Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Paula Gonçalves da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • semana universitária da universidade de pernambuco - campus caruaru (super 2020)
  • O objeto deste projeto é a execução do evento denominado Semana Universitária da UPE Caruaru (SUPER 2020) que ocorrerá de 20 a 22 de outubro de 2020, em formato on-line, e seus desdobramentos através da divulgação científica com a transmissão de vídeos on-line que ocorrerão até dezembro de 2020. A SUPER 2020 tem como objetivo geral fomentar o debate sobre ciência e tecnologia no agreste pernambucano. De forma complementar visa a divulgação dos projetos de pesquisa e extensão desenvolvidos pela UPE Caruaru e demais universidades da região, a fim de fomentar e estimular o desenvolvimento da ciência na localidade, além de estimular o pensamento crítico e o caráter inquiridor dos cidadãos envolvidos. Também é objetivo da SUPER 2020 a divulgação dos cursos de graduação da UPE Caruaru e universidades ao entorno, a fim de encorajar o acesso às universidades e a busca por conhecimento científico e tecnológico, estimulando a livre circulação do conhecimento em todas as camadas da sociedade brasileira, especialmente no interior do Estado de Pernambuco. A SUPER 2020 atende fortemente ao tema da SNCT 2020 – “ Inteligência artificial: a nova fronteira da ciência brasileira” pois abordará sob diferentes aspectos como a inteligência artificial aumenta as chances de sucesso na transformação digital. As principais atividades planejadas Jornada Científica e de Extensão (JCE), Portas Abertas Virtual, UPE Gils, Palestras e Comunicação Científica.
  • Universidade de Pernambuco - PE - Brasil
  • 26/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Paula Guimaraes Simoes

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • observatório de celebridades: emergência, ação e permanência dos famosos no contexto brasileiro
  • O objetivo desta pesquisa é construir um panorama de celebridades que povoam a cena pública brasileira, bem como compreender a inserção social e histórica de tais figuras nesse contexto. A pesquisa busca, assim, constituir um observatório de celebridades, identificando seus modos de emergência (por sua inserção em um acontecimento ou por um desempenho louvável em determinada atividade, por exemplo) e evidenciando a diversidade de campos em que elas se situam. Com isso, procuramos apreender a diversidade de tipos construídos nos processos de celebrização – suas semelhanças e distinções –, assim como discutir os valores que tais figuras encarnam e que as projetam no cenário de visibilidade. Partindo desse mapeamento, a pesquisa busca analisar as celebridades a partir de seus diferentes campos de atuação (esporte, política, televisão, Internet, por exemplo), buscando compreender distintos modos de ação e de constituição de imagens públicas na contemporaneidade. Nesse sentido, a pesquisa se agrega a outros esforços na tentativa de aprofundar a compreensão acerca da relação entre a cultura das celebridades e o universo de valores da sociedade brasileira contemporânea. O desenho metodológico é ancorado na perspectiva pragmatista, que aponta para o domínio da experiência ou da observação da empiria: a princípio, um monitoramento de mídia está sendo realizado para identificar os sujeitos célebres a serem analisados. Definido o recorte empírico, a coleta de dados para a composição do corpus será feita em espaços diversos como jornais, revistas e portais na internet, além de programas de TV e redes sociais digitais. Após a sistematização dos dados, procederemos a uma análise da ação das celebridades, no intuito de compreender: seus modos de emergência na cena pública; seu envolvimento em acontecimentos de destaque; suas atitudes e posturas na cena pública; sua duração no cenário de visibilidade; os valores destacados e/ou criticados em sua performance pública; semelhanças e distinções nos modos de ação e constituição de imagens públicas nos vários campos de atuação das celebridades.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paula Karini Dias Ferreira Amorim

Outra

Multidisciplinar
  • 11ª jornada de iniciação científica e extensão do ifto – jice 2020 inteligência artificial: a nova fronteira da ciência brasileira
  • Jornada de Iniciação Científica e Extensão (JICE) é uma evento estadual realizado anualmente pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins (IFTO), o qual envolve todas as suas 11 unidades, distribuídas de norte a sul do Estado do Tocantins, a Reitoria, seus 21 polos de educação a distância e também outras instituições parceiras. O evento tem o intuito de despertar a vocação científica e incentivar novos talentos entre os estudantes por meio de projetos de pesquisa, extensão e inovação, bem como oportunizar a troca de experiências entre pesquisadores e extensionistas de áreas afins, estudantes dos diversos níveis de formação da rede pública e particular, além dos setores produtivos e da comunidade externa interessada no evento. Para tanto, proporciona um espaço de divulgação e desenvolvimento do pensamento técnico-científico, bem como de produção e discussão dos trabalhos resultantes dos projetos de pesquisa, de extensão e de inovação dos servidores e estudantes do Instituto Federal do Tocantins, das demais instituições parceiras e comunidade interessada.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins - TO - Brasil
  • 23/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Paula Martins Horta

Ciências da Saúde

Nutrição
  • impacto da regulação da publicidade televisiva de alimentos direcionada às crianças no consumo alimentar e obesidade infantil no brasil
  • O padrão alimentar da população brasileira alterou-se desfavoravelmente nas últimas décadas: gêneros básicos importantes para a boa nutrição tiveram sua participação na dieta reduzida em detrimento ao consumo de produtos ultraprocessados. Tal padrão de alimentação encontra-se diretamente relacionado à epidemia de obesidade infantil, atualmente instalada no país. De acordo com a Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF) de 2008-2009 uma a cada três crianças em idade escolar está acima do peso ideal. Dentre os determinantes ambientais dessa mudança, tem destaque a publicidade de alimentos e bebidas não alcoólicas. A exposição excessiva à propaganda de alimentos resulta na piora dos hábitos alimentares em decorrência de mudanças na percepção dos indivíduos acerca da definição de alimentação saudável. Tal relação é especialmente relevante entre crianças, indivíduos cuja percepção sobre a saúde encontra-se em formação. Além disso, sabe-se que a exposição precoce ao marketing de alimentos pode contribuir para a fidelização da criança à marca de um alimento, o que pode durar por toda a sua vida. O estudo da publicidade de alimentos e de seu impacto nas escolhas alimentares é recente e tem sido principalmente destinado à publicidade televisiva orientada às crianças. Esses dados têm mostrado grande participação de alimentos não saudáveis nas peças publicitárias, somada ao uso de técnicas de marketing persuasivas e abusivas. No Brasil, o Código de Defesa do Consumidor (CDC) traz elementos de proteção contra a publicidade enganosa, incluindo a obrigação de fornecer informação adequada e clara sobre os diferentes produtos e serviços. A Resolução 163/2014 do CONANDA (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente) trata especificamente da publicidade infantil e considera abusiva a publicidade e comunicação mercadológica dirigida às crianças menores de 12 anos, definindo especificamente as características dessa prática. Apesar disso, verifica-se inadequação das propagandas televisivas no Brasil segundo as definições dessas legislações, o que denota a importância se valer cumprir as leis e impor maior restrição às indústrias na veiculação de suas propagandas no meio televisivo. Diante disso, propõe-se um estudo de metodologia quantitativa de duração de 18 meses que pretende estimar o impacto da regulação da publicidade televisiva de alimentos direcionada às crianças no consumo alimentar e ocorrência de obesidade infantil no Brasil. O público-alvo serão crianças de 8 à 12 anos de idade. A proposta de regulação consiste em proibir a veiculação de qualquer propaganda de alimentos identificados com excesso ou presença de nutrientes críticos durante a programação televisiva brasileira aberta ou fechada no horário compreendido entre 6h00 às 22h00. Para definição de alimentos com excesso ou presença de nutrientes críticos serão adotados os modelos propostos pela: (1) Organização Pan-americana de Saúde (OPAS) e (2) pela ANVISA para a rotulagem nutricional frontal, que atualmente está em Consulta Pública (número 707/2019). Para avaliação do impacto da regulação da publicidade televisiva de alimentos no Brasil sobre o consumo alimentar e estado nutricional de crianças brasileiras, será obtida uma estimativa da efetividade deste tipo de restrição sobre o consumo alimentar em estudos de intervenção natural de elevada qualidade científica, disponíveis na literatura. A partir dos dados da literatura, será definida a estimativa da mudança de consumo calórico (em kcal) por minuto de exposição à publicidade televisiva. Visando corrigir a limitação de validade externa decorrente do uso de dados secundários para avaliação de impacto de políticas públicas, um fator de correção de 50% será aplicado para extrapolação para contextos reais e de longo prazo. O efeito identificado em kcal por minuto de exposição será transformado em efeito diário tendo em vista o tempo médio de exposição diária de crianças à televisão, a ser obtido dos relatórios do Instituto Brasileiro de Opinião e Estatística (IBOPE), e a incidência de propagandas televisivas de alimentos do Brasil, obtidos pela equipe proponente deste projeto em pesquisa anterior, na qual os três canais de maior audiência da TV aberta e fechada brasileira foram estudados. A programação corrida de cada um dos canais foi gravada de forma simultânea das 06h às 24h durante oito dias de abril de 2019 escolhidos de forma aleatória. Todas as propagandas de alimentos presentes nas programações dos dois tipos de canais foram registradas e identificadas quanto ao seu processamento industrial e perfil nutricional. Finalmente, a partir da informação de incremento do consumo calórico diário na população de crianças, a estimativa da mudança no peso corporal será realizada usando as equações validadas de Hall et al (2013). Para condução das análises do estudo, serão utilizados dois bancos de dados pré-existentes que contemplam dados de consumo alimentar e antropometria de crianças brasileiras: o banco de dados do Inquérito Nacional de Alimentação (INA) integrante da POF de 2008-2009, que possui dados do consumo alimentar individual em dois dias não consecutivos de amostra representativa de crianças brasileiras de 10 a 12 anos de idade; e o banco de dados de pesquisa de domínio da coordenadora da presente proposta, que contempla dados de consumo alimentar individual de crianças de 8 à 10 anos de escolas públicas municipais de Belo Horizonte no período de 2013-2015. A análise dos dados contemplará a análise de impacto da regulação proposta, considerando o modelo de perfil nutricional da OPAS e ANVISA. As alterações identificadas serão estratificadas por sexo, idade, região do país, renda e tipo de residência e de acordo com o dia da semana e o tipo de canal. Para essas análises será realizada comparação de proporções/médias e intervalo de confiança de 95% (IC 95%). O projeto atende os preceitos éticos da Resolução 466/2012.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Paula Pereira Torga

Ciências Agrárias

Agronomia
  • melhoramento genético preventivo do feijão-comum para resistência ao crestamento bacteriano aureolado (pseudomonas syringae pv. phaseolicola)
  • A bactéria Pseudomonas syringae pv. phaseolicola (Burkholder) Young et al., conhecida pelas iniciais “Psp”, causa o crestamento bacteriano aureolado do feijoeiro (em inglês, “halo blight of common bean”), doença de grande impacto econômico para a cultura do feijão em dezenas de países do mundo. A bactéria é um organismo quarentenário, ainda inexistente no Brasil, maior produtor e consumidor mundial de feijão, com potencial de causar grandes prejuízos econômicos no país caso seja introduzida. Epidemias de Psp possuem um alto poder destrutivo, diminuindo o potencial produtivo do feijoeiro em mais de 50%, e afetando sobremaneira a qualidade dos grãos. Para prevenir ou minimizar o impacto da doença, medidas quarentenárias foram adotadas pelos países onde a bactéria ainda não foi relatada, incluindo o Brasil. Se for introduzida no Brasil, a bactéria poderá ter impacto relevante em regiões mais altas, de temperatura amena e noites frescas. Os danos causados pelo patógeno podem ser reduzidos com o emprego de medidas de controle como o emprego de sementes sadias, eliminação de restos culturais, manejo adequado de irrigação evitando sistemas de aspersão (quando possível), entre outras. Mas a maneira mais eficiente de controlar a doença, no entanto, é por meio do emprego de genes de resistência pelos programas de melhoramento genético, juntamente com medidas de manejo integrado de pragas. O crescente emprego de irrigação por aspersão na produção de feijão no Brasil requer o desenvolvimento antecipado de variedades de feijoeiro resistentes ao crestamento bacteriano aureolado. Desta forma, o principal objetivo deste projeto é desenvolver estoques genéticos de feijão carioca resistentes ao crestamento bacteriano aureolado. Retrocruzamentos assistidos serão realizados com marcadores SSR ou SNP de background, visando uma melhor amostragem do genoma recorrente, a seleção de plantas mais próximas geneticamente deste genitor e a rápida introgressão da resistência ao crestamento bacteriano aureolado proveniente de duas fontes distintas (‘ZAA 12’ e ‘BelNeb-RR-1’) na cultivar de grãos carioca BRS Estilo.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paula Sandrine Machado

Ciências Humanas

Psicologia
  • produção de subjetividade, tecnologias de governo e as relações com a cisheteronorma: trajetórias de vida no que tange à orientação sexual e à identidade de gênero
  • O objetivo geral da pesquisa é compreender como os sujeitos se constituem a partir dos efeitos de verdade dos discursos aos quais foram expostos nas suas trajetórias de vida no que tange à orientação sexual e à identidade de gênero. A pergunta de fundo recai sobre o modo como são produzidas, nas trajetórias dos diferentes sujeitos, relações particulares, não lineares e complexas com a cisheteronorma. Ao pensarmos a construção da norma e de regimes de verdade pelo Estado estamos particularmente interessados nos processos de produção de sujeitos e sua relação com esses jogos de verdade e essas tecnologias de governo. Nos processos de legitimação de certas populações e subjetividades, na construção de regimes de verdades e na legibilidade de certos corpos e sexualidades pelo Estado, interessa-nos entender a complexidade por trás da conformação das trajetórias dos sujeitos perante as normas jurídico-científico-sociais, dando especial atenção aos processos de subjetivação. Do ponto de vista metodológico, adotaremos como técnica de investigação social privilegiada a entrevista etnográfica. Utilizaremos a noção de trajetórias de vida, considerando os debates em torno do uso de narrativas biográficas ou auto-biográficas e sua relação com a etnografia. Serão realizadas, no total, aproximadamente entrevistas com 40 pessoas cis e trans (transexuais, travestis e transgêneros), que hipoteticamente estabelecem diferentes relações com a cisheteronorma. Elegemos 3 principais grupos de pessoas entrevistadas, maiores de 18 anos e residentes na cidade de Porto Alegre e Grande Porto Alegre: 1) Artistas cujas performances estejam situadas no campo das desconstruções de gênero e sexualidade; 2) Ativistas LGBTTI; 3) Pessoas que trabalhem em campos considerados legítimos no que concerne a normas referentes ao gênero e sexualidade - operadores/as do direito; profissionais de saúde; profissionais da educação.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Paula Schmidt Azevedo Gaiolla

Ciências da Saúde

Medicina
  • influência da suplementação de proteína e creatina na degeneração do músculo esquelético, capacidade funcional e qualidade de vida após acidente vascular cerebral
  • O acidente vascular cerebral (AVC) é uma disfunção neurológica aguda de origem vascular, com desenvolvimento súbito de sinais clínicos de distúrbios da função cerebral com duração de mais de 24 horas. É a principal causa de incapacidade na vida adulta e os pacientes nesta fase tornam-se, em geral, mais suscetíveis às perdas de peso involuntárias, ocorrendo com frequência redução do apetite, disfagia, depressão e alterações da mobilidade, com consequente dependência funcional, além da possibilidade da redução da massa muscular e desenvolvimento de sarcopenia representando um fator de risco poderoso para a fragilidade. Durante o período de internação, logo após o AVC, intensifica-se a inatividade física, alterações inflamatórias, alterações neuro-humorais e carência nutricional, que já são comuns em todo período tardio pós o evento. Indivíduos idosos apresentam maior necessidade proteica e a suplementação com proteína e creatina pode melhorar a sua massa muscular. No entanto, a ação da suplementação de nutrientes específicos em indivíduos que com AVC durante a internação ainda é pouco conhecida. O objetivo será avaliar se a suplementação de proteína e creatina durante a internação promove melhora da capacidade funcional e qualidade de vida após 90 dias do AVC. Adicionalmente, avaliar os mecanismos envolvidos na degradação muscular durante o período de internação. Metodologia: Trata-se de ensaio clínico randomizado e duplo-cego no qual serão incluídos 40 homens idosos durante internação por AVC. Os pacientes serão divididos em dois grupos: PC: receberão suplementação com proteína, em dose já recomendada pela literatura + creatina ou PP: receberão proteína, em dose já recomendada pela literatura + placebo. Os dois grupos terão atendimento de fisioterapia convencional. Nas primeiras 24h e no sétimo dia serão avaliados degradação muscular por meio da dosagem de 3-metil-histidina e composição corporal por água marcada pela técnica de isótopos marcados. Serão avaliados dosagens hormonais de insulina e IGF-1 e dosagem de marcadores inflamatórios como interleucina-6 e metaloproteases. Para a comparação entre as variáveis e da variação das variáveis durante os 7 dias, serão utilizados o teste t de Student se as variáveis apresentarem distribuição normal ou teste Mann-Whitney se apresentarem distribuição não normal. A análise de fatores associados a capacidade funcional será realizada por regressão logística múltipla. Nível de significância 5%.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulette Cavalcanti de Albuquerque

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • observatório das residências multiprofissionais da saúde do estado de pernambuco: estratégia de avaliação dos programas na perspectiva da educação permanente
  • A formação qualificada e adequada dos profissionais de saúde ao Sistema Único de Saúde tem sido considerada um grave problema desde os primórdios da Reforma Sanitária. Foram realizadas conferências nacionais específicas para discutir a questão dos Recursos Humanos em Saúde, foi modificada a estrutura dos órgãos de modo a incluir a gestão do trabalho e da educação na saúde, e várias políticas e programas foram implementados, desde a indução de mudanças na graduação até a pós-graduação. As residências multiprofissionais são parte desse contexto, tendo sido regulamentadas em 2005, expandidas com financiamento federal a partir de 2010, representando hoje a modalidade que melhor forma os profissionais para o SUS. O número de programas e de residentes se multiplicou neste período em todos os estados do país. Em análise da distribuição da oferta dos programas de residência de RMS induzidos pelos editais do MS no País, no período de 2010 a 2015, foram identificados 320 programas homologados. Pernambuco foi o estado da região nordeste com maior número de programas contemplados com financiamento do MS, 25 programas o que representou 7,8% do total nacional entre os anos de 2010 a 2015. Também foi o estado que contemplou, na região nordeste, o maior número dos programas de Residência em Saúde da Família aprovados, 10% do número nacional de programas nessa área de formação, totalizando 14 programas. Se é possível identificar o destaque que o estado de Pernambuco teve nos investimentos nacionais nos Programas de Residência em Área Profissional, soma-se também a expansão dos investimentos estaduais nessa política. Além dos programas financiados pelo Ministério da Saúde, a Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco (SES- PE) financia 57% do total de bolsas de Residência em Área Profissional existentes no estado. A despeito da expansão que tal modalidade de formação teve na Política de Saúde no estado de Pernambuco, ainda são necessários maiores estudos sobre seus impactos nos campos de trabalho na rede de saúde. A ausência de um sistema integrado que reúna informações a respeito dos programas de residência no Brasil é outro fator que dificulta o conhecimento da situação dos programas de residência em área profissional da saúde. Permanece a ausência de integração entre os sistemas de informação federais (Ministério da Saúde e Ministério da Educação) e estadual. Em pesquisa recente quanto ao perfil dos profissionais que atuam na Atenção Básica no estado de Pernambuco, identificou-se que apenas 33,9% dos médicos possuem formação na modalidade residência, sendo apenas 10,7% nessa área de atuação. Entre os enfermeiros, 8,3 % possuem formação na modalidade residência, sendo apenas 2,2% na área de atuação da Atenção Básica. Destaca-se também a concentração da distribuição desses profissionais ao se analisar o porte populacional dos municípios. Tais dados apontam para a premente necessidade de desenvolvimento de investigações que analisem a inserção profissional dos egressos, visando o desenvolvimento de estratégias de incorporação dos mesmos. Outro fator que exige fortalecimento da Política de Residências em Área Profissional da Saúde nacionalmente e no estado de Pernambuco é a avaliação institucional dos programas. Apesar da existências de estudos sobre a temática, esses fazem análises de experiências específicas, não havendo a sistematização de parâmetros nacionais para análise dos programas de residência. Particularmente no que se refere às proposições pedagógicas, não se tem indicativos concretos de que os programas e estratégias pedagógicas desenvolvidas sejam capazes de utilizar e promover cenários de aprendizagem capazes de desenvolver a formação integral e interdisciplinar, afinados com as mudanças necessárias nos processos de formação, do trabalho e da gestão na saúde. Diante de tal cenário, o projeto em tela como por objetivo instituir Observatório das Residências Multiprofissionais em Saúde do estado de Pernambuco: estratégia de avaliação dos programas na perspectiva da Educação Permanente. Os observatórios em saúde apresentam-se como relevante ferramenta de análise de políticas públicas, com destaque para o seu potencial como sistematizadores e processadores de dados, bem como a capacidade de fazê-los circular através de estratégias de comunicação e publicização. Visando desenvolver estratégias de análise da Política de Residências em Saúde no estado de Pernambuco, se propõe a instituição do observatório a partir do desenvolvimento de 6 eixos, a saber: Eixo 1 - Integração das informações sobre os programas de residência no estado de Pernambuco, a partir dos sistemas de informação dos Ministérios da Educação, da Saúde e da Secretaria Estadual de Saúde. Eixo 2- Descrição das características e distribuição institucional e espacial dos programas de residências multiprofissionais em funcionamento no estado de Pernambuco. Eixo 3- Análise do perfil dos egressos dos programas de residências multiprofissionais do estado de Pernambuco; Eixo 4 - Identificação dos limites e possibilidades dos programas e dos serviços de saúde no que se refere à formação dos preceptores e tutores; Eixo 5 - Avaliação dos programas de residência multiprofissional em saúde da família e em saúde coletiva; Eixo 6- Construção de espaços colaborativos interinstitucionais para apresentação e discussão dos resultados, visando fortalecimento da política de educação permanente em saúde do estado. Será desenvolvido espaço virtual (web site) como estratégia de publicização e comunicação da Política de Educação Permanente em saúde no estado. No espaço virtual serão sistematizadas as informações e os produtos referentes aos diversos eixos da pesquisa, sendo esse o primeiro produto, transversal a todos os eixos.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Paulino Ribeiro Villas Boas

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • melhoria da sensibilidade e da repetibilidade de matriz da técnica libs para análises agroambientais
  • A espectroscopia de emissão de plasma induzido por laser (LIBS) tem se destacado recentemente devido à sua capacidade de determinar em poucos segundos a concentração elementar de qualquer tipo de amostra sem o preparo com reagentes. O seu arranjo experimental é simples e necessita apenas de um laser pulsado, espectrômetro de alta resolução e lentes para focalização do feixe laser na superfície da amostra e para coleta do sinal. Nesta técnica, o pulso do laser é focalizado na superfície da amostra, gerando assim um plasma cuja emissão, após alguns microssegundos, permite identificar e quantificar os elementos na amostra. O LIBS é considerado uma técnica com grande potencial de uso em amostras de interesse agroambientais, como para quantificação de nutrientes e contaminantes em solos, déficit nutricional em plantas e análise de poluentes em amostras líquidas e gasosas. No entanto, o LIBS não conseguiu ainda substituir as técnicas tradicionais porque tem baixa sensibilidade para alguns elementos, especialmente os mais leves como C e P, e tem baixa reprodutibilidade devido ao efeito de matriz, à auto-absorção de linhas atômicas ou iônicas e às incertezas nas medidas coletadas. Para reduzir o limite de detecção da técnica, vários arranjos experimentais foram propostos, tais como por exemplo: confinamento espacial do plasma; re-excitação do plasma com segundo pulso, com laser externo, com descarga elétrica; e uso de dopante para aumentar a temperatura do plasma. Para melhorar a reprodutibilidade, foram propostos o uso de atmosfera controlada (e.g. vácuo ou argônio), o uso de referência interna cujas emissões são usadas como normalização para minimizar flutuações do plasma e modelos baseados nos parâmetros do plasma que não dependem de curvas de calibração. O principal objetivo desta proposta é melhorar a sensibilidade e repetibilidade da técnica LIBS usando algumas das propostas da literatura. Para isso, pretendemos i) melhorar o sistema de focalização do pulso do laser e o sistema ótico de coleta da emissão do plasma, ii) avaliar a possibilidade de confinamento magnético do plasma, iii) desenvolver sistema de vácuo, iv) desenvolver sistema para medir densidade de elétrons do plasma com circuito RC e desenvolver modelos Calibration-Free baseados nos parâmetros do plasma. Para esta proposta, utilizaremos dois sistemas LIBS do Laboratório de Ótica da Embrapa Instrumentação: o LIBS2500+ da Ocean Optics e LIBS duplo pulso montado em uma mesa ótica. O primeiro conta com um laser Nd:YAG de 1064 nm, pulso de 6 ns e 50 mJ e um conjunto de 7 espectrômetros com resolução de 0,1 nm cobrindo a faixa de 190 a 950 nm. O segundo sistema conta com um laser Nd:YAG de 532 nm, pulso de 4 ns e 190 mJ e o segundo laser idêntico ao do primeiro sistema e um espectrômetro Echelle da Laser Tecnike Berlin com resolução de 0,01 nm cobrindo a faixa de 180 a 760 nm.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Afranio Augusto Lopes

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • transformações de galáxias em aglomerados em interação
  • Neste projeto nós planejamos investigar evolução de galáxias em aglomerados em interação, previamente selecionados pelo satélite Planck, e também observados pelo observatório Chandra em raios-X. Nosso estudo será baseado em dados de imageamento óptico profundo (até magnitude AB ~26) usando a “Dark Energy Camera” (DECam), no telescópio Blanco de 4-m. Nossa amostra total tem 28 sistemas. Os aglomerados são bastante luminosos em raios-X (LX > 1045 erg/s) e representam aglomerados em interação em diferentes estágios do processo de fusão (não perturbados, com forte interação, e sistemas pós fusão). Nós seremos capazes de investigar diferentes processos atuando nas distribuições do gás intra-aglomerado, das galáxias e da matéria escura. Este conjunto de observações será único para investigação das relações morfologia e cor-densidade para galáxias em todos os tipos de ambientes, desde o campo extremo até o centro de aglomerados e as regiões de transição entre eles. Nós iremos amostrar até o raio de virada (“turnaround radius” em inglês; ~5xR200) dos aglomerados, além da estrutura em grande escala em torno destes sistemas, e os filamentos entre aglomerados interagentes. Estes dados também serão importantes para caracterizar a variação ambiental da taxa de formação estelar de acordo com o estado dinâmico dos aglomerados onde as galáxias residem. Também planejamos estimar a luz intra-aglomerado, além de comparar os mapas de gás, galáxias e massa destes sistemas. Dados públicos de grandes levantamentos (DES, Pan-STARRS e GAMA) também poderão ser usados no estudo destes aglomerados em interação. Além disso, em paralelo, usaremos dados públicos do SDSS e do satélite Chandra para diferentes projetos, como comparação de subestrutura no óptico e em raios-X, ou o estudo de efeito de pré-processamento em grupos de galáxias.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Alexandre Araújo Sousa

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • convexidade e campos de killing: consequências geométricas
  • O presente projeto divide-se em duas frentes de trabalhos, uma delas destina-se a estudar a geometria das superfícies imersas em S^3 que são invariantes por algum campo de Killing, bem como das superfícies ângulo constante; a outra busca saber quais informações geométricas e/ou topológicas podemos obter sobre uma variedade Riemanniana, ou alguma subvariedade desta, supondo que a mesma satisfaz hipóteses de convexidade.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Paulo Alves Porto

Ciências Humanas

Educação
  • história e filosofia da química no ensino: investigando a natureza da química
  • Este projeto visa promover a aproximação entre a História e a Filosofia da Química e o Ensino de Química, buscando elementos para caracterizar a natureza da Química, de que forma ela se apresenta no ensino superior, e desenvolver reflexões sobre a forma de introduzi-la na formação inicial de químicos e professores de química. Para isso, o projeto propõe a realização de: levantamento bibliográfico de recentes produções nas áreas de Filosofia da Química e de Ensino de Ciências; investigação de aulas de Química Geral para um curso de graduação em Química; atividades visando a discussão explícita da natureza da Química junto a licenciandos; análise de livros didáticos de Química Geral para o ensino superior no século XX, procurando caracterizar as transformações na forma de se apresentar a Química nesse período; e estudos de caso em História da Química, que auxiliem a discussão da natureza da Química em diferentes contextos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Paulo André Niederle

Ciências Humanas

Sociologia
  • construção política de mercados alimentares e a produção de dispositivos institucionais e sociotécnicos nos repertórios de ação dos movimentos sociais
  • Os movimentos sociais se tornaram atores protagonistas da reestruturação do sistema agroalimentar. Isto não se deve apenas à crítica que eles sustentam à oligopolização e financeirização dos mercados alimentares. Cada vez mais, o repertório de ação dos movimentos também inclui a construção de novos formatos organizacionais e institucionais de mercados, a partir dos quais buscam disseminar princípios políticos e morais que questionam a ideia de alimento como pura mercadoria ou ativo financeiro. Ao invés de uma estrutura impessoal e abstrata, que opera com uma lógica universal preconcebida teoricamente, esse processo de construção política revela que os mercados são espaços sociais concretos, onde as mãos visíveis de diferentes atores concorrem para organizar as relações e práticas econômicas de tal maneira que estas respondam aos seus interesses e valores. A partir de um diálogo com abordagens da sociologia da agricultura, da sociologia econômica e das teorias dos movimentos sociais, este projeto de pesquisa tem como objetivo compreender como diferentes movimentos sociais agem na construção social e política de mercados alimentares “alternativos”, assim compreendidos aqueles espaços que valorizam alimentos locais, orgânicos, artesanais, saudáveis, ecológicos etc. Mais especificamente, o foco volta-se para o modo como esses atores coletivos desenham dispositivos institucionais e sociotécnicos (normas, regras, índices, certificados, selos etc.) com vistas a desenvolver práticas econômicas diferentes daquelas que predominam nos mercados controlados pelos atores dominantes no sistema agroalimentar. Ou seja, além de analisar a ação performativa dos dispositivos sobre a ação econômica, busca-se apreender a “política” que orienta os movimentos sociais a construí-los. Associado a isto emerge uma questão acerca da convergência entre os diferentes dispositivos e, por conseguinte, entre as diferentes políticas. Nossa hipótese geral sustenta um processo de “convergência divergente”, ou seja, embora os movimentos apresentem um discurso similar no que tange à defesa de “mercados cívicos”, os quais colocam em primeiro plano uma ideia de “democracia alimentar”, os dispositivos criados não apenas são diferenciados como, em alguns casos, operam com lógicas conflitantes. Em termos metodológicos, o primeiro passo consiste na identificação de movimentos sociais que têm incorporado a construção de novos mercados alimentares nos seus repertórios de ação, dentre os quais, à título de exemplo, destaca-se: (i) Movimento Agroecológico; (ii) Movimento de Consumidores Veganos e Vegetarianos; (iii) Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra; e (iv) Movimento de Cooperativismo Solidário. A partir de entrevistas com lideranças destes movimentos sociais, será possível identificar quais são os mercados mais relevantes às suas estratégias político-econômicas: feiras livres, lojas coletivas, compras governamentais, cooperativas, pequeno varejo, sistemas de entrega a consumidor, restaurantes, dentre outros. Estas lideranças também serão demandadas a identificar “experiências de sucesso” das suas estratégias políticas de construção de mercados, as quais serão analisadas in loco por meio de observação, entrevistas e grupos focais. Em virtude das limitações financeiras do projeto, enquanto as entrevistas com as lideranças dos movimentos não possuirá um universo empírico espacialmente delimitado, a identificação dos casos para observação das práticas de comercialização – e de uso dos dispositivos – estará restrita às experiências situadas na Região Sul do Brasil e, preferencialmente, no estado do Rio Grande do Sul.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Andreas Buckup

Ciências Biológicas

Zoologia
  • fiogeografia de peixes de riachos costeiros do sudeste do brasil
  • A presente proposta visa realizar estudos filogeográficos sobre peixes de riachos costeiros das bacias hidrográficas do trecho da Serra do Mar adjacente ao rio Paraíba do Sul, no sudeste do Brasil, com a objetivo de avaliar o papel dos divisores de água nesta região. Os objetivos específicos incluem o estabelecimento de relações filogeográficas entre populações de peixes das famílias Characidae, Crenuchidae e Poeciliidae, e o teste de hipóteses sobre os eventos biogeográficos que deram origem à estruturação populacional atual das espécies de peixes presentes na área de estudo. Duas hipóteses biogeográficas mutuamente excludentes serão testadas: (1) hipótese transposição e isolamento de populações através de capturas de cabeceiras, e (2) a hipótese de isolamento de rios causado pela elevação do nível do mar. Para isto serão produzidas 910 novas sequências de ADN de três genes mitocondriais e um gene nuclear de diferentes populações das espécies alvo. Estes dados serão utilizados na formulação e publicação de hipóteses sobre as relações filogegráficas entre populações das espécies dos gêneros (1) Astyanax, (2) Characidium e (3) Phalloceros, e de (4) uma análise global das implicações dos dados filogeográficos para o teste das hipóteses biogeográficas. O estudo insere-se na linha de pesquisa do Laboratório de Pesquisa em Biodiversidade Molecular do Museu Nacional, expandindo os estudos já em andamento de DNA barcoding e produção de mitogenomas por meio sequenciamento genômico de próxima geração.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Antonio de Souza Mourao

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • heparinas: interações com sars-cov-2 e atividades anticoagulantes, antivirais e anti-inflamatórias para tratamento da covid-19
  • Mortes associadas à COVID-19 estão diretamente relacionadas à insuficiência respiratória aguda causada por coagulopatias na microvasculatura pulmonar. A terapia anticoagulante com heparina de baixo peso molecular (LMWH) diminuiu em 20% a mortalidade de pacientes com quadros graves de COVID-19 na China. Todos os protocolos de tratamento da COVID-19 empregados atualmente em países como Itália, Espanha e França incluem o uso de LMWH. Além de ser efetivas para reverter coagulopatias, heparinas, principalmente as não fracionadas (UFHs), apresentam potencial antiviral e anti-inflamatório para tratamento da COVID-19. Estudos preliminares já demonstraram que UFH diminui em até 50% a infecção in vitro de outros coronavirus. Portanto, o presente projeto avaliará o potencial antiviral e anti-inflamatório de diferentes heparinas para uso como medicamentos multialvo para enfrentamento da COVID-19. As atividades e mecanismos de ação antiviral e anti-inflamatório das heparinas serão avaliados através de um amplo conjunto de análises in vitro e in vivo que serão realizadas através de uma colaboração entre o LABTEC (UFRJ) e LVPS (IOC-FIOCRUZ). Além disto, vamos investigar aspectos moleculares das interações entre as heparinas e o coronavirus (SARS-CoV-2), utilizando técnicas “estado-da-arte” como ressonância magnética nuclear (RMN), ressonância plasmônica de superfície (SPR), cristalografia de raios X e modelagem molecular computacional, através de uma rede de laboratórios da UFRJ (LABTEC e CENABIO), UNESP e UFPE, com ampla expertise em pesquisas sobre biologia estrutural. Também pretendemos propor um protocolo de investigação clínica para avaliar/comparar os efeitos anticoagulantes, antivirais e anti-inflamatórios das heparinas atualmente aprovadas para uso clinico (UFH suína e bovina e LMWH enoxaparina) em pacientes acometidos pelo COVID-19. Apesar do grande potencial par uso como medicamentos multialvo (anticoagulante, antiviral e anti-inflamatório) para tratamento da COVID-19, a produção mundial de heparinas, baseada majoritariamente (> 95%) em uma única fonte de matéria-prima animal (suína) e concentrada na China (> 80%), é insuficiente e encontra-se ameaçada por uma epidemia de Febre Suína Africana. O FDA declarou que novas heparinas (UFH e LMWHs) de outras fontes animais devem ser introduzidas urgentemente para evitar uma possível escassez mundial. Heparinas de diferentes fontes animais apresentam propriedades químicas e farmacológicas diferentes. UFH bovina apresenta atividade anticoagulante 50% mais baixa do que UFH suína (100 e 200 UI/mg, respectivamente) devido a diferenças composicionais. O LABTEC e SENAI-CETIQT desenvolveram um processo para fracionar UFH bovina em dois derivativos com propriedades químicas e farmacológicas diferentes: 1) HABH, com composição, peso molecular e atividade anticoagulante (200 UI/mg) semelhantes à UFH suína (“gold standard”) e 2) LABH, com peso molecular semelhante e composição diferente da UFH suína e atividade anticoagulante reduzida (20 UI/mg). Avaliações técnico-econômicas realizadas pelo SENAI-CETIQT comprovaram a viabilidade técnica e econômica da produção de HABH e LABH em escala industrial e já contamos com uma estrutura para produzir lotes piloto. Estudos não clínicos sobre a atividade anticoagulante e antitrombótica e segurança da HABH e LABH já foram concluídos; portanto, o desenvolvimento pré-clínico destas novas heparinas encontra se em estágio avançado. O projeto vai avaliar a eficácia terapêutica multialvo de heparinas (UFH suína e bovina e LMWH enoxaparina) para implementação imediata em protocolos de tratamento da COVID-19 e vai possibilitar a pesquisa e desenvolvimento para novos usos das novas heparinas HABH e LABH 100% desenvolvidas através da parceria UFRJ/ SENAI-CETIQT e, portanto, consiste em uma importante contribuição para incrementar a inovação farmacêutica nacional. Resultados parciais do projeto serão periodicamente divulgados para a sociedade, comunidade médica e científica e órgãos públicos competentes (MS, MCTI etc.) em periódicos científicos especializados e através de veículos de comunicação de amplo alcance (internet, jornais e revistas), visando a aplicabilidade em curto e médio prazo para suplementação das Diretrizes para Diagnóstico e Tratamento da COVID-19 do SUS.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 27/08/2020-26/09/2022
Foto de perfil

Paulo Antonio de Souza Mourao

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • pesquisa e desenvolvimento de novos anticoagulantes mais eficazes e seguros.
  • Este projeto engloba a pesquisa e desenvolvimento de novas drogas glicobiológicas baseadas tanto em glicosaminoglicanos clássicos como a heparina quanto nos novos polissacarídeos sulfatados extraídos de invertebrados marinhos. Alguns destes compostos inovadores serão desenvolvidos como opções mais eficazes e seguras aos anticoagulantes disponíveis. 1. Novos anticoagulantes Atualmente, as diferentes heparinas de baixo peso molecular (LMWH) e os novos anticoagulantes orais (DOACS) são amplamente prescritos para o tratamento e prevenção de tromboembolismo enquanto a heparina não fracionada (UFH) é majoritariamente utilizada em procedimentos cirúrgicos e hemodiálise. No entanto, assistimos a uma desigualdade social no uso destes anticoagulantes no Brasil. Enquanto nas clínicas privadas LMWHs e DOACs são amplamente utilizados para tratamento e prevenção do tromboembolismo, pacientes do SUS continuam a ter acesso majoritariamente ao varfarim (anticoagulante oral de 1ª geração) e UFH administrada por via subcutânea como substituto das LMWHs. Portanto, um dos objetivos deste projeto consiste no desenvolvimento de novos anticoagulantes para ampliar o acesso dos pacientes do SUS a medicamentos mais seguros e eficazes. A pesquisa e desenvolvimento destes medicamentos inovadores será realizado através das seguintes etapas: 1.1. Aprimoramento farmacológico da HBI O uso concomitante da heparina padrão ouro de intestino suíno (HPI), preponderantemente composta por glucosamina N,6-dissulfatada, com a heparina de intestino bovino (HBI), enriquecida em glucosamina N-sulfatada, ambas disponíveis no Brasil, pode causar sérios incidentes, incluindo sangramento pós-operatório, devido às suas diferentes atividades anticoagulantes (180 UI mg-1 e 100 UI mg-1, respectivamente). Estas diferenças levaram à recente publicação de monografias separadas para HPI e HBI pela Farmacopeia Brasileira. Através de um processo simples e inovador baseado em cromatografia de troca aniônica, nós conseguimos fracionar HBI em dois derivativos: 1) Heparina bovina com alta atividade anticoagulante (HABH), estruturalmente semelhante à HPI e com alta atividade anticoagulante (~200 UI mg-1) e 2) Heparina bovina com baixa atividade anticoagulante (LABH), enriquecida em glucosamina N-sulfatada e atividade anticoagulante muito reduzida (< 25 UI mg-1). Portanto, HABH é uma opção segura ao padrão ouro HPI. 1.2. Produção de uma LMWH bovina Todas as LMWHs disponíveis atualmente são produzidas a partir da HPI. A produção de uma LMWH utilizando HBI como matéria prima não é possível devido a sua baixa atividade anticoagulante e alta heterogeneidade estrutural; no entanto, o HABH, com estrutura e atividade anticoagulante semelhante à HPI, consiste em um candidato ideal para a produção da primeira LMWH de origem bovina farmacologicamente viável. 1.3. Pesquisa e desenvolvimento de um novo anticoagulante oral de origem marinha O condroitin sulfato fucosilado (FCS) extraído do pepino do mar Holothuria grisea apresenta atividade anticoagulante (40 UI mg-1) independente de serpinas (antitrombina e co-fator II da heparina). Além disso, nós já demonstramos que o FCS mantém sua atividade anticoagulante mesmo através de administração oral, diferente das UFHs e LMWHs que são obrigatoriamente administradas via parenteral. O principal gargalo para a produção em escala industrial deste FCS é a disponibilidade contínua de grandes quantidades de pepino do mar. Nós vamos solucionar este problema de suprimento de matéria prima através do desenvolvimento de um sistema de aquicultura multitrófica integrada do pepino do mar H. grisea para produção de seu FCS. Além disto, vamos desenvolver uma nova metodologia para avaliação fina de potencial hemorrágico através de um modelo animal de sangramento intracraniano provocado pelo FCS em comparação com os DOACs.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Antonio Zawislak

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • a evolução das capacidades de inovação de empresas industriais
  • Considerando como dados iniciais a pesquisa Caminhos da Inovação na Indústria Gaúcha e seus resultados, o presente projeto permitirá a continuidade da identificação do padrão de comportamento das empresas, bem como os diferentes arranjos das capacidades da indústria. Nesse contexto, o desenvolvimento de uma série histórica, com dados consolidados, permitirá uma avaliação da dinâmica de evolução das empresas industriais. O projeto Caminhos da Inovação na Indústria Gaúcha desenvolveu, entre 2010 e 2014, o modelo de análise das capacidades de inovação das empresas e realizou sua aplicação a mais de 1400 empresas industriais. O volume e, principalmente, a qualidade dos dados e informações acerca das capacidades de inovação de empresas industriais gerou um banco de dados inédito e permitiram um nível de aprofundamento e detalhamento raramente obtido. Suas conclusões remetem a trajetórias e arranjos de inovação, bem como recomendações empresariais e de política pública para o país. A proposta de projeto para este Edital Universal 2016 tem por objetivo reaplicar o modelo das capacidades de inovação na amostra de empresas disponível no banco dados acima referido e avaliar a evolução de suas capacidades de inovação ao longo dos últimos quatro anos (2014-2018). Com isso, será possível não somente ampliar a base de dados no que concerne o detalhamento das capacidades de inovação, mas, principalmente, aprofundar o entendimento da dinâmica das empresas e suas capacidades a partir de uma visão longitudinal. Para atender ao objetivo de analisar diferentes trajetórias de inovação em empresas industriais ao longo do tempo, a abordagem metodológica a ser utilizada será dividida em quatro etapas. 1: Pesquisa de natureza exploratória para aprofundar conceitos preliminares com o objetivo de aprimorar a sua formulação e mensuração. Mais do que isso, buscar-se-á estabelecer as bases teórico-conceituais do fenômeno estudado, principalmente por meio de pesquisa qualitativa. Dessa forma, nesta etapa, serão realizada três sub-etapas: pesquisa bibliográfica; visitas, workshops e entrevistas; e revisão e aprimoramento do instrumento e método de pesquisa para levantamento de dados. 2: A partir do que se aprofundou na primeira etapa, será aplicado o instrumento de pesquisa desenvolvido para realizar estudo quantitativo (survey) junto a diferentes empresas de todos os setores de atividade econômica do Rio Grande do Sul. Dessa forma, nessa etapa, serão realizadas duas sub-etapas: aplicação do pré-teste e aplicação da survey. 3: A partir do resultado da survey será possível conhecer a evolução do perfil da inovação das empresas industriais do Rio Grande do Sul no período de 2016 a 2019. Considerando que os dados do projeto anterior retratam o panorama industrial gaúcho do período de 2010 a 2014, os resultados da presente proposta de pesquisa permitirão análises longitudinais em relação à evolução da dinâmica da inovação no Estado. Dessa forma, nessa etapa, serão realizadas três sub-etapas: análise dos resultados; comparação dos resultados/pesquisa longitudinal; e aplicação do método de análise comparativa (Fuzzy set/Qualitative Comparative Analisys – fsQCA). 4: Finalmente, a última etapa do projeto consiste na exposição dos resultados, sendo essa dividida em duas sub-etapas: relatório final e divulgação dos resultados. Os resultados desta pesquisa serão importantes para que tomadores de decisão, públicos e privados, possam otimizar suas decisões, sejam de política pública ou estratégia empresarial respectivamente, no intuito de agregar maior valor à indústria brasileira. Além disso, o projeto aportará uma série de resultados, com especial atenção à formação de recursos humanos altamente capacitados (graduados, mestres e doutores), à produção acadêmica (artigos, relatórios, teses, dissertações e trabalhos de conclusão de curso, projetos de extensão) e à realização de eventos de interação e difusão (workshop, palestras, seminários, palestras com as empresas).
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Paulo Arruda

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • centro de química medicinal de acesso aberto
  • Resumo Muitas das descobertas da área em rápida expansão da genômica não são efetivamente utilizadas na medicina, agricultura e indústria. Isto acontece em parte por causa da falta de cooperação entre cientistas de disciplinas diferentes e também pelo fato de muito da pesquisa translacional feita na indústria e academia ser protegida por patentes e, portanto, não publicada no tempo oportuno. Nossa proposta INCT procura atacar estes problemas de duas formas. A primeira através da criação de uma rede altamente integrada de pesquisadores de diferentes disciplinas (genética, bioquímica, química medicinal, biologia celular e do desenvolvimento) e a segunda através do comprometimento com a pesquisa de livre acesso: todos os dados e reagentes gerados serão de livre acesso a qualquer pesquisador, dentro ou fora de nossa proposta, sem nenhuma restrição. Nossa proposta INCT visa explorar o potencial de genes relevantes medicamente focando nas proteínas codificadas por estes genes e desenvolvendo um pacote de ferramentas que permitirão a pesquisa nessas proteínas. Esse pacote de ferramentas incluirá clones de expressão gênica, protocolos de purificação de proteínas, anticorpos, estruturas cristalográficas e inibidores químicos. Esses conjuntos de reagentes (ou pacotes) irão permitir com que a comunidade cientifica expanda muito sua capacidade. A fim de garantir que os cientistas locais se beneficiem dessas ferramentas, nosso INCT apresenta o compromisso de disponibiliza-las livremente a todos cientistas interessados. Nosso projeto está focado na facilitação da pesquisa em proteínas pois proteínas específicas frequentemente representam o “elo perdido” entre a genética e estudos funcionais/médicos. O estudo detalhado das proteínas codificadas por um gene selvagem e o correspondente mutado em doenças ou proteínas-alvo em doenças parasitárias, são frequentemente pouco estudadas. Nosso INCT será formado em torno de um laboratório central na UNICAMP, em colaboração com o Consorcio de Genômica Estrutural (Structural Genomics Consortium – SGC; www.thesgc.org) e seus laboratórios nas universidades de Oxford e Toronto. Os grupos colaboradores componentes da rede do INCT irão escolher uma lista de genes alvo relacionados a sua pesquisa, conjuntamente com indicações de grupos colaboradores da parte de genética médica. Nosso laboratório central irá clonar, purificar, cristalizar e determinar as estruturas atômicas das proteínas codificadas. Nossos grupos componentes irão colaborar no desenvolvimento de ensaios funcionais para cada uma das proteínas de interesse (por exemplo: ensaios de atividade enzimática, interação com ligantes e/ou outras proteínas), buscando o entendimento da função destas proteínas alvo. Além disto, nosso laboratório central irá otimizar e realizar ensaios de rastreamento de pequenas moléculas para encontrar moléculas de ponto de partida para desenvolvimento de inibidores. Os laboratórios colaboradores irão usar o conhecimento e reagentes gerados pelos estudos proteicos para formular e testar hipóteses no contexto celular e fisiológico relevante. O objetivo chave de nosso INCT será a geração de 15 “Kit facilitadores de Descoberta” (ou do inglês “Target Enabling Packages” – TEPs), os quais consistem de: clones; métodos para purificação e cristalização de proteínas; ensaios de atividade; pequenas moléculas ponto de partida para desenvolvimento de sondas químicas e novas drogas; além de um conjunto de informação tais como: proteômica, impacto das mutações na função da proteína e fisiologia da proteína alvo. Os TEPs serão utilizados imediatamente pelos grupos do INCT para desenvolvimento seguinte de moléculas ainda mais potentes e ensaios celulares ainda mais complexos. Entretanto, um ponto chave de nossa proposta é o acesso irrestrito aos dados: uma vez que o kit estiver montado, ele será publicado no website de nosso INCT e em revistas cientificas, com um mecanismo de distribuição de clones e reagentes sem restrição de uso. Adicionalmente aos projetos dos grupos envolvidos neste INCT, nos iremos criar um mecanismo de nomeação aberto de alvos para desenvolvimento de TEPs, de forma que qualquer laboratório do Brasil possa sugerir novos genes. Estas sugestões serão avaliadas e prioritarizadas pelo grupo gestor do INCT, que usará critérios que permitam exploração mesmo de alvos mais especulativos. Os laboratórios que nomearem genes poderão usar o expertise e infraestrutura criada por nosso INCT para gerar proteínas, estrutura inicial e ensaios funcionais. Após experimentos exploratórios iniciais, cada projeto será avaliado e, quando apropriado, desenvolvido e um projeto completo. Todos laboratórios que quiserem nomear genes terão que concordar com a liberação de dados e reagentes no final da execução do projeto. Uma das inovações de nossa proposta consiste na transposição do conhecimento adquirido no desenvolvimento de TEP da biomedicina para a agricultura. Alvos chaves em plantas, majoritariamente proteínas da classe das quinases, potencialmente relacionadas com a resposta a stress abiótico, irão entrar no nosso pipeline. As ferramentas desenvolvidas para estas proteínas serão usadas para responder questões relacionadas a resposta da planta a stress abiótico. Estas ferramentas serão disponibilizadas para a comunidade que estuda plantas sem nenhuma restrição. Em resumo, nosso INCT propõe criar uma rede coordenada de grupos em colaboração com o consorcio internacional altamente bem sucedido e estabelecido “ Structural Genomics Consortium” para promover o uso das descobertas genéticas no desenvolvimento da medicina, da agricultura e da indústria.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 23/11/2016-30/11/2022
Foto de perfil

Paulo Augusto Cauchick Miguel

Engenharias

Engenharia de Produção
  • diagnóstico do quadro atual de servitização no brasil: prospecção exploratória de produção qualificada nacional, pólos de pesquisa existentes, e identificação de lacunas de pesquisa
  • A servitização é um modelo de negócio onde as organizações típicas de manufatura agregam serviços aos produtos oferecidos aos clientes buscando mais diferenciação no mercado e maior rentabilidade. Em níveis mais avançados, a oferta ao cliente configura-se pela entrega de um resultado e competência, no qual o produto físico ocupa um papel secundário. Embora o conceito não seja recente, sua aplicação, principalmente em economias emergentes, pode ser considerada como embrionária. Nesse contexto, o presente projeto de pesquisa objetiva identificar e analisar práticas existentes associadas ao processo de servitização no Brasil, ainda em nível exploratório, uma vez que este modelo de negócio se encontra mais difundido e evoluído em países desenvolvidos. Em uma primeira etapa da pesquisa, será realizada uma análise da literatura internacional, seguida de um levantamento no nível nacional, de modo a identificar iniciativas em direção ao processo de servitização em empresas nacionais ou multinacionais que operam no país, bem como pólos de pesquisa nacionais que trabalham no tema. Após esta primeira etapa, uma análise exploratória de trabalho de campo será conduzida em organizações que apresentam características de adoção da servitização como transição para um novo modelo de negócio, sub-dividida em dois passos: (i) estudo de caso piloto e estudo de múltiplos casos. As etapas anteriores contribuem então para a etapa 3 de desenvolvimento de um modelo conceitual que considere características, elementos, facilitadores, etc. para a transição de empresas para a servitização.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Paulo Augusto Raymundo Pereira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • detecção multipla de biomarcadores clinicamente importantes em amostras não invasivas de saliva, suor e urina
  • Embora muita pesquisa inovadora tenha sido direcionada a novos métodos de detecção de biomarcadores únicos, a detecção multiplexada é necessária para os avanços de diagnósticos de doenças. Superfícies nanoestruturadas têm se destacado devido à grande vantagem em estratégias de amplificação de sinal, especialmente combinadas com técnicas eletroquímicas devido à sua capacidade de alcançar sensibilidade sem precedentes e limites de detecção ultrabaixo com sistemas de medição relativamente simples. No entanto, muitos desses estudos se concentraram na detecção de um único alvo em tampão, que tem relevância incerta para a detecção de biomarcadores multiplexados em amostras como soro, urina, suor ou saliva. Claramente, a medição simultânea de múltiplos biomarcadores nesses fluidos biológicos com pouco ou nenhum pré-tratamento será mais relevante para o diagnóstico. Neste contexto, propõe-se desenvolver um sistema para multidetecção de diferentes biomarcadores clinicamente importantes em amostras não-invasivas de saliva, suor e urina sem etapas de pré-tratamento. As plataformas sensoriais serão nanoestruturadas via fotolitografia sobre substratos flexíveis. Os biodispositivos enzimáticos serão aplicados para detecção de glicose, lactato e colesterol, enquanto que os imunossensores serão utilizados para detecção de cortisol e proteínas biomarcadores de câncer (melanoma e cabeça e pescoço). A detecção será feita com técnicas eletroquímicas em soluções padrão. Os dispositivos considerados ideais com relação à performance analítica em termos de sensibilidade, seletividade, ampla faixa linear e baixos limites de detecção serão acoplados ao sistema multidetecção para análise de amostras não-invasivas de saliva, suor e urina.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022