Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ademir José Zattera

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de espumas e filmes de poli(etileno-co-acetato de vinila) com estruturas carbonosas para aplicação em supercapacitores e baterias
  • O crescimento exponencial do consumo de energia global vem causando impactos ambientais de recursos energéticos tradicionais levaram ao aumento de pesquisas sobre fontes de energia limpas e renováveis nos últimos anos. Devido à limitação das fontes de energia eólica, solar e hídrica, se faz necessário o desenvolvimento de sistemas eficientes de armazenamento dessa energia, como supercapacitores. Os supercapacitores podem ser utilizados em diversos segmentos, tais como: fontes para arranque de motores; substitutos das baterias; armazenamento de energia na travagem de veículos; em carros híbridos; fonte de energia de backup em sistemas elétricos e eletrônicos; no armazenamento de energia solar através da utilização de painéis fotovoltaicos. Os supercapacitores e as baterias possuem eletrodos, os quais são determinantes para eficiência destes dispositivos de energia, bem como o separador no caso dos supercapacitores de dupla camada. Neste trabalho, serão desenvolvidos filmes e espumas de EVA como estrutura de eletrodo e separador pelos métodos de evaporação de solvente e fusão a quente. Para conferir as propriedades de condutor e dielétrico para o eletrodo e separador, respectivamente, serão adicionadas estruturas carbonosas na matriz polimérica e na superfície do polímero. As cargas utilizadas serão: grafeno; óxido de grafeno; óxido de grafeno reduzido; óxido de grafite; e óxido de grafite reduzido; as quais serão obtidas por métodos top-down a partir de grafite em flocos e micronizado. A partir dos materiais obtidos neste projeto , será produzido um supercapacitor flexível constituído por EVA e estruturas carbonosas com densidade inferior, capacidade de armazenamento superior e com maior vida útil em relação aos supercapacitores comerciais atuais.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ademir Neves

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • efeitos da segunda-esfera de coordenação na reatividade de novas metalohidrolases e catecolases sintéticas bioinspiradas. aplicações em biotecnologia
  • Considerando a importância do tema de pesquisas até então desenvolvido no nosso grupo de pesquisas no contexto da química bioinorgânica a nível nacional e internacional e a sua continuidade, no presente projeto, pretende-se utilizar novas hidrolases/catecolases sintéticas e algumas outras já bem caracterizadas em outros trabalhos do grupo, ancoradas de forma covalente em diaminas protonadas as quais tem sido utilizadas como o esqueleto suporte de enzimas artificiais, mimetizando por exemplo, grupamentos lisinas das cadeias polipeptídicas dos sítios ativos de metaloenzimas. Além disso, pretende-se realizar modificações químicas nas diaminas com a introdução de novos grupos funcionais do tipo pireno e naftaleno que nos permitam estudar os efeitos secundários de grupamentos não coordenantes (2ª. Esfera de coordenação com efeitos eletrostáticos, interações de ligações e hidrogênio e efeitos hidrofóbicos e intercalantes) dos complexos binucleares. Finalmente, o ancoramento de resíduos moleculares em compostos de coordenação capazes de intercalar pares de bases do DNA (A-T and G-C) de forma específica e eficiente (elevados Kass) serão investigados através da intercalantes derivados do pireno, naftaleno e bipiridina, na busca de possíveis de novos agentes anti-tumorais. O primeiro exemplo bem sucedido foi recentemente por nós publicado no Inorg. Chem. 2018, 57,187-203.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022