Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Flávio Luiz Tarnovski

Ciências Humanas

Antropologia
  • fazer bebês, produzir filiação: relações de gênero e parentesco em famílias homoparentais brasileiras
  • Este projeto pretende contribuir para o desenvolvimento dos estudos de parentesco e gênero, através de uma pesquisa qualitativa sobre configurações familiares homoparentais constituídas através da coparentalidade e da gestação de substituição. Tem como principal objetivo compreender as motivações para a escolha dessas práticas, assim como seus efeitos na organização do cotidiano doméstico e na produção da filiação. A pesquisa será realizada a partir de entrevistas aprofundadas com homens e mulheres residentes em diferentes cidades brasileiras. As pesquisas sobre coparentalidade e gestação de substituição têm se desenvolvido em diferentes países com uma preocupação em compreender práticas reprodutivas em escala global. Há ainda poucas pesquisas no Brasil sobre esses modos de acesso à parentalidade, que têm o potencial de abrir novos campos de investigação sobre as práticas e representações de parentesco no Brasil contemporâneo, em articulação com problemáticas na esfera das relações de gênero e da sexualidade. Considerando a importância dessas questões nos discursos e debates públicos sobre família no Brasil, espera-se produzir dados que informem as discussões e que permitam uma melhor compreensão dos contextos sociais e das dinâmicas internas das famílias formadas por homossexuais.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávio Manoel Rodrigues da Silva Júnior

Outra

Ciências Ambientais
  • impacto da contaminação de diferentes formas de arsênio sobre organismos do solo
  • Arsênio (As) é um elemento de ocorrência natural no ambiente e seus níveis basais no solo variam entre 1,5 a 3 mg. kg-1. No Brasil, os limites máximos permitidos em área agrícola, residencial e industrial são respectivamente 35, 55 e 150 mg. kg-1 de solo, mas algumas regiões exibem concentrações superiores a 1000 mg. kg-1 de solo, com potencial para comprometer a saúde humana e dos organismos. As formas inorgânicas de As são as mais representativas no solo e configuram um perigo aos organismos vivos. Embora os perigos da intoxicação por As sejam reconhecidos a vários séculos, a extensão da contaminação e os potenciais impactos na biota do solo no Brasil são limitados. Desta forma, o objetivo do presente projeto é estudar o impacto de diferentes formas de arsênio sobre organismos do solo, considerando danos sobre a microbiota, plantas e animais. Solos com concentrações naturais de As baixas serão contaminados com formas de As (arsenito e arsenato) em diferentes sistemas de exposição, a depender do organismos, incluindo estudo de bioacumulação, testes de toxicidade, biomarcadores e sistemas em microcosmos. Ao final do projeto pretende-se elucidar mecanismos de toxicidade de diferentes formas de As sobre os organismos e estimar os possíveis impactos ecológicos deste elemento em ambiente terrestre.
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flavio Vinicius Diniz de Figueiredo

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • mineração de dados temporais para o entendimento de fenômenos sociais online
  • Em uma sociedade amplamente conectada, é possível modelar e prever as interações de usuários online e offline? Quais os impactos das novas formas de criação de conteúdo e colaboração online em sistemas computacionais? É possível sumarizar de forma entendível as grandes massas de dados criadas por humanos? Perguntas como as expostas acima vem cada vez mais atraindo atenção tanto de pesquisadores como da indústria. Tais perguntas são uma consequência direta da enorme popularidade da mídia social e criação de conteúdo colaborativo. É neste contexto que se insere o projeto de pesquisa aqui descrito. De forma mais ampla, o principal objetivo do projeto é no entendimento de fenômenos sociais através da mineração de dados de cunho temporal (p.ex., séries temporais, processos de ponto e sequências de acessos). Entrando detalhes, propomos métodos computacionais para análise de fenômenos sociais através de: (1) técnicas de mineração de séries temporais; (2) modelagem, através de novos modelos de aprendizado de máquina de processos de pontos; (3) aplicação de modelos e técnicas de aprendizado de máquina para prover previsões sobre interações e comportamentos futuros; e por fim, (4) a aplicação dos modelos e previsões para problemas de cunho socio-tecnológico.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávio Wachholz

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • monitoramento das águas do igarapé tarumã-açu por sensoriamento remoto
  • Os recursos hídricos são abundantes no Estado do Amazonas, mas quando se volta as áreas urbanas, onde o tratamento de esgoto é quase inexistente, as águas apresentam-se poluídas. Com a finalidade de melhorar a qualidade da água e ambiental foram criados os Comitês da Bacia do Tarumã-Açu (2009) e Puraquequara (2014), sendo exclusivos de Manaus. Na bacia hidrográfica do Tarumã-Açu foram também criadas diversas Áreas de Proteção Ambiental (APAs) importantes para conservação dos usos dos recursos hídricos – abastecimento, pesca, recreação e turismo. Com essa justificativa, o presente projeto visa estimar e monitorar a qualidade da água por meio de imagens de sensoriamento remoto de alta resolução espacial e gerar instrumentos para a gestão dos recursos hídricos da bacia hidrográfica do Rio Tarumã-Açu. O sensoriamento remoto é a principal ferramenta a ser utilizada, devido estudos já realizados em outras áreas do Brasil que comprovam sua eficácia e, outrora eram limitantes para águas pretas, mas, atualmente a melhora combinada das resoluções espacial, temporal, radiométrica e espectral; poderão trazer informações confiáveis a esse tipo de água. Para tal, serão utilizadas imagens PlanetScope e RapidEye, dada a possibilidade de aquisições diárias com uma resolução nominal de 3 e 5 metros, respectivamente. A faixa espectral (visível e infravermelho próximo) com 12 bits, permitirá o desenvolvimento dos modelos. O processamento das imagens será realizado no software QGIS 3.0, sendo corrigidas da atmosfera e convertidos para reflectância. Para validação dos dados espectrais serão relacionados estatisticamente aos dados de campo: qualidade da água (material em suspensão, matéria orgânica dissolvida e clorofila) e a radiometria (dados hiperespectrais). Variáveis de qualidade da água adicionais serão coletadas para caracterização do corpo hídrico. Com os dados processados, analisados e validados serão lançados boletins mensais sobre a água do igarapé Tarumã-Açu, sendo disponibilizados no site do grupo de pesquisa. Esse monitoramento do igarapé Tarumã-Açu terá representatividade espacial e temporal para o espelho d’água formado pelo canal principal e reentrâncias dos afluentes, podendo trazer respostas rápidas a gestão dos recursos hídricos em Manaus.
  • Universidade do Estado do Amazonas - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Florian Fabian Hoffmann

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • infraestruturando a democracia: a política regulatória dos códigos digitais, conteúdos e modos de circulação
  • Questões sobre o potencial impacto da Internet tem sido constantemente levantadas diante dos processos políticos e eleições na maioria dos lugares. Desde os novos modelos de negócios das plataformas digitais, serviços de inteligência, uso da internet para fins de propaganda, a proliferação de bolhas sociais online e a expansão do uso de trolls e bots mancharam a imagem romântica de uma democracia digital, justificando as preocupações sobre como a internet está relacionada aos processos democráticos. Neste projeto buscamos tratar dessas preocupações. Perguntamos como a infraestrutura digital da democracia se desdobra através de processos regulatórios e políticos, com um foco heurístico tanto em sua dimensão transnacional quanto em suas reverberações mais específicas nas democracias do Sul Global. Nós enfatizamos que a política regulatória se localiza nas infraestruturas digitais e é simultânea ao efeito produzido pelas TICs, ao invés atuar de fora e contra essas tecnologias. O projeto se concentrará nos três principais aspectos da infraestrutura digital: códigos, conteúdo e modos de circulação. Com isso, buscamos analisar o lugar desses elementos nos processos políticos e regulatórios, caracterizando de forma mais ampla a forma como eles “infraestruturam” a democracia. Para fazer isso, nos concentramos em uma controvérsia temática relacionada a cada aspecto da infraestrutura: a responsabilização dos algoritmos e códigos, proteção de dados para conteúdo e criptografia para circulação. Usando métodos de rastreamento de processos, análise combinada de texto e documentos, e mapeamento de controvérsias, associados com métodos etnográficos, essas disputas serão estudadas tanto em um nível abrangente e global, bem como em relação ao seu desdobramento no contexto democrático brasileiro.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/04/2019-31/03/2022
Foto de perfil

Floriano Paes Silva Junior

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • planejamento computacional, caracterização bioquímica e farmacológica de inibidores de segunda geração de aspartil proteases similares à catepsina d de schistosoma mansoni
  • Schistosoma mansoni é um trematódeo parasita de seres humanos, sendo um dos principais agentes etiológicos da esquistossomose humana. A esquistossomose é uma doença tropical negligenciada (DTN), sendo uma das mais graves formas de parasitose por organismo multicelular, matando centenas de milhares de pessoas por ano, de acordo com a OMS. Essa DTN é endêmica em diversos países da África, Ásia e América Latina, sendo no Brasil estimado que entre 2,5 e 8 milhões de pessoas estão infectadas por essa parasitose. Apesar de causar sérios prejuízos econômicos à sociedade, devido à perda de capacidade produtiva dos indivíduos afetados, o tratamento é limitado, sendo baseado atualmente no uso do praziquantel cujo mecanismo de ação ainda não é bem conhecido e com baixa eficácia sobre formas imaturas (larvas e juvenis) do parasito. Pesquisas sobre o metabolismo digestivo de esquistossomos evidenciaram a presença de uma aspartil protease em S. mansoni denominada SmCD1, que tem participação na degradação da hemoglobina humana pelo parasito. Estudos mostram que o silenciamento do gene SmCD1 leva a alterações fenotípicas do parasito, como diminuição de motilidade e retardo no crescimento, levando o mesmo à morte. Dada a importância dessa descoberta, nosso grupo identificou dois outros genes homólogos a SmCD1 em S. mansoni, denominados SmCD2 e SmCD3. Em parceria com a Oxford Protein Production Facility (OPPF), SmCD1 foi produzida utilizando células de mamífero como sistema hospedeiro. Previamente em nosso grupo, empregamos uma estratégia multi-avo onde realizamos a triagem virtual por docagem molecular em modelos teóricos de SmCD1-3 de um banco de 20.000 moléculas drug-like disponívels na plataforma de Bioensaios e Triagem de Fármacos da FIOCRUZ. Como resultado final desse trabalho prévio, identificamos dois compostos ativos promissores (hits) como protótipos de inibidores das enzimas SmCD com potencial esquistossomicida. O objetivo do presente trabalho é o planejamento computacional, caracterização bioquímica e farmacológica de inibidores de segunda geração de aspartil proteases similares à catepsina D de S. mansoni. A partir de quimiotecas comerciais, novos compostos, análogos aos hits já identificados serão submetidos a etapas de seleção e planejamento computacionais. Os candidatos mais promissores serão testados experimentalmente quanto à inibição das enzimas alvos e os compostos mais potentes terão a interação caracterizada termodinâmica e estruturalmente. Os melhores inibidores serão testados sobre os parasitos ex-vivo e em células humanas para determinação do índice de seletividade. Finalmente, os compostos mais potentes e seguros terão a eficácia farmacológica testada em modelo experimental de esquistossomose em camundongos. Através da descoberta de novos agentes antiesquistossomais, esperamos contribuir para o desenvolvimento de um novo fármaco que possa substituir o PZQ à medida que a resistência emergir ou atuar como um segundo medicamento em estratégias de tratamento de múltiplos fármacos, muito necessárias para combater esta infecção helmíntica e melhorar a vida dos pacientes afetados.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fosca Pedini Pereira Leite

Ciências Biológicas

Zoologia
  • dinâmica da comunidade de crustáceos associada ao cinturão de sargaço
  • A superordem de crustáceos Peracarida tem como característica a ausência de fase larval e consequente baixa dispersão, levando a altas taxas de endemismo. Dentre os Peracarida mais diversos estão as ordens Amphipoda, Isopoda e Tanaidacea, que também são os principais grupos de crustáceos associados aos bancos de macrófitas. Apesar da baixa taxa dispersiva de tais grupos de crustáceos, recentes mudanças nas correntes superficiais podem ter deslocado massas da alga parda do gênero Sargassum, possivelmente levando com elas espécies exóticas. O presente projeto tem como principais objetivos entender e resgatar a história evolutiva de espécies de Peracarida consideradas de ampla distribuição presentes no cinturão de Sargaço, comparar com populações insulares e costeiras para e entender a biogeografia dos possíveis complexos de espécies dos gêneros mais representativos de Peracarida associados a Sargassum, além de estudar a comunidade de crustáceos associados ao recente cinturão de Sargaço do Oceano Atlântico Equatorial e sua dinâmica de comunidades.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 28/11/2019-30/11/2022
Foto de perfil

Francesca Maria Nicoletta Bassi Arcand

Ciências Humanas

Antropologia
  • cidades e festas: as ambivalências do recôncavo da bahia
  • O projeto “Cidades e Festas: As ambivalências do Recôncavo da Bahia” tem por base a interdisciplinaridade, numa atuação conjunta e integrada de várias áreas do conhecimento. A questão que rege essa pesquisa interdisciplinar é composta pelas ambivalências, tensões, integrações que se colocam entre uma denominada “cultura popular”, presente nas festas das cidades do Recôncavo, e suas relações com as mídias, a indústria cultural e as demandas de patrimonialização. O conceito de festa está fundamentado nos estudos de Perez (2012) que faz um deslocamento da “festa-fato” para a “festa-questão”, em que pensa a festa como expressão e como produção da vida coletiva. Neste projeto, interessa-nos não tanto o que a festa pode ser, mas o que a festa pode fazer, para pensarmos seus pontos de fuga e seus devires. A pesquisa também se fundamenta no conceito de multiverso desenvolvido por Latour (2008, p. 46), como um “universo liberto de sua prematura unificação”, buscando-se apreender as articulações que caracterizam o vir a ser dos fenômenos. Tais articulações se dão quando existe a possibilidade de um corpo ser afetado por outros, o que advém da expansão do próprio corpo, que se faz cada vez mais heterogêneo, considerando-se suas ambivalências e devires. Essa pesquisa estudará as festas por meio dessa perspectiva epistemológica, almejando relacionar articulações díspares que as constituem para percebê-las nos seus devires e vínculos. Para isso, também é preciso considerar um conjunto de relações que abarcam linguagens e tecnologias que estão em constante devir. Assim, além do conceito de multiverso, pensado por Latour, a pesquisa também será fundamentada em Lotman (2000) para quem a função da linguagem é organizar o mundo que rodeia o homem. Por outro lado, conceitos de tecnologia terão dupla acepção: toda extensão tecnológica pressupõe a externalização de um ou mais órgãos sensoriais humanos e da cognição diretamente vinculada a eles (McLUHAN, 2005) e tecnologia vista como “epistemologia da técnica” ou “ciência da técnica” (PINTO, 2005). Outro ponto importante que fundamenta a pesquisa é a noção de urbano, que pode ser entendida como modo de viver, trabalhar e existir em que a vida social e econômica, o cotidiano de fazeres e saberes, são ritmados em função, sobretudo, do consumo de diversas mercadorias e serviços. Castells (2000) aponta dois sentidos na urbanização: concentração demográfica e difusão de valores, comportamentos, uma “cultura urbana”. Diante disso, a cidade é vista como uma construção histórica e social (CARLOS, 2007), sendo considerada como espaço/tempo de movimentação cotidiana, na qual se estabelecem fluxos e interações materiais e imateriais, que fazem com que seus limites territoriais se tornem fluidos. Por isso, as cidades são articulações indispensáveis para se entender o vir a ser do fenômeno festa, pensando sempre em sua mútua afetação. Diante dessas perspectivas teóricas, o objetivo principal da pesquisa é estudar os saberes e fazeres festivos, os vínculos sociais, as tecnologias e as linguagens, bem como seus tensionamentos e ambivalências, que são articulados nas festas do Recôncavo da Bahia. Em relação à metodologia, a abordagem deve dialogar mobilizando a noção de “multiverso”, e “ciência bem articulada” (LATOUR, 2008), para assim relacionar fenômenos díspares e promover articulações interessantes e, assim, fazer vir à tona questões que não estão postas previamente. Para a execução dessa abordagem metodológica, a pesquisa conta com a interdisciplinaridade de seus pesquisadores, que convergirão suas preocupações analítico-interpretativas e teórico-metodológicas distintas, tensionadas nos seguintes enfoques: a) os devires festivos das cidades; b) os eventos festivos; c) as cidades das festas. A pesquisa será executada nos seguintes passos: a) revisão bibliográfica e fundamentação teórica; b) pesquisa documental; c) levantamentos e experimentações de campo; d) a deriva na construção de cartografias sociais; e) mapeamentos; f) análise e interpretação dos dados. Espera-se que os resultados da pesquisa tornem possível uma compreensão maior dos territórios abarcados, das concepções de cidade e das questões que envolvem a noção produtiva de festa. Dessa forma, é nesse contexto teórico, epistemológico e metodológico, que essa proposta tem a pretensão de compreender o dinamismo cultural, enfocando nas festas, a partir das cidades, vistas como espacialidades de realização e acionamento, que aliam tradição com novos espaços da produção cultural, produzindo, assim, ambivalências e tensionamentos.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Franciane Bobinski

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • estudo dos efeitos analgésicos e mecanismos de ação do exercício físico preventivo sobre a fisiopatologia da síndrome da dor regional complexa em camundongos
  • A Síndrome da Dor Regional Complexa (SDRC) é uma condição clínica crônica caracterizada por alterações sensoriais, autonômicas, motoras e tróficas na extremidade de um membro afetado. A SDRC pode ocorrer após lesão dos tecidos profundos, como fratura ou após cirurgia eletiva ou emergencial, por exemplo, o que pode complicar a recuperação e o gerenciamento pós-operatório e aumentar a probabilidade de um resultado desfavorável. A SDRC tem uma incidência de 26,20 para cada 100.000 pessoas por ano, sendo que a sintomatologia dolorosa é a principal causa da incapacidade física destes pacientes. Isso contribui para o comprometimento das atividades sociais, familiares e profissionais, tornando este um problema de saúde pública, com um prejuízo socioeconômico importante. Três principais vias fisiopatológicas são relacionadas ao desenvolvimento da SDRC: mecanismos inflamatórios, disfunção vasomotora e neuroplasticidade aberrante. As alterações iniciam a partir da inflamação promovida pelo trauma inicial e a ativação da resposta imunológica com considerável aumento na liberação de radicais livres e citocinas pró-inflamatórias, como interleucina-6 (IL-6), interleucina-1 beta (IL-1b) e do fator de necrose tumoral (TNF). Os mediadores inflamatórios geram edema local que resulta em uma síndrome compartimental na região do membro afetado e então, uma lesão da microvasculatura e decréscimo do suprimento de oxigênio para os tecidos. A isquemia e posterior reperfusão tecidual implicam em alterações no metabolismo energético gerando radicais livres extremamente danosos para o tecido. As alterações de fluxo sanguíneo e espasmo nos vasos, e a liberação de radicais livres e citocinas pró-inflamatórias estão relacionadas com o desenvolvimento da inflamação crônica e, a partir destas alterações no local da lesão, a SDRC também altera a neuroplasticidade no sistema nervoso central. Este quadro é chamado de sensibilização central e está fortemente associado à liberação de peptídeos e a ativação de receptores em nível espinal e supraespinal o que mantém o quadro álgico crônico. Apesar dos diversos estudos experimentais e clínicos realizados na área, até o presente momento não existe um tratamento estabelecido para SDRC do tipo I. A literatura aponta que o tratamento da SDRC deve envolver terapêuticas anti-inflamatórias para dor em uma fase aguda e estratégias fisioterapêuticas tanto na fase aguda quanto na crônica, o que corrobora com a proposta do presente projeto. Atualmente, o exercício físico regular tem sido reconhecido como uma abordagem capaz de beneficiar positivamente a saúde física e mental, melhorando a qualidade de vida e diminuindo a incidência de doenças relacionadas ao estilo de vida sedentário. O hábito de exercitar-se regularmente é um fator importantíssimo para o bem estar e longevidade. Indivíduos praticantes de exercícios físicos, com protocolos e supervisão adequada, usufruem de mecanismos protetores em diversos sistemas orgânicos, como: o cardiovascular, o autonômico, o endócrino, o pulmonar e o musculoesquelético; e nos casos de dor o exercício físico produz efeito por diferentes mecanismos analgésicos. Em contraste, a inatividade física foi identificada pela Organização Mundial da Saúde como o quarto principal fator de risco para a mortalidade global (6% das mortes) e agora é aceito como um fator de risco importante para o desenvolvimento de muitas doenças crônicas, como doenças cardiovasculares, depressão, câncer e diabetes. Os dados da literatura demonstram os efeitos benéficos do exercício físico na dor crônica em vários modelos experimentais, incluindo a SDRC. No entanto, ainda há muito que descobrir sobre os mecanismos de ação do exercício físico prévio sobre parâmetros comportamentais, analgésicos, inflamatórios, imunológicos e de apoptose celular no desenvolvimento da SDRC tipo I, o que é proposto neste projeto. Acredita-se que trabalhos da natureza do presente estudo possam contribuir significativamente para o desenvolvimento da ciência, além de beneficiar a saúde da população brasileira por ampliar as opções terapêuticas, melhorando o serviço de atenção à saúde, reduzindo o impacto socioeconômico e melhorando a qualidade de vida dos pacientes. Sendo assim, fornecer informações adicionais daquelas já descritas na literatura pode contribuir para o desenvolvimento de um tratamento preventivo eficaz, e para uma abordagem terapêutica adequada, que promova ao mesmo tempo, alívio da dor e restabelecimento das funções de pacientes com SDRC Tipo I.
  • Universidade do Sul de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Franciele Maboni Siqueira

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • microbioma associado à cérvix de vacas com campilobacteriose genital bovina
  • A bovinocultura brasileira ocupa posição de destaque no cenário mundial, uma vez que o Brasil detém o segundo maior rebanho de gado de corte do mundo, em torno de 22% do rebanho mundial, e destacou-se em 2017 como o maior exportador de carne bovina do mundo. Visto a importância econômica da bovinocultura, é imprescindível a realização de estudos que visem a melhora da produtividade deste setor que representa grande parcela do setor produtivo do país. Melhoras nos índices reprodutivos são essenciais para aumentar o retorno financeiro dos produtores e possibilitar uma maior competitividade no mercado nacional e internacional. As falhas reprodutivas são uma das maiores causas de perdas econômicas na bovinocultura, sendo as doenças venéreas as principais responsáveis por estes problemas. A campilobacteriose genital bovina (CGB), cujo agente etiológico é Campylobacter fetus subsp. venerealis, representa uma das principais causas destas desordens em bovinos. Esta bactéria habita exclusivamente o trato reprodutor de machos e fêmeas, estabelecendo uma complexa relação parasitária com o hospedeiro, sendo responsável por altas taxas de infertilidade, pelo retorno precoce ao cio, e abortos esporádicos. Fatores adicionais, como a presença de outras bactérias e agentes infecciosos no trato reprodutivo, podem estar associados à esta interação entre C. fetus subsp. venerealis e os bovinos. Neste contexto, o objetivo desta proposta é determinar a diversidade microbiana presente na cérvix uterina de vacas infectadas com C. fetus subsp. venerealis, avaliando a interação entre diferentes micro-organismos durante a manifestação clínica de campilobacteriose bovina. Lavados cervicais serão coletados de fêmeas para a realização de diagnóstico molecular de C. fetus subsp. venerealis. Posteriormente, será realizado sequenciamento de alto desempenho, de regiões hipervariáveis dos genes 16S rRNA, 18S rRNA, e sequenciamento de ácidos nucleicos virais totais, para a identificação dos micro-organismos presentes na cérvix uterina de fêmeas infectadas por C. fetus subsp. venerealis com e sem sinais clínicos (infertilidade) e fêmeas não infectadas. Além disso, estudos in silico de interação metabólica serão realizados com as espécies bacterianas predominantemente detectadas, avaliando as interações e trocas metabólicas entre si e com o hospedeiro. O conhecimento das bactérias e de outros micro-organismos que estejam interagindo no momento da infecção clínica por C. fetus subsp. venerealis é fundamental para viabilizar o avanço no estado da arte do conhecimento atual sobre a patogenia da CGB, a qual ainda é pouco entendida. Além disso, a diferenciação dos microbiomas e viromas de animais sadios e infectados permitirá a realização de análises mais detalhadas da efetividade de tratamentos e profilaxia contra os micro-organismos envolvidos nos casos de campilobacteriose genital bovina. Em suma, os resultados serão importantes para o estabelecimento de iniciativas e ações visando a implementação de medidas de profilaxia, tratamento e controle sanitário mais adequados visando a redução da incidência e erradicação da campilobacteriose bovina.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francielle da Silva Cardozo

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • desenvolvimento de mapas cartográficos como subsídio ao turismo em três unidades de conservação de minas gerais
  • As atividades turísticas envolvem uma complexa relação entre o espaço físico e o espaço socioeconômico devido ao constante intercâmbio que é realizado entre pessoas, culturas e lugares distintos. Neste contexto, as áreas naturais, principalmente as protegidas, constituem uma atividade de grande atração tanto para os turistas quanto para os habitantes do entorno, devido à constituição da paisagem, à flora e a fauna e os elementos culturais existentes. Dentre todas essas unidades pode-se destacar os Parques Nacionais e Estaduais, que possuem o objetivo de preservação dos ecossistemas naturais possibilitando a pesquisa científica, o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, a recreação e contato com a natureza e o turismo ecológico. Porém, as relações socioespaciais decorrentes das atividades turísticas ocasionam uma pressão ecológica e social sobre os elementos modeladores da paisagem se o planejamento das atividades não for realizado de forma adequada. Neste contexto, o uso da cartografia e do geoprocessamento para o estudo das unidades da paisagem e a sua relação com o turismo é de fundamental importância, uma vez que permite a identificação dos atributos responsáveis pela dinâmica da paisagem, auxilia na identificação das principais fragilidades ambientais de cada unidade e fomenta a criação de mapas que fornecem as potencialidades turísticas de diversas áreas, constituindo-se em um elemento essencial da gestão do território e do planejamento turístico de uma área de interesse. Ainda, com o auxílio de técnicas cartográficas e de processamento digital de imagens pode-se originar guias de bolso que, ao serem disponibilizados aos turistas, permitem o enriquecimento das experiências destes nas unidades de conservação.
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francielle Sato

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • utilização da espectroscopia fotoacústica para o estudo da difusão e da interação de formulações farmacêuticas em tecidos biológicos
  • Embora seja conhecida há mais de 30 anos como uma técnica que apresenta características especiais para estudos em sistemas biológicos in vivo, ex vivo ou in vitro, a espectroscopia fotoacústica vem se consolidando como um método muito útil para se determinar a propagação e a distribuição espacial, em tecidos biológicos, de formulações farmacêuticas. A espectroscopia fotoacústica depende da absorção da amostra gerando um sinal fotoacústico que não sofre interferência de outros fenômenos de interação radiação-matéria, tais como luminescência ou espalhamento, estes por sua vez acabam por limitar as técnicas espectroscópicas que podem ser utilizadas para estudas tecidos biológicos. Considerando a grande utilidade da espectroscopia fotoacústica no contexto supracitado, este projeto visa a utilização da técnica para o estudo da difusão e interação de formulações farmacêuticas com diferentes tecidos biológicos sadios e com alterações induzidas experimentalmente.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francilene dos Santos Rodrigues

Ciências Humanas

Sociologia
  • migração, violência e direitos humanos em roraima
  • O projeto de pesquisa “Migrações, Violências e Direitos Humanos em Roraima” tem como objetivo geral analisar e compreender dinâmicas migratórias e seus efeitos econômicos, políticos, socioculturais, psicossociais e jurídicos para os habitantes (estrangeiros e nacionais) das cidades transfronteiriças de Bonfim e Pacaraima e a capital Boa Vista, no estado de Roraima. Serão considerados fluxos migratórios que ocorreram, têm ocorrido e ocorrerão nessas cidades de 2016 a 2020. Para tanto, dentre outros aspectos, pretende-se avaliar o papel do Estado e de Agências Internacionais no acolhimento e política de integração para os migrantes em Roraima; verificar a inserção desses migrantes no mercado de trabalho formal e informal; reconstituir e historiar o processo migratório da Venezuela para Roraima; investigar efeitos da violação de direitos humanos e da dominação (xenofobia, racismo, sexismo e discriminação de classe) nos modos de subjetivação, vinculação e socialização que ocorrem entre brasileiros habitantes das referidas cidades e imigrantes venezuelanos. Há, pois, objetivos específicos que envolvem diferentes grupos populacionais, inclusive o de venezuelanos, outros são destinados exclusivamente para a compreensão do processo migratório desses. Do ponto de vista do método, trata-se de um estudo quantitativo e qualitativo, que envolverá pesquisas e análises de documentos históricos e registros oficiais e censitários de órgãos públicos e organismos internacionais, como também Cartografia Social e História Oral, dentre outros. Acredita-se que o referido projeto de pesquisa colaborará com a compreensão de processos migratórios que ocorrem em Roraima, contribuirá com a elaboração de políticas migratórias e com a proteção dos direitos dos migrantes, refugiados, solicitantes de refúgio, apátridas e suas famílias. Os resultados da pesquisa comporão um banco de dados permanentes e subsidiarão a criação do Observatório das Migrações na Amazônia (UFRR), que, espera-se, torne-se referência para futuros projetos e pesquisas produzidas na e sobre a Amazônia
  • Universidade Federal de Roraima - RR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francinaldo Leite da Silva

Outra

Divulgação Científica
  • vi feira de ciências do ifpb campus picuí
  • Há cinco anos o IFPB – Campus Picuí realiza anualmente sua feira de ciências que tem revelado trabalhos de excelente qualidade. As experiências acumuladas durante essas quatro edições mostram a perceptível necessidade da difusão da ciência e do incentivo da iniciação à pesquisa, por meio de um evento de abrangência estadual onde as escolas públicas do Estado da Paraíba possam participar de forma mais efetiva. Diante disso, a VI Feria de Ciências do IFPB – Campus Picuí deverá ocorrer durante três dias promovendo a socialização da ciência e da tecnologia entre estudantes da Paraíba de nível fundamental, médio e tecnológico de nível médio. Sendo assim, espera-se o público alvo e participantes bastante expressivos. Nesse sentido, estão previstas visitas de pais de alunos, ex-alunos, colegas participantes, autoridades, etc que visem não apenas contemplar o evento e/ou acompanhar a produção técnica científica, mas que esteja sendo desenvolvida pelos discentes através das atividades interativas. O principal agente fornecedor de efetiva contrapartida, de infraestrutura e de apoio técnico será o próprio IFPB – Campus Picuí.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba - IFPB - PB - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Francinete Francis Lacerda

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • socioeconomia verde no bioma caatinga frente às mudanças climáticas
  • Este projeto de pesquisa visa integrar, de forma pioneira no Semiárido do Nordeste do Brasil, métodos sinérgicos de segurança hídrica, energética e alimentar no convívio com o bioma da Caatinga, frente aos desafios impostos pelos efeitos das mudanças climáticas globais. Na questão da segurança alimentar, o paradigma basilar proposto consiste na produção de alimentos consorciada com o Bioma. A questão hídrica é abordada pela coleta e tratamento da água. Enquanto para a questão energética é proposta a utilização da abundante energia solar através da transformação fotovoltaica local. As mudanças climáticas são avaliadas no que tange aos impactos em futuras disponibilidades hídricas, energética e alimentar. As atividades de pesquisa propostas são desenvolvidas no contexto socioeconômico local em perspectiva dos conceitos da Economia Verde, que contempla as inteligências do Bioma Caatinga na gerência da gota d'água na presença da energia abundante do Sol. Os resultados da pesquisa, realizada com a participação do Sertanejo, homens, mulheres e estudantes, serão sistematizados em mídias de papel e eletrônicas.
  • Instituto Agronômico de Pernambuco - PE - Brasil
  • 05/12/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Francisca Daniele Jardilino Silami

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação clínica de um sistema de retenção intramucoso em indivíduos com grandes perdas de maxila reabilitados proteticamente.
  • Os indivíduos portadores de grandes perdas de maxilar apresentam graves distúrbios estéticos e funcionais o que leva a um enorme desgaste psíquico, e a reabilitação protética permite atenuar os prejuízos faciais que se encontram abaixo do ideal. Atualmente existem poucos estudos com diferenciação de técnicas de sistema de retenção, além da observação e registro da mastigatória e qualidade de vida em usuários reabilitados com próteses maxilofaciais. O objetivo deste estudo será avaliar a eficiência mastigatória, força de mordida, qualidade de vida/satisfação e avaliação qualitativa de indivíduos portadores de deformação adquirida por neoplasia reabilitados com prótese total (PT) obturadora com sistema de retenção intramucoso (Muchors). Para isso, serão selecionados de uma população alvo de indivíduos portadores de deformação adquirida por neoplasia, e indicados para reabilitação com PT obturadora reparadora de palato e/ou faringeana. Estes indivíduos serão examinados, dados demográficos serão coletados, as próteses dentárias serão confeccionadas durante 60 dias, e as avaliações de eletromiografia, força de mordida, e questionários de qualidade de vida e satisfação serão aplicados após 60 dias da instalação da prótese dentária. Após isso, serão realizados os procedimentos cirúrgicos e reinstalada a prótese dentária portando o sistema de retenção intramucoso; e os testes serão novamente avaliados após os períodos de 60, 120, 180 dias. Os registros de eletromiografia serão realizados nos músculos masseter, temporal e bucinador, de ambos os lados; e músculo orbicular superior e inferior, durante repouso, mastigação e fala. A força máxima de mordida será registrada na região de incisivos centrais e primeiro molar, de ambos os lados. Todos os participantes deverão responder a dois questionários: University of Washington (UWQOL), que avalia a qualidade de vida relacionada as atividades diárias; e escala Obturator Funcional Scale (OFS), que verifica a satisfação em relação a funcionalidade do obturador. A avaliação qualitativa da condição oral será realizada por entrevista individual semiestruturada. Os dados obtidos serão submetidos à análise estatística e avaliação de acordo com teste apropriado.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Francisca Diana Ferreira Viana

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • núcleo de estudo em agroecologia e produção orgânica (nea) na região dos inconfidentes (ouro preto e mariana)
  • O objetivo do Núcleo de estudos em Agroecologia da região dos Inconfidentes é promover a articulação entre ensino, pesquisa e extensão mediante a integração entre a sociedade e a comunidade acadêmica e pela produção e compartilhamento de saberes e metodologias científicas e do saber popular. Além da comunidade acadêmica envolvendo docentes, pesquisadores, alunos de graduação e pós-graduação e diferentes grupos de estudos é previsto a participação de agricultores familiares, assentados, agentes de assistência técnica e de bem estar social, estudantes, professores, participantes de projetos sociais e demais interessados. Espera-se fortalecer a agricultura familiar local através da implantação de práticas agroecológicas que motivem a produção de alimentos orgânicos, o resgate, valorização e preservação de práticas tradicionais locais e preservação da biodiversidade. O público alvo são os agricultores familiares participantes da rede de produção familiar de produtos orgânicos agroecológicos da região de Ouro Preto e Mariana, assim como de outros agricultores familiares interessados nessa prática. Alguns agricultores familiares já se encontram inseridos em propostas nesse sentido produzindo hortifrutigranjeiros que abastecem parcialmente as demandas do restaurante universitário da Universidade Federal de Ouro Preto e que também comercializam os produtos diretamente em uma feira livre recém-implantada no âmbito do campus Universitário dos municípios de Ouro Preto e Mariana. Propõe-se neste projeto um diagnóstico de agricultores interessados em se associar a esta prática, promover a capacitação tanto de agricultores, como de agentes comunitários que possam agir como multiplicadores dessa pesquisa-ação. Após o trabalho diagnóstico as ações de capacitação poderão ser melhor direcionadas no sentido de sanar lacunas e demandas existentes dentro de cada comunidade. Propõe-se, também, estimular a troca de saberes e organização entre os agricultores, assim como capacitar os monitores-bolsistas e técnicos da ATER em ações voltadas para o desenvolvimento agroecológico. Desta forma, através de atividades de ensino, pesquisa e extensão, pretende-se suprir a lacuna existente de um núcleo de agroecologia na região, garantindo soberania alimentar, melhoria das condições de vida do campo e preservação ambiental e cultural da prática de manejo da agricultura regional.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 01/01/2018-31/10/2020
Foto de perfil

Francisca Elisângela Teixeira Lima

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • efetividade do acesso, atendimento clínico e acompanhamento das pessoas com covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas
  • O uso de software para monitoramento dos pacientes com sintomas da Covid-19 e da síndrome respiratória aguda grave, proposta deste estudo, visa acompanhar esses pacientes e sua rede de apoio, identificando melhora ou piora no quadro clínico, se foi estabelecido um tratamento e se está sendo corretamente aderido, qual a condição de acesso do paciente ao serviço de saúde, qual seu conhecimento acerca da doença e potenciais complicações. As informações contribuirão na elaboração de um de banco de dados para subsidiar futuras pesquisas e alimentar as estatísticas do Sistema Único de Saúde (SUS), auxiliando na tomada de decisão e enfrentamento dessas doenças. Desse modo, justifica-se este estudo, visto que a tecnologia aqui proposta poderá ampliar a prestação de cuidados e proporcionar o acompanhamento dos pacientes que tiveram diagnóstico de Covid-19 nos estados do Nordeste Brasileiro. Diante dessas considerações tem-se como objetivo geral: Avaliar a efetividade do acesso, atendimento clínico e acompanhamento das pessoas que tiveram diagnóstico de Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves. E como e específicos: Desenvolver um recurso tecnológico para acompanhamento dos pacientes que tiveram diagnóstico de Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves; Verificar a efetividade do acesso e do atendimento clínico das pessoas com sintomas da Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves no sistema de saúde; Acompanhar, por telemonitoramento, os pacientes com sintomas da Covid-19 e outras síndromes respiratórias agudas graves atendidos nos serviços de saúde; Identificar o impacto da confirmação de Covid-19 na vida social e econômica dessas pessoas e de seus familiares. Metodologia: Estudo multimétodos, composto por pesquisa metodológica (etapa 1) e por estudo longitudinal retrospectivo e prospectivo (etapa 2). Na etapa 1 será construído um software para monitoramento dos pacientes com diagnóstico da Covid-19 e outras doenças de síndromes respiratórias agudas graves, o qual será elaborado baseado em revisão de literatura, contemplando as Fichas de Investigação de Paciente Suspeito de Doença pelo Coronavírus-19, Ficha de Notificação de Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave, ambas do Ministério da Saúde, e com variáveis sobre condições socioeconômicas e de saúde do paciente. O desenvolvimento do software terá três fases (definição, desenvolvimento e manutenção), segundo os preceitos de Pressman. O processo de avaliação da qualidade seguirá os quesitos de qualidade da ISO/IEC 25010 (System and Software engineering - System and software Quality Requirements and Evaluation - SQuaRE - System and software quality models), que estipula oito características fundamentais de qualidade: Adequação funcional, Confiabilidade, Usabilidade, Eficiência de desempenho, Compatibilidade, Segurança, Manutenibilidade e Portabilidade. A avaliação do Software será realizada por dois grupos de especialistas, em informática e na área da saúde, com pelo menos oito membros para cada grupo, para haver representatividade da categoria de usuários do software. Para análise do processo de avaliação, os níveis de pontuação seguirão a proposta de Tannure. O julgamento do processo de avaliação será conduzido com base na norma NBR ISO-IEC 14598-6, composta pelos valores a serem alcançados nas características e subcaracterísticas, cujo valor mínimo será 70% de indicação como apropriada para serem consideradas adequadas. A etapa 2 será desenvolvida em três Estados do Nordeste brasileiro, cujos casos confirmados de pessoas com diagnóstico de Covid-19 encontram-se em maior quantidade, a saber: Ceará (5.833), Pernambuco (4.898) e Maranhão (2.223). A população do estudo será composta por pacientes com sintomas gripais, que tenham sido notificados por meio da Ficha de Investigação de Paciente Suspeito de Doença pelo Coronavírus-19 e/ou Ficha de Notificação de Casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave pela Vigilância Epidemiológica dos locais do estudo. Participarão da pesquisa todos pacientes que forem notificados antes do início da execução do estudo (retrospectivo) e aqueles que forem notificados a partir do início da coleta de dados. O instrumento de coleta de dados será o software e a coleta será realizada via contato telefônico a partir de dispositivo eletrônico com software. Para tanto, a equipe de acompanhamento será treinada para o uso do software, a qual receberá uma lista com os nomes e contatos telefônicos da população notificada. Aqueles que aceitarem participar do estudo darão anuência por consentimento verbal, obtido por contato telefônico. Serão consideradas elegíveis para o estudo as linhas telefônicas residenciais e por redes móveis ativas. Não serão elegíveis linhas de empresas que não mais existem, estejam fora de serviço ou não responderem a seis tentativas de chamadas feitas em dias e horários variados. O acompanhamento do paciente com sintomas iniciais de Covid-19 (coriza, febre, mal-estar geral, tosse ou dor de garganta) será feito diariamente por até 14 dias (período de quarentena estipulado pelo Ministério da Saúde) e mensalmente até completar 12 meses. Os demais pacientes (retrospectivos) serão acompanhados mensalmente até completar 12 meses, após a confirmação do diagnóstico de Covid-19. Os dados coletados serão processados e analisados por meio do programa Statistical Package for the Social Sciences (SPSS). Será usada a estatística descritiva, cujas variáveis categóricas serão expostas em frequência absoluta e relativa; e as variáveis contínuas serão média e desvio padrão, além da análise bivariada usando o teste qui-quadrado de Pearson, com adoção do nível de significância menor que 0,05. A análise comparativa das médias será realizada pelo ANOVA e pelo teste t de Student. O projeto será submetido à Plataforma Brasil vinculado ao Comitê de Ética da Universidade Federal do Ceará, conforme a Resolução nº 466/2012 do Conselho Nacional de Saúde.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Francisca Márcia Pereira Linhares

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • eficácia das tecnologias educacionais usadas para a promoção de medidas preventivas às infecções respiratórias
  • RESUMO Introdução: O uso de tecnologias educacionais pode constituir uma ferramenta para divulgação e compartilhamento de informações importantes e fidedignas acerca da saúde dos indivíduos. Dessa forma, diante do contexto mundialmente vivido, devido á pandemia da COVID-19, o uso e a disponibilidade de tais tecnologias podem favorecer a adesão às medidas preventivas das infecções do trato respiratório, uma vez potencializam a orientação de cuidados e o empoderamento da pessoa para o autocuidado. Como consequência do surgimento do novo Coronavírus, tem-se a necessidade da prevenção e do controle dessas infecções na população em geral. Assim, ressalta-se que o mundo encontra-se em situação de emergente carência de Atenção à Saúde, especialmente no tocante à promoção à saúde e prevenção de doenças. Portanto, faz-se necessário conhecer quais tecnologias educacionais são mais eficazes e as que melhor atendem a população no que diz respeito à adesão às medidas das infecções do trato respiratório. Objetivo: Analisar a eficácia das tecnologias educacionais na adesão ás medidas de prevenção de infecções respiratórias. Método: Com vistas a produzir um estudo robusto, serão consolidadas as evidências científicas por meio de uma Revisão Sistemática, a qual será orientada pelo Manual Cochrane, com a finalidade de responder a pergunta de pesquisa (elaborada por meio da estratégia PICOT): Qual a eficácia do uso das tecnologias educacionais quanto à adesão às medidas preventivas de infecções respiratórias? Destaca-se que a Revisão Sistemática é uma metodologia que oportuniza a divulgação de evidências que possibilitam apontar quais são as tecnologias educacionais mais apropriadas para a prevenção de doenças. Além disso, será construído um protocolo por meio do Preferres Reporting Items for Systematic Review and Meta-Analysis Protocols (PRISMA-P). Assim, serão incluídas as evidências científicas de ensaios clínicos randomizados que abordem a temática, sem restrição de idiomas e sem recorte temporal. A busca será realizada por dois pesquisadores nas bases de dados: Scopus, Web of Science; Cochrane Library; Pubmed, Education Resources Information Center (ERIC); Cumulative Index of Nursing and Allies Health (CINAHL) e Literatura Latino-americana e do Caribe em Ciências da Saúde (LILACS). Os descritores e os booleanos utilizados na busca serão: “respiratory tract infections” AND “educational technology” AND “health education” AND “prevention & control” OR “prevent measures” AND “randomized controlled trial”; OR “controlled clinical trial”. Três pesquisadores selecionarão, de maneira independente, os estudos científicos que atenderem aos critérios de elegibilidade, a partir da leitura dos títulos/resumos e, posteriormente, a partir da leitura na íntegra. Os dados serão analisados por meio do software RevMan (versão 5.3.5) e o risco de viés e a qualidade de evidências serão analisados por meio da proposta do Cochrane Effective Practice and Organisation of Care (EPOC). Assim, será apresentada a síntese dos dados, com a descrição das características dos estudos e avaliação da eficácia das tecnologias educacionais na prevenção de infecções respiratórias. Não haverá recrutamento de seres humanos, portanto, não será necessária a aprovação do Comitê de Ética em Pesquisa. Resultados/contribuições esperados: O estudo irá consolidar, de forma sistematizada e confiável, as melhores evidências científicas que verificaram a eficácia das tecnologias educacionais nas medidas preventivas de infecções respiratórias. Além disso, o estudo identificará quais as tecnologias educacionais são mais eficazes. Isto subsidiará as tomadas de decisões quanto ao uso do melhor recurso para abordar a temática em questão, bem como apontará as lacunas do conhecimento que irão auxiliar na produção de novos estudos e tecnologias. Dessa forma, com este estudo, espera-se contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico no Brasil e no mundo, visto que a proposta apresentada aborda sobre a prevenção das infecções respiratórias e tecnologias educacionais, logo será uma evidência importante para o enfrentamento da COVID-19, sendo possível colaborar na utilização dessas tecnologias e na construção de novas tecnologias que sejam aplicáveis no Sistema Único de Saúde do Brasil e de outros países.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Francisca Soares de Araújo

Ciências Biológicas

Ecologia
  • a conservação da biodiversidade em nível de paisagem: mudanças climáticas e distúrbios antropogênicos
  • Os estudos das últimas décadas sobre conservação biológica têm demostrado uma crise global infuenciada pela perda de biodiversidade e de funções ecológicas, com impactos ambientais negativos na qualidade de vida das populações e na economia. A solução dessa crise depende da detecção de padrões de biodiversidade, da compreensão dos mecanismos de sua geração e do diagnósticos dos impactos antrópicos nos sistemas naturais. Essas informações, são cruciais para o desenvolvimento de tecnologias adequadas ao manejo sustentável da biodiversidade em diferentes escalas espaciais. Compreender padrões globais de bodiversidade em diferentes escalas é um abordagem complexa que exige conhecimento ecológico, evolutivo e histórico. Enquanto não se tem uma síntese sobre os padrões de biodiversidade que possibilite compreender as suas causas e os efeitos, torna-se dificil pensar em estratégias de manejo sustentável. Uma solução para à conservação foi a criação de unidades de proteção integral que tornam-se uma ferramenta eficiente para garantir a manutenção da biodiversidade em longo prazo. Historicamente, a escolha desses alvos foi baseada em critérios pouco científicos, visando apenas a criação de unidades de conservação que não foram suficientes para garantir a conservação da biodiversidade. Além disso, o ambiente é variável ao longo do tempo, por exemplo, mudanças climáticas. Esses fatores abióticos associados ao uso extratitivista e agropecuario de áreas adjacentes às unidades de conservação, tornam cada vez mais imprescíndivel entender como as espécies respondem as variações ao longo do tempo. Um boa ferrramenta para integrar variações climáticas e manejo de áreas adjacentes são estudos de ecologia de paisagem. O objetivo desses estudos é compreender a paisagem como um mosaico heterogêneo formado por unidades interativas, que se relacionam espacialmente entre distintos ecossistemas, funções e entre os elementos presentes. As unidades de conservação são constituídas por vegetação nativa em diferentes níveis de conservação, enquanto as áreas de seus entornos são compostas por elementos naturais alterados e manchas com diferentes práticas agropecuárias, compondo as paisagens antropizadas. As características naturais nas áreas adjacentes podem ser determinantes para processos diretamente relacionados com a conservação nas unidades, por exemplo, manutenção de fluxo gênicos. Uma abordagem acerca das funções de paisagens alteradas é referida como “paisagens sustentáveis” que são aquelas com características que permitem o fluxo de energia e matéria, sintetizada no deslocamento de plantas e animais entre paisagens. Compreender as interações na paisagem entre as áreas da unidades de conservação e áreas adjacentes possibilitará mensurar o impacto da conservação da biodiversidade no fornecimento de serviços ecossistêmicos. Podemos definir que esse serviços são processos e condições pelas quais os ecossistemas naturais e as espécies que a eles pertencem sustentam a vida humana, incluindo serviços de provisão (água e alimentos), regulação (relativos ao clima, doenças, qualidade da água e polinização), culturais (artes e benefícios espirituais) e serviços de suporte (formação de solos e fotossíntese). No entanto, manter a biodiversidade elevada não é, necessariamente, garantir a oferta de muitos serviços ecossistêmicos. É importante saber que a manutenção desses serviços também depende de eventos estocásticos, por exemplo, climáticos, que podem ocasionar extinções em larga escala ou induzir a diminuição drástica no tamanho populacional de várias espécies. Em ambientes semiáridos, como no bioma caatinga, variações interanuais na disponibilidade de água causam elevadas taxas de mortalidade em várias espécies. Uma alternativa viável de detectar espécies importantes no fornecimento de serviços ecossistêmicos e vulneravéis à mudanças climáticas, é analisar os efeitos dos estresses abióticos em gradiente de severidade ambiental, determinando a plasticidade fenotípica dos indivíduos dessas espécies. Desta forma, quanto maior serão as variações morfológicas intrapopulacional e intraindividual em uma determinada espécie, maior será a probabilidade de sobrevivência em um cenário de mudanças climáticas. Portanto, para garantir boas práticas de manejo sustentável e conservação, é imprescindível entender como as possíveis flutuações demográficas, em respostas às variações climáticas, afetam no fornecimento dos serviços ecossistêmicos. Com isso, visamos propor um modelo de manejo sustentável de zona de amortecimento de Unidades de Conservação do Bioma Caatinga que contemple a heterogeneidade fisiográfica e de usos da terra no cenário atual e na perspectiva de mudanças climáticas. A partir do conhecimento dos efeitos da estrutura e da configuração da paisagem modelo (Unidades de Conservação) sobre as interações tróficas de táxons indicadores de qualidade ambiental (macroinvertebrados aquáticos, anfíbios e répteis) e de serviços ecossistêmicos (polinização, qualidade da microbiota e fauna do solo) em gradientes de severidade ambiental: biótico, abiótico, poderemos propor qual o melhor modelo de paisagem que aumente a eficiência das zonas amortecimento de Unidades de Conservação. Os nossos objetivos são: indicar como as mudanças climáticas poderão afetar a biodiversidade contida em unidades de conservação e nos seus serviços ecossistêmicos, incluindo o papel das áreas adjacentes; conhecer os efeitos do clima sobre a mortalidade e extinção de espécies do semiárido brasileiro; valorar os serviços ecossistêmicos ofertados pela biodiversidade presente nas unidades de conservação; identificar adaptações funcionais das espécies à diferentes condições de disponibilidade de recurso; identificar as características do entorno das UC a serem estudadas e do gradiente de umidade, para discutir as suas relações com a conservação da biodiversidade e; avaliar o estado de conservação de grupos de espécies ameaçados (anfíbios e répteis).
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 11/12/2017-31/12/2020