Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Valéria Cristina da Costa

Outra

Divulgação Científica
  • arte e ciência: o teatro científico como mediação para a divulgação científica e a popularização da ciência
  • São ações desta proposta:realização de 15 apresentações teatrais do espetáculo a ser produzido, seguidas de debates sobre o tema e subtema da SNCT 2022 e discussões sobre as formas de acesso aos cursos disponíveis na UFVJM e no IFNMG; Produção de 01 livro contendo o texto dramatúrgico escrito neste projeto e relatos sobre as apresentações realizadas; Produção de 06 livros já escritos pelo coletivo deste projeto, com vistas à divulgação cientifica; Distribuição de livros produzidos para escolas da rede básica de ensino; 25 Realização de 15 sessões de contação de histórias ou leituras dramatizadas, a partir dos demais livros produzidos, seguidas de debates sobre o tema e subtema da SNCT 2022 e discussões sobre as formas de acesso aos cursos disponíveis na UFVJM e no IFNMG; Realização de 03 oficinas sobre os 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil e sobre a ciência nas universidades, utilizando o teatro como ferramenta; Realização de 01 oficina com estudantes dos cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas e/ou Licenciatura em Educação do Campo da UFVJM, sobre o uso da arte na divulgação científica e popularização da ciência e a construção de textos dramatúrgicos para o teatro científico; Produção de 01 resumo ou artigo contendo os resultados da realização da proposta para divulgação em evento científico; Produção de 01 vídeo curto contendo informações sobre o desenvolvimento do projeto; Realização de 02 oficinas em eventos científicos: Sintegra 2022 (Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFVJM) e Cobeai 2023 (Congresso Brasileiro de Educação Ambiental Interdisciplinar) e/ou outro, referentes ao tema da SNCT 2022, ao uso do teatro como ferramenta de divulgação científica e popularização da ciência e aos resultados do desenvolvimento desta proposta – (ação de médio prazo).
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Valéria Cristina da Costa

Outra

Divulgação Científica
  • arte e ciência: o teatro científico como mediação para a divulgação científica e a popularização da ciência
  • A divulgação científica pode ser realizada de diversas maneiras e tem uma importância fundamental para o progresso da ciência e para que a sociedade possa usufruir dos avanços possíveis em função do desenvolvimento científico. O teatro tem se mostrado ferramenta muito importante para promover reflexões sobre diversos assuntos, inclusive na divulgação científica e popularização da ciência. Sendo assim, o objetivo geral desta proposta é promover a divulgação de conhecimentos científicos sobre o tema da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2021, por meio do teatro científico, com foco no subtema “A transversalidade da CT&I na concretização do Segundo Objetivo de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030: a agroecologia como possibilidade de produção sustentável de alimentos”. São ações desta proposta: realização de 15 apresentações teatrais do espetáculo teatral a ser produzido, seguidas de debates sobre o tema e subtema da SNCT 2021 e discussões sobre as formas de acesso aos cursos disponíveis na UFVJM e no IFNMG; Produção de 01 livro (físico e digital) contendo o texto dramatúrgico escrito e relatos sobre as apresentações realizadas; Distribuição do livro físico em escolas e divulgação do livro digital em escolas e nas redes sociais; Realização de 03 oficinas sobre transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta e agroecologia, utilizando o teatro como ferramenta; Realização de 01 oficina com estudantes dos cursos de Licenciatura em Ciências Biológicas e/ou Licenciatura em Educação do Campo da UFVJM, sobre o uso da arte na divulgação científica e popularização da ciência e a construção de textos dramatúrgicos para o teatro científico; Produção de 01 resumo ou artigo contendo os resultados da realização da proposta para divulgação em evento científico; Produção de 01 vídeo curto contendo informações sobre o desenvolvimento do projeto; Realização de 02 oficinas em eventos científicos: Sintegra 2022 (Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFVJM) e Cobeai 2022 (Congresso Brasileiro de Educação Ambiental Interdisciplinar) e/ou outro, referentes ao tema da SNCT 2021, ao uso do teatro como ferramenta de divulgação científica e popularização da ciência e aos resultados do desenvolvimento desta proposta. Essa proposta tem, como público alvo majoritário, alunos da educação básica (Ensinos Fundamental, Médio e Técnico Profissionalizante). As ações serão realizadas em 12 municípios mineiros, a saber: Bertópolis, Crisólita, Itaipé, Ladainha, Malacacheta, Monte Formoso, Novo Oriente de Minas, Ouro Verde de Minas, Poté, Serra dos Aimorés, Setubinha e Teófilo Otoni. As ações dos projetos ocorrerão em pátios, auditórios ou ginásios de escolas das redes públicas municipal ou estadual e, também, em espaços públicos como ginásios ou praças. Esses espaços normalmente são espaços acessíveis. De toda forma, espaços que não garantam a acessibilidade serão descartados no ato de planejamento das ações da SNCT 2021 nos municípios. Para a divulgação das ações a serem realizadas e publicação de relatos sobre atividades já ocorridas, além de difusão de conhecimentos referentes à temática, serão utilizados os perfis do Grupo de Extensão e Pesquisa em Agricultura Familiar (GEPAF) no Instagram e FaceBook, o canal YouTube vinculado a este grupo, bem como o perfil Arte e Ciência no Facebook e o perfil arteeciencia1 no Instagram. Tais perfis serão amplamente difundidos, principalmente nos municípios em que as ações ocorrerão. Em todos os municípios em que existirem emissoras de rádio, serão buscados espaços na programação para a divulgação das ações referentes à SNCT 2021 e para o aprofundamento da temática abordada nesta edição da semana.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 05/11/2021-30/11/2023
Foto de perfil

Valéria Freitas de Magalhães

Ciências Biológicas

Ecologia
  • nanopartículas e fotocatálise no melhoramento da qualidade da água: eficiência dos processos e efeitos ecotoxicológicos
  • Em um cenário como o brasileiro, onde a cobertura de saneamento básico é baixa e o sistema de coleta de esgoto atende apenas metade da população, a perda da qualidade da água ameaça a segurança hídrica de forma mais evidente. Neste projeto, visamos propor uma opção de tratamento alternativo para suprir etapas ineficientes do tratamento convencional de água. Nosso objetivo é avaliar o uso de processos oxidativos avançados tendo como base H2O2 e TiO2, dispostos sob a forma de nanopartículas puras e/ou modificadas com metais de transição para melhoria da qualidade de água em corpos hídricos de superfície. Esses processos visam remediar as cianobactérias produtoras de toxinas, dominantes em sistemas aquáticos eutrofizados, que comumente alimentam estações de tratamento de água, antibióticos e hormônios, que ocorrem amplamente em água para consumo humano devido ao seu uso intenso, seja pela população humana ou na criação de animais. Planejamos testar diversas abordagens de otimização dos processos oxidativos, para remediação dos metabólitos poluentes ou das florações de cianobactérias considerando dosagem, tempo de duração do tratamento e associação com nanopartículas inicialmente em pequena escala de microcosmos em laboratório e, após seleção dos melhores resultados, estudos serão realizados em mesocosmos em um reservatório. Outro ponto relevante é a avaliação da toxicidade do processo de tratamento proposto para a biota aquática, considerando os subprodutos potencialmente formados. Para tal, serão realizados ensaios ecotoxicológicos usando zebrafish. Devido à intensa degradação e piora na qualidade da água dos corpos hídricos no Brasil, o estudo e a aplicação de metodologias visando o melhoramento da qualidade de água bruta captada para tratamento e posterior abastecimento da população se tornam essenciais. Assim, processos que visem amenizar esses efeitos são de suma importância econômica, ambiental e de saúde pública.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Valeria Monteiro da Silva Eleuterio Pulitano

Ciências Humanas

Filosofia
  • vi feira de ciências, arte e cultura do ifsp matão
  • De acordo com a legislação federal, na forma da Lei de Diretrizes Básicas (LDB9394/96) e dos PCNs, a contextualização e interdisciplinaridade são muito importantes no ensino. Também vivenciamos muitas discussões e debates sobre as mudanças no processo ensino-aprendizagem, no sentido de envolver, animar e estimular os alunos nos diversos segmentos da educação. Neste sentindo, as feiras constituem boas oportunidades, uma vez que, permitem aos alunos relacionarem a teoria com a prática e articular conhecimentos diversos na busca de soluções para problemas reais presentes no seu cotidiano. As feiras/mostras científicas e culturais trazem um enriquecimento curricular significativo tanto aos discentes, que ao deixarem de ser meros espectadores, assumem papel de atores principais no processo de aprendizagem, quanto aos docentes que os orientam, já que muitas vezes também são desafiados a mudarem suas perspectivas e visão de mundo, a fim de encontrarem resoluções não tão fáceis para determinados questionamentos ou problemas. Além disso, por propiciarem maior aproximação com os alunos, tais eventos permitem que o docente possa melhor compreendê-los, entendendo seus anseios, necessidades e comportamento o que, inclusive, pode melhorar a relação professor-aluno e aluno-escola, extremamente importante, sobretudo, nos dias atuais. As escolas da cidade de Matão atendem a alunos de várias faixas etárias e com grande diversidade sociocultural, apresentando problemas comuns tais como: alunos desmotivados, sem pré-requisitos, sem acompanhamento familiar, falta de verbas para melhorias na estrutura física. Tendo em vista a necessidade de contextualização interdisciplinar e de uma melhor integração professor/aluno/comunidade e com o intuito de amenizar esses problemas, as escolas realizam anualmente feiras de ciências em nosso município. Considerando a tendência de viabilizar a pesquisa na educação básica, nota-se a necessidade de realização de um evento a nível municipal. Um evento, tal como uma feira, que possa reunir os trabalhos desenvolvidos por alunos de várias escolas, promovendo a integração científica e social desses alunos. Desta forma, surge o projeto VI Feira de Ciências, Arte e Cultura do IFSP-Matão que, ao buscar a valorização do aluno e do conhecimento, por meio da difusão do conhecimento cultural, tecnológico e científico entre a comunidade interna do IFSP- Matão e a sociedade matonense, contará com a apresentação de até 60 trabalhos de alunos de ensino médio do IFSP-Matão (1° e 2° anos) e de alunos das escolas municipais, estaduais e particulares desta cidade que estão cursando o ensino fundamental (9º ano) e ensino médio (1º e 2º anos) integrado ou não ao ensino técnico. Os trabalhos envolverão a elaboração de experimentos científicos e mostras culturais e, além dos alunos que apresentarão seus trabalhos, serão convidados a prestigiar a feira os demais alunos e professores do 9º ano do Ensino Fundamental e dos 1º, 2º e 3º anos do Ensino Médio de Matão, docentes e demais servidores destas escolas, pais, empresários e a comunidade de Matão. A VI FEIRA DE CIÊNCIAS, ARTE E CULTURA DO IFSP MATÃO terá um modelo híbrido, isto é, será realizada com apresentações presenciais e virtuais dos projetos participantes. O modelo presencial terá abrangência municipal e será voltado para a comunidade interna do IFSP - Matão e para os cidadãos matonenses. Já o modelo virtual contará com servidor e domínio institucional, em que estará hospedado um site com recursos de organização e apresentação de materiais multimídia desenvolvidos pelos participantes; também conterá outros elementos informativos sobre o tema escolhido e aspectos de arte e cultura correlatos, cuidadosamente selecionados pela comissão organizadora, e poderá ser acessado por todo Brasil. O modelo virtual será adotado em sua totalidade, atendendo as normas estabelecidas nesta proposta, caso a situação de pandemia perdure até a data de sua realização, o que acontecerá durante a 18a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). O projeto visa que docentes, servidores e alunos do IFSP aprimorem seus conhecimentos e habilidades na organização, desenvolvimento e avaliação de uma feira científica. Pretende-se também que os professores de várias escolas possam valorizar os trabalhos de seus alunos ao apresentá-los em evento de abrangência municipal. Além disso, proporcionará aos alunos a oportunidade de escolher um tema que desperte neles a curiosidade e o interesse, tornando-os construtores do próprio conhecimento e preparando-os para serem cidadãos reflexivos, participativos e autônomos.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 20/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Valéria Pagotto

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • programa de formação para organização e qualificação do cuidado às pessoas com doenças crônicas não transmissíveis na atenção primária do estado de goiás
  • As Doenças Crônicas não Transmissíveis (DCNT) são problemas prioritários para saúde pública, devido ao forte impacto na morbimortalidade e na qualidade de vida dos indivíduos, bem como pelo efeitos econômicos adversos gerados para os serviços de saúde e sociedade em geral. A formação na gestão do cuidado na Atenção Primária à Saúde (APS) desses agravos é fundamental para redução dos efeitos negativos das DCNT. O objetivo geral desta proposta é analisar a situação da organização do cuidado às pessoas com DCNT, as necessidades de formação dos profissionais de saúde e gestores da APS, desenvolver estratégias para formação dos profissionais e gestores, e avaliar o processo de formação na organização do processo de trabalho em municípios do Estado de Goiás. O estudo será realizado em quatro eixos. No eixo diagnóstico situacional, será traçado panorama dos indicadores de saúde nos municípios, por meio de estudo ecológico com base em dados secundários e verificadas as necessidades de formação de profissionais e gestores da APS e lacunas passíveis de mudanças, além da qualidade do cuidado em DCNT pela mensuração da presença e extensão dos atributos da APS por meio de estudo transversal de métodos mistos. No eixo de formação, será desenvolvido um Programa de Formação para profissionais de nível superior e gestores da APS, considerando o diagnóstico situacional, fundamentado na Metodologia da Problematização. O programa será estruturado em três seminários presenciais com carga horária de 36 horas para profissionais de saúde e oito horas para gestores da APS e em quatro Unidades de Aprendizagem na modalidade à distância em Ambiente Virtual de Aprendizagem, sendo 144 horas para profissionais, e 32 horas para gestores, com conteúdos divididos em módulos. O eixo de avaliação consistirá na avaliação da satisfação e de impactos do processo formativo na visão dos participantes, considerando-se as dimensões alcance, adesão, autoavaliação de impacto, efetividade da formação e análise crítica da implementação das mudanças por meio de duas abordagens metodológicas: um estudo transversal quantitativo e um qualitativo. Análise será realizada para verificar o efeito do Programa de Formação nos atributos da APS no estudo transversal. O quarto eixo, difusão e tradução do conhecimento, será realizado por meio da disseminação e popularização do conhecimento produzido no Programa de Formação, entre profissionais, gestores, usuários da APS e organismos sociais regionais. Será realizada identidade visual e site específico do Programa de Formação, além de materiais didáticos para profissionais e gestores da APS. As atividades da presente proposta contribuirão para o aperfeiçoamento e qualificação dos profissionais que atuam na APS, para a organização dos serviços e gestão do cuidado em DCNT. Dessa forma, proporcionará intervenções efetivas no sistema de saúde que impactam positivamente na saúde da população, além de produzir um modelo de Programa de Formação que poderá ser multiplicado em outros contextos.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 29/01/2021-31/01/2024