Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Filipe de Carvalho Victoria

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • geno-island: adaptações moleculares das plantas aos ambientes insulares
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 28/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Filipe Giovanini Varejão

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • interações bióticas e abióticas em sistemas hidrotermais controlando variações de fácies e heterogeneidade em sucessões mistas carbonático-siliciclásticas: lições do permiano da bacia do paraná, brasil.
  • Depósitos hidrotermais e concentrações bioclásticas são importantes fontes de carbonatos em sistemas siliciclásticos, porém são escassos os estudos focados em seu papel na produção de heterogeneidades no registro geológico. Tal situação se deve, em parte, pelo fato de que exsudações hidrotermais ocorrem comumente em bordas de bacias, tendo, portanto, baixo potencial de preservação. Concentrações bioclásticas densas tendem a ocorrer em níveis delgados ao longo do preenchimento sedimentar, mas o significado de sua recorrência no registro é pouco entendido. Neste contexto, geiseritos, estruturas subaéreas de exsudação de fluidos hidrotermais, são reconhecidos na porção superior da Formação Teresina, (Grupo Passa Dois, Bacia do Paraná, Estado de São Paulo, Brasil), onde coquinas silicificadas de bivalves são bastante frequentes. A ocorrência de níveis específicos de carbonatos comumente silicificados, neste intervalo estratigráfico, permanece como ponto enigmático na geração desta sucessão sedimentar e na evolução da bacia e, portanto, carente de estudos detalhados e com abordagem multi-indicadores moderna. Esta pesquisa, objetiva estudar sistematicamente a relação entre eventos hidrotermais na sucessão permiana da Bacia do Paraná, onde há a proliferação de moluscos bivalves endêmicos, e abordar sua interrelação na origem de depósitos mistos associados a eventos de silicificação na porção superior da Formação Teresina. Apesar de as evidências de interação entre hidrotermalismo e produção biótica constituírem relações laterais de contato, a recorrência estratigráfica de níveis silicificados tornam verossímil a hipótese de que estes eventos estão relacionados. Para testar a hipótese levantada, buscar-se-á reconhecer em detalhe os níveis estratigráficos silicificados, ocorrência de coquinas e depósitos carbonáticos hidrotermais, a fim de compreender a origem geoquímica, sedimentológica e tafonômica das ocorrências, bem como seu significado estratigráfico.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Filipe Soares Quirino da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • avaliação da farmacocinética pré-clínica de novas moléculas com atividade anti tripanossoma cruza
  • A Doença de Chagas é uma parasitose causada pelo protozoário Tripanossoma cruzi, sendo uma das principais endemias das Américas, ocorrendo do sul dos Estados Unidos até o sul da Argentina e do Chile. A terapia da Doença de Chagas é baseada no uso do Benznidazol. Um limitante do uso desse fármaco são seus efeitos adversos e o aparecimento de resistência em várias cepas do parasita. A situação do Benznidazol no panorama atual da doença de chagas demanda o desenvolvimento de novas drogas anti T. cruzi. Recentemente no Laboratório de Síntese de Fármacos de Farmanguinhos foram preparados dois derivados nitrotriazólicos que mostraram uma elevada atividade anti T.cruzi, com um toxicidade in vitro menor que o Benznidazol. Nesse projeto será realizada a avaliação da farmacocinética pré-clínica dos novos nitrotriázois com atividade anti T. cruzi. Utilizando-se técnicas de cromatografia líquida de ultra eficiência acoplada a espectrometria de massa sequencial, será determinada a curva de concentração plasmática dessas substâncias em camundongos, após a administração por via oral e após a administração endovenosa. Os produtos de biotransformação hepática serão estudados através da exposição dessas droga a frações hepáticas S9 humanas, e posterior avaliação do decaimento da concentração e formação de metabolitos. Espera-se que os resultados desse projeto permitam o prosseguimento do desenvolvimento do dos nitrotriázois, visto que a avaliação da farmacocinética pré-clínica é crucial para o desenvolvimento de novos fármacos, cumprindo uma das etapas necessárias para a condução dessas moléculas a realização de ensaios clínicos controlados. Espera-se também que o projeto tenha um resultado estruturante para Farmanguinhos, visto que essa atividade essencial na pesquisa e inovação em fármacos ainda não foi desenvolvida na unidade. Dessa forma, a partir desse projeto espera-se novos projetos de estudos farmacocinéticos pré-clínicos sejam realizados em Farmanguinhos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Filipe Vieira Santos de Abreu

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • análise da presença e persistência do sars-cov-2 em águas de superfície e ictiofauna da bacia hidrográfica do baixo e médio jequitinhonha, mg
  • A bacia hidrográfica do rio Jequitinhonha abrange uma região com sistemas de saúde e saneamento básico precários, fazendo-se necessário adotar medidas eficientes de controle e prevenção de doenças. Sabe-se que a via fecal-oral é uma rota importante para a transmissão de agentes virais, juntamente com a água e alimentos contaminados. Soma-se a isso, que estudos recentes indicaram que o esgoto pode ser um veículo para transmissão da COVID-19. No presente trabalho, objetiva-se analisar a presença e persistência do SARS-CoV-2 em águas de superfície e em peixes da Bacia Hidrográfica do Baixo e Médio Jequitinhonha, MG. As amostras de água e de muco de peixe serão coletadas durante 2 anos, num período de seis meses consecutivos em cada ano, iniciando-se em pontos de amostragem que contenham elevados índices de contaminação. Cada amostra de água será previamente concentrada por ultrafiltração e posteriormente submetida a filtro bacteriano/viral de eficiência 99,99%. O vírus retido, nesta última etapa, será extraído com meio Dulbecco MEM (DMEM), congelado com nitrogênio líquido e armazenado a -80 °C em frascos esterilizados. Amostras de mucosa da boca e da camada externa da pele do peixe serão capturadas com auxílio de swab tipo Rayon Estéril Stuart e ambos submetidos a ensaios moleculares (RT-qPCR) no departamento de microbiologia da UFMG (Lab vírus), enquanto será montado, paralelamente, laboratório de microbiologia no IFNMG visando-se a filtração das amostras de água e a capacitação da equipe para realização futura de testes. Espera-se identificar o SARS-CoV-2 ou partículas virais tanto na água como no muco de peixes e compreender possíveis mecanismos de transmissão e dispersão naturais desse vírus.
  • Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Filippe Elias de Freitas Soares

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • atuação enzimática e nanonematicida do fungo nematófago duddingtonia flagrans no controle biológico de nematoides parasitos gastrintestinais de bovinos
  • Pesquisas realizadas com o fungo nematófago Duddingtonia flagrans, isolado AC001, têm demonstrado resultados promissores no combate de helmintos tanto no Brasil, quanto em outros países. Recentemente a descoberta da produção de enzimas e nanopartículas derivadas deste fungo, no Brasil, “revigorou” a sua aplicabilidade prática. Pesquisas a respeito da utilização dessas biomoléculas produzidas pelo D. flagrans no controle de nematoides gastrintestinais de ruminantes ainda não foram delineadas, sendo essa uma proposta pioneira. Nesse contexto, dentre os fatores que podem interferir negativamente na produtividade do rebanho bovino, promovendo prejuízos significativos para o produtor, destacam-se as nematodioses gastrintestinais. Além disso, a resistência parasitária é um problema que muitos países e inclusive o Brasil já enfrenta. Portanto, alternativas ecologicamente sustentáveis e economicamente rentáveis são necessárias, como a utilização de enzimas e nanopartículas derivadas de fungos nematófagos que podem ser integradas ao sistema de manejo parasitário nas propriedades rurais. A hipótese deste projeto é que nanopartículas e enzimas produzidas pelo fungo D. flagrans (AC001) apresentarão atividades antihelmínticas sobre estrongilídeos que afligem a população bovina brasileira e mundial, causando sofrimento aos animais e sérios prejuízos aos produtores. A equipe composta possui conhecimento necessário para a realização de todas as etapas apresentadas, tem desenvolvido vários estudos nessa área, que demonstram que as enzimas e nanopartículas de AC001 têm potencial nematicida comprovado. O fungo D. flagrans será cultivado e utilizado para a produção de enzimas e nanopartículas de acordo com as metodologias adequadas, que serão ajustadas a partir de estudos previamente publicados pela equipe. De modo análogo, também serão realizadas as análises da atividade nematicida das enzimas e AgNP’s biossintetizadas sobre L3 de estrongilídeos de bovinos.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 26/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Flavi Ferreira Lisbôa Filho

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • identidades, patrimônio cultural e desenvolvimento sustentável: a comunicação como articuladora de um centro interpretativo digital
  • Esta pesquisa objetiva contribuir na construção de conteúdos para a implementação de um futuro App “Centro Interpretativo Digital do Patrimônio Cultural”, que apresente os principais patrimônios dos territórios foco desta investigação (Geoparques Quarta Colônia e Caçapava Aspirantes UNESCO), promovendo as vivências culturais e a valorização das diversas expressões identitárias, que circunscrevem as localidades. Para tanto identificaremos os principais processos comunicacionais adotados pelos Geoparques Mundiais, que sejam referência, para verificar as relações com a criação de vínculos territoriais entre os indivíduos das referidas comunidades a partir de seus patrimônios, tendo assento metodológico na análise cultural. É importante ressaltar que o papel da comunicação no contexto da preservação patrimonial, além de gerar associações e fomentar o sentimento de pertença, deve ser o de socializar o conhecimento. Já os geoparques mundiais, cuja certificação é prerrogativa da UNESCO, são responsáveis por diversos benefícios para a região onde estão inseridos como o fomento da economia, por meio do turismo de base comunitária, a conservação do meio ambiente e consequentemente a melhora na qualidade de vida, agregando a perspectiva de que preservação pode ser inovação. De modo geral, podemos afirmar que eles são locais que, culturalmente, possibilitam a valorização de tradições, da memória e o estabelecimento de vínculos com o local em que a comunidade está inserta. No Brasil há apenas o Geoparque do Araripe. Temos o pressuposto de que associar a comunicação ao conhecimento do patrimônio cultural, incluído aqui o valor cultural do patrimônio natural, pode contribuir aos Geoparques, através de estratégias para difundir informações, gerar vinculações e reconhecimento cultural com o local. Observamos que o resgate identitário possibilita o desenvolvimento sustentável e a continuidade na produção de conhecimento com inserção social.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flávia Aparecida Chaves Furlaneto

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeitos adjuvantes da terapia probiótica em pacientes com diabetes mellitus tipo 2 e periodontite generalizada: estudo clínico randomizado controlado.
  • A periodontite (PE) e o diabetes mellitus tipo 2 (DM2) são condições altamente prevalentes e preocupações significativas da saúde pública global. O DM2 é um reconhecido fator de risco para a PE e a PE pode influenciar o controle glicêmico, caracterizando uma relação bidirecional. A patogênese da associação PE-DM2 envolve uma inter-relação complexa entre resposta imunoinflamatória do hospedeiro, fatores ambientais, genéticos e epigenéticos, e um microbioma disbiótico, o qual foi pouco explorado até o presente momento. É possível que a modulação dos microbiomas subgengival e intestinal seja uma abordagem terapêutica adjuvante interessante no tratamento da PE em pacientes diabéticos. Os probióticos tem sido considerados uma terapia adjuvante promissora tanto no manejo da PE como na regulação de fatores glicêmicos e do metabolismo da insulina. Contudo, não há estudos clínicos avaliando os efeitos de Bifidobacterium animalis subsp. lactis HN019 como adjuvante ao tratamento e na modulação dos microbiomas subgengival e intestinal de pacientes diabéticos com PE. Assim, o objetivo deste estudo clínico randomizado controlado é avaliar os efeitos da administração sistêmica do probiótico B. lactis HN019, como adjuvante à Raspagem e Alisamento Radicular, sobre parâmetros clínicos periodontais, perfil dos microbiomas oral e intestinal (por meio de sequenciamento pela amplificação por PCR do gene 16S rRNA), bem como sobre o controle glicêmico e marcadores metabólicos (hemoglobina glicosilada, glicemia em jejum, insulina, triglicérides e colesterol) de pacientes portadores de DM2 e PE estágio III grau C generalizada. Os pacientes receberão terapia periodontal não-cirúrgica e serão randomicamente divididos em grupos Controle (pastilhas placebo) e Teste (pastilhas contendo 10(9) UFCs de B. lactis HN019). As pastilhas placebo ou probiótica serão consumidas duas vezes ao dia durante 3 meses. No baseline e após 3 meses, todos os parâmetros citados serão estatisticamente analisados.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flávia Fioruci Bezerra

Ciências da Saúde

Nutrição
  • efeito da suplementação com cálcio e vitamina d na gestação sobre a geometria e a microarquitetura óssea durante a lactação de mães adolescentes e sua associação com a composição de minerais no leite humano: ensaio clínico randomizado
  • O aumento da eficiência de absorção intestinal de cálcio na gestação e a perda temporária de massa óssea na lactação são os principais mecanismos fisiológicos para assegurar a transferência de cálcio para a formação fetal e produção de leite. Em mães adolescentes, assegurar uma adequada ingestão de cálcio e vitamina D, por meio de suplementação durante a gestação, contribui para reduzir a perda óssea excessiva na lactação, embora não pareça reverter em benefício para a massa óssea materna no longo prazo. Para além da reduzida perda de massa óssea, aspectos potencialmente afetados por uma intervenção com cálcio e vitamina D incluem a redução na mobilização óssea de outros minerais essenciais (ex. Zn) para a criança. Por outro lado, a suplementação pode configurar proteção contra a exposição da criança a minerais não essenciais previamente acumulados nos ossos (ex. Pb), além de contribuir para preservar parâmetros da geometria estrutural e da microarquitetura óssea, considerados determinantes para a resistência óssea a fraturas. A nossa hipótese é que, em mães adolescentes habituadas à baixa ingestão de cálcio, a suplementação com cálcio e vitamina D durante a gestação contribui para preservar a geometria e a microarquitetura óssea durante a lactação, além de resultar em menor mobilização óssea de outros minerais (essenciais ou não) para o recém-nascido, via leite materno. Trata-se de ensaio clínico randomizado, realizado em adolescentes que receberam suplementação de cálcio e colecalciferol (600 mg/dia + 200 IU/dia) ou placebo desde a 26ª semana de gestação até o parto. Amostras biológicas (sangue e leite) foram coletadas na 26a semana gestacional, na 5a e na 20a semana pós-parto, armazenadas a -80oC e serão utilizadas para determinação de marcadores de turnover ósseo e da concentração de minerais. Exames de densitometria óssea foram realizados na 5a, 20a e 56a semana pós-parto e serão reanalisados utilizando softwares para análise dos parâmetros de resistência.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flávia Kelly Siqueira de Souza

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • diversidade de peixes em resposta a diferentes tipos de manejo em áreas alagáveis da amazônia: aspectos ecológicos e socioeconômicos
  • A bacia Amazônica abriga a maior diversidade de peixes de água doce do planeta, com mais de 2700 espécies descritas, dentre as quais cerca de 45% são endêmicas. Esse ecossistema tem sido fortemente ameaçado por ações antrópicas diretas, como o desmatamento e outras formas de uso do solo, como a construção de usinas hidrelétricas, e formas não sustentáveis de uso dos recursos naturais, incluindo a sobrepesca. Além disso, secas e cheias extremas, decorrentes de mudanças climáticas e do desmatamento local, têm aumentado em frequência e intensidade, gerando perturbações na estrutura das comunidades de peixes e instabilidade no rendimento das pescarias. Esses problemas indicam claramente a necessidade de adoção de estratégias para preservar a elevada diversidade de peixes e também conservar os estoques pesqueiros, que são as mais importantes fontes de proteína animal para as comunidades locais, em especial para os ribeirinhos que ocupam as margens dos rios e lagos da região. Nos últimos anos, uma das estratégias do governo brasileiro para preservar a biodiversidade tem sido a criação e manutenção de um grande sistema de  unidades de conservação (UCs). Em UCs como as Reservas Extrativistas (RESEX) e Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) têm sido realizado o manejo de lagos, com o objetivo de conservar a diversidade de peixes e os estoques de peixes sobre-explotados, como o pirarucu (Arapaima gigas). Essas estratégias são especialmente importantes na várzea amazônica, em especial nos trechos inferiores dos rios Purus e Solimões, áreas tradicionalmente exploradas pela pesca comercial que abastece os maiores centros urbanos regionais e que sofre uma ampla gama de pressões antrópicas. Em face disso, foi estabelecido um sítio PELD na várzea da Amazônia Central, com o objetivo de avaliar a dinâmica temporal das assembleias de peixes em resposta a diferentes tipos de manejo territorial e de governança.  Quatro áreas de amostragem foram estabelecidas: (1) Lago Catalão, na confluência dos rios Solimões e Negro, sem proteção ambiental e manejo pesqueiro; (2) Ilha da Paciência, entre a foz do rio Purus e a confluência Solimões-Negro, incluída em uma APA Municipal onde há um acordo de pesca para manejo de lagos e explotação manejada do pirarucu; (3) RDS Piagaçu-Purus, no baixo rio Purus, uma UC Estadual com manejo de lagos e de pirarucu; e (4) REBIO Abufari, no baixo Purus, UC Federal, onde a pesca é proibida e não há manejo de lagos ou de pirarucu. Ao longo de quatro anos (2017-2020), foram realizadas amostragens sazonais de peixes com esforço padronizado e mensuradas variáveis ambientais, além de avaliar o uso de recursos pesqueiros pelas populações locais. Os resultados iniciais, após quase quatro anos de estudos, demonstram (1) a importância de manter um sítio de pesquisas ecológicas de longa duração com essa abrangência na várzea amazônica; (2) a existência de diferenças na estrutura e composição das assembleias entre as áreas com diferentes tipos de manejo, indicando a importância da governança para a conservação da biodiversidade aquática. Ao mesmo tempo, a experiência adquirida ao longo desses anos, mostrou a necessidade de analisar a diversidade genética e de contribuir, ainda que indiretamente, através das lideranças e populações locais, para a governança socioambiental das áreas incluídas nos sítios de pesquisa. Diante disso, essa proposta de continuidade do PELD-DIVA, o único sítio de pesquisas ecológicas de longa duração na várzea amazônica, mantém a abrangência geográfica original e expande suas áreas temáticas, com o objetivo de contribuir com a formação das informações necessárias para a proposição de estratégias robustas de manejo, visando a conservação de um ambiente tão importante dos pontos de vista ecológico, econômico e social na Amazônia.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 14/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Flávia Maria Galizoni

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • efeitos da covid19 sobre agricultura familiar, alimento e água no vale do jequitinhonha mineiro.
  • Este projeto, baseado na parceria entre instituições de ensino e organizações de desenvolvimento rural do vale do Jequitinhonha mineiro, tem por objetivo levantar, registrar, analisar e disseminar informações sobre as soluções locais, os entraves e as demandas ocasionadas pela quarentena da COVID-19 sobre a agricultura familiar do vale do Jequitinhonha mineiro. Utilizando recursos materiais e humanos pré-existentes nas instituições parceiras, e recorrendo exclusivamente a meios telefônicos ou digitais durante o período de confinamento, recolherá semanalmente dados sobre os efeitos do coronavírus sobre autoabastecimento, abastecimento urbano, renda, água e saúde de agricultores familiares de dez municípios, sistematizará os resultados para devolve-los por todas as mídias possíveis à região, com propósito de disseminar informações sobre soluções locais, estimular ações conjuntas e subsidiar programas públicos. Ao final da quarentena, propõe-se levantamento de campo para avaliar, junto a agricultores e agentes de desenvolvimento rural, as dificuldades, soluções e a eficácia dos programas públicos adotados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Flavia Mateus Rios

Ciências Humanas

Ciência Política
  • origens e destinos: uma avaliação da política de cotas universitárias e seus efeitos no mercado de trabalho
  • A Lei 12.711/12 visa enfrentar os problemas de discriminação e desigualdades raciais e seus prejuízos para o país. Embora no momento de sua criação, o debate público se desse em torno das desvantagens acumuladas pela parcela negra da população nas diversas esferas sociais, a Lei instituiu ação afirmativa para acesso ao ensino superior considerando não o critério étnico-racial, mas o de classe. Estaria ela apta para promover as mudanças para as quais foi criada? Avaliar a política de cotas universitárias por ela instituída mostra-se importante por múltiplas razões, dentre as quais se destacam: (1) diversos estudos nas ciências sociais revelam que há problemas na implementação dessa política e sugerem que as metas previstas na Lei estão longe de serem alcançadas, sobretudo em cursos de maior relevância social; (2) a rica produção acadêmica sobre a política contempla os seguintes temas: o argumento moral, o desempenho dos estudantes e a trajetória dos egressos; e, embora exista no país uma tradição na avaliação do sistema de ensino superior, não há estudos que se dediquem a um exame sistematizado dessa política pública. Para suprir essa lacuna, a pesquisa buscará responder a seguinte questão: a política de cotas universitárias introduzida pela Lei 12.711/2012 tem-se mostrado um instrumento adequado para a promoção da igualdade racial? Será realizada uma pesquisa de avaliação multidimensional da política de cotas, seguindo o modelo oferecido por Draibe (2001). De um lado, serão examinados o desenho e o processo de implementação da política em diferentes universidades, e, de outro, seus resultados, impactos e efeitos, permitindo verificar se a política alcançou suas mestas e se provocou mudanças não esperadas pelo legislador. Para alcançar seus objetivos, o estudo adota uma abordagem metodológica mista, com a pesquisa qualitativa e quantitativa, e a utilização de técnicas diversas, como a pesquisa documental, entrevistas, e análise multivariada de dados.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flavia Medeiros Sarti

Ciências Humanas

Educação
  • universitarização da formação inicial docente e profissionalização dos professores: entre tensões e possibilidades
  • A investigação focaliza a formação inicial de professores para Educação Básica, objetivando identificar e discutir possibilidades de superação de tensões existentes entre os processos de universitarização e de profissionalização do magistério e que se revelam na composição curricular dos cursos superiores de formação docente. Explora modos de organização curricular da formação docente, no nível superior, examinando-os a partir de três eixos que, segundo M. Altet, podem favorecer a elevação do nível profissional e acadêmico na formação dos professores: 1. dispositivos integradores que favoreçam a articulação prática-teoria-prática e promovam alternância integrativa no processo formativo, envolvendo escolas e as instituições de ensino superior; 2. O espaço da escrita na formação, como apoio à reflexão profissional, à análise das práticas docentes, à integração de diferentes saberes para ensinar e ao desenvolvimento profissional; e 3. A cooperação entre os agentes da formação, por meio equipes formativas que intervenham na formação profissional e universitária docente. A pesquisa pretende explorar, em diferentes contextos - brasileiro, canadense e francês - a presença desses eixos na composição curricular de cursos superiores de formação inicial docente, pautando-se pelas seguintes questões norteadoras: que dispositivos integradores se fazem presentes nos currículos de formação docente focalizados e como se organizam e atuam no processo formativo? Que relações são estabelecidas entre as instituições de ensino superior e as escolas no processo formativo? Que espaços e propostas para o registro e a análise das práticas docentes? Que formadores assumem espaço em tais composições curriculares e como cooperam na formação? Para tanto, o projeto prevê investigações que, conduzidas no âmbito de quatro equipes (CRIFPE, CRIFPE-Brasil, CIRCEFT-ESCOL, CIREL-RECIFES), orientar-se-ão por diferentes perspectivas teórico-metodológicas e por estratégias diversas e complementares.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flávia Millena Biroli Tokarski

Ciências Humanas

Ciência Política
  • grupos, representação e processos de inclusão: diagnósticos e desafios para a democracia no brasil
  • Este projeto analisa a democracia brasileira com foco em um problema relevante para os estudos teóricos e empíricos na área de Ciência Política: a sub-representação de grupos sociais, com especial atenção para gênero, raça e sexualidade. Estaremos atentas, em particular, ao processo de mudanças na legislação que ocorreram desde 2009, em que se destacam as decisões e novas regras relativas ao financiamento das candidaturas adotadas entre 2018 e 2020. O debate sobre a representação e participação de mulheres e de pessoas negras no país, nos anos recentes, não se refletiu em estudos robustos e diagnósticos mais completos. O projeto contribuirá para fortalecer as pesquisas empíricas, ainda bastante fragmentadas. A principal pergunta da pesquisa é: quais atores e reivindicações tomaram parte nas mudanças legais relacionadas à representação de grupos no Brasil e como essas mudanças têm incidido nos padrões de representação. Nossa hipótese é que esses padrões de representação se alteraram na medida em que as reivindicações dos grupos foram traduzidas em mudanças legais que incidem sobre a autonomia dos partidos para definir alocação de recursos, mas que essas mesmas mudanças foram delimitadas pela ação e coordenação de partidos políticos de diferentes espectros ideológicos. A pesquisa será realizada em quatro eixos: 1) mapeamento da produção acadêmica sobre representação de grupos no Brasil por meio de revisão sistemática e pesquisa bibliométrica; 2) atores, reivindicações e mudanças na legislação, por meio de pesquisa documental e entrevistas, com análise de redes; 3) carreiras e trajetórias parlamentares nos níveis nacional e sub-nacionais, por meio da análise dos dados disponíveis no TSE, das Casas legislativas e de entrevistas; 4) dimensão comunicacional da representação, por meio de análise das redes sociais de atores selecionados em esforços que envolvem os eixos 2 e 3. Busca-se qualificar pesquisas, legislação eleitoral e partidária e promoção de políticas públicas.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flávia Oliveira Monteiro da Silva Abreu

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de nanoemulsões polissacarídicas para sistemas de liberação controlada de chalconas
  • O desenvolvimento de nanoemulsões para o emprego em sistemas de liberação controlada de princípio ativo são promissores, uma vez que apresentam uma melhor performance comparada à administração convencional, com menor efeito colateral. Mais recentemente tem sido propostos sistemas a base de biopolímeros, projetados nas propriedades do princípio ativo e suas interações com a matriz polimérica e os agentes compatibilizantes, a fim de apresentar estabilidade do sistema tridimensional e um perfil de liberação prolongado. As Chalconas são cetonas aromáticas de ocorrência natural, sendo flavonoides de cadeia aberta com propriedades antimicrobiana, antiparasitária e antifúngica. Entretanto, dependendo da dosagem necessária, as chalconas podem gerar efeitos colaterais indesejáveis, devido à sua moderada toxicidade em células do fígado. Na presente proposta, serão desenvolvidos sistemas de liberação controlada usando a técnica de nanoemulsificação com polissacarídeos, a fim de encapsular chalconas. Tais sistemas irão liberar de forma prolongada uma variedade de chalconas, minimizando seus potenciais efeitos colaterais, viabilizando seu potencial comercial em diversas aplicações. Um estudo pormenorizado usando delineamento experimental e analise estatística sobre a influência dos parâmetros de produção das nanoemulsões será feito visando máximo grau de encapsulamento de diversos tipos de chalconas, com características ótimas para diversos sistemas de liberação controlada. As nanoemulsões produzidas serão caracterizadas em relação às suas propriedades: (a) química e morfológica, com analise de tamanho de partícula e potencial zeta, FTIR UV-vis e microscopia MEV e MET; (b) em relação à cinética de liberação in vitro; (c) avaliação de propriedades antimicrobianas, antifúngicas e antiparasitárias em comparação com as chalconas livres. Desta forma,serão desenvolvidas formulações com melhor balanço de propriedades, diferenciadas das existentes e com alto potencial farmacológico.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flávia Regina Capellotto Costa

Ciências Biológicas

Ecologia
  • a diversidade funcional das árvores em florestas com lençol freático superficial aumenta a resiliência da amazônia frente a secas severas?
  • Os extremos climáticos têm aumentado, e há evidências de que estão levando à uma diminuição da absorção e estoques de carbono das florestas tropicais. No entanto, o entendimento do efeito das secas nas florestas da Amazônia provêm principalmente de regiões suscetíveis a altos níveis de déficit hídrico durante as secas climáticas. Por outro lado, 30 a 50% da bacia Amazônica tem florestas com lençol freático superficial – FLS (< 5m de profundidade), e pouco se sabe sobre a resposta das árvores às secas nesta condição. As FLS possuem ampla disponibilidade de água no solo, e espera-se que esta condição selecione plantas com características funcionais pouco ou nada resistentes à seca. Portanto, pode-se esperar que as FLS sejam capazes de amortizar os efeitos de secas moderadas (sequestrando carbono via crescimento), mas conforme a intensidade da seca ultrapassa a capacidade de suprimento de água do solo pelo lençol freático, as FLS passem a ser fontes de carbono para a atmosfera (via mortalidade). A transição entre estes extremos depende de qual é de fato a composição funcional destas florestas. Se as FLS são compostas apenas por espécies vulneráveis à seca, o impacto dos extremos climáticos pode ser grande. Mas se há diversidade de estratégias hidráulicas, os extremos climáticos poderiam eliminar as espécies vulneráveis, mas as resistentes ainda manterem as funções do ecossistema. A variabilidade funcional nas FLS é uma lacuna de conhecimento que vamos estudar, contribuindo para a inclusão da variabilidade dada pela biodiversidade nos modelos de funcionamento do sistema terrestre, para melhor prever a resiliência da Amazônia e planejar sua conservação sob mudanças climáticas. Analisaremos a variabilidade das propriedades hidráulicas, capacidade fotossintética e anatomia radicular, combinadas com dados de fenologia foliar e clima ao longo de um gradiente de profundidade do lençol freático, em parcelas permanentes ao longo da BR319 e Reserva Ducke, na Amazônia central.
  • Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia - AM - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flaviana Ferreira Pereira

Engenharias

Engenharia Química
  • ceará faz ciência 2021
  • A presente proposta visa a realização de competições científicas envolvendo os Alunos e Professores do Ensino Fundamental II, Médio e Técnico das Escolas Públicas e Privadas de todos os 181 Municípios que compõem o estado do Ceará. Neste sentido, os eventos que envolverão as Mostras Científicas em questão, contribuirão significativamente para a melhoria da qualidade do ensino de ciências no Estado, uma vez que visam popularizar o conhecimento científico e estimular a conexão e a interação do conhecimento entre alunos, professores e a população em geral nas mais diversas áreas relacionadas com a Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I). A SECITECE, ao longo de várias décadas, promove sistematicamente diversas atividades que visam popularizar e interiorizar o conhecimento e a prática das áreas da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I) entre crianças, jovens e adultos, através da realização de feiras, concurso e mostras científicas itinerantes na capital e interior do Estado. Neste contexto, a primeira edição do projeto Ceará Faz Ciência foi realizada no ano de 2012, pelo Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria da Ciência, Tecnologia e Educação Superior (SECITECE) e Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq/MCTI), tendo como objetivo popularizar o conhecimento científico entre crianças, jovens e adultos, através da realização de feiras, concurso e mostras científicas itinerantes pela capital e interior do Estado. Neste ano o Projeto envolveu de forma direta 180 escolas nas quatro regiões, Litoral Leste, Região Norte, Cariri e Inhamuns do estado do Ceará, com a inscrição de 300 trabalhos. Em 2015 o referido evento foi realizado com o recurso do fundo de Amparo à Pobreza (FECOP) e atuou em 6 regiões: Fortaleza e Região Metropolitana; Região dos Inhamuns; Litoral Leste; Região Norte; Sertão Central; Região do Cariri do Ceará. Dando continuidade a parceria firmada com o Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e a aplicação dos recursos oriundos do FECOP, realizou a edição do ano de 2016, contemplando 03 regiões (Beberibe, São Benedito e Fortaleza) onde foram inscritos mais de 170 trabalhos de estudantes da rede pública de ensino. Em 2017 o projeto contemplou apenas a Região Metropolitana e o Vale do Jaguaribe, entretanto com um volume significativo de inscritos, ultrapassando 200 trabalhos. Já em 2018 e 2019 foram realizadas edições do evento na Feira do Conhecimento em Fortaleza/CE. Já em 2020, a mostra científica foi cancelada devido à pandemia pelo Coronavírus (COVID 19) conforme orientação das autoridades de saúde pública. Ao longo de todos esses anos, o “Ceará Faz Ciência” envolveu mais de 40 municípios, 1000 alunos inscritos no site e mais de 34.000 participantes com visitação aos eventos (diretos e indiretos). O projeto Ceará Faz Ciência, cujo início das atividades se deram em 2011, através do I Fórum Ceará Faz Ciência, intitulado "Mudanças climáticas, desastres naturais e prevenções de riscos", realizado em Fortaleza. Contudo, apenas em fevereiro de 2012 foi lançado oficialmente o projeto Ceará Faz Ciência, no município de Sobral, Região Norte do Estado. Nesta mesma edição foram contempladas a Região do Litoral Leste, Limoeiro do Norte, a Região do Cariri, Crato e a Região dos Inhamuns, Tauá. Vale ressaltar, que para o início dessas atividades, a SECITECE 1 contou com a parceria do CNPq/MCTI, da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, das Prefeituras de Limoeiro do Norte, Sobral, Tauá e Crato, do Geopark de Araripe/Urca e da Secretaria de Educação do Ceará - SEDUC. Durante este mesmo ano, a competição envolveu de forma direta 180 escolas e 300 trabalhos. No ano de 2014, a exposição do Ceará Faz Ciência teve como temática a “Ciência e Tecnologia para o desenvolvimento social" e contemplou as cidades de Fortaleza, Tauá, Limoeiro e Quixeramobim. Apesar destas experiências exitosas, esta competição ainda necessita manter, consolidar e ampliar suas estratégias voltadas ao tema, sob a pena de não conseguir formar capital humano suficiente, em número e qualidade, que contribuam com o desenvolvimento científico e tecnológico do Estado. Ressalta-se que o “Ceará Faz Ciência” sempre priorizou, em suas ações, o engajamento de alunos e professores das regiões com menores Índice de Desenvolvimento Humano por Município (IDHM) e cujas as ações sirvam de incentivo para o aumento do número de inscritos nas ações de Popularização da Ciência desenvolvidas pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Superior (SECITECE). Além disso, esta proposta visa a melhoria da qualidade da educação em ciências a partir de um trabalho intensivo de experimentação nas escolas em cooperação com os professores do ensino fundamental, médio/técnico e a comunidade científica composta por profissionais dos Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCEs), Institutos Centro de Ensino Tecnológico (CENTECs), Universidade Estadual do Ceará (UECE), Universidade Federal do Ceará (UFC) e Secretarias Estaduais e Municipais de Ensino.
  • Secretaria da Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará - CE - Brasil
  • 29/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Flaviana Ferreira Pereira

Outra

Divulgação Científica
  • feira do conhecimento digital 2021: evento regional de promoção e disseminação da ciência, tecnologia, inovação, negócios e mostras itinerantes (presenciais e virtuais) para a sociedade cearense.
  • A Feira do Conhecimento, promovida anualmente desde 2017 de forma presencial, será realizada em 2021 no formato virtual na SNCT. Estima-se alcançar neste ano mais de 5 mil pessoas na Feira do Conhecimento Digital. E mais 1200 pessoas no projeto Ciência Itinerante, oportunizando um encontro profícuo entre instituições de CT&I públicas e privadas, universidades, startups e empresas da cadeia produtiva cearense e setores estratégicos da economia, educação, ciência e tecnologia do estado do Ceará, orquestrando ações de disseminação e popularização da ciência, considerada como base para a melhoria da qualidade do ensino de ciências no estado e municípios, e, assim, estimulando a formação de jovens cientistas e empreendedores, favorecendo a qualificação do conhecimento científico e tecnológico. A Feira do Conhecimento de 2021 será realizada por meio digital, tendo em vista que ainda existem restrições aos eventos presenciais que possam causar aglomeração. Na programação do evento estão previstas palestras, seminários, competições e rodada de negócios, todas as atividades ocorrerão online, destacando o tema da 18ª Semana Nacional da Ciência: “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta”. Para o primeiro semestre de 2022 é prevista a retomada das atividades presenciais do ônibus-laboratório, do projeto Ciência Itinerante, a retomada será gradual, já que a maioria das escolas do estado do Ceará permanecem com atividades remotas. Estão previstas visitas presenciais (6 municípios) e também videoconferências (outros 6 municípios), permitindo a inclusão de mais professores e estudantes. O amplo alcance da Feira do Conhecimento está assegurado pela participação de suas vinculadas e órgãos colegiados: Universidade Estadual do Ceará (UECE): Universidade Regional do Cariri (URCA), Universidade Vale do Acaraú (UVA); Centros de Vocações Tecnológicas (CVTs); Fundação Cearense de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico (FUNCAP), Centro de Ensino Tecnológico (CENTEC); Núcleo de Tecnologia e Qualidade Industrial (NUTEC); Fundo de Inovação Tecnológica (FIT). Parcerias com Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE), Universidade Federal do Ceará (UFC); Universidade Federal do Cariri (UFCA). A participação da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ) nas diversas edições da Feira do Conhecimento tem contribuído para ampliar a participação e qualificar ainda mais o evento. A ação do ônibus-laboratório do projeto Ciência Itinerante em 2022 será híbrida: presencial e virtual em doze (12) municípios cearenses, mediante adoção de medidas de prevenção para a saúde pública local. O cronograma de viagens prevê a realização de duas (2) caravanas: a primeira entre os dias 14 e 18 de março de 2022, quando serão visitadas 3 cidades (saindo de Fortaleza na segunda-feira e percorrendo um município por dia regressando à capital na sexta-feira, tendo como Granja, Uruoca e Moraújo os municípios previstos) e a segunda caravana ocorrerá entre os dias 25 e 29 de abril (saindo de Fortaleza na segunda-feira e percorrendo um município por dia regressando à capital na sexta-feira, tendo como Acarape, Itapiúna e Chorozinho os municípios previstos). Apesar das adequações necessárias, avaliamos que o Projeto da SNCT, realizado pela SECITECE, tem enorme potencial para superação das edições anteriores, tanto na qualidade do público quanto no alcance de parceiros. A realização de dois grandes eventos de popularização (presenciais e virtuais) contribuirá para formação do pensamento crítico, da curiosidade científica, alimentando a convicção de que através da ciência, tecnologia e inovação pode-se melhorar as condições de vida na comunidade e no planeta. Estudantes e professores da educação básica, da Educação de Jovens e Adultos (EJA), educação profissional e tecnológica, da rede pública e particular de ensino, são o público prioritário das ações de popularização da Ciência. Estima-se que a utilização dos múltiplos recursos das plataformas de comunicação, potencializadas pelas novas tecnologias da informação permitirá a inclusão de mais pessoas. Vide projeto anexo
  • Secretaria da Ciência e Tecnologia do Estado do Ceará - CE - Brasil
  • 06/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Flaviana Vely Mendonça Vieira

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação da concentração de melatonina e da imunoglobulina a secretora na amamentação, fatores determinantes maternos
  • A melatonina é um hormônio endógeno secretado pela glândula pineal e presente em secreções externas como o leite materno. Possui função antioxidante, anti-inflamatória, anticarcinogenica e reguladora do ciclo circadiano. Em adultos, ritmos circadianos desalinhados associam-se aos transtornos de humor. Esse ritmo da melatonina no leite materno pode contribuir para a consolidação do ritmo sono-vigília dos bebês até que ocorra a maturação de seu próprio sistema circadiano. Ainda, alguns alimentos possuem em sua composição a melatonina e/ou seu precursor triptofano, os quais podem ocasionar aumentos de melatonina. A depressão em mulheres coincide com distúrbios na quantidade de melatonina em relação aos tempos do relógio e do sono, e associa-se a sentimentos de agitação, insônia, irritabilidade e ansiedade. Na fase perinatal, este quadro traz impactos negativos à mulher, ao neonato e à família. Bem como o estresse materno parece impactar na concentração da Imunoglobulina A secretora (sIgA). Para a quantificação da melatonina o processo mais utilizado é o radioimunoensaio, que tem algumas desvantagens: meia-vida curta dos reagentes, risco operacional e alto custo com descarte de material. Há três grandes lacunas na literatura: 1. Avaliação dos fatores maternos que determinam a concentração da melatonina no leite, e as repercussões neonatais desta variação; 2. Correlação entre o fator de proteção sIgA e a melatonina; 3. Método analítico para determinação da melatonina e metabólitos acessível e baixo custo. Assim, a proposta é evidenciar como os fatores maternos (estresse, depressão e ansiedade, padrão do sono e da alimentação) interagem na concentração da melatonina e da sIgA, no leite humano, por meio de estudo observacional. Bem como, propor o desenvolvimento de um método de cromatografia líquida acoplada à espectrometria de massas para determinação de melatonina e metabólitos no leite materno e análise quimiométrica com correlação aos aspecto clínicos.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 12/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Flavio Anastacio de Oliveira Camargo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • produção de insumo farmaceutico ativo vegetal a partir da extração de canabidiol de maconha apreendida pela polícia federal
  • O canabidiol é um extrato oleoso oriundo da planta Cannabis sativa, não proscrito, não psicoativo e de uso permitido para fins medicinais no país desde 2015. A extração de canabidiol a partir de maconha apreendida pela Polícia Federal apresenta um potencial econômico, social e científico considerável, se considerar que no ano passado foram apreendidas 2,55 mil toneladas desta droga (que será incinerada) e que este material pode gerar de 2-4 bilhões em reais por ano (6-10 vezes o valor obtido pela contravenção) e atender até 850 mil pessoas com o insumo gerado. A ideia de transformar uma atividade criminosa em um produto passível de ser utilizado como fitoterápico (insumos desta natureza somente podem ser adquiridos por importação) é limitada legalmente pela legislação atual que não permite a produção desses insumos, sem uma definição prévia das condições sanitárias originais da obtenção deste material, como é o caso da maconha apreendida. Entretanto, a ANVISA afirma que dependendo dos níveis de purificação e da ausência de contaminantes é possível a obtenção de medicamentos a partir de insumos farmacêuticos ativos (IFA) oriundos destas apreensões, desde que apresentem constância em sua qualidade e, especialmente, no teor dos canabinoides, para minimizar os riscos associados ao uso. A hipótese é que seja possível produzir IFAV a partir deste material, desde que seja avaliada cientificamente visando a obtenção de extratos e de parâmetros de qualidade aceitáveis com o rigor necessário para atender as indicações terapêuticas desses produtos e da população alvo, bem como a possibilidade de processar todo o material apreendido. A hipótese será testada por meio de vários ensaios conduzidos em amostras de maconha cedidas pela DPF, com a preparação amostral adequada para o teste com diferentes extratores e métodos de purificação associados aos equipamentos e a expertise da equipe em pesquisa forense e em extração de aromas e óleos essenciais de vegetais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flavio Aristone

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • redução dos gases de efeito estufa e recuperação de pasto degradado: produção de alimentos e melhoria do meio-ambiente, a combinação perfeita
  • Atualmente existem no Brasil 50 milhões de hectares, aproximadamente, de pasto degrado espalhados por todo o território nacional. Essas áreas poderiam estar sendo usadas para a produção de alimentos de forma consistente e, assim, além de gerar riquezas, estariam contribuindo para a melhoria do meio-ambiente. A recuperação de áreas de pasto degradado contribui com outro fator fundamental para a melhoria de vida mundial, a diminuição efetiva de gases de efeito estufa na atmosfera. O objetivo das apresentações programadas para a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia é mostrar como recuperar áreas degradas, gerando riqueza, fazendo inclusão social, e melhorando a qualidade do meio-ambiente em que vivemos. O Brasil é um grande líder mundial na questão de tecnologias modernas de produção agrícola, e agora o uso dessas tecnologias pode e deve ser usado para enfrentar o grave problema mundial das mudanças climáticas.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Flávio de Lemos Carsalade

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • censo dos profissionais brasileiros do campo da conservação e restauração de bens culturais: inventário dos centros de saberes tradicionais do brasil.
  • O campo patrimonial se tornou um dos pilares do que se convencionou chamar recentemente de Indústria Criativa e movimenta um sem número de profissionais de diversas áreas do conhecimento que trabalham sobre temas do Patrimônio Cultural. Em razão do acelerado crescimento desses profissionais em um curto período temporal, não se sabe com clareza quem são, quantos são, como trabalham e em que condições, além de não se ter com clareza qual é a formação técnica e nem se essa formação é adequada às tarefas que exercem. O objetivo deste Censo é ter conhecimento desse universo para que se proponham medidas e políticas de apoio, formação e adequação deste trabalho. Dessa forma podemos definir que o objetivo do projeto é Identificar os trabalhadores do setor de preservação do patrimônio cultural no Brasil, formais e informais, e suas condições de trabalho e necessidades de qualificação e atuação no mercado de trabalho. Este esforço de conhecimento é complementado pelo inventário dos centros de saberes tradicionais do Brasil, posto que neles se encontram também trabalhadores que, em sua maioria no trabalho informal, obtêm da cultura e do patrimônio cultural seu sustento. Acreditamos que conhecer esse universo é uma complementação temática importante ao censo dos profissionais que, de variadas formas - em empresas, cooperativas, organizações não governamentais ou de maneira autônoma – exercem seu ofício de modo mais formalizado. Além disso, conhecer essas comunidades pode ajuda-las em seus esforços de subsistência, identificando ações de suporte existentes ou na proposição de novas formas de apoio. Para desenvolvimento desse projeto, reuniu-se ima equipe interdisciplinar experiente, com pesquisadores que vêm trabalhando com o temática tanto em trabalhos acadêmicos, quanto em projetos de intervenção sobre o patrimônio. Como apoio institucional, destaca-se o ICOMOS Brasil.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flávio de Oliveira Pires

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeito placebo e desempenho físico: mecanismos centrais e periféricos investigados em diferentes delineamentos experimentais
  • Ensaio clínico randômico (ECR) duplo-cego, controlado por placebo, é um delineamento considerado padrão para a investigação dos efeitos de substâncias com ação farmacológica; o participante é informado que ambas as substâncias (ativa e placebo) têm 50% de chances de ocorrer. Este desenho pode conter um importante risco de viés, pois a expectativa que o participante tem em relação à substância ativa ingerida não é controlada, permitindo que a substância ativa tenha seus efeitos farmacológicos potencializados pela expectativa positiva que o participante tem em relação à substância. Tal risco pode ser maior nos casos em que a substância ativa possui efeitos colaterais que dificultam cegar os participantes em relação à substância que está sendo ingerida. Um exemplo é a cafeína, uma substância utilizada para a melhora do desempenho físico. Uma alternativa ao uso de ECR é a utilização de delineamentos que controlam a expectativa do participante, como no delineamento com placebo percebido como cafeína. Contudo, este tipo de delineamento é pouco utilizado em estudos clínicos, possivelmente devido à falta de evidências experimentais bem controladas acerca da maior efetividade no controle do risco de viés da blindagem deste delineamento alternativo. Este estudo irá investigar o efeito placebo da cafeína sobre o sistema nervoso central e periférico, músculo e torque muscular, comparando o efeito placebo gerado por delineamento ECR e delineamento com expectativa controlada. Após sessões de familiarização e controle, os participantes (15 H e 15 M) realizarão 2 sessões experimentais dentro de cada delineamento (ECR e expectativa manipulada), com a ingestão de placebo em todas elas. Uma sessão extra com a ingestão de cafeína (real) será o controle positivo. Medidas de ativação cortical (EEG), excitabilidade córtico-motora (onda V), excitabilidade (onda M) e ativação muscular (EMG) e torque muscular serão obtidas durante contrações voluntárias, antes e 45 minutos após a ingestão.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flávio de Oliveira Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • gerenciamento inteligente de fatias de rede autônomas entre múltiplos domínios
  • Compartilhar recursos de rede é fundamental para oferecer conectividade personalizada para as aplicações do futuro. Uma técnica que recebeu significativos esforços no contexto do 5G é o fatiamento de rede. Encontra-se no estado da arte técnicas de fatiamento em domínios privados, como em data centers ou segmentos especializados da rede. Mas, persistem desafios como a separação dos planos dados e controle nestas fatias, sobretudo o comportamento perpassando em múltiplos domínios. Uma fatia de rede deve sustentar a conectividade e os parâmetros do acordo do nível de serviço mesmo sob condições adversas. Incluem como desafios a especificação e monitoramento de parâmetros que subsidiem mecanismos baseados em Inteligência Artificial(IA) a atuarem em tempo sobre as fatias de rede, a fim de que se comportem de forma autônoma. Emerge também como desafio a necessidade de investigação de tecnologias e métodos para sua gestão sobre múltiplos domínios. O presente projeto objetiva pesquisar, projetar e experimentar uma arquitetura para a gestão inteligente de fatias redes autônomas implantadas em múltiplos domínios utilizando técnicas de IA e computação autônoma. Esta arquitetura utilizará técnicas de monitoramento capazes de aferir métricas em diferentes domínios e convergi-las de forma que as fatias de rede entre operadoras e seus segmentos internos sejam mantidas autonomamente e sejam configuradas, otimizadas e curadas sem intervenção humana. Para isto vislumbra-se a integração de métodos aceitos pela comunidade como o framework NASOR e a arquitetura SONAr como base para o gerenciamento de fatias de rede autônomas entre múltiplos domínios. Utilizando três frentes de investigação com foco em IA, monitoramento e gestão de fatias de rede e uma abordagem experimental, o projeto vai partir de componentes de software já existentes, e incorporar novos métodos e técnicas desenvolvidos nestas frentes de investigação, contribuindo para avanços nesta área estratégica do conhecimento
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flávio Dias Mayer

Engenharias

Engenharia Química
  • uso sequencial de explosão a vapor, hidrólise subcrítica e liquefação para obtenção de açúcares fermentesciveis e carvão a partir de resíduos lignocelulósicos agroindustriais
  • A transição energética de uma matriz fóssil para outra renovável dependerá da diversificação das fontes de energia. Nesta transição, a produção de biocombustíveis como o etanol a partir de biomassa lignocelulósica é imprescindível, devendo-se buscar rotas tecnológicas adequadas e que superem as conhecidas dificuldades em seu processamento, seja através do aumento de rendimento no processo ou pela geração de coprodutos de interesse comercial. Dessa forma, o objetivo deste projeto é desenvolver e avaliar uma rota tecnológica para o pré-tratamento, hidrólise e liquefação dos resíduos agroindustriais como casca de soja, sabugo de milho e bagaço de sorgo sacarino visando a obtenção de açúcares e carvão, utilizando-se sequencialmente a explosão a vapor, hidrólise com água subcrítica e liquefação em uma mesma unidade experimental. As biomassas serão caracterizadas com relação a análise centesimal e composição lignocelulósica. Após, será realizado o pré-tratamento com explosão a vapor com ácido diluído para solubilização das hemiceluloses (obtenção de açúcares) e abertura da estrutura da celulose das biomassas. As biomassas submetidas ao pré-tratamento serão hidrolisadas com água subcrítica visando à obtenção de açúcares proveniente da celulose. A parte sólida não hidrolisada será convertida em carvão através de um processo de liquefação hidrotérmica. Todas estas três etapas serão realizadas na mesma unidade experimental que será construída. Os resultados serão avaliados considerando a remoção de hemicelulose, rendimento em açúcares, e produtividade de ácidos orgânicos, inibidores e carvão. Será realizado um balanço energético de todo o processo, além da caracterização energética do carvão obtido, e os dados cinéticos da etapa de hidrólise serão modelados matematicamente. Espera-se obter dados experimentais que subsidiem avanços na tecnologia proposta para além de um technology readiness level 4, o que permitirá agregação de valor às biomassas residuais.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flavio Fernando Demarco

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • fortalecimento da pós-graduação na ufpel em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 09/01/2020-09/01/2025
Foto de perfil

Flavio Jose Craveiro Cunto

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • circulação de motocicletas no ambiente urbano brasileiro sob o paradigma dos sistemas seguros
  • O desenvolvimento de cidades sustentáveis depende do planejamento de sistemas de transportes inclusivos e seguros. No Brasil, segundo o IPEA, o custo com os sinistros viários ultrapassa R$ 50 bilhões/ano. As vítimas fatais em sinistros com motocicletas, no Brasil, aumentaram cerca de 140% entre 2000 e 2015. O aumento decorre da inserção desse modo na frota veicular (versatilidade e custo), mas principalmente por sua vulnerabilidade e pelo comportamento de condução de seus usuários. Os esforços de melhoria do desempenho da segurança viária (DSV) carecem de pesquisas para: caracterizar o comportamento de condução dos motociclistas incluindo suas escolhas de velocidade e outros comportamentos não-conformes; desenvolver modelos microscópicos de tráfego para representar sua movimentação em ambientes virtuais; diagnosticar a relação entre seu comportamento e a frequência e a severidade dos sinistros viários e conflitos de tráfego, seja através de técnicas de modelagem estatística ou microscópica e; desenvolver análises de DSV incluindo ferramentas de inferência causal, proporcionado uma metodologia de análise adequada ao paradigma dos sistemas seguros e visão zero. Etapas: coleta de dados microscópicos da movimentação dos motociclistas com a visão computacional; revisão e desenvolvimento de algoritmos de microssimulação para motociclistas; Aplicação de modelos categóricos avançados, full Bayesianos, espaciais e de simulação microscópica para a frequência e severidade dos sinistros com motociclistas; Aplicação de modelos de equações estruturais incluindo variáveis comportamentais para representar os sinistros viários com motociclistas. O conhecimento detalhado do padrão de movimentação dos motociclistas aliado a técnicas de modelagem estatística e computacional permitirá o estabelecimento de relações de dependência e causalidade entre os fatores contribuintes dos sinistros e conflitos de tráfego, aperfeiçoando políticas de segurança viária nas cidades brasileiras.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flávio Junior Caires

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • estudo e desenvolvimento de materiais para o melhoramento das propriedades físico-químicas e farmacológicas de fármacos e moléculas bioativas.
  • Nos últimos anos, avanços importantes foram relatados no desenvolvimento de rotas alternativas para a administração de medicamentos, contudo a via de administração oral continua sendo a mais empregada. Isso se deve à sua fácil administração, boa adesão do paciente à terapia, custo-benefício e flexibilidade no desenvolvimento da forma de dosagem. Após administração oral, o fármaco sólido deve ser dissolvido no trato gastrointestinal, permanecer em solução e, em seguida, permear através da parede intestinal em quantidades suficientes para atingir a circulação sistêmica. Para atingir concentrações terapêuticas em seu local de ação, a molécula do fármaco deve exibir propriedades biofarmacêuticas apropriadas. A biodisponibilidade oral dos medicamentos depende de fatores como solubilidade aquosa, permeabilidade, taxa de dissolução, metabolismo de primeira passagem, metabolismo pré-sistêmico e suscetibilidade a mecanismos de efluxo. Em particular, a solubilidade e a permeabilidade gastrointestinal são dois fatores principais que controlam a biodisponibilidade. A baixa solubilidade e a baixa permeabilidade representam obstáculos significativos à absorção eficiente da droga através do trato gastrointestinal e, portanto, podem ser observados efeitos terapêuticos potencialmente abaixo do ideal. O principal problema da indústria farmacêutica no desenvolvimento de novas entidades químicas, é que mais de 40% desses compostos são praticamente insolúveis em água, apresentando absorção lenta, biodisponibilidade inadequada ou variável e toxicidade à mucosa gastrointestinal. Nesse contexto, esse projeto propõem o desenvolvimento de materiais inovadores empregando princípios de engenharia de cristais e nanotecnologia para melhorar a biodisponibilidade de diversas classes de fármacos e moléculas bioativas, como a obtenção de novos sistemas multicomponentes (cocristais e sistemas eutéticos profundos terapêuticos (THEDES), estruturas metalorgânicas (MOFs) e materiais nanoestruturados.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flávio Luís Beltrame

Ciências da Saúde

Farmácia
  • óleo de cróton e desoxicolato de sódio incorporados a sistemas nanoestruturados: novas propostas de formulação para aplicação na área dermatológica e estética
  • Atualmente tem crescido o interesse por tratamentos estéticos. Eles são realizados em consultórios médico-dermatológicos e clínicas de estética e são usados ativos que podem promover reações inflamatórias e outros efeitos indesejáveis em diferentes camadas da pele. Exemplos são o óleo de cróton, usado no peeling (estimula a produção de colágeno dérmico) e o desoxicolato de sódio usado na mesoterapia (para lipólise hipodérmica). Muitas das reações observadas se relacionam a forma de administração e formulação do ativo. Na área farmacêutica, a nanotecnologia é aplicada no desenvolvimento de sistemas de liberação controlada buscando aumentar a estabilidade, solubilidade, absorção, difusão, controlar a liberação e a biodisponibilidade dos ativos, além de reduzir a toxicidade. Sistemas nanoestruturados líquido-cristalinos e microemulsionados são estruturas estáveis, que podem ter a viscosidade e textura ajustadas pela adequação dos componentes da formulação e assim modular a viscoelasticidade, rigidez e adesão. Esses sistemas têm potencial na utilização em procedimentos de aplicação tópica, pois incrementam o contato e a permeação dos ativos pelas camadas da pele. A incorporação do óleo de cróton e do desoxicolato de sódio, em sistemas nanoestruturados de liberação tópica pode se constituir numa ferramenta atrativa para substituir as técnicas de dermoabrasão e injeção local, promovendo aplicação não invasiva e indolor, diminuindo o surgimento de reações e otimizando as vias de aplicação. Assim, a proposta de desenvolvimento desses sistemas para carreamento de ativos atualmente utilizados em procedimentos estéticos de peeling e mesoterapia se faz relevante. A metodologia empregada contará com a produção das formulações pela construção do diagrama ternário de fases, classificação visual e microscópica dos sistemas obtidos, caracterização, avaliação do comportamento reológico e mecânico e da citotoxicidade, estudo de liberação e permeação in vitro e de eficácia in vivo.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Flávio Luiz Schiavoni

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • a liga das orquídeas: a criação de arte distribuída pela rede nacional de pesquisa
  • As Orquideas são plantas que, assim como a arte e a música, existem em todos os continentes habitados por nós. Aqui, as orquídeas são orquestras de ideias, grupos de criação de arte cujas raízes se ligam e se conectam por meio da Internet para a sua integração no nosso ecossistema coletivo. Como as orquídeas, que são diferentes em cada região do planeta, neste projeto iremos valorizar as particularidades do espaço de cada participante ao mesmo tempo que pretendemos auxiliar na fertilização e polinização das ideias entre estes espaços por meio da colaboração. Para isso, o projeto irá fomentar o repasse tecnológico, cultural e artístico de forma rizomática entre os grupos participantes e a comunidade externa, transitando pela rede ideias, projetos, ferramental teórico, discussões, e criações artísticas e de software em torno dos temas propostos. Nossa intenção é transformar nossas diferenças em possibilidades de ações interdisciplinares envolvendo arte e tecnologia sem que uma área predomine sobre a outra. Estamos sobre um terreno fértil, a RNP, que possui muito potencial mas que precisa ser alimentada com ideias. Assim, abordaremos de forma prática a questão dos processos criativos colaborativos mediados pela tecnologia para nos debruçar sobre a questão: Como transformar a rede em um espaço de criação artística que respeite e colabore com a individualidade de cada participante? Para alcançar tal objetivo, cada pesquisador apresentará um projeto de criação local e contará com a colaboração de colegas de outras localidades para sua execução. Esta colaboração será estimulada por meio de oficinas práticas/teóricas que irão alimentar esta rede de ideias e mediar o tráfego de informação entre os grupos. Tudo isso será registrado em diários de bordo que servirá para acompanhar o andamento dos projetos, o levantamento e o desenvolvimento de sistemas para estas colaborações e permitir, ao final, que os modelos aqui desenvolvidos possam ser replicados em outras instituições.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 06/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Flávio Roberto Mello Garcia

Ciências Agrárias

Agronomia
  • bases para o manejo de drosophila suzukii no brasil: interações tritróficas entre a espécie invasora seus hospedeiros e parasitoides
  • Drosophila suzukii possui importância econômica devido aos seus danos diretos e indiretos no cultivo de frutos de epicarpo delgado. Seu controle é realizado pricipalmente através de controle químico. Dessa forma, torna-se importante estudos que subsidiem o controle biológico da praga. O objetivo desse projeto é conhecer aspectos das interações tritróficas envolvendo D. suzukii em diversos Estados do Brasil, visando subsidiar futuros programas de manejo e prospectar parasitoides candidatos ao controle biológico. Serão investigadas as plantas hospedeiras da praga e seus índices de infestação, de modo a verificar aonde as populações de D. suzukii se mantém na entressafra e, portanto, fornecer subsídios a redução populacional da praga. O trabalho será desenvolvido nas instalações dos laboratórios de instituições participantes, durante três anos. As coletas de frutos serão realizadas em áreas rurais, urbanas e comerciais. Serão coletados 30 frutos diretamente da planta e 30 frutos do solo, os quais serão individualmente pesados e acomodados em recipientes com vermiculita até a emergência dos insetos; esses últimos serão acondicionados em microtúbulos (2mL) com álcool 70% e identificados. A associação das espécies de parasitoides a D. suzukii será investigada através de infestação artificial de frutos e exposição de imaturos em áreas rurais, urbanas e comerciais.. Serão verificados a infestação, a razão sexual dos insetos, índice de parasitismo, diversidade de parasitoides, influência de fatores ambientais na flutuação populacional desses insetos e suas relações com hospedeiros e parasitoides.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Flavio Valentim de Oliveira

Outra

Divulgação Científica
  • sabor é saber. uma proposta de feira da ciência e mostra científica através da fruticultura do açaí no município de barcarena - pará.
  • O presente projeto intitulado Sabor é saber faz um trocadilho com a famosa frase “saber é poder” do filósofo Francis Bacon (1561-1626). Ele tem como conceito base a utilização e o aproveitamento do valor gastronômico do açaí como ponto de partida para despertar a curiosidade com o múltiplo cardápio científico que pode ser oferecido pela fruticultura amazônica em vários campos do saber. Mas, ao contrário do que defendia Bacon em seu Novum Organum, de que a natureza deve ser “vencida e submetida pela ação” (BACON: 2005, p. 217), o projeto busca relações mais interativas entre ciência, natureza e seus habitantes originários (muitos deles estudantes ribeirinhos). Metodologicamente, propomos despertar a curiosidade e o compromisso juvenil para com as ciências a partir de questões sociais bem concretas em suas vidas. Segundo dados da Organização para Alimentação e Agricultura (FAO), aproximadamente “930 milhões de toneladas de alimentos são deitado fora” em escala global, aumentando assim, as “emissões excessivas de dióxido de carbono”, a “intensificação da crise climática” e a “pressão sobre a segurança alimentar” (Redação Agropress, 2021). Nesse mesmo contexto, o fruto do açaí (Euterpe oleracea Mart.), vem ganhando cada vez mais destaque na cultura alimentícia contemporânea por causa de sua “capacidade antioxidante”, seus efeitos “anti-inflamatórios” e “cardioprotetor”, além do seu alto valor “farmacológico” e “terapêutico” (CEDRIM et al, 2018, p.2). A realidade amazônica é ainda um grande hiato científico nos livros didáticos das escolas públicas, notadamente para alunos e alunas da região Norte. Em compensação, as comunidades ribeirinhas amazônicas vêm ganhando cada vez mais destaque nas agências de notícias nacionais e internacionais sem que isso se transforme em objeto de reflexão nos espaços escolares.
  • Governo do Estado do Pará - PA - Brasil
  • 10/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Florence Cavalcanti Heber Pedreira de Freitas

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • regulação e institucionalização da economia circular na união europeia e brasil
  • Este projeto de pesquisa objetiva analisar a regulação e institucionalização da Economia Circular a partir do seu elemento estruturante: as medidas que priorizam a redução, reutilização e reciclagem de resíduos (os 3 R’s da sustentabilidade). Pretende-se analisar a experiência regulatória expressa pela Diretiva da União Europeia (UE) 2018/851 e o seu processo de institucionalização para estabelecer correlações com a experiência regulatória brasileira nessa área proposta na Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS/Lei nº 12.305/2010). Com base na investigação da experiência na União Europeia, a proposta é analisar o arcabouço regulatório e processos de institucionalização da economia circular nas medidas voltadas para a prevenção, reutilização e reciclagem de resíduos em ambos os casos, tendo como referência de análise as teorias da regulação, convenções e governança. Para responder a questão de como está estruturado o modelo de economia circular (redução, reutilização e reciclagem de resíduos) baseado na Diretiva da União Europeia (UE) 2018/851 e na PNRS/Brasil nos seus aspectos institucionais e regulatórios; e a hipótese de que o estímulo a cenários desejáveis vai depender da qualidade das diretrizes políticas e sua capacidade de antever cenários onde a complexidade das demandas existentes sejam permanentemente ajustadas, foram estabelecidas 3 categorias de análise, a saber: 1) arranjos institucionais, sistemas de mediação e governança; 2) regulação e sistemas de incentivo dentro das legislações; 3) regulação e sistemas de controle e monitoramento previstos. A pesquisa será baseada em dados primários (entrevistas com especialistas no setor) e em dados secundários (pesquisa documental, pesquisa bibliográfica). Como resultado, é prevista a elaboração de relatório com conclusões sobre mecanismos promotores da Economia Circular, visando identificar possibilidades de ajuste e atualização das políticas públicas voltadas a implantação da economia circular no Brasil.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Florence Marie Dravet

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • as formas do mito nas narrativas digitais seriadas: contribuição ao letramento digital
  • Como toda forma de cultura, a cultura digital é atravessada pelo mito, em suas produções narrativas, suas manifestações e organização nas redes sociais, nas séries ficcionais e nas diversas formas de arte. Trata-se, em um primeiro momento, de investigar como o mito (enquanto pensamento, mas também enquanto potência arquetípica manifesta em suas diversas mitologias) se apresenta nas narrativas audiovisuais digitais seriadas, de maneira a propor uma contribuição ao Letramento Digital nas escolas de Ensino Médio. Analisaremos narrativas seriadas a fim de identificar como o mito, sob suas mais diversas formas, é potencializado pelas possibilidades criativas fornecidas pelas ferramentas tecnológicas e disposição na cultura digital (plataformas de streaming, tecnologias imersivas, linguagens multimídia e transmídia, estruturas complexas etc). Como a inovação tecnológica dialoga com a tradição mítica? E nesse contexto, quais são os velhos e novos saberes necessários a um letramento digital transdisciplinar e a uma retomada da narrativa como construção de saber? O corpus a ser estudado para esta pesquisa corresponde a um recorte feito no universo das narrativas digitais seriadas. Foram selecionadas três séries de animação (The midnight gospel; Mushishi e Primal) direcionadas ao público juvenil e adulto que nos interessa analisar aqui pelo seu teor reflexivo, de alta densidade mítica e simbólica, que requerem atenção bem como pelo seu caráter transmidiatico. Visa-se, por fim, elaborar propostas para o letramento audiovisual transdisciplinar na perspectiva dos estudos do imaginário, apoiadas por um material didático online em acesso aberto, que possa ser utilizado na educação básica, especialmente no ensino médio, dada a natureza do corpus escolhido.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Fosca Pedini Pereira Leite

Ciências Biológicas

Zoologia
  • dinâmica da comunidade de crustáceos associada ao cinturão de sargaço
  • A superordem de crustáceos Peracarida tem como característica a ausência de fase larval e consequente baixa dispersão, levando a altas taxas de endemismo. Dentre os Peracarida mais diversos estão as ordens Amphipoda, Isopoda e Tanaidacea, que também são os principais grupos de crustáceos associados aos bancos de macrófitas. Apesar da baixa taxa dispersiva de tais grupos de crustáceos, recentes mudanças nas correntes superficiais podem ter deslocado massas da alga parda do gênero Sargassum, possivelmente levando com elas espécies exóticas. O presente projeto tem como principais objetivos entender e resgatar a história evolutiva de espécies de Peracarida consideradas de ampla distribuição presentes no cinturão de Sargaço, comparar com populações insulares e costeiras para e entender a biogeografia dos possíveis complexos de espécies dos gêneros mais representativos de Peracarida associados a Sargassum, além de estudar a comunidade de crustáceos associados ao recente cinturão de Sargaço do Oceano Atlântico Equatorial e sua dinâmica de comunidades.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 28/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Franciane Diniz Cogo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • i mostra científica na uemg: fortalecimento de escolas e comunidades rurais por meio da educação em solos
  • A presente proposta prevê a consolidação de um espaço de experimentação em Ciência Agrária e da Terra para a interação com escolas rurais de Ensino Fundamental de Passos. O projeto prevê a organização de uma Mostra Científica nas escolas rurais e na Unidade Acadêmica de Passos da UEMG. Esse envolve a participação de professores da área de Ciência Agrária e da Terra, além do Núcleo de Estudos e Pesquisa Revisão Sistemática e Meta-Análise e Ciência do Solo. Por fim, tem em vista assistir à necessidade de popularização da ciência produzida na comunidade acadêmica.
  • Universidade do Estado de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 10/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Francielle Baptista

Outra

Multidisciplinar
  • 18ª semana nacional de ciência, tecnologia e inovação 2021 – implementando a transvesalidade na educação na comcam
  • O tema da 18ª edição da SNCT é a “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta”, o qual alinha-se aos indicadores brasileiros para os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que visam estimular formas de progresso, baseadas no crescimento econômico, proteção ao meio ambiente e igualdade social, que atendam às necessidades do presente sem comprometer a capacidade de as gerações futuras satisfazerem as suas necessidades. Na educação básica brasileira os Temas Contemporâneos Transversais (TCTs) são descritos na Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para promover a ligação entre os diferentes componentes curriculares de forma integrada, bem como de fazer sua conexão com situações vivenciadas pelos estudantes em suas realidades, contribuindo para trazer contexto e contemporaneidade aos objetos do conhecimento. Entre os TCTs abarcados pela BNCC está a Ciência e Tecnologia, com objetivo de despertar o interesse e a vocação dos estudantes para áreas importantes para o desenvolvimento do país. Nesse contexto foi elaborado o projeto para realização da 18ª SEMANA NACIONAL DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 2021 – IMPLEMENTANDO A TRANSVESALIDADE NA EDUCAÇÃO NA COMCAM, na região da COMCAM, pelo Instituto Integrado de Ciência e Tecnologia (IN2). A proposta consiste na realização de atividades estruturadas no contexto da transversalidade da ciência, tecnologia e inovações de forma presencial, híbrida e remota (de acordo com a necessidade de distanciamento social causada pela COVID-19), visando contribuir com o desenvolvimento da criatividade dos estudantes e da comunidade para descobertas sobre a importância da ciência, tecnologia e inovação para a sociedade. Será desenvolvida a palestra” O que você quer ser quando crescer?” que abordará a transversalidade da ciência e tecnologia no enfretamento e resolução de problemas, expectativas e desafios pessoais e regionais. Serão realizadas as atividades Educação maker e inovação, Mini-Hackaton, Construção e lançamento de foguetes, Mostra: Arte, ciência e cotidiano, Visita ao planetário. Como eventos de comunicação científica serão realizados Podcast em mídias sociais de amplo acesso sobre a transversalidade no enfrentamento da Covid-19 no Brasil, a live Lugar de mulher é onde ela quiser (inclusive na pesquisa científica!) e criação e divulgação de peças para mídias sociais sobre a SNCT Transversalidade. Na região da COMCAM, há significativo espaço para o desenvolvimento de políticas de fomento regional, principalmente as focadas na educação e divulgação científica voltada para estudantes da educação básica. Nesse sentido, torna-se relevante a realização da SNCT na COMCAM, para promover sensibilização para o desenvolvimento científico e tecnológico e contribuir para o desenvolvimento dos ODS na região.
  • Instituto Integrado - PR - Brasil
  • 06/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Francinaide de Lima Silva Nascimento

Ciências Humanas

Educação
  • mostra científica – pesquisa e inovação em foco
  • O Rio Grande do Norte é um dos maiores produtores de energia eólica, uma energia limpa e importante para o setor econômico do país e do estado no contexto de crise hídrica. A mesorregião do mato grande concentra parte significativa dos parques eólicos instalados em território potiguar, estando a cidade de João Câmara no plano nacional de energia acessível e limpa. Em termos de biotecnologia, bioeconomia e biomas ela está inserida no contexto do semiárido, tendo por caraterística a vegetação caatinga e por economia de subsistência a agricultura e o beneficiamento da castanha de caju, nos 44 assentamentos, sendo o mais conhecido o Amarelão. Neste contexto, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte-Campus João Câmara corrobora os projetos estratégicos de desenvolvimento regional em termos de desenvolvimento humano, oferecendo cursos técnicos de nível médio e superior, nas áreas de energias renováveis, eletrotécnica, administração, informática e física. É uma instituição fundamental à educação na região, considerando que o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) no município de João Câmara é de 4,37, sendo a meta 4,4. Para o estado do Rio Grande do Norte, este índice é de 4,7, sendo a meta nacional 6,0. Por outro lado, no contexto do Programa Internacional de Avaliação de Estudantes (PISA), sabe-se que o letramento científico é imprescindível e, portanto, a proposta de mostra científica destinada às escolas de ensino básico colabora com a inserção das pessoas nesta sociedade da biotecnologia, em suas dimensões diversas e privilegiando o desenvolvimento científico e tecnológico a partir da mostra científica Pesquisa e Inovação em foco. A equipe do evento é constituída por pesquisadores experientes, professores de ensino básico, estudantes de graduação e bolsistas de iniciação científica e prevê a participação de docentes, agentes educativos e estudantes de ensino básico do município de João Câmara-RN.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 24/02/2022-29/02/2024
Foto de perfil

Francineide Pereira da Silva Pena

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • formação para implementação da rede de atenção à saúde para pessoas com doenças crônicas no estado do amapá
  • As Doenças Crônicas Não Transmissíveis-DCNT há mais de três décadas são causas de preocupação e de desafios ao sistema único de saúde, aos profissionais e aos gestores de saúde, na atenção a essas demandas que cresce de forma avassaladora, sendo evidenciadas como principal causa de morbimortalidade que comumente geram custos sociais imensuráveis. Observa-se que muito já se construiu e avançou na esfera política da atenção à saúde das pessoas com doenças crônicas. Por isso é importante que os profissionais se familiarizem com as propostas do SUS para melhor atender à demanda, em especial, que sejam habilitados para atender não só as características físicas e biológicas da doença, mas, também ampliem o olhar para o contexto cultural, familiar, social e ambiental em que se relacionam e vivem. O objetivo geral desta proposta será instituir processo de formação em modelos de cuidados em doenças crônicas, disponibilizando conteúdos e tendências de modelos para subsidiar a implementação da rede de atenção à saúde de pessoas com doenças crônicas para a tomada de decisão, gestão participativa em saúde, prática profissional interdisciplinar para o seguimento da pessoa com doença crônica na atenção primária à saúde, geração de conhecimento no âmbito do SUS, por meio de instrumentos e conteúdos que serão trabalhados, visando promover conhecimento e aplicabilidade em municípios do estado do Amapá. O desenho metodológico proposto para capacitação/ qualificação dos profissionais e gestores da saúde será o uso da metodologia da aprendizagem ativa, dentre as quais elegeu-se a metodologia ativa do arco de Maguerez e da espiral construtivista, combinando aulas teóricas, dinâmicas de grupo, aplicação prática e avaliação do aprendizado. O local de realização será nos dos municípios: Macapá, Santana, Laranjal do Jari e Oiapoque, a escolha se deu pelo contingente populacional representando os maiores para o estado do Amapá, cuja previsão do tempo de três anos. A população participante será constituída pelos profissionais e gestores de saúde dos referidos municípios, e amostra será do tipo probabilística sistemática, a ser calculada conforme o levantamento em cada município. Para coleta de dados serão utilizados três instrumentos, um questionário para identificação do perfil sociodemográfico de profissionais e gestores, e um formulário com perguntas abertas para o perfil profissional cuja finalidade será mapear as competências, habilidades, atitudes, fragilidades e potencialidades relacionadas a atenção primária a saúde para pessoas com doença crônica, um questionário de avaliação pré e pós formação, para mapear a satisfação e aprendizagem nos cursos de formação. Para análise dos dados será criada uma base de dados no programa Excel 2012, cuja base será recortada e transposta para programa estatístico – Statistical Package for the Social Science (SPSS) versão 22.0 (dados quantitativos) e Software Iramuteq (dados qualitativos). Dentre os resultados esperados lançamento de uma linha temática que se apresenta escassa na prática clínica do atendimento e do cuidado na atenção primária a saúde -APS das pessoas com doença crônica no estado do Amapá; identificação e conhecimento de evidencias das análises situacionais no modelo de atendimento, bem como o saber e o fazer dos profissionais e gestores, para implementar a rede de atenção a saúde para pessoas com doenças crônicas, e suas respectivas linha de cuidados para atender as necessidades de saúde desta demanda nos municípios em questão.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 02/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Francini Lube Guizardi

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • a prática docente na fiocruz: os docentes e as perspectivas para sua formação
  • A Fundação Oswaldo Cruz, centenária instituição de ciência e tecnologia em saúde, possui robusta oferta educacional: são mais de 10.000 matrículas anuais, em todos os níveis educacionais, exceto a graduação, com cursos e programas que abrangem amplo espectro das áreas do conhecimento. Tal oferta é realizada por suas unidades técnico-científicas, localizadas no Rio de Janeiro e em outras 10 unidades da federação. A compreensão sobre as características da prática docente na Fiocruz, e de como se dá a formação desses professores é uma demanda colocada para a instituição. A literatura científica sobre a formação docente para a pós-graduação afirma a necessidade de se repensar essa formação, à luz das grandes transformações econômicas, sociais, culturais e políticas que trazem implicações importantes para a atuação docente na educação superior. Neste contexto situa-se a discussão sobre a natureza, o sentido, os desafios e soluções da prática docente em uma instituição como a Fiocruz. A pesquisa tem como objetivo geral: “compreender as características da prática docente e da formação voltada para esta prática na Fiocruz, de modo a apoiar a melhoria da educação na instituição”. Isto será alcançado pela identificação das modalidades e espaços de práticas docentes na Fiocruz; pelo conhecimento dos perfis docentes, assim como das expectativas e percepções dos professores sobre a educação e a prática docente na Fiocruz. Também será estudado o que leva o servidor a iniciar atuação em docência, e a identificação de suas percepções sobre necessidades de formação. Por fim, a pesquisa buscará levantar e sistematizar as experiências de formação docente já existentes na Fiocruz. Esperamos que o maior entendimento das identidades docentes e dos perfis a elas associados, nos permitam situar a diversidade de lugares, necessidades programáticas, experiências e sentidos da prática docente, como base para apoiar a construção do programa institucional para formação docente.
  • Fundação Oswaldo Cruz - DF - Brasil
  • 28/07/2022-31/07/2023
Foto de perfil

Francione Oliveira Carvalho

Ciências Humanas

Educação
  • mirando arte no ensino médio: um panorama do ensino e aprendizagem da arte na zona da mata mineira
  • Esta pesquisa pretende mapear como ocorre o ensino e a aprendizagem da arte no Ensino Médio da Zona da Mata Mineira a partir da BNCC a ser implementada no ano de 2022. A reflexão e a criação de novos dados sobre o Ensino Médio no Estado de Minas Gerais se fazem urgente, principalmente em relação ao ensino da arte, para auxiliar na compreensão dos obstáculos, dos impactos das políticas públicas nacionais e estaduais e na elaboração de possíveis estratégias que possam colaborar no crescimento qualitativo da educação neste segmento. No Ensino Médio o componente Arte está inserido na área de conhecimento de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias. Documentos e diretrizes nacionais, inclusive a BNCC, promulgada em 2018, propõem que a arte seja discutida e vivenciada na escola a partir das suas múltiplas linguagens e em conexão com o cotidiano dos alunos. Recomendam que ao longo do Ensino Médio os/as estudantes tenham oportunidades de ter experiências significativas com a linguagem cênica, musical, visual, audiovisual e híbrida. Diversos estudos apontam o Ensino Médio como o segmento da Educação Básica que mais problemas enfrenta para alcançar suas metas, agravados ainda mais pela pandemia de Covid 19. Entre os diversos fatores, destaca-se a falta de identidade e a clareza dos objetivos a serem alcançados pelos estudantes. Essa situação agrava-se ao pensarmos no componente Arte, pois seus profissionais ainda enfrentam cotidianamente o desafio de ter que legitimar a Arte enquanto área de conhecimento fundamental na escola. O estudo será desenvolvido a partir da abordagem qualitativa do tipo etnográfica em quatorze colégios de sete microrregiões da Zona da Mata Mineira. Esperamos produzir dados que colaborem na compreensão dos impactos das políticas públicas nas escolas da região, como também, na melhoria da formação docente oferecida pelas instituições federais localizadas na Zona da Mata Mineira.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francis Trombini de Souza

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • desenvolvimento e validação de um dispositivo microeletromecânico vestível para detecção automática de quedas e quase-quedas durante atividades de mobilidade diária de adultos idosos comunitários
  • A detecção automática e objetiva de episódios de quase-quedas por meio de dispositivos vestíveis (wearables) tem contribuído para identificação precoce de pessoas idosas com alto risco de cair. No entanto, até o momento, nenhum estudo desenvolveu e avaliou a acurácia e precisão desse tipo de dispositivo vestível para detectar e diferenciar tipos diferentes de quase-quedas durante atividades cotidianas de mobilidade ativa de pessoas idosas em seus espaços de vida. Além disso, nenhum estudo tentou distinguir os eventos de quase-quedas de quedas reais ou de movimentos inerentes às atividades de mobilidade ativa nessa população. O objetivo desse estudo é desenvolver e validar um dispositivo microeletromecânico vestível de baixo custo produzido no Brasil para detecção automática de quase-quedas e quedas reais ocorridas durante atividades de mobilidade ativa nos espaços de vida de adultos idosos comunitários. Para isso, teremos três etapas: (1) Desenvolvimento e validação de prova de conceito de um dispositivo vestível; (2) Validação do dispositivo em ambiente controlado (laboratório de biomecânica) e (3) Validação do dispositivo usado durante atividades de mobilidade ativa no cotidiano de adultos idosos comunitários. Para as etapas 1 e 2, será usado um sistema de oito câmeras optoeletrônicas (Prime 13, OptiTrack, EUA) e um sensor inercial comercial já validado (ActivPAL, Scotland). Na etapa 2, 30 adultos jovens serão avaliados em ambiente controlado (laboratório de biomecânica) para validação de algoritmos de inteligência artificial (IA) utilizados para identificar e diferenciar os episódios de quase-queda, quedas reais e atividades de mobilidade ativa usual. Na etapa 3, 50 adultos idosos usarão, diuturnamente, o dispositivo vestível ao longo de 3 meses para que possamos validá-lo para identificação e diferenciação de episódios de quase-queda, quedas reais e atividades de mobilidade ativa no dia a dia.
  • Universidade de Pernambuco - PE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Francisca Elisângela Teixeira Lima

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • efetividade do acesso, atendimento clínico e acompanhamento das pessoas com covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas
  • O uso de software para monitoramento dos pacientes com sintomas da Covid-19 e da síndrome respiratória aguda grave, proposta deste estudo, visa acompanhar esses pacientes e sua rede de apoio, identificando melhora ou piora no quadro clínico, se foi estabelecido um tratamento e se está sendo corretamente aderido, qual a condição de acesso do paciente ao serviço de saúde, qual seu conhecimento acerca da doença e potenciais complicações. As informações contribuirão na elaboração de um de banco de dados para subsidiar futuras pesquisas e alimentar as estatísticas do Sistema Único de Saúde (SUS), auxiliando na tomada de decisão e enfrentamento dessas doenças. Desse modo, justifica-se este estudo, visto que a tecnologia aqui proposta poderá ampliar a prestação de cuidados e proporcionar o acompanhamento dos pacientes que tiveram diagnóstico de Covid-19 nos estados do Nordeste Brasileiro. Diante dessas considerações tem-se como objetivo geral: Avaliar a efetividade do acesso, atendimento clínico e acompanhamento das pessoas que tiveram diagnóstico de Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves. E como e específicos: Desenvolver um recurso tecnológico para acompanhamento dos pacientes que tiveram diagnóstico de Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves; Verificar a efetividade do acesso e do atendimento clínico das pessoas com sintomas da Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves no sistema de saúde; Acompanhar, por telemonitoramento, os pacientes com sintomas da Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves atendidos nos serviços de saúde; Identificar o impacto da confirmação de Covid-19 na vida social e econômica dessas pessoas e de seus familiares. Metodologia: Estudo multimétodos, composto por pesquisa metodológica (etapa 1) e por estudo longitudinal retrospectivo e prospectivo (etapa 2). Na etapa 1 será construído um software para monitoramento dos pacientes com diagnóstico da Covid-19 e outras doenças de síndromes respiratórias agudas graves, o qual será elaborado baseado em revisão de literatura, contemplando as Fichas de Investigação de Paciente Suspeito de Doença pelo Coronavírus-19, Ficha de Notificação de Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, ambas do Ministério da Saúde, e com variáveis sobre condições socioeconômicas e de saúde do paciente. O desenvolvimento do software terá três fases (definição, desenvolvimento e manutenção), segundo os preceitos de Pressman. O processo de avaliação da qualidade seguirá os quesitos de qualidade da ISO/IEC 25010 (System and Software engineering - System and software Quality Requirements and Evaluation - SQuaRE - System and software quality models), que estipula oito características fundamentais de qualidade: Adequação funcional, Confiabilidade, Usabilidade, Eficiência de desempenho, Compatibilidade, Segurança, Manutenibilidade e Portabilidade. A avaliação do Software será realizada por dois grupos de especialistas, em informática e na área da saúde, com pelo menos oito membros para cada grupo, para haver representatividade da categoria de usuários do software. Para análise do processo de avaliação, os níveis de pontuação seguirão a proposta de Tannure. O julgamento do processo de avaliação será conduzido com base na norma NBR ISO-IEC 14598-6, composta pelos valores a serem alcançados nas características e subcaracterísticas, cujo valor mínimo será 70% de indicação como apropriada para serem consideradas adequadas. A etapa 2 será desenvolvida em três Estados do Nordeste brasileiro, cujos casos confirmados de pessoas com diagnóstico de Covid-19 encontram-se em maior quantidade, a saber: Ceará (5.833), Pernambuco (4.898) e Maranhão (2.223). A população do estudo será composta por pacientes com sintomas gripais, que tenham sido notificados por meio da Ficha de Investigação de Paciente Suspeito de Doença pelo Coronavírus-19 e/ou Ficha de Notificação de Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave pela Vigilância Epidemiológica dos locais do estudo. Participarão da pesquisa todos pacientes que forem notificados antes do início da execução do estudo (retrospectivo) e aqueles que forem notificados a partir do início da coleta de dados. O instrumento de coleta de dados será o software e a coleta será realizada via contato telefônico a partir de dispositivo eletrônico com software. Para tanto, a equipe de acompanhamento será treinada para o uso do software, a qual receberá uma lista com os nomes e contatos telefônicos da população notificada. Aqueles que aceitarem participar do estudo darão anuência por consentimento verbal, obtido por contato telefônico. Serão consideradas elegíveis para o estudo as linhas telefônicas residenciais e por redes móveis ativas. Não serão elegíveis linhas de empresas que não mais existem, estejam fora de serviço ou não responderem a seis tentativas de chamadas feitas em dias e horários variados. O acompanhamento do paciente com sintomas iniciais de Covid-19 (coriza, febre, mal-estar geral, tosse ou dor de garganta) será feito diariamente por até 14 dias (período de quarentena estipulado pelo Ministério da Saúde) e mensalmente até completar 12 meses. Os demais pacientes (retrospectivos) serão acompanhados mensalmente até completar 12 meses, após a confirmação do diagnóstico de Covid-19. Os dados coletados serão processados e analisados por meio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). Será usada a estatística descritiva, cujas variáveis categóricas serão expostas em frequência absoluta e relativa; e as variáveis contínuas serão média e desvio padrão, além da análise bivariada usando o teste qui-quadrado de Pearson, com adoção do nível de significância menor que 0,05. A análise comparativa das médias será realizada pelo ANOVA e pelo teste t de Student. O projeto será submetido à Plataforma Brasil vinculado ao Comitê de Ética da Universidade Federal do Ceará, conforme a Resolução nº 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Francisca Izabel Pereira Maciel

Ciências Humanas

Educação
  • alfabetização e letramento no brasil: o estado do conhecimento no século xxi
  • A pesquisa é de caráter bibliográfico e caracteriza-se como um levantamento e uma avaliação da produção acadêmica e científica em alfabetização e letramento de crianças, enquanto processos de aquisição das habilidades da leitura e da escrita e seus usos sociais na escolarização da criança. Em uma análise preliminar constatamos, nas últimas décadas, um aumento significativo do ponto de vista quantitativo de teses e dissertações sobre alfabetização e letramento, no Brasil. Entretanto, a ausência desse tipo de pesquisa retrata que, as pesquisas produzidas não ultrapassam, em geral, os limites da área acadêmica, sendo inclusive pouco socializadas, o que permite supor que tem sido pequena sua contribuição na luta contra o reiterado fracasso da escola brasileira em alfabetizar as crianças. Nesse sentido, esse projeto propõe realizar o levantamento e análise do conjunto ( corpus) das produções acadêmicas compostas de teses e dissertações produzidas nos programas de pós graduações ( mestrado, mestrado profissional e doutorado). A análise será feita à luz primordialmente de categorias que identifiquem, em cada texto e no conjunto deles, as facetas sob as quais o fenômeno da alfabetização e do letramento vêm sendo investigados e analisados. As categorias e os cruzamentos que orientarão a análise deverão identificar os assuntos privilegiados pela produção; os pressupostos teóricos; os conceitos de alfabetização e letramento; o tipo de pesquisa realizada (ensaio, relato de experiência, estudo de caso, pesquisa de intervenção, histórica, documental , etc.) e principais conclusões e/ou considerações a que chegaram os pesquisadores/autores. Para levantamento dos dados utilizaremos índices bibliográficos, Portal da CAPES e IBICT. Pretende-se não só realizar o levantamento, análise bem como demonstrar as evidencias dos pesquisadores brasileiros sobre alfabetização e letramento no século XXI.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco Bruno de Lima Holanda

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • olimpiada brasileira de matemática
  • A Olimpíada Brasileira de Matemática (OBM), realizada desde 1979 e indo para sua 43a edição, é a mais tradicional olimpíada científica de nosso país. Além da difusão da Matemática e da busca de talentos para a Ciência, ela também influencia significativamente a educação básica, promovendo a melhoria do ensino de Matemática nas escolas e estimulando professores a adquirir novos conteúdos e técnicas de ensino. Atualmente, nossa sociedade realiza um grande esforço para descobrir, cada vez mais cedo, os jovens com aptidão e talento especial para a pesquisa em todas as áreas da ciência, a fim de oferecer-lhes condições que permitam desenvolver seus talentos mais profunda e rapidamente do que aquelas proporcionadas pelo ensino tradicional. Na área da Matemática, mais de 100 países adotam programas nacionais de Olimpíadas de Matemática, que detectam de forma eficiente, ainda nas escolas fundamental e secundária, os jovens talentos para esta ciência e áreas afins. Além da difusão e impacto na melhoria do ensino, as Olimpíadas de Matemática aproveitam o gosto natural dos jovens pela competição. Elas têm sido realizadas em diversos níveis e mobilizado milhares de alunos anualmente. Ao final do processo, destacam-se os mais talentosos. A partir daí, no Brasil, esses talentos recebem estímulos das mais variadas formas, desde bolsas de iniciação científica a bolsas de mestrado do CNPq através do programa PICME, e das mais variadas instituições, dentre as quais citamos o Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (IMPA), IME, ITA, PUC–Rio, UFAL, UFBA, UFC, UFES, UFG, UFMG, UFPB, UFPI, UFRGS, UFRJ, UFRN, UFSC, UNICAMP, USP, além de várias outras universidades e escolas.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Francisco Bruno de Lima Holanda

Ciências Humanas

História
  • olimpíada brasileira de matemática (obm)
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Francisco Carlos Palomanes Martinho

Ciências Humanas

História
  • tessituras do biográfico: modos de pensar, fazer e ensinar
  • O presente projeto de pesquisa tem por objetivo analisar o biográfico a partir de três dimensões que, embora autônomas, dialogam entre si: 1. O pensar biográfico, procurando discutir teoricamente a tradição biográfica, seus problemas como gênero historiográfico e suas interfaces com outras áreas de conhecimento (filosofia, literatura, linguística etc.); 2. O fazer biográfico, ou seja, ele buscará refletir sobre a produção de biografias propriamente ditas, nossos objetos e nossas escolhas narrativas; 3. O ensinar biográfico, de modo a buscar alternativas e métodos que permitam desconfinar os estudos biográficos do espaço universitário e apontar caminhos para sua utilização nos ensinos médio e fundamental, na produção de livros didáticos e paradidáticos, bem como volta-la para um público mais amplo não pertencente ao espaço acadêmico.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco Celio Maia Chaves

Ciências Agrárias

Agronomia
  • melhoramento de sacha-inchi na amazônia central
  • A sacha-inchi (Plukenetia volubilis L.), nativo da região tropical de sudamérica, com grande potencial como fonte de ômega 3, 6 e 9 natural e poderoso antioxidante. Serve como fonte de alimentos (óleo de cozinha, almendras torradas e farinha), fármacos (ômega 3, 6 e 9), cosméticos (envelhecimento precoce e rugas). Para iniciar o cultivo de sacha-inchi no Brasil, é necessário ter variedades melhoradas. Assim, é necessário selecionar e propagar genótipos com alta produção de sementes, conteúdo de óleo e resistência a doenças em experimentos eficientemente desenhados. Acessos da coleção de sacha-inchi da Embrapa Amazônia Ocidental apresentam alta variação no rendimento de óleo da semente, entre 10% a 58%, bem como o rendimento de sementes e alta prevalência de sintomas do tipo Fusarium afetando a produção. Ademais, não tem estudos de polinização controlada que permitam o cruzamento dos genótipos selecionados. As novas variedades devem ter as seguintes características: alto rendimento de sementes, alto conteúdo de óleo e resistência a doenças de solos na região da Amazônia. Este ideotipo de planta é importante, pois o rendimento de planta está relacionado positivamente com o rendimento de óleo, ademais, o controle de doenças na cultura é de interesse fitotécnico do produtor. Deste modo, a avaliação de acessos da coleção da Embrapa Amazônia Ocidetal, que estão sendo conduzidos sob desenho experimental adequado e a introdução de novos acessos permitirá selecionar eficazmente genótipos com características comerciais e fitotécnicas superiores. Ademais, conhecer a maturidade fisiológica das flores do sacha-inchi contribuirá a melhorar a polinização controlada de genótipos superiores. Contudo, como ainda não existe protocolo de polinização manual, a polinização natural isolando matrizes no campo e casa-de-vegetação será uma opção viável.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Francisco das Chagas Vasconcelos Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • uso da informação das previsões subazonal e sazonal no setor de recursos hídricos e agricultura
  • A intensidade e a frequência de veranicos e Secas Repentinas (Flash Droughts) afetam a irrigação, a agricultura, o nível dos reservatórios e os múltiplos usos da água. A tomada de decisão associada a esses eventos é geralmente realizada com base em previsões do tempo e previsões sazonais. No entanto, eventos de curta e média duração demandam prognósticos numa escala de tempo intermediária, cuja lacuna é preenchida com a previsão subsazonal. O presente projeto busca utilizar a previsão subsazonal-sazonal para aumentar a frequência da atualização dos prognósticos com foco no gerenciamento dos reservatórios e na produtividade agrícola do Ceará, agregando informações provenientes do monitoramento, dos modelos atmosféricos, hidrológicos e agrícolas. Propõe-se o desenvolvimento e a implantação de um sistema operacional de informação climática integrada, com três pilares principais: o primeiro relacionado aos modelos atmosféricos de previsão subsazonal-sazonal, o segundo referente ao acoplamento entre a modelagem atmosférica, hidrológica e agrícola, e o terceiro associado à criação de um sistema operacional web para visualização por parte dos usuários. Pretende-se com isso subsidiar a tomada de decisões em diferentes setores da sociedade na escala temporal de 5 a 50 dias, acoplando esta informação ao monitoramento e à previsão sazonal, historicamente produzida pela FUNCEME. O uso de informação de modelos subsazonais é uma tarefa desafiadora, uma vez que as contribuições das condições iniciais da atmosfera e de contorno dos oceanos tropicais exercem pouca influência na habilidade preditiva dos modelos, quando comparadas a outras escalas temporais de curto e longo prazo. O projeto utilizará informações dos modelos do projeto Subx e do modelo da previsão sazonal da Funceme, do modelo hidrológico SMAP e do modelo agrícola Noah-MP-Crop, com uma página da web, sitiada na FUNCEME, para viabilizar a divulgação dos resultados e efetividade da informação nas tomadas de decisão.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco de Assis Dourado da Silva

Outra

Ciências Ambientais
  • aprimoramento do gerenciamento do risco de deslizamentos e fluxo de detritos em regiões serranas - análise comparativa das metodologias de mapeamento de movimentos de massa na china, rússia e brasil - irmma
  • A exposição da humanidade aos perigos naturais sempre foi uma parte inevitável da coexistência entre as pessoas e a natureza. A forma da superfície terrestre não é apenas o resultado de mudanças graduais do nível do mar, intemperismo das montanhas, a forma meandrante dos rios, mas também decorre das consequências de eventos geológicos e hidrometeorológicos abruptos, como terremotos, erupções vulcânicas, tempestades, inundações, etc. Tais eventos têm tempo de recorrência e dimensões diferentes, mas são absolutamente normais para o ambiente natural. No entanto, a vida na Terra e especialmente a vida humana precisa de um certo padrão de condições de conforto, porém nem sempre é dessa forma que ambiente natural provê. Qualquer situação, além das condições de conforto é considerado um desastre e resulta em prejuízos inesperados. A demanda crescente da população que está em expansão, somada ao desenvolvimento econômico, tem aumentado as áreas ocupadas e a intensidade das interações ser humano-natureza, dessa forma, tem aumentando o risco natural. O progresso científico torna possível revelar as relações entre as mudanças ambientais e características de alguns perigos naturais. As autoridades responsáveis, esperam que os especialistas em perigos naturais forneçam sistemas de previsão automática e proponham medidas de mitigação eficientes, caso não consigam eliminá-las completamente. No entanto, os conjuntos de dados locais, normalmente utilizados para o desenvolvimento de correlações entre parâmetros ambientais mensuráveis, a recorrência e a extensão dos perigos naturais, não abarcam totalmente as variáveis de tais interrelações em condições de mudanças climáticas e ambientais. É por isso que a combinação de conjuntos de dados locais, de diferentes países, associado ao intercâmbio de conhecimentos e experiências é crucial para o desenvolvimento da ciência de perigos naturais. Em resposta à Chamada, as três equipes de trabalho, estão dispostas a unir esforços no desenvolvimento de abordagens em comum para o gerenciamento risco de desastres naturais. A intersecção do conhecimento se dá na avaliação de campo do risco de deslizamentos e de fluxos de detritos. É por isso que esses dois tipos de perigos naturais seriam selecionados para a análise e avaliação da vulnerabilidade social e econômica bem como sua resiliência correspondente, com a avaliação das técnicas de monitoramento e mitigação. Foram selecionados três estudos de caso em regiões altamente populosas, em diferentes condições ambientais: a costa do Mar Negro do Norte do Caucasus (Russia), o rio Min (China) e o estado do Rio de Janeiro (Brasil). As contribuições esperadas de cada equipe para a pesquisa, se dará na avaliação de dados e análise de risco nas tarefas em conjunto em pesquisas de campo, avaliação de dados econômicos e da população: - Aprimoramento das metodologias numéricas para estimativa de parâmetros físicos de fluxos de detritos e deslizamentos e avaliação de riscos individual e social (Rússia); - Incorporação de dados de sensoriamento remoto por satélite no gerenciamento de risco de fluxos de detritos, especialmente a identificação de risco e o processo de monitoramento (China); - Mapeamento de deslizamentos e fluxos de detritos, cálculo de índices críticos de precipitação e sistema de alerta antecipado (Brasil) e; - Desenvolvimento de metodologias de gerenciamento de risco (Rússia, China e Brasil). As investigações propostas incorporariam dados sobre eventos extremos e uso simultâneo em cada local, de diferentes metodologias de mapeamento, cálculo de parâmetros físicos e avaliação de risco, com base no que é utilizado por cada equipe em suas investigações locais. Isso permitiria realizar a validação das metodologias em diferentes condições e seu possível ajuste e combinação para uso universal e gerenciamento de risco. Os processos perigosos nas regiões selecionadas possuem múltiplos mecanismos de deflagração. Em geral, os fluxos de detritos são deflagrados por chuva intensa, porém, se sabe que a atividade sísmica contribui com a formação desses processos. Os deslizamentos também podem ser deflagrados por sismos. Ambos os perigos podem ser desencadeados pela combinação de eventos hidrometeorológicos e sísmicos, assim como pela atividade antropogênica. A grande variação das dimensões e dos períodos de retorno dos deslizamentos e fluxos de detritos encontrados nas regiões selecionadas podem estar relacionados a grande variação dos parâmetros climáticos. Planeja-se que sejam reavaliados os efeitos de mudanças climáticas nos processos, nas regiões de perigos naturais investigadas. Não seria uma tarefa trivial desenvolver uma ferramenta analítica universal para as condições ambientais de todos os três países, permitindo extrair e combinar as informações sobre os deslizamentos de fluxos de detritos, incluindo as consequências socioeconômicas dos desastres, a partir do banco de dados locais, visando se tornar uma base para o planejamento da metodologia comum do projeto de gestão de risco de deslizamentos e fluxos de detritos, mas seria necessário para o desenvolvimento de uma abordagem holística no monitoramento de processos de deslizamentos e fluxos de detritos e lidar com suas consequências. Além disso, a metodologia desenvolvida pode ser usada em outras investigações de perigos naturais e suas estimativas. As principais características da pesquisa proposta são as seguintes: - Compreender os desastres com múltiplos mecanismos de deflagração e seus índices críticos de precipitação para o sistema de alerta antecipado; - Desenvolvimento de metodologias aplicadas de mapeamento de deslizamentos e fluxos de detritos e estimativa de seus parâmetros; - Abordagem socioeconômica e física abrangente para avaliação de riscos de perigos naturais; - Examinar a gama das condições ambientais de forma mais ampla do que nas investigações anteriores e; - Desenvolvimento de abordagens de gerenciamento de risco.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 08/08/2019-31/08/2024
Foto de perfil

Francisco de Assis Esteves

Ciências Biológicas

Ecologia
  • integrando a dimensão espacial, temporal e social no funcionamento e biodiversidade de ecossistemas costeiros no norte fluminense
  • Este projeto representa a continuidade de um esforço multidisciplinar de pesquisas em ecossistemas de restingas e lagoas costeiras, utilizando a área do Parque Nacional da Restinga de Jurubatiba como um sítio PELD (Sítio RLaC) desde a criação do Programa, em 1999. Ao longo dos últimos 20 anos as pesquisas do PELD Sítio RLaC consolidaram o conhecimento atual sobre esses ecossistemas no Norte Fluminense. A importância dos ambientes de restinga reside no fato desse sistema marginal da Mata Atlântica, localizado no ecótono entre o continente e o oceano e, portanto, em constante remodelação pelos oceanos, abrigar uma alíquota da diversidade de outros ecossistemas limítrofes, vivendo em condições severas de estresse hídrico. Dessa forma, as espécies desse sistema e as comunidades que se estabeleceram são muito plásticas, o que permitiu sua sobrevivência nesse ambiente. Essa nova etapa do PELD irá manter monitoramento de longa duração do fito e zooplâncton, crustáceos semi-terrestres, peixes, anfíbios, répteis e mamíferos, estudando também estudos fenológicos com espécies de maior Valor de Importância, cuja a produção será relacionada aos ciclos populacionais de pequenos mamíferos, além do ciclo do carbono. Esse monitoramento busca responder à questão científica do PELD que é a avaliação dos efeitos das mudanças climáticas, mais precisamente da variação anual e plurianual da precipitação e temperatura sobre os processos ecossistêmicos de ciclagem de carbono, dinâmica de populações e invasões biológicas (gramíneas, peixes e mamíferos não nativos) dos ambientes de restingas e lagoas costeiras. Apesar do sítio estar em unidade de conservação, esses ecossistemas e a biodiversidade podem ser influenciados por um mosaico de paisagens adjacentes ao longo da planície costeira e zona úmida do Norte Fluminense, passíveis de identificação e descrição, dada a diversidade de ambientes aquáticos e usos e coberturas dos solos. Através da Ecologia e Geoquímica da Paisagem iremos ampliar a área de análise do sitio englobando a planície costeira/zona úmida na sua integridade, avaliando a influencia dessa região nos ecossistemas de restinga e lagoas costeira do PARNA através do ciclo hidrológico, transporte de carbono e as atividades humanas que se utilizam do recursos naturais da região. De forma pioneira, o projeto incorpora estudos socioambientais que tentam compreender ações multiplicadoras promovidas pelo PARNA por meio da atuação de conselheiros e grupos sociais que dependem da restinga. A divulgação científica do projeto prevê uma série de ações, com o objetivo de acessar diferentes grupos de tomadores de decisão e promover a sensibilização ambiental das comunidades do entorno do PARNA. Por fim, o projeto pretende consolidar uma série de conhecimentos na forma de capítulos síntese que serão produzidos por diferentes grupos de pesquisa, e que integrarão um livro com foco na gestão da Unidade de Conservação e formulação em propostas de manejo da unidade num quadro de mudanças climáticas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 22/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Francisco de Assis Mendonça

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégicas na ufpr
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 15/01/2020-15/04/2025
Foto de perfil

Francisco de Assis Tenorio de Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • aprendizagem automática a partir de dados vetoriais quantitativos e simbólicos
  • Esse projeto envolve pesquisas em co-clustering baseado em funções de kernel, agrupamento de séries temporais de dados de tipo intervalo baseado em distâncias kernelizadas e adaptativas, aprendizagem de máquina em espaços de dissimilaridade simbólicos e agrupamento difuso usando graus de pertinência multivariados. Co-clustering: os algoritmos apresentam duas importantes deficiências: limitações para agrupar dados não-linearmente separáveis e suposição implícita de que as variáveis tem a mesma importância na formação dos co-clusters. Para remediar essas deficiências, pretendemos desenvolver métodos de co-clustering (double k-means) baseados em funções de kernel com aprendizagem do peso de relevância das variáveis na formação dos co-clusters. Agrupamento de séries temporais intervalares: trabalhos neste tópico são escassos na literatura e podem ser inadequados quando os grupos são não-linearmente separáveis e/ou apresentam formas não-hiperesféricas. Neste projeto, objetivamos desenvolver estratégias de agrupamento mais robustas para séries temporais intervalares usando métodos baseados em kernel e métodos de agrupamento baseados em distâncias adaptativas. Aprendizagem de máquina em espaços de dissimilaridade simbólicos: este trabalho irá propor formas de transformar dados simbólicos em dados clássicos, empregando distâncias e/ou métodos de agrupamento simbólicos para representar os dados em um novo espaço de dissimilaridades, no qual os métodos clássicos de aprendizagem de máquina poderão ser diretamente aplicados. Agrupamento difuso usando graus de pertinência multivariados : pretendemos introduzir algoritmos robustos em que os graus de pertinência são definidos por grupo e variável, além de considerar uma estrutura de pesos no cálculo das distâncias entre elementos do conjunto de dados e os representantes dos grupos. Essa estrutura penaliza as variáveis que tem maior dispersão e pode melhorar a qualidade do partição com grupos sobrepostos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco Diego Barros Barata

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • 1ª feira de ciências do extremo norte do brasil: unindo cultura e ciências
  • Com uma área territorial de 22.625,286 km², o município de Oiapoque, localiza-se no extremo norte do estado do Amapá, apresenta em sua vasta extensão, inúmeras territorialidades e diferentes formas de uso e normatização da terra. Dentro dos limites do município estão: o Parque Nacional do Cabo Orange; o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque; a Terra Indígena Uaçá; a Terra Indígena Galibi; a Terra Indígena Juminã; a Floresta Estadual do Amapá; o Projeto de Assentamento Igarapé Grande; o Projeto de Assentamento Vila Velha do Cassiporé; a área militar do 34º Batalhão de Infantaria de Selva; além de uma comunidade quilombola e pelo menos uma dezena de comunidades rurais e/ou ribeirinhas. A Universidade Federal do Amapá – UNIFAP, atua no município desde 2007, através do Curso de Licenciatura Intercultural Indígena. E em 2013, sete novos cursos foram criados: Letras-Francês, História, Geografia, Pedagogia, Ciências Biológicas, Direito e Enfermagem, somando esforços para levar o ensino superior ao extremo norte do país. Atualmente, o município também conta com um campus do Instituto Federal do Amapá-IFAP. A importância da feira de ciências para o município, não se justifica apenas pela presença destas IFE”s, dados do INEP de 2020 apontam a existência de 51 escolas com 852 alunos matriculados em diferentes níveis de ensino, no município. O Ideb 2019 nos anos finais da rede pública cresceu, mas não atingiu a meta e não alcançou 6,0, obtendo 3,7 pontos. Na prova Brasil de 2017, apenas 11% dos alunos avaliados no 9º e 9% do 3º ano, aprenderam o adequado na competência de leitura e interpretação de texto, sendo ainda menor a nota para avaliar resolução de problemas matemáticos. Além de promover a ciência, a feira de ciências tem como objetivo contribuir com o aprimoramento do ensino no município, para que a educação alcance a excelência na educação, abrindo caminhos para a prática de ciências e suas tecnologias, como também divulgar as ações públicas promovidas pelo governo.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 24/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Francisco Eroni Paz dos Santos

Outra

Divulgação Científica
  • paradigmas da ciência no piauí: a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 13/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Francisco Ferreira de Souza Maia

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • projeto viscacha: desvendando a evolução química e dinâmica na periferia das nuvens de magalhães
  • Sabe-se que a Grande (LMC) e a Pequena Nuvem de Magalhães (SMC) compõem um sistema em interação próximo que também interage atualmente com a Via-Láctea. A complexidade das forças de maré atuando nestas galáxias é evidenciada pela enorme quantidade de gás, poeira e conteúdo estelar estripados destas galáxias que deu origem a grandes estruturas como a Ponte a Corrente de Magalhães. Entretanto, ainda não é claro se estas galáxias estão em uma órbita semi-periódica estabelecida em torno da Via-Láctea, como previsto pelas simulações de Diaz & Bekki (2012), ou estão em sua primeira passagem perigaláctica pela Galáxia, conforme os modelos de Besla et al. (2012). Apesar deste último cenário ser amplamente favorecido pelos movimentos próprios galácticos derivados do HST (Kallivayalil et al. 2013) e Gaia (van der Marel et al. 2016), este modelo falha em reproduzir a quantidade de gás e estrelas extirpadas da LMC e SMC pelos efeitos de maré e as assinaturas químicas e estruturais previstas por ele nunca foram confirmadas observacionalmente. O projeto VISCACHA visa gerar estes vínculos observacionais e definir se este modelo é ou não apropriado para descrever este sistema. Neste contexto, os aglomerados estelares periféricos e não explorados das Nuvens de Magalhães constituem uma amostra ideal para se investigar o efeito das forças de maré externas na evolução destas galáxias. Estes efeitos podem ser diagnosticados através dos parâmetros estruturais (e.g Werchan & Zaritsky, 2011), da distribuição de massa (e.g. Glatt et al., 2011) e das idades e composição química dos aglomerados estelares (e.g. Chiosi et al., 2006). Assim, as propriedades estruturais e astrofísicas de uma amostra completa dos aglomerados periféricos nestas galáxias será capaz de prover vínculos definitivos para confrontar os modelos de dinâmica galáctica e indicar se são ou não apropriados para descrever o sistema interagente Via-Láctea – Nuvens de Magalhães.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco Inacio Pinkusfeld Monteiro Bastos

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • revisão integrativa acerca da testagem rápida para o hiv e das ações de promoção da saúde relacionadas ao hiv/aids na população de travestis/mulheres trans e homens que fazem sexo com outros homens no brasil
  • Em dezembro de 2014, o The Joint United Nations Programme on HIV/AIDS (UNAIDS) estabeleceu novas metas para a ampliação do tratamento do HIV, e lançou a estratégia de Agilização da Resposta ao HIV, que busca mobilizar esforços nos países signatários para que se alcance o fim da epidemia de AIDS até 2030, de acordo com o proposto pela agenda dos objetivos/metas de desenvolvimento do milênio (Agenda 2030). Na ocasião, a UNAIDS estabeleceu como meta que a estratégia conhecida como 90-90-90 seja atingida até 2020, o que significa ter pelo menos 90% das pessoas que estão vivendo com HIV diagnosticadas, 90% dos diagnosticados em tratamento antirretroviral e 90% das pessoas em tratamento com carga viral indetectável. No Brasil, assim como na maior parte dos países ocidentais atualmente, a epidemia de HIV/AIDS é concentrada, ou seja, apresenta uma maior prevalência entre determinadas populações do que na população geral. Tais populações são consideradas populações-chave para o HIV, e dentre elas estão: homens que fazem sexo com homens, usuários de drogas injetáveis, pessoas privadas de liberdade, trabalhadores do sexo e travestis/mulheres transexuais. Neste sentindo, estratégias para viabilizar o diagnóstico da infecção pelo HIV nestas populações são de extrema importância, uma vez que este é o primeiro passo para o tratamento dos infectados, e, consequentemente a obtenção de carga viral indetectável. No Brasil, além dos testes laboratoriais convencionais para detecção do HIV, desde a década de 1980 o teste rápido e o aconselhamento para têm sido importantes estratégias para diagnóstico e assistência, sendo muita das vezes a porta de entrada para o sistema de saúde. No entanto, as populações-chave para o HIV enfrentam ainda barreiras legais, sociais, que aumentam sua vulnerabilidade ao HIV e que dificultam seu acesso a programas de prevenção, testagem e tratamento. Em relação à promoção da saúde, a literatura aponta para discriminação como importante fator relacionado ao acesso (ou à falta de/deficiência de) e envolvimento das populações-chave com ações deste tipo, apontando para necessidade de ações especificamente desenhada para cada população alvo. Historicamente sabe-se da importância do envolvimento da sociedade civil e organizações não governamentais (ONG) no enfrentamento da epidemia do HIV/AIDS no Brasil. Muitas das ações de acesso a testagem rápida, promoção à saúde e prevenção realizadas nos últimos anos no país pelo governo federal são desenvolvidas em parceria com a sociedade civil e ONGs. Estas ações, embora sejam largamente divulgadas entre as populações alvo, não constam de publicações científicas tradicionais, mas sim de relatórios internos e/ou de notícias na mídia. Desta forma, tais ações acabam não sendo incluídas, por exemplo, em estudos de revisão sistemática tradicionais. Embora saiba-se que os estudos de revisões sistemáticas e meta-análises são considerados os que apresentam o melhor nível de evidência científica, e tenham embasado as práticas da medicina baseada em evidências (assim como em outras áreas de assistência clínica em saúde), a literatura científica sobre as evidências de intervenções clínicas não dão conta de atender às demandas por evidências científicas que embasem tomadas de decisão no campo da saúde pública. A medicina baseada em evidências se respalda em estudos de procedimentos médicos e produtos farmacêuticos que geralmente se valem dos resultados de ensaios clínicos randomizados. Já as intervenções em saúde pública geralmente se baseiam em estudos transversais, desenhos quase-experimentais e análises de séries temporais, e por vezes carecem de um grupo de comparação, portanto exigem mais cautela na interpretação dos resultados em contexto. Frequentemente, estudos clínicos randomizados (ECR) não são aplicáveis a determinadas intervenções, como programas de troca de agulhas e seringas, por razões éticas, operacionais e técnicas. Além disso, ECRs não necessariamente se traduzem em indicadores precisos quando são avaliados em condições realísticas em saúde pública. Desta forma, desde a década de 1990 o conceito de Saúde Pública baseada em evidências (do inglês Evidence-Based Public Health –EBPH), vem se consolidando e apoiando gestores, tomadores de decisão, população e pesquisadores, sobre o uso das melhores evidências científicas vigentes na tomada de decisões sobre os cuidados de saúde Neste quesito, a Revisão Integrativa tem disso indicada como inovação no campo da produção de evidências científicas em saúde pública, pois, atende a um dos direcionamentos da EBPH, ao integrar a síntese de evidências quantitativa e qualitativa, além de apresentar um escopo de revisão maior pois permite a inclusão e análise não só dos estudos científicos indexados em base de dados como também dos dados e informações da literatura cinzenta, tendo portanto um importante papel no fomento da prática baseada em evidência. Sendo assim, pretende-se nesta proposta realizar uma revisão integrativa, utilizando inventário de informações oriundas de estudos científicos disponíveis em bases de dados indexadas, bem como de ações de iniciativa pública ou privada (relatórios de projetos financiados pelo governo, ações realizadas por ONGs e etc), de forma a compreender como se dão as ações de testagem rápida e promoção da saúde direcionadas a população de HSH e travestis e mulheres trans no país, elencado barreiras, limitações e sucessos no intuito de subsidiar políticas públicas direcionadas a estas populações. Esta estratégia permitirá analisar achados de evidências científicas robustas complementados por informações de práticas oriundas de iniciativas independentes, tornando o seu resultado mais palatável e de prático reconhecimento e aplicação por parte dos gestores de saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Francisco José Lima Aragão

Ciências da Saúde

Odontologia
  • resistência a mosca branca mediada por rna interferente em feijoeiro
  • Vide projeto anexo
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 29/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Francisco Luiz dos Santos

Outra

Multidisciplinar
  • seminário intermunicipal de ciência e tecnologia na educação: criando soluções sustentáveis para problemas do cotidiano
  • Intercâmbio entre os municípios Recife, Olinda e São Lourenço da Mata para trocas de experiências educacionais e debates envolvendo o tema da SNCT - Semana Nacional de Ciência e Tecnologia: “A transversalidade da Ciência, Tecnologia e Inovação para o planeta”. Compõem o evento, palestras, oficinas e socializações de experiências entre professores e estudantes das três redes educacionais envolvidas, sendo as socializações em formato de mesa redonda. As palestras serão proferidas por professores e professoras convidados(as) de universidades e outras instituições, as oficinas e trabalhos socializados são produções vivenciadas no âmbito dos Laboratórios de Ciência e Tecnologia das escolas, das salas de aula e de setores educacionais das Secretarias de Educação, a exemplo de Robótica Educacional/Laboratório de Tecnologia e Inovação para a Sustentabilidade, preferencialmente com foco no subtema (Criando soluções sustentáveis para problemas do cotidiano). O seminário será organizado na modalidade híbrida oferecendo atividades presenciais e remotas, sendo as presenciais adequadas às exigências sanitárias impostas pela pandemia da Covid-19.
  • Prefeitura Municipal de Recife - PE - Brasil
  • 20/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Francisco Patrick Araujo Almeida

Engenharias

Engenharia Civil
  • caracterização numérica e experimental de alvenarias reforçadas com matriz cimentícia reforçada com tecido de fibras naturais
  • Alvenaria é um material heterogêneo formado pelo arranjo manual e individual de unidades ligadas por juntas, sendo um dos primeiros materiais de construção, e que pode ter função de vedação ou estrutural. Apesar de aparentemente ser um material simples, na verdade a alvenaria é um material compósito de caracterização complexa. Por motivos diversos, muitas vezes as alvenarias precisam de algum tipo de reforço. Atualmente, um dos materiais mais utilizados como reforço são os compósitos conhecidos por FRP (fiber reinforced polymer), que consistem em fibras – comumente de carbono, vidro ou aramida – embebidas em uma matriz polimérica (resina epóxi, por exemplo). Esse tipo de reforço já está bem caracterizado na literatura. Porém os FRPs apresentam algumas desvantagens, como elevado custo, utilização de materiais sintéticos, e no caso das alvenarias, problemas de aderência entre o reforço e o substrato. Recentemente, os reforços de matriz cimentícia reforçada com tecido (FRCM) de fibras naturais (NFRCM) têm sido estudados como uma alternativa aos FRPs. Já existem trabalhos que mostram a potencialidade da utilização de NFRCM como reforço estrutural, onde o Brasil aparece em posição de destaque como um dos maiores produtores de fibras naturais do mundo, como é o caso do sisal e da fibra de folha de abacaxi. Para a caracterização numérica desses e outros materiais compósitos, comumente se utiliza o Método dos Elementos Finitos (MEF). No presente trabalho, pretende-se utilizar duas técnicas numéricas alternativas: Mechanics of Structure Genome (MSG) e Finite-Volume Direct Averaging Micromechanics (FVDAM). A primeira tem sido empregada com sucesso pelo proponente na homogeneização de alvenarias não reforçadas e reforçadas por FRP, enquanto a segunda formulação nunca foi aplicada à modelagem computacional de alvenarias. Assim, este projeto de pesquisa trata de um estudo numérico e experimental para a caracterização dos NFRCM e de alvenarias reforçadas com esse tipo de reforço.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Francisco Rodrigues Lima Junior

Engenharias

Engenharia de Produção
  • apoio à tomada de decisão na gestão de fornecimento: proposição de novos modelos, estudos comparativos e software de aplicação
  • Mudanças no cenário econômico global e a de pandemia covid-19 causaram dificuldades de gestão e disrupções em cadeias de suprimentos no mundo todo. Diversos estudos publicados a partir de 2020 indicam que a incorporação de teorias de resiliência, sustentabilidade e tecnologias da indústria 4.0 nos processos decisórios de seleção, avaliação e desenvolvimento de fornecedores pode ajudar a mitigar esses problemas, por contribuir para o estabelecimento de cadeias mais robustas, colaborativas e efetivas. As técnicas de decisão baseadas em Hesitant Fuzzy e suas extensões têm alto potencial de aplicação no apoio a esses processos decisórios, principalmente por estas serem adequadas para lidar com decisões sob incerteza e hesitação por parte dos decisores. Embora dezenas de técnicas Hesitant Fuzzy venham sendo criadas, a área de Pesquisa Operacional carece de estudos que apontem vantagens e limitações destas, e subsidiem a escolha de técnicas adequadas a certos contextos. Ademais, a área de Suprimentos demanda novos modelos de seleção, avaliação e desenvolvimento de fornecedores, dada a necessidade de apoiar decisões incertas e de considerar aspectos pertinentes ao contexto atual das cadeias de suprimentos, incluindo resiliência, sustentabilidade e transformações trazidas pela indústria 4.0. O projeto proposto ajudará a suprir essas lacunas ao investigar como desenvolver modelos para seleção, avaliação e desenvolvimento de fornecedores que sejam adequados para apoiar decisões sob incerteza no cenário econômico atual, com o suporte de métodos Hesitant Fuzzy e suas extensões mais recentes. Embora essas técnicas venham recebendo crescente atenção na literatura e tenham sido aplicadas em diversos problemas de decisão multicritério, as aplicações na área de gestão de fornecimento ainda são incipientes. A execução desta proposta envolve a elaboração de revisões sistemáticas, modelagem computacional, aplicações em empresas e desenvolvimento de software com interface gráfica.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 30/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Francisco Verardi Bocca

Ciências Humanas

Filosofia
  • a psicanálise revitalizada pela epistemologia histórica
  • Integrantes da linha de pesquisa Filosofia da Psicanálise do PPGF da PUCPR, operam atualmente em conjunto visando a consolidação futura de um grupo de pesquisa em epistemologia e história das ciências da vida. Essas investigações se concentram nos séculos XIX, XX e XXI e tem como objetivo fornecer um novo suporte teórico à psicanálise freudiana, bem como desenvolver seu instrumental prático levando em conta as exigências do mundo contemporâneo. Para tal, o grupo tem empreendido nos últimos anos pesquisas acerca da história da biologia e da medicina, explorando temas como o estatuto da vida, das patologias e de diferentes métodos terapêuticos, buscando sempre articulá-las à produção teórica de Freud. Dentro desse escopo, o interesse atual do grupo é o de obter, especialmente a partir da obra de Georges Canguilhem, um aporte teórico renovado dirigido aos temas supracitados. Uma vez inserida a obra de Freud no contexto intelectual de sua produção e de seus desdobramentos, o grupo visa elaborar uma crítica construtiva elucidando limites e obstáculos à chamada cura psicanalítica por meio de uma terapêutica que provisoriamente chamamos “vitalista”, ultrapassando, assim, o caráter reativo e normalizador que vem caracterizar a clínica freudiana. Como estratégia de investigação adotaremos, de maneira geral, o método da epistemologia histórica.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Francisley Ávila Souza

Ciências da Saúde

Odontologia
  • prevenção da osteonecrose dos maxilares induzida por medicamentos com a utilização da terapia fotodinâmica, biomaterial, doxiciclina e ozônio. estudo experimental in vivo.
  • Os bifosfonatos (BF’s) são medicamentos antirreabsortivos empregados no tratamento de desordens esqueléticas, como a osteoporose, porém seu uso prolongado pode induzir a osteonecrose dos maxilares induzida por medicamentos (OMIM). O tratamento desta condição representa um desafio para odontologia. A ausência de um protocolo que seja universalmente aceito vem incentivando a busca por diferentes terapias, visando o tratamento ou ação adjuvantes ao tratamento cirúrgico da OMIM. Entretanto, não há na literatura a comparação dos tratamentos adjuvantes disponíveis. Diante da hipótese de que as diferentes terapias adjuvantes ou não modulam o reparo alveolar e previnem a necrose no sítio cirúrgico (alvéolo pós-exodôntico), devido as diferentes respostas biológicas, o objetivo deste projeto será avaliar os efeitos das diferentes terapias associadas ou não na prevenção da OMIM. Como hipótese espera-se que haja uma prevenção da OMIM no sítio de manipulação (alvéolo pós-exodôntico) com a terapia fotodinâmica e doxiciclina devido a ação antibacteriana, com o Beta-tricálcio-fosfato, devido a sua osteocondução e a ozonioterapia promova um equilíbrio do estresse oxidativo. Para tal serão utilizados 240 ratos wistar, tratados com 04 aplicações de 0,035 mg/kg de ácido zoledrônico (ZOE) por via caudal (dose compatível para tratamento de osteoporose), com intervalos de 15 dias entre as aplicações, seguido da exodontia dos primeiros molares inferiores direitos. Os animais serão divididos em dez grupos (n=8): GS (Sham– não será aplicado ZOE), GC (Coágulo), GB (B-tricálcio-fosfato), GD (gel de doxiciclina a 10%), GP (terapia fotodinâmica), GDB (gel de doxiciclina a 10%+B-tricálcio-fosfato), GPB (terapia fotodinâmica+B-tricálcio-fosfato), GPD (terapia fotodinâmica+gel de doxiciclina a 10%), GPDB (terapia fotodinâmica+gel de doxiciclina a 10%+B-tricálcio-fosfato), GOT (ozonioterapia). As avaliações serão realizadas por metodologias de tecidos mineralizados e tecidos desmineralizados.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 17/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Franklin de Lima Marquezino

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • algoritmos quânticos variacionais para otimização em computadores quânticos ruidosos de escala intermediária
  • A computação quântica consiste na utilização de sistemas quânticos para construção de um novo tipo de computador, de modo que propriedades como interferência e emaranhamento sejam úteis na obtenção de vantagens significativas em relação à computação clássica. O desafio tecnológico para construção do hardware quântico vem sendo superado rapidamente, de modo que computadores quânticos com capacidade razoável já estão disponíveis. Dentre as principais aplicações, com possibilidade de vantagem quântica mesmo em dispositivos ruidosos e de escala intermediária, podemos citar problemas de otimização combinatória. Para essa classe de problemas os algoritmos quânticos variacionais são os mais promissores, por trabalharem conjuntamente com otimizadores clássicos a fim de treinar um circuito quântico parametrizado. Dada uma instância de um problema de otimização com interesse prático, não é trivial desenvolver um algoritmo variacional que produza bons resultados em uma arquitetura específica de computador quântico. O problema geral abordado em nossa proposta é o desenvolvimento da teoria que permita construir e treinar eficientemente circuitos quânticos parametrizados que atendam problemas de interesse para a indústria e que possam ser aplicados em computadores quânticos disponíveis no curto ou médio prazo. Especificamente, devemos explorar o modelo de circuitos com o algoritmo QAOA assistido por passeios quânticos staggered; além do modelo adiabático com a linguagem SATyrus. Problemas específicos em que iremos aplicar essas técnicas incluem geometria de distâncias molecular discretizável, otimização de portfólios e problemas de logística. As equipes envolvidas neste projeto possuem vasta experiência na resolução de problemas semelhantes aos aqui propostos. Nossa estratégia utiliza o método clássico de investigação e experimentação científica precedido pela revisão de trabalhos anteriores. Faremos simulações clássicas em HPC e experimentos usando computadores quânticos reais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Franklin Riet Correa Amaral

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • estudo epidemiológico da infestação por rhipicephalus microplus e da tristeza parasitária no recôncavo baiano e desenvolvimento de estratégias de controle
  • O carrapato Rhipicephalus microplus, e a tristeza parasitária (TPB) causada por Babesia bovis, B. bigemina ou Anaplasma marginale são muito importantes no Brasil. A TPB foi responsável por 36% de 882 casos de bovinos atendidos pelo Centro de Desenvolvimento da Pecuária da UFBA, entre janeiro de 2018 e julho de 2021 e a anaplasmose foi a causa de 84,4% dos surtos. Para determinar estratégias eficientes no controle do carrapato e da TPB é fundamental conhecer a sazonalidade da infestação, as práticas atuais de manejo e a possível resistência do R. microplus aos acaricidas. Para o controle da TPB é essencial conhecer a situação de estabilidade ou instabilidade enzoótica mediante estudos sorológicos. O objetivo do projeto é determinar a situação atual do R. microplus e da TPB em fazendas do Recôncavo Baiano. Com esses conhecimentos serão determinadas medidas de controle eficientes para diminuir a frequência de surtos de TPB e as perdas econômicas geradas pelas duas parasitoses. Será realizado um estudo retrospectivo dos surtos de TPB nos últimos 3 anos e um estudo prospectivo dos surtos que ocorram entre 2021 e 2024. Será determinada a prevalência da TPB, a frequência de cada parasita, a morbidade e letalidade, a idade e raças mais afetadas, o tipo de produção, a época de ocorrência, a presença de carrapato e as evidências de transmissão da anaplasmose por outros insetos ou vetores mecânicos. Também será realizado um estudo longitudinal ao longo de 2 anos em 2 fazendas para conhecer a sazonalidade do carrapato. Em 30 bovinos de cada fazenda serão contados os carrapatos a cada 14 dias. Finalmente vai ser feito um estudo transversal onde serão visitadas 30 fazendas para aplicar um questionário e coletar carrapatos para provas de resistência aos carrapaticidas e sangue para determinar a situação epidemiológica dos hemoparasitas. Os resultados do projeto permitirão determinar formas mais adequadas de controle da carrapata e da TPB para diminuir as perdas econômicas.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Frederic Jean Georges Frezard

Ciências Biológicas

Biofísica
  • desenvolvimento de vacina de dna para covid-19 usando nanopartículas lipídicas ionizáveis
  • O desenvolvimento de uma vacina segura e eficaz com proteção a longo prazo contra COVID-19 é uma prioridade de saúde global. Até o momento, várias vacinas contra o COVID-19 estão em desenvolvimento e em ensaios clínicos. No entanto, desafios como baixa imunogenicidade, toxicidade sistêmica, reações cruzadas e questões sobre eficácia ainda permanecem como desafios e barreiras ao uso clínico. As vacinas de DNA surgiram como uma alternativa promissora às abordagens de vacinas convencionais devido à sua alta potência, segurança, fabricação de baixo custo e potencial de escalonamento. No entanto, existem limitações para a entrega de vacinas de DNA, uma vez que o DNA possui um tamanho grande e carga negativa, o que dificulta a transfecção em células alvo. Portanto, esforços concentraram-se no desenvolvimento de métodos para fornecer efetivamente DNA plasmidial em células apresentadoras de antígeno (APCs). Tanto a investigação de novos sistemas de entrega quanto a otimização da sequência de DNA são necessárias para aumentar a eficácia da vacinação com DNA. O encapsulamento de ácidos nucléicos em nanopartículas (NPs) é uma abordagem promissora para uma entrega segura e eficaz, capaz de proteger da degradação, proporcionar maior circulação, evitar a depuração renal, além de impedir interações inespecíficas via peguilação das NPs. No contexto do desenvolvimento de vacinas, abordagens recentes têm utilizado NPs tanto como sistemas de entrega de ácidos nucleicos para tecidos do sistema imune (baço, linfonodos e pulmão), como para o recrutamento de células imunes. Vacinas de DNA baseadas em NPs podem ser desenvolvidas para treinar o sistema imunológico a atacar seletivamente o vírus SARS-CoV-2, controlando a apresentação e liberação dos componentes da vacina para as células imunológicas e seu microambiente. Abordagens que facilitem a triagem de NPs in vivo, como o uso de código de barras de DNA (bDNA) e sequenciamento de alto rendimento (deep sequencing), permitem a obtenção de NPs otimizadas e podem melhorar a compreensão fundamental de como a estrutura da NP afeta a entrega de DNA in vivo para células e tecidos alvo. Recentemente, um dos pesquisadores da equipe desenvolveu no MIT/Boston (EUA), nanopartículas lipídicas ionizáveis (LNPs) carregadas com mRNA e/ou DNA (Guimarães et al. 2019). Essas LNPs são neutras em pH fisiológico, o que reduz a toxicidade em relação aos lipídios catiônicos. Quando endocitadas, as LNPs apresentam carga positiva em endossomos que têm pH reduzido (de ~ 6,8 a 4,5), e à medida que se fundem com lisossomos favorecem o escape endossomal e a liberação de mRNA no citosol. Neste estudo inovador, foi desenvolvido um sistema que permite a identificação precisa de formulações de LNP para entrega de mRNA usando código de barras de mRNA personalizados (bmRNAs) ou DNA personalizados (bDNA). Cada bmRNA/bDNA contém uma sequência de código de barras diferente, encapsulada em diferentes LNPs e que foi administrada como um único pool. Mais importante, o bmRNA/bDNA de diferentes tecidos pôde ser isolado para obter contagens de código de barras por meio de deep sequencing. Como resultado, a biodistribuição tecidual de várias LNPs pôde ser avaliada em um único animal, inclusive mostrando, com sucesso, a entrega das LNPs em órgão linfoide, como o baço. Diante dos resultados promissores já obtidos, pequenos ajustes são necessários para uma entrega segura e eficaz de DNA e/ou mRNA para induzir diretamente células apresentadoras de antígeno (APCs) a expressar antígenos implicados no reconhecimento imune. Os resultados dessa proposta serão significativos e irão servir de plataforma para desenvolvimento de vacinas de DNA contra COVID-19 e até outras doenças virais como a síndrome respiratória do oriente médio (MERS), H1N1, dengue e Zika. Nesse contexto, a presente proposta de trabalho visa desenvolver e implementar uma plataforma de nanopartículas lipídicas ionizáveis para entrega segura e eficaz de DNA para induzir diretamente células apresentadoras de antígeno (APCs) a expressar antígenos envolvidos no reconhecimento imune de SARS-CoV-2. Os objetivos específicos da proposta consistem em: (i) identificação de LNPs para a entrega segura e eficaz de DNA; (ii) identificação de LNPs que induzam diretamente APCs a expressar antígenos implicados no reconhecimento imune de SARS-CoV-2; (iii) demonstrar in vitro a expressão de partículas ou proteínas virais usando DNA encapsulado nas LNPs; (iv) avaliar a eficácia e a imunogenicidade ex vivo da vacina de DNA baseada em LNPs contra COVID-19; (v) avaliar a eficácia, imunogenicidade in vivo da vacina de DNA baseada em LNPs contra COVID-19, (vi) demonstrar a cinética da infecção por SARS-CoV-2 em células de camundongos transgênicos hACE2 vacinados (vii) estabelecer um melhor entendimento sobre a contribuição das células T e anticorpos na imunidade e recuperação da memória contra o COVID-19. A sequência de DNA utilizada será correspondente às proteínas do envelope viral, proteínas Spike, membrana e proteínas não estruturais. O projeto proposto encontra-se na fronteira do conhecimento porque consiste em uma proposta de vacina escalonável usando um vetor não-viral e pode estabelecer uma melhor compreensão de questões fundamentais relacionadas ao treinamento do sistema imunológico para atacar seletivamente doenças virais, avaliação de efeitos off-target e potenciais toxicidades. Diferentemente de outras propostas, o desenvolvimento da vacina independe de vírus, sendo que a manipulação do mesmo é necessária somente para etapa final de comprovação da eficácia. Espera-se também, correlacionar a estrutura das LNPs com a biodistribuição e eficácia de transfecção em APCs, tecidos linfóides, tecidos pulmonares e diferentes populações de células imunes, como células dendríticas, macrófagos, neutrófilos e linfócitos B. Além disso, a rede multidisciplinar de pesquisadores na proposta apresenta renomada competência e experiência para o desenvolvimento do projeto.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Frederico Alves Costa

Ciências Humanas

Psicologia
  • dinâmicas políticas de países sul-americanos: disputas político-partidárias, conflitos agrários, políticas de gênero e sexualidade
  • No final do século XX e primeiras décadas do século XXI vivenciamos na América do Sul a ascensão de governos progressistas (onda progressista). Por outro lado, nos últimos anos, temos observado a emergência de uma onda conservadora, caracterizada pela negação de direitos a minorias sociais, pela defesa de um ideário neoliberal e pelo privilégio de relações externas com países do “norte global”. De modo a contribuir com a reflexão sobre a democracia em um continente historicamente marcado por golpes de Estado e por relações de dominação, a pesquisa objetiva compreender a dinâmica política de países da América do Sul no contexto dessas ondas progressista e conservadora. Focalizaremos três países nos quais, nesse contexto, ocorreram a vitória eleitoral de candidatos progressistas para a presidência da República (onda progressista) e processos orquestrados pela onda conservadora que, apesar de constitucionais, configuraram-se como golpes parlamentares a estes/a presidentes/a: Paraguai, Brasil e Bolívia. Consideraremos três eixos na análise da dinâmica política: a) disputas político-partidárias referentes à emergência das duas “ondas”; b) conflitos agrários entre movimentos sociais que demandam direitos para populações campesinas, originárias e tradicionais e setores da agricultura industrial contrários a estas demandas; c) políticas de gênero e sexualidade, considerando as disputas entre movimentos sociais de mulheres, feministas e LGBTs e atores conservadores contrários às demandas destes grupos. Metodologicamente, realizaremos pesquisa documental, tendo documentos de partidos políticos, movimentos sociais e de outros atores sociais relacionados aos três eixos abordados como fontes de pesquisa; e entrevistas semi-estruturadas com pessoas-chaves relacionadas aos três eixos de investigação. O material produzido será analisado através da estratégia de análise do discurso orientada por perspectivas teóricas pós-estruturalistas.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Frederico Garcia Fernandes

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • coletivos poéticos e políticas públicas de inclusão: inovação social na cena literária
  • A proposta tem por objetivo principal compreender como o texto literário impacta a sociedade por meio da formação de coletivos poéticos e de suas práticas artísticas como constituidoras de uma política pública. A ênfase na dimensão social dada nessa proposta levará em conta a análise dos trânsitos textuais. A principal questão sobre a qual o projeto se debruça é como os coletivos afetam os círculos a eles vinculados. O impacto na comunidade será aferido a partir dos valores territoriais constituídos por meio da análise da linguagem literária. O plano teórico-metodológico está assentado na teoria do circuito dos afetos; na performance, aqui compreendida como uma prática privilegiada nos coletivos a serem estudados; na bibliografia sobre festivais literários e letramento. Aspectos sobre a performance e a afetividade na literatura contemporânea, bem como a de comunidades digitais (sobretudo devido ao contexto da pandemia) são levados em conta nessa análise. A justificativa principal reside no fato de esta proposta estar em sintonia com os Planos de Ação em CT&I do MCTI, no que tange às ENCTI 2016/2022 para as Ciências Humanas e Sociais, sobretudo em seus eixos de cidades sustentáveis e políticas públicas. A equipe é composta por membros docentes e discentes de 7 universidades, que farão entrevistas e registros com os coletivos poéticos de suas respectivas cidades. A equipe de trabalho conta com docentes que irão coordenar equipes menores e produzir fontes e análises de coletivos literários em suas regiões. Assim, entre os resultados esperados por esta proposta, pretendemos apresentar um diagnóstico, a partir de 6 cidades brasileiras, sobre a vida literária. Demonstraremos como as relações entre arte e vida fazem-se presentes no cotidiano das pessoas, tornando-se uma tecnologia social importante para o desenvolvimento da cultura e das relações sociais onde operam os coletivos investigados.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 10/05/2022-31/05/2025
Foto de perfil

Frederico Silva Castelo Branco

Ciências da Saúde

Farmácia
  • novos derivados 4-oxo-quinolínicos com possíveis mecanismos de ação multialvos contra mycobacterium tuberculosis
  • A tuberculose (TB), doença causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis (Mtb), é uma das dez maiores causas de mortes em países de média e baixa renda, sendo a segunda maior causa de morte por agente infeccioso, atras apenas da COVID-19. O tratamento longo, cheio de efeitos adversos, a multirresistência bacteriana, o alto índice de abandono do tratamento e a co-infecção com o vírus HIV tornam a TB uma grave emergência global de saúde. Desta forma, como continuidade da linha de pesquisa consolidada em nosso laboratório visando contribuir para o desenvolvimento de novas opções terapêuticas mais eficazes e com menores limitações e inconvenientes em relação ao tratamento atual da TB, este projeto propõe a síntese e avaliação biológica de novos derivados 4-oxo-quinolínicos associados através da ferramenta da hibridização molecular. Estes derivados compreendem a hibridação com um potente derivado da isoniazida desenvolvido em nosso grupo e com o núcleo oxazina, ambos com reconhecida atividade anti-Mtb. Estas substâncias foram planejadas para atuarem por diferentes mecanismos de ação, em uma abordagem multialvo, especificamente nas enzimas do complexo do citocromo bc1, enoil-ACP sintase (InhA), corismato mutase e DHNA-CoA sintase de Mtb. Esta abordagem visa aumentar a potência antimicobacteriana em diferentes cepas de Mtb, além de mitigar o desenvolvimento de resistência por este patógeno. Os derivados sintetizados serão avaliados frente ao Mtb em cultura bacteriana e em modelo de infecção intracelular em macrófagos, além da determinação da citotoxicidade em células de rim de macaco (Vero E6), hepatocarcinoma humano (HepG2) e em macrófagos. Além disso, os derivados também terão seu potencial de mutagenicidade avaliado no ensaio de reversão bacteriana (teste de Ames). Desta forma, o presente projeto pretende contribuir para o desenvolvimento científico nesta área, além da consolidação da rede de colaborações em pesquisa nacional e na formação de recursos humanos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 23/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

Gabriel do Nascimento Guimarães

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estabelecimento do sistema internacional de referência para altitudes no brasil
  • O estudo e a compreensão dos aspectos geodinâmicos no planeta requerem referenciais geodésicos globais com uma ordem de acurácia melhor do que a magnitude dos efeitos e com consistência e confiabilidade. A Associação Internacional de Geodésia é a responsável pela infraestrutura geodésica para o monitoramento do sistema Terra. Neste sentido, a definição, a realização e a manutenção de um Sistema Internacional de Referência para Altitudes tem sido um dos desafios atuais para a Geodésia. Face ao exposto, o problema geral dessa pesquisa é estabelecer uma solução consistente, em termos de referência altimétrica no Brasil e que esteja alinhado com o preconizado pela Associação Internacional de Geodésia. Um sistema altimétrico unificado é necessário, pois possibilita o intercâmbio de dados em projetos internacionais: mapeamento de fronteiras e infraestrutura, além de possuir importância para atividades que envolvam fluxo de água. A hipótese principal do trabalho é: a partir das informações disponíveis (gravimetria e modelos globais) associados às diferentes metodologias (colocação por mínimos quadrados, integração numérica e inteligência artificial) estimar a melhor solução em termos de valores de potencial de gravidade e altitudes para se estabelecer um sistema de altitude unificado no país. A hipótese é plausível de ser testada uma vez que a comunidade geodésica internacional tem publicado trabalhos investigando a relação entre as informações geodésicas e as diferentes metodologias para se alcançar o estabelecimento de um sistema de altitude unificado; destaca-se o projeto intitulado de “Experimento Colorado”. A estratégia metodológica é baseada na utilização de quantidades geodésicas disponíveis na área de estudo, além de informações que serão coletadas em campo. O tratamento dos dados será realizado para então proceder ao cálculo das funcionais geodésicas de interesse a partir de três metodologias, na qual os resultados serão comparados para efeitos de validação.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gabriel Fernandes Pauletti

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento sustentável de produtos na cadeia produtiva de óleos essenciais
  • A produção e aplicação de óleos essenciais vêm crescendo atualmente devido à necessidade de utilização de produtos de fontes renováveis e naturais, promovendo processos mais sustentáveis e ambientalmente amigáveis. O processo de obtenção de óleos essenciais tem como subproduto a biomassa, que representa cerca de 98% do material utilizado como insumo. Devido a esta grande quantidade, a biomassa pode se tornar uma matéria-prima atrativa para a obtenção de produtos com utilização potencial em diferentes áreas, ao invés de ser descartada ou utilizada com fins menos nobres. O processo de pirólise pode ser empregado para converter a biomassa obtida em biochar, bio-óleo e gases não condensáveis, com possibilidade de aplicação em várias áreas da indústria, desde a geração de energia até na obtenção de produtos de uso agropecuário e para saúde e cosmética. A utilização dos produtos da pirólise já é relatada pela literatura, apresentando potencial de sequestro de carbono, fornecimento de nutrientes e condicionador do solo, além do emprego do biochar como carvão ativado e o potencial emergente de uso deste material na área cosmética. O bio-óleo, de forma análoga ao extrato pirolenhoso, tem potencial de uso agrícola, especialmente no controle de pragas e algumas doenças, além de possuir potencial herbicida. A transformação da biomassa pode contribuir para a redução da geração de resíduos e aumentar a sustentabilidade de processos industriais que, em alguma etapa, têm a biomassa como subproduto. Nesse sentido, o presente projeto busca avaliar a viabilidade de associar o processo de extração de óleo essencial e a pirólise, na obtenção de produtos de interesse aplicados em outras áreas (biochar, bio-óleo), tornando o processo mais sustentável.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gabriel Francisco da Silva

Engenharias

Engenharia Química
  • aplicação de ferramentas contemporâneas para motivar meninas nas tecnologias
  • As transformações da sociedade contemporânea vêm exigindo cada vez mais a inserção das mulheres em setores que eram exclusivamente masculinas e consequentemente uma resposta imediata destas nas áreas de conhecimentos tecnológicos, A inserção de meninas nas ciências exatas, engenharias e computação é histórica e vem desde a revolução industrial, onde a força de trabalho industrial era quase que exclusiva masculina. Como meios de estimular as meninas optarem por cursos nas áreas tecnológicas, pretende-se neste projeto abordar temas contemporâneos, como: a animação 3D, gamificação, internet das coisas, robótica, inovações, difusão da inovação e disruptura de tecnologia. Além disto, nosso intuito é usar estes temas para estimular jovens meninas na busca de informações e absorção de conhecimentos sobre as tecnologias e promover a indução da aptidão nas áreas das ciências exatas, tecnologias, engenharias e computação, aplicando ferramentas com animação 3D, gamificação e fluidodinâmica computacional através de dinâmicas em grupos, seminários, oficinas, aulas práticas, cursos com atividades presenciais e à distância e teleaulas para promover a interação entre os cursos das ciências exatas, engenharia e computação e meninas do ensino médio de colégios públicos de Sergipe. Os colégios escolhidos para compor o projeto foram: Colégio Estadual Atheneu Sergipense, Centro de Excelência Professora Maria Ivanda de Carvalho Nascimento, Colégio Estadual Professor Paulo Freire, Colégio Estadual Barão de Mauá e o Colégio Estadual Armindo Guaraná. O nosso interesse é focar nas meninas do ensino médio, no entanto podemos selecionar meninas de destaques, principalmente as melhores colocadas em olimpíadas de matemática, química, física e computação do ensino fundamental, as quais serão os vetores para o acompanhamento até ensino médio na continuação do projeto. A escolha do Colégio Estadual Atheneu Sergipense foi pelo interesse de darmos continuidades ao projeto anterior: Estudos de Tecnologias de Tratamento de Água Produzida de Petróleo, financiado através da Chamada Pública MCTI/CNPq/SPM-PR/Petrobras nº 18/2013: Meninas e Jovens Fazendo Ciências Exatas, Engenharias e Computação, processo: 420505/2013-0, sendo as bolsistas ITI-Bs: Suelem Oliveira Santos de Jesus, Crislaine Santos Oliveira, Ketily Mirelle Santos de Andrade, Danielly Maria nascimento da silva e Mariana de Souza Loureiro (Voluntária); Bolsistas ITI-As: Mirele dos Santos Bispo e Janiele Costa de Jesus (Voluntária), ATP-A: Ana Cecília Nascimento e Santos. O Colégio Estadual Atheneu Sergipense é um colégio publico tradicional e conceituado e tem uma boa absorção de alunos em cursos superiores. As escolha dos colégios: Centro de Excelência Professora Maria Ivanda de Carvalho Nascimento e Colégio Estadual Professor Paulo Freire, juntamente com o Colégio Estadual Atheneu Sergipense foi por aplicarem o sistema integral de ensino e metodologias pedagógicas que colocam os aluno mais próximo da comunidade discutindo temos e problemas do seu atuais. A escolha dos Colégios Estadual Barão de Mauá e Estadual Armindo Guaraná é para fazer um contraponto do sistema de ensino em turno com menos interação com os alunos. Outro aspecto interessante da escolha do Colégio Estadual Armindo Guaraná é que este se situa entre o Campus de São Cristóvão da UFS e o Sergipe Parque Tecnológico – SERGIPETEC, os quais têm muitas interações com o mesmo.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 11/02/2021-31/08/2022
Foto de perfil

Gabriel Henrique Cruz Bonfim

Ciências Sociais Aplicadas

Desenho Industrial
  • análise emocional da interação usuário x artefato por meio da integração de instrumentos: eeg, facereader e auto-relato
  • A área do Design tem evoluído expressivamente nas últimas décadas, especialmente no campo das novas metodologias e instrumentos de avaliação aplicados no desenvolvimento de produtos. De fato, existe um expressivo consenso (especialmente em projetos focados na usabilidade) sobre a importância de se considerar a satisfação do usuário durante a interação com artefatos, sendo o fator emocional um importante componente desta satisfação. Atualmente, novos instrumentos para análise emocional (EEG - Eletroencefalograma; FaceReader - análise de microexpressão facial; e protocolos de auto-relato) contribuem para estudos e métodos de projeto mais robustos e replicáveis. A questão de pesquisa é: “a integração de diferentes instrumentos de análise emocional, durante a avaliação da interação usuário x tecnologia, é sensível a diferentes designs de artefatos?” O objetivo do estudo é esclarecer a influência do design no nível emocional do usuário, durante o uso de artefatos, com instrumentos de análise emocional integrados. O estudo caracteriza-se por ser indutivo, transversal descritivo e experimental, com abordagem quali-quantitativa. O projeto será submetido ao sistema CEP-CONEP, com amostra de conveniência (n=30). Serão aplicados instrumentos de avaliação emocional (descritos anteriormente) e impressora 3D para confecção de protótipos (alternativas dos produtos avaliados). As etapas metodológicas serão: Fundamentação Teórica; Preparação metodológica; Avaliação de artefatos 1 (produtos de uso doméstico e cotidiano; e equipamento de Tecnologia Assistiva - Cadeira de Rodas); Desenvolvimento de alternativas dos produtos avaliados; Avaliação de artefatos 2 (protótipos); Análise de dados; e Divulgação de resultados. Os contributos deste projeto de pesquisa poderão ser disponibilizados na forma de métodos de avaliação de produtos, principalmente durante a prototipação e análise, descritas nas atuais Metodologias de Projeto, tanto no Desenho do Produto, quanto na área do Design.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 09/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gabriel Luiz Cruz de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • investigação teórico-experimental envolvendo espécies contaminantes de preocupação ambiental emergente e associadas a ações antropogênicas
  • Contaminantes emergentes são produtos químicos sintéticos ou naturais que não são comumente monitorados na natureza, mas têm o potencial de causar efeitos nocivos ao meio ambiente e/ou à saúde humana. Eles consistem em produtos farmacêuticos, pesticidas, produtos químicos industriais, surfactantes e produtos de cuidados pessoais que são consistentemente encontrados em águas subterrâneas, águas superficiais, águas residuais municipais, água potável e fontes de alimentos. A ameaça reside no fato de que a toxicologia ambiental e humana da maioria desses compostos ainda não foram estudadas, além de que muitos dos mesmos não são ou não podem ser testados/detectados/eliminados em sistemas de água municipais e, então, quando esses contaminantes passam nos sistemas de tratamento de água potável, são gerados subprodutos cujas propriedades químicas ainda não foram determinadas. Assim sendo, estudos acerca do impacto negativo causado por esses compostos, bem como o desenvolvimento de novas abordagens mais sustentáveis e/ou de maneiras de se detectar e degradar os materiais indesejados se fazem claramente necessários. Na presente proposta, pretende-se investigar, através de um estudo teórico-experimental, a estabilidade, métodos de detecção e possíveis rotas de degradação de uma série de contaminantes emergentes. Para isso, abordagens teóricas (baseadas em mecânica quântica) e experimentais (medidas eletroquímicas, eletroanalíticas e experimentos envolvendo técnicas de degradação induzida por radiação) serão utilizadas de forma a se complementarem. Possíveis candidatos a serem estudados são os compostos pertencentes à classe dos ftalatos, difenóis (bisfenol A), hormônios (naturais ou sintéticos), anti-inflamatórios não esteroides, antibióticos e pesticidas neo-nicotinóides. Espera-se contribuir significativamente para ampliação do conhecimento científico sobre esses contaminantes emergentes, os quais foram pouco estudados, no referido escopo.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gabriel Nascimento dos Santos

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • racismo e antirracismo no ensino de línguas no estado da bahia-brasil
  • Muitos estudos abordando a interação entre raça e racismo nos estudos de linguagem foram desenvolvidos nos Estados Unidos e no Brasil nas últimas décadas (ANYA, 2016; ANZALDUA, 1987; KUBOTA E LIN, 2006; ALIM, 2012; JORGE, 2012; FERREIRA, 2015; NASCIMENTO, 2019). Eles centram-se na necessidade de questionar o papel da linguagem na conformação do racismo e também o papel da linguagem como uma invenção (MAKONI & PENNYCOOK, 2007) que co-naturaliza a existência do racismo (Rosa & Flores, 2017) nas comunidades de prática linguística ou no ensino de línguas. Esta proposta tem como objetivo entender quais são as práticas antirracistas que já existem no ensino de línguas no Estado da Bahia, Brasil. Através desse olhar, queremos compreender como o próprio racismo afeta o ensino de línguas, seja global, local ou glocalmente. No objeto desta proposta não está somente a tentativa de explicar como se dá o racismo no ensino de línguas, mas como os professores resistem ao racismo. Nessa direção, a conhecida educadora negra Glória Ladson-Billings (1994) passou a recolher dos professores, não suas trajetórias de horror, mas as de sucesso. A esse tipo de pedagogia, que inclui aprendizes negros e negras, ela passou a chamar de pedagogias culturalmente relevantes. Nesta pesquisa, tendo como ponto de partida a existência de racismo na língua e na linguagem, pela ação humana racista no ocidente, investigaremos como se dá o racismo e antirracismo no ensino de línguas na Bahia por meio da realização de uma formação continuada em nível de pós-graduação (aperfeiçoamento). O trabalho de campo será feito com coleta de dados etnográficos de professores negros e brancos de línguas, e nosso interesse gira em torno de investigar quais são suas pedagogias racialmente relevantes que constroem noções de cidadania linguística e pertencimento linguístico, como isso é manifestado nas aulas e quais pedagogias podem ser sistematizadas como tecnologias educacionais no nosso campo do saber.
  • Universidade Federal do Sul da Bahia - BA - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gabriel Paganini Faggioni

Ciências Humanas

Filosofia
  • feira de ciência e tecnologia do pantanal em corumbá - fecipan 2021
  • O IFMS Campus Corumbá realiza a Feira de Ciências e Tecnologias do Pantanal - FECIPAN desde 2012. Desde então, Corumbá participa ativamente de eventos científicos. A FECIPAN é um evento que ocorre anualmente e, a partir da edição 2018, na sede do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul - Campus Corumbá. Foram submetidos para o evento nos últimos nove anos mais de 900 trabalhos de pesquisa com o aceite para participação de mais de 600 projetos de pesquisa de estudantes de nível fundamental e médio dos municípios de Corumbá e Ladário. Participaram da feira mais de 300 professores, entre orientadores e co-orientadores e mais de 1000 estudantes inseridos em projetos de iniciação científica. A FECIPAN é uma feira que faz parte do circuito de eventos desta natureza que o IFMS organiza, cada campus do IFMS possui uma feira sob a sua tutela. Os projetos enviados se inserem em diversas áreas do conhecimento: Ciências Biológicas e da Saúde, Ciências Exatas e da Terra, Ciências Humanas e Sociais Aplicadas, Engenharias e Ciências Agrárias e Multidisciplinar. Os eventos anualmente submetem este projeto ao CNPq para esta modalidade de Edital obtendo apoio ano após ano. Visitaram as edições da feira nestes últimos nove anos, mais de 10 mil pessoas, o que demonstra a importância do evento no calendário local. Trabalhos apresentados na FECIPAN já participaram de eventos regionais, nacionais e internacionais de ciência. Mais de 20 estudantes foram contemplados com bolsas de iniciação científica júnior (ICJ) permitindo aos alunos continuarem suas pesquisas. Os estudantes bolsistas de ICJ pelo IFMS veem no evento a oportunidade de apresentar seus trabalhos à comunidade. A realização e operacionalização das edições da FECIPAN entre 2012 e 2020 foram marcadas pela diversidade de público, com a participação de professores e estudantes de escolas públicas das esferas municipal, estadual e federal e também de escolas privadas do município. Participaram das feiras uma série de avaliadores provenientes de diversas instituições de ensino e pesquisa da região como a Embrapa Pantanal, UFMS Campus Pantanal, instituições particulares de Ensino Superior e Secretarias de Educação dos municípios de Corumbá e Ladário. Todos os anos realizamos oficinas de pesquisa com os professores e coordenadores pedagógicos das escolas do município para facilitar o desenvolvimento dos projetos de pesquisa nessas escolas. As parcerias com a Prefeitura Municipal de Corumbá, Secretaria Estadual de Educação e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul fortalecem a divulgação e fomentam a participação de professores e estudantes. A feira de ciências em Corumbá já se tornou uma tradição para o fomento da ciência e tecnologia na região. Desta forma, o evento possibilitou a toda a comunidade escolar da região participar efetivamente de uma atividade inovadora que poderá trazer a melhoria da capacidade de produzir e disseminar conhecimento científico, da criatividade, do senso crítico e da capacidade de percepção do mundo à sua volta. O alcance destes projetos permite que a missão do MCTIC, em divulgar a ciência, seja alcançada nestes locais. A FECIPAN é um destes eventos, o evento pioneiro dentre as feiras municipais no estado e que pretender continuar atuando neste sentido. Em 2020 vivenciamos uma situação atípica. A pandemia de COVID-19 afastou estudantes e professores dos seus ambientes de pesquisa, interferindo diretamente na produção científica nacional. Ainda assim, o IFMS não deixou de realizar a Semana de Ciência e Tecnologia (SCT) da qual suas feiras, incluindo a FECIPAN, fazem parte. Em um esforço institucional integrado entre os dez campi e reitoria da instituição, realizamos a SCT e feiras em um formato virtual inédito (http://sistemas.ifms.edu.br/semanadetecnologia/2020/). Embora o número de trabalhos aprovados na FECIPAN tenha diminuído em virtude da pandemia, a FECIPAN conseguiu se filiar e distribuir oito credenciais para quatro feiras: FETEC-MS, Ciência Jovem, Febrace e Mostratec. Ademais, o alcance do formato virtual foi inédito. Considerando a página da SCT, foram quase 200.000 acessos entre os dias 5 e 25 de outubro. Nessa perspectiva, o IFMS Campus Corumbá, objetivando contribuir para o desenvolvimento da pesquisa científica e influir positivamente na formação de jovens cientistas, propõe a realização da Feira de Ciência e Tecnologia do Pantanal em Corumbá - FECIPAN/2021 que, esperamos, volte a ocorrer presencialmente. Tal proposta visa envolver os estudantes no desenvolvimento de projetos de pesquisa, que caracterizem pela criatividade, experimentação, inovação e a utilização do método científico. Tais atividades visam desenvolver algumas características como a capacidade comunicativa, desenvolvimento da criticidade, mudanças de hábitos e atitudes, aumento do interesse pelo estudo além de promover, no contexto da interdisciplinaridade, o crescimento pessoal e a ampliação de conhecimentos. Assim, acreditamos que, no contexto da realização de uma feira pantaneira e fronteiriça, estimularemos a difusão do conhecimento e facilitaremos o desenvolvimento da percepção do estudante quanto à importância de se dedicar a atividades de produção do conhecimento como forma de superar as dificuldades e alavancar suas potencialidades educativas, buscando influir positivamente no processo de produção do espaço local, preservando o meio ambiente ao mesmo tempo em que contribui para a melhoria da vida social. Finalmente, no contexto da realização da FECIPAN entre 2012 e 2020, esperamos que a aprovação deste novo projeto torne possível a realização da FECIPAN 2021 dando continuidade ao trabalho iniciado, aumentando o envolvimento e a participação da comunidade, melhorando as ações para o desenvolvimento da educação e promovendo a divulgação da ciência, da cultura, da inovação, incentivando a retomada da produção científica pós pandemia e despertando a vocação de jovens talentosos a seguirem carreiras científico-tecnológicas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 07/01/2021-31/01/2023