Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Dachamir Hotza

Engenharias

Engenharia Química
  • tratamento de água impactada por drenagem ácida de mina e produção simultânea de energia por células de combustível microbianas baseadas em celulose bacteriana
  • A Drenagem Ácida de Mina (DAM) é um problema ambiental, mundialmente conhecido, que apresenta efluentes com pH extremamente baixo (<4), alto teor de metais pesados (Zn, Fe, Al, Mn, Cu, Cd), elevada concentração de sulfatos e alta toxicidade e que impacta diversos ambientes aquáticos como rios e lagoas. Este projeto visa empregar um método de tratamento de DAM, biotecnologicamente viável e de menor custo, através da construção de Células Combustíveis Microbiológicas (CCM), que além de apresentar-se como uma alternativa inovadora e promissora para o tratamento de efluentes, paralelamente, gera energia pela atividade metabólica dos microrganismos, tornando-se autossustentáveis. Neste estudo serão avaliadas a elevação de pH e a redução de sulfato e de metais pesados em CCM de câmara dupla, assim como a geração de corrente produzida pelas reações biológicas e oxidação-redução. Finalmente, será realizada a produção e funcionalização de membranas celulose bacteriana, a fim de torná-la útil para a aplicação como membrana trocadora de prótons eletroquimicamente eficientes e de menor custo, o que será útil na aplicação tanto de células a combustível, quanto em CCM. Os resultados esperados implicarão em minimização de impactos ambientais da mineração, diminuição dos custos da tecnologia de células a combustível e de produção de energia, assim como na formação de recursos humanos.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 22/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Dachamir Hotza

Ciências da Saúde

Medicina
  • consolidação do laboratório interdisciplinar para o desenvolvimento de nanoestruturas (linden/ufsc)
  • O Laboratório Interdisciplinar para o Desenvolvimento de Nanoestruturas da Universidade Federal de Santa Catarina (LINDEN/UFSC), criado em 27/06/2013, é um dos 18 Laboratórios Associados ao Sistema Nacional de Laboratórios em Nanotecnologias – SisNANO, vinculado originalmente ao Ministério de Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI, hoje MCTIC). Trata-se do único laboratório do SisNANO no Estado de Santa Catarina, sendo um dos três da Região Sul do país. Em cerca de 6 anos de existência, o LINDEN já conquistou posição de destaque em relação a outros laboratórios de nanotecnologia brasileiros. Em particular, devem ser mencionados os seguintes projetos e ações, em andamento ou concluídos, com afinidade a esta proposta: -Credenciamento nas redes de Nanomateriais/Nanocompósitos e Nanodisposítivos/Nanossensores do programa SIBRATEC Nano, vinculado ao MCTIC, para ações cooperativas entre ICT e empresas. -Aprovação de 4 projetos junto ao programa SIBRATEC Nano, com parcerias de empresas fabricantes ou usuárias de nanotecnologia do Estado de Santa Catarina, respectivamente com as parcerias de TNS (2 projetos), T-COTA e EMBRACO. , -Processo de acreditação junto ao INMETRO de medição de tamanho de partícula na faixa nanométrica pela técnica DLS, através do programa MODERNIT; dos 26 laboratórios integrantes do SisNANO apenas 9 se habilitaram a realizar este processo seguindo a norma ISO 17025; para a técnica DLS, apenas 3 em todo o Brasil. -Projeto de cooperação internacional com o National Engineering Research Center for Nanotechnology (NERCN), da China, um instituto de nanotecnologia de referência mundial. -Projeto de cooperação internacional com o International Iberian Nanotechnology Laboratory, localizado em Braga, Portugal, um instituto de caráter multiusuário com financiamento da EU e apoio da ONU. -Reconhecimento do mérito da proposta INCT, intitulada Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Sistemas Nano e Microparticulados (INCT-Sinm) Assim, para que haja continuidade das ações empreendidas até o momento, e que se justifiquem os investimentos em formação de pessoas, além da infraestrutura de equipamentos, é essencial o suporte financeiro das agências e o apoio institucional da UFSC.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Dagoberto Brandão Santos

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • efeito de tratamentos termomecânicos realizados entre 400ºc a 1100ºc no comportamento mecânico e de corrosão de aços inoxidáveis duplex padrão e lean com a ênfase na formação da martensita induzida por deformação e sua reversão para austenita
  • Os aços inoxidáveis duplex apresentam uma microestrutura formada por quantidades aproximadamente iguais de austenita e ferrita, obtidas através do processamento termomecânico da liga com um balanço adequado de elementos alfagênicos e gamagênicos. Estes aços são tipicamente ligas Cr (20 a 30%) – Ni (5 a 10%), com teores muito baixos de carbono (menores do que 0,03%) e podem ter adições de nitrogênio, molibdênio, tungstênio e cobre. Por terem quantidades mais reduzidas de níquel, o custo dos aços inoxidáveis duplex pode ser inferior ao dos austeníticos, particularmente em suas variedades com teores ainda mais reduzidos de molibdênio e níquel, os chamados aços inoxidáveis “lean” duplex. Esta proposta de pesquisa relaciona-se ao entendimento da evolução da textura em aços inoxidáveis duplex após as etapas de laminação a quente, a frio e recozimento. Será caracterizada a microestrutura via: microscopia óptica, eletrônica de varredura, eletrônica de transmissão, análise da textura cristalográfica por difração de elétrons retroespalhados (EBSD) e ensaios mecânicos de tração e dureza. São também objetivos do trabalho a análise e correlação do comportamento mecânico com a microestrutura pela metodologia de Jaoul-Crussard e Hollomon. O projeto também compreende o estudo quantitativo das condições de formação de fases intermetálicas deletérias e sua influência no comportamento mecânico e resistência à corrosão dos aços inoxidáveis duplex em tela. Finalmente, serão avaliadas as condições da transformação de fases induzida por deformação, ou seja, a formação de martensita por deformação plástica a partir da austenita, bem como a reversão dessa para austenita em recozimentos realizados em baixa temperatura. Aqui, busca-se a formação de uma microestrutura nanoestruturada. A avaliação quantitativa do comportamento eletroquímico é ainda muito pouco explorada quando se aplica tratamentos térmicos em temperaturas tão baixas para os aços inoxidáveis, isto é, entre 400 e 900ºC.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daiana Travassos Alves

Ciências Humanas

Arqueologia
  • florestas culturais e territorialidades no litoral amazônico pré-colonial
  • As interações com o mundo vegetal são intrínsecas às sociedades humanas, como matéria-prima, alimento e medicina para o corpo e a mente, cujo conhecimento ancestral sobre seus usos é legado via oralidade ou escrita. Para a Amazônia, estima-se que parte desse conhecimento perdeu-se com os extermínios de populações nativas, pelos europeus a partir do século XVI. Todavia, microfósseis de plantas e restos humanos repousam no solo como testemunhos silenciosos dessa relação milenar entre a humanidade e o mundo vegetal. A arqueobotânica busca entender as interações humano-ambientais no passado, estudando microfósseis botânicos; As planícies aluviais da Amazônia Atlântica são cobertas pelos maiores manguezais do mundo, onde sambaquis datados de 6.000 a 1000 anos surgiram nas paisagens. As ocupações costeiras eram diversas e de longa duração, o litoral era densamente povoado por grandes comunidades regionais. Isto posto, este projeto investigará a relação entre a territorialidade dessas comunidades e o manejo de plantas, integrando análises arqueobotânicas, bioarqueológicas e geoarqueológicas em amostras provenientes de sambaquis. Os estudos arqueobotânicos propiciaram dados sobre o ambiente no passado, estratégias de subsistência e seu legado nas paisagens amazônicas (i.e. florestas culturais), mas como a territorialidade se articula com essas paisagens herdadas resta em aberto. A metodologia desta proposta combina análises laboratoriais à compilação de dados arqueológicos e paleoambientais da área estudada. O cruzamento desses dados permitirá: a identificação dos padrões de assentamento e possíveis alterações em eventos de mudança climática; caracterizar práticas de uso da terra, acessando primeiramente as variabilidades internas dos sítios arqueológicos e depois em escalas regionais; e registrar os impactos na vegetação no entorno, como o favorecimento de plantas úteis, seu impacto na alimentação e na formação de florestas culturais.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daiane Heidrich

Outra

Divulgação Científica
  • oficinas de biotecnologia para o ensino médio
  • O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia (PPGBiotec) da Universidade do Vale do Taquari (Univates), em Lajeado, Rio Grande do Sul, alicerça suas pesquisas na área Agroalimentar e da Saúde, analisando os problemas históricos e atuais para resolução de problemas, aplicando tecnologias conhecidas e propondo metodologias inovadoras. Com intuito de divulgar suas pesquisas e promover a conscientização dos jovens da região do Vale do Taquari, os professores e discentes do PPGBiotec organizam as "Oficinas de Biotecnologia para o Ensino Médio”, para alunos da Região, estando o evento em sua oitava edição. Nas oficinas, são abordados os avanços alcançados pelos pesquisadores, ressaltando a importância da Ciência e da Tecnologia para o desenvolvimento das pesquisas voltadas para a comunidade por meio de práticas em laboratórios da instituição. Em 2022, as oficinas estão sendo organizadas por 11 professores pesquisadores e 47 discentes de Pós-Graduação e Graduação da Univates. Serão abordadas diferentes práticas rotineiras dos grupos de pesquisa com o objetivo de proporcionar e disseminar o conhecimento científico, inspirando os jovens de diferentes classes sociais. Assim, os alunos entram em contato com o ambiente acadêmico e são motivados a completar seus estudos, além de repassarem o aprendizado para a população do local onde vivem. Está prevista a realização de 11 oficinas diferentes, oferecidas de uma a três vezes na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, de 17 a 21 de outubro, totalizando 23 oficinas e ofertando 355 vagas para os alunos do Ensino Médio. Primeiramente, serão disponibilizadas vagas para alunos de escolas públicas e, posteriormente, escolas privadas da Região. As oficinas serão realizadas nos laboratórios da Univates e a divulgação será realizada para os 36 municípios do Vale do Taquari.
  • Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES - RS - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Daielly Melina Nassif Mantovani

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • dados abertos e saúde pública: algoritmos para identificação de risco, doenças e otimização de recursos buscando apoiar o alcance do ods 3 (objetivo de desenvolvimento sustentável - saúde e bem estar)
  • No contexto da gestão pública, embora os dados gerados pela internet, bigdata, possam ser utilizados para se identificar problemas e questões da população, há uma pressão para a coleta e divulgação de dados oficiais dando transparência à gestão. No que tange à área da saúde, modelos de inteligência artificial e machine learning podem e têm sido aplicados aos dados abertos com objetivo de compreender melhor a incidência de doenças ou prever a ocorrência delas. Contudo, podem ser aplicados também com objetivo de melhorar a eficiência da gestão da saúde pública. Em complemento, o ODS3 da agenda 2030 propõe garantir acesso à saúde e promover o bem-estar, o que traz oportunidade de se criar sistemas universais de monitoramento e alerta em saúde. O sistema de saúde pública tradicional no mundo todo foi planejado para cenários de estabilidade, com os recursos sendo alocados de acordo com a quantidade de leitos, médicos e tamanho da população. A pandemia da COVID-19 deixou claro que a demanda por serviços de saúde pode se tornar imprevisível, o que fortalece a relevância de se construir modelos e métodos capazes de antecipar tendências. Assim o projeto busca desenvolver modelos de machine learning usando dados abertos da saúde pública do Brasil, Malásia e países da ASEAN, todos países em desenvolvimento. Os modelos desenvolvidos no projeto devem 1) oferecer um panorama atual acerca do desempenho dos países estudados nas metas do ODS 3, 2) servir de ferramenta a ser implantada pela gestão pública na gestão desses dados, 3) oferecer informações relevantes sobre lacunas que careçam de novas políticas públicas, 4) apontar lacunas em termos de dados coletados pelo sistema de saúde. O estudo apresenta quatro etapas: revisão sistemática de literatura; levantamento, coleta e armazenamento de dados abertos dos países estudados; modelagem com base nas diretrizes do ODS 3 e análise comparativa entre os países à luz da literatura; construir dashboard para uso de gestores públicos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 05/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daise Aparecida Rossi

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • microevolução e nanocontrole da resistência antimicrobiana em biofilmes simples e mistos de bactérias que comprometem a inocuidade alimentar
  • Biofilmes são de grande importância para a indústria de alimentos, pois podem resultar em prejuízos para a saúde pública e para a economia. O problema amplia-se quando envolve patógenos resistentes a antibióticos, caráter adquirido muitas vezes por mecanismos de recombinação gênica, que é o principal motor da evolução bacteriana. A recombinação gênica é dependente de fatores intrínsecos e extrínsecos à bactéria, sendo os biofilmes considerados pontos quentes para estes eventos. Pretendemos verificar as taxas de recombinação para aquisição de genes de resistência a dois antibióticos e verificar a eficiência do nanocontrole (carreadores de lipídeos nanoestruturados e nanopartículas de cobre). A hipótese deste estudo é sustentada na rápida realização de processos de recombinação gênica em biofilmes sob condições que simulam o ambiente industrial e fundamentada na nanotecnologia como proposta mitigadora. Biofilmes simples e mistos compõem quase 90% da população bacteriana do ambiente, são disseminadores de patógenos e são resistentes a processos de higienização pela proteção conferida pela matriz. A proximidade da forma séssil pode favorecer as trocas gênicas e a alta penetrabilidade das nanomoléculas as elegem como alternativa promissora e sustentável no controle. Para avaliar a frequência de transformação e conjugação, Salmonella, E. coli e C. jejuni livres e sésseis (biofilmes simples e mistos) negativas para os plasmídeos blaTEM e mcr-1 serão tratadas, respectivamente, com os plasmídeos isolados e co-inoculadas com E. coli K12 e DH5alfa (positivas para ambos os genes) para avaliação fenotípica e genotípica (PCR e sequenciamento) da efetivação dos processos de recombinação. A utilização paralela de soro de leite/chicken juice e nanocompostos permitirá a verificação do efeito amplificador e inibidor. A análise de imagem em microscopia de varredura permitirá caracterizar a ultraestrutura séssil presente nos biofilmes.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daisy Crispim Moreira

Ciências Biológicas

Genética
  • avaliação de novas metodologias no prognóstico da doença renal do diabete melito e mecanismos patogênicos da sarcopenia
  • As complicações do diabete melito (DM) estão associadas à piora da qualidade de vida, gerando altos custos para a saúde pública. A doença renal do diabetes (DRD) e a sarcopenia (perda de massa muscular associada ao aumento de mortalidade) podem levar à diálise e incapacidade para deambulação, respectivamente. Estudos recentes ainda inconclusivos sugerem o envolvimento de fatores epigenéticos, como os microRNAs e RNAs não-codificantes longos (LncRNAs), no desenvolvimento e progressão da DRD. Já os mecanismos associados à sarcopenia são pouco conhecidos, mas sabe-se que o metabolismo dos hormônios tireodianos (HT), é fundamental para a atividade normal do músculo, podendo portanto estar alterado na sarcopenia. Este projeto objetiva investigar a associação do perfil de microRNAs e LncRNAs no desenvolvimento ou progressão da DRD. Iremos também investigar alterações nas vias de regulação dos HT que possam estar implicadas na sarcopenia, como disfunção nas desiodases tipos 2 e 3, miR-29c e estresse do reticulo endoplasmático. Assim, compararemos a expressão do miRNoma urinário (todos os miRNAs conhecidos) e alguns LncRNAs candidatos entre pacientes diabéticos sem DRD (controles) e com DRD divididos em progressores e não-progressores para perda da função renal. Também analisaremos o musculo doente de forma tridimensional com RNAscope, identificando os marcadores de dano celular e morfológico, os associando com estresse oxidativo e de retículo endoplasmático que sabidamente afetam o metabolismo dos HT. Estudaremos também a expressão de atrogin1, MuRF1 e HDCA4 na fibra muscular e sua resposta ao miR-29c na recuperação muscular. Pretendemos desenvolver marcadores de identificação precoce de pacientes com risco para DRD. A determinação de mecanismos envolvidos na sarcopenia indicará formas de prevenção e tratamento para a recuperação do musculo. Temos expectativa de que os resultados gerados contribuirão para novas estratégias de tratamento das doenças em estudo.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daisy Damasceno Araújo

Ciências Humanas

História
  • semana nacional de ciência e tecnologia (snct/2022) – ifma – campus coelho neto. bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil.
  • Esta proposta apresenta como objetivo geral a realização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT/2022) do Instituto Federal do Maranhão (IFMA), Campus Coelho Neto, município de Coelho Neto – MA, que acontecerá entre os dias 18 e 20 de outubro de 2022. Em diálogo com o tema da SNCT deste ano, intitulado Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil, propõe-se a realização de um evento com atividades de divulgação e popularização da ciência, no intuito de contribuir para o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação no país. O evento, de abrangência intermunicipal, visa realizar ações que contemplem não apenas o município de Coelho Neto, mas os municípios vizinhos como Duque Bacelar, Buriti e Afonso Cunha. O tema deste ano, que traz para o cerne das discussões um marco histórico do nosso país, aproximou o debate da ciência, tecnologia e inovação às áreas de Ciências Humanas e Sociais que, por vezes, são colocadas à margem dos debates que envolvem tecnologia e inovação. A expectativa é que o Bicentenário da Independência do Brasil mobilize toda a comunidade científica, promovendo ampla reflexão acerca do processo de formação do nosso país até os dias de hoje. Dessa forma, idealiza-se a construção de um evento interdisciplinar, com debates profícuos nas diversas áreas do conhecimento, abrangendo os Eixos Tecnológicos desenvolvidos no IFMA – Campus Coelho Neto (Gestão de Negócios, Informação e Comunicação, e Controle e Processos Industriais) e dialogando com temáticas que envolvem as demais disciplinas, bem como questões étnico-raciais e multiculturais, fundamentais para a compreensão da temática. Assim, o evento busca promover a realização de palestras, mesas redondas, oficinais, grupos de trabalho e apresentações culturais que sejam capazes de traduzir a importância da temática e do evento, tanto para a comunidade escolar como para os sujeitos e processos sociais que estão para além dos muros da escola.
  • Instituto Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Damon Ferreira Farias

Outra

Multidisciplinar
  • semana baiana de ciência e tecnologia, na região do piemonte itapicuru/ba, 2022, para combater o negacionismo da ciência e às fake news
  • Os adeptos da Terra plana, antivacina, negacionismos de toda ordem, crenças em medicamentos milagrosos sem nenhuma evidência científica de eficácia, entre outros têm ganhado corpo e visibilidade nos últimos tempos e, com isso, cresce a responsabilidade de combater esse cenário de afirmações falsas e distorcidas, desinformação, fatos alternativos, contranarrativas, pseudociência e outras tendências comunicacionais da era da pós-verdade. Então, diante da crescente importância que têm adquirido a Ciência e a Tecnologia para o desenvolvimento da sociedade voltada para a modernidade, a Semana Baiana de Ciência e Tecnologia, na Região do Piemonte Itapicuru/BA, 2022, para combater o negacionismo da Ciência e às fake news, visa promover/incentivar uma cultura científica na comunidade escolar que propicie melhores condições para a busca do conhecimento, por meio de oficinas, experimentos e palestras que serão realizados para refutar o negacionismo da Ciência e às Fake News. Por fim, serão apresentados alguns desses conhecimentos que julgamos essenciais para o desenvolvimento de uma alfabetização científica midiática dos estudantes.
  • Secretaria de Educação do Estado da Bahia - BA - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Dan Marchesin

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • análise matemática de escoamentos complexos de fluidos multifásicos no pré-sal brasileiro visando recuperação de petróleo e sequestro de dióxido de carbono.
  • O pré-sal brasileiro oferece um petróleo leve de alta qualidade bem como um local seguro para armazenamento de dióxido de carbono. Tem sido de grande interesse o estudo de estratégias para aumentar a produção de petróleo e/ou maximizar a quantidade de dióxido de carbono armazenada nesses reservatórios de elevada espessura - a maior entre as conhecidas no planeta. Isso pode ser feito por meio de uma modelagem adequada que embasa simulações numéricas, ou através do estudo de soluções fundamentais dos modelos das leis de conservação que descrevem estes fenômenos. A análise desta proposta é baseada na aplicação da teoria das leis de conservação, teoria das bifurcações e métodos numéricos. Ressaltamos que a teoria nova de leis de conservação é um dos produtos desse tipo de atividade. Outro produto esperado é o desenvolvimento de simuladores particularmente adequados para este tipo de modelo. A comparação entre as simulações e as soluções fundamentais oferece embasamento e validação para ambos. Devido a grande profundidade dos reservatórios do pré-sal, deve ser investigado em nossas aplicações o escoamento vertical levando em conta a geometria desses meios. Nosso grupo já tem experiência reconhecida em encontrar e analisar soluções de problema de Riemann com escoamentos horizontais e verticais em meios porosos. Entre outras possibilidades, resultados prévios apontam que o uso de espumas de dióxido de carbono pode ajudar no controle de efeitos gravitacionais indesejados. Nosso grupo é líder no desenvolvimento e no uso de software interativo (ELI) para obtenção das soluções fundamentais de problemas de Riemann que descrevem escoamentos complexos em meios porosos. A nossa metodologia combina a utilização desse software com a Análise Matemática (incluindo EDPs, EDOs, técnicas de sistemas dinâmicos) para validação das soluções obtidas. Este projeto apoia uma forte colaboração entre o reconhecido laboratório FLUID/IMPA e o emergente laboratório LAMAP/UFJF.
  • Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada - RJ - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniel Abreu de Azevedo

Ciências Humanas

Geografia
  • geografia eleitoral da representação de minorias étnico-raciais na américa latina: representação-espelho?
  • A representação política das minorias é um tema importante para a democracia, seja nas pesquisas institucionalistas mais clássicas, seja nas discussões contemporâneas sobre movimentos sociais. Cresce a ideia da necessidade de os representantes serem espelhos sociológicos da população (representação-espelho), tornando, a eleição em 2020 no Brasil aquela de maior quantidade de candidatos e eleitos negros e mulheres na história, junto à aplicação de novas regras eleitorais, como a separação de recursos exclusivos para essas candidaturas. Fenômeno similar ocorre na Costa Rica com migrantes e negros, e no México com a população indígena, refletindo suas particularidades locais. Fundando um laboratório de pesquisa na Universidade de Brasília, a pesquisa busca identificar se o crescimento do movimento étnico-racial conformou uma representação-espelho em três importantes países latino-americanos, estabelecendo uma específica espacialidade do voto e condicionando campanhas eleitorais e práticas dos eleitos nas Assembleias Legislativas. A hipótese é que a representação-espelho parte de uma particular lógica espacial do voto, afetando a atuação parlamentar e suas estratégias eleitorais, já que a literatura aponta como atores políticos agem diferentemente segundo a distribuição espacial de seus eleitores. A metodologia possui três etapas: a primeira, quantitativa, mapeará o voto dos candidatos em São Paulo e Rio de Janeiro, as duas capitais com maior número de negros eleitos no país em 2020 em comparação com eleições anteriores, traçando correlações estatísticas espaciais; segundo, uma pesquisa qualitativa com os candidatos-espelho eleitos será realizada, com acompanhamento da atuação parlamentar; terceiro, com a rede internacional na Costa Rica e no México e as pesquisas também realizadas em San José e Cidade do México, será feita uma análise comparativa para uma reflexão conjunta sobre o problema.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniel Antunes Maciel Villela

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • análise quantitativa da pandemia covid-19 em múltiplos níveis: abordagens em modelagem matemática
  • A pandemia COVID-19 tem um impacto massivo na população brasileira e de outros países, como os BRICS. Muitas questões de pesquisa para controlar a transmissão ou mesmo mitigar estes impactos trazem variáveis desconhecidas, como exemplo nível de imunidade da população e impacto de vacina. Ao mesmo tempo, importantes questões já vem sendo abordadas como os seus efeitos em populações vulneráveis. Dada a complexidade e amplitude dos temas e caráter, a modelagem matemática é uma ferramenta complementar a várias abordagens para avaliar cenários epidemiológicos. A metodologia envolve utilização de modelos compartimentais, uso de inferência estatística e modelos espaço-temporais para descrever vários aspectos e avaliar hipóteses. Como parte da colaboração, serão tratados temas como aprendizado de máquina, Inteligência Artificial e modelagem baseada em agentes para respostas mais robustas. Os resultados esperados incluem análises quantitativas dos cenários epidemiológicos utilizando-se intervenções não-farmacológicas, avaliação de imunidade, dados de inquéritos sorológicos, e dados de estudos vacinais.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 29/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Daniel Augusto Bolsanelo Belcavello

Ciências Humanas

Educação
  • i mostra científica emef veneciano tema: “bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil”
  • Este é um projeto que tem como objetivo realizar a I Mostra Científica EMEF Veneciano, na cidade de Nova Venécia - ES, por meio da CHAMADA CNPQ/MCTI/FNDCT Nº 05/2022 - Linha C - Atividades relacionadas ao Mês Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação. O projeto consiste na estruturação de uma mostra científica tendo como o tema: “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”, onde serão apresentados cerca de 40 projetos desenvolvidos por estudantes do Ensino Fundamental Anos Finais - 6° ao 9° Ano, e apresentados à comunidade escolar regional e instituições parceiras, como estímulo à percepção do papel da ciência na sociedade e como instrumento de fortalecimento da educação formal, visando à divulgação do conhecimento científico e tecnológico, oportunizando aos alunos o protagonismo e a divulgação do conhecimento adquirido em sala de aula e desenvolver uma capacidade multidisciplinar da presença das Ciências em suas diversas formas e atuações.
  • Prefeitura Municipal de Nova Venecia - ES - Brasil
  • 20/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Daniel Basso Ferreira

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto de antenas e receptor de sinais gnss para foguetes de sondagem
  • Foguetes de sondagem têm um papel significativo para a realização de experimentos em ambiente de microgravidade e o Instituto de Aeronáutica e Espaço - IAE é a única organização brasileira que desenvolve esse tipo de veículo. Neles, há um sistema de navegação, que conta com antenas e receptor de sinais GNSS, cuja função é estimar parâmetros que descrevem o estado de voo do veículo. Atualmente, o IAE adquire essas antenas e receptor de outros países, dada a inexistência de fornecedores nacionais. Todavia há controle de exportação desses dispositivos, o que representa um risco ao desenvolvimento desses foguetes no Brasil. Por isso, o presente projeto visa ao desenvolvimento de antenas e algoritmos para receptores de sinais GNSS para uso nesses foguetes. Como esses veículos possuem diâmetro próprio, não têm controle de rolamento e são submetidos a altas acelerações, as antenas e os algoritmos devem exibir características específicas dificilmente encontradas em produtos equivalentes sem regulação de exportação. Serão sintetizadas antenas de microfita, fendas eletromagnéticas e seus arranjos para recepção de sinais GNSS e transmissão de dados para solo. Um programa computacional que emprega o método dos momentos será elaborado para subsidiar os projetos. Simulações em ferramentas comerciais e testes em câmara anecoica com protótipos serão conduzidos para otimização e verificação. Serão concebidos algoritmos avançados para receptores GNSS instalados em estruturas sujeitas a altas acelerações. Ademais, serão desenvolvidos novos algoritmos para fusão de dados inerciais e navegação GNSS. Um receptor GNSS definido por software será projetado e implementado em uma plataforma compacta para demonstrar as capacidades dos algoritmos e para configurar um primeiro mock-up de um sistema operacional. O receptor será flexível e permitirá o uso da tecnologia de cloud GNSS receiver para processamento em solo.
  • Instituto Tecnológico de Aeronáutica - SP - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Daniel Bittencourt Portugal

Ciências Sociais Aplicadas

Desenho Industrial
  • rumo a uma abordagem hermenêutica do design: projeto e interpretação
  • Este projeto de pesquisa propõe a construção de uma base teórico-metodológica para geração de conhecimento no campo do Design. Investiga caminhos possíveis para consolidação de uma abordagem interpretativa no campo, oferecendo novas diretrizes teórico-metodológicas que possam orientar futuros estudos e ampliar os horizontes de inovação. O termo “interpretativo”, adotado aqui, remete ao conceito de Verstehen (interpretação, compreensão), tal como utilizado por Wilhelm Dilthey na virada do século XIX para o XX. Nessa época, estava em curso um debate acirrado acerca da natureza do que hoje denominamos ciências humanas e sociais, e de sua relação com as ciências naturais. Alguns, como Comte, acreditavam que as ciências humanas e sociais deveriam seguir as mesmas diretrizes das ciências naturais. Por outro lado, pensadores como Dilthey tentavam mostrar que a empreitada das ciências humanas e sociais era essencialmente diferente daquela das ciências naturais. As ciências humanas e sociais, pensava Dilthey, não buscam explicar aspectos do mundo exterior; mas sim compreender certas maneiras de nos situarmos no mundo. Seu trabalho é de compreensão ou interpretação (Verstehen), e é nesse sentido que podemos caracterizá-las como essencialmente hermenêuticas. Essa disputa da virada do século XIX para o XX continua viva em diversas áreas das ciências humanas e sociais, como também ajuda a compreendermos alguns nós epistemológicos de áreas do conhecimento cuja tentativa de delimitação é mais recente, como é o caso do Design. O ponto de partida deste projeto de pesquisa é a percepção de que o Design, tal como as ciências humanas e sociais, deve ser pensado a partir de uma perspectiva fundamentalmente compreensiva ou interpretativa, isto é, hermenêutica.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 19/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel Brandão Menezes

Outra

Divulgação Científica
  • ii feira de ciências das escolas públicas municipais de sobral
  • O presente projeto fundamentado pela Chamada Chamada CNPq/MCTIC/SECIS No 10/2021 - Feiras de Ciências e Mostras Científicas, de 20 de agosto de 2021, tem como foco central a realização de Feiras de Ciências e Mostras em Sobral – Ceará e região, com formações específicas para este fim. As formações ocorrerão em momentos específicos nos Campi da Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) e nos ambientes formativos em parceria com a Secretaria de Educação Municipal de Sobral para os profissionais das escolas de Sobral, objetivando aporte teórico e prático, para melhoria do ensino baseado na pesquisa, ciência e tecnologia. Os profissionais qualificados serão orientados e acompanhados para o desenvolvimento de atividades nas 27 escolas com os estudantes da Educação Básica (fundamental, do 6º aos 9º anos), instrumentalizando-os para o despertar das vocações científicas e/ou tecnológicas, identificando os jovens talentosos que possam ser estimulados a seguirem carreiras científico-tecnológicas. Além disso, possibilitar a seleção dos melhores trabalhos para participação em Feiras/Mostras Estaduais e/ou Nacionais, e até Internacionais, culminando na II FEIRA DE CIÊNCIAS DAS ESCOLAS PÚBLICAS MUNICIPAIS DE SOBRAL. O trabalho será baseado na formação de recursos humanos, realização de oficinas, minicursos, seminários e as feiras e mostras científicas objetivando, a produção, difusão da ciência e tecnologia, como também da integração entre os povos da Microrregião Norte do Ceará. Sobral abrange uma área territorial de 11 distritos e cerca de 270.111 mil habitantes, onde há diversidade étnica e cultural e uma alta biodiversidade, em ecossistemas de área do Sertão. Com este projeto busca-se estabelecer uma relação de desenvolvimento com valorização das populações locais, e ao mesmo tempo evoluir em ciência e tecnologia, fomentando assim a pesquisa e a produção de conhecimentos, contextualizadas com a realidade local. A prática constitui-se em princípio educativo e de formação.
  • Universidade Estadual Vale do Acaraú - CE - Brasil
  • 27/04/2022-30/04/2024
Foto de perfil

Daniel Carlos Guimarães Pedronette

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • redes convolucionais baseadas em grafos para aprendizado não supervisionado e semi-supervisionado
  • Avanços tecnológicos em inteligência artificial têm revolucionado a sociedade em diversos aspectos. Atualmente, com a sobrecarga de conteúdo em meios digitais, métodos capazes de analisar e organizar conteúdo multimídia massivo tornaram-se uma necessidade. Resultados prodigiosos foram obtidos em diversas aplicações por técnicas baseadas em aprendizado profundo, mas tais abordagens comumente requerem grandes volumes de dados rotulados para treinamento. Assim, em cenários de dados rotulados escassos ou inexistentes, investigar abordagens de aprendizado não supervisionado, que não necessitam de rótulos, ou semi-supervisionado, capazes de operar com baixa taxa de dados rotulados assumem grande relevância. Recentemente, as Redes Convolucionais baseadas em Grafos (GCNs) têm atingido resultados do estado-da-arte em cenários semi-supervisionados. As representações aprendidas por GCNs por meio de operações de convolução em domínios não Euclidianos permitem operar em arranjos complexos codificados utilizando grafos. Todavia, embora flexíveis e aplicáveis em diversos domínios, as GCNs são dependentes da qualidade do grafo e dos conjuntos de dados rotulados. Além disso, são pouco utilizadas em cenários não supervisionados. Este projeto investigará essas lacunas, em dois objetivos centrais: (i) processamento do grafo de similaridade e expansão dos conjuntos de treinamento em cenários semi-supervisionados, utilizando principalmente modelagens de similaridade contextual baseada em ranqueamento; e (ii) uso de métodos de agrupamento para treinamento das GCNs de forma auto-supervisionada em cenários não supervisionados. Pretende-se investigar também aspectos estruturais das GCNs e funções de perda mais adequadas a cada cenário. Entre as contribuições esperadas, destaca-se avanços teóricos em GCNs e aplicações em problemas reais, incluindo dados multimídia e modelagem de redes sociais.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel Carlos Taissum Cardoso

Engenharias

Engenharia Civil
  • envelhecimento e durabilidade de estruturas de concreto armado com barras não-metálicas
  • O concreto armado com barras de polímero reforçado com fibras (FRP, do inglês fiber-reinforced polymer) tem cada vez mais ganhado visibilidade nos cenários nacional e internacional devido principalmente a elevada relação resistência-peso, maior durabilidade e menor consumo energético para fabricação. Essas vantagens têm aberto possibilidades interessantes, como a execução de estruturas feitas com concreto produzido com água do mar. No entanto, o FRP tem desvantagens importantes quando comparado ao aço convencional utilizado para concreto armado, tais como ruptura frágil, baixo módulo de elasticidade (p/ fibras de vidro e basalto), menor aderência com o concreto e menor resistência a altas temperaturas. Além disso, apesar da maior resistência à corrosão, o FRP também pode apresentar degradação de suas propriedades físicas e mecânicas resultantes da absorção de água (hidrólise e plastificação da matriz polimérica), do contato com meio alcalino (e.g. concreto) e da exposição a raios ultravioletas. Essas desvantagens afetam a performance do concreto armado com barras de FRP e coeficientes de segurança adicionais são normalmente introduzidos de forma arbitrária para levar em consideração esses fenômenos. Vale ainda destacar que os códigos internacionais recomendam que a classe de resistência do concreto e o cobrimento sigam as exigências feitas para o concreto armado convencional, o que acaba sendo um paradoxo diante da durabilidade superior das barras de FRP. O presente projeto propõe uma investigação sistemática a respeito do envelhecimento e da retenção de propriedades das barras de FRP e de sua interface com o concreto, considerando diferentes cenários de envelhecimento e quantificando seus efeitos isolados e combinados. O projeto contribuirá para o desenvolvimento de recomendações a serem incorporadas em práticas recomendadas e normas para projeto estrutural, possibilitando uso seguro e racional desse material cujo uso cresce no país e no mundo.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Daniel de Almeida Decurcio

Ciências da Saúde

Odontologia
  • planejamento digital e impressão 3d na otimização de procedimentos endodônticos
  • A tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) é um exame por imagem que tem se mostrado preciso no diagnóstico e planejamento clínico em Odontologia. Outra tecnologia que vem sendo cada vez mais utilizada é a impressão tridimensional (3D). Na endodontia, o emprego conjunto dessas novas tecnologias propiciou a realização de acessos endodônticos guiados por dispositivos confeccionados em impressora 3D e, posteriormente, de cirurgias parendodônticas guiadas. Esses recursos possibilitaram maior previsibilidade durante a resolução de casos complexos, como de calcificações radiculares, anomalias de desenvolvimento ou reabilitações envolvendo pinos de fibra de vidro, que consistem em verdadeiros desafios e apresentam elevados riscos para acidentes. Entretanto, por tratar-se de um tema novo, informação limitada está disponível sobre a precisão desses guias prototipados nos diferentes procedimentos endodônticos e as possíveis variações que estes podem sofrer em função dos equipamentos utilizados. Uma outra questão a ser estudada refere-se a busca pela simplificação do fluxo de trabalho, que, atualmente, envolve elevado número de etapas, o que pode resultar em maior custo ao paciente, maior risco de falhas e maior tempo clínico para o planejamento. Assim, a relevância do presente projeto encontra-se na avaliação detalhada do fluxo de confecção dos guias, o que permitirá melhor compreensão da técnica, a partir da detecção de fatores que podem contribuir para a ocorrência de falhas e a possível simplificação do processo. Para tanto, será avaliada a precisão dos guias cirúrgicos prototipados comparando-se o planejamento virtual e a execução do desgaste, por meio de exames por imagem (TCFC) inicial e final sobrepostos em softwares de planejamento digital. Serão comparados os desgastes planejados e executados variando-se os tomógrafos utilizados, as impressoras 3D avaliadas, além do fluxo simplificado sem o escaneamento das amostras.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025