Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sylvio Barbon Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • novos métodos preditivos para problemas desinais biológicos com múltiplas saídas
  • Em muitos desafios preditivos encontrados na vida real existem múltiplas saídas (multi-target) relacionadas a um mesmo conjunto descritivo de atributos. No entanto, por muitas vezes a dependência (linear e não linear) entre as saídas não é completamente explorada. De fato, problemas com dependência ou relacionamentos estatísticos entre suas saídas, são altamente justificáveis e podem ocorrer nos mais diversos campos, como em aplicações que tratam sinais biológicos para sua predição e compreesão; na inferência da composição química de solos e da água; na automação de processos industriais e na inferência de carga energética. Estes problemas, em geral, são resolvidos com base na técnica de AM conhecida como regressão. A utilização de soluções multi-target em detrimento a predição individual de cada saída resulta na vantagem de compreender o problema globalmente, modelando a dependência existente entre as múltiplas variáveis de saída existentes e, assim, melhorar a descrição da tarefa. Além disso, técnicas multi-target reduzem o sobreajuste aos dados de treinamento quando comparados a uma coleção de modelos com única saída. É nesse escopo que este projeto se insere. Por meio da proposta de inovação nos algoritmos de modelagem MT que explora camadas profundas de regressores empilhados, de modo a inserir a informação proveniente de predições das variáveis alvo como descritores preditivos auxiliares, buscando aumentar o desempenho preditivo.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Symone Gomes Soares Alcalá

Engenharias

Engenharia de Produção
  • desenvolvimento de tecnologias computacionais inteligentes para apoiar aplicações industriais no contexto da indústria 4.0
  • A Indústria 4.0 tem transformado a produção por meio de diversas tecnologias, como robôs autônomos, big data, Internet das Coisas (IoT – Internet of Things), manufatura aditiva, entre outras. Nesse cenário industrial, sensores, máquinas e tecnologias de informação estão conectados ao longo da cadeia de valor, tornando possível a captura e a análise de dados, e processos mais rápidos, flexíveis e eficientes para a produção de produtos de alta qualidade a custos reduzidos. Além disso, fábricas inteligentes têm utilizado tecnologias IoT para conectar seus equipamentos, e cada produto está conectado à Internet e possui uma etiqueta eletrônica para que ele possa ser facilmente identificado, localizado e gerenciado. Assim, fábricas inteligentes poderão gerenciar eficientemente seus produtos e desenvolver tecnologias de detecção automática de defeitos em produtos e equipamentos para melhorar a eficiência e a qualidade da produção e produtos. Sistemas que realizam a inspeção automática de defeitos em produtos asseguram a qualidade destes utilizando técnicas sem contato manual, e eliminam fatores como subjetividade, fadiga e custos relacionados à inspeção humana. Além disso, eles podem ser utilizados, por exemplo, para detectar defeitos em frutas e tampas de garrafas por meio de um sistema que visão que envolve uma câmera para a captura de imagens digitais e um método de aprendizado de máquina (inteligência artificial) para a classificação de produtos defeituosos. Portanto, na Indústria 4.0, produtos inteligentes estarão embarcados com sensores e etiquetas eletrônicos que permitem a identificação, a localização e o gerenciamento; consumidores poderão obter informações de seus produtos em tempo real; robôs serão autônomos, flexíveis, cooperativos e poderão interagir entre si e entre seres humanos; e modelos de aprendizado de máquina serão capazes de extrair informações úteis de grandes volumes de dados gerados por equipamentos e consumidores. Entretanto, o desenvolvimento de sistemas industriais inteligentes no contexto da Indústria 4.0 envolve alguns desafios. A coleta de dados relevantes, seus processamentos e transformação em conhecimento envolvem o desenvolvimento de modelos de aprendizado de máquina sofisticados e com capacidade de processamento em tempo real. Outro desafio é o custo elevado de tais sistemas. Isso porque eles requerem equipamentos eletrônicos sofisticados como sensores, câmeras, robôs, tecnologias IoT, dispositivos de comunicação e identificação e microcontroladores. Inspirado nos conceitos da Indústria 4.0 e das tecnologias IoT, este projeto de pesquisa propõe investigar e desenvolver tecnologias computacionais inteligentes para apoiar aplicações industriais de modo a aumentar o ganho de produção e a qualidade de produtos e processos industriais. Sendo assim, este projeto propõe o desenvolvimento de uma plataforma genérica e integrada de baixo custo, em hardware e software, para a identificação de produtos defeituosos numa esteira transportadora, e também a coleta e a separação de produtos defeituosos e não defeituosos utilizando um braço robótico. Para tanto, este projeto envolve o desenvolvimento de: um sistema de visão capaz de adquirir imagens digitais de produtos numa esteira transportadora, e reconhecer defeitos nos produtos utilizando técnicas de aprendizado de máquina (por exemplo, Rede neural); e de um hardware de baixo custo composto por sensores de infravermelho para detecção de objetos, sistema por radiofrequência (RFID – Radio-Frequency IDentification) para o gerenciamento de produtos, câmera para a captura de imagens, microcontroladores de baixo custo, braço robótico para a coleta e a separação de produtos, módulo WiFi para comunicação sem fio entre a plataforma e outros dispositivos. A plataforma desenvolvida será testada e validada utilizando estudos de casos industriais reais. O projeto contará com a participação de pesquisadores da Universidade de Coimbra (Portugal), da Universidade Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-Goiás) e da Universidade Federal de Goiás (UFG); e de alunos de iniciação científica. Por fim, são esperados os seguintes resultados: (i) um melhor entendimento da integração de tecnologias IoT e sistemas industriais para a aumentar o ganho de produção e a qualidade de produtos e processos industriais; (ii) a proposta de uma plataforma genérica e integrada de baixo custo para a identificação de produtos defeituosos numa esteira transportadora; (iii) formação de recursos humanos; (iv) promover a pesquisa na UFG e nas instituições parceiras ao projeto, visando o desenvolvimento científico, tecnológico e inovação de empresas no Estado de Goiás e no Brasil; e (v) realizar produção científica de nível elevado em periódicos da área de Engenharias III e em conferências nacionais e/ou internacionais.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Tábatta Renata Pereira de Brito

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • associação entre baixo nível de apoio social e o comprimento dos telômeros em idosos
  • Estudos recentes apontam que as trocas de apoio social são um importante preditor de saúde durante toda a vida. A qualidade das relações e a quantidade de pessoas que compõem a rede social do indivíduo tem sido associadas à maior morbidade e mortalidade, especialmente na velhice, o que suscita a ideia de que a troca de apoio social esteja associada ao processo de envelhecimento. Considerando que o tamanho dos telômeros tem sido utilizado como um indicador do envelhecimento celular e que pesquisas nessa área são escassas na literatura, principalmente à nível populacional, o objetivo geral desse projeto é analisar a associação entre apoio social e o comprimento telomérico entre idosos. Será realizado um estudo quantitativo com delineamento transversal do tipo analítico com uma amostra probabilística de 357 idosos não institucionalizados, residentes na área urbana de Alfenas, MG. A coleta de dados será realizada em duas etapas, sendo que na primeira será realizada entrevista pessoal e na segunda, coleta de sangue. A amostra sanguínea será utilizada para a quantificação relativa do tamanho dos telômeros por meio da qPCR em tempo real. Durante as entrevistas será utilizado um questionário contendo questões sobre aspectos sociodemográficos, condição geral de saúde e a Escala de Apoio Social do Medical Outcomes Study. Espera-se que o baixo nível de apoio social esteja associado ao encurtamento telomérico em idosos. Uma vez confirmada essa hipótese, os resultados desse estudo contribuirão para o avanço científico na área da enfermagem gerontológica ao mostrar a relação entre aspectos genéticos e comportamentais na longevidade.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tacio Mauro Pereira de Campos

Engenharias

Engenharia Civil
  • uso de técnicas de monitoramento geotécnico no desenvolvimento sustentável de hortas eco-urbanas
  • Nas últimas décadas, a agricultura urbana e peri-urbana vem se desenvolvendo no bojo do incremento populacional das cidades, que serão moradia de mais de 50% da população mundial até 2030 segundo a FAO. No caso brasileiro, tal projeção já alcança mais de 70 % da população. Adicionalmente, o incremento de ações de baixo impacto ambiental, tanto pela diminuição da distância entre produtor e consumidor, como pelo uso intensivo de matéria orgânica nas práticas agrícolas sem emprego de agrotóxicos, agrega fatores relevantes a esse desenvolvimento. Há que se notar aqui a enorme possibilidade de produção de matéria orgânica, em diferentes ambientes urbanos, por meio do emprego de técnicas sustentáveis de compostagem de resíduos verdes e alimentares. As práticas do cultivo urbano de produção são bastante diferentes das práticas utilizadas na agricultura tradicional, onde tanto as culturas, suas épocas de cultivo e práticas de manejo, são monoculturais e sazonais, relacionadas a condições climáticas e edáficas ótimas. Estas áreas são distribuídas geograficamente de forma especializada, muitas vezes distantes dos centros urbanos, com características e formas de produção diferenciadas, principalmente em relação às hortaliças, que envolvem muitas culturas de rápido crescimento e de consumo quase imediato. Um conjunto robusto de tecnologias de monitoramento geo-ambientais, envolvendo o que se denomina como agricultura de precisão, vem incrementando a produção em áreas rurais, diminuindo os impactos ambientais tanto pelo uso inteligente de sistemas finos de irrigação empregando diferentes sensores de campo, como por meio do uso de imagens com abertura para o infravermelho próximo, permitindo identificar, de forma indireta, o excesso ou falta de umidade no solo, fator que interfere, fundamentalmente, no desenvolvimento ou não de pragas e doenças nas hortaliças. No contexto especifico do cultivo de hortas de auto abastecimento familiar, uma série de desafios são encontrados para que estas unidades tenham condições efetivas de suprir uma determinada demanda de produção. Primeiramente, esta horta tem que produzir, semanalmente, um conjunto diverso de hortaliças com números precisos de produção, de acordo com o consumo esperado. Em segundo lugar, há que serem utilizadas técnicas orgânicas de cultivo. Neste contexto, torna-se necessário reavaliar os parâmetros tradicionais de cultivo rural de hortaliças, de forma a permitir que a produção em ambientes urbanos se distribua de forma mais constante pelo ano. Atualmente, estes sistemas de auto abastecimento têm sido desenvolvidos de forma empírica, o que gera falhas naturais de produção e ineficiência na adequação às condições microclimáticas locais, muito variantes em ambientes urbanos. Este problema se amplia quando se considera a complexidade do cultivo diversificado e multitemporal, em particular no que se refere à irrigação requerida, variável de acordo com o tipo de hortaliça considerada. Em outras palavras, a umidade do solo adequada será dependente do tipo de cultura e de sua idade em semanas, ou seja, das condições meteorológicas da horta, que é muito dinâmica em função da exigência de uma produção continua. Um modelo urbano e ecológico de produção contínua de olerícolas, em desenvolvimento na Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) desde 2010, busca a elaboração de ferramentas que permitam gerenciar o planejamento de produção de hortaliças. Este modelo se expressa através de um software que visa instrumentalizar o planejamento de plantio de hortaliças, de tal forma que, como resultado, se obtenha, a partir de uma área de plantio definida, uma produção contínua e diversificada que permita o auto abastecimento ou uma relação de abastecimento entre um grupo de hortas e um determinado grupo de consumidores urbanos. Essa tecnologia está sendo implantada num projeto piloto denominado Horta Familiar, que pode ser acessado em http://www.hortelar.com/ecoHortaLayoutHorta.php, e que permitirá que qualquer hortelão urbano se cadastre num sistema online, onde será possível desenhar sua horta de acordo com a área disponível e definir a quantidade de hortaliças desejada por semana. O sistema mantém uma horta virtual (matriz) acessada pelo hortelão, a qual orientará a localização dos módulos que precisam ser manejados em determinada semana para se obter a produção contínua das hortaliças planejadas em função do gosto do hortelão, da área disponível e das condições microclimáticas locais. Hortas familiares urbanas tais como as em desenvolvimento na PUC-Rio, que se baseiam exclusivamente em implementações de ordens empíricas, podem, em muito, se beneficiar do uso de tecnologias oriundas da agricultura de precisão, dentro do contexto familiar de auto abastecimento. Tais tecnologias, cuja origem advém da área de Ciência dos Solos, se baseiam no emprego de técnicas de monitoramento solo-clima-vegetação que, dentro do contexto da Engenharia Geotécnica, têm sido particularmente utilizadas na avaliação de problemas geo-ambientais envolvendo, por exemplo, aspectos relacionados ao desenvolvimento de processos erosivos e ruptura de encostas em solos não saturados. No presente Projeto as hortas existentes na PUC-Rio serão instrumentadas utilizando sensores de umidade e de sucção. Para cada tipo de hortaliça, curvas de retenção de umidade serão desenvolvidas. A qualidade das hortaliças em produção será avaliada a partir da análise de imagens digitais de alta resolução obtidas utilizando câmeras fotográficas e VANT e de análises químicas. Um sistema automatizado de irrigação de cada tipo de hortaliça será desenvolvido. Condições climáticas serão monitoradas utilizando estações climáticas. A partir de análises estatísticas dos conjuntos de dados solo-clima-vegetação obtidos, serão definidas melhores formas de produção contínua em uma horta eco-urbana.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tadeu Gomes Teixeira

Ciências Humanas

Sociologia
  • mercado de trabalho feminino e políticas públicas de trabalho, emprego e renda no maranhão: formação, características e tendências
  • O objetivo deste projeto de pesquisa é analisar a participação feminina no mercado de trabalho no Estado do Maranhão, indicando suas configurações e características e, simultaneamente, analisar as políticas públicas de trabalho, emprego e renda adotadas pelos governos estadual e em municípios selecionados (São Luís, Barreirinhas, Imperatriz, Balsas e Açailândia). A pesquisa buscará responder às seguintes questões: Como foi o processo de constituição, e as características, do mercado de trabalho no Maranhão a partir da década de 1960? Quais as características e dinâmicas de inserção e participação feminina no mercado de trabalho e, especialmente, das mulheres negras, no contexto socioeconômico atual? Concomitante a isso, as políticas públicas serão analisadas. Quais políticas e instituições foram criadas pelo Governo do Estado e nos municípios selecionados para fomentar a participação feminina no mercado de trabalho e propiciar a geração de emprego e renda? Como tais ações repercutiram no mercado de trabalho e na inserção feminina no mercado de trabalho em suas respectivas regiões? Para a realização da pesquisa, haverá uma articulação de métodos quantitativos e qualitativos. Além de dados das pesquisas domiciliares do IBGE (Censos Demográficos, PNAD Contínua e PNAD Contínua Trimestral), registros administrativos do Ministério do Trabalho também serão consultados (RAIS e CAGED), bem como uma análise documental e entrevistas com gestores públicos do Estado e dos municípios selecionados na etapa qualitativa.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tadeu Luis Tiecher

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estabelecimento da adubação em videiras visando aumento de produtividade, uvas e vinhos com qualidade enológica adequada
  • A vitivinicultura é uma atividade que possui grande importância no Sul do Brasil, especialmente no estado do Rio Grande do Sul (RS), que é o maior produtor nacional de uvas e vinhos, e onde uma das principais regiões produtoras é a Campanha Gaúcha, a qual vem crescendo em importância nas últimas décadas. Esta região caracteriza-se por possuir solos arenosos, naturalmente ácidos, com baixa fertilidade natural e baixo teor de matéria orgânica do solo. Desta forma, torna-se imprescindível a adubação dos solos com fertilizantes que contenham nitrogênio (N), fósforo (P) e potássio (K) para que se obtenham produtividades satisfatórias de uvas. Contudo, quando estas adubações são realizadas sem a utilização de critérios técnicos, podem alterar a composição e qualidade do mosto e dos vinhos produzidos a partir dessas uvas, além de potencializar a contaminação ambiental. O objetivo deste projeto é gerar informações que permitam aprimorar a recomendação de adubação à videira, visando a obtenção de maiores produtividades, uvas e vinhos de qualidade, evitando, também, a contaminação do solo e água. A presente proposta é composta de quatro estudos, sendo que o Estudo I tratará de “Parâmetros cinéticos relacionados à absorção de nutrientes em porta-enxertos de videiras”, onde será estudada a cinética de absorção de N em diferentes tipos de porta-enxertos de videiras utilizados na região da Campanha Gaúcha. Os demais estudos serão realizados em vinhedos comerciais que se encontram em plena produção, localizados na região da Campanha Gaúcha, município de Santana do Livramento, RS. O Estudo II abordará o “Estado nutricional, produtividade e composição do mosto de videiras submetidas a aplicações da dose de N recomendada via modos de fornecimento”, onde serão avaliados teores de N nas folhas e no solo, bem como a produtividade e características enológicas das uvas, como o mosto e o vinho, em função dos diferentes modos de fornecimento de N às plantas com as doses da atual recomendação oficial de adubação para a cultura da videira. O Estudo III tratará sobre o “Estado nutricional, produtividade e composição do mosto em videiras em início de produção, submetidas a aplicações de modos de fornecimento de doses de N”, em que serão avaliados os teores de N nas folhas e no solo, a produtividade e as características enológicas das uvas, como o mosto e o vinho, devido às diferentes doses e modos de fornecimento de N às videiras. Por fim, o Estudo IV avaliará o “Estado nutricional, produtividade e composição do mosto de videiras submetidas a aplicações de doses de P e K no solo”, onde serão avaliados os teores de P e K nos tecidos foliares e no solo, bem como a produtividade e qualidade do mosto derivados das uvas, em função das diferentes doses de P e K fornecidas às videiras. Espera-se com a realização dos estudos, identificar o comportamento de absorção de N em diferentes porta-enxertos de videiras utilizados atualmente, bem como o modo de fornecimento de N mais eficiente, preconizando a redução das perdas de N no sistema e a consequente contaminação ambiental, servindo como subsídio aos produtores e técnicos nas tomadas de decisão. A partir da identificação dos melhores modos de fornecimento, se espera estabelecer doses alternativas de N, baseadas em parâmetros de crescimento, produção e composição química do mosto e do vinho de videiras cultivadas em solos arenosos. Além disso, espera-se estabelecer as doses mais adequadas de P e K a serem aplicados a cada ciclo da cultura, para a obtenção de produtividades satisfatórias, aliada a produção de uvas e vinhos de qualidade enológica superior. A partir destes estudos, será possível aprimorar a atual recomendação oficial de adubação às videiras, com o intuito de maximizar os resultados econômicos dos viticultores e reduzir a possibilidade de contaminação ambiental ocasionada pelas adubações excessivas.
  • Instituto Federal Farroupilha - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tadeu Pereira Alencar Arrais

Ciências Humanas

Geografia
  • a erosão do tripé protetivo do estado social brasileiro – risco social e políticas de transferência de renda direta
  • A Aposentadoria Rural, o Benefício de Prestação Continuada e o Bolsa Família formam o tripé da política protetiva do Estado Social brasileiro. Esses programas de transferência de renda beneficiaram, em 2017, 48.043.779 pessoas com diferenciados graus de vulnerabilidade social. A ascensão de práticas neoliberais, traduzidas na redução de recursos e na concepção de que esse tipo de política desequilibra os mecanismos aparentemente naturais de competição individual, coloca em risco a existência desse Tripé Protetivo. É necessário, nesse contexto, investigar os impactos econômicos e sociais da erosão das políticas de transferências de renda no Brasil contemporâneo.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tagma Marina Schneider Donelli

Ciências Humanas

Psicologia
  • intervenção para o favorecimento da função reflexiva parental: implantação e avaliação de resultados
  • Estudos recentes têm reconhecido o papel da função reflexiva (FR) e da capacidade de mentalização (CM) parental como um processo fundamental e implícito às relações iniciais entre pais e filhos. No contexto dos cuidados parentais, tais construtos assumem lugar de destaque, pois referem-se à capacidade de perceber as crianças como indivíduos autônomos com necessidades, sentimentos e pensamentos próprios, e assim responder de forma mais eficaz ao comportamento infantil. Tanto a FR quanto a CM estão na base dos cuidados sensíveis. Intervenções para promoção destas capacidades vêm sendo estudadas e apresentando resultados promissores. Por isso, o objetivo desta proposta é implantar e avaliar os efeitos de uma intervenção psicológica sobre a função reflexiva parental. Para isso, propõe uma pesquisa intervenção, longitudinal, de caráter exploratório e comparativo, a ser realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de São Leopoldo, RS. Participarão pelo menos 100 duplas mãe-bebê, cujos bebês sejam egressos do Hospital Centenário e estejam em acompanhamento no Ambulatório de Bebês Egressos do Hospital Centenário, de São Leopoldo. Numa primeira etapa, as mães responderão à versão portuguesa do Parental Reflective Functioning Questionnaire (PRFQ), a fim de realizar sua adaptação cultural e semântica ao português brasileiro. Em seguida, será implantada a Intervenção para o Favorecimento da Função Reflexiva Parental. Na fase de pré-teste, as mães responderão uma Ficha de dados sociodemográficos e clínicos, a Entrevista de história de vida da mãe e relações atuais, a Entrevista sobre a maternidade e a relação mãe-criança, e ao CREDI – Caregiver Reported Early Development Instruments – Short Form. Mãe e bebê também participarão de uma sessão de filmagem da interação livre mãe-criança. Durante o período da intervenção, serão reavaliados a FR materna e o desenvolvimento infantil, e após a conclusão de avaliação serão reaplicados os instrumentos da fase pré-teste. Um grupo de casos também participará do follow up, a ser realizado após três meses da conclusão da intervenção. Pretende-se, com este projeto, propor uma intervenção eficaz e de baixo custo, que exija poucos recursos de infraestrutura, e que possa contribuir para a qualificação dos serviços oferecidos pela rede de saúde de São Leopoldo.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Tagore Trajano de Almeida Silva

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • diálogo entre as instituições baianas: cooperação, fortalecimento e consolidação da pesquisa na área dos novos direitos
  • No último ano, a Universidade Católica de Salvador vem, por meio de proposta de Programa de Pós-graduação (APCN), buscado fomentar o debate e discussão em torno do tema: Alteridade e Direitos Fundamentais como forma de criação de mais um centro de pesquisa sobre novos direitos na capital baiana. Atualmente, ainda no ano de 2018, apenas existe um Programa de Pós-graduação em Direito na capital da Bahia, tendo este em uma de suas linhas a discussão sobre novos direitos, os quais aqui englobam: bioética, biodireito, direito ambiental e direito animal. Esses campos de conhecimento têm sido escolhidos por centenas de alunos, nos programas de PIBIC/CNPq/FAPESB, ao decorrer dos anos, fazendo com que gerasse uma demanda de pesquisadores e estudiosos nesse tema aglutinados na Universidade Federal da Bahia. O intento da presente pesquisa é contribuir para a conscientização da comunidade acadêmica sobre a importância do diálogo com um novo polo de pesquisa que surge, promovendo aos novos grupos apoio e incentivo para o início de seus trabalhos. Acredita-se que a cooperação entre a UCSAL e a UFBA podem promover um novo momento no ensino dessas disciplinas no Estado da Bahia, contribuindo para cooperação, fortalecimento e consolidação da pesquisa e dos centros de pesquisa baianos. Pretende-se integrar o trabalho desenvolvido por um dos Programas mais antigos de Pós-graduação (UFBA) com os estudos pretendidos pela Universidade Católica do Salvador, visando o fortalecimento do novo centro de conhecimento da área jurídica no Estado da Bahia. O presente projeto visa fortalecer o trabalho desenvolvido pelo grupo de pesquisa relacionado à área de Bioética, biodireito, direito ambiental e animal. Atualmente a Bahia sofre de uma escassez de centros de produção de conhecimento na área jurídica, contando apenas com o curso desenvolvido pela UFBA na cidade de Salvador e outro em Guanambi, extremo sul do Estado. A Faculdade de Direito da UCSAL conta, atualmente, com 4.231 (quatro mil, duzentos e trinta e um alunos), e, por ano, confere o grau de Bacharel em Direito a cerca de 600 (seiscentos) alunos. Sendo assim, o diálogo entre os grupos de pesquisa do professor coordenador em ambos os centros permitirá o aprofundamento das pesquisas e cooperação das pesquisas existentes nas duas instituições. O Projeto será realizado em duas etapas, compreendendo o tempo total de 24 (vinte e quatro) meses. Durante os dois anos de atividades serão realizados seminários, debates e intercâmbio de informações entre os dois grupos de pesquisa do Professor Coordenador existentes em ambas as instituições. Será selecionado em cada ano, dois pesquisadores de iniciação científica, um de cada instituição participante para atuar no intercâmbio de conhecimento, sendo que no primeiro ano serão debatidos os temas relacionados à bioética e ao biodireito e no segundo ano os temas relacionados ao direito ambiental e direito animal. O presente projeto busca estabelecer um elo de cooperação entre dois grupos de pesquisa específicos liderados pelo Professor Coordenador e/ou Pesquisadores. O intento é criar uma rede de pesquisa e informação na área dos novos direitos, estimulando o diálogo local e global desses temas. A perspectiva do presente projeto é o de criar uma cultura de colaboração, fortalecimento e consolidação dos pesquisadores no campo dos novos direitos, promovendo o desenvolvimento da pesquisa na área jurídica no modelo estimulado pelos órgãos de fomento, tais como CAPES e CNPq. Modelos de colaboração institucional são incentivados junto às políticas educacionais, tendo sucesso no modelo de desenvolvimento das pós-graduações. Exemplos como o MINTER e DINTER, ou com os antigos projetos casadinhos, corroboraram para o amadurecimento dos pesquisadores e professores de novos centros de pesquisa brasileiros. A colaboração de centros maduros de formação corresponde em um papel fundamental na criação e continuidade de novos grupos de pesquisa que buscam surgir, permitindo o intercâmbio de práticas exitosas entres diferentes instituições e ratificação do caminho adotado por jovens intelectuais que surgem.
  • Universidade Católica do Salvador - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Taia Maria Berto Rezende

Ciências da Saúde

Odontologia
  • peptídeos de defesa do hospedeiro como proposta biotecnológica para processo regenerativos do complexo dentino-pulpar
  • Durante evolução do processo carioso ou em decorrência a fraturas dentárias complexas, a exposição do tecido pulpar pode ocorrer. Em algumas destas situações, o capeamento pulpar direto tem sido uma das formas terapêuticas. Os materiais mais empregados para terapia de capeamento consistem no hidróxido de cálcio [Ca(OH)2] e no agregado de trióxido mineral (MTA), que apresentam algumas desvantagens. Devido as propriedades antimicrobiana, anti-inflamatória e imunomodulatória relatadas, os peptídeos de defesa do hospedeiro (PDHs) podem desempenhar importantes funções no processo de reparo do complexo dentino-pulpar. Desta forma, este projeto objetiva avaliar in vitro o potencial dos PDHs IDR1018, DJK5, DJK6 e do material MTA em cultura pulpar primária. A concentração dos peptídeos e do MTA utilizadas serão avaliados no ensaio de MTT e migração celular. Os tratamentos com a concentração definida dos peptídeos e MTA serão avaliados em relação a citotoxicidade, no controle da produção de TGF-β, IL-6, IL-10 e óxido nítrico em cultura de célula pulpares primárias, pelos ensaios de MTT e Enzyme Linked Immunosorbent Assay (ELISA), respectivamente. Todos os experimentos in vitro serão conduzidos com estímulo adicional de antígenos mortos pelo calor de S. mutans, além da presença de IFN-γ. A morfologia celular após o emprego dos peptídeos e do MTA, será avaliada por microscopia eletrônica de varredura (MEV). A avaliação da possibilidade dos peptídeos em promover a diferenciação celular e estimular a biomineralização será por meio da análise de produção da fosfatase alcalina, coloração por vermelho de alizarina, além da avaliação da expressão dos genes marcadores de diferenciação de odontoblastos: ALP, DSPP e ON. Os resultados deste projeto podem auxiliar no desenvolvimento de novos produtos para a indústria odontológica, possibilitando o desenvolvimento de novas terapias conservadoras, com o intuito de possibilitar o processo de rizogênese completa e assim, diminuir risco de fraturas dentárias. Todo este conhecimento fornecerá maiores expectativa e qualidade de vida, além de permitir um grande avanço no campo da ciência, tecnologia e inovação do país.
  • Universidade Católica de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022