório para uma Política Coerente” da OCDE . A pesquisa tem como marco temporal inicial a Legislação Federal que criou o Estatuto da Cidade (Lei 10.257 de 2001). O projeto pretende estabelecer uma comparação das políticas públicas federal e estadual (São Paulo) com a finalidade de contribuir para a análise jurídica da qualidade legislativa e sua influência na efetivação das políticas públicas bem como na análise da própria efetivação das normas buscando identificar as melhores práticas para a concretização deste direito fundamental social. A qualidade legislativa de políticas públicas relativas a direitos sociais condiciona, seu potencial de sucesso. Certamente esse não é o único fator a influenciar o bom desempenho, já que a política pública depende de uma série de variáveis como a conjuntura econômica ou as mudanças nas prioridades da política de governo. Porém, a qualidade legislativa é um fator importante para que a política pública seja bem sucedida e possa operar como política de Estado e não apenas política de governo, o que garante sua continuidade. Uma norma bem elaborada indica um caminho a ser trilhado pela administração pública. A pesquisa irá estabelecer uma base de dados composta pelas normas elaboradas para concretizar o direito à habitação da população de baixa renda do governo federal e do governo estadual paulista. Em paralelo será aplicado um método de avaliação com base na seleção de elementos indicados para avaliação de impacto regulatório da OCDE. Esses elementos serão identificados pelo software NVIVO®, bem como pela aplicação de elementos indicados na doutrina especializada (Stefanini, Gay, Pini, 2010, Lianos, Karliuk, 2014, Dellile, 2014 Eck, 2012, Radaelli, 2012). Serão comparados os modelos legislativos de política pública federal e estadual de habitação popular e o impacto das iniciativas junto a sociedade.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-31/08/2023
Foto de perfil

Spartaco Astolfi Filho

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento de terapia genética baseada em vetor viral multivalvo para o tratamento do alzheimer
  • Aproximadamente 50 milhões de pessoas possuem demência no mundo. No Brasil, aproximadamente 1,2 milhão de pessoas possuem DA, acredita-se que a prevalência nacional é mais alta que a mundial. O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa de causa multifatorial, sendo uma de suas principais causas definidas, a formação de placas derivadas do acúmulo de uma proteína chamada Beta-Amilóide. As placas de Beta-Amilóides são formadas da clivagem de uma proteína maior encontrada na membrana chamada Proteína Precursora de Beta-Amilóide – APP. Em grande parte dos pacientes com Alzheimer foi identificado um aumento na expressão do mRNA da Proteína Precursora de Beta-Amilóide, o que pode contribuir para o acúmulo de beta-amilóide e formação das placas. Posto isso, através da técnica de RNA de interferência (RNAi), será diminuída a expressão do RNA mensageiro da Proteína Precursora de Beta-Amilóide, Beta secretase e TAU acarretando em uma diminuição na produção da proteína Beta-Amilóide, reduzindo seu acúmulo e formação das placas de Beta-Amilóide, assim como, ocorrerá o silenciamento de miRNAS que atuam como silenciadores de Alfa secretase atráves da atividade de um RNA circular. Com base em buscas realizadas na base de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI, estimamos que este produto será o primeiro produto comercial brasileiro que atuará diretamente em uma das causas conhecidas da doença, através da inovadora técnica de terapia celular a base de RNA de interferência. Atualmente são distribuídos pelo Sistema Único de Saúde 4 medicamentos que atuam apenas na redução dos efeitos do Alzheimer: donepezila, galantamina, rivastigmina e memantina. Os medicamentos: donepezila, galantamina, rivastigmina são todos inibidores da acetilcolinesterase, uma enzima que degrada um importante neurotransmissor, a acetilcolina, a memantina é um medicamento antagonista do receptor N-metil D-Aspartato - NMDA utilizado como neuroprotetor no tratamento sintomático da doença.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Stefanie Alvarenga Santos

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • estudo comparativo das exigências nutricionais, predição do valor energético de alimentos e curvas de lactação em pequenos ruminantes
  • Este projeto foi elaborado com a finalidade de propor experimentos para abastecer o banco de dados para a elaboração do primeiro Sistema Brasileiro de Exigências Nutricionais de Caprinos e Ovinos a ser desenvolvido pela equipe do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Ciência Animal (INCT-CA). Para isso serão conduzidos três estudos, sendo o primeiro destinado à determinação de exigências nutricionais de caprinos e ovinos, o segundo destinado à determinação das curvas de lactação, consumo e variação de peso e balanço energético em cabras lactantes de diferentes grupos genéticos, e o terceiro estudo meta-analítico será proposto para propor equações de predição do valor energético de alimentos para pequenos ruminantes. No primeiro experimentos serão utilizados 36 ovinos e 36 caprinos machos, sendo quatro de cada grupo aleatoriamente selecionados para compor o grupo referência. Os 64 animais remanescentes serão distribuídos em delineamento inteiramente casualizado, com 2 tratamentos que serão definidos pela espécie animal. No segundo experimento serão utilizadas 36 cabras leiteiras, sendo 12 da raça Saanen, 12 da raça Moxotó e outras 12 da raça Anglo-Nubiana, que constituíram três tratamentos experimentais, recém-paridas, distribuídas em delineamento inteiramente casualizado. O terceiro estudo será composto por quatro submodelos para estimar a digestibilidade aparente dos nutrientes e o teor de nutrientes digestíveis totais (NDT). Será obtida uma base de dados completa composta por unidades experimentais individuais de ovinos e caprinos onde serão incluídas informações qualitativas e quantitativas . A base de dados original utilizada nesta constituirá de num total de pelo menos 902 animais provenientes de 27 experimentos com caprinos e ovinos. Espera-se com este projeto que sejam geradas informações necessárias para determinação das exigências nutricionais de energia, proteína e macrominerais de caprinos e ovinos criados em regiões de clima tropical; obter ajustes matemáticos para curvas de lactação e variação de peso em cabras leiteiras para determinação do potencial de produção e persistência na lactação; obter um modelo de predição da composição corporal de caprinos e ovinos utilizando-se a seção HH; e obter um conjunto de modelos de predição do valor energético de alimentos para caprinos e ovinos em condições tropicais a partir da composição química.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022