Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sérgio Yoshimitsu Motoike

Ciências Agrárias

Agronomia
  • conservação ex situ de matrizes elites da palmeira licuri, sygarus coronata (mart.) becc. (areacaceae): contribuição para sua domesticação
  • As prospecções por fontes renováveis de matéria prima para a extração de óleo de uso industrial têm apresentando resultados relevantes e inovadores no Brasil, como é o caso das palmeiras macaúba (Acrocomia aculeata), dendê (Elaeis guineenses) e coco (Cocus nicufera). Com o mesmo objetivo de estabelecer a cadeia produtiva de espécies nativas brasileiras, a Rede Macaúba de Pesquisa (REMAPE) sediada na Universidade Federal de Viçosa (UFV) pretende expandir e aposta no potencial oleaginoso do licuri (Syagrus coronata). O licuri é uma palmeira oleaginosa nativa da região semi-árida brasileira, e além de apresentar potencial para a agroindústria, mostra-se promissora para a produção de biocombustíveis, tendo despertado grande interesse para indústrias de vários setores no Brasil. O fato que limita a sua exploração racional é que a espécie ainda não é domesticada. Diante desse potencial industrial, para o licuri se inserir como fonte de matéria-prima para o mercado mundial de óleos e também de biodiesel, torna-se necessário a substituição da atividade extrativista pelo cultivo racional. A implementação do banco de germoplasma do licuri no Estado de Minas Gerais permitirá a caracterização dos acessos genéticos de diferentes localidades e Estados Brasileiros, obtendo-se o perfil da variabilidade genética da palmeira. Tais avanços irão facilitar a execução de pesquisas futuras com a palmeira, como a sua caracterização e o melhoramento genético, contribuindo para a conservação da espécie. Portanto, a implementação do BAG do licuri irá gerar subsídios para a instalação de lavouras e sua potencial exploração comercial.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022