Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Sara Ribeiro Parente Cortez Irffi

Ciências Humanas

História
  • a fabricação de um interior para o brasil: o alto sertão e as lutas de independência
  • O processo de independência brasileiro foi marcado também pelo esforço para estabelecer o território da nação, com a manutenção dos limites da antiga América Portuguesa, num processo inverso à fragmentação experimentada pela vizinha América Espanhola. Internamente, a definição do espaço político e administrativo, bem como suas fronteiras, foi controversa. Trata-se da tentativa de domínio de um espaço que ficou conhecido como Alto Sertão, distante do centro administrativo da nova nação, e que desafiava o poder e alcance da Corte do Rio de Janeiro, bem como os limites geopolíticos das províncias do Norte. Importa entender a tensão entre uma delimitação territorial alheia aos projetos de integração e a consolidação do território e do Império do Brasil nos moldes da Corte. Para isso, é necessário superar uma discussão que restringe o período da independência como passivo e pacífico e evidenciar como esse processo foi demorado, tendo efeitos até 1825, e não imediatista, como marcado pela historiografia tradicional do evento ‘independência ou morte’. E compreender quão ameaçadora pode ter sido a ocorrência de revoltas para os projetos de integração e manutenção do território brasileiro em toda a sua extensão; analisar em que medida a Revolução Pernambucana (1817) e a Confederação do Equador (1824) se constituem, junto à revolta de Pinto Madeira (1831), no Ceará, três momentos de um mesmo conflito em torno do território e suas bases de poder (que contribuíam para uma centralização administrativa e a formação da nação); e, nesse processo, estudar as tensões entre proprietários de terras e políticos do Alto Sertão, com relação à produção do território da nação. A documentação arrolada para a pesquisa é em parte inédita e constituída por fontes cartoriais, cartográficas, correspondências oficiais, documentos militares e processos-crimes relacionados às questões de terra e marcos espaciais do chamado Alto Sertão.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 24/08/2022-31/08/2025
Foto de perfil

Ana Tereza Ribeiro de Vasconcelos

Ciências Biológicas

Genética
  • rede de vigilância genômica para sars-cov-2 no brasil, rússia, índia, china e áfrica do sul (ngs-brics)
  • A Rede de Vigilância Genômica para SARS-CoV-2 no Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul (NGS-BRICS) formará um consórcio que pretende acelerar a transformação de dados genômicos em pesquisas e intervenções clínicas e de saúde pública. Através do sequenciamento genômico total (WGS), análises de bioinformática, métodos matemáticos e epidemiológicos, será possível fazer o rastreamento do vírus até a identificação de clusters de transmissão. A equipe brasileira é composta por cinco Instituições (LNCC, UFRJ, UFMG, UNESP e FEEVALE) que participam da Rede CoronaÔmica-BR, apoiada pelo MCTI, e que já atuam de forma colaborativa na pandemia da COVID-19. Os cinco principais grupos de vigilância genômica e de big data dos países do BRICS são os parceiros dessa proposta, tendo gerado, analisado, processado e publicado seus resultados. Os grupos possuem também sinergia prévia com algumas das equipes brasileiras. A NGS-BRICS realizará o sequenciamento de aproximadamente 1.000 amostras positivas para COVID-19 identificadas em cada país do BRICS. Esses dados serão agregados aos dados já gerados em cada país o que permitirá expandir as análises para melhor entender como o SARS-CoV-2 está se espalhando e evoluindo no tempo. O consórcio pretende desenvolver ferramentas de bioinformática e métodos matemáticos comuns, monitorar o diagnóstico e ampliar a capacitação de pesquisadores locais de forma a proporcionar respostas de saúde pública local aos surtos de COVID-19. O consórcio irá investigar a introdução da infecção e a dinâmica da transmissão, para estabelecer redes de rastreamento de contato e avaliar o impacto de decisões de controle de surto. Além disso, propõe fornecer uma plataforma de alta precisão para detecção, vigilância e análise de SARS-CoV-2, que pode servir como um futuro modelo para outros patógenos. A equipe pretende ainda realizar análise de variantes das diferentes linhagens de SARS-CoV-2 presentes nos países do BRICS para entender o impacto funcional de mutações e avaliar a sensibilidade em diferentes testes de amplificação de ácido nucleico (NAATs) usados ​​para fins de diagnóstico, além de desenvolver modelos estocásticos do surto COVID-19 no estágio inicial para prever a tendência de futuros surtos. Sem dúvida o uso direcionado e racional do sequenciamento do genoma será um recurso importante para tentar prevenir ou reduzir o impacto de uma segunda onda de infecções. Ao realizar uma detecção mais abrangente e precisa das linhagens de SARS-CoV-2 a partir de amostras clínicas e de vigilância, utilizando tecnologias genômicas e ferramentas epidemiológicas e bioinformáticas, a NGS-BRICS poderá: 1) expandir o conhecimento sobre vírus e infecções virais em nível molecular e clínico, 2) permitir a caracterização mais rápida de linhagens emergentes e auxiliar na vigilância desses vírus e 3) acelerar o desenvolvimento de tecnologia de sequenciamento de próxima geração para uso futuro em ensaios de diagnóstico e rastreamento da dinâmica de transmissão de SARS-CoV-2 e outros vírus.
  • Laboratório Nacional de Computação Científica - RJ - Brasil
  • 22/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Ana Valéria Machado Mendonça

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • comunicação promotora de saúde: estratégias de enfrentamento de epidemias de ists, hiv/aids e hepatites virais em população jovem.
  • Este projeto de pesquisa destina-se a analisar elementos do cenário de prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST), do HIV/aids e das hepatites virais, dirigidos a população jovem, com recorte nos últimos dez anos (2010-2019). Trata-se de uma pesquisa de métodos mistos, com abordagem convergente paralela, em que as investigações qualitativa e quantitativa serão realizadas simultaneamente. A coleta de dados quantitativos será realizada por meio de análise dos dados disponibilizados no Sistema de Notificação e Agravos – SINAN. A coleta de dados qualitativa dar-se-á por meio de oficinas de abordagem, sendo três por região do país. Os municípios em que será desenvolvida a pesquisa de campo englobam Brasília (DF), Paraíba(JP), Manaus (AM), São Paulo (SP) e Porto Alegre(RS). Como resultados esperados, objetiva-se elaborar estratégias e informação, educação e comunicação em saúde voltadas à promoção da saúde e tradução do conhecimento acerca das temáticas de HIV/aids, IST’s e hepatites virais com vistas à promoção da saúde de jovens e adultos.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2023
Foto de perfil

Anabela Silveira de Oliveira

Outra

Divulgação Científica
  • urcamp de portas abertas: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil.
  • A Urcamp tem como compromisso institucional promover o desenvolvimento da Região da Campanha e da Fronteira Oeste do Rio Grande do Sul e sua missão é produzir e socializar o conhecimento para formação de sujeitos socialmente responsáveis que contribuam para o desenvolvimento regional sustentável e qualidade de vida. A instituição possui tradicionalmente pesquisa básica e aplicada associada a transferência de conhecimento que atua como importante apoio ao desenvolvimento histórico, ambiental e cultural na campanha sul riograndense. As mudanças nos processos de ensino durante a pandemia do Covid-19 estão estritamente relacionadas às áreas do conhecimento das Ciências da Saúde, Humanas, Sociais e Biológicas, atualmente discutidas no Brasil. O Projeto de comemoração dos 200 anos da ciência, tecnologia e inovação tem como objetivo promover a divulgação científica oriunda da necessidade de apoiar as comunidades escolares regionais no âmbito pós-pandemia, além de promulgar aspectos relacionados a qualidade de vida no Bioma Pampa. Isso se estrutura através de pesquisas consolidados na instituição e também novas propostas com intuito de contribuir com conhecimento técnico científico para as escolas de Ensino Fundamental, Médio e Técnico e comunidade em geral. Portanto, pretende-se organizar o evento através dos acervos da FAT Urcamp (MUSEU DOM DIOGO DE SOUZA, HOSPITAL UNIVERSITÁRIO, CASA DA MENINA, JORNAL MINUANO) e focalizar em atividades que possam contribuir com o conhecimento e divulgação científica nas comunidades escolares através de feiras e mostras (científicas e profissionais), oficinas digitais, teatro científico, Mostras, laboratórios e eventos digitais.
  • Universidade da Região da Campanha - RS - Brasil
  • 15/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Analía Del Valle Garnero

Ciências Biológicas

Genética
  • citogenômica de aves: caracterização da variabilidade genética em espécies dos biomas pampa e mata atlântica
  • As aves exibem uma vasta diversidade de espécies e uma gama de características genéticas e citogenéticas que por anos têm intrigado os pesquisadores. O cariótipo das aves possui um número diplóide elevado, variando de 40 a até mais de 100 cromossomos, dividido em dois grupos: macro e microcromossomos. Nos últimos anos, nossos estudos usando pintura cromossômica com sondas dos macrocromossomos de Gallus gallus, têm nos permitido identificar processos envolvidos na evolução cariotípica e na diversificação de várias espécies de aves. Assim sendo, este projeto tem como objetivo promover o conhecimento da diversidade e evolução das aves em uma abordagem citogenômica, utilizando espécies presentes no estado do Rio Grande do Sul, Brasil, região com predominância dos Biomas Pampa e Mata Atlântica. Serão estudadas espécies de grupos estrategicamente selecionadas como os Passeriformes, Piciformes, Charadriiformes, Caprimulgiformes e Gruiformes. Acredita-se que quanto mais próximas as espécies, mais rearranjos elas compartilham, fornecendo assim importantes dados filogenéticos para o grupo. Através das técnicas de citogenética clássica e molecular serão analisados os cariótipos de cada espécie coletada. Por hibridização in situ fluorescente (FISH), serão realizadas análises comparativas com sondas das espécies Gallus gallus (GGA 9-10), Leucopternis albicollis (LAL 1-19) e Zenaida auriculata (ZAU 1 - 8 e Z). Os mapas de homologias das espécies serão criados e com comparações com o cariótipo ancestral das aves será possível inferir putativos rearranjos cromossômicos envolvidos na estruturação do cariótipo das aves. Pretende-se, portanto, contribuir para uma melhor compreensão da relação evolutiva entre as espécies, preenchendo esta lacuna neste campo de estudo. A implementação desta proposta poderá também proporcionar oportunidade de consolidação profissional aos membros do grupo de investigação e de formação qualificada para alunos de iniciação científica, mestrado e doutorado.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anamaria Mello Miranda Paniago

Ciências da Saúde

Medicina
  • epidemiologia clínica e molecular de infecções fúngicas endêmicas, invasivas e emergentes em região de tríplice fronteira brasil - paraguai - bolívia
  • Infecções fúngicas constituem grave problema de Saúde em todo mundo. Em nosso Estado, que faz fronteira com Bolívia e Paraguai, ressaltamos a paracoccidioidomicose (PCM), aspergilose pulmonar crônica (APC) e emergência de esporotricose. Nas últimas décadas, com o advento da aids, do avanço da terapia imunossupressora e ampliação dos recursos de terapia intensiva, as infecções fúngicas oportunísticas e nosocomiais aumentaram a carga das doenças fúngicas. Mais recentemente têm sido relatadas infecções fúngicas invasivas (IFIs), como candidemia, aspergilose e mucormicose, em pacientes com COVID-19. O principal desafio para o controle das infecções fúngicas é a baixa suspeição clínica e falta de exames diagnósticos acurados, o que retarda o tratamento e aumenta a morbiletalidade. O objetivo desta proposta é avaliar a epidemiologia clínica e molecular de infecções fúngicas, bem como resistência a antifúngicos, em cidades da região de tríplice fronteira, Brasil - Paraguai - Bolívia. Infecções fúngicas serão sistematicamente investigadas nas seguintes populações: 1) pacientes com tuberculose pulmonar, que serão investigados quanto à presença de APC; 2) pacientes com HIV, nos quais serão investigados criptococose, histoplasmose, pneumocistose, APC e PCM; 3) pacientes com COVID-19; 4) pacientes internados em UTI (3 e 4 serão investigados para IFIs); 5) casos suspeitos de PCM, e, 6) casos suspeitos de esporotricose. O estudo será realizado em diferentes hospitais de três cidades: Campo Grande, Ponta Porã e Corumbá. Haverá um protocolo de investigação para cada população. Os casos diagnosticados serão acompanhados para avaliação de desfechos. Os fungos isolados serão submetidos à identificação, suscetibilidade antifúngica e sequenciamento genético, para obtenção de um panorama da distribuição de espécies, da prevalência de resistência antifúngica e epidemiologia molecular. A proposta visa a melhorar o manejo clínico e o prognóstico de doentes acometidos por essas infecções.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anand Subramanian

Engenharias

Engenharia de Produção
  • algoritmos eficientes para problemas de otimização em logística
  • O presente projeto trata do desenvolvimento de algoritmos eficientes para resolver problemas de otimização de natureza logística. Muitos desses problemas são NP-Difíceis e, portanto, não podem ser resolvidos em tempo polinomial. Contudo, ainda há necessidade de resolvê-los, sendo duas as abordagens mais comumente utilizadas: (i) as heurísticas encontram soluções em tempos computacionais aceitáveis, mas sem garantir otimalidade; e (ii) os métodos exatos garantem a otimalidade ao custo computacional exponencial no pior caso. Apesar de suas limitações, estas últimas podem funcionar bem para problemas de pequeno e médio porte e também servem para avaliar abordagens heurísticas. O projeto visa desenvolver modelos e algoritmos que tragam avanços ao estado-da-arte na resolução de Problemas de Otimização Combinatória (POC) no contexto logístico que envolvem a tomada de decisões para melhor utilização de recursos, garantia de satisfação de clientes e aumento de competitividade. Especificamente, serão tratados problemas de logística externa, como Roteamento de Veículos, e de logística interna, como Dimensionamento de Lotes e Escalonamento de Tarefas. Assim sendo, pretende-se investigar como resolver eficientemente determinados POCs de natureza logística sob os pontos de vista de qualidade de solução e de tempo computacional. Apesar dos recentes avanços científicos na resolução de tais problemas serem expressivos, ainda há lacunas metodológicas a serem exploradas que podem contribuir para o êxito das abordagens de otimização a serem propostas durante a execução do projeto. As técnicas exatas que serão investigadas incluem principalmente algoritmos baseados em Programação Inteira. Já as abordagens baseadas em (meta-)heurísticas também serão desenvolvidas de modo a produzir soluções de qualidade em tempo computacional reduzido.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ananias Francisco Dias Júnior

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • adição de carvão vegetal nanoestruturado como agente de reforço em matrizes de biocompósitos poliméricos
  • Existe uma tendência do aumento da utilização de materiais que, além de baixo custo, possam ser ambientalmente corretos. Compósitos poliméricos reforçados por partículas e/ou fibras de origem vegetal estão sendo amplamente demandados e empregados. Dentre estes encontra-se os finos de carvão vegetal, um subproduto da fabricação de carvão vegetal, e que na maioria das vezes, é considerado resíduos dessa grande indústria. Diante disso, a proposta aqui apresentada abordará em uma nova concepção, o estudo das interrelações entre o processo de carbonização e a adição do carvão vegetal como um nanocomposto para o incremento das propriedades de biocompósitos visando múltiplas aplicações. Os biocompósitos a serem investigados neste trabalho combinarão as propriedades de resinas poliméricas termofixas, com o reforço das partículas de carvão vegetal. As propriedades estudadas serão avaliadas através dos ensaios de tração, flexão, tenacidade ao impacto, porosidade por injeção de mercúrio, ensaios térmicos (TG e DSC), e, para analise morfológica serão utilizadas técnicas de microscopia ótica. A avaliação da estrutura química será avaliada com auxílio do espectrofotômetro por transformada de Fourier (FTIR). Supondo que a adição de finos de carvão pode aumentar a resistência a fotodegradação do biocompósitos, desta forma, o efeito da degradação por radiação ultravioleta será avaliado utilizando uma câmara de degradação acelerada, e seus efeitos analisados por FTIR. Os resultados que serão obtidos serão uma das mais importantes e pioneiras ações conjugadas para o estudo da reutilização de finos de carvão vegetal associados à biocompósitos e a minimização de impactos ambientais dentro de um conceito de sustentabilidade. Este projeto atende as linhas temáticas prioritárias estabelecidas pelo MCTI e visa congratular a competência do proponente com a bolsa PQ/CNPq visando a continuidade do seu crescimento e da geração de ciência em alto nível.
  • Universidade Federal do Espírito Santo - ES - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anderson Ferreira da Cunha

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • leveduras floculantes condicionais produzidos por crispr-cas9 para produção de cervejas
  • A indústria cervejeira vem crescendo nos últimos anos e se tornando um importante setor para a economia do país. Para viabilizar ainda mais essa produção, é necessário a implementação de tecnologias para melhorar a eficiência e reduzir custos. Durante a produção de cervejas, o processo de atenuação (floculação das leveduras ao final da fermentação) é de crucial importância. Tempos longos de atenuação resultam na produção de uma cerveja com qualidade e aromas indesejados, além de inviabilizar um novo lote de produção. Por isso, a capacidade de atenuação é uma importante característica na escolha de novas leveduras para a indústria cervejeira, pois mesmo possuindo alta capacidade fermentativa ou produção de aromas desejáveis ao processo, algumas não podem ser utilizadas por não possuírem uma floculação adequada. Este projeto visa a modificação genética de leveduras utilizando a tecnologia CRISPR-Cas9 para controlar a sedimentação de leveduras de acordo com os níveis de açucares ao longo do processo fermentativo. Para tanto, a transcrição do gene FLO5, cuja proteína é responsável por uma floculação intensa em leveduras, será regulada utilizando o promotor do gene ADH2, que só é ativado na ausência de açucares e com isso produzir microrganismos floculantes condicionais que sedimentarão naturalmente e rapidamente ao final do processo. Esta modificação poderá ser implementada em qualquer levedura e aplicada tanto no processo de produção de cerveja, quanto em qualquer outro processo fermentativo que a utiliza como microrganismo fermentador. Obtendo sucesso, novas leveduras poderão ser implementadas para a produção de cervejas contribuindo com o desenvolvimento de cervejas com novos aromas e sabores. Adicionalmente, uma vez que o processo de atenuação ocorrerá de forma regulada, a separação de leveduras ocorrerá rapidamente, reduzindo o tempo de decantação e consequentemente o tempo de produção.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Anderson Nogueira Mendes

Outra

Divulgação Científica
  • 1ª feira de inovação e popularização de ciências – fipec-pi
  • A presente proposta representa um projeto de difusão de ciência e inovação no Estado do Piauí, ocorrendo especificamente na cidade de Pedro II, considerando a temática da SNCT 2022 “BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”. O evento ocorrerá em uma praça publica de Pedro II com a proposta de executar uma exposição científico-tecnológica e de alunos de escolas técnicas, ensino fundamental da região de Pedro II, alunos de graduação e pós graduação de Instituições de ensino e pesquisa para alunos e comunidade. A FIPeC-PI surge como uma proposta de Exposição de CT&I com o objetivo de apresentar produtos, processos e/ou serviços inovadores para população no sentido de popularizar para comunidade e ao mesmo tempo incentivar a juventude a participar de ações associadas a ensino, pesquisa, inovação e empreendedorismo. Diante disso, ao longo do período proposto para a atividade serão expostos produtos derivados de temas científicos transversais para públicos gerais ou específicos para cativar o senso critico, conscientização, curiosidade e interesse a ações destinada ao desenvolvimento das diferentes ciências e tecnologias. Nesse sentido o grupo de pesquisa Grupo de Inovação em Ciências e Tecnologia da UFPI (cadastrado no CNPq e pertencente a UFPI) irá coordenar diretamente tal ação utilizando a cidade de Pedro II no intuito de promover intercâmbio, divulgar os resultados de trabalhos científicos, promover discussão e debater sobre ciência tendo como plano central o tema da SNCT 2022. O evento propõe incentivar ações com elementos inventivos e investigativos de jovens pesquisadores, proporcionando troca de conhecimento e experiências “socio-técnico-científicas” que existem em diferentes intuições de ensino e pesquisa do estado do Piauí.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 13/09/2022-31/03/2023