Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sandra Cristina Gomes

Ciências Humanas

Ciência Política
  • escolhas políticas e implementação de políticas educacionais: promoção da equidade ou reprodução das desigualdades?
  • Este projeto de pesquisa discute as escolhas de políticas educacionais e seus efeitos na promoção da igualdade de oportunidades (equidade) e na diminuição das desigualdades assim como de seus efeitos contrários, isto é, aqueles indutores ou reprodutores das desigualdades existentes. Dois focos analíticos foram selecionados para observar os impactos gerados sobre a equidade ou a desigualdade: 1) os fatores políticos que explicam a tomada de decisão sobre políticas educacionais e 2) como estas são implementadas na prática. O projeto é composto por diferentes planos de trabalhos interligados que procuram explorar como a desigualdade é problematizada e tratada tanto no momento da formulação (escolhas de modelos educacionais) quanto na implementação de políticas educacionais. Fatores explicativos como a origem social do alunado, o papel da escola, a distribuição de condições de ensino e aprendizagem no interior das redes de ensino, modos de implementação de programas educacionais, relações entre comunidades, atores e educação, relação entre instituições políticas e escolha de modelos educacionais são alguns dos elementos analíticos que embasam o diálogo com teorias dessa área de discussão. Empiricamente, o projeto parte de 1) uma análise quantitativa da situação escolar geral para 2) uma seleção de estudos de caso em profundidade em escolas do Rio Grande do Norte e 3) análises comparativas de construção de modelos educacionais em outros países. Espera-se que o conjunto de estudos produzido possa colaborar tanto com a discussão teórica e acadêmica sobre políticas educacionais e desigualdades quanto subsidiar decisões na gestão pública.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sandra de Aguiar Soares

Engenharias

Engenharia Civil
  • síntese de aditivos a partir de fontes renováveis para misturas asfálticas mornas: estimativa do efeito dos aditivos na trabalhabilidade dos ligantes asfálticos por tribologia.
  • Neste projeto, propõe -se a síntese e desenvolvimento de materiais de origem vegetal para a produção de misturas asfálticas mornas (MAM). Os aditivos propostos para MAM serão desenhados com características específicas para atuarem como: (a) redutores da viscosidade do ligante e (b) surfactantes melhoradores da adesividade ligante-agregado. Para avaliar o potencial dos materiais, propõe-se o uso de uma tecnologia recentemente desenvolvida – a ciência da tribologia, que busca relacionar a melhoria do mecanismo envolvido na densificação de misturas betuminosas às características de “lubricidade” dos ligantes asfálticos, usando um dispositivo especialmente desenvolvido no reômetro de cisalhamento dinâmico (DSR). Estudos recentes têm demonstrado que a redução da viscosidade não é o mecanismo primário das MAM e que as características de “lubricidade” dos ligantes asfálticos podem ser o mecanismo que permite a redução das temperaturas de processamento na pavimentação asfáltica. Pretende-se, com os resultados dessa pesquisa, contribuir para dar subsídios para a validação de um método que permita concluir sobre a real contribuição dos aditivos para reduzir a níveis desejáveis as temperaturas de processamento dos ligantes. O objetivo é alcançar ganhos do ponto de vista econômico, ambiental e técnico no que diz respeito ao desenvolvimento de novos materiais - potencialmente úteis para melhorar a qualidade das vias pavimentadas no país. Nesse trabalho, serão desenvolvidas outras atividades na área de ligantes com foco em ensaios reológicos – relacionados à avaliação da deformação permanente (MSCR) e fadiga, além de atividades na área de misturas asfálticas, incluindo o estudo da viabilidade dos óleos e/ou seus derivados como agentes rejuvenescedores de misturas asfálticas recicladas de material fresado (RAP). A proposta se encontra alinhada a três das áreas temáticas do Projeto INCT-Infra: Química dos Materiais; Misturas Asfálticas e Compósitos Avançados, cumprindo uma estratégia que prioriza novas tecnologias, desenvolvimento urbano e formação de pessoal. Mais especificamente, a proposta possui estreita relação com o subprojeto do INCT-Infra-UFC intitulado “PC 01 - Desenvolvimento de materiais sintetizados a partir de fontes renováveis, subprodutos ou resíduos industriais para aplicação no campo da engenharia”.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sandra Eli Sartoreto de Oliveira Martins

Ciências Humanas

Educação
  • acessibilidade e inclusão em contextos universitários diferenciados
  • Modificar para acolher, ressignificar para incluir: premissas fundamentais no mundo contemporâneo. Movimentos que nos levam a reordenar os paradigmas sociais e a repensar os caminhos para a construção de uma sociedade inclusiva. Defender tal princípio implica, por conseguinte, compreender o papel da educação nesse processo e, em especial, reconhecer o direito da participação de pessoas com deficiência na Educação Superior. Diante dessas premissas, esta pesquisa tem por finalidade traçar um panorama das culturas, políticas e práticas educacionais inclusivas direcionadas a estudantes com deficiência, em três universidades públicas de países da América Latina – Brasil, Argentina e Uruguai. Esta pesquisa deriva das ações da Rede de Pesquisa “Acessibilidade no ensino superior” (OBEDUC/CAPES) e conta com a participação de pesquisadores que atuam no Comitê Acadêmico de Discapacidad y Accesibilidad/Associação do Grupo de Universidades de Montevideo (CAAyD AUGM) e na Red Interuniversitaria Latinoamericana y del Caribe sobre Discapacidad y Directos Humanos/UNPL – Argentina. Assim, constituem objetivos específicos desta pesquisa: a) delinear o perfil de estudantes com deficiência matriculados em cursos de graduação nos contextos investigados e b) identificar e analisar as barreiras de acessibilidade nas universidades públicas sob o ponto de vista de graduandos com deficiência. Constitui-se lócus de desenvolvimento da pesquisa três universidades públicas localizadas, em contextos internacionais distintos. O trabalho será desenvolvido em quatro etapas. A primeira refere-se ao processo de caracterização do perfil dos estudantes com deficiência por intermédio de dados censitários disponíveis no sistema de matricula das instituições pesquisadas - IES. A segunda e a terceira etapas compreenderão a adaptação e aplicação de questões norteadoras presentes no Índice de Inclusão para o Ensino Superior – INES. Trata- se um instrumento que tem por finalidade auxiliar na identificação de barreiras de acessibilidade no Ensino Superior que se desenvolverá dois momentos distintos a saber: a) envio dos INES para tradução de profissionais da área educação especial; b) adaptação do Questionário e das questões norteadoras do INES pelo grupo de coordenadores das IES e c) aplicação do Questionário (QIIESA) a amostra do estudo. A quarta e última refere-se ao tratamento e análise dos dados recolhidos que qualificam o perfil e as condições de acessibilidade sob o ponto de vista de universitários com deficiência matriculados nos cursos de graduação. O tratamento de dados do Questionário (QIIESA) se efetivará pelo o uso da técnica de distribuição dos valores atribuídos para mensuração na escala tipo Likert, sendo submetida a tratamento descritivo de correspondência múltipla. Espera-se que os resultados alcançados contribuam para alargar os conhecimentos produzidos sobre a formulação de culturas, políticas e práticas inclusivas na Educação Superior, em contextos internacionais diferenciados.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022