Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Andréia Rosane de Moura Valim

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • qualificação do programa de pós-graduação em tecnologia ambiental
  • Vide projeto anexo
  • Universidade de Santa Cruz do Sul - RS - Brasil
  • 08/01/2020-08/01/2025
Foto de perfil

Andreimar Martins Soares

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • ciência, tecnologia e inovação nas escolas e sociedade: popularização e divulgação de ct&i no estado de rondônia
  • Nesta 10ª edição de 2021, em Rondônia, as ações da SNCT, com o tema “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta” serão desenvolvidas, principalmente, por meio das modalidades de eventos "Ciência na Escola e Sociedade (Ciência Móvel)", "Portas Abertas (Escola e Sociedade na Ciência)" “Mostra de CT&I”, “Eventos de Comunicação Científica em Rádio, TV e outras mídias”, Exposição e/ou Oficinas de CT&I e "Seminários ou Ciclos de Palestras", que proporcionarão a popularização e a divulgação das atividades realizadas pelas diferentes instituições parceiras que desenvolvem Ciência, Tecnologia e Inovação no Estado. Dentre os diversos conceitos e entendimentos sobre a noção de “transversalidade” aplicada à CT&I, todos pressupõem a interação com outras abordagens e ações comuns. A transversalidade é alcançada quando ocorre a máxima interação e comunicação entre diversas estruturas, não apenas disciplinares, mas também as que se refletem no dia a dia da sociedade. Em 2021, a FAPERO estará divulgando a transversalidade da CT&I nos diferentes áreas do conhecimento, setores da economia e sociedade, focando diretamente suas ações de popularização de CT&I em 10 municípios [Ariquemes, Cacoal, Candeias do Jamari, Itapuã D´Oeste, Guajará-Mirim, Ji-Paraná, Jaru, Ouro Preto D´Oeste, Presidente Médici e Porto Velho], e indiretamente, por meio das instituições parceiras no maior número possível de outros municípios do estado, com abrangência da sociedade local, de alunos e professores da rede pública e/ou privada municipal, estadual e federal de ensino, assim como a sociedade em geral, pesquisadores e profissionais vinculados a diferentes instituições no estado de Rondônia.
  • Fundação Rondônia - RO - Brasil
  • 05/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Andreimar Martins Soares

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • toxinologia básica & aplicada: bio-tecnologias de toxinas úteis à saúde humana e animal
  • Nos últimos anos, intensificou-se a busca por novos agentes terapêuticos a partir de fontes naturais, como microrganismos, algas, plantas, venenos de anuros, escorpiões, aranhas, vespas, abelhas e serpentes, que constituíssem uma importante alternativa de tratamento contra as doenças crônicas, infecciosas, emergentes ou não. A necessidade de moléculas farmacologicamente úteis para a população evidenciou a riqueza da flora e fauna como verdadeiras fontes naturais para o desenvolvimento de novos medicamentos. Os grupos de pesquisa e pós-graduação envolvidos nessa proposta estão comprometidos na ideia de promover a maior qualificação de seus discentes e docentes, bem como desenvolver projetos de pesquisa científica de alto nível utilizando a temática comum da Linha de Pesquisa em Toxinologia Básica e Aplicada. A realização do curso visa integrar as regiões mais carentes de massa crítica de alta qualificação para que possam contribuir para o desenvolvimento de CT&I nos respectivos estados e no Brasil. O II Curso de Toxinologia Básica e Aplicada: Bio-Tecnologias de Toxinas Úteis à Saúde em formato de Gestão Compartilhada para o ano de 2022. A organização da segunda edição do curso contará com pesquisadores da área de Toxinologia de 12 instituições IES/ICTs nacionais (Fiocruz Rondônia, Fiocruz Ceará, FUNED, FMT-AM, UCDB, UEA, UEFS, UFBA, UFPB, UFU, UNESP e UNIR), seus respectivos PPGs e, 5 instituições internacionais (Argentina, Equador, Paraguai, Panamá e Portugal). Ainda foi pensada a Rede de Pesquisa em Toxinologia Básica & Aplicada (RED-TOX), originada a partir dos trabalhos colaborativos desenvolvidos nos I e II Cursos Brasil-Argentina de Biotecnologia (CBAB) realizados em Rondônia em 2016 e 2018. O curso irá congregar a participação interdisciplinar dos 17 Programas de Pós Graduação Stricto Sensu envolvidos (16 PPGs no Brasil e 1 PPG Argentina), que atualmente, contam com mais 33 Docentes Orientadores (Permanentes e Colaboradores) e cerca de 150 estudantes.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 07/12/2021-30/06/2024
Foto de perfil

Andrés Calderín García

Ciências Agrárias

Agronomia
  • identificação e caracterização de alvos biotecnológicos responsáveis pela promoção do crescimento em plantas de arroz acionados pela aplicação radicular de substâncias húmicas extraídas de vermicomposto
  • A disponibilidade de substâncias bioativas no solo pode ser determinante na modulação da morfologia/arquitetura do sistema radicular e afetar profundamente a capacidade das plantas em absorver água e nutrientes, bem como, ativar processos fisiológicos específicos nas plantas. Diversos estudos têm mostrado a presença de compostos bioativos na supraestrutura das substâncias húmicas (SHs) que possuem fortes efeitos sobre a fisiologia da planta, resultando em plantas com maior capacidade de aquisição de nutrientes e mais tolerantes a vários tipos de estresse. Por outro lado, a compreensão dos mecanismos envolvidos na interação raiz-SHs, e as vias de sinalização ativadas por essas substâncias para promoção do crescimento das plantas ainda carecem de elucidação. Há evidências de que as SHs exercem seus efeitos sobre as plantas como moléculas elicitoras de processos fisiológicos que resultam em plantas com melhor crescimento sob diferentes condições de cultivo, sobretudo quando expostas a ambientes sob estresse. Diante do exposto, a presente proposta pretende fazer uso das SHs para identificar potenciais alvos biotecnológicos com efeitos sobre a promoção de crescimento das plantas e/ou melhoria da tolerância das plantas ao estresse hídrico. Para tanto, pretendemos aplicar a ferramenta de Sequenciamento de RNA (RNA-Seq) para avaliar a expressão gênica diferencial de plantas de arroz tratadas ou não com ácidos húmicos e, em seguida, selecionar para caracterização, genes com potencial para promoção de crescimento das plantas. A caracterização será realizada por meio de uso da técnica de edição de genomas, a CRISPR-Cas9, e/ou pelos métodos tradicionais de silenciamento e superexpressão de genes. Nas plantas obtidas serão realizadas avaliações morfofisiológicas, bioquímicas e moleculares que permitirão mostrar de forma o mais inequívoca possível, como se inicia a sinalização promovida pelas SHs, que resultam em promoção de crescimento e maior tolerância ao estresse hídrico.
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025