Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Silvio José de Lima Figueiredo

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • turismo e políticas públicas: campo, agentes do turismo e novas práticas na amazônia
  • A Região Amazônica aparece como território paradigmático no campo do desenvolvimento do turismo. A Região torna-se um dos principais locus para o entendimento do turismo no Brasil, contribuindo com uma parcela da compreensão do fenômeno, pois apresenta-se o tempo todo como potencialidade para vários experimentos, desde o ecoturismo mais tradicional até mesmo parcelas consideráveis de experiências de turismo de base comunitária. Essa situação leva em consideração a região ser possuidora de recursos com possibilidade de conversão em atrações importantes, bem como possuir atrações já consolidadas que carecem de políticas públicas para “deslanchar”. Assim, no encontro com outras análises do turismo no país (nordeste, Rio de Janeiro, São Paulo), a análise da Amazônia indica uma espécie de panorama das formas como o turismo ocorre no Brasil, e como poderá vir a ser, apesar de não ter desenvolvido na sua totalidade os aspectos tradicionais do fenômeno, um bolsão de experiências e alternativas, tanto para esquemas tradicionais, quando o turismo é visto como atividade econômica, quanto para práticas sociais que aliam o turismo à viagem e ao lazer. Por esse contexto, a pesquisa proposta tem como objetivo identificar as chamadas “novas formas de viagem turística” a partir do estudos das práticas do turismo realizadas na Amazônia, identificando o campo, os principais agentes do turismo e as formas de organização e coordenação dessas práticas, implicando ou não em trocas monetárias e contribuindo para a formulação de políticas públicas específicas.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022