Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Juliana Araujo do Carmo Sales Barbosa

Outra

Multidisciplinar
  • i semana intermunicipal de ciência e tecnologia
  • O presente projeto visa organizar e sistematizar I semana intermunicipal de ciência e Tecnologia que ocorrerá entre os dias 04 a 08 de outubro do ano de 2021 na cidade de Tangará da Serra no estado de Mato Grosso, a semana científica acima citada receberá o título de “Aurora Científica na Serra” e traz o tema “ A transversalidade da Ciência e Tecnologia e inovações para o planeta, tema que será abordado na 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. Sua proposta tem como objetivo articular a popularização da Ciência, socializando trabalhos de alunos e professores das escolas da educação básica dos municípios que compõem o pólo da DRE¹ de Tangará da Serra bem como trabalhos e conteúdos culturais da população como um todo, tais como, meio ambiente e suas vertentes: água, lixo, plantas e animais, tecnologia, corpo humano e alimentação. Será desenvolvido pela DRE do polo de Tangará da Serra e pelos professores das escolas estaduais que compõem o polo.
  • Centro de Formação e Atualização dos Profissionais da Educação Básica - MT - Brasil
  • 07/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Juliana Calábria de Araújo

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • monitoramento genômico do esgoto e resíduos orgânicos para vigilância em saúde e ambiental
  • O monitoramento dos patógenos no esgoto e em resíduos é importante para melhorar as condições de tratamento, garantir a integridade ambiental, e reduzir riscos à saúde pública. A pandemia da COVID-19 pode ter exacerbado a crise global da resistência aos antimicrobianos, intensificando o uso de antibióticos, apesar de poucos pacientes apresentarem infecções bacterianas. O monitoramento do esgoto é uma forma de testagem indireta da população, pois permite acompanhar a circulação do vírus e outros patógenos, e tem sido usada para obtenção de dados epidemiológicos populacionais que funcionam como alerta precoce, antecipando a ressurgência dos casos.As estações de tratamento de esgotos (ETEs) são as principais barreiras para o lançamento de poluentes e patógenos na natureza, sendo cruciais na proteção da saúde humana e ambiental. As ETEs utilizam diferentes tecnologias, mas raramente seus processos são otimizados para redução efetiva de bactérias patogênicas resistentes a antimicrobianos(BRAs) e vírus (vírus entéricos e SARS-CoV-2). Assim, é importante o monitoramento desses contaminantes nas ETEs para melhor compreensão do seu impacto e fundamentar intervenções que auxiliem na sua remoção. Este projeto investigará, por meio do sequenciamento genômico, BRAs e vírus em efluentes domésticos e hospitalares coletados na região metropolitana de Belo Horizonte e em Santos, avaliando sua circulação na comunidade, a remoção pelas ETEs e a disseminação para o ambiente. Também serão investigadas amostras de resíduos orgânicos, antes e após digestão anaeróbia, avaliando a remoção destes patógenos após tratamento e compostagem e potencial uso do composto. Os resultados permitirão verificar o impacto da pandemia sobre a disseminação de BRAs e vírus, a remoção pelos diferentes sistemas de tratamento, alertar as autoridades de saúde na circulação destes, subsidiar ações de vigilância em saúde e comparar o perfil de resistência dos patógenos do ambiente clínico com os da comunidade.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliana da Silva

Ciências Biológicas

Genética
  • dano ao dna e desregulação dos genes de reparo e balanço oxidativo relacionados à exposição aos agentes químicos da folha seca do tabaco durante o sortimento
  • O Brasil é o segundo maior produtor e o maior exportador mundial de tabaco. A fumicultura tem sido muito questionada quanto às possibilidades de melhorias, principalmente devido ao uso excessivo de agroquímicos, ao grande esforço físico no manejo da colheita (que também leva à exposição à nicotina), bem como aos problemas enfrentados durante a classificação das folhas secas do tabaco, como alergias e problemas respiratórios devido ao pó que contém nitrosaminas específicas. Estudos com fumicultores têm demonstrado que a exposição ocupacional induz diferentes tipos de danos ao DNA em relação à exposição aos agroquímicos e nicotina, mas pouco se sabe sobre os efeitos à saúde do trabalhador quanto à exposição durante a manipulação das folhas secas. O mecanismo de ação destas misturas (agroquímicos, nicotina e nitrosaminas) e a sua interferência na estabilidade genômica ainda não são entendidos completamente. Assim, nosso objetivo geral é investigar os efeitos genotóxicos causados pela exposição ocupacional no setor de sortimento da fumicultura, buscando avaliar os principais agentes relacionados ao processo (NNN, NNK e nicotina). A fim de se explorar a influência destes agentes, mas principalmente para este projeto, propomos diferentes metodologias (in vitro, in vivo e in silico) para elucidar respostas celulares e moleculares nos fumicultores durante o sortimento das folhas secas. Nossa hipótese é que os principais agentes presentes na folha do fumo estão relacionados com danos ao DNA, e assim com efeitos sobre a saúde dos trabalhadores. Para testar esta hipótese, destacamos alguns métodos: (a) tamanho telomérico, presença de micronúcleos e quebras cromossômicas através do ensaio cometa em humanos (exposição à mistura complexa no processo de manejo das folhas), em camundongos e em cultura celular (principais agentes e extrato do pó das folhas); (b) recombinogênese em Drosophila; (c) mecanismos relacionados a danos oxidativos e reparo de DNA nos diferentes modelos.
  • Universidade La Salle - Canoas - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana Degenhardt-Goldbach

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • produção de mudas clonais de erva mate: aplicações da nanobiotecnologia.
  • O Brasil é o maior produtor mundial de erva-mate (Ilex paraguariensis), cultura de grande importância para pequenos/médios produtores da Região Sul. Apesar dos avanços no cultivo, a maioria dos ervais apresenta alta variabilidade e produção heterogênea devido ao estabelecimento por mudas seminais, destacando-se a necessidade de protocolos de clonagem como ferramentas fundamentais em programas de melhoramento genético (PMG) e produção comercial de mudas. Embora a estaquia seja utilizada comercialmente, os protocolos são limitados a poucos clones responsivos. No PMG da Embrapa foram selecionados materiais elite com respostas variadas ao enraizamento (TE). Genótipos contrastantes oferecem a oportunidade de abordagem biotecnológica comparativa para auxiliar a desvendar os mecanismos envolvidos. O estudo de rotas metabólicas pode auxiliar no desenvolvimento de protocolos para clones recalcitrantes, e a TE de erva mate já foi negativamente correlacionada a compostos fenólicos totais, antioxidantes e teobromina. Estudos de expressão gênica associados ao enraizamento em outras espécies mostraram o envolvimento de genes específicos, os quais podem ser avaliados pela primeira vez em erva-mate. A espécie destaca-se ainda pela grande quantidade de microorganismos endofíticos, os quais podem estar associados ao desenvolvimento vegetal. A comparação das bactérias presentes em clones contrastantes e inoculação de bactérias presentes em clones de altas TE em clones de baixas TE, pode levar ao desenvolvimento de inoculantes para enraizamento de estacas. A nanotecnologia, ainda pouco explorada na propagação de plantas, pode representar uma área potencial na clonagem in vitro de erva-mate, refletindo significativamente no avanço do PMG desta cultura. Este projeto visa elucidar processos moleculares, bioquímicos e microbiológicos associados ao enraizamento de erva-mate, bem como otimizar técnicas de clonagem por estaquia e calogênese in vitro com auxílio da nanobiotecnologia.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana dos Santos de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • nanopartículas de zno para o transporte de compostos bioativos
  • O envelhecimento populacional e o estilo de vida contemporâneo impõem desafios de Saúde Pública que exigem abordagens terapêuticas inovadoras. Nesse processo, distúrbios oncológicos e autoimunes apresentam níveis de prevalência crescentes e demandam tratamentos complexos em escalas sem precedentes. Transportadores nanoestruturados de fármacos tem atraído grande interesse por apresentarem potencial de especificidade, alto encapsulamento e, mediante escalonamento, custos acessíveis. Recentemente, matrizes de ZnO vêm emergindo como nanocarreadores terapêuticos por serem uma espécie inorgânica de baixo custo que encontra diversas aplicações biológicas. Além de consideradas seguras pelo FDA, nanopartículas de ZnO apresentam polimorfismo estrutural que pode ser modulado pelas condições de síntese, sendo dotadas de grande estabilidade físico-química e capacidades antimicrobianas. Entretanto, o controle adequado de formas e tamanhos permanece como uma questão a ser resolvida. Tais dificuldades ganham importância maior quando se visa aplicações terapêuticas porque determinam tanto a quantidade de carga encapsulada quanto a taxa de entrega nos tecidos-alvo. Nesse projeto, propomos o desenvolvimento de métodos de síntese de nanopartículas de ZnO, com morfologia e tamanhos controlados, utilizando polímeros biocompatíveis como template através de rotas assistidas por micro-ondas. Preparemos via micro-ondas nanopartículas híbridas de ZnO incorporando dois fármacos-modelo: 5-fluorouracil (5-FU) e Ac-SDKP. O 5-FU é um fármaco com reconhecidas capacidades anti-tumorais, enquanto o Ac-SDKP é um tetrapeptídeo com propriedades imunomoduladoras capaz de controlar a diferenciação de macrófagos. Além da síntese e caracterização estrutural dessas nanopartículas, caracterizaremos também sua resposta biológica in vitro através da avaliação de marcadores específicos em linhagens celulares tumorais imortalizadas.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana dos Santos Vaz

Ciências da Saúde

Nutrição
  • estado nutricional, comportamento alimentar e marcadores bioquímicos em crianças e adolescentes com transtorno do espectro do autismo: estudo diagnóstico para proposição de intervenção nutricional personalizada
  • O Transtorno do Espectro Autista (TEA) caracteriza-se por desvios na comunicação social e presença de padrões restritos e repetitivos de comportamento e interesses que podem afetar a relação dos pacientes com os alimentos. Uma parcela importante deste grupo apresenta a percepção sensorial alterada e desenvolve repulsa ou afinidade a determinados alimentos. Tal condição limita o repertório alimentar e torna-se uma barreira para uma alimentação adequada, agravando o risco para deficiências nutricionais. Dentre essas deficiências, destacam-se as gorduras ômega-6 e ômega-3 que são essenciais para o sistema nervoso central. Tais gorduras tem ações metabólicas opostas e a elevada razão n-6/n-3 relaciona-se ao agravo dos sinais clínicos do autismo, como estereotipias, irritabilidade e do comportamento agressivo. Contudo, são escassos os estudos direcionados a investigar, compreender e intervir sobre aspectos nutricionais e sua abrangência no TEA. A presente proposta baseia-se na hipótese de que uma intervenção nutricional para essa população deva primariamente investigar o comportamento, as relações sociais e as carências nutricionais que repercutem sobre os aspectos comportamentais e as dificuldades alimentares. O projeto surgiu da demanda da comunidade e da inexistência de um protocolo de avaliação e acompanhamento nutricional a crianças e adolescentes com TEA no Sistema Único de Saúde. A presente proposta visa atender a Fase 1 de um projeto maior que tem por objetivo desenhar uma proposta de intervenção nutricional personalizada. A Fase 1 - foco do presente edital - visa a avaliação diagnóstica a partir de parâmetros bioquímicos, antropométricos, consumo e comportamento, e intervenção nutricional inicial (6 meses). A realização da etapa diagnóstica dará subsídios para a Fase 2 (desenho de uma proposta de intervenção nutricional personalizada para o TEA). O estudo será desenvolvido no Centro de Neurodesenvolvimento da Faculdade de Medicina da UFPel.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliana Felipetto Cargnelutti

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • terapia fotodinâmica no tratamento de lesões cutâneas de animais: porfirinas como uma alternativa ao uso de antimicrobianos frente a bactérias multirresistentes
  • Segundo a Organização Mundial da Saúde, a rápida emergência de bactérias multirresistentes aos antimicrobianos é considerada um desafio global, representando uma grave ameaça à saúde única. Assim como em humanos, em animais é cada vez mais frequente o isolamento de bactérias multirresistentes associadas a infecções de pele, as quais comportam-se de forma refratária aos tratamentos convencionais. Neste contexto, a terapia fotodinâmica surge como uma alternativa para o tratamento dessas infecções, pois pode ser aplicada topicamente sem afetar a microbiota de outros sistemas, não apresenta relatos de indução de resistência, e tem ação comprovada no tratamento de dermatopatias. Nosso objetivo é investigar se a foto-oxidação das porfirinas tetra-catiônicas 3-H2TMeP e 4-H2TMeP produz espécies reativas de oxigênio que são capazes de inibir o crescimento de bactérias multirresistentes isoladas de lesões de pele de animais. As porfirinas serão avaliadas frente a diferentes formas de crescimento bacteriano, mimetizando as diferentes apresentações in vivo, incluindo testes sobre comunidades microbianas e em modelo ex vivo. Será investigada a capacidade de ambas porfirinas em inativar microrganismos multirresistentes representativos de diferentes gêneros bacterianos isolados ou em cultivo polimicrobiano; de inibir e/ou destruir biofilmes; e de inativar bactérias cultivadas em fragmentos de orelha de cães. Soluções, biofilmes e explantes serão irradiados e plaqueados em meios de cultura para quantificar a inativação microbiana. Todos os procedimentos serão realizados em triplicata, e os resultados submetidos à análise estatística. Espera-se confirmar que as porfirinas são efetivas em fotoinativar isolados bacterianos multirresistentes tanto in vitro quanto em modelo ex vivo, destacando-se como uma alternativa capaz de driblar mecanismos de resistência intrínseca e adquirida de bactérias associadas a infecções de pele dos animais domésticos.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana Fernandes de Souza Barbosa

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • monitoramento em tempo real e a distância de desfechos adversos à saúde em idosos comunitários utilizando dispositivos vestíveis: um estudo prospectivo de viabilidade.
  • O telemonitoramento abrange um sistema não invasivo de troca de informações por meio de dispositivos eletrônicos e tecnologias de telecomunicações que permitem a coleta de forma remota, rotineira e regular de dados clínicos. Neste contexto, evidências recentes apontam a acurácia dos smartwatches no monitoramento remoto de parâmetros como número de passos, gasto energético, níveis de atividade física de moderada a vigorosa. Para a saúde coletiva, isso significa fornecer mais cuidados a mais pessoas e possibilitar respostas mais rápidas a crises potenciais, aumentando assim a resolubilidade e coordenação do cuidado, podendo aumentar a eficácia de diversos ponto de atenção, em específico, na atenção primária em saúde (APS). Sendo assim, o objetivo maior deste estudo é propiciar um melhor atendimento à saúde do idoso proporcionando de maneira prática o monitoramento de seu estado de saúde, permitindo uma intervenção oportuna o mais precocemente possível. Para isso, o presente estudo busca avaliar se os smartwatches podem ser viáveis instrumentos de telemonitoramento remoto do estado de saúde em idosos e bem como se é possível rastrear desfechos adversos em saúde (como infecções respiratórias pela COVID-19, quedas, entre outros) em idosos comunitários por meio de parâmetros fisiológicos e clínicos pelo uso de smartwatches. Trata se de um estudo longitudinal, em que idosos comunitários cadastrados na APS, serão acompanhados durante 6 meses por meio de uma pulseira de monitoramento (Forerunner 245®, Garmin, EUA). Os idosos serão avaliados quanto sua capacidade aeróbica submáxima, função pulmonar, força muscular respiratória. Os idosos ainda serão avaliados ainda quanto a sua composição corporal pela análise de bioimpedância elétrica, capacidade cognitiva, risco de quedas, sintomas depressivos e mobilidade no espaço de vida. O desempenho físico será avaliado pela Short Physical Performance Battery e a força de preensão palmar.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana Ferreira-Strixino

Outra

Biomedicina
  • estudo da terapia fotodinâmica com curcumina nanoencapsulada em leishmania braziliensis e leishmania amazonenis – ensaios in vivo
  • A Leishmaniose Tegumentar (LT) é uma doença infecciosa, causada por protozoários do gênero Leishmania e transmitida pela picada de insetos hematófagos pertencentes ao gênero Lutzomya. Devido aos efeitos colaterais indesejáveis e agressivos dos tratamentos quimioterápicos convencionais para LT, o desenvolvimento de tratamentos alternativos é de grande importância. A Terapia Fotodinâmica (TFD) surge como um tratamento alternativo por ser um tratamento local, não invasivo e seletivo. O objetivo deste projeto é verificar a ação da TFD com NPBSAcurcumina em lesões causadas por L. braziliensis e L. amazonensis in vivo. Será avaliado o efeito da TFD com diferentes formulações de curcumina nanoencapsulada em lesões de L. braziliensis e Leishmania amazonensis (in vivo) por meio da análise da progressão da lesão, análise histológica do fígado, baço e rim, e do membro pélvico para avaliação do reparo tecidual e eliminação do parasito na lesão, medição do membro pélvico e avaliação da carga parasitária, dosagem de citocinas por citometria de fluxo e alterações bioquímicas por FTIR. Com o desenvolvimento desse projeto, espera-se determinar se diferentes formulações da curcumina interferem na eficácia da terapia, in vivo, avaliando uma terapia alternativa que permitirá um tratamento local, mais acessível, de baixo custo e menos tóxico, evitando os sintomas sistêmicos observados nos tratamentos convencionais e visando contribuir para o aprimoramento tecnológico e científico do país em área inovadora e com potencial elevado de impacto social.
  • Universidade do Vale do Paraíba - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliana Forte Mazzeu de Araújo

Ciências Biológicas

Genética
  • uso de estratégias de deep phenotyping associadas ao sequenciamento de nova geração em famílias com deficiência intelectual
  • A deficiência intelectual (DI) apresenta uma incidência de 2 a 3% na população, sendo um dos principais problemas não resolvidos da medicina moderna. Ao menos metade dos casos tem causa genética e sua identificação é importante principalmente nos casos em que há risco de recorrência familiar. Desde a introdução das metodologias de sequenciamento de nova geração, novos genes que causam DI foram identificados permitindo melhor diagnóstico, prognóstico e esclarecimento dos riscos de recorrência. Apesar do potencial gerado por essas metodologias, para que haja sucesso na identificação das variantes patogênicas é necessária uma caracterização clínica precisa, apoiada por exames laboratoriais que facilitem a priorização de variantes. Essa caracterização precisa, seja clínica ou laboratorial, foi denominada “deep phenotyping” e tem aumentado a eficácia no diagnóstico de doenças genéticas. Podem fazer parte dessa estratégia metodologias de análise em larga-escala como a transcriptômica, glicômica e a epigenômica. Algumas doenças genéticas apresentam padrões únicos de metilação do DNA conseqüentes aos defeitos genéticos subjacentes. Esse padrão epigenético pode ser usado como biomarcador funcional para o rastreamento e diagnóstico dessas doenças. No estudo da DI, a glicômica vem ganhando importância pela sua capacidade de caracterizar alterações de glicoproteínas e de vias metabólicas específicas. Esses dados em combinação com a análise de exoma podem auxiliar a busca de variantes e identificação de novos genes envolvidos em vias de glicosilação específicas. Nesse projeto propomos a busca de genes envolvidos na etiologia da DI em famílias com pelo menos dois afetados, utilizando o sequenciamento de exoma. Para dar suporte a análise de exoma e permitir uma melhor caracterização das alterações propomos também a análise do perfil de glicoproteínas por espectrometria de massa e análise do perfil global de metilação pela metodologia de microarray.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana Hotta Ansai

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • efetividade de uma intervenção baseada em gestão de casos sobre quedas e sua relação com aderência, adesão e satisfação em idosos caidores da comunidade: ensaio clínico randomizado
  • Introdução: Cerca de 30 a 40% dos idosos da comunidade sofrem ao menos uma queda por ano. Tema: As quedas constituem um problema de saúde pública e de grande impacto social. Sua prevenção é de fundamental importância para a população idosa. Problema geral: Há uma carência de ensaios randomizados envolvendo gestão de casos para diminuição das quedas e suas consequências em idosos caidores. Questão específica: O objetivo é verificar os efeitos de uma intervenção remota baseada na gestão de casos sobre as quedas e suas consequências em idosos caidores; verificar a aderência ao preenchimento do calendário de quedas e à resposta aos telefonemas mensais em idosos caidores e fatores que influenciam; verificar se a aderência à intervenção, a adesão às recomendações e a satisfação às intervenções remotas influenciam nas taxas de quedas. Evidências da questão ser plausível: Será possível ajudar usuários, profissionais de saúde, gestores e pesquisadores no âmbito nacional e internacional na diminuição e no controle de quedas e suas consequências em idosos caidores. Espera-se evidenciar a importância de se investir em intervenções não farmacológicas e na capacitação de gestores de caso nos setores primário e secundário. Estratégia metodológica: Será realizado um ensaio clínico randomizado unicego com idosos caidores da comunidade, os quais serão distribuídos em dois grupos: Grupo Intervenção, submetido a uma gestão de casos de forma remota ao longo de 16 semanas, que envolverá avaliação multidimensional, explicação dos fatores de risco de quedas identificados, plano de intervenção de quedas individualizado, acompanhamento e revisão do plano; e Grupo Controle, o qual será acompanhado por telefone. Serão coletados dados clínicos e sociodemográficos iniciais, aderência à intervenção de gestão de casos, adesão às suas recomendações e satisfação à intervenção e ao acompanhamento após 16 semanas, e quedas e suas consequências por um ano por calendário e telefonemas mensais.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliana Kelmy Macário Barboza Daguano

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • impressão 3d por robocasting – otimização de arcabouços cerâmicos para enxertia óssea
  • O vitrocerâmico Biosilicato tem sido extensivamente investigado na regeneração dos tecidos duros, devido às suas excelentes propriedades bioativas, osteindutoras e angiogênica. Entretanto, a maioria dos estudos na obtenção de arcabouços desse biocerâmico utiliza-se de métodos com agentes que não possibilitam o controle preciso do tamanho e interconectividade dos poros ou técnicas que demandam tempo, custo ou que são de difícil processamento e pouco reprodutíveis. Como alternativa, técnicas de manufatura aditiva para obtenção de estruturas tridimensionais têm sido exploradas, sendo o Robocasting (estratégia de impressão 3D baseada em extrusão de pasta cerâmica) uma alternativa bastante promissora. Assim, uma pasta cerâmica à base de hidrogéis oferece o potencial para projetar arcabouços pela técnica de extrusão, devido ao seu comportamento pseudoplástico. Este trabalho tem por objetivo a obtenção por impressão 3D de estruturas otimizadas de Biosilicato, na forma de arcabouços, com características mecânicas e biocompatíveis adequadas para o uso como enxertos ósseos. Para isso, será realizado um estudo para determinar possíveis hidrogéis com potencial como tinta sacrificial, que devem apresentar comportamento pseudoplástico adequado para impressão 3D, degradabilidade controlada, facilidade de remoção e baixa toxicidade. Dentre os hidrogéis candidatos estão o Pluronic F127, Alginato, PEG, podendo conter Laponita como modificador reológico. Em paralelo, serão realizadas análises computacionais pelo método dos elementos finitos do comportamento dos materiais, buscando sua maior otimização e adequabilidade. Por fim, definida a tinta ideal, as amostras de arcabouço impressas e sinterizadas serão caracterizadas quanto à composição por FTIR e DRX, microestrutura por MEV e microCT, resistência mecânica e quanto à bioatividade, citotoxicidade, angiogênese e osteogênese por meio de teste in vitro com Simulado de Fluidos Corpóreos, fibroblastos, células epiteliais e mesenquimais.
  • Centro de Tecnologia da Informação Renato Archer - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana Mara Serpeloni

Ciências Biológicas

Genética
  • biomarcadores de instabilidade genômica e epigenética na suscetibilidade, prognóstico e follow up de pacientes com câncer de bexiga
  • De acordo com a Global Cancer Statistics, o câncer de bexiga (CaB) é o décimo mais diagnosticado no mundo, representando 3% dos casos (573,278) e 2,1% das mortes (212,536). É mais comum em homens, com respectivas taxas de incidência e mortalidade de 9,5 e 3,3 por 100.000 homens; aproximadamente 4 vezes aquelas entre as mulheres em todo o mundo. O CaB representa um espectro de doenças, desde tumores não invasivos recorrentes tratados cronicamente, até doenças agressivas ou em estágio avançado que requerem tratamento multimodal e invasivo. Inibidores de checkpoints do sistema imunológico utilizando como alvo as proteínas PD-1 e CTLA4 têm se tornado uma estratégia no tratamento do CaB, junto com tratamentos clássicos como cirurgia, radioterapia, quimioterapia ou terapia direcionada. No entanto, apesar dos novos tratamentos propostos, o cenário continua desafiador, uma vez que a taxa de recorrência desses tumores continua alta e a manifestação clínica tardia dificulta seu estudo e compreensão. Diante dos desafios clínicos citados, o presente estudo tem como objetivo avaliar, em um estudo caso-controle, alterações moleculares (polimorfismos genéticos, marcadores de instabilidade genômica e epigenéticos) voltadas para a descoberta e validação de biomarcadores de suscetibilidade e prognóstico no CaB. A busca por marcadores por meio de biópsia líquida também é um dos objetivos do presente estudo que visa também dar início à construção de um banco de ácidos nucleicos circulantes extraídos de urina para acompanhamento de pacientes antes da cirurgia, 15 dias e 1 ano pós cirurgia. A avaliação desses biomarcadores como candidatos para diagnóstico, prognóstico e follow up dos pacientes com CaB poderá trazer benefícios aos mesmos permitindo um diagnóstico precoce,aprimorando e auxiliando no prognóstico da doença de alto risco e na conduta terapêutica, assim como colaborando na compreesão dos fatores biológicos que possam influenciar no desenvolvimento e progressão desse câncer.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana Mariotti Guerra

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • monitoramento de doenças infecciosas potencialmente emergentes e reemergentes em animais captivos e de vida livre
  • As doenças infecciosas emergentes e reemergentes representam uma ameaça à saúde pública, favorecida pelas recentes alterações antropogênicas ao meio ambiente. A fauna silvestre pode ser fonte direta de infecção por patógenos que afetam o ser humano e animais de produção, sendo considerada “sentinela” para determinação da saúde dos ecossistemas. O surgimento recente de patógenos de alto risco, a maioria oriundos da fauna selvagem, e sua disseminação global, como ocorrido com o SARS-CoV-2, impõe novos riscos sanitários com consequências imprevisíveis no contexto de saúde única, especialmente num país com uma das mais ricas biodiversidades do mundo. A prevenção e controle dessas doenças requerem a identificação dos patógenos e de seu potencial de cruzamento da barreira entre as diferentes espécies ("spillover" e "spillback"). Nesse sentido, urge um sistema de vigilância amplo e robusto que permita a rápida detecção para prevenção e mitigação de riscos. Este projeto tem como objetivo identificar os processos patológicos que afetam a fauna silvestre livre e de cativeiro, com ênfase no reconhecimento de agentes patogênicos com potencial risco ao homem e à animais. Para isso, pretende-se ampliar a vigilância laboratorial de óbitos, já estabelecida na Instituição, para diferentes espécies de mamíferos, aves e répteis, através do reconhecimento morfológico das lesões teciduais pelo exame anátomo-patológico, que será complementado por exames microbiológicos e biomoleculares, como imuno-histoquímica, microscopia eletrônica, PCR, sequenciamento e MALDI-TOF para determinação da etiologia. Ademais, também pretende-se elaborar análises espaço-temporais, com auxílio de geoprocessamento e sensoriamento remoto, correlacionando os casos animais com o de humanos, oriundos do sistema nacional de notificação de agravos. Os resultados auxiliarão a desvendar a eco-epidemiologia das doenças emergentes e reemergentes, contribuindo para a promoção da saúde humana e animal.
  • Instituto Adolfo Lutz - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliana Martins Cassani

Ciências Humanas

Educação
  • projetos formativos latino-americanos para a educação e educação física: intercâmbios, impressos e orientações didático-pedagógicas
  • Este projeto de pesquisa possui como objetivo geral compreender as orientações para a prática dos professores em circulação nos periódicos especializados em Pedagogia e Educação Física, publicados em países da América Latina (1932-1960). Ao analisar as apropriações e as circularidades culturais das bases teóricas e prescrições didático-pedagógicas da Educação e Educação Física em diferentes suportes materiais, o projeto se justifica haja vista a necessidade discutida por Cassani (2018) sobre a contribuição dessas fontes para a consolidação de programas de ensino produzidos por intercâmbios entre articulistas de diferentes países latino-americanos, construindo, assim, projetos de formação para a Educação e Educação Física. Temos a hipótese de que esses projetos formativos eram fruto do anseio dos intelectuais por ações institucionais que conduzissem a uma perspectiva de Educação e Educação Física fundamentada em sua internacionalização. Hipótese esta levantada por Cassani, Carvalho e Ferreira Neto (2021), ao acenarem para as iniciativas dos articulistas em publicar orientações para a prática docente discutidas em congressos, cursos e palestras realizados em diferentes países da América Latina, contribuindo, dessa maneira, para a cooperação entre eles. Para enfrentarmos o objeto, assumimos os recursos teóricos de Chartier (1990), Certeau (1994) e Ginzburg (1989). Por meio da análise crítico-documental (BLOCH, 2001), mapearemos revistas especializadas que possuem como projeto editorial a prescrição e a orientação da formação de professores, caracterizando-se como dispositivos de uso didático-pedagógico. Esse projeto nos permitirá, no presente, compreender as continuidades e as descontinuidades no debate sobre orientações didático-pedagógicas e sua relação para a formação de professores, fundamentados em projetos de formação latino-americanos.
  • Universidade Federal do Tocantins - TO - Brasil
  • 24/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliana Paula da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • complexos rutênio-areno conjugados a matrizes biopoliméricas: estudo da atividade citotóxica e avaliação do potencial para liberação controlada de fármaco.
  • Apesar dos inúmeros programas de prevenção contra essa doença, dados do último relatório da Organização Mundial da Saúde mostram que, em 2018, aproximadamente 18 milhões de pessoas ao redor do mundo foram diagnosticadas com algum tipo de câncer e 9,.6 milhões de pessoas morreram em decorrência dessa doença. A estimativa para o Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer, é a ocorrência de 625 mil novos casos da doença para cada ano do triênio 2020-2022. Sendo assim, o câncer continua sendo um grave problema de saúde pública mundial o que torna necessário a busca por novos fármacos que possam substituir de maneira eficaz e mais seletiva os fármacos atualmente utilizados. Dentro deste contexto, os complexos metálicos aparecem como fortes candidatos e dentre eles o rutênio merece destaque por apresentar uma grande versatilidade estrutural, vasta gama de estados de oxidação acessíveis e menor toxicidade quando comparado com metais como a Platina, por exemplo, sendo que dois complexos rutênio já estão em fases clínicas de testes, são eles o NAMI-A e o KP1019. Entretanto, um dos principais problemas aliados ao uso de fármacos está relacionada a variação indesejada da concentração do fármaco no plasma sanguíneo e a interação indesejada do fármaco em outros receptores que não são o alvo da droga, causando um aumento na toxicidade do mesmo. Deste modo, uma estratégia interessante para reduzir esse problema e melhorar a farmacocinética do medicamento diz respeito ao uso de agentes transportadores de fármacos. O presente trabalho visa a preparação de nanopartículas biopoliméricas (ex.: albumina e quitosana) conjugadas a complexos Ru-areno contendo ligantes N-heterocíclicos para o estudo da atividade citotóxica e avaliação do potencial como possível liberador controlado de fármaco.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliana Rombaldi Bernardi

Ciências da Saúde

Nutrição
  • análise das preferências alimentares infantis entre crianças submetidas a diferentes métodos de introdução da alimentação complementar nos primeiros anos de vida
  • A introdução da alimentação complementar é um momento crucial para o crescimento e o desenvolvimento saudáveis, em que a criança passa pela transição da alimentação exclusivamente láctea para a alimentação da família. Juntamente ao momento e composição da alimentação complementar, é provável que a forma como os alimentos são ofertados à criança e a interação entre pais e lactentes durante a mesma influenciem desfechos em saúde como aceitação de diferentes sabores, preferências alimentares e regulação do apetite. Além disto, a expressão de certos genes também pode ter papel importante na aceitação alimentar e estado nutricional alterado a longo prazo. Não há na literatura, ao que se sabe, estudos que explorem as diferentes formas de introdução alimentar e a modulação ambiental à aceitação de sabores na infância, quando analisados os polimorfismos genéticos associados. O objetivo dessa pesquisa é analisar as preferências alimentares infantis entre crianças submetidas a diferentes métodos de introdução da alimentação complementar nos primeiros anos de vida. Trata-se de um estudo observacional aninhado a um ensaio clínico randomizado, com três grupos distintos de introdução alimentar: técnica convencional, técnica BLISS (Baby-Led Introduction to Solids) e técnica mista (convencional + BLISS). A intervenção ocorreu em clínica particular e os acompanhamentos ocorreram por meio de ligação telefônica, visita domiciliar e encontro no Centro de Pesquisa Clínica (CPC), localizado no Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA). As crianças estão sendo submetidas, a partir dos 12 meses de idade, ao teste de aceitação de sabores e questionário de preferências alimentares (respondido pela mãe). Após a coleta do material biológico, será realizado teste genético para análise de polimorfismos associados. Maiores informações sobre a pesquisa estão localizadas no protocolo do estudo, publicado recentemente. A pesquisa já foi aprovada pelo Comitê de Ética da instituição.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliana Salles Machado Bueno

Ciências Humanas

História
  • histórias às margens: geografias políticas mundiais e fronteiras territoriais indígenas entre andes e amazônia no período (pré)colonial e suas repercussões contemporâneas
  • Esta pesquisa tem como objetivo a compreensão da criação da noção de fronteira e os seus efeitos no sentido de obliterar as múltiplas e ainda pouco exploradas relações entre as terras baixas da Amazônia e as áreas altas da região Andina, mais especificamente a área localizada atualmente entre as porções leste da Bolivia e do Peru e a Amazônia ocidental brasileira. Nesse sentido, busca fluidificar uma dicotomia instaurada ainda no período colonial entre as chamadas civilizações Andinas e as zonas florestadas das terras baixas, ocupadas por populações indígenas que ficaram conhecidas como ahistóricas, com formas sociais menos estáveis, e cujas formas de organização seriam horizontais, sem a formação de um Estado. Consolidada no século XX pelas categorias classificatórias de cunho evolucionista no âmbito da Antropologia, essa ruptura foi decisiva tanto para orientar os recortes acadêmicos posteriores acerca das populações ameríndias, quanto para oficializar uma certa história destas populações e regiões. Refletir sobre as sobreposições e articulações entre as populações dessas regiões separadas à época da conquista espanhola e portuguesa, pode nos revelar formas de interações interétnicas que vão além das fronteiras sócio-ambientais tão reificadas nas categorizações ocidentais. Os modelos de cultura ocidentais pautados em torno do poder do Estado, da economia agrícola e da materialidade monumental da permanência, re-encontrado na noção de Patrimônio Cultural “de pedra e cal” no início do século XX se opunham aqui a transitoriedade dos ritmos da caça e coleta, manejo agroflorestal e construções orgânicas. Para tanto, volto-me para a análise de fontes históricas, arqueológicas, linguísticas e etnográficas que possam fornecer indícios das distintas relações estabelecidas entre as diversas populações indígenas que viviam nesta região extrapolando as fronteiras estabelecidas.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Juliane Aparecida de Paula Perez Campos

Ciências Humanas

Educação
  • jovens com deficiência intelectual e vida independente: contextos escolares, de trabalho e sociais inclusivos.
  • O contexto educacional contemporâneo exige uma reflexão sobre as práticas docentes desenvolvidas nas escolas e atenção específica sobre as perspectivas de conclusão da escolarização de estudantes com deficiência intelectual, com possibilidades de inclusão na sociedade no período de vida pós escola. Além do mais, a ausência de uma diretriz específica da legislação, orientando de como esses serviços poderiam ser organizados e implementados no contexto escolar, não favorece o desenvolvimento de processos que poderiam assegurar o apoio adequado e preparar os estudantes com deficiência intelectual, para que a transição pós-escola possa dar condições a esses, de receberem as mesmas oportunidades que seus pares sem deficiência, em relação à inclusão social e a inserção no mercado de trabalho. O processo de transição ainda é um desafio no Brasil, no que diz respeito à escolarização da pessoa com deficiência, a vida pós-escolar e a inserção no trabalho. São poucos os programas oficiais implementados, assim como as pesquisas na área para acompanhar e orientar o processo de transição, como forma de ajudar na autonomia dos estudantes com deficiência intelectual na vida pós-escolar. Diante deste contexto, cabe pontuar a importância de estudos que se proponham a pensar estratégias pedagógicas que proporcionem a inclusão escolar e social adequada ao perfil desses educandos; bem como a contribuição de trabalhos colaborativos e desenvolvimento de planos de ensino individualizados que auxiliam o itinerário formativo do sujeito com deficiência intelectual e consequentemente a sua inclusão escolar e social. Desta forma, a partir de pesquisas do tipo mista, com delineamentos de revisão sistemática, descritivas e de ação-colaborativa, será possível pensarmos estratégias pedagógicas visando a transição educacional de jovens e adultos com deficiência para vida independente.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Juliano Cantarelli Toniolo

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • grafeno aplicado à mobilidade: uma proposta de tecnologia em resistência e leveza para cadeirantes
  • O presente projeto tem por objetivo desenvolver uma cadeira de rodas manual que ofereça ao usuário com alto nível de atividades diárias e mobilidade reduzida a segurança adequada na sua utilização aliada à leveza. A proposta de valor se traduz em disponibilizar ao mercado um produto com soluções inovadoras no que tange à carcaça da cadeira - por meio de peças com tecnologia de grafeno - bem como freios e fixações do manípulo, que ainda não foram pensados, ou, mesmo, aplicados especificamente para cadeira de rodas. Este desenvolvimento buscará garantir a robustez, o bom funcionamento, a durabilidade do equipamento e principalmente a segurança no seu uso. Com este projeto pretende-se solucionar problemas identificados pelo INMETRO quanto ao atendimento de normas. Após projetar, prototipar e qualificar este novo modelo de cadeira de rodas, a nova empresa pretende introduzi-lo no mercado em escala industrial de forma competitiva. Portanto este novo entrante terá o papel de elevar o padrão tecnológico de cadeiras de rodas no Brasil, e com isto fazer com que as demais concorrentes elevem o padrão de qualidade a níveis semelhantes.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 27/09/2021-31/03/2023