Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sérgio de Faria Lopes

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • o papel dos fatores antrópicos locais na montagem de comunidades vegetais da caatinga
  • A dinâmica das comunidades vegetais da Caatinga é um complexo resultante da interação de fatores abióticos juntamente com a influência dos seres humanos que tem atuado com agentes ecológicos capazes de influenciar o funcionamento do ecossistema. Corte seletivo de madeira, a extração de lenha e superpastoreio tem sido registrado como as principais ameaças a biodiversidade dessa região. Assim, o presente trabalho tem como objetivo, determinar de que maneira os distúrbios antrópicos locais afetam a dinâmica da Caatinga ao longo de um gradiente pluviométrico. Dessa forma, este estudo contribuirá para a solidificação do entendimento dos principais fatores determinísticos dos padrões funcionais e compará-los com os estudos em florestas tropicais. A equipe envolvida nesta proposta de pesquisa selecionará áreas sobre diferentes regimes pluviométricos (de 350 à 700 mm/ano). Ao todo serão distribuídas 24 parcelas aleatória e independentes de 20 x 50 metros, totalizando 2,4 ha. Dentro de cada parcela serão plotadas subparcelas de 2 x 2 m, onde será realizado o levantamento da vegetação regenerante. Em cada parcela será realizado o levantamento da vegetação adulta e regenerante, a coleta de variáveis ambientais, mensurado os traços funcionais das espécies arbustiva-arbóreas e a caracterização dos distúrbios ambientais, além do levantamento de dados etnobôtanicos por comunidade locais próximas, os quais posteriormente serão identificados os traços funcionais das plantas utilizadas por essas comunidades locais. Dessa forma, buscamos elucidar as espécies preferenciais para cada tipo de categoria de uso pelas populações humanas presentes nessas áreas, bem como analisar a influência de cada categoria de uso sobre a estrutura funcional e filogenética de comunidades vegetais da Caatinga ao longo de um gradiente pluviométrico, além disso, esperamos que a baixa disponibilidade hídrica que atua como um filtro ambiental associado ao uso intensivo de algumas espécies para finalidades especificas terão efeitos mais severos na riqueza taxonômica e funcional devido a baixa capacidade de resiliência do ecossistema. Os recursos financeiros aqui solicitados serão, portanto, utilizados para realizar as campanhas de campo nas diferentes áreas, triagem e análises de campo, além de realização de eventos de discussão e análise crítica dos resultados obtidos. A realização deste projeto será uma inovação no entendimento dos processos dinâmicos e estruturantes da vegetação da Caatinga, além de subsidiar valores reais para a conservação deste ecossistema já tão ameaçado por intervenções antrópicas.
  • Universidade Estadual da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022