Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Thiago da Silva Paiva

Ciências Biológicas

Zoologia
  • diversidade e evolução de hypotricha (ciliophora, spirotrichea)
  • O filo Ciliophora é um táxon monofilético de eucariontes unicelulares com mais de 8.000 espécies. Dentre eles, os Hypotricha são um importante grupo que apresenta, por evolução convergente, arquitetura corpórea morfo-funcionalmente análoga à de metazoários bilaterais miniaturizados (e.g. Catenulida, Gastrotricha, dentre outros), ocupando nichos similares. Os hipotríqueos estão dentre os ciliados mais comuns em ambientes de sedimentos, possuem importância biotecnológica devido a produção de toxinas de defesa, e podem conter procariontes endocitobiontes potencialmente patogênicos. Até recentemente, a sistemática dos Hypotricha era tida como um dos mais confusos problemas na biologia dos Ciliophora. Todavia, um dos trabalhos resultantes do Projeto Universal (CNPq - 437655/2018-0) produziu, pela primeira vez, um padrão filogenético relativamente estável e robusto, a partir de análises caracteres morfológicos e moleculares concatenados. Ainda, como resultado das nossas investigações, foram encontrados no Brasil os primeiros fósseis de hipotríqueos em inclusões de âmbar datado do Cretáceo Inferior. Com base em tais resultados e adição de dados novos pretende-se realizar estimativas da origem dos Hypotricha e dos tempos de divergência das linhagens internas no contexto geológico; inferir a dinâmica macroevolutiva do grupo e evolução de suas características morfológicas. Com isso, espera-se entender como a diversidade de tais organismos se comportou ao longo dos períodos geológicos, elucidando, por exemplo, o impacto de grandes eventos de extinção em massa sobre suas linhagens evolutivas, e a capacidade de regeneração das mesmas. Dessa forma, a presente proposta consiste em um desdobramento lógico do supracitado Projeto Universal, direcionado ao aprofundamento do conhecimento gerado sobre a diversidade e história natural dos Hypotricha.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago de Araujo Mastrangelo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • uso de imagens multiespectrais e radiográficas no controle de qualidade de pupas de mosca-das-frutas e parasitóide criados massalmente .
  • Moscas estéreis e parasitóides podem ser utilizados em programas de manejo integrado de moscas-das-frutas. Dentre os braconídeos, destaca-se a vespa Diachasmimorpha longicaudata no controle de larvas da mosca Anastrepha fraterculus, uma das principais pragas da fruticultura. Durante a produção massal desses insetos, deve-se realizar o controle de qualidade dos lotes de pupas. A quantificação automatizada de materiais de baixa qualidade e de pupas parasitadas de cada lote seria de grande valia na produção massal. Uma das formas de determinar com acurácia a porcentagem de pupas de boa qualidade e de parasitismo seria a utilização de sistemas de análise de imagens multiespectrais e de raios-X. Portanto, este estudo objetiva avaliar a aplicação desses tipos de imagens para distinguir as diferentes classes de pupas de A. fraterculus e parasitadas. Para os testes, serão utilizadas pupas da criação massal de A. fraterculus do CENA/USP e larvas de 3º instar irradiadas de A. fraterculus serão oferecidas aos parasitóides da criação. Serão utilizados os equipamentos VideometerLab4® e MultiFocus® para obtenção e análise das imagens multiespectrais e radiográficas, respectivamente. As diferentes classes de pupas de A. fraterculus serão avaliadas por imagens multiespectrais ao longo dos 14 dias do período pupal de diferentes lotes da criação. Para se determinar qual o melhor momento do período pupal para se identificar as pupas parasitadas, imagens multiespectrais serão obtidas ao longo também de 14 dias, sendo as variações quantificadas com base em padrões de refletância. Imagens radiográficas serão obtidas pelo menos em três períodos da fase pupal, para se tentar identificar o melhor momento para visualização dos parasitóides no interior das pupas. Após a caracterização das amostras de pupas pelos sistemas de imagens, serão realizados blind tests para verificar a acurácia do uso do sistema multiespectral com amostras aleatórias dos lotes da criação massal.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago Duarte Pimentel

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • a geopolítica do turismo nas américas: um estudo comparado das políticas públicas de turismo entre brasil, méxico e canadá
  • (1) Este projeto analisa como o turismo entra na agenda pública (econômica, social e política) nos Estados Nacionais no sistema mundo em contexto recente. (2) Especificamente analisa como o turismo entra na agenda pública dos países americanos de Brasil, México e Canadá, nos últimos 20 anos, por meio de suas políticas públicas de turismo (PPTUR). (3) Isso porque o turismo se tornou uma política de estado. Há ampliação crescente do número e da extensão de PPTUR, que emerge como um pano de fundo comum e recorrente nos países desenvolvidos e em desenvolvimento. (4) O argumento defendido é o de que os países periféricos têm dado significativa importância ao turismo na economia, conferindo assim progressivamente uma maior dependência relativa do sistema econômico em relação a esta atividade, e sendo adotado por tais países como uma tentativa de se buscar resultados econômicos e sociais de curto prazo, para geração de renda e empregos. (5) Parte-se da premissa da unificação econômica via sistema-mundo para se analisar o crescimento e institucionalização das PPTUR como política de Estado, e recorre-se aos conceitos de geopolítica, de “totalidade” e “turismo como modelo (produtivo)” (Dachary, 2016) para analisar como o turismo se insere no sistema produtivo capitalista contemporâneo, acelerando e potencializando este sistema, por meio da conversão de tempos-espaços ociosos em produtos e experiências de consumo. (6) Metodologicamente, recorrer-se a um estudo quanti-qualitativo, com dados secundários. Quantitativamente por meio do levantamento das políticas públicas de cada país, cujo material será analisado por protocolo próprio (Pimentel, 2014) para análise institucional de PPTUR, extraindo-se a evolução, perfil e padrão das PPTUR em cada país. Qualitativamente se dará via seleção de amostra representativa para análise de conteúdo com frequências e análise de discurso para analisar os imaginários e repertórios mobilizados, veiculados e instituídos oficialmente pelas PPTUR.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 09/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Thiago Eduardo Pedreira Bueno

Outra

Multidisciplinar
  • 6a mostra de ciências: ciência é soberania
  • A Mostra de Ciências é uma consequência da tradicional Mostra de Física & Astronomia da UFES que acontece anualmente desde 1997. Este evento teve início com um grupo de estudantes de graduação em física que convidando turmas de alunos de ensino fundamental e médio a ficarem algumas horas na Universidade interagindo com experimentos científicos, passou a receber também a colaboração dos cursos de química, matemática, estatística, geografia e biologia, na construção de um evento que recebe em média 7.000 alunos de escolas municipais, estaduais, federais e privadas da região metropolitana de Vitória e interior do Espírito Santo. Com tal recrudescimento, foi natural que a Mostra de Física desse lugar à Mostra de Ciências, e passasse a integrar efetiva e oficialmente dezenas de docentes e centenas de discentes de diversos cursos em uma proposta unificada de divulgação e popularização das atividades acadêmicas. Desde essa transformação o CNPq tem tido um papel fundamental no apoio deste que é um dos maiores Programas de extensão universitária e divulgação científica do estado do Espírito Santo. A partir dos recursos obtidos nos Quatro Editais anteriores da SNCT/linha A desta agência, o evento se tornou ainda mais consolidado em todo o estado. Neste ano, este tradicional evento interdisciplinar e transversal por natureza, deverá abordar a relação existente entre ciência e desenvolvimento de tecnologias com a Soberania Nacional.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 21/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Thiago Eduardo Pedreira Bueno

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • 5a mostra de ciências: para além do conhecimento
  • A Mostra de Ciências é uma consequência da tradicional Mostra de Física & Astronomia da UFES que acontece anualmente desde 1997. Este evento teve início com um grupo de estudantes de graduação em física que convidando turmas de alunos de ensino fundamental e médio a ficarem algumas horas na Universidade interagindo com experimentos científicos, passou a receber também a colaboração dos cursos de química, matemática, estatística, geografia e biologia, na construção de um evento que recebe em média 7.000 alunos de escolas municipais, estaduais, federais e privadas da região metropolitana de Vitória e interior do Espírito Santo. Com tal recrudescimento, foi natural que a Mostra de Física desse lugar à Mostra de Ciências, e passasse a integrar efetiva e oficialmente os docentes e discentes de diversos cursos em uma proposta unificada de divulgação e popularização das atividades acadêmicas. Desde essa transformação o CNPq tem tido um papel fundamental no apoio deste que é o maior evento de extensão universitária e divulgação científica do estado do Espírito Santo. A partir dos recursos obtidos nos três editais anteriores da SNCT/linha A desta agência, o evento se tornou ainda mais consolidado em todo o estado. Neste ano, este tradicional evento interdisciplinar e transversal por natureza, deverá abordar o papel da transversalidade na relação existente entre o ensino de ciências e o desenvolvimento de tecnologias para a solução de grandes problemas da humanidade.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 07/10/2021-31/10/2023