Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Silvana Maria Pantoja dos Santos

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • memória e patrimônio na poesia maranhense contemporânea
  • O projeto tem por objetivo analisar a ressignificação do patrimônio cultural em produções de poetas maranhenses contemporâneos, a partir das impressões e sensações dos sujeitos poéticos nas suas relações com a memória da cidade. O centro histórico da cidade de São Luís tem uma considerável representatividade na produção literária local, o que justifica o forte vínculo do homem com o lugar de origem, “formado por uma rede de posições sociofuncionais, unidas entre si por afinidades e tensões” (COSTA, 2017, p. 205). Nesse sentido, é possível pensar a cidade revestida de artefatos, bens culturais, que resistem ao tempo e à ação humana, arraigados nos costumes e tradições e que se revelam por meio da escrita poética. Convém questionar: Como são problematizadas as demarcações espaciais de dominação, subjugação, acolhimento e resistência nas obras investigadas? Quais distanciamentos e proximidades as poesias de autores maranhenses contemporâneos carregam, quanto ao processo de rememoração do patrimônio cultural? A cidade comporta vivências particulares, sociais, bem como a memória do lugar por meio de registros históricas e culturais, logo, o modo como o patrimônio cultural é ressignificado na literatura, em especial, na poesia, é relevante. O aporte teórico se fundamentará nas reflexões de Halbwachs (2006), sobre memória individual e coletiva; Pesavento (2002) e Abreu (2011), sobre a memória da cidade e patrimônio; Paz (2012), sobre poesia, dentre outros. A pesquisa parte do levantamento de obras que tematizem o patrimônio cultural, seguida de análises, organização e sistematização do material coletado para posterior publicação de uma antologia de poetas voltados para tema da pesquisa. Nesse sentido, considera-se esta iniciativa um investimento que trará benefícios aos estudos do patrimônio cultural. Acredita-se, ainda, que os resultados que podem alcançar esta pesquisa darão importantes contribuições ao universo dos estudos da poesia contemporânea.
  • Universidade Estadual do Maranhão - MA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Silvana Maria Sobral Griz

Ciências da Saúde

Fonoaudiologia
  • análise audiológica em crianças com citomegalovirus
  • Introdução: A triagem auditiva neonatal universal (TANU) identifica neonatos com possíveis alterações auditivas e sua realização pode oferecer marcos do desenvolvimento da criança. No Brasil, a diversidade regional, econômica, social, sanitária e cultural pode influenciar a abordagem da implantação dos programas de TANU. Em 2019, o Joint Committee on Infant Hearing ressaltou a diminuição da idade média de identificação de alterações auditivas, minimizando o impacto dessas alterações na linguagem. Também reforça o aumento do impacto do citomegalovírus (CMV) no desenvolvimento das crianças. Dessa forma, há necessidade de vigilância contínua do desenvolvimento auditivo de neonatos acometidos com o CMV, independentemente do resultado encontrado na TANU. Sabendo da necessidade de unidades de referência para diagnóstico e monitoramento audiológico, o Departamento de Fonoaudiologia da Universidade Federal de Pernambuco, em parceria com Fonoaudiólogos e técnicos do CISAM e do Hospital Barão de Lucena, promoveram a implantação de um serviço de extensão em DIAGNÓSTICOS e MONITORAMENTO AUDIOLÓGICOS PARA CRIANÇAS COM RISCO PARA PERDA AUDITIVA, para os neonatos que falharem na TANU. A partir destas ações, foi identificada uma alta frequência de mães com CMV. Objetivo: analisar a audição das crianças nascidas de mães com CMV. Método: As mães de neonatos identificadas com CMV pelo exame do PCR, cujos filhos realizaram TANU serão encaminhadas Departamento de Fonoaudiologia da Universidade Federal de Pernambuco. Incialmente, serão realizados nos lactentes os exames de Potencial Evocado Auditivo de Tronco encefálico Automático, Emissões Otoacústicas Evocadas, avaliação audiológica comportamental e avaliação otorrinolaringológica. Estes lactentes serão acompanhados semestralmente até os três anos de idade para determinar os marcos do desenvolvimento auditivo.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Silvia Amelia Verdiani Tfouni

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • contaminantes químicos em produtos à base de microalgas: alimentação e saúde pública
  • O cultivo de microalgas, além de ser uma prática sustentável e não envolver a criação de animais, gera biomassas de alto valor agregado que possuem em sua constituição compostos benéficos à saúde. Tais alegações, quando declaradas em produtos para o consumo humano, vêm despertando cada vez mais o interesse do consumidor. No entanto, apesar das vantagens, os produtos à base de microalgas usados na alimentação podem apresentar compostos tóxicos e representar uma preocupação à saúde. Dentre estes compostos destacam-se os metais (Al, As, Cd, Hg, Pb) e os hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs), que são acumulados pelas microalgas e podem ocorrer na biomassa por resultado da contaminação ambiental, natural ou antropogênica. Já os ésteres de 3-monocloropropano-1,2-diol (3-MCPDE), 2-monocloropropano-1,3-diol (2-MCPDE) e de glicidol (GE) são compostos tóxicos formados no processo de refino de óleos comestíveis, podendo ocorrer em óleos de microalgas. Portanto, a avaliação de contaminantes químicos em produtos à base de microalgas para o consumo humano é uma demanda urgente, sendo que os dados existentes na literatura ainda são muito limitados. Dessa forma, a presente proposta pretende avaliar a ocorrência de contaminantes químicos em produtos de microalgas (suplementos alimentares em pó e óleo), comercializados no Brasil e em Portugal, otimizando e validando os métodos analíticos empregando a espectrometria de emissão por plasma com acoplamento indutivo (ICP OES) para a determinação de metais, a cromatografia líquida de alta eficiência com detecção por fluorescência (HPLC-FLD) para a análise de HPAs e a cromatografia gasosa acoplada à espectrometria de massas (CG-MS) para a quantificação de 3-MCPDE, 2-MCPDE e GE. Com base em informações sobre o consumo de suplementos à base de microalgas pela população, será avaliada a ingestão dos contaminantes e o risco à saúde, bem como o risco-benefício, considerando que estes produtos também contêm compostos benéficos.
  • Instituto de Tecnologia de Alimentos - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Silvia Barreiros dos Reis

Ciências Humanas

Arqueologia
  • análise para identificação de remanescentes humanos resgatados do laboratório de curadoria de antropologia biológica, museu nacional, ufrj
  • No incêndio de 2 de Setembro de 2018 que devastou a sede do Museu Nacional, UFRJ, todo o acervo do Setor de Antropologia Biológica foi atingido. O acervo é composto por coleções provenientes principalmente de sítios arqueológicos, como diferentes sambaquis do litoral brasileiro e diferentes sítios da região de Lagoa Santa. Desde o estabelecimento do Núcleo de Resgate, a equipe curatorial de Antropologia Biológica vem participando diretamente do resgate dos remanescentes humanos. A Reserva Técnica, localizada no terceiro andar, colapsou até o térreo e foi escavada a partir da perspectiva da arqueologia forense, mapeando cuidadosamente a dispersão dos remanescentes colapsados em um cenário de sinistro. Sem a preservação da localização original destes, é necessária uma nova abordagem para buscar identificar os remanescentes o máximo possível. Destarte, objetiva-se analisar os remanescentes que estavam guardados no Laboratório de Curadoria, no térreo, cuja localização original foi preservada e a respectiva identificação, em diferentes níveis, é possível. Considerando os processos diferenciados de diagênese pelos quais cada remanescente foi modificado, segundo sua proveniência temporo-espacial, é esperado que sua composição tenha respondido de forma distinta, seja de forma acentuada ou discreta. A análise macroscópica buscará elementos que possam indicar potencial diferenciação, sem intervenção intrusiva ou destrutiva. A partir da análise microscópica, tanto de composição quanto histológica, buscaremos avaliar se elementos acentuados ou discretos na análise macroscópica podem de fato ser usados como indicadores de identificação e em quais níveis. Nesse sentido, o teste de diferentes análises de caracterização dos remanescentes com identificação conhecida pode promover a elaboração de um protocolo a ser aplicado nos demais remanescentes das demais áreas de guarda e em outros espaços afetados pelo mesmo tipo de sinistro.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Silvia Eloiza Priore

Ciências da Saúde

Nutrição
  • inquéritos de base populacional que realizam coleta de material biológico: uma revisão de escopo
  • Inquéritos populacionais foram desenvolvidos para auxiliar na formulação e avaliação de políticas públicas, contribuindo para reorientação dessas de acordo com as necessidades e vulnerabilidades da população.Com as informações coletadas é possível conhecer a distribuição de fatores de risco de populações específicas, o que possibilita desenvolver ações visando a prevenção e contribuindo para a saúde e qualidade de vida das populações. Objetiva-se avaliar os inquéritos populacionais, nacionais e internacionais, que realizam coleta de material biológico, realizados em população residente em domicílios particulares, representativos de suas respectivas nações. O projeto será desenvolvido na UFV em parceria com a UnB. Será realizada uma revisão de escopo, seguindo a metodologia proposta pelo manual do Joanna Briggs Institute, com base nas perguntas norteadoras: Quais são os inquéritos, de abrangência nacional, com coleta de material biológico, realizados em população residente em domicílios particulares? Como esses inquéritos são realizados? A revisão irá considerar artigos e documentos oficiais referentes aos inquéritos populacionais. Os resultados serão relatados na íntegra na revisão de escopo final e apresentados em um diagrama de fluxo de itens de Relatório Preferidos para Revisões Sistemáticas e Meta-análises para revisão de escopo (PRISMA). A qualidade desta revisão de escopo será avaliada pelo método Assessment of Multiple Systematic Reviews (AMSTAR). Os produtos finais deste edital, serão artigo científico a ser publicado em revista indexada; resumo a ser apresentado em eventos da área de saúde ou similar; capacitação de toda equipe envolvida para padronização do protocolo de pesquisa e desenvolvimento das atividades. Também serão elaboradas publicações como relatório, cartilhas informativas, posts em redes sociais e materiais audiovisuais para divulgação dos resultados encontrados.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2022
Foto de perfil

Silvia Helena Ribeiro Cruz

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • cartografia da vulnerabilidade socioambiental das populações ribeirinhas nas ilhas de cotijuba e combú em belém/pa: planejamento e ordenamento para o turismo comunitário
  • Esse estudo surge a partir de leituras, experiências empíricas e técnicas quanto aos problemas enfrentados pelas ilhas de Belém no que concerne a ocupação desordenada nos últimos vinte anos. A ocupação do território das ilhas de Cotijuba e Combú apresentam duas décadas de avanços quanto a instalação de equipamentos turísticos de hospedagem, alimentos e bebidas, entretenimento, casa de segunda residência e comércio em geral. Essas instalações tem contribuído para um processo de desmatamento das ilhas, ocupações sem condições estruturais quanto ao saneamento, ocupação desordenada e ausência de conforto para população residente e visitantes. Tem como objetivo analisar a vulnerabilidade socioambiental das populações ribeirinhas das ilhas de Belém/PA, especificamente ilhas de Cotijuba e Combú, para o planejamento e ordenamento do Turismo Comunitário, ilhas essas que estão em extenso e profundo processo de ocupação desordenadamente. Os procedimentos metodológicos pautar-se-ão nos estudos dos riscos e vulnerabilidade ambientais por meio do uso de Sistemas de Informações Geográficas e elaboração de mapas para análises; Uma ferramenta importante para análise da vulnerabilidade social é o perfil socioeconômico da população investigada e propensa aos riscos, que no caso desse projeto, a população residente nas Ilhas de Cotijuba e Combú, assim como a aplicação da técnica da Cartografia Social, quando a população poderá auto identificar-se no processo do turismo e apontar os problemas oriundos desse. Ainda, será elaborado uma tabela com as características, variáveis, natureza da influência do turismo para que os pesquisadores possam representar as ações de riscos inerentes aos territórios. As análises, tanto da vulnerabilidade ambiental quanto social passarão por um processo de interseção da exposição e propensão à riscos e vulnerabilidades por parte da população local advindos da atividade turística desordenada, e assim definir o Plano de Ação para o turismo comunitário.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Silvia Luciana Fávaro

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • estudo do efeito mecanocalórico em compósitos de matriz elastomérica para aplicação em refrigeração do estado sólido
  • Os sistemas de refrigeração convencionais passaram por grandes avanços nos últimos anos em termos tecnológicos. No entanto, a utilização de gases nocivos ao meio ambiente ainda é uma realidade nesses equipamentos e a busca por maior eficiência energética tem impulsionado o desenvolvimento de tecnologias limpas e que exijam menor consumo de energia. Neste contexto, a utilização de refrigerantes sólidos se destaca como uma alternativa promissora no desenvolvimento de novos dispositivos de troca térmica. Entretanto, os materiais refrigerantes existentes atualmente constituem os grandes desafios em termos de desenvolvimento, por não apresentarem efeito calórico significativo. Este efeito pode se manifestar por diferentes princípios, por exemplo através da variação do campo magnético, elétrico ou da tensão mecânica aplicada no material. Dentre os efeitos calóricos, o magnetocalórico é o mais difundido. No entanto, apresenta baixa eficiência e alto custo. Já os materiais que apresentam efeito mecanocalórico têm se mostrado mais eficientes quanto a capacidade de troca térmica e custo de materiais. Apesar do grande potencial que os sistemas mecanocalóricos possuem, ainda existem muitas lacunas quando se trata de estudos de materiais poliméricos, em especial os elastômeros, aplicados a processos de refrigeração. A proposta deste trabalho é o desenvolvimento de compósitos de matriz elastomérica que serão analisados quanto a eficiência técnica e econômica do processo de refrigeração, devido ao efeito mecanocalórico (especialmente no que diz respeito aos efeitos barocalórico e torsiocalórico) podendo-se atingir eficiência melhor que aquela verificada na refrigeração convencional. Serão estudados materiais compósitos utilizando elastômeros (TPU, PVC, TPO e TPE) como matriz e diferentes tipos de cargas (grafite, óxido de alumínio, carbeto de silício, grafeno, e nanotubos de carbono) para o futuro desenvolvimento de equipamentos que se utilizem da refrigeração de estado sólido.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Silvia Márcia Ferreira Meletti

Ciências Humanas

Educação
  • direito à educação e a escolarização de pessoas com deficiência no brasil.
  • No Brasil, desde a Constituição de 1988, as políticas públicas indicam a necessidade de implementar práticas inclusivas no Sistema Nacional de Educação de modo a garantir o acesso, a permanência e a escolarização das pessoas com deficiência. Considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimentos físico, mental, intelectual e/ou sensorial de longo prazo, que, em interação com as barreiras, pode limitar sua participação na sociedade em igualdade de condições. O Sistema Nacional de Educação, regulamentado pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional, organiza todas as etapas e modalidades da educação básica e do ensino superior. Temos como questão: De que modo o Sistema Nacional de Educação está organizado, nas diferentes regiões geográficas, em termos de acesso, de permanência e da natureza dos serviços educacionais destinados às pessoas com deficiência? A análise proposta, realizada por meio de indicadores demográficos e educacionais, permite compreender em que medida sua escolarização é uma expressão de ações públicas efetivas, condizentes com o direito à educação. Teremos como fonte as estatísticas públicas dos Censos Demográfico (IBGE, 2010), da Educação Básica e do Ensino Superior (INEP, 2007 – 2023). As estatísticas públicas são reconhecidas pela literatura nacional e internacional como subsídios fundamentais para avaliação e implementação de políticas sociais. Serão utilizados os softwares IBM SPSS e R-Project 4.1.1. Realizaremos a análise exploratória de dados para maximizar a obtenção de informações e produção de indicadores; testes qui-quadrado para relacionar dependências entre variáveis e diagrama de lexis para representar como o tempo intervém na trajetória dos estudantes. Com isso, obteremos um diagnóstico longitudinal por região demográfica e pela segmentação das trajetórias escolares, compreendendo a configuração e o processo de implementação da política de inclusão escolar como parte de uma política social mais ampla.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Sílvia Maria Ferreira Guimarães

Ciências Humanas

Antropologia
  • rede de articulação de prevenção à epidemia covid-19: narrativas, estratégias e técnicas de prevenção entre povos tradicionais e de periferias urbanas
  • Esta pesquisa pretende analisar as experiências de vivenciar uma pandemia no mundo contemporâneo a partir dos adoecimentos provocados pela SARS-CoV2 entre sujeitos e grupos periféricos (indígenas, quilombolas e pessoas que vivem nas periferias das grandes cidades). A proposta é fazer essa análise sobre as narrativas produzidas por esses sujeitos e coletivos a partir da experiência de viver, sentir e pensar sobre a atual pandemia. Pretende-se buscar nessas narrativas como a experiência de viver a pandemia se configura em um adoecimento, em estratégias de cuidado e reação à serviços e políticas de saúde. Para tanto, cada um dos pesquisadores irá desenvolver uma etnografia multi-situada (Marcus, 1995), onde o campo se torna um contexto que explode e envolve os sujeitos com os quais iremos buscar suas narrativas sobre a pandemia, além de notícias nas mídias governamentais e outras que abarcam as vidas dos sujeitos. Portanto, o objetivo geral é: - analisar as narrativas produzidas por sujeitos e coletivos indígenas e quilombolas e pessoas/coletivos que vivem nas periferias das grandes cidades sobre como estão vivenciando a pandemia do novo coronavírus; E objetivos específicos são: - identificar as estratégias e tecnologias de cuidado que estão sendo criadas; - mapear e analisar como os serviços de saúde estão atuando nessas comunidades. Nossa hipótese é que diante da ausência dos serviços de saúde e da desigualdade social que dificuldade o acesso de determinados coletivos às tecnologias de cuidado, esses coletivos criam estratégias para se protegerem e cuidarem nesse contexto, buscam pelas garantidas de seus direitos, apesar de tantas mortes que viveram. A proposta apresenta relevância e importância por pretender dialogar com epistemologias desses coletivos periféricos e mapear estratégias de cuidado efetivas. Vale mencionar que o Secretário Geral da OMS chamou atenção, que era preciso adaptar estratégias de prevenção à covid-19 em países da América Latina e África.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Silvia Martins dos Santos

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • xxvi ciência viva
  • A Ciência Viva é uma feira do conhecimento, realizada anualmente desde 1995 na cidade de Uberlândia-MG, aberto a estudantes da educação básica (fundamental, médio, profissionalizante e da educação de jovens e adultos - EJA) das instituições de ensino do município e completará 26 anos em 2021. O objetivo da feira Ciência Viva é o de divulgação e popularização da Ciência, buscando promover a capacidade criativa e investigativa na construção do conhecimento, estimulando a realização de atividades de pesquisa nas escolas. Nesse sentido, acreditamos poder contribuir para formar estudantes comprometidos com o desenvolvimento e o bem-estar da sociedade, além de despertar vocações e de revelar capacidades. As atividades são planejadas de forma a envolver a participação de equipes das escolas do município de Uberlândia e região, que serão selecionadas por uma banca avaliadora para apresentar seus trabalhos no evento principal, que deverá contar com a participação de 80 trabalhos. Serão realizadas ações formativas, como minicursos e oficinas, voltadas a professores e estudantes da educação básica interessados em participar da feira, buscando ajuda-los a compreender a proposta da feira e as suas possibilidades de participação, bem como aprender com suas práticas, favorecendo as trocas de saberes e estreitar a relação entre os organizadores da feira e os professores e alunos da educação básica. Além disso, a equipe de pesquisadores e monitores que compõe a comissão organizadora da feira buscará apoiar as ações desenvolvidas pelos professores e alunos nas escolas, buscando continuamente colaborar com esses no desenvolvimento dos trabalhos. Dentre os trabalhos apresentados haverá a seleção de pelo menos um para apresentação em evento de âmbito nacional.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 30/12/2020-31/12/2022