Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alex Oliveira Barradas Filho

Engenharias

Engenharia de Energia
  • aplicação de métodos estatísticos e computacionais na avaliação da qualidade de biocombustíveis
  • Na busca por combustíveis alternativos que possam substituir gradualmente os derivados de petróleo, os biocombustíveis vêm ganhando notoriedade mundial, especialmente o etanol e o biodiesel. No Brasil, a produção e o consumo de biocombustíveis têm sido crescentes desde a criação dos Programas Nacionais do Álcool (Proálcool, 1974) e Biodiesel (PNPB, 2005). No entanto, para que o biocombustível seja comercializado é necessário ter o controle rigoroso de fatores tais como alguns parâmetros físico-químicos, além de que muitos desses parâmetros de qualidade demandam a aplicação de determinados procedimentos experimentais demorados e dispendiosos. Esses inconvenientes gerados pelos modelos oficiais têm motivado a proliferação de métodos alternativos que visem o controle da qualidade dos combustíveis com custos menores e depreendam mais rapidamente os resultados. Dessa forma, a avaliação dos parâmetros de qualidade por métodos mais simples e eficientes, aliados à computação, significaria uma alternativa importante no controle de qualidade de biocombustíveis. Nesse contexto, o projeto propõe o desenvolvimento e a aplicação de métodos alternativos eficazes na avaliação da qualidade de biocombustíveis.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Rafacho

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • impacto da exposição a pesticida organofosforado sobre a gestação, no pós-termo, nos fetos, e na prole adulta de ratos: busca por mecanismos de ação
  • Os pesticidas organofosforados estão entre os compostos mais empregados na agricultura e o seu uso em larga escala tem contribuído para a poluição ambiental e risco à saúde, incluindo casos crônicos e agudos de intoxicações, tanto em animais quanto em humanos. Estudos prospectivos sugerem uma relação entre a exposição direta ou indireta a pesticidas organofosforados, e.g., malathion, com o desenvolvimento de obesidade e diabetes mellitus tipo 2 (DM2) em indivíduos adultos. Em paralelo, tem sido demonstrado que a exposição a insultos diversos, como os poluentes ambientais, em períodos críticos do desenvolvimento (e.g., pré- e pós-natal), podem influenciar negativamente no peso corpóreo bem como resultar em disfunções metabólicas em períodos tardios da vida. Neste sentido, destacam-se as substâncias derivadas de atividades industriais, químicas, com potencial de causar desequilíbrio, interferência ou alteração no sistema endócrino, também denominados como disruptores endócrinos, entre os quais estão incluídos os pesticidas organoclorados e organofosforados. A exposição à tais compostos químicos durante períodos críticos do desenvolvimento podem ter efeitos permanentes e irreversíveis, com sérios impactos sobre a saúde durante a infância e a adolescência, e até mesmo para as futuras gerações, por meio de mecanismos de herança epigenéticas. Estudos preliminares obtidos em nosso laboratório revelaram um efeito tardio do malathion durante a gestação. Demonstramos que a ingestão de malathion por 21 dias, em período anterior ao início da gestação, resultou em marcante intolerância à glicose em ratas no período equivalente ao início do terceiro trimestre da gestação, mas não imediatamente ao término do tratamento. Até o momento, porém, não há nenhum estudo pré-clínico ou clínico que tenha avaliado detalhadamente o impacto da exposição a pesticidas organofosforados sobre a homeostase glicêmica ao longo da gestação com o foco na gestante, muito menos acompanhando se os eventuais desfechos são reversíveis no pó-termo. Ainda, nenhum estudo se estende aos fetos e a prole adulta numa única proposta, o que dificulta a interpretação do impacto nos diversos estágios e indivíduos supracitados. Assim, objetivamos avaliar quais as alterações bioquímicas e/ou morfofisiológicas podem decorrer da exposição a esta classe de pesticidas e o quanto destas potenciais alterações podem afetar o metabolismo da prole (fetos e adultos). Uma entre várias hipóteses é de que a exposição ao pesticida malathion, por um período que anteceda a fecundação (e.g., contexto que mimetizaria a exposição ambiental de mulheres no período pré-natal), impacte negativamente sobre a homeostase glicêmica durante a gestação e permaneça inalterada no pós-termo. Também hipotetizamos que os desfechos murinométricos e bioquímicos nos fetos e na prole adulta estarão afetados por esta exposição materna ao pesticida. Num primeiro momento, repetiremos os experimentos com as prenhes a fim de finalizar essas abordagens preliminares e estenderemos todas as abordagens nas prenhes até 2 meses ao pós-termo. Num segundo momento, avaliaremos parâmetros murinométricos, bioquímicos e morfológicos nos fetos e na prole adulta (ambos os sexos). Por fim, buscaremos avaliar o efeito direto do malathion sobre parâmetros moleculares e eletrofisiológicos das células beta pancreáticas com o intuito de revelar possíveis mecanismos de ação do malathion.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Sander da Silva

Ciências Humanas

Educação
  • expressividades estéticas, decomposições imagéticas e constelações formativas em adorno e ŽiŽek
  • A ruptura com antigos parâmetros são realidades que se mostram cada vez mais presentes em nossa era de globalização capitalista. Estamos no limiar de um tempo em que, por um lado, se vislumbra a “apoteose” do progresso técnico-científico, com suas transformações organizativas, com seu caráter de transitividades do conhecimento. Por outro lado, nos deparamos com inúmeros aspectos problemáticos, que estão a gerar, em termos freudianos, um mal-estar civilizatório com guerras, fome, violência, crises em muitos graus e sentidos. A necessidade de reflexão para tais questões tornou-se uma marca central de uma educação atenta para com as problemáticas desse nosso tempo. Nesse horizonte, cabe algumas questões importantes: Como situar a educação no contexto dos problemas contemporâneos, tais como migrações, diversidades culturais, desigualdades sociais e políticas? Como pensá-la nesse momento em que floresce cada vez mais aspectos de barbárie civilizatória do que de emancipação humana? Que rumos podemos pensar para auxiliar na constituição formativa dos sujeitos contemporâneos? Desse modo, o presente projeto de pesquisa pretende se situar no âmbito das discussões atuais sobre os rumos da educação contemporânea num contexto de constituição de sociedades cada vez mais plurais e complexas. A proposta diz respeito em aproximar-se dos estudos sobre os atuais problemas civilizatórios, e de sua interferência direta ou indiretamente nas orientações teóricas-educacionais, a partir de um olhar descentrado do ponto de vista da produção do conhecimento educacional. O que isso significa? Significa buscar orientações teórico-metodológicas que possam indicar caminhos formativos na atualidade numa perspectiva ampla de análise e reflexão. A necessidade de reflexão para tais aspectos torna-se uma necessidade para situar a educação no horizonte dos problemas contemporâneos. Bem como, no modo de pensá-la nesse momento em que floresce cada vez mais aspectos de uma crise de referências do que aspectos consolidados de emancipação humana. Nesses termos, colocamos a seguinte problemática de pesquisa: Qual a potencialidade da expressividade estética na perspectiva da Teoria Estética de Theodor W. Adorno? E, em que sentido pode‐se associar o tema da expressividade estética de Adorno com a noção de paralaxe do filósofo Slavoj Žižek? Como ambas perspectivas contribuem para formulações de proposições para uma educação atual. Nesses termos, objetivo central da pesquisa é analisar obras Teoria Estética de Adorno (2007) e A visão em Paralaxe de Žižek (2008) em suas dimensões de indeterminação, justamente, como potência crítica para formação/educação na sociedade contemporânea. As obras desses filósofos têm alcances distintos, porém, serão interconectadas nessa pesquisa como mote de abertura para compreender as alterações e desafios da sociedade contemporânea. As experiências educativas, tomadas unicamente como meio e fim em si mesmas, tornam-se impedimentos à própria formação cultural, uma vez que ela mesma requer espontaneidade, imaginação e criatividade. A relação da educação com o tempo e o espaço pode diferenciar-se da rapidez do consumo e da maquinaria do mundo, pois este impede e controla a imaginação necessária à própria experiência formativa numa configuração somente de meios e fins. Nesse sentido, é possível pensar a educação como formação cultural se considerarmos as expressividades estéticas e suas decomposições imagéticas capazes de sistematizar experiências cumulativas dos sujeitos educativos (professores e alunos), de modo que sua compreensão da realidade ultrapasse o mero uso de esquemas conceituais pré-definidos no fazer educativo.
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Sander Souza do Carmo

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • os efeitos da internet no comércio internacional brasileiro: uma análise para produtos homogêneos e diferenciados
  • a partir dos anos noventa, com a popularização dos computadores pessoais, e mais recentemente, com a chegada dos smartphones, tablets, entre outras tecnologias de comunicação, a internet se popularizou no Brasil e no mundo, alterando profundamente a maneira com que as pessoas trocam mensagens, adquirem conhecimento, fazem amizades ou realizam as suas compras de produtos ou serviços. Apesar da internet fazer cada vez mais parte do cotidiano das pessoas e das empresas, praticamente, não existem estudos que analisam os efeitos da internet na economia brasileira, em especial, sobre o comércio internacional. Dessa forma, tendo como meta preencher essa lacuna, o presente projeto de pesquisa se propõe a analisar os efeitos da internet sobre o comércio internacional brasileiro, de produtos homogênes e diferenciados. A partir de um modelo gravitacional de comércio.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Sandro Campos Maia

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • viabilidade econômica e ambiental de estruturas de sombreamento com painéis fotovoltaicos para vacas leiteiras
  • A maior parte das 12 milhões de vacas leiteiras do rebanho brasileiro, que produzem 34 bilhões de litros de leite por ano, são manejadas a piquetes ou em confinamentos, enfrentando ao longo do ano condições de temperaturas do ar acima de 30°C e radiação solar superior a 800 W m-2 que causam estresse térmico, principalmente em animais de origem europeia e seus cruzamentos. O fornecimento de sombreamento artificial minimiza o estresse térmico melhorando o conforto térmico e o bem-estar dos animais, conforme mostraram vários trabalhos. No entanto, os custos de implantação de estruturas de sombreamento artificial tem sido a principal barreira para sua adoção. Inovar pode ser o caminho, gerando energia elétrica e sombreamento ao mesmo tempo para os animais utilizando painéis fotovoltaicos, pois o cenário é favorável. O preço dos módulos solares fotovoltaicos sofreu uma redução de aproximadamente 90% entre 2006 e 2016; a previsão futura indica uma queda anual por volta de 5,9%. Esse cenário torna a energia fotovoltaica viável e competitiva, além de ter as vantagens de ser renovável e não ter passivos ambientais. Assim, esse projeto quantificará (a) o impacto do sombreamento artificial utilizando painéis fotovoltaicos sobre o equilíbrio térmico de bovinos de leite (Holandês), (b) estimará a geração de energia elétrica dos painéis e (c) determinará a viabilidade econômica e os benefícios ambientais em se utilizar painéis fotovoltaicos para fornecer sombreamento artificial para a bovinocultura de leite brasileira. O impacto esperado desse projeto de pesquisa é em fornecer ao setor produtivo uma nova opção de estrutura de sombreamento artificial que produz energia limpa e renovável, enquanto melhora o conforto térmico e o bem-estar de vacas leiteiras e aumenta a receita financeira da propriedade.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alex Silva Ribeiro

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos de diferentes circuitos de treinamento com pesos sobre indicadores de síndrome da obesidade osteosarcopenica e saúde celular em mulheres idosas: um ensaio clinico controlado e aleatorizado
  • Introdução: O envelhecimento biológico vem acompanhado de modificações morfológicas, neuromusculares, dentre as quais podemos destacar aumento da gordura corporal, a redução de força e massa muscular que acarretam em prejuízos à saúde e qualidade de vida da população idosa. Neste sentido, o treinamento com pesos é uma estratégia recomendada para atenuar os processos deletérios induzidos pelo envelhecimento e promover melhora na saúde dessa população. Objetivo: Verificar o efeito de diferentes circuitos de treinamento com pesos sobre indicadores da síndrome da obesidade osteosarcopenica e saúde celular em mulheres idosas. Métodos: Mulheres idosas (≥ 60 anos), fisicamente independentes serão aleatoriamente separadas em três grupos, a saber: grupo treinamento em circuito com carga moderada, treinamento em circuito com carga leve e um grupo controle. O programa de treinamento com pesos irá ser realizado por um período de 12 semanas, com frequência de três sessões semanais, consistindo de oito exercícios. A força muscular será determinada utilizando o teste de uma repetição máxima, enquanto densidade mineral óssea, gordura corporal e massa muscular serão estimadas por densitometria radiológica de dupla energia, e o ângulo de fase será determinado por bioimpedância. Espera-se que as informações produzidas contribuam para um melhor entendimento sobre os benefícios proporcionados pela prática do treinamento com pesos, além de fornecer elementos sobre a prescrição adequada de treinamento com pesos para mulheres idosas.
  • Universidade Norte do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexander Birbrair

Ciências Biológicas

Morfologia
  • a função das células gliais no desenvolvimento tumoral
  • A invasão perineural, descrita como um processo em que as células tumorais crescem e migram ao longo de fibras nervosas, está relacionada com o crescimento e propagação do tumor (Ayala et al., 2008; Villers, McNeal, Redwine, Freiha, & Stamey, 1989). Trabalhos mais recentes, entretanto, descobriram um fenômeno diferente, onde o tumor em si é infiltrado por uma rede de projeções nervosas recém-desenvolvidas que regulam a iniciação e progressão do câncer (Magnon et al., 2013). Esses dados elevam, assim, o conceito inovador de que, alvejando o sistema nervoso periférico no tumor, será possível obter uma nova abordagem para tratar o câncer. Por outro lado, pouco se sabe sobre as células estromais associadas aos nervos periféricos no microambiente tumoral. As células de Schwann mantêm a integridade dos nervos periféricos e formam a bainha de mielina, que permite a condução dos potenciais de ação. Após a lesão do nervo periférico, as células de Schwann podem assumir um estado reativo e começar a desdiferenciar, proliferar e mediar a regeneração do axônio (Scholz e Woolf, 2007). Nossos dados preliminares sugerem a presença de células que expressam a proteína ácida fibrilar glial (GFAP), um marcador de células de Schwann, no microambiente do tumor. Além disso, foi demonstrado que a depleção das células GFAP+ em proliferação aumenta o crescimento do tumor. Sendo assim, o presente projeto foi elaborado com o objetivo de elucidar os mecanismos pelos quais as células de Schwann são capazes de regular a progressão tumoral. A investigação de caminhos inovadores pelos quais as células que envolvem as fibras nervosas alteram o comportamento do câncer pode levar a uma abordagem terapêutica inovadora para tratar o câncer.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-12/12/2021
Foto de perfil

Alexander Junges

Engenharias

Engenharia Química
  • extração de compostos bioativos de lúpulo empregando fluidos pressurizados
  • O lúpulo é utilizado na indústria cervejeira como um ingrediente que confere aroma e amargor. É considerado o “tempero da cerveja” e um dos mais significativos componentes na produção de cerveja, sendo a quantidade e o tipo do mesmo um parâmetro dificilmente revelado. No Brasil não existem condições climáticas adequadas à produção de lúpulo, no entanto existem estudos que mostram que a região Sul pode ser uma grande produtora da cultura. Por isso, todo o suprimento nacional é importado da Europa e/ou Estados Unidos. A forma mais comum de utilização do lúpulo é em pellets, pequenas pelotas de flores prensadas. Assim, é possível reduzir o volume de lúpulo a transportar e, ao mesmo tempo, manter suas características originais. Este ingrediente é adicionado em duas etapas da preparação da cerveja: pouco antes do mosto estar pronto (lúpulo de amargor) e quando ele está pronto (lúpulo de aroma). No entanto, nessas etapas ocorre também a fervura, onde grande parte de componentes aromáticos se degradam devido à alta temperatura. Assim, uma das maneiras de se manter os aromas é realizando a extração desses compostos do lúpulo (extrato/óleo), e, acrescentando posteriormente à fervura, sem a necessidade de processo de filtração. O processo de extração possui diversas aplicações na área de engenharia química, de alimentos e farmacêutica, entre elas a recuperação de fitoquímicos de interesse em matrizes orgânicas. A extração de compostos de fontes naturais é geralmente realizada por técnicas tradicionais, porém estas apresentam baixo rendimento, longo tempo de extração, necessitam grande quantidade de solvente orgânico e muitas vezes o uso de temperaturas elevadas acaba degradando o composto de interesse. Buscando superar estas limitações outras técnicas têm sido desenvolvidas, como a, extração com fluido supercrítico e a extração com líquido pressurizado, as quais apresentam inúmeras vantagens sobre os processos tradicionais. Desta forma, o presente projeto tem por objetivo geral a extração de compostos bioativos (extrato/óleo) de lúpulo empregando fluidos pressurizados.
  • Universidade Regional Integrada do Alto Uruguai e das Missões - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexander Welker Biondo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • estudo multicêntrico para a vigilância de sars-cov-2 em animais de companhia com interface à saúde única (petcovid-19 study): coorte prospectiva de mamíferos domiciliados para avaliação de risco de transmissão zooantroponótica no brasil
  • O projeto possui como objetivo geral a promoção da vigilância de SARS-CoV-2 em animais de companhia do Brasil com interface à Saúde Única. E como objetivos específicos, 1. Realizar o diagnóstico laboratorial e monitorar, longitudinalmente, a infecção em animais (cães e gatos) de tutores positivos para a COVID-19, com diagnóstico laboratorial confirmado pelo Sistema Único de Saúde; 2. Comparar e determinar as características ambientais e outros fatores associados à infecção nos animais positivos, em diferentes regiões brasileiras; e 3. Propor um fluxograma padrão e proposta de ações para o controle da COVID-19 em animais de estimação em parceria com órgãos de vigilância em saúde, em especial vigilância ambiental e zoonoses, e atenção primária, nas diferentes regiões do Brasil. O estudo será longitudinal prospectivo, com dois momentos de avaliação, sendo incluídos animais de companhia cujo tutor esteja em isolamento domiciliar, com diagnóstico laboratorial confirmado para SARS-CoV-2 por RT-qPCR ou resposta imunológica apenas por IgM (caracterizando doença ativa), até sete dias da data do diagnóstico, residente em uma das cinco capitais: Belo Horizonte (MG), Campo Grande (MS), Curitiba (PR), Recife (PE) e São Paulo (SP). Serão avaliados 1.000 animais, distribuídos entre as cinco capitais e a definição do número amostral levará em conta o número de indivíduos positivos no trimestre anterior à coleta, considerando aproximadamente 10% do total de casos em humanos. Todos os tutores ou familiares voluntários receberão o termo de consentimento livre e esclarecido (TCLE) e questionário de televigilância, a fim de determinar as características ambientais e outros fatores associados à infecção nos animais. Para análise da transmissão de SARS-CoV-2 entre humanos e seus animais, serão coletadas amostras biológicas com intervalo médio de sete dias. Amostras positivas à RT-qPCR serão submetidas ao cultivo celular para isolamento viral e posterior sequenciamento genético para análises filogenéticas. Esta é uma proposta inédita pois, até o momento, não há uma rede de colaboração de enfrentamento à SARS-CoV-2 cujo enfoque seja em Saúde Única e na promoção da articulação de ações voltadas aos animais de companhia entre as diversas regiões, envolvendo diferentes instituições de ensino e pesquisa nacionais e internacionais. Este projeto proporcionará a expansão de colaborações interinstitucionais, envolvendo diferentes universidades brasileiras e estrangeiras que já vinham sendo fortalecidas na Rede One Health Brasil (OHB), como o Centro de Pesquisas Aggeu Magalhães - FIOCRUZ Recife; Universidade de São Paulo pelo Laboratório de Biossegurança NB3, Departamento de Microbiologia – ICB/USP; além de parceria com o setor de diagnóstico molecular do Laboratório TECSA/MG, com estrutura certificada necessária para o diagnóstico RT-qPCR. No âmbito internacional, ainda a London School of Hygiene and Tropical Medicine-LSHTM, University of London, UK; Purdue University, USA. Finalmente, compromisso de parceria com as respectivas Secretarias Municipais de Saúde. Considerando os recentes relatos sobre a detecção de SARS-CoV-2 em animais e a grande proximidade entre pessoas e seus animais de estimação, principalmente cães e gatos, inclusive no Brasil, torna-se importante elucidar aspectos da história natural da doença, como o possível ciclo zooantroponótico em estudo multicêntrico para a vigilância de SARS-CoV-2 em pets, em consonância com os preceitos do Sistema Único de Saúde e da Saúde Única (indissociabilidade entre saúde humana, animal e ambiental). Os resultados dos testes serão o mais brevemente possível informados aos tutores / familiares através de contato telefônico e pela emissão de laudo eletrônico, que será enviado por e-mail ou aplicativo de comunicação. Em caso de resultado positivo, os demais animais da residência também serão testados em pool por espécie animal e os familiares serão orientados a estabelecer o acompanhamento veterinário por 14 dias e intensificação das medidas de higiene e proteção individual e coletiva. A divulgação científica ocorrerá por meio das redes sociais da OHB (YouTube, Instagram, Twitter e Facebook), das Instituições envolvidas no projeto, através de folders e cartilhas, bem como por outras mídias e Instituições. A comunicação científica ocorrerá por meio de relatórios epidemiológicos enviados às respectivas Secretarias Municipais e Estaduais de Saúde e pela publicação dos resultados em periódicos nacionais e internacionais. Esta pesquisa contribuirá para a tomada de decisão pelo poder público quanto a medidas de prevenção e controle da COVID-19 frente a animais de estimação como quarentena, isolamento ou outras medidas cabíveis. Espera-se estabelecer propostas de ações intersetoriais entre as instituições de pesquisa e as secretarias municipais de saúde, para que essas por meio de ações integradas entre a Vigilância Ambiental e a Atenção Primária à Saúde, possam estabelecer fluxogramas internos de atenção à saúde animal e proteção à saúde humana, intervindo no tripé homem/animal/ambiente dos diferentes territórios, no contexto da Saúde Única, atuando na comunidade em proximidade com os profissionais de saúde, qualificando o cuidado e a atenção à saúde, nos usuários do Sistema Único de Saúde. As amostras obtidas neste projeto serão preservadas a -80C, de modo a estabelecer um banco de amostras biológicas para estudos posteriores.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 17/08/2020-16/09/2022
Foto de perfil

Alexander Wilhelm Armin Kellner

Ciências Biológicas

Zoologia
  • paleoantar - paleobiologia e paleogeografia do gondwana sul: inter-relações entre antártica e américa do sul
  • O registro fóssil da Antártica tem se mostrado de grande relevância para o conhecimento da paleobiota Austral, suas estratégias adaptativas e relações filogenéticas, desde o Cretáceo até o Paleógeno. Os organismos e suas relações filogenéticas são essenciais para se entender a respeito de padrões de distribuição biogeográficas. Com isso, constituem um registro fundamental para as reconstituições paleogeográficas e ambientais dos continentes gondwânicos, principalmente pela sua localização e identificação de barreiras geográficas. Somado a este está o registro geológico que abarca importantes informações acerca dos paleoambientes pretéritos da região antártica, sua paleoclimatologia e paleobatimetria oceânica, principalmente quando integrado ao estudo dos microfósseis e dados geoquímicos. Desta forma, a presente proposta visa realizar atividades de prospecção, coleta e análises laboratoriais de macrofósseis, microfósseis e rochas coletadas em perfis geológicos detalhados, com a finalidade de compreender a diversificação da biota e dos ecossistemas durante a evolução do Gondwana Sul, apontando para o entendimento das inter-relações entre Antártica e América do Sul, incluindo questões paleogeográficas. Para tal contará com equipe interinstitucional nacional e internacional coordenada pelo proponente, realizada em colaboração com pesquisadores do Sul, Sudeste e Nordeste do Brasil, da China, Canadá, Chile e Inglaterra. A metodologia a ser utilizada é atual e específica para os tipos de análises a serem realizadas (detalhadas no projeto), contando com adaptações à natureza do trabalho na Antártica, baseado em experiências anteriores, havendo, ainda, a ampliação de novas técnicas que não haviam sido empregadas em versões anteriores do projeto (p.ex., geoquímica). O desenvolvimento dos trabalhos será um grande incentivo e oportunidade para a restauração do Museu Nacional/UFRJ, instituição que teve parte do seu acervo destruído por uma tragédia recentemente.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022
Foto de perfil

Alexandra Acco

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • polissacarídeos do pimentão (capsicum annuum): abordagem quimiopreventiva e terapia adjuvante em células de tumor mamário
  • As neoplasias são um dos problemas mais complexos para a medicina, tanto humana quanto veterinária, dada a sua diversidade e magnitude epidemiológica e econômica. Dentre os tumores, os mamários são altamente prevalentes. Mais de 1,3 milhões de mulheres são diagnosticadas com câncer de mama a cada ano no mundo, sendo este também o tumor mais diagnosticado em cadelas, dos quais 50% são malignos. A quimioterapia é um importante componente da terapia anticâncer em humanos e em animais, mas está relacionada a muitos efeitos adversos. Assim, a quimioprevenção, definida como o uso de agentes naturais ou sintéticos para prevenir processos de carcinogênese, ganha destaque, especialmente quando proveniente de compostos bioativos. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho é avaliar a atividade quimiopreventiva e o efeito adjuvante terapêutico de polissacarídeos extraídos do pimentão (Capsicum annuum, CAP). Em estudo prévio demonstramos que estas pectinas têm expressiva atividade antitumoral in vivo e in vitro contra células de tumores mamários, mas não há estudos de seus efeitos em quimioprevenção e em combinação com quimioterápicos já estabelecidos. Estes aspectos serão abordados nesta proposta, além da investigação das vias de transdução atreladas a estes efeitos nas células tumorais de Ehrlich em camundongos e tumorais humanas MCF-7, MDA-MB-231 e MDA-MB-436, todas de origem mamária. Serão avaliados neste estudo pré-clínico com CAP o desenvolvimento tumoral, vias de carcinogênese (estresse oxidativo, inflamação, morte celular e angiogênese), metabolômica e biomarcadores de toxicidade sistêmica. A análise metabolômica será feita em parceria com a Northumbria University, da Inglaterra. Através deste projeto, espera-se elucidar in vivo e in vitro os efeitos quimiopreventivos e adjuvantes à quimioterapia das pectinas do CAP, e assim propor uma alternativa terapêutica para tumores sólidos, especialmente mamários, em medicina veterinária e medicina humana. Esta abordagem, integrando ambas as medicinas, vai de encontro ao conceito “one health”, na qual uma espécie se beneficia dos conhecimentos gerados em outra espécie. Adicionalmente, a formação de recursos humanos em Farmacologia e Oncologia pré-clínica é uma meta implícita nesta proposta, pois em todas as etapas do projeto haverá a participação de alunos de pós-graduação e iniciação científica.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandra Garcia Ferreira Lima

Ciências Humanas

Educação
  • diálogos escolas-universidade: processos de formação docente e produção dos currículos nos cotidianos
  • O Projeto de pesquisa se desenvolve na área de currículo, cotidiano e formação de professores. Entende o cotidiano e as experiências vividas como centrais para o estudo dos processos e múltiplos contextos com os quais nos tornamos professores. Tem por objetivos investigar processos formativos e experiências em formação docente que articulem escolas e universidade e apontem caminhos para desconstruir representações demeritórias sobre escola e docência. Pretende-se levantar e estudar experiências com processos formativos buscando propostas que operem princípios de horizontalidade, dialogicidade e de produção mais coletiva e solidária dos saberes docentes. Visa produzir conhecimentos que contribuam para a formação de professores para a justiça social, produzindo caminhos teórico-metodológicos com os currículos diante das imprevisibilidades, heterogeneidades e complexidades dos cotidianos escolares. Quanto à metodologia, a pesquisa recorre às Pesquisas com os cotidianos e à autobiográfica. Dentre os métodos priorizados para o desenvolvimento da pesquisa, adotamos estratégias de estudo e intervenção que incluem rodas de conversa e produção de narrativas (escritas, fílmicas e orais) que trazem à tona as redes de produção de saberes entre os professores. Entende os currículos como espaçostempos potenciais para reabilitar os sentimentos e as paixões enquanto forças mobilizadoras da transformação social (SANTOS, 1995). Corrobora a compreensão do caráter coletivo dos processos de formação e as singularidades (NEGRI, 2003) na docência. Consideramos que os debates apresentados a partir da pesquisa podem contribuir para pensar os processos desenvolvidos nos currículos e em ações formativas com as escolas ampliando as reflexões sobre os diálogos escolas-universidade e as escolas, nossas compreensões sobre os currículos e a formação docente.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandra Ioppi Zugno

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • efeitos nos parâmetros comportamentais e bioquímicos da ativação imune materna durante a gestação de ratas wistar e sua relação com o desenvolvimento da esquizofrenia na prole adulta
  • A presença de infecção durante a gravidez pode aumentar consideravelmente a incidência de transtornos neurodesenvolvimentais nos filhos, em especial esquizofrenia e autismo. Desde 2005 a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que mulheres grávidas sejam vacinadas contra a influenza. No entanto, a utilização desta vacina durante a gravidez permanece limitada, devido às preocupações com o seu efeito potencial sobre o desenvolvimento do feto e os possíveis efeitos teratogênicos, uma vez que a gravidez é um critério de exclusão para a participação em ensaios clínicos com vacinas. Diante disso, o presente estudo tem como objetivo avaliar os parâmetros comportamentais e neuroquímicos na prole adulta de ratas Wistar submetidas à vacinação contra a influenza A e comparar esses parâmetros na prole de ratas induzidas a uma infecção com PolyI: C (análogo sintético viral) durante a gestação. Ratas Wistar gestantes, serão divididas em três grupos: 1) grupo controle que receberá salina; 2) grupo administrado com a vacina contra a influenza A; 3) grupo PolyI: C, submetido a uma única injeção de PolyI: C; todas administradas no 9º dia de gestação. Após o desmame, os filhotes serão agrupados conforme o tratamento materno e, ao completar 60 dias, as proles serão submetidas aos testes comportamentais: discriminação olfatória, Labirinto em cruz elevada, atividade locomotora e splash teste. Após estes testes, os animais serão decapitados e suas estruturas cerebrais (córtex frontal, hipocampo, estriado e bulbo olfatório - BO) retiradas para análises bioquímicas dos níveis de neurotrofinas (NTs): fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF) e fator de crescimento neuronal (NGF) bem como de citocinas IL-1beta;, IL-4, IL-6, IFN-gama;, TNF-alfa; e TGF-beta;.
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandra Martins dos Santos Soares

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • atividade anti-helmíntica de proteínas de plantas e peptídeos naturais e sintéticos
  • Haemonchus contortus é causador de extensas perdas econômicas em pequenos ruminantes em todo o mundo. O controle de H. contortus é feito com o uso de anti-helmínticos, mas devido à resistência generalizada aos medicamentos comumente usados, torna-se necessário o desenvolvimento de novas estratégias para o seu controle. O estudo da ação de proteínas vegetais sobre diversos tipos de patógenos, incluindo fitonematoides, já é bem documentada, sendo pouco evidenciada em estudos de bioatividade contra nematoides parasitos gastrointestinais. Assim, o objetivo deste projeto é avaliar o potencial anti-helmíntico de extratos, exsudatos e frações proteicas das sementes de plantas leguminosas: Glycine max, Tamarindus indica, Mimosa caesalpiniaefolia, Leucaena leucocephala, Acacia mangium e Stylosanthes capitata, assim como de peptídeos sintéticos bioinspirados. Serão estabelecidas diferentes condições experimentais para obtenção de proteínas das sementes. Possíveis peptídeos anti-helmínticos serão sintetizados e caracterizados. A atividade anti-helmíntica das amostras será avaliada sobre H. contortus e usando o modelo experimental Caenorhabditis elegans, cepa sensível e resistente. Amostras com maior bioatividade sobre H. contortus e/ou C. elegans passarão por ensaios adicionais de caracterização: estabilidade térmica, resistência à hidrólise enzimática, atividade hemolítica, identificação de proteínas e metabólitos secundários, determinação da atividade protease, inibitória de protease, hemaglutinante, quitinásica e inibitória de acetilcolinesterase, capacidade de ligação à quitina, citotoxicidade, avaliação da ação por microscopia eletrônica de varredura. Espera-se purificar uma proteína/peptídeo vegetal bioativo, além de sintetizar peptídeos com potencial para geração de um produto nematicida.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Alexandra Valeria Maria Brentani

Ciências da Saúde

Medicina
  • usando um banco de dados de múltiplos poluentes ambientais para estabelecer limites críticos de exposição à poluição do ar na saúde materno-infantil no brasil
  • Por meio do nosso projeto anterior, estabelecemos uma parceria com a Coordenação Geral de Vigilância em Saúde Ambiental – CGVAM, do Ministério da Saúde, que, em conjunto com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais – INPE desenvolveu nos últimos anos, um dos bancos de dados nacionais mais completos sobre poluição ambiental. O banco inclui medidas diárias de concentração de PM2.5, CO, O3, NO2 e SO2, além de direção do vento, umidade e temperatura para cada um dos municípios brasileiros no período de 2000-2019. Com 20 anos de dados de 5570 municípios, o banco contém 158 milhões de observações, que podem ser usadas para identificar, de maneira precisa, a relação entre poluentes ambientais e saúde materno-infantil. Para estabelecer tais associações, pretendemos cruzar o banco de exposição aos poluentes ambientais com três bancos de dados que contém informações de saúde materno-infantil: O Sistema nacional de informações sobre hospitalizações (SIHSUS), que contém o registro de todas as hospitalizações financiadas pelo SUS - alta de internação hospitalar - (AIH); O sistema nacional de informações de nascidos vivos - (SINASC), que contém cerca de 3 milhões de nascimentos por ano; e o Sistema de Informações de mortalidade (SIM),que contém todos os registros de óbitos ocorridos no país, incluindo informações sobre a data do óbito, idade do paciente e causa da morte, computados mensalmente. Nosso trabalho será dividido em 3 etapas. Na primeira etapa usaremos identificadores espaciais e administrativos para fazer o linkage de todos os bancos. Na segunda etapa, exploraremos uma serie de modelos de regressões lineares e não lineares para estimar a relação entre exposição única e múltipla dos agentes poluidores e i) efeitos adversos de nascimento; ii) mortalidade infantil; iii) mortalidade materna e do adulto iv) taxas de hospitalizações. De forma similar ao nosso projeto anterior, nós pretendemos estimar limites críticos de exposição à poluição ambiental, através da construção de curvas de modelos exposição-resposta para os desfechos estudados. Para investigar o formato da relação exposição-resposta entre desfechos adversos de saúde e exposição à poluição ambiental, usaremos diversos modelos (modelo linear, polinomial, não linear e spline) e critérios de “goodness to fit” para testar os limites críticos de exposição. Na última etapa, focaremos as queimadas e incêndios florestais, uma das ameaças ambientais mais proeminentes nos tempos atuais, com consequências globais para a biodiversidade, além do comprometimento da qualidade do ar no Brasil, em particular. Nós identificaremos as grandes queimadas florestais no período de 2000-2019 e usaremos desenhos do tipo “caso-cruzado/case-crossover” para estimar o efeito causal destes incêndios na qualidade do ar local e nos desfechos de saúde materno-infantil. Nosso time contém experts em análise de dados e em saúde ambiental, da Universidade de São Paulo e Swiss Tropical and Public Health Institute (Universidade de Basel), com extensa experiência em análise de grandes bancos de dados de poluição do ar, bem como dos bancos populacionais de informações em saúde brasileiros. Os achados deste projeto serão disseminados para a comunidade científica por meio da submissão de artigos à periódicos indexados. Relatórios e workshops serão produzidos para o Ministério da Saúde, para o grupo de vigilância ambiental e outros formuladores de políticas públicas interessados no tema.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/12/2020-30/06/2022
Foto de perfil

Alexandre Alberto Chaves Cotta

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudos de filmes finos magnéticos recobertos por grafeno de interesse para a spintrônica
  • Este projeto visa o estudo das propriedades estruturais, magnéticas e eletrônicas de filmes finos magnéticos com alta anisotropia magnética perpendicular induzida por sua interface com grafeno. Estudaremos diferentes sistemas mono e policristalinos crescidos em diferentes substratos, como Cu e MgO. A síntese do grafeno se dará pelo método de CVD (Chemical Vapor Deposition). Já o crescimento dos filmes finos serão realizados via MBE e magnetron sputtering. A caracterização desses sistemas será realizada a partir de diversas técnicas, como XPS, espectroscopia Raman, MEV, LEED, XRD, ARPES, MOKE, microscopia Kerr, e VSM. Durante este projeto, pretendemos ainda construir e implementar as técnicas de MOKE e microscopia Kerr no departamento de física da UFLA.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre André Feil

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • estruturação e análise de índice de sustentabilidade em (agro)indústrias de laticínios
  • Nas últimas quatro décadas a sociedade tem se conscientizado acerca da relevância e urgência de ações, com vistas à mitigação dos impactos sobre o meio ambiente. Estas mitigações podem ser realizadas por meio do estabelecimento de indicadores de sustentabilidade que auxiliam no processo de avaliação do nível de sustentabilidade. Neste sentido, este projeto de pesquisa objetiva selecionar um conjunto de indicadores e estruturar um índice do nível da sustentabilidade em (agro)indústrias de laticínios no Rio Grande do Sul, Brasil. Os objetivos específicos compreendem: a) Identificar por meio de revisão de literatura os indicadores utilizados na mensuração da sustentabilidade em (agro)indústrias; b) Selecionar os indicadores principais e complementares adequados à mensuração do nível de sustentabilidade em (agro)indústrias de laticínios; c) Estruturar um (sub)índice de sustentabilidade específico para as (agro)indústrias de laticínios abrangendo o processo de normalização, a ponderação e a agregação; d) Aplicar o (sub)índice de sustentabilidade nas (agro)indústrias de laticínios, e e) Sugerir melhorias no processo de gestão da sustentabilidade as (agro)indústrias de laticínios. A metodologia centra-se na pesquisa qualiquantitativa, exploratória-descritiva e estudo de caso múltiplo. As unidades de análise centra-se na abordagem de 35 (agro)indústrias de laticínios. O processo de identificação e seleção dos indicadores será operacionalizada por meio de uma pesquisa de literatura e a aplicação do método délphi em pesquisadores, respectivamente. A estruturação do (sub)índice de sustentabilidade inicia na seleção dos indicadores de sustentabilidade principais e complementares, e após a coleta dos dados ocorre o processo de normalização, ponderação e agregação. A coleta dos dados junto as (agro)indústrias ocorrerá mediante uma aplicação de questionário misto. Os resultados pretendidos podem ser descritos em três etapas, a saber, a geração de um quadro de indicadores principais e complementares específico às (agro)indústrias de laticínios; a mensuração do nível de sustentabilidade de forma consistente e robusta e que possa ser utilizado no processo integrado e holístico da gestão destas (agro)indústrias; e em terceiro, a proposta de melhorias que devem ser desenvolvidas nas (agro)industrias com base na mensuração do nível de sustentabilidade. Além disso, também serão produzidos artigos científicos, dissertações e trabalhos de conclusão para divulgação no meio acadêmico.
  • Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Anselmo Guilherme

Ciências Humanas

Educação
  • violência e preconceito: um panorama da populacao universitaria no sul e nordeste do brasil
  • A investigação sobre a violência nas escolas tem crescido de forma constante internacionalmente e tem mostrado altos níveis de violência, em vários níveis diferentes. Encontrar formas de responder a esta questão da violência nas escolas torna-se um imperativo para os educadores. Nesta pesquisa, faremos uma análise do perfil dos alunos universitários que praticam e/ou que sofrem com a violência em universidades das regiões Sul e Nordeste do Brasil. A proposta deste projeto se fundamenta em Galtung e Fanon, sendo usada diretamente na elaboração do questionário e na subsequente análise quantitativa dos dados dos alunos entrevistados. Nos envolvemos com esta temática defendendo o ponto de vista que, embora a violência possa ser endêmica nas escolas, a consciência de uma educação para a paz é imprescindível para Galtung. Finalmente, dirigimos nossa pesquisa no esforço de que possamos montar um argumento para o contexto da educação e apresentar algo concreto para elaborarmos propostas para a paz no ambiente escolar.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Barbosa Reis

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • avaliação da memória imunológica e células multifuncionais de coquetéis de peptídeos, preditos por imunoinformática, formulados com sistemas de adjuvantes para a leishmaniose visceral em camundongos balb/c
  • No contexto de desenvolvimento de vacinas, a vacinologia reversa ou imunoinformática, é uma abordagem que integra diferentes metodologias computacionais para a busca de alvos e desenho de vacinas. Assim, a imunoinformática vem se destacando ao permitir o uso de programas para a predição de epítopos imunogênicos in silico. Essa estratégia tem o potencial de buscar alvos para o desenvolvimento de vacinas em todo o proteoma predito de organismos patogênicos. Até a presente data, não existe uma vacina eficaz contra a leishmaniose visceral empregada em campanhas de vacinação. Diante desse cenário, em estudos recentes, nosso grupo de pesquisa propôs a utilização da imunoinformática para selecionar e construir vacinas de coquetel de peptídeos a serem testadas contra a leishmaniose visceral. Assim, apresentamos um sistema de predição de epítopos de células T e B, além de vias de sinalização de proteínas. Este sistema foi validado utilizando dados experimentais de proteínas imunogênicas já descritas na literatura, comprovando a existência de uma correlação e associação entre o número de epítopos preditos para células T/B e os resultados experimentais relatados. Em seguida, identificamos peptídeos de L. infantum que foram triados em cães naturalmente infectados por L. infantum. Estas triagens permitiram selecionar os peptídeos que obtiveram melhor performance após testes in vitro e in vivo nos cães. Foram propostas vacinas de coquetel de peptídeos avaliados em diferentes sistemas de adjuvante. Assim sendo, o objetivo deste projeto será avaliar a imunogenicidade, células T multifuncionais (produtoras de pelo menos 3 citocinas), a geração de memória imunológica e a eficácia de vacinas formuladas com antígenos selecionados pela imunoinformática em camundongos BALB/c desafiados com promastigotas de L. infantum. Para isso, será realizada a avaliação dos parâmetros imunológicos (células T multifuncionais e células T de memória central e efetora) e eficácia das vacinas. Os peptídeos serão combinados com os sistemas de adjuvantes: saponina e MPL-A (na proporção de 50% da dose total de cada um); saponina, MPL-A e Resiquimod (na proporção de 50% da dose total de cada um) e finalmente com o adjuvante Poly-ICLC. Assim sendo, este estudo permitirá elucidar mecanismos de indução de memória imunológica e células multifuncionais que se correlacionam com a proteção. Além disso, contribuir na área de desenvolvimento de vacinas efetivas contra a leishmaniose visceral humana e canina, doença negligenciada que vem se tornando um grave problema de saúde pública no Brasil e no Mundo.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Braga da Rocha

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • cálculos de força do oscilador e seções de choque de fotoabsorção total para transições de camada interna
  • O projeto, ora proposto, pode ser dividido em duas partes. Ambas dizem respeito a estudos de propriedades de estados excitados em moléculas. Mais especificamente, na primeira, conduzimos estudos de transições envolvendo elétrons de camada interna ou elétrons do caroço, em que calculamos suas principais propriedades como forças do oscilador e energias de transição. Aqui o foco principal é descrever a parte discreta do espectro com funções de alto nível. Na segunda, propomos um método para cálculos da seção de choque de fotoionização – ou mais adequadamente seção de choque de fotoabsorção total - utilizando funções de base do tipo L2, ou seja, de quadrado integrável. O método foi, recentemente, estendido para transições do caroço. Aqui o foco é descrever sobretudo a parte continua do espectro. Em ambos os subprojetos, os sistemas estudados são moléculas em fase gasosa ou adsorvidas em superfícies metálicas. O desenvolvimento e aplicação de métodos de cálculo para estados de camada interna são de fundamental importância, pois auxiliam na interpretação de espectros na região de absorção de raios-X, obtidos por intermédio de diversas técnicas espectroscópicas, tais como EXAFS, XANES, XPS, IS-EELS.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Bragança Coelho

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • taxação de bebidas açucaradas: evidências para o brasil
  • Dado o aumento dos índices de obesidade e de sobrepeso no Brasil e a preocupação do governo brasileiro em contê-los, é pertinente analisar estratégias que possam ser adotadas visando uma alimentação mais balanceada e a promoção da saúde dos brasileiros. As bebidas açucaradas tornaram-se os grandes vilões dos hábitos alimentares, havendo, portanto, a necessidade de analisar com mais detalhes os fatores que influenciam a demanda desse tipo de produto e avaliar medidas que podem ser tomadas para desestimular seu consumo, como políticas de taxação. Dessa forma, estimar-se-á um sistema de demanda para bebidas açucaradas por meio do modelo QUAIDS com a correção dos gastos nulo pelo procedimento Shonkwiller e Yen e com correção para a endogeneidade dos preços e dispêndio. E, após a obtenção das elasticidades, analisar-se-ão cenários de taxação sobre as bebidas açucaradas e suas implicações no estado nutricional do brasileiros. As informações serão provenientes dos microdados da Pesquisa de Orçamemtos Familiares(POF).
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 06/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Alexandre Bragio Bonaldo

Ciências Biológicas

Ecologia
  • a biodiversidade como indicadora de bens e serviços para o desenvolvimento sustentável do bioma amazônia
  • Vide projeto anexo
  • Museu Paraense Emílio Goeldi - PA - Brasil
  • 02/03/2020-01/03/2025
Foto de perfil

Alexandre Bryan Heinemann

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • caracterização ambiental da região produtora de arroz irrigado tropical no brasil
  • A produção mundial de arroz deve aumentar para atender às necessidades futuras de alimentos em meio a uma forte competição por recursos naturais. No Brasil, há dois sistemas de produção de arroz: arroz irrigado e de terras altas. O arroz irrigado é responsável por 82% da produção nacional, sendo que 76% são provenientes do arroz irrigado subtropical, produzido basicamente no Sul do Brasil (Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Entretanto, o arroz irrigado subtropical praticamente já atingiu o seu potencial produtivo e o nível aceitável de exploração de áreas favoráveis para o seu cultivo no sul do Brasil, por isso dificilmente excederá os atuais 1,2 milhão de hectares. Nesse contexto, é estratégico a diversificação da oferta de arroz no Brasil, por meio do aprimoramento da produtividade do arroz irrigado tropical nas regiões Centro-Oeste, Norte e Nordeste. Nessas regiões, a produção do arroz tropical apresenta menor produtividade e maior variabilidade, comparado ao arroz irrigado subtropical, devido aos riscos agroclimáticos mais intensos. Parte desse risco agroclimático está relacionado com a adoção de cultivares não adaptadas ao ambiente tropical. Identificar linhagens promissoras e adaptadas a um específico ambiente tropical é um desafio e demanda enorme esforço dos melhoristas devido complexidade das interações Genótipo x Ambiente x Manejo (GxAxM), e necessidade de avaliação de um alto número de linhagens em múltiplos ambientes, assim como identificação de seus respectivos ambientes alvos. Para minimizar a complexidade das interações, uma solução é a identificação de ambientes de populações alvos (TPE – “Target Population Environment”), que é a caracterização ambiental levando-se em consideração não somente os aspectos climáticos básicos, como precipitação pluvial e temperatura, mas também os efeitos da interação GxAxM. Modelos de simulação do crescimento, desenvolvimento e produtividade de culturas possuem uma série de funções matemáticas que se mostram eficientes na captura das interações GxAxM e avaliação do desempenho de cultivares, com base em princípios ecofisiológicos. Este estudo tem como objetivo utilizar modelos de simulação de crescimento de culturas para identificar grupos ambientais homogêneos na região produtora de arroz irrigado tropical pela caracterização dos efeitos de fatores limitantes ambientais (temperaturas extremas, radiação global acumulada) e de manejo (datas de semeadura) sobre a produtividade e características fenotípicas de cultivares de arroz que melhor se adaptam aos respectivos ambientes identificados. Com esse estudo pretende-se o aumento da eficiência do programa de melhoramento, a identificação de regiões homogêneas na região de produção, a otimização da alocação de experimentos na região de estudo, e a identificação e quantificação dos fatores limitantes a produtividade na região de estudo. Como consequência, a seleção e adoção de cultivares adaptadas a ambientes específicos reduzirá os impactos ambientais no sistema de produção (reduzir a aplicação de pesticidas). Um melhor conhecimento das edafoclimáticas da região de produção do arroz irriga tropical irá auxiliar no suporte as políticas públicas. Além disso, a metodologia a ser utilizada nesse estudo poderá ser aplicada em outros programas de melhoramento vegetal.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Alexandre Busko Valim

Ciências Humanas

História
  • a política de boa vizinhança como zona de contato: estratégias e ações da brazilian division no brasil durante a ii guerra mundial.
  • Este Projeto de Pesquisa visa a um estudo detalhado acerca da implantação da Brazilian Division, uma subsidiária do Office of the Coordinator of Inter-american Affairs (OCIAA) no Brasil, e das atividades que desenvolveu no país entre 1941 e 1945. A instalação da Brazilian Division no Rio de Janeiro em setembro de 1941, bem como de 13 regionais estrategicamente situadas em diversos Estados brasileiros, segue sendo pouco conhecida. A imensa estrutura de propaganda estadunidense desenvolvida no Brasil durante a II Guerra Mundial será inicialmente abordada com base um uma cuidadosa coleta de documentação primária realizada nos Estados Unidos entre 2015 e 2016. Nessa segunda etapa da pesquisa, pretendo colher toda a documentação restante e que segue desconhecida pela literatura nacional e internacional acerca da participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial. O volume de material produzido pela Brazilian Division, não coletado em minhas pesquisas anteriores, perfaz cerca de 40 caixas ou, aproximadamente, 30 mil documentos. Importante ressaltar que, tal como as caixas que encontrei anteriormente, o material restante encontra-se lacrado e fora de catálogo desde 1945. A documentação ainda não coletada em minhas pesquisas anteriores no National Archives dizem respeito às incursões da Brazilian Division nas áreas de Propaganda Política, Imprensa e Rádio. Esta proposta é um desdobramento de pesquisas anteriores elaboradas no âmbito de duas Bolsas de Produtividade de Pesquisa (2013-2016 e 2016-2019). Os projetos anteriores visavam a elaboração de um estudo sobre a difusão de Propaganda de Guerra por meio de short films (realizados em live action) produzidos sob os auspícios do Office of the Coordinator of Inter-american Affairs, entre 1939 e 1945 e veiculados no Brasil durante a II Guerra Mundial. As pesquisas que desenvolvi em arquivos brasileiros, canadenses e estadunidenses revelaram uma intensa atuação do governo estadunidense em território brasileiro para além do cinema, e ainda não explorada a fundo pela literatura especializada. Acredito que o imenso volume de documentação coletada e relativa a instalação e funcionamento da Brazilian Division, deslinda em detalhes o funcionamento do OCIAA no Brasil. Por meio dessa documentação será possível precisar como se deu a sua relação com as autoridades brasileiras, estratagemas e logística para a instalação do que viria a ser o maior esforço de propaganda já realizado pelos Estados Unidos em um país estrangeiro até aquele momento. Ademais, poderá contribuir para o entendimento de como o governo estadunidense avaliava o impacto social de sua campanha de integração hemisférica, bem como de suas expectativas e anseios quanto a participação do Brasil na II Guerra Mundial. Com maior orçamento e número de funcionários (107) a Brazilian Division era considerada a mais importante subsidiária do OCIAA na América do Sul. Era composta por 13 regionais: Rio de Janeiro (sede), São Paulo, Belo Horizonte, Salvador, Belém, Curitiba, Porto Alegre, Natal, Fortaleza e Recife. Florianópolis, Vitória e Manaus tinham escritórios, mas não comitês regionais formalizados; os trabalhos da Brazilian Division eram regularmente conduzidos pelos Consulados dos Estados Unidos nessas capitais. A implementação das 13 regionais a partir do início de 1943 foi de fundamental importância para que as atividades do OCIAA não ficassem demasiadamente concentradas nos grandes centros do país, mormente Rio de Janeiro e São Paulo. Contudo, como essa descentralização ocorreu? Quais foram os obstáculos enfrentados por essas regionais? Como se deram os arranjos com as autoridades brasileiras para que um esforço de propaganda tão amplo fosse viabilizado? Que parcerias foram estabelecidas no Brasil para que suas atividades fossem realizadas? Quais atividades foram desenvolvidas e qual a sua extensão? Por fim, pretendo analisar a instalação da subsidiária do OCIAA no Brasil com o fito de traçar um amplo panorama acerca da aproximação entre propaganda, psicologia, política e cultura na formação da opinião pública brasileira. A apresentação desta proposta advém da percepção de que esta modalidade é a mais adequada para a sistematização, problematização e análise de documentos relacionados a uma área ainda carente de estudos mais aprofundados; sobretudo em uma perspectiva de História Social. A este ponto, soma-se a importância, ineditismo e amplitude das fontes a serem trabalhadas. Assim, com este estudo espero contribuir para a compreensão do impacto social desencadeado pela atuação de uma agência governamental de propaganda estrangeira no Brasil, em um contexto de relações de poder profundamente assimétricas. Também tenciono discutir os objetivos, expectativas e a superação de obstáculos em um mesmo espaço social, isto é, em uma “zona de contato” que envolveu conflitos, coerções, estratagemas, confluências, disjunções culturais e sociais em condições de desigualdade radical, intrínsecas e extrínsecas a ambos os países. Os avanços na área da propaganda política e das técnicas utilizadas na formação de consenso talvez tenham sido ainda mais significativos, se notarmos que a II Guerra Mundial foi um grande laboratório onde muitas das técnicas posteriormente utilizadas pelos meios de comunicação, durante a Guerra Fria, foram criadas e aperfeiçoadas. Finalmente, será elaborada uma discussão de como, em dos momentos mais traumáticos do século XX, o governo estadunidense atuou no Brasil para justificar a participação do país na II Guerra Mundial. Ademais, a pesquisa também poderá revelar como tal atuação contribuiu para a disseminação de novas tecnologias e para uma melhor compreensão sobre as relações entre propaganda, política, meios de comunicação na sociedade brasileira durante a II Guerra Mundial.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Candido Moreira

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • uso de instrumentação virtual para implementação e análise comparativa das novas definições de potência
  • Atualmente as concessionárias enfrentam situações com significativa presença de harmônicas na tensão e na corrente, devido principalmente às cargas controladas eletronicamente, que passaram a se multiplicar muito rapidamente, na forma de conversores de freqüência (CC-CA), retificadores (CA-CC), sistemas de acionamento de motores e sistemas PWM para controle da potência de cargas. Estas condições não senoidais nos sistemas modernos de energia requerem definições especiais para quantificar a potência. De fato, fontes não senoidais de tensão e/ou correntes colocadas nos sistemas de potência tem grande influência na potência aparente calculada. Cargas não lineares e outros mecanismos que são geradores de harmônicas também são capazes de distorcer a potência aparente e o fator de potência do sistema de potência. Deste modo, são requeridas teorias que interpretem fisicamente o sistema para diferentes condições, que levam a diferentes fenômenos. Existem numerosas tentativas para explicar e descrever propriedades de potência dos sistemas com tensões e correntes não senoidais. Neste sentido, esta proposta de projeto visa o desenvolvimento e implementação de um Sistema de Instrumentação Flexível (aquisição e processamento de sinais) que possibilite avaliar as diferentes teorias de potência, os procedimentos para tarifação de energia elétrica, bem como a análise da qualidade da energia elétrica. Além disto, uma vez implementados e validados os algoritmos no Instrumento Virtual a ser desenvolvido com alta capacidade de processamento, pretende-se com a presente proposta implementar o protocolo de medição das principais teorias avaliadas em uma tecnologia de sistema embarcado.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre Christofaro Silva

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • turfeiras da serra do espinhaço meridional: serviços ecossistêmicos e biodiversidade – turf
  • A proposta de criação do Sítio PELD “Turfeiras da Serra do Espinhaço Meridional: serviços ecossistêmicos e biodiversidade -TURF” foi pautada na importância destes ecossistemas de turfeiras tropicais de montanha para a bacia do Rio Araçuaí, para o Estado de Minas Gerais, para o Brasil e para o Planeta Terra e no histórico de trabalho da equipe que elaborou a proposta. A Serra do Espinhaço Meridional - SdEM faz parte da cabeceira das grandes bacias do leste brasileiro, pois abriga, além das nascentes do Rio Jequitinhonha e de seu principal afluente, o Rio Araçuaí, as nascentes de importantes afluentes do Rio São Francisco, como o Rio Jequitaí e do Rio Doce, como o Rio Santo Antônio. O Rio Araçuaí e o seu maior tributário, o Rio Preto, tem suas cabeceiras na área do sítio PELD TURF. A população da bacia do Rio Araçuaí é de cerca de 320 mil habitantes e depende diretamente de suas águas para abastecimento urbano, atividades agropecuárias (principal atividade econômica) e lazer. Os Rios Jequitinhonha e Araçuaí são os únicos rios perenes do semi-árido do nordeste de Minas Gerais. A equipe do PELD TURF identificou ecossistemas de turfeiras tropicais de montanha na SdEM, formados pela acumulação no tempo e no espaço de matéria orgânica devido a excessiva umidade, poucos nutrientes, baixo pH, e escassez de O2. São ainda pouco conhecidos no Brasil, mas prestam serviços ecossistêmicos (armazenamento de água e sequestro de C, dentre outros) e apresentam biodiversidade peculiar, sendo de extrema importância local, regional e global. Apenas na porção norte da SdEM (cerca de 11.800 km2) foram mapeados 142 km2 destes ecossistemas, que estocam 2,6 milhões t de C e armazenam 1,42 x 108 m3 de água, que daria para abastecer a cidade de São Paulo por 70 dias. A capacidade de armazenar água é conhecida como “efeito esponja”: o excedente hídrico do período chuvoso é armazenado e liberado lentamente no período seco, regulando a vazão dos cursos d’água. Devido à anaerobiose, as turfeiras preservam por milênios materiais orgânicos como polens e micro fósseis. A análise conjunta do material preservado com isótopos de C e N (14C, 13C, 15N), fitólitos e geoquímica permitem inferir mudanças paleoclimáticas locais e regionais desde o Pleistoceno. A SdEM é uma das mais importantes regiões biogeográficas do Brasil, pois é um divisor de dois dos principais biomas brasileiros (Mata Atlântica e Cerrado) e também um dos maiores centros de endemismo de espécies de animais e plantas da América do Sul. Estudos sobre a composição florística das fitofisionomias que colonizam as turfeiras e sua área de recarga, o campo limpo e a floresta tropical tem sido conduzidos pela equipe deste estudo. Entretanto, a região de transição Cerrado/Mata Atlântica abriga grande riqueza e abundância de espécies, suportando comunidades sobrepostas que estariam restritas a ecossistemas isolados. Estima-se que a vegetação nestas áreas represente cerca de 15% da flora vascular do Brasil em menos de 1% do seu território. A fauna da SdEM ainda é pouco conhecida. Após décadas de estudo foram descobertas 11 espécies de anfíbios, 4 de aves, 2 de cobras e uma de mamíferos. Todas estas espécies são raras e estão associadas a estes habitats abertos montanhosos, apresentando algum nível de ameaça. No âmbito de Minas Gerais e do Vale do Jequitinhonha a importância de conhecer o funcionamento destes ecossistemas é, além de estratégica, imprescindível para a qualidade de vida das populações tradicionais. Em 2019, a coleta de sempre-vivas, atividade milenar realizada por populações tradicionais em áreas que abrangem as turfeiras, ganhou reconhecimento da FAO e passou a integrar o grupo dos "Sistemas Importantes do Patrimônio Agrícola Mundial" (Sipam), relevando para o Brasil e o mundo o papel desses ecossistemas para o desenvolvimento sustentável regional. Mas estes ecossistemas têm sido periodicamente atingidos por queimadas para estimular o pastoreio. Tanto as queimadas como o assoreamento reduzem significativamente a biodiversidade local, além causar perda de C via combustão ou dissolvido na água, diminuindo gradativamente o volume das turfeiras, influenciando diretamente na sua capacidade de estocar C e na perenidade e vazão dos cursos d’água. Dados obtidos pela equipe deste estudo durante dois anos mostraram que a vazão específica de uma turfeira protegida por uma unidade de conservação foi superior à vazão especifica de uma turfeira antropizada em área limítrofe. O nível do lençol freático também oscilou muito mais na turfeira antropizada as perdas de C na água foram maiores. Portanto, o monitoramento de longo prazo deve permitir uma melhor caracterização das alterações sazonais e espaciais associadas a vazão, à oscilação do lençol e a saída de C do sistema, proporcionando a criação de modelos matemáticos de previsão de fenômenos relacionados à dinâmica da água e C nestes ecossistemas. Bancos de dados de longo prazo sobre plantas e animais também contribuem para o entendimento de como a antropização e as mudanças climáticas afetam a biodiversidade e o funcionamento dos ecossistemas de turfeiras, subsidiando o desenvolvimento de políticas de conservação. O concomitante monitoramento de ecossistema de turfeira protegida por Unidade de Conservação, o Parque Estadual do Rio Preto (PERP) e de ecossistema de turfeira antropizada, situada no limite do PERP, ambas nas mesmas altitudes, embasadas pelo mesmo substrato rochoso, com relevo semelhante, mesmas condições edafoclimáticas e colonizadas com as mesmas fitofisionomias, torna esta proposta inovadora. A inovação está na quantificação dos efeitos da antropização nos serviços ecossistêmicos (armazenamento de água, sequestro de C, preservação de marcos de mudanças paleoclimáticas) e na biodiversidade, fundamentais para definição de políticas públicas e de estratégias de conservação destes ecossistemas, de extrema importância para as populações regionais, para Minas Gerais, Brasil e Planeta Terra.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 04/02/2021-28/02/2025
Foto de perfil

Alexandre Christofaro Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • mudanças climáticas e ambientais pleistocênicas e holocênicas em turfeiras tropicais de montanha da serra do espinhaço meridional - mg
  • Turfeiras são ecossistemas formados pela acumulação de tecidos vegetais em ambientes com condições anaeróbicas. Sua importância está relacionada aos serviços ambientais por elas oferecidos: armazenamento de carbono e de água e reconstituição paleoambiental. Embora as turfeiras cubram apenas 4,2% dos continentes, globalmente elas armazenam 10% de toda água doce e 30% do carbono orgânico armazenado no solo. A maior parte das turfeiras está em regiões boreais e subárticas (75-80%) e apenas 10-15% nas regiões tropicais. As turfeiras são, por excelência, consideradas como arquivos naturais da memória ecológica. O interesse por desvendar a história pretérita do clima e do ambiente da Serra do Espinhaço Meridional, em Minas Gerais, tem motivado o estudo das turfeiras de montanha dessa região por parte de alguns cientistas do solo. Dentre os estudos mais recentes, um padrão de mudanças climáticas e paleoambientais foi previamente proposto para o último período glacial para a região da Serra do Espinhaço Meridional, também extensivo a região Centro-Leste do Brasil. Segundo este estudo, entre ~60 e 26 mil anos cal. AP o padrão de precipitação esteve “fora de fase” com o verificado para a região da Amazônia Ocidental e Sul do Brasil, e “em fase” com o do Nordeste; entre ~26 e 17 mil anos cal. AP esteve “fora de fase” com o da Amazônia Ocidental, Sul e Nordeste do Brasil; e de ~17 mil anos cal. AP até o presente tornou-se “em fase” com o da região Nordeste. Além disso, também foi inferido que o clima atual sub-úmido e a vegetação atual pertencente ao Bioma Cerrado são relativamente recentes, estabelecidos provavelmente após 3 mil anos cal. AP. No entanto, este modelo ainda é prévio e necessita de mais resultados que o corroborem. A utilização de bioindicadores (polimorfos, fitólitos e subfósseis de zooplancton) e de geoindicadores (isótopos de C e N, elementos maiores e menores, elementos-traço litogênicos, elementos-traço metálicos, halogênicos) contribuirá para ampliar o número de registros paleoclimáticos na SdEM, região sob o domínio das monções de verão, possibilitando uma reconstituição mais acurada do paleoclima e do paleoambiente para o Centro-Leste do Brasil. Serão utilizados dados polínicos, fitolíticos, de subfósseis de Cladocera e geoquímicos (elementar e isotópico) combinados com estratigrafia, datações 14C e estatística multivariada em uma abordagem multi-proxy. Estes estudos dão sequência aos trabalhos conduzidos nas turfeiras da SdEM desde 2003 por uma equipe internacional liderada pelo proponente e que já embasaram várias teses, dissertações e trabalhos de iniciação científica, que produziram dezenas de artigos científicos internacionais e nacionais.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Alexandre Da Cas Viegas

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • dinâmica da magnetização na faixa ghz em nanoestruturas magnéticas.
  • Este projeto visa elaborar procedimentos e incorporar recursos experimentais ao Laboratório de Magnetismo do Instituto de Física da UFRGS para investigar propriedades da dinâmica da magnetização de filmes finos e nanoestruturas magnéticas, caracterizar a ressonância ferromagnética, dinâmica de paredes de domínios, fenômenos dinâmicos associados ao efeito Spin Hall e fenômenos dinâmicos associados a transferência de torque por corrente polarizada em spin.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre da Silva Rocha

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • tratamentos superficiais a plasma para aços bainíticos avançados de resfriamento contínuo
  • Esta proposta é caracterizada como um projeto de pesquisa visando o desenvolvimento científico a respeito da aplicação de diferentes tipos de tratamentos termoquímicos superficiais baseados em plasma em aços bainíticos avançados de resfriamento contínuo. Os materiais utilizados neste projeto serão diferentes aços bainíticos avançados de resfriamento contínuo, um de baixo teor de carbono (18MnCrSiMo6-4) e outro com médio teor de carbono (em seleção), estes aços são representantes de uma nova classe de aços que apresentam excelentes propriedades mecânicas sem a necessidade de processamentos de têmpera e revenimento necessários nos aços comuns. Estes aços tem o potencial de reduzir o custo de produção de componentes forjados. No entanto, estima-se que o comportamento em desgaste e o coeficiente de atrito dos aços bainíticos após forjamento sejam insuficientes para aplicações em componentes com alta solicitação mecânica. Assim, a associação com tratamentos superficiais que promovam o endurecimento superficial será investigada. As técnicas Modificação Superficial via Plasma visam obter melhorias como aumento de vida útil de componentes através de tratamentos termoquímicos e/ou deposição. Nesta proposta serão estudados os processos de nitretação e oxinitretação a plasma, tratamentos termoquímicos capazes de proporcionar aumento de resistência ao desgaste, aumento de resistência a corrosão e melhoria de resistência a fadiga, sem causar modificações dimensionais nos componentes tratados. Nestes tratamentos os componentes a serem processados são submetidos a descargas elétricas de plasma em um equipamento com atmosfera controlada, diferentes parâmetros de processamento como temperatura, pressão, composição de mistura gasosa e tempo de processamento influenciam os resultados obtidos e precisam ser investigados com cuidado, pois parâmetros inadequados podem produzir superfícies modificadas com performance inferior. Os processamentos de nitretação e oxinitretação também serão conduzidos com a técnica inovadora da tela ativa, abrindo uma nova dimensão de possibilidades a ser explorada. Há poucos relatos na literatura de tratamentos superficiais conduzidos em aços bainíticos, reforçando o caráter inovador desta proposta e não há nada publicado para este tipo de material com o uso de tela ativa. Para avaliação da eficiência dos parâmetros de tratamento utilizados, amostras processadas em laboratório serão avaliadas quanto a microdureza, rugosidade, microestrutura, propriedades tribológicas dentre outras características. Desta maneira, objetiva-se identificar os efeitos de parâmetros de tratamento sobre a microestrutura e propriedades, guiando para a seleção adequada de parâmetros a aplicações específicas. Espera-se que se possa conseguir um desempenho superior aos aços convencionais, os quais normalmente são cementados, ou temperados por indução, concomitantemente com a eliminação da têmpera e revenido. Ou seja, uma redução no consumo energético, redução da cadeia de processamento e ganho de qualidade final.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alexandre da Silva Simões

Ciências Humanas

Filosofia
  • mostra nacional de robótica (mnr)
  • A robótica tornou-se nos últimos anos uma importante ferramenta pedagógica interdisciplinar. Sua enorme capacidade de estimular o jovem – naturalmente próximo das novas tecnologias – aliada a sua capacidade de adaptação a diferentes disciplinas dos ciclos fundamental, médio e técnico levaram à proposição nos últimos anos de grande número de trabalhos multidisciplinares em áreas como: matemática, ciências, geografia, artes, línguas, literatura e dança, dentre outras, levando a robótica a se destacar como importante plataforma para a construção do conhecimento por parte do aluno, estimulando novas relações de ensino-aprendizagem e proporcionando aos jovens a oportunidade de experimentar a engenharia e a inovação. A Mostra Nacional de Robótica (MNR), que comemora seus 10 anos de existência, tornou-se o mais importante fórum no país para a apresentação, discussão e divulgação desses trabalhos. O crescimento dessas atividades levou o grupo de pesquisadores responsável pela MNR, OBR, CBR e outros eventos a constituir formalmente no último ano uma entidade sem fins lucrativos, a RoboCup Brasil, que passa a ter a missão de gerir, de forma coordenada e otimizada, esses eventos. Antes dos sucessivos cortes de recursos, a MNR 2017 registrou o recorde anual de 366 trabalhos, com participação de 2.042 pessoas de 390 instituições, de 24 estados no país. A ausência de apoio financeiro no edital 2017 (retomada em 2018) trouxe consequências expressivas para a MNR, que ainda assim vinha mantendo sua média anual de trabalhos. No ano de 2020, contudo, com a interrupção das atividades presenciais nas escolas de todo o país em função da pandemia, a MNR sofreu novo impacto. Foram submetidos à MNR 2020 205 trabalhos por cerca de 500 participantes, e o evento foi realizado no formato virtual. Para 2021, ao mesmo tempo em que paira uma grande insegurança em todo o país no que diz respeito à capacidade de retorno às atividades presenciais, os eventos buscam também novas estratégias para se reinventar, incorporando novos elementos tecnológicos que permitam nova oxigenação em suas atividades. Para 2021, a MNR se propõe a realizar além de sua fase final presencial, mostras regionais virtuais em todo o país, bem como atuar na formação complementar de docentes, vinculada, é claro, à existência de recursos financeiros para tal.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2021-28/02/2023