Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ricardo Alves de Mesquita

Ciências da Saúde

Odontologia
  • parâmetros nutricionais, imunológicos, microbiológicos e status de saúde bucal em pacientes com alteração de massa óssea
  • A osteoporose é uma doença sistêmica multifatorial caracterizada pela redução da massa óssea e desorganização estrutural do tecido ósseo. O diagnóstico da osteoporose é baseado em critérios densitométricos da Organização Mundial de Saúde com referência na classificação do T-score, realizada pela técnica de absorciometria de energia dupla de raios X, cujo valor avalia a densidade mineral óssea. Por se tratar de uma doença sistêmica a osteoporose afeta os ossos maxilares. Entretanto, a ocorrência e extensão de perda de estrutura do osso alveolar na osteoporose, bem como o risco destes pacientes à doença periodontal e perdas dentárias, e a modificação destes parâmetros em função do tratamento, não estão claramente definidos. Desta forma, objetiva-se 1) avaliar parâmetros clínicos, imunológicos, moleculares, e o status de saúde bucal em pacientes encaminhados para investigação de perda de massa óssea em um hospital de referência no tratamento de pacientes com osteoporose; e 2) avaliar o impacto do tratamento para osteoporose nos parâmetros avaliados. Trata-se de um estudo coorte para obtenção de dados clínicos, demográficos; e da condição bucal, avaliando-se índice CPO-D, índices periodontais, parâmetros salivares e exames de imagem. Os pacientes serão avaliados em três momentos: início; após 01 ano e após 02 anos da avaliação inicial. Os dados obtidos poderão ser úteis para estabelecimento de protocolos de screening de pacientes com risco de desenvolverem a osteoporose aumentando assim as possibilidades de detecção precoce. Além disto, o projeto visa fornecer dados acerca do impacto do tratamento para osteoporose nos ossos maxilares e parâmetros avaliados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Andrade Reis

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito da suplementação com aditivos fitogênicos sobre a emissão de gases de efeito estufa, desempenho e eficiência de uso de nitrogênio de bovinos de corte recriados em pastos de capim marandu
  • O manejo do pasto adotando a interceptação luminosa de 95%, com altura como critério de manejo, eficiência de pastejo de 50% e alta oferta de folhas pode proporcionar altos teores de proteína bruta, com elevada proporção de fração solúvel. Dessa forma, a utilização de aditivos fitogênicos, como os taninos, no suplemento pode reduzir a degradação de proteína no rúmen e aumentar o fluxo de proteína metabolizável de origem dietética, devido à formação do complexo tanino-proteína. No que se refere aos impactos ambientais, o uso de aditivos fitogênicos pode alterar a rota de excreção de N pelos animais consequentemente mitigando as emissões de óxido nitroso (N2O), um potente gás de efeito estufa (GEE) e perdas de N por volatilização de amônia (NH3). Busca-se verificar os efeitos da inclusão de aditivos fitogênicos em suplementos para animais em recria, avaliando a produção de proteína microbiana, a eficiência de uso de nitrogênio, os parâmetros ruminais, e consequentemente, o desempenho, além de avaliar os efeitos na mitigação da emissão dos GEE e NH3. Dois experimentos serão conduzidos simultaneamente no Setor de Forragicultura da Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinária da UNESP, campus de Jaboticabal – SP. O experimento será realizado durante a fase de recria dos animais. Os animais serão mantidos em piquetes formados por Brachiaria brizantha cv. Marandu, durante o período das águas (2019/2020 e 2020 /2021). No experimento 1 serão utilizados como animais testers 48 tourinhos ½ sangue Aberdeen Angus x ½ sangue Nelore, com peso corporal inicial de 270 kg, para o experimento de desempenho, distribuídos aleatoriamente em quatro tratamentos com delineamento inteiramente ao acaso em esquema fatorial: 1 – Suplemento mineral (ad libitum); 2 – Suplemento mineral com inclusão de aditivos fitogênicos (ad libitum; dose do aditivo: 1,5 g kg-1 MS ingerida); 3 – Suplemento proteico-energético (0,3% do PC); 4 – Suplemento proteico-energético (0,3% do PC) com inclusão de aditivos fitogênicos (dose do aditivo: 1,5 g kg-1 MS ingerida). Utilizar-se-ão, juntamente com os animais de desempenho, oito tourinhos canulados no rúmen, distribuídos em delineamento quadrado latino duplo 4x4 para a avaliação dos parâmetros ruminais. As variáveis avaliadas durante a fase de recria serão: desempenho, consumo e digestibilidade de nutrientes, parâmetros ruminais, eficiência de uso de nitrogênio e emissão de metano entérico. No experimento 2 serão avaliadas as emissões dos GEE do solo utilizando a metodologia das câmaras estáticas e as perdas de N por volatilização de NH3 utilizando a metodologia de câmaras estáticas semi-abertas livres, considerando os mesmos tratamentos e delineamento do experimento de desempenho. Serão quantificadas as variáveis do solo (temperatura, umidade, amônio e nitrato) e variáveis climáticas (precipitação e temperatura) objetivando correlacionar com as emissões dos gases.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo André Fiorotti Peixoto

Engenharias

Engenharia Civil
  • durabilidade em concretos de escória de aciaria
  • O consumo de recursos naturais pelo setor industrial da construção civil é reconhecido por sua magnitude. A grande geração de rejeitos industriais é uma realidade, principalmente rejeitos siderúrgicos, dada redução da qualidade da matéria prima, função do exaurimento das jazidas. Conciliar geradores de rejeitos e grande consumidores de materiais primas naturais parece ser uma alternativa razoável, no entanto, particularidades da cadeia produtiva na construção civil representam impeditivos que precisam de definições precisas em relação ao comportamento de novos materiais na presença de cimento Portland. Nesse sentido, resultados alcançados por nosso grupo de pesquisas RECICLOS CNPq desde 2005, buscam consolidar o uso de rejeitos para produção de matrizes cimentícias. Propriedades físicas e químicas, desempenho mecânico de concretos simples e armados e características ambientais foram estudadas e apresentaram-se adequados à produção de concretos sustentáveis, apenas com rejeitos de siderurgia. A proposta apresentada nesse projeto, dá início a uma nova etapa de estudos para produção de concretos com agregados de escória de aciaria LD e elétrica. Nesta etapa, serão estudadas composições tratadas com aditivos e adições submetidas a atmosferas ricas em CO2 e cloretos. Propriedades físicas, químicas, mecânicas e microestruturais serão utilizadas como parâmetros para a determinação do desempenho dessas novas matrizes na produção de concretos sustentáveis. Dessa forma, pretende-se contribuir para o entendimento do comportamento desses agregados de escória de aciaria quando submetidos às demandas impostas pela carbonatação e ataque de cloretos, bem como mecanismos de interação quais possam descrever os fenômenos observados. Pilotos experimentais desenvolvidos em bancada em que substituíram-se agregados naturais por agregados de escória de aciaria, reagiram de forma satisfatória e similar aqueles tratamentos produzidos com agregados naturais. Um aprofundamento na descrição dos mecanismos envolvidos nesse fenômeno, bem como melhor caracterização deste comportamento limitariam as restrições para uso destes agregados de escória e sua utilização na construção civil
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Andres Ramirez Uscategui

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • avaliação da perfusão renal, hepática e intestinal em cães com sepse, por meio da ultrassonografia contrastada
  • A sepse é uma síndrome clínica que ocasiona alta morbimortalidade em humanos e animais, principalmente devido ao desenvolvimento de síndrome de disfunção multiorgânica (MODS), complicação decorrente de mal perfusão tecidual. Lamentavelmente, até hoje as técnicas utilizadas para o diagnóstico precoce destas alterações são invasivas, pouco acuradas ou de alto risco para o paciente. Por esse motivo, considera-se relevante o estudo de métodos não invasivos que permitam quantificar a perfusão tecidual e identificar de forma precoce as mudanças que acontecem nestes parâmetros em pacientes com sepse. Com este escopo, propõe-se realizar um ensaio clínico prospectivo em 20 cães com sepse de origem espontânea, com o intuito de avaliar por meio da técnica de ultrassonografia contrastada (CEUS) a perfusão renal, hepática e intestinal ao momento do diagnóstico, durante e depois do tratamento guiado por objetivos, correlacionando os resultados destas avaliações com o desenvolvimento de MODS, lesão renal, hepática ou intestinal, gravidade do quadro clínico, mortalidade e com os parâmetros fisiológicos e laboratoriais rotineiramente utilizados para a monitoração clínica destes pacientes. Após o diagnóstico e classificação clínica, serão determinados: temperatura retal, pressão arterial sistólica, frequência cardíaca e respiratória, nível de consciência através da escala do coma de Glasgow, urinálise, análise hematológica celular e bioquímica da concentração sérica de creatinina, ureia, proteína, albumina, alanina aminotransferase, fosfatase alcalina, bilirrubina total, razão proteína creatinina urinária (UPC) e hemogasometría arterial; variáveis morfológicas renais, hepáticas e intestinais avaliadas pela ultrassonografia modo-B; índices vasculares pelo modo Doppler espectral; e os parâmetros de perfusão pela avaliação CEUS. Todas as variáveis estudadas serão comparadas estatisticamente entre os momentos de avaliação, segundo a evolução clínica, com os resultados obtidos em pacientes saudáveis e correlacionadas entre si
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Antonio Francisco Machado

Engenharias

Engenharia Química
  • síntese de polímeros derivados de cerâmicas (pdc) a partir de estruturas híbridas (organic-inorganic polymers) - aplicação como suporte para catalisadores
  • Polímeros híbridos orgânico-inorgânicos são obtidos a partir da copolimerização de monômeros orgânicos com precursores inorgânicos, cujo produto final apresenta características únicas, de acordo com o precursor empregado. No Brasil, a síntese de precursores cerâmicos vem se desenvolvendo ao longo dos anos sendo que colaborações e parcerias entre instituições brasileiras e estrangeiras tem demonstrado um grande valor para a formação de novos pesquisadores atuantes na área. Colaborações entre a Universidade Federal de Santa Catarina e a Universidade de Bayreuth, localizada na cidade de Bayreuth – Alemanha – permitiram a produção de trabalhos na área de polímeros híbridos para aplicações como recobrimento protetivo (coatings) e polímeros pré ceramicos, bem como a formação de doutores que hoje atuam nessas áreas de pesquisa. A área de polímeros pré ceramicos (polymer derived ceramics) é, atualmente, uma das mais estudadas pois apresenta um leque de aplicações bastante vasto. A Universidade de Limoges/CNRS, localizada na cidade de Limoges– França, sedia o Institut Européen des Ceramiques, coordenado pelo Prof. Dr. Samuel Bernard, onde polímeros pré cerâmicos são utilizados para o desenvolvimento diversos materiais com estrutura hierárquica de porosidade controlada. Alguns dos objetivos principais do instituto francês concentram-se na obtenção de um sistemas de membranas para produção de hidrogênio e energia, sistemas para geração de energia, purificação e separação de gás e armazenamento de energia. Este projeto visa a obtenção angariar recursos para darmos prosseguimento as nossas atividades de pesquisa e desenvolvimento com as instituições citadas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Araújo Rios

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • processamento e análise de sinais coletados do córtex visual cerebral
  • Sistemas de rastreamento ocular são amplamente utilizados em Neurociência para estudar sinais neurais transmitidos no córtex visual cerebral. Em geral, esses estudos são realizados em um ambiente experimental onde uma pessoa ou um animal é posicionado em frente a uma tela que apresenta estímulos visuais. Câmeras são posicionadas para medir a resposta a tais estímulos pelo monitoramento do movimento dos olhos. Essa medição fornece importantes informações que permitem compreender detalhes sobre atenção visual e, consequentemente, auxiliar no diagnóstico de doenças como, por exemplo, a degeneração macular e Parkinson. Neste trabalho, propõe-se aplicar técnicas de Processamento de Sinais e Aprendizado de Máquina para auxiliar nessa medição em diferentes etapas. Inicialmente, na etapa de calibração dos experimentos, espera-se desenvolver uma técnica que reduza a dependência para um operador externo que valide os movimentos oculares. Após essa etapa, espera-se desenvolver um novo algoritmo de agrupamento de dados que seja capaz de identificar diferentes fixações do movimento dos olhos, a fim de identificar com precisão quando os olhos realiza movimentos de sacada, variando entre diferentes pontos fixos. Por fim, técnicas de classificação utilizando Redes Neurais Artificiais poderão ser utilizadas para classificação de sinais transmitidos no córtex visual cerebral durante a observação livre de cenas visuais em condições naturais. Como consequência, espera-se que estes resultados possam contribuir para uma melhor compreensão dos mecanismos visão.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Arlen Buriti da Costa

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo da alta atmosfera neutra sobre o estado da paraíba.
  • O projeto tem como objetivo estudar a alta atmosfera (80-100km e 250 km) a partir de dados observados pelos equipamento sob a responsabilidade do Observatório de Luminescência Atmosférica da Paraíba (OLAP) que está localizado na cidade de São João do Cariri, PB, numa área denominada de Estação Experimental e que é administrada pela Universidade Federal da Paraíba. Na realidade, basicamente, devemos dar continuidade ao trabalho que tem sido feito desde 1997 quando instalamos um trailer com um fotômetro para medir a aeroluminescência (airglow) a partir de uma cooperação técnico-científica entre a UFCG e o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ao longo de todos esses anos, temos estudado a dinâmica da alta atmosfera neutra e ionizada a partir de vários equipamentos que foram instalados no OLAP e em seus anexos localizados em outras cidades (Monteiro e Cajazeiras, PB, Petrolina, PE e Caicó, RN). A dedicação do Grupo Aerolume da UFCG contribuiu para que o OLAP sempre estivesse em operação, ou seja, sempre produzindo dados para realização de muita pesquisa na área de Aeronomia, focando o estudo de ondas de gravidades, marés atmosféricas, ondas planetárias, pororocas, bolhas de plasma, etc. Tudo isso levando a um significativo número de trabalhos publicados em periódicos e formação de mão de obra. Entretanto, devemos ressaltar que tudo isso não seria possível se não fosse o apoio do INPE e do CNPq.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Artur Sanguinetti Ferreira

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • estudo de tensões residuais baseado em deslocamento pontos coordenados medidos a partir de imagens digitais: método dpcid
  • Estudo de Tensões Residuais Baseado em Deslocamento Pontos Coordenados Medidos a Partir de Imagens Digitais: Método DPCID Resumo As tensões residuais (TR) têm sido determinadas em juntas soldadas por diferentes metodologias. Dentre as mais importantes estão a difração de R-X, a difração de nêutrons, método ultrassônico (ondas ultrassônicas), métodos magnéticos (efeito Barkhausen), pelo método do furo cego (ASTM-E-837), além dos métodos analíticos (computacionais). Recentemente, as tensões residuais de uma junta soldada do aço naval ASTM AH-36 foram medidas simultaneamente por dois métodos: um já consagrado (difração de raios-X) e um outro, já desenvolvido, o DPC - Deslocamento de Pontos Coordenados. Os resultados entre estes dois métodos mostraram-se coerentes, tendo o método DPC uma incerteza menor que a difração R-X. Baseado na experiência adquirida, estamos desenvolvendo uma nova variante do método DPC. Neste novo método de medição, agora denominado (DPCID), serão usadas imagens digitais para referenciamento (em x e y) e para medição da extensão dos deslocamentos dos pontos após tratamentos térmicos para alívio de tensões. Após as medições dos deslocamentos, as tensões residuais serão calculadas considerando-se o estado plano de tensões e os resultados serão ratificados por difração de raios-X (DR-X). Neste novo estudo, o referenciamento e o deslocamento pontos coordenados (x e y) serão obtidos a partir de imagens digitais, obtidos por uma câmera digital de alta resolução; onde as medições terão como unidade dimensional o pixel. Desta forma será dada a portabilidade necessária ao método, objetivando-se sua implementação nas indústrias naval e metal-mecânica do país. Palavras Chave: Tensões Residuais, Método DPCID, Tratamento para Alívio de Tensões
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Barbosa da Silva

Ciências Humanas

Geografia
  • mobilidade cotidiana, segregação espacial e periferia urbana: tempo de deslocamentos nas últimas três décadas na metrópole de são paulo
  • A mobilidade cotidiana das pessoas nas grandes metrópoles brasileiras é atualmente um dos principais problemas urbanos. Isso porque já se tornou algo comum as pessoas perderem tempo em seus deslocamentos em imensos congestionamentos, submetidas às péssimas condições dos transportes coletivos. Esse contexto mais recente é marcado pela ampliação da frota de automóveis e motocicletas articulada a uma nova escala da expansão periférica metropolitana. Esta dinâmica é induzida pelo processo de segregação espacial, que impõe uma divisão de classes sociais no espaço, produzindo condições diferenciadas de acessibilidade aos lugares e, consequentemente, desigualdades socioespaciais. Na metrópole de São Paulo, esse processo se expressa espacialmente pelas melhores localizações das oportunidades de emprego e infraestruturas urbanas em relação ao tempo de deslocamentos destinadas às pessoas de classe de renda média e alta e, contrariamente, localizações mais distantes dos empregos e parte importante das infraestruturas urbanas em relação ao tempo de seus deslocamentos voltado às pessoas de renda mais baixa. Este projeto de pesquisa pretende analisar o tempo de deslocamento nas últimas três décadas das pessoas de baixa renda, moradoras das periferias urbanas da metrópole de São Paulo. Para tanto, este projeto de pesquisa baseia-se em uma metodologia triangular que visa integrar os enfoques quantitativos, qualitativos e usos de aplicativos para smartphones. No aspecto quantitativo, visa-se enfocar a Pesquisa Origem-Destino do Metrô de São Paulo nos anos de 1997, 2007 e 2017, para análise dos tempos de deslocamentos das pessoas, relacionando a produção das viagens na periferia de São Paulo à divisão modal dos transportes motorizados (coletivos e individuais) e não-motorizados (a pé e bicicleta) e os motivos (trabalho, educação, compras, lazer, saúde). Já para a pesquisa qualitativa, pretende-se realizar oficinas de cartografia da ação social voltadas para a compreensão das experiências urbanas sobre as percepções dos moradores das periferias urbanas em relação a seus tempos de deslocamentos na mobilidade cotidiana na metrópole de São Paulo. Por último, estes moradores serão convidados a instalarem um aplicativo em seus smartphones, que possui a função de GPS, durante o período de uma semana, como forma de analisar os seus deslocamentos diários, sejam eles transportes motorizados, a pé ou de bicicleta, definindo os tempos de deslocamentos e as distâncias percorridas. Os resultados esperados pretendem demonstrar como os tempos de deslocamentos na mobilidade cotidiana ao longo das últimas três décadas é um condicionante e condicionado dos processos de segregação espacial nas periferias urbanas que podem apresentar dificuldades de acessibilidade aos lugares e suas oportunidades, gerando desigualdades entre aqueles que perdem mais ou menos tempo em seus deslocamentos. Este projeto de pesquisa poderá contribuir com uma metodologia ainda pouco desenvolvida no Brasil a partir da triangulação entre os dados estatísticos, experiência urbana dos tempos de deslocamentos e a apreensão mais objetiva desses deslocamentos com o uso dos aplicativos de smartphones, ajudando a compreender o comportamento espacial das pessoas com base nos posicionamentos ativos em seus deslocamentos cotidianos.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ricardo Bastos Cavalcante Prudencio

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • seleção de técnicas de transferência de aprendizagem
  • Técnicas de transferência de aprendizagem têm sido adotadas na literatura de aprendizagem de máquina supervisionada para auxiliar a construção de modelos em domínios com pouca disponibilidade de dados de treinamento, em especial, com poucos, ou mesmo nenhum, exemplos rotulados. Nesse contexto, dados ou modelos disponíveis em domínio auxiliar (domínio fonte) são usados para auxiliar a construção de um modelo de predição para um domínio alvo. O reuso de informação entre domínio pode ser feito de diferentes formas, desde a seleção dos exemplos de treinamento mais representativos do domínio fonte, até a adaptação de modelos pré-existentes no domínio fonte usando os poucos dados disponíveis no domínio alvo. A escolha da técnica de transferência de aprendizagem depende de fatores diversos como o tipo de mudança nas distribuições de dados entre domínios fonte e alvo e a presença de dados rotulados no domínio alvo. Nesse projeto, investigaremos soluções para selecionar técnicas de transferência dependendo desses fatores. Inicialmente, serão investigadas técnicas para caracterização de mudanças nas distribuições de dados entre domínios. Nos casos em que dados rotulados no domínio alvo sejam necessários (por exemplo, para identificar mudanças nas distribuições condicionais entre domínios), propomos integrar técnicas de aprendizagem ativa para selecionar apenas um número reduzido de instâncias relevantes do domínio alvo para posterior rotulação. As características identificadas serão usadas para regularizar a adaptação de modelos ou enviesar a seleção de instâncias do domínio fonte.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022