Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ricardo Bomfim Machado

Ciências Biológicas

Ecologia
  • cerrados do planalto central – estrutura, dinâmica e processos ecológicos – fase 4
  • A proposta apresenta visa dar continuidade aos levantamentos e monitoramento de comunidades de plantas e animais na APA Gama e Cabeça de Veado, uma unidade de conservação distrital inserida na matriz urbana da cidade de Brasília-DF. Os estudos propostos complementarão as pesquisas desenvolvidas na Fase 2 (2013-2016) e Fase 3 (2017-2020) e irão também analisar os efeitos das alterações ambientais naturais e antropogênicas sobre a biota da área. Nesta fase será utilizada a abordagem do estado-pressão-resposta para verificar, em cada grupo taxonômico isoladamente ou em conjunto, como as espécies, comunidades, ecossistemas e processos ecológicos respondem a tais perturbações e variações. A execução do projeto está a cargo da Universidade de Brasília, com o envolvimento de pesquisadores dos departamentos de Zoologia, Ecologia, Botânica e Genética e Morfologia. Como parceiros na execução do projeto, estão a Universidade Católica de Brasília, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade. A proposta terá a participação 45 pesquisadores, colaboradores, alunos de pós-graduação e de graduação. Os alunos de pós-graduação e seus orientadores estão associados com os programas de mestrado e doutorado em Ecologia, Zoologia, Ciências Ambientais da Universidade de Brasília e mestrado em Ciências Genômicas e Biotecnologia da Universidade Católica de Brasília. Ao final do desenvolvimento do projeto espera-se que o conjunto de informações geradas estejam disponíveis na forma de artigos científicos e na base de dados do SiBBr, que alunos de graduação e de pós-graduação estejam treinados em técnicas e protocolos de coleta e análise de dados sobre a biodiversidade e padrões espaciais, que a gestão das unidades de conservação envolvidas seja aprimorada e que a comunidade da região tenha acesso a palestras e materiais didáticos sobre a importância da biodiversidade do Cerrado. Por fim, espera-se que ocorra uma maior integração dos sítios PELD, pois o Sítio ACGV pretende promover a troca de experiência com integrantes dos sítios ARAR, PNCG, TANG e STQK.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 10/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Ricardo Brandão

Ciências da Saúde

Farmácia
  • avaliação farmacológica e toxicológica de novos compostos organocalcogênios
  • Os compostos orgânicos de calcogênios (organocalcogênios) estão sendo amplamente investigados atualmente, em virtude de suas propriedades farmacológicas, entre as quais destacam-se as ações antioxidante e anti-inflamatória. Todavia, estes compostos, também podem apresentar efeitos tóxicos sob determinadas condições. Desta forma, o objetivo do presente trabalho é investigar possíveis efeitos farmacológicos de novos compostos organocalcogênios, assim como avaliar o potencial toxicológico dos referidos compostos. Para isto, serão realizados ensaios in vitro, a fim de realizar uma triagem com relação a ação antioxidante e perfil toxicológico dos organocalcogênios. Posteriormente, para os compostos que apresentarem os melhores resultados na triagem, serão realizados ensaios toxicológicos in vivo e ex vivo, com o objetivo de encontrar doses seguras, que não apresentem toxicidade neste tipo de protocolo experimental. Finalmente, o perfil farmacológico destes compostos será testado in vivo e ex vivo, com relação à ação anti-inflamatória e antinociceptiva destes organocalcogênios.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-30/06/2021
Foto de perfil

Ricardo Cardoso Cassilhas

Ciências da Saúde

Educação Física
  • treinamento de força acumulado vs contínuo: o impacto na memória espacial e neuroplasticidade de ratos idosos
  • Atualmente é consensual a importância do treinamento de força para a população idosa, devido ao fato de oferecer benefícios para a saúde geral e mental, por exemplo, melhora da cognição, neuroplasticidade e capacidade de adaptação ao meio ambiente. No entanto este papel neuroprotetor do treinamento de força, embora melhor conhecido atualmente, se deriva conclusões de estudos com protocolos de treinamento contínuos, ou seja, realizados em uma única sessão por 30 a 60min. Devido ao fato de uma parte dos idosos terem dificuldade ou baixa aderência a treinar por este tempo, uma alternativa seria o treinamento acumulado, no qual se realiza o treinamento de força acumulado em 3 sessões diárias com períodos menores. Esta proposta de modelo acumulado é recomendada pelos guias internacionais e amplamente utilizada, mas se desconhece se os efeitos neuroprotetores, como as memórias e neuroplasticidade são semelhantes ao método contínuo. Sendo assim, o objetivo do presente projeto é verificar se o treinamento de força acumulado (três sessões diárias) melhora a memória espacial e a neuroplasticidade de maneira diferente ao treinamento de força contínuo (uma sessão diária).
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo César Aoki Hirata

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • chgeo: alteração na geoquímica de aquíferos causada pela urbanização e implicações para a vulnerabilidade à contaminação
  • A urbanização é um fenômeno atual e global. Mais de 50% da população do planeta vive em núcleos urbanos, que alteram radicalmente os ciclos hidrológicos, de massa e de energia, provocando impactos muitas vezes não planejados no ambiente, com elevados prejuízos econômicos, ecológicos e sociais. Este quadro obriga a compreender as interações dinâmicas entre as atividades humanas e os ciclos da natureza. As cidades, mais do que concentrarem várias atividades, podem contaminar ou modificar a geoquímica do ambiente, criando um novo “metabolismo urbano”. Este é o tema da geoquímica urbana, que se coloca como uma das áreas emergentes de maior importância para as ciências da Terra, quando se pensa em cidades sustentáveis. Assim, o objetivo geral deste projeto é de entender as modificações que a ocupação urbana terá na hidráulica, geoquímica e na vulnerabilidade à contaminação de aquíferos (groundwater body), permitindo uma avaliação global e integrada do novo ambiente hidrogeológico imposto pelas cidades. Particularmente, o estudo avaliará com maior atenção um dos componentes do ciclo urbano, que é o aquífero. A sua importância social é justificada, pois: i) as águas subterrâneas são a fonte de abastecimento público de 42% da população brasileira, bem como para 80% dos municípios paulistas; ii) a urbanização é um fenômeno que seus impactos são ainda pouco estudados, mas considerada prioridade, como colocado na recente COP21; iii) a necessidade de melhorar as ferramentas de gestão dos recursos hídricos, incluindo a cartografia da vulnerabilidade à contaminação de aquíferos, que embora conceitualmente atrativa, carece ainda de precisão, para ser amplamente utilizada no planejamento público; e iv) as mudanças climáticas globais estão alterando as cidades, a disponibilidade hídrica e os padrões de consumo, exigindo novas resposta à adaptação das populações. Da mesma forma, a originalidade científica reside nos seguintes pontos: i) o entendimento da geoquímica integrada sob cidades é matéria nova e não estudada no país e somente poderá avançar se esse novo “metabolismo urbano” for estudado com profundidade, incorporando-se novas técnicas geoquímicas, inclusive a isotópica; e ii) os métodos de vulnerabilidade à poluição de aquíferos ainda carecem de suporte científico e de validação para permitirem encapsular os principais fenômenos associados ao transporte e comportamento de contaminantes. O projeto ocorrerá nas cidades paulistas de Jales (oeste) e São José dos Campos (leste do estado), que foram escolhidas por terem informações atuais e históricas sobre a geoquímica das águas subterrâneas e por contarem com um bom conhecimento da geologia, alicerçada em dados de poços tubulares (incluindo perfilagens geofísicas), além de bom registro da ocupação do terreno, bem como reconhecidas variações geoquímicas em subsuperfície. Por fim, este trabalho é apresentado por uma equipe de pesquisadores com larga experiência em hidrogeologia e geoquímica no Brasil (CEPAS|USP-IGc; EESC USP e IG-SMASP), no Canadá (University of Calgary e University of Waterloo) e na Holanda (University of Applied Sciences), que comporá uma nova rede que pretende discutir continuamente este tema. O fato de uma das instituições ser do governo paulista, facilitará a discussão dos resultados com outros stakeholders, inclusive em comitês e grupos técnicos da estrutura de gestão do recurso hídrico de São Paulo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Ricardo Corrêa Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • accountability pública na estruturação e execução de parcerias público-privadas (ppps)
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Costa de Santana

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • novos materiais orgânicos e inorgânicos poliméricos com propriedades luminescences para aplicações como magnetos moleculares e sondas fluorescentes
  • Nesta proposta pretendemos sintetizar e caracterizar complexos de rutênio(II), cobre(II), gadolinio(III), disprósio(III), európio(III) e itérbio(III) com ligantes derivados de oxindóis a atuarem como sondas fluorescentes para diagnóstico e terapêutica. O foco principal desses estudos serão as interações destes compostos com importantes biomoléculas, como DNA, proteínas e aminoácidos selecionados, visando obter informações sobre a contribuição da natureza do metal, ou terras raras, e de peculiaridades dos ligantes para a atividade medicinal monitorada. Estudos in vitro serão realizados utilizando diferentes técnicas, especialmente espectroscópicas, tais como : UV/Vis, infravermelho, luminescência, ressonância eletrônica (RPE) e dicroismo circular (CD) com o objetivo de comparar sítios e modos de ligação dos compostos a biomoléculas, com a finalidade de identificar potenciais alvos preferenciais. Investigações sobre a toxicidade dos complexos serão realizadas em culturas de células
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Coutinho

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • processos estruturadores do funcionamento do ecossistema de ressurgência de cabo frio: distúrbios atrópicos e naturais em diferentes escalas temporais e espaciais.
  • O presente projeto tem como principal objetivo a consolidação de um sítio de pesquisa permanente de longa duração no ecossistema de Ressurgência de Cabo Frio, RJ (PELD- RECA). O objetivo é estudar os processos estruturadores do funcionamento desse ecossistema, com ênfase nos distúrbios antrópicos e naturais usando dados obtidos em diferentes escalas espaciais e temporais, combinando medições e experimentos pontuais e contínuos. A nível conceitual a proposta é dividida em 4 partes principais, a saber : 1) o sistema pelágico; 2) o sistema bentônico; 3) processos oceanográficos e meteorológicos; 4) Banco de dados. Contudo, é nosso objetivo principal integrar esses compartimentos por meio de medições em locais e períodos semelhantes, sempre que possível, e principalmente integrar os dados de maneira a se ter uma compreensão geral dos principais processos estruturadores do funcionamento do ecossistema de Arraial do cabo. Essa integração se dará também em termos de banco de dados, que está sendo criado para sistematizar os dados pretéritos sobre o ecossistema de Ressurgência de Cabo Frio, e também os novos dados a serem obtidos pela presente proposta. O sítio de pesquisa tem sua localização centrada na Região de Cabo Frio, limitado entre 22,5o S -23,5o S e 42,5o - 41,7o W no Estado do Rio de Janeiro, que engloba o Município de Arraial do Cabo. Esta região sofre a influência da "Ressurgência", fenômeno que se caracteriza pela subida de águas frias, ricas em nutrientes, de uma profundidade de aproximadamente 300 metros à superfície. Esta água chega a superfície com temperaturas que variam de 13 a 18 oC. A ocorrência desse fenômeno deve-se a características topográficas, meteorológicas e hidrológicas, peculiares dessa região. Ao longo dos últimos 35 anos um grande número de trabalhos realizados no Ecossistema de Ressurgência de Cabo Frio foram publicados em revistas científicas ou divulgados. Contudo, uma parte maior ainda de dados encontra-se na forma de relatórios técnicos e não foram incorporados devidamente ao conhecimento científico da região. A criação de um Banco de dados para o atual projeto é importante não apenas para ser um instrumento de sistematizar os dados existentes das últimas décadas sobre a ressurgência, mas principalmente para receber os novos e futuros projetos sobre esse ecossitema. A nível de Pesquisa Ecológica de Longa Duração um banco de dados é o principal instrumento para armazenamento, sistematização e integração das várias áreas de pesquisa do projeto de forma a prever mudanças ecológicas ao longo do tempo. Por fim, o fato do PELD-RECA ser localizado numa Unidade de Conservação (UC), a Reserva Extrativista de Arraial do Cabo, Resex- Mar de Arraial do Cabo, faz com que os resultados obtidos no presente projeto são importantes para o Plano de Manejo da Reserva, ora em confecção.
  • Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - RJ - Brasil
  • 01/03/2017-31/08/2021
Foto de perfil

Ricardo Coutinho

Ciências Exatas e da Terra

Oceanografia
  • desenvolvimento de métodos inovadores para avaliação do derramamento do óleo ocorrido em 2019 nos ecossistemas da costa brasileira
  • Vide projeto anexo
  • Instituto de Estudos do Mar Almirante Paulo Moreira - RJ - Brasil
  • 15/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Ricardo da Silva Freguglia

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • redes no mercado de trabalho, dinâmica, ineficiência alocativa e resultados de emprego no brasil
  • As redes de trabalho dos indivíduos possibilitam que os mesmos realizem diversas interações com seus pares. Tais redes (networks) no mercado de trabalho podem contribuir em grande medida para o êxito profissional, sendo capazes de afetar não apenas o comportamento dos trabalhadores, mas também o comportamento das firmas de forma dinâmica. Essa questão ganha relevância quando se considera a dinâmica do processo de formação de redes laborais em um país em desenvolvimento, como o Brasil. Isso porque a dinâmica das redes laborais pode provocar um desajuste das competências dos trabalhadores em relação ao mercado de trabalho, revelando uma sub ou sobre qualificação. Efeitos decorrentes da dinâmica de formação dessas redes sobre a ineficiência alocativa dos profissionais em termos de sua habilidade no mercado de trabalho e os consequentes resultados de emprego e produtividade – refletida pelos salários – precisam ser investigados de maneira mais detalhada. Nesse sentido, o objetivo desse estudo é analisar o efeito da dinâmica das redes de indivíduos no mercado de trabalho formal brasileiro sobre a alocação ineficiente de profissionais nesse mercado e sobre os consequentes resultados de emprego e salário obtidos. Especificamente, diante da elevada desigualdade salarial observada no Brasil e da relevância das redes de contatos profissionais entre indivíduos para estudos relacionados ao mercado de trabalho – como a procura por empregos e o aumento da qualidade do matching entre firmas e trabalhadores –, esse estudo busca (i) mapear as redes de trabalhos dos indivíduos; (ii) mapear a distribuição de trabalhadores com maior centralidade (i.e., importância relativa em suas redes de conexões profissionais); (iii) descrever a dinâmica de formação dessas redes de trabalhos; (iv) estimar os efeitos da dinâmica das redes de trabalho sobre desajustes (mis-allocation) das competências dos trabalhadores em relação ao mercado de trabalho, revelando uma sub ou sobre qualificação; (v) estimar os efeitos da dinâmica das redes de trabalho sobre resultados de emprego e salários. Para a consecução deste objetivo, explora-se o painel da RAIS - Relatório Anual de Informações Sociais (Ministério do Trabalho e Previdência Social) de 2003 a 2016, que permite um acompanhamento longitudinal dos trabalhadores. A estratégia empírica a ser empregada envolve o uso de técnicas de controle de efeitos fixos multidimensionais a partir de dados combinados de firma-trabalhador. A pergunta central a ser respondida é até que ponto a dinâmica das redes de trabalho individuais promovem um melhor ajuste das competências dos trabalhadores em relação ao mercado de trabalho e, consequentemente, conduzem a maiores probabilidades de obtenção de emprego e maiores ganhos salariais? A hipótese a ser verificada, portanto, é a de que a importância das redes de relacionamentos profissionais é um processo dinâmico e relevante na explicação dos resultados no mercado de trabalho em termos de emprego e salário ao longo do tempo. A partir desse estudo, espera-se contribuir para a formulação de políticas públicas voltadas para a redução das desigualdades de rendimentos no mercado de trabalho brasileiro na medida em que a qualidade do matching entre empresas e trabalhadores possa ser aprimorada em termos de ineficiência de alocação de suas competências e habilidades.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo de Aguiar Pacheco

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • expotec 2020: exposição de tecnologia e ciência em camaragibe.
  • A Exposição de Tecnologia e Ciência em Camaragibe – Expotec é a Feira de Ciências do Município de Camaragibe/PE. Ela tem como objetivo como principal fomentar o uso do método científico nas escolas de educação básica da cidade de Camaragibe/PE. Com essa ação temos como objetivos secundários: estimular o trabalho colaborativo como estratégia para o desenvolvimento social; promover o interesse pelas carreiras ligadas ao desenvolvimento científico e tecnológico; respeitar os saberes locais e comunitários; valorizar a preservação do meio ambiente; estimular o desenvolvimento de tecnologias sociais, tecnologias assistivas e o empreendedorismo social. A Expotec se inicia com a divulgação, no início do ano letivo, dos procedimentos para a inscrição de trabalhos de pesquisa científica desenvolvidos nas escolas do município de Camaragibe. Desenvolve-se ao longo do ano, em cada escola que se interessada em participar da feira, com ações que incorporar as práticas da pesquisa científica como metodologia de ensino para a educação básica. A culminância da Expotec é a efetiva apresentação dos resultados das pesquisas realizadas pelos estudantes da educação básica ao longo do ano na Expotec 2020: Exposição de Tecnologia e Ciências de Camaragibe. Essa ação se desdobra nos meses seguintes com a participação dos trabalhos de maior destaque nas feiras nacionais a que é filiada. Organizada pela Escola Estadual Ministro Jarbas Passarinho desde 2008, em 2011 passou a contar com o apoio da UFRPE, através da ação do PIBID. Desde a edição do de 2013 tem o apoio da Prefeitura da Cidade de Camaragibe e o financiamento do CNPq. A partir de 2018 contou com o patrocínio do Shopping Center Camará, localizado no Município de Camaragibe. Esse conjunto de parceiros institucionais tem contribuído, cada qual a seu modo, para a qualificação da atividade dessa difusão da iniciação científica na educação básica. No site www.expotec.ufrpe.br é possível visualizar fotos e documentos que registram o trabalho dessas edições anteriores.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2021