Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Vivian Nogueira Silbiger

Ciências da Saúde

Farmácia
  • identificação e caracterização funcional de variantes gênicas na região promotora do ldlr na hipercolesterolemia familiar
  • A hipercolesterolemia familiar (HF) é um distúrbio hereditário do metabolismo do colesterol, caracterizada por concentrações séricas elevadas de LDL-c, que podem levar a morbidade cardiovascular e mortalidade precoce. A principal causa da HF são mutações autossômicas dominantes localizadas nas regiões codificantes dos genes LDLR, APOB e PCSK9, contudo cerca de 20% dos pacientes com HF não apresentam diagnóstico molecular conclusivo. Variantes na região promotora de LDLR foram descritas por alterar o seu funcionamento e causar o fenótipo de HF, porém o sequenciamento dessa região ainda não foi realizado na população brasileira. O rastreamento de variantes nesta região gênica na população miscigenada é relevante, pois as frequências das variantes genéticas podem ser diferentes das populações homogêneas, assim como favorece a detecção de novas mutações ainda não descritas na literatura. Dessa forma, o presente estudo se propõe a identificar e caracterizar funcionalmente as variantes na região promotora do LDLR, que estejam associadas a alterações de expressão gênica em pacientes com HF. A casuística será obtida do projeto temático multicêntrico em andamento, constituída por pacientes com diagnóstico de certeza de HF (critério Dutch-MEDPED >8) que não possuam variantes associadas a doença. As variantes genéticas identificadas por sequenciamento de nova geração e correlacionadas com o perfil de expressão de mRNA do LDLR em sangue periférico serão caracterizadas por abordagens in vitro em modelo HepG2, usando ensaio de gene repórter luciferase e ensaio de desvio da mobilidade eletroforética. Em uma abordagem in silico, serão utilizadas ferramentas para predição do sítio de ligação de fatores de transcrição, a fim de selecionar os fatores com ligações alelo específicas às variantes de interesse. A influência desses fatores de transcrição para a função do promotor de LDLR será investigada através de inibição por RNAi e análise in vitro com ensaio de gene repórter luciferase. Através desse estudo espera-se obter novas variantes genéticas relacionadas a HF que possam compor painéis de rastreamento genético da doença na população brasileira, assim como contribuir para a compreensão da influência da variabilidade genética sobre o perfil fenotípico de HF.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vivian Resende

Ciências da Saúde

Medicina
  • biomarcadores em neoplasias do trato biliopancreático
  • O câncer do fígado e trato biliopancreático tem origem nos hepatócitos e epitélio dos ductos biliares e pancreático, tem mau prognóstico e pouca resposta à quimioterapia. O aumento da incidência associado à falta de tratamento eficaz tem levado à busca de novos alvos terapêuticos e fatores prognósticos. Neste estudo, propõe-se analisar este tipo de carcinoma em uma população brasileira, sua morfologia, classificação imunohistoquímica e relevância prognóstica. No período de 2008 a 2018, por meio de protocolos de pesquisa, foram coletados dados clínicos, laboratoriais e anatomopatológicos de pacientes com diagnóstico de carcinoma do fígado e do trato biliopancreático. As amostras dos tumores serão submetidas a estudo imunohistoquímico para avaliar a expressão das apomucinas (MUC 1, MUC2, MUC5AC), o fator de transcrição CDX2, SOX 9 e da molécula de adesão EPCAM. O impacto dos achados clinicopatológicos na sobrevida serão avaliados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Vívian Saraiva Veras

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • efeito da intervenção educativa com o apoio social centrado na pessoa com diabetes tipo 2 para prevenção do pé diabético: ensaio clínico randomizado
  • Trata-se de um ensaio clínico, aleatorizado, prospectivo, sem cegamento, com a finalidade de avaliar o efeito da intervenção educativa com o apoio social centrado na pessoa com diabetes tipo 2 para prevenção do pé diabético. A pesquisa será desenvolvida nas cidades de Acarape-CE e Redenção-CE localizadas na região do Maciço de Baturité, no Estado do Ceará, em unidades de Atenção Primária à Saúde. Serão formados 151 pares a serem distribuídos entre os grupos experimental e controle. Os grupos experimental e controle serão divididos em subgrupos com até dez pessoas em cada grupo, para a realização da intervenção educativa. Os encontros serão realizados, quinzenalmente, com duração de 60 minutos, no período de 18 semanas. Para que a intervenção educativa seja desenvolvida de modo padronizado será o utilizado o Kit da ferramenta educacional Mapas de Conversação. O grupo experimental será diferenciado do grupo controle pelo envolvimento de um familiar ou cuidador, reconhecido pela pessoa como fonte de apoio social, para receber intervenções educativas, por meio de contato telefônico. Serão avaliados os dados sociodemográficos, clínicos, hábitos de vida e antecedentes de risco, entre os grupos experimental e controle antes da intervenção. Com exceção da percepção de apoio social que será avaliada, antes e ao final do estudo. Será realizada avaliação da pressão arterial, Índice de Massa Corporal, Circunferência Abdominal, HbA1c e os questionários de comportamento e conhecimento acerca dos cuidados essenciais com os pés entre os grupos experimental e controle, antes e após três meses da participação da intervenção educativa. Os dados após coleta serão tabulados em banco de dados previamente elaborado no programa Excel®, versão 2016 e, posteriormente, submetidos a processamento estatístico com auxílio do pacote estatístico Statistical Package for Social Sciences versão 20 for Windows®, com o valor de referência de p ≤ 0,05 para resultados significativos. O projeto será encaminhado ao Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira via Plataforma Brasil, onde já foi realizado submissão.
  • Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vivian Vasconcelos Costa

Ciências Biológicas

Morfologia
  • novas opções terapêuticas para o tratamento da síndrome congênita do zika: papel de drogas neuroprotetoras e antivirais.
  • Nos anos de 2015/16, foi observado um aumento da prevalência de microcefalia em estados Brasileiros com transmissão confirmada do Zika virus e co-circulação de outros Flavivirus, em comparação aos estados sem transmissão. Recentemente, os primeiros estudos realizados em uma coorte dessas crianças de 19-24 meses de idade demonstrou que a microcefalia é apenas o cenário patológico mais grave. Crianças nascidas na mesma época, mas não diagnosticadas ao nascimento, desenvolveram complicações motoras e neurológicas de gravidade variada (visão, audição, fala, cognição e locomoção). Entretanto, ainda não se sabe qual o impacto dessas alterações a longo prazo nesses indivíduos. Dados preliminares do nosso grupo, utilizando um modelo embrionário de infecção pelo ZIKV, demonstram que a infecção intrauterina em camundongos induz a ocorrência do fenômeno de ativação imune materna (MIA) e que esse fenômeno é potencializado na presença de imunidade previa para outros Flavivirus, via fenômeno de intensificação dependente de anticorpos (ADE). A ocorrência destes fenômenos impactam diretamente o neurodesenvolvimento da prole, causando consequências que vão desde o período gestacional ate a fase adulta. Utilizando modelos in vitro de cultura primaria de neurônios e in vivo de infecção de camundongos adultos altamente susceptíveis a infecção pelo ZIKV (linhagem A129), demonstramos recentemente o papel terapêutico de duas drogas (uma neuroprotetora e outra antiviral) durante a infecção pelo ZIKV, entretanto a validação desses resultados em um modelo mais ecológico e translacional que mimetize a síndrome congênita do Zika e suas consequências torna-se necessária. Assim, o objetivo do presente projeto visa avaliar o papel terapêutico isolado e sinérgico de drogas neuroprotetoras (memantina) e antivirais (peptídeo AH) na prevenção das consequências da síndrome congênita do Zika. Para isso, utilizaremos um modelo de infecção congênita pelo ZIKV na presença e ausência de imunidade previa a outros Flavivirus. Avaliaremos o efeito isolado e sinérgico destes fármacos em prevenir o desenvolvimento de manifestações neuropsiquiátricas e motoras graves, bem como investigaremos os mecanismos celulares e moleculares associados com a proteção de tais alterações. Esperamos assim, contribuir para a identificação de potenciais alvos terapêuticos contra essas manifestações.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Vivian Vezzoni de Almeida

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • efeito do estresse calórico e da inclusão de betaína na dieta de suínos em crescimento sobre o desempenho animal, a adiposidade subcutânea e os marcadores metabólicos
  • O estresse calórico compromete o desempenho animal e altera o metabolismo energético de suínos, resultando em carcaças com maior deposição de gordura. A capacidade osmoprotetora da betaína pode mitigar os efeitos adversos do estresse calórico. Portanto, o presente estudo será realizado com o objetivo de avaliar os efeitos da inclusão dietética de betaína sobre o desempenho, a espessura de toucinho, os parâmetros sanguíneos e a osmolaridade sérica de suínos em crescimento durante condições de termoneutralidade e estresse calórico. Serão utilizados 24 suínos, machos castrados, com peso vivo médio inicial de 30 kg, distribuídos em um delineamento em blocos completos casualizados, com seis repetições por tratamento e um animal por unidade experimental (baia). Os tratamentos serão arranjados em esquema fatorial 2 x 2, com duas condições ambientais [termoneutralidade (TN, 20°C; 40–60% de umidade) ou estresse calórico (HS, 31°C; 40–60% de umidade)] e dois níveis de betaína (0 ou 0,10%). O período experimental será de 21 dias, durante o durante o qual os animais receberão ração e água à vontade. Pesagens individuais dos animais e quantificações do fornecimento, das sobras e desperdícios de rações serão realizadas semanalmente para determinar o consumo diário de ração, o ganho diário de peso e a conversão alimentar. A espessura de toucinho será mensurada por meio de ultrassonografia em tempo real no início e no final do estudo. No início e no final do período experimental, amostras de sangue serão coletadas via veia jugular de cada animal para determinar as concentrações séricas de insulina, ácidos graxos não esterificados, glicose, ureia, sódio e potássio. A osmolaridade sérica será estimada em função das concentrações de glicose, ureia, sódio e potássio. Os resultados serão analisados como medida repetida no tempo pelo procedimento MIXED do SAS. Quando observada diferenças significativas pelo teste F (P ≤ 0,05), as médias serão separadas pelo teste t de Student (PDIFF).
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022