Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Patrícia Moran Fernandes

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • memórias do futuro – inovação midiática multimodal
  • O desenvolvimento de plataforma multimodal para a criação audiovisual remix em formatos pouco explorados, como ambientes 3D, RV e RA, e de uma plataforma, mapa da produção em artemídia brasileira, é o objeto desta proposta. O Cluster Cinex apresentará 3 atividades: uma Mostra Experimental Anual em Plataforma Multimodal Virtual; uma Publicação Anual em português e inglês sobre montagem experimental, tecnologia de inovação e o papel do espectador em produções interativas; um Arquivo Digital com convergência entre produções e teorias de montagem com novos conceitos. As atividades terão curso durante o ano de 2022 e exibição em novembro de 2022, com desdobramentos por mais dois anos. Outra plataforma online abrigará a memória da criação nacional, única ação neste sentido no Brasil. Trata-se de um de banco de dados, similar ao DataBank e à UBUweb. Se arquivos sugerem uma visada passadista, lembramos que o futuro consolida modelos a partir de experiências midiáticas. O problema nevrálgico desta proposta assenta-se nos regimes de presença vislumbrados por trocas e criação em tempo real. Para tal, a programação das plataformas carece de velocidade de resposta na transmissão de dados. Nossa hipótese é que os impactos da pandemia na visibilidade de pesquisas passarão por conexões planetárias, partilhas estabelecidas pela coexistência de regimes de visibilidade estruturados tanto em presença física quanto as virtuais, considerando-se o virtual em seu estatuto de fisicalidade à distância em ambientes programados para exploração de experiências de imersão em universos táteis e narrativos. As empresas desenvolvedoras de tecnologias de comunicação interpessoal à distância encontravam-se cristalizadas, o isolamento exigido pela crise sanitária aprimorou programas para se viabilizar um contato planetário à distância, utopia no final do último milênio. O investimento em programação e na organização e edição de acervos é uma estratégia para a conquista de visibilidade internacional.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patrícia Nessralla Alpoim

Ciências da Saúde

Farmácia
  • pré-eclâmpsia: coorte prospectiva para identificação de biomarcadores laboratoriais aplicáveis ao diagnóstico precoce e prognóstico
  • A pré-eclâmpsia (PE) é a principal causa de morbimortalidade materna, sua etiologia é desconhecida e o tratamento efetivo é a interrupção da gestação com remoção completa da placenta. Não há marcador laboratorial para o diagnóstico precoce da PE que é feito tardiamente, por meio da aferição da pressão arterial, detecção da proteinúria e avaliação dos sinais clínicos, após a manifestação da doença. A principal hipótese para a patogênese da PE é a placentação inadequada, isquemia uteroplacentária, desbalanço da angiogênese, disfunção endotelial, exacerbação da coagulação e inflamação. Objetiva-se identificar biomarcadores da angiogênese, disfunção endotelial, hemostasia e inflamação, que permitam o diagnóstico precoce e prognóstico da PE, bem como o desenvolvimento de testes para determinação dos fatores angiogênicos, sFlit-1 e PlGF, pela técnica ELISA e Point of care/POCT. Será conduzida uma coorte prospectiva com gestantes com fator(es) risco de PE e amostras de sangue venoso serão coletadas em quatro momentos da gestação (12-19,20-29,30-34 e 35-40 semanas). A definição dos biomarcadores a serem investigados será feita com base naqueles que se mostraram promissores, em estudos prévios do grupo e que foram avaliados apenas no 3º trimestre da gestação. Esses serão avaliados pelas técnicas de ELISA, Luminex e teste de geração de trombina. O desfecho clínico será a ocorrência de PE e, ao final, serão constituídos dois grupos: I.Gestantes que desenvolveram PE, II.Gestantes que não desenvolveram PE. O desenvolvimento de testes é desejável, pois a razão sFlit-1/PlGF mostra-se promissora para o diagnóstico diferencial de doenças que mimetizam a PE, em destaque a COVID-19. Os testes POCT permitirão a utilização durante uma consulta pré-natal, logo uma decisão médica rápida. Considerando a complexidade da PE e as lacunas na literatura, este estudo poderá contribuir para o diagnóstico precoce e prognóstico, agilidade nas decisões clínicas e redução do custo social da doença.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patrícia Nunes da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • semana nacional de ciência e tecnologia na universidade do estado do rio de janeiro - snct na uerj
  • Entendendo que o passado permanece vivo e perpassa o presente, propomos a discussão do tema Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil, guiados pelos ecos deste passado e por seus reflexos na constituição de nossa identidade como nação. Destacamos a voz da ciência neste processo e demarcamos a constituição da comunidade científica brasileira, sua contribuição para definição da identidade brasileira e para o desenvolvimento científico do país. Destacamos também a pluralidade de atores envolvidos neste processo e as consequências de suas persistências, esquecimentos e apagamentos na consolidação de nossa identidade e exercício da cidadania. Que Independência, afinal, tivemos? Que cidadania fomos capazes de construir nestes 200 anos? Reconhecemos a independência como um processo complexo, vivo e aberto. Uma narrativa em construção e a concretização de um de muitos futuros que se desenhavam como possibilidade em 1822 e que no presente é uma janela de oportunidade para reflexão e construção de nosso projeto nacional. Ao problematizar as múltiplas narrativas da história do Brasil, complexificamos nossos olhares sobre o nosso passado e respondemos ao desafio contemporâneo de reconhecer, valorizar e dar voz aos múltiplos elementos da cultura brasileira, formada pela confluência de muitos rios culturais. No presente, o desafio da identidade nacional se mantém, visto que ainda não oferecemos a todos os brasileiros condições para o pleno exercício da cidadania. Entendemos que se trata de uma necessidade e de uma oportunidade que oferecemos aos participantes da SNCT na UERJ, em particular aos estudantes, de protagonizarem e participarem do processo de construção do conhecimento científico e histórico. Dez instituições de seis municípios do Estado do Rio coordenam as atividades e ações deste projeto. As modalidades de eventos abrangidas são: Exposição de CT&I, Conjunto de Oficinas de CT&I, Portas Abertas, Mostra de Vídeos e de Ciências.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Patricia Pintor dos Reis

Ciências da Saúde

Medicina
  • estratégias de diagnóstico da tuberculose e identificação do microbioma complexo associado ao desenvolvimento e progressão da doença
  • Em 2018, ~ 1,5 milhão de pessoas evoluíram para óbito devido à tuberculose (TB), no mundo. A TB tem incidência global variável. No Brasil, em 2018, foram diagnosticados 72.788 casos novos (34,8/100 mil habitantes). Avanços no diagnóstico de TB foram alcançados com o uso de estratégias de diagnóstico molecular precisas e determinação de resistência a antibióticos, levando a melhoria do tratamento e controle da doença. Entretanto, ainda é preciso avançar nas estratégias diagnósticas e avaliar multirresistências e ocorrência de recidiva da doença. Além disso, há necessidade de implementação de estratégias de diagnóstico acessíveis (e eficazes para detecção de TB) em regiões com menor acesso a tecnologias de saúde, em países como o Brasil. Portanto, os objetivos desse trabalho incluem: aumentar a sensibilidade de identificação molecular do Mycobacterium tuberculosis e MNT em amostras pulmonares e comparar os resultados com a cultura líquida; detectar multirresistências a drogas, rifampicina, isoniazida, etambutol, fluoroquinolona e canamicina; sequenciar o microbioma em amostras de escarro pulmonar, a fim de identificar a carga bacteriana e outras espécies de bactérias associadas ao M. tuberculosis, correlacionando os achados com a resposta ao tratamento, prognóstico e recidiva; aumentar a sensibilidade para identificação de TB em exames de Raio X e Tomografia Computadorizada de Baixa Dose (TCBD), comparando-a com as técnicas moleculares e baciloscopia; determinar quantitativamente a fibrose, enfisema e realizar uma análise espacial das estruturas pulmonares por algoritmo de processamento de imagem (Raio X e TCBD), a fim de aumentar a abrangência do Raio X em situações em que a tomografia computadorizada não é disponível. Serão incluídos indivíduos (n=400) com suspeita de TB referidos ao Hospital das Clínicas de Botucatu e Hospital Estadual de Bauru. Serão coletadas amostras de escarro, sangue e urina de todos os pacientes, possibilitando a detecção de outras formas de TB para pacientes com quadro clínico compatível e resultado molecular negativo para M. tuberculosis no escarro pulmonar. Os produtos esperados incluem a geração de dados comparativos de Especificidade e Sensibilidade entre as metodologias moleculares e de imagem; o desenvolvimento de algoritmos de detecção de TB em Raio X e TCBD; a identificação da carga bacteriana associada ao M. tuberculosis e sua correlação com prognóstico, resposta ao tratamento e recidiva da doença. O estudo contribuirá diretamente para a implementação de estratégias diagnósticas em nossa instituição e estudos avançados de pesquisa do microbioma associado à TB.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/06/2020-30/06/2023
Foto de perfil

Patricia Rieken Macedo Rocco

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • mecanismos fisiopatológicos e terapias inovadoras em doenças respiratórias agudas e crônicas
  • As doenças pulmonares agudas [síndrome do desconforto respiratório agudo (SDRA)] e crônicas [doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), asma grave, hipertensão arterial pulmonar (HAP) e silicose] são um problema de saúde pública em função da elevada morbidade e mortalidade. Para algumas dessas doenças, a única perspectiva terapêutica é o transplante de pulmão. Destarte, é fundamental compreender a fisiopatologia e desenvolver novas estratégias terapêuticas (ventilatórias, farmacológicas, nanofármacos, terapia com células mesenquimais estromais (MSCs) e vesículas extracelulares e mitocôndria advindas de MSCs). Esse projeto agrega a expertise de pesquisadores produtivos de 6 laboratórios de pesquisa, distribuídos em 4 importantes instituições federais de ensino e pesquisa, incluindo a Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro, a Universidade Federal Fluminense e a Fundação Oswaldo Cruz, promovendo e integrando a multidisciplinaridade e interdisciplinaridade para que estudos básicos e pré-clínicos sejam realizados e, consequentemente, seja possível promover a melhora funcional dessas doenças respiratórias. O projeto contará, também, com a colaboração de pesquisadores estrangeiros, todos com vasta experiência no desenvolvimento de terapias avançadas para doenças pulmonares agudas e crônicas. Para tal, desenvolveremos modelos in vitro e in vivo de doenças pulmonares agudas e crônicas que afetam os seres humanos, avaliaremos os mecanismos celulares e moleculares, bem como testaremos a eficácia de diferentes terapias inovadoras. Iremos reforçar o uso de técnicas ômicas (genômica, proteômica, lipidômica, transcriptomica e metabolômica) nessas análises, buscando compreender os mecanismos de ação dessas terapias. Uma vez que tais doenças e terapias poderão acarretar lesões em outros órgãos, tenciona avaliar a interação entre coração-pulmão e cérebro-pulmão.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patricia Rodrigues Samora

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • localização e transformações espaciais das favelas de campinas (sp): em direção aos ods da onu?
  • A proposta adere à Portaria MCTIC 1122/20, nas áreas prioritárias de Tecnologias para Qualidade de Vida e Desenvolvimento Sustentável. Busca aprofundar método para mapeamento e interpretação das transformações do ambiente construído em favelas, de forma a subsidiar ações para cidades mais saudáveis e resilientes. O incremento construtivo e populacional destes assentamentos aumenta sua vulnerabilidade aos riscos de desastres e incêndios e impacta a integração às redes de saneamento, bem como a regularização urbanística e fundiária destas áreas. Com recorte territorial em Campinas (SP), a proposta tem por etapas a realização da cartografia das transformações das favelas desde 2011, leitura da relação com a localização e construção de indicadores de melhoria da qualidade espacial adaptados dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU. Na literatura, o fenômeno das transformações espaciais em favelas é tratado como homogêneo, mas a hipótese desta pesquisa é que a localização dos assentamentos é fator determinante neste processo. Estudos preliminares para 44 áreas no setor sudoeste da cidade indicam que a hipótese é plausível e as próximas etapas farão a cartografia de toda a cidade. Para o mapeamento, o método utiliza análise visual de imagens de satélite e identifica tipos de transformações quanto à ampliação do espaço ocupado e aumento de pavimentos construídos nos perímetros. Pela pertinência com o objeto, os indicadores escolhidos são ODS 6 “Assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e saneamento para todas e todos” e 11 “Tornar as cidades e os assentamentos humanos inclusivos, seguros, resilientes e sustentáveis”. As contribuições esperadas são tecnológicas e teóricas: um método acessível e replicável de cartografia da transformação, elementos para a compreensão da relação entre transformação em áreas informais e localização e dados para a rede internacional "Sustainable Development Goals and the New Urban Agenda", que a proposta integra.
  • Pontifícia Universidade Católica de Campinas - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patrícia Rosalba Salvador Moura Costa

Ciências Humanas

Antropologia
  • violência no contexto doméstico e familiar: tecnologia social à serviço das mulheres do semiárido sergipano
  • Trata-se de um projeto de pesquisa e desenvolvimento tecnológico social que abarca às violências domésticas e intrafamiliar que acometem mulheres que vivem em regiões do semiárido do estado de Sergipe. Estudos feitos nas delegacias dos municípios da referida região apontam que a maior parte dos registros têm como vítimas mulheres que vivem na Zona Rural, são pequenas agricultoras que sobrevivem numa região árida, com escassez de água e dificuldade de acesso aos instrumentos urbanos, especialmente, quando vivenciam episódios de violência. Nesse contexto, a delegacia, os hospitais, o conselho tutelar e o Centro de Referência Especializado de Assistência Social são importantes instituições de atendimento ao público. A proposta, portanto, propõe-se a, a) investigar os impactos das violências domésticas em mulheres e suas famílias que vivem nos municípios do Alto Sertão de Sergipe, b) analisar como as políticas públicas existentes para o atendimento às mulheres vítimas de violências domésticas e familiar são aplicadas em Sergipe, c) desenvolver, disponibilizar e consolidar produto tecnológico “aplicativo mobille emergencial para casos de violência doméstica e familiar” para a região do Alto Sertão de Sergipe para, em seguida, transferir a tecnologia às instituições públicas que atendem mulheres em situação de violência capacitando profissionais da segurança pública e da saúde para uso do aplicativo e processamento de dados. Metodologicamente será feita pesquisa etnográfica e entrevistas com mulheres que passaram por situação de violência, profissionais do direito, da saúde e da assistência social que trabalham com atendimento às mulheres nas cidades e concomitantemente será desenvolvido o aplicativo mobille de uso emergencial. A utilização de novas tecnologias é imprescindível para o aprimoramento dos trabalhos de proteção das mulheres no âmbito nacional, assegurando também o cumprimento de compromissos internacionais dos quais o Brasil é signatário.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Patricia Silva Osorio

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • em busca da consolidação dos primeiros programas pós-graduação do estado de mato grosso
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 09/01/2020-09/01/2025
Foto de perfil

Patricia Soffiatti

Ciências Biológicas

Botânica
  • diversidade estrutural do caule em cactaceae: evolução e aplicações bioinspiradas
  • Cactaceae são altamente adaptados à aridez, com o sistema caulinar reduzido e modificado no armazenamento de água, suporte e fotossíntese. Neste contexto, há uma ampla gama de inovações estruturais e diversidade de formas no grupo. Dois sistemas são notáveis: o cefálio, uma estrutura reprodutiva que envolve modificações profundas e irreversíveis nos caules, e a "skin" (epiderme + hipoderme) que protege e acomoda a suculência dos caules em períodos de seca extrema e/ou umidade. Estes são componentes estruturais importantes com características únicas que podem contribuir para a compreensão da evolução do grupo e ajudar a resolver problemas de circunscrição e lacunas no posicionamento de gêneros e espécies. Além disso, a estrutura destes sistemas e suas propriedades mecânicas possibilitam o acesso a suas funcionalidades, gerando informações que podem ser utilizadas na criação de sistemas artificiais de inspiração biológica e no desenvolvimento de novos materiais e artefatos tecnológicos, como sistemas de atuadores que necessitam de pouca ou nenhuma energia. Cereinae é bem representada no Brasil com 14 gêneros, e vários endêmicos de distribuição restrita e ameaçada pela destruição de seus habitats naturais. Pretende-se investigar neste grupo a diversidade estrutural dos cefálios e skin, além de suas propriedades mecânicas, sob uma perspectiva evolutiva/aplicada. Partindo-se das hipóteses: 1. cefálios são homólogos na história evolutiva da Cereinae e variações podem ser potenciais sinapomorfias para os gêneros; 2. a diversidade estrutural da skin pode corroborar circunscrições genéricas; 3. a diversidade estrutural e biomecânica da skin é informativa para o desenvolvimento de artefatos de inspiração biológica, tais como atuadores inteligentes e novos materiais. Nosso objetivo é contribuir para as questões da circunscrição de Cereinae, um grupo emblemático da flora brasileira, e gerar informações aplicadas na biomimética e novas tecnologias.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patricia Trindade Nakagome

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • leitores, leituras e literatura após a pandemia
  • Em “Educação após Auschwitz”, Adorno tinha distanciamento histórico suficiente para avaliar o horror da Shoah e estabelecer as bases necessárias para evitar a repetição da barbárie. Neste projeto, “após” implica que não estamos livres da pandemia, de modo que o tomamos como estímulo para a compreensão de seus desdobramentos nos estudos literários na futura execução do projeto, quando talvez se vivencie o novo normal. Fomos forçados ao distanciamento, ao trabalho e a estudos virtuais. Alterou-se o modo de lidarmos com o outro e, especificamente, de apresentarmos e discutirmos literatura. Neste projeto, temos o objetivo de rastrear as mudanças nos novos meios de circulação do literário, como as “lives” disputadas por jovens e críticos consagrados, e nas produções literárias recentes. Buscamos analisar se a modificação na forma de difusão da leitura impactou sobre o discurso acerca da literatura e suas relações estabelecidas com e pelo leitor. Portanto, questionamos: como a literatura “sobreviveu” à pandemia após a alteração sensível em seu modo de circulação? Alterou-se o modo de interação entre leitores e textos literários? Mais do que mero diagnóstico, repetiremos nos estudos literários a pergunta posta às esferas da vida: o que aprendemos? Sendo propositivas no modo de olhar o literário, é possível pensar em uma nova maneira de fazer crítica literária, de estabelecer relações acadêmicas e de ensino de literatura ao final do isolamento? Estaremos mais próximos do texto, dos colegas e estudantes? O que a pandemia terá nos ensinado sobre a leitura literária entre estudantes em todos os níveis escolares? São questões amplas sobre o lugar da literatura, essa força da presença, em um tempo marcado por distância. Pensamos que as novas formas de leitura ensinam algo sobre a própria literatura e, caso esse aprendizado seja efetivamente assimilado, transformará sensivelmente o campo literário, materializado em publicações, nos modos de valoração e na pesquisa.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patricia Vieira Tiago

Ciências Agrárias

Agronomia
  • diversidade de fungos filamentosos de solo sob diferentes sistemas de uso na zona da mata e sertão de pernambuco
  • Uma das alternativas ao modelo convencional de produção agrícola são os sistemas agroflorestais (SAFs) que propõem a prática de um manejo consciente dos recursos naturais dando aos sistemas agrícolas autonomia na fertilização do solo, produtividade e proteção das culturas, processos em que os fungos, microrganismos expressivos do solo, estão envolvidos. O objetivo será estudar a diversidade de fungos filamentosos de solo de sistemas agroflorestais, de áreas nativas e de monocultura das mesorregiões Zona da Mata e Sertão de Pernambuco. As coletas serão realizadas em março e agosto de 2022 e março e agosto de 2023, totalizando quatro coletas. Serão coletadas três amostras de solo por área estudada, sendo que cada amostra será obtida pela homogeneização de quatro subamostras dentro de um quadrante de 5 m2 (2,5 x 2,0 m). O isolamento dos fungos ocorrerá pelo método de diluição seriada e a identificação por meio de análise das características macroscópicas, microscópicas e por sequenciamento de partes de regiões gênicas. Serão determinadas a taxa de respiração microbiana (RM) dos solos, a atividade enzimática para arilsulfatases e beta-glicosidases e os parâmetros físico-químicos. Serão calculados os índices ecológicos, a riqueza e a similaridade entre as comunidades fúngicas, com base nas espécies isoladas e por meio da técnica de DGGE. Fungos envolvidos no controle biológico natural de insetos e de doenças de plantas estarão entre os fungos isolados, principalmente nas áreas de SAF e nativas. Espera-se observar uma pequena similaridade entre as áreas de SAF e de monocultura, gerando informações indicadoras da importância da diversificação de culturas, uma vez que os fungos são organismos importantes para a manutenção de agroecossistemas mais equilibrados, pois eles melhoram a qualidade do solo e são inimigos naturais de muitos insetos e patógenos de plantas. Também se espera relatar a ocorrência de novas espécies e de novos registros de fungos filamentosos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patricio Rodrigo Montecinos Munoz

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • investigação experimental de agregados fractais silico-orgánicos: discernimentos sobre a preservação de moléculas orgânicas e microfósseis em cherts marinhos antigos
  • Muito do que sabemos sobre a evolução da vida na Terra vem da análise de chert e porcelanitas portadoras de moléculas orgânicas (MOs) e microfósseis bem preservados. Essa preservação teve escassa explicação experimental. Em 2016, Aellon et al. (doi 10.1016/j.chemgeo.2016.05.034 0009-2541) sugerem que a fossilização, conduzida pela conversão de sílica amorfa em quartzo, poderia preservar microfósseis e MOs em escala de tempo geológico. Nessa conversão, os agregados de SiO2-MOs sofrem uma redução da permeabilidade impedindo a mobilidade das MOs. Mas, a literatura vigente não explica como a micro-estructuração dos polimorfos de SiO2 e a porosidade podem controlar essa preservação. Na abordagem desse assunto, temos caracterizado chert e porcelanitas cretáceas marinhas usando: (U)SAXS, WAXS, Raman, GC-MS, MALDI-TOF, XRD, TGA e SEM-EDS. Experimentos na USP e no sincrotron Advanced Photon Source (EUA) provaram inicialmente que as amostras estão conformadas por aglomerados de quartzo-MOs que sustentam uma porosidade de geometria fractal de volume. Tal organização persistiu desde o cretáceo protegendo as MOs. Assim, nossa proposta consiste na questão do rol da microestrutura da sílica na persistência dessa preservação em cherts de idade mais antiga que cretáceo. Sob essas rochas propomos aplicar a mesma abordagem analítica. Esperamos aplicar Raman-AFM-TERS para sondar a distribuição espacial das MOs em nanoescala nesses cherts. E, prevemos experimentos (U)SAXS e WAXS, na fase liquida, para investigar a estrutura de compósitos de sílica-MOs formados via co-precipitação e adsorção, atentando induzir condições P-T diagenéticas. Nossa proposta pode significar uma expansão nas ciências dos materiais, na mineralogia e na cristalografia, disciplinas que até o momento indicam à zeolitas, argilominerais, óxidos e fases sintéticas de SiO2 como materiais porosos. A porosidade é chave em aplicações em nanotecnologia, fármacos, armazenamento de energia, dentre outros.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Patryck de Araujo Ayala

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • a proteção jurídica do sistema climático em um constitucionalismo transformador: medidas estruturantes na experiência jurisprudencial latino-americana.
  • Se por um lado o estado do conhecimento científico sobre o sistema climático demonstrou que ele foi transformado pela ação humana, e que estas alterações possuem como uma de suas fontes, a degradação global dos ecossistemas, por outro lado, também se pôde demonstrar mais recentemente, no âmbito da Organização das Nações Unidas (ONU), em 2019, que essa realidade não foi capaz de ser contida ou evitada por meio da proliferação de normas jurídicas. Esta iniciativa se demonstrou ineficaz, per se, para se evitar ou mitigar as alterações do sistema climático, para garantir a integridade dos processos ecológicos, proteger os sistemas naturais, e restaurar os ecossistemas. Em um estado de coisas de deficiências estruturais que define a governança dos conflitos no Sul-Global, e adotando-se como hipótese a de que conflitos socioeológicos tem causas complexas, e não têm sua resolução adstrita ao aumento de normatividade, propõe-se favorecer a governança dos sistemas socioecológicos no Direito brasileiro, (como os ecossistemas e o próprio clima), considerando-se padrões de governança judicial dialógica, no âmbito de um Constitucionalismo transformador. Estes se encontrariam baseados nos processos estruturais, por meio dos quais se estimula caminhos para reorganizar estruturas burocráticas deficientes. Por meio do método indutivo e de pesquisa monográfica e jurisprudencial, o projeto também busca sua proposição, fomentando-se um observatório jurídico em rede entre as instituições colaboradoras, que se concentre em experiências de reorganização estrutural dos sistemas socioecológicos, na América Latina, adstringindo-se ao Tribunal Constitucional (TC) e o Supremo Tribunal de Justiça (STJ) colombianos, à Corte Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) e ao Supremo Tribunal Federal (STF) brasileiro, vinculadas à reorganização de políticas públicas para a proteção de ecossistemas degradados, com influência climática.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paula Adriane Perez Ribeiro

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • farinha de larvas de black soldier fly em dietas para colossoma macropomum: do crescimento à terminação
  • A produção animal sustentável ambientalmente depende, entre outros aspectos, dos ingredientes eleitos para a formulação de dietas. As farinhas de inseto, como a de larvas de black soldier fly, são produzidas de forma sustentável, uma vez que os insetos aproveitam material orgânico de baixa qualidade, requerem pouca água e áreas de produção pequenas, além de emitirem poucos gases de efeito estufa. Por esse motivo, seu potencial como fonte proteica em dietas para peixes vem sendo estudado atualmente. A definição sobre níveis de inclusão e fases de desenvolvimento do peixe no qual este ingrediente pode ser empregado deve ser alvo de pesquisas, para que se obtenham animais em cativeiro com bom desempenho e qualidade de carne satisfatória. Diante do exposto, a hipótese central desta proposta é investigar se o uso da farinha de black soldier fly, como ingrediente protéico, não interfere na produção do tambaqui em cativeiro. O objetivo desta pesquisa é avaliar os efeitos de diferentes níveis de inclusão da farinha de black soldier fly, em dietas para tambaquis, do crescimento à terminação, sobre o desempenho, qualidade de carne, metabolismo e comportamento alimentar dos peixes. O projeto abrangerá 3 experimentos. O primeiro experimento avaliará desempenho, qualidade de carne, saúde intestinal e metabolismo dos tambaquis, em 3 fases de crescimento (animais com 4 meses de experimento, de 4 a 8 e de 8 a 12 meses de experimento), alimentados com 5 dietas (0, 5, 10, 15 e 20% de inclusão de farinha desengordurada de black soldier fly), em 4 repetições. O segundo experimento determinará a digestibilidade dos nutrientes das dietas, para peixes em 2 faixas de peso (100 e 500 g). O terceiro experimento observará se existe preferência dos peixes pelas dietas, visto as diferenças de inclusão da farinha de inseto nas rações.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 28/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Paula Bargi de Souza

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • estudo da correlação entre a função tireoidiana e o relógio biológico: repercussões do hipotireoidismo na ritmicidade do metabolismo energético
  • A ritmicidade circadiana é fundamental para a manutenção da homeostasia do organismo frente às demandas diárias e gerada por um mecanismo de retroalimentação dos componentes do relógio em um período aproximado de 24h. A dessincronização destes processos rítmicos está associada à maior prevalência de distúrbios endócrino-metabólicos. Em paralelo, disfunções tireoidianas resultam na dessincronização dos genes relógio no coração e na adenohipófise com possíveis repercussões na função cardíaca e endócrina. A hipótese central deste projeto é que os hormônios tireoidianos (HTs) modulam a expressão dos genes do relógio e/ou controlados pelo relógio nos tecidos envolvidos na regulação do metabolismo energético, o que poderia explicar a associação entre hipotiroidismo, diabetes mellitus tipo 2 e síndrome metabólica observada nos estudos epidemiológicos. Tal hipótese é reforçada pelos prejuízos no metabolismo energético da prole decorrentes do hipotireoidismo gestacional e pela modulação concomitante de transcritos envolvidos na regulação do metabolismo energético pelo relógio e pelos HTs. Neste projeto, pretendemos avaliar o padrão da oscilação diária da: atividade locomotora espontânea, temperatura corporal, consumo de O2, sensibilidade à insulina, perfis séricos de TSH, T4, T3, colesterolemia, lipidemia e da expressão de marcadores moleculares nos tecidos envolvidos na regulação do metabolismo energético em animais hipotireoideos e explorar os mecanismos moleculares com o uso de animais geneticamente modificados para os componentes do relógio. O desenvolvimento deste projeto irá contribuir com o avanço da pesquisa básica esclarecendo os mecanismos mediados pelos HTs na ritmicidade circadiana do metabolismo energético e terá implicações clínicas considerando que as desordens metabólicas e tireoidianas correspondem às endocrinopatias mais prevalentes na população e ainda cerca de 12-19% da população apresenta hipotiroidismo subclínico impactando a saúde pública e a economia.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Paula Barros

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • habitações verticalizadas de interesse social, espaços livres e mobilidade infantil independente: coprodução de conhecimento no aglomerado barragem santa lúcia
  • Explorar e brincar nos arredores residenciais sem a supervisão de adultos - mobilidade infantil independente - é essencial para o pleno desenvolvimento e bem-estar das crianças. O declínio da mobilidade infantil independente nos centros urbanos nas últimas décadas tem sido bem documentado e associado à baixa qualidade dos espaços livres - espaços não edificados (públicos ou privados) - ofertados para as crianças. Diante da forte verticalização dos centros urbanos, a carência de estudos que buscam compreender como os espaços livres conformados por habitações verticalizadas (HVs) impactam no nível de mobilidade independente concedido às crianças, principalmente daquelas em situação de vulnerabilidade, é uma ameaça à promoção do desenvolvimento urbano sustentável. Mediante a necessidade de evidências para subsidiar processos de planejamento e projeto de HVs e espaços livres urbanos que facilitem a mobilidade infantil independente, propomos um estudo piloto transdisciplinar guiado pela questão: Quais aspectos dos espaços livres conformados pelas HVs produzidas para as famílias do Aglomerado Barragem Santa Lúcia, no âmbito do Programa Vila Viva, em Belo Horizonte impactam na mobilidade infantil independente, segundo a perspectiva das crianças e dos seus pais (ou responsáveis legais)? Pesquisas mostram que a mobilidade infantil independente é função de fatores inter-relacionados, incluindo aspectos físicos, contexto social e práticas parentais. Com o propósito de promover a escuta sensível das crianças, estas participarão de todas as etapas do estudo, desde a geração de dados até a conferência dos resultados. Os dados serão disponibilizados em uma plataforma digital interativa para estimular o diálogo entre as crianças e agentes capazes de promover mudanças nas políticas públicas e práticas. O incremento da qualidade de vida das meninas e meninos é premente.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 09/06/2022-30/06/2025
Foto de perfil

Paula Becker Pertuzatti

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • digestibilidade in vitro e atividade biológica de compostos bioativos presentes em óleos de frutos do cerrado
  • O Cerrado é o segundo principal bioma do Brasil, ocupando cerca de 21% do território nacional e contando com uma flora diversificada. Muitas de suas espécies ainda são pouco conhecidas no país, mas apresentam potencial tanto pela indústria de alimentos como pela indústria farmacêutica, já que devido ao elevado conteúdo de lipídeos são atrativas para extração de óleos. Apesar de pouco estudados, muitos destes óleos apresentam elevados conteúdos de compostos bioativos, como carotenoides, compostos fenólicos e fitoesterois que têm sido muito associados com a diminuição do risco de desenvolvimento de doenças crônicas não-transmissíveis, além de atividades anti-helmíntica, antimicrobiana e antimutagênica. No entanto, após o processo de digestão, os compostos bioativos podem ser degradados de modo que seus potenciais efeitos antiparasitários, antidiabéticos e antiobesidade sejam comprometidos. Desta forma, destaca-se a importância de estudar a sua digestibilidade in vitro e avaliar o conteúdo de compostos bioativos através de cromatografia gasosa e de cromatografia líquida acoplada com espectrometria de massas, nas frações que simulam a fase oral, gástrica e intestinal, determinando além do conteúdo de compostos bioativos nos óleos a sua bioacessibilidade. Correlações entre dados in vitro e in vivo sobre as funções do trato gastrintestinal permitem extrapolação acurada dos resultados. Verificar os efeitos biológicos desses óleos pode contribuir para o aumento do consumo de frutas do Cerrado, além de servirem como subsídio para aplicação dos mesmos pela indústria farmacêutica. Desta forma, a hipótese deste projeto é que os óleos de frutos do cerrado atuem no parasitismo e doenças não-transmissíveis. A partir da extração e caracterização dos óleos com posterior aplicação em roedores será possível comprovação de efeito biológico. Resultados positivos criam amplo potencial para exploração econômica sustentável.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 21/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Paula Carina de Araújo

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • gestão da informação científica no contexto da ciência aberta
  • A gestão da informação científica é o processo de coleta, organização, armazenamento, disseminação e avaliação de um tipo específico de informação, a informação científica. Esse processo tem relação direta com a comunicação científica, pois se relaciona ao fluxo de informação do ambiente científico. No movimento de Ciência Aberta, caracterizado pela pesquisa científica colaborativa, aberta e transparente com a abertura das fases do ciclo de vida da pesquisa, a gestão da informação científica são protagonistas. Este projeto objetiva investigar a gestão da informação científica e sua potencialidade para a proposição de instrumentos para a política científica nacional no âmbito da ciência aberta. De forma específica, objetiva contextualizar a gestão da informação científica no contexto da ciência aberta; identificar as iniciativas nacionais de criação de ambiente integrado de gerenciamento de publicações científicas para composição de bases de dados de diferentes domínios; analisar o domínio da comunicação científica no direito; discutir a potencialidade de criação de indicadores científicos nacionais aliados a uma perspectiva de gestão da informação científica que considere as diferentes características dos domínios; propor a criação de uma base de dados referencial de publicações científicas em acesso aberto da área do direito. Desenvolverá pesquisa exploratória e metodológica quantos aos objetivos, qualitativa quantos à abordagem e aplicará a análise documental e a análise de domínio que terá como unidade de análise a comunicação científica no direito. O projeto resultará na produção de conhecimento novo e relevante sobre o tema que pode ser aplicado a diferentes domínios, bem como a proposição da base de dados referencial de publicações científicas em acesso aberto da área do direito como fonte de informação e instrumento de política científica para esse domínio no Brasil.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paula Corrêa Henning

Ciências Humanas

Educação
  • escola, filosofia e relações com o mundo: inventividades no contemporâneo
  • O presente projeto de pesquisa busca analisar os modos como as filosofias da diferença podem contribuir com a escola para pensarmos nossas relações com o mundo, com o planeta e com os espaços em que nos situamos. Para isso, toma como objeto teórico os estudos de Friedrich Nietzsche, Michel Foucault e autores da Educação que assentam seus estudos nessa perspectiva. Trata-se de uma investigação que aposta nas articulações entre educação, educação ambiental e a filosofia como modo de exercer criticamente o pensamento diante dos dilemas ambientais que acometem o contemporâneo. Para isso, o projeto prevê duas etapas: a) mapeamento bibliográfico a respeito das produções científicas sobre escola e filosofia no que se refere às possibilidades de criação no interior dessa instituição e b) entrevista com professores/as de um curso de formação dedicado à articulação entre educação, educação ambiental e filosofia. Esse estudo intenta mobilizar a escola para inventividades no contemporâneo, potencializando as relações com o mundo na articulação com a filosofia.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Paula Cristina Trevilatto

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • apoio a formação de doutores em áreas estratégicas pucpr
  • Vide projeto anexo
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 03/03/2020-02/03/2025