Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ana Amélia Moreira Lira

Ciências da Saúde

Farmácia
  • desenvolvimento de formulações farmacêuticas e cosméticas utilizando sistemas nanoestruturados para administração cutânea
  • A pele, o maior órgão do corpo humano, reveste a superfície externa do organismo, protegendo-o contra penetração de substâncias estranhas. Contudo, apesar da excelente barreira exercida pelo estrato córneo, a pele se mostra como uma promissora via para administração de fármacos e ativos cosméticos, uma vez que possui grande área superficial, é de fácil acesso, não invasiva e ricamente vascularizada. Os sistemas transdérmicos são formulações administradas na pele e que promovem a chegada do fármaco na corrente sanguínea, constituindo uma alternativa interessante para substituir a via oral e subcutânea. Por outro lado, a administração tópica é empregada para exercer efeito localizado, promovendo o acúmulo do fármaco nas camadas da pele. Dentro deste contexto, sistemas nanoestruturados constituem uma opção inovadora para o desenvolvimento de formulações tópicas e transdérmicas, fisiologicamente aceitáveis, capazes de veicular compostos lipofílicos e hidrofílicos, apresentando diversas vantagens quando comparados as terapias convencionais. A administração desses sistemas pela via cutânea pode promover a permeação na pele e a atividade farmacológica de fármacos e ativos cosméticos, diminuindo seus efeitos colaterais e melhorando sua eficácia terapêutica. Dessa forma, nosso grupo de pesquisa tem buscado desenvolver microemulsões e cristais líquidos, com o objetivo de obter formulações farmacêuticas e cosméticas mais seguras, eficazes e estáveis. Os sistemas serão caracterizados e avaliados quanto a liberação, permeação cutânea in vitro e efeito biológico in vitro e/ou in vivo, tais como tratamento de hipertensão, dor crônica, leishmaniose cutânea, atividade clareadora da pele e antienvelhecimento. Temos também investigado o mecanismo envolvido na promoção da permeação cutânea a partir dos sistemas individuais, comparando-os e selecionando os melhores sistemas para as finalidades pretendidas.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Beatriz Gorini da Veiga

Ciências da Saúde

Medicina
  • epidemiologia molecular de infecções respiratórias virais no rio grande do sul – suporte no combate a epidemias e pandemias
  • Infecções respiratórias virais são um problema de saúde pública, causando a morte de milhões de pessoas por ano no mundo. A vigilância das infecções respiratórias baseada na notificação dos casos e monitoramento dos vírus respiratórios circulantes é uma das estratégias de prevenção, controle e mitigação de epidemias e pandemias. A vigilância é voltada principalmente para os vírus influenza A (IAV) e B (IBV) e, atualmente, para o coronavírus SARS-CoV-2, que vem causando a pandemia de COVID-19. Outros vírus, como vírus respiratório sincicial (RSV), rinovirus (HRV), parainfluenza (hPIV), adenovírus (HAdV), metapneumovírus (hMPV) e outros coronavírus (HCoV) também podem causar doença respiratória grave, mas são subnotificados. A vigilância epidemiológica e a vigilância genômica de vírus respiratórios são importantes para: prevenção através do desenvolvimento de vacinas com cepas virais circulantes; planejamento das campanhas de vacinação de acordo com a sazonalidade viral; controle através do tratamento adequado e isolamento dos pacientes infectados; identificação de novos vírus/variantes e predição de mutações que possam conferir maior patogenicidade, resistência a antivirais e vacinas ou adaptação ao hospedeiro. O Rio Grande do Sul (RS) apresenta alta incidência de infecções respiratórias, entretanto ainda há escassez de estudos sobre esses vírus no RS. Com uma abordagem de epidemiologia molecular, este projeto analisará amostras respiratórias de pacientes com infecção respiratória no RS para: identificar vírus respiratórios através de qPCR e RT-qPCR; caracterizar os vírus por sequenciamento genético; estudar a filogenia e dinâmica viral; analisar mutações virais; analisar microbioma de nasofaringe para compreender o papel da microbiota bacteriana nas infecções virais; analisar dados clínicos e epidemiológicos. O projeto envolve pesquisadores de diferentes instituições e áreas, possibilitando aprofundar e expandir pesquisas do grupo, contribuindo para ciência no país.
  • Fundação Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Carolina de Campos

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • participa brasil: perfil de funcionalidade e incapacidade de crianças e adolescentes com paralisia cerebral
  • Embora a paralisia cerebral (PC) seja a principal causa de deficiência motora no mundo, no Brasil não há dados oficiais em termos de caracterização clínica, o que limita o planejamento de ações de saúde. Atualmente, o prognóstico e planejamento terapêutico são baseados em literatura internacional, sem alternativas adequadas para a realidade brasileira. O projeto PartiCipa Brasil é uma iniciativa multicêntrica que tem entre seus objetivos: (i) caracterizar clinicamente um grupo de crianças e adolescentes brasileiros com PC em termos da etiologia da PC, idade do diagnóstico, tipo e distribuição do comprometimento motor, e prevalência de deficiências associadas; ii) traçar um perfil de funcionalidade e incapacidade dos participantes, classificando-os nos sistemas de classificação da função motora grossa e habilidade manual; e (iii) explorar inter-relações entre componentes de funcionalidade segundo a Classificação Internacional de Funcionalidade (CIF) (atividade, participação e funções corporais) e determinantes de saúde (fatores contextuais). Trata-se de um studo multicêntrico, transversal, prospectivo, com aprovação dos comitês de ética institucionais. Serão incluídas 250 crianças e adolescentes com PC provenientes de diferentes regiões do Brasil, que serão classificados nos sistemas de classificação funcional Gross Motor Function Classification System (GMFCS) e Manual Ability Classification System (MACS). Fatores contextuais (questionário baseado na CIF), níveis de atividade (mobilidade, atividades diárias, social-cognitivo e responsabilidade) e participação, assim como funções corporais (percepção de esforço físico) serão avaliados remotamente. Será realizada uma análise descritiva para caracterização da amostra; modelos de regressão investigarão relações entre componentes de funcionalidade e determinantes de saúde. Estratégias para disseminação dos resultados incluirão publicações científicas, um workshop e elaboração de materiais em linguagem acessível
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Kruta de Araújo Bispo

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • desaprendizagem: um estudo em cursos de mestrado profissional na área de administração
  • Remover conhecimentos, hábitos ou práticas preexistentes nos direciona a um processo de ressignificação, isto é, à desaprendizagem. A partir dela é realizado o descarte intencional do conhecimento, de tecnologias, de ferramentas ou de práticas obsoletas, permitindo vir à tona o contínuo processo de aprendizagem, desaprendizagem e reaprendizagem, sendo que este último estágio só é possível a partir de mudanças que possibilitem a abertura para o novo. Apesar de diversos estudos terem sido realizados nas últimas décadas buscando compreender a desaprendizagem e sua relação com os processos de mudança organizacional, fazendo com que a temática na área de administração passasse a receber atenção, esse fenômeno ficou restrito aos estudos de aprendizagem organizacional, sugerindo uma lacuna nos estudos de Educação em Administração, especialmente aqueles voltados para os estudantes de cursos profissionais. Assim, este projeto busca compreender as implicações do processo de desaprendizagem de docentes e discentes de cursos de pós-graduação em Administração e sua relação com o desenvolvimento de novas competências. Nesse contexto, encontram-se os Cursos de Mestrado Profissional (CMP), cuja modalidade visa a aplicação prática e às necessidades do mercado de trabalho. Professores de CMPs desaprendem constantemente hábitos enraizados de forma a reaprender metodologias e técnicas para a transmissão do conhecimento prático aos estudantes que, por sua vez, passam por transformações constantes em seu processo de aprendizagem. Visando responder o problema de pesquisa, objetiva-se delimitar o processo de desaprendizagem de docentes e discentes de cursos de mestrado profissional em Administração no Nordeste brasileiro, compreendendo as implicações do fenômeno na prática docente e no ambiente de aprendizagem discente e sua relação com o desenvolvimento de competências. A pesquisa será desenvolvida a partir da complementação entre as abordagens qualitativa e quantitativa.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Prado Ribeiro e Silva

Ciências da Saúde

Medicina
  • fotobiomodulação na prevenção de mucosite oral em pacientes em uso de metotrexato em altas doses. estudo clínico prospectivo, randomizado e duplo-cego
  • Introdução: O metotrexato em altas doses (AD-MTX) é empregado como agente quimioterápico no tratamento de malignidades hematológicas; no entanto, não apenas células neoplásicas mas tecidos que apresentam altas taxas de proliferação são susceptíveis aos efeitos citotóxicos da droga. A Mucosite Oral (MO) é uma das principais toxicidades e quadros graves podem levar a interrupção do tratamento, afetando o prognóstico e sobrevida. A fotobiomodulação (FBM) é empregada com objetivo de prevenção e tratamento da MO, promovendo a cicatrização e analgesia. Objetivos: Avaliar a eficácia da FBM na prevenção de MO em pacientes em tratamento com AD-MTX; investigar a correlação entre dosagens séricas, urinárias e salivares de MTX e o desenvolvimento e severidade de MO e estabelecer um protocolo de FBM para pacientes em tratamento com AD-MTX. Desenho do estudo: Estudo cínico, prospectivo, duplo-cego e randomizado. Materiais e métodos: 80 pacientes que serão submetidos ao primeiro ciclo de AD-MTX serão distribuídos, de forma randomizada, Grupo 01 – FBM profilática: AD-MTX dose ≥ 1g/m2 (n=40) e Grupo 02 – FBM placebo (sham laser): AD-MTX dose ≥ 1g/m2 (n=40). O grupo FBM profilática será submetido a FBM nos 5 primeiros dias após a infusão de AD-MTX ou até doses plasmáticas inferiores a taxas ≥ 5-10 µmol/L após 24 horas, ≥ 1 µmol/L após 48 horas e ≥ 0.1 µmol/L após 72 horas. Os pacientes serão avaliados nos D10; D15 e D21 e o questionário de qualidade de vida EORTC-QLQ-30 aplicado no D0 e no D15 após infusão de AD-MTX. Análise estatística: Será realizado teste de correlação entre a dosagem de AD-MTX no sangue, urina e saliva. Os resultados obtidos por ELISA serão avaliados no programa GraphPadPrism 5.0 e análise de normalidade por Lilliefors. Resultados Esperados: Desenvolver um protocolo individualizado de FBM que seja aplicado na prevenção de MO e verificar a eficácia do uso da saliva como de método auxiliar para a dosagem de AD-MTX.
  • Fundação Faculdade de Medicina - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Ramos Moreno

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • mecanismos imunológicos envolvidos no efeito antitumoral de imunoterapias desenvolvidas para o tratamento de tumores: estudos pré-clínicos com foco em câncer de bexiga e tumores induzidos por hpv
  • Dentre as doenças não transmissíveis, o câncer se destaca como a segunda principal causa de morte mundial, sendo um importante problema de saúde pública. O tratamento do câncer sempre foi um desafio para os médicos. Sabe-se que o sistema imunológico desempenha um papel importante na defesa do corpo nos estágios iniciais do desenvolvimento do tumor. Essa luta pode ser vencida ou perdida uma vez que o tumor molda o destino do sistema imunológico, e esse resultado é a base para entender as ações de proteção do hospedeiro ou de progressão tumoral. Neste panorama, a imunoterapia se tornou um importante aliado na luta contra diferentes tumores. Um dos principais desafios é o desenvolvimento de abordagens terapêuticas eficazes, com o objetivo de direcionar a resposta imunológica a favor da atividade antitumoral. Nos últimos anos, nosso grupo dedicou esforços para desenvolver imunoterapias com foco no tratamento de câncer, particularmente tumores induzidos pelo Papilomavírus humano (HPV) e o câncer de bexiga, duas neoplasias que se destacam na clínica médica pela prevalência mundial. Para o câncer de bexiga, nossas imunoterapias são baseadas em Bacillus Calmette-Guérin (BCG) recombinantes, que expressam proteínas bacterianas com potencial adjuvante. Para o câncer induzido por HPV, nossa imunoterapia é baseada em uma vacina de DNA, que codifica a oncoproteína E7 do HPV-16 fusionada à glicoproteína D do Vírus Herpes Simplex-1, combinada a uma vacina de mRNA codificante para anti-CTLA-4. Neste projeto, estudaremos as respostas imunológicas locais e sistêmicas, o perfil de citocinas, e vias de sinalização induzidas pelas imunoterapias em dois modelos murinos: câncer ortotópico de bexiga e câncer induzido por HPV. Pretendemos determinar a relevância destes eventos na sobrevida dos animais e na ativação de uma imunidade protetora, e assim propor um desenho racional de vacinas e intervenções clínicas. Evidências científicas do grupo suportam a continuidade da pesquisa proposta.
  • Instituto Butantan - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Carolina Scarpel Moncaio

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • avaliação da operacionalização da prevenção e controle da doença do coronavírus pelos aspectos comportamentais no uso dos equipamentos de proteção individual - enfoque nos profissionais de saúde
  • O presente projeto de pesquisa congrega ações colaborativas entre os Departamentos de Enfermagem e Medicina de duas regiões do Brasil (Centro-Oeste e Norte): Goiás, sendo representado pelo Departamento de Enfermagem da Universidade Federal de Catalão e Departamento de Enfermagem da Fundação Universidade Federal de Rondônia, cuja liderança da pesquisa está sendo coordenada e desenvolvida pelo Grupo de Estudos Epidemiológico - Operacionais em Tuberculose, o qual atua de forma articulada à Rede Brasileira de Pesquisas em Tuberculose, voltados ao controle da tuberculose. Objetiva avaliar a operacionalização do uso de Equipamentos de Proteção Individual dos profissionais de saúde na prevenção e controle da COVID-19 nas instituições de nível secundário e terciário de dois municípios nas Regiões Centro-Oeste e Norte. Trata-se de um estudo com método misto com estratégia explanatória sequencial. A população do estudo será constituída por profissionais de saúde (nível técnico de enfermagem, enfermeiros e médicos), os quais responderão um questionário fechado e na etapa qualitativa os dados serão provenientes da aplicação de entrevistas semiestruturadas. Serão incluídos sujeitos acima dos 18 anos, no cumprimento ou exercício de suas funções durante a data da coleta de dados e com no mínimo seis meses de experiência profissional. Serão excluídos os profissionais de saúde em período de férias ou afastados por licença-saúde. Os dados serão inseridos no software SPSS 20.0 e analisados por meio da estatística descritiva. Utilizar-se-á a Análise de Correspondência Múltipla para verificar a relação entre as variáveis sociodemográficas, epidemiológicas e do uso dos Equipamentos de Proteção Individual. As entrevistas serão transcritas e organizadas no software Atlas.ti 7.0 e analisadas pelo referencial metodológico da Análise do Discurso. Os resultados deste estudo poderão oferecer subsídios para aprofundar conhecimentos e compreensão sobre a operacionalização do uso de Equipamentos de Proteção Individual dos profissionais de saúde na prevenção e controle da COVID-19 nas instituições de nível secundário e terciário, contribuindo para o planejamento, organização, monitoramento e avaliação da doença e contribuir para o desenvolvimento de pesquisas e formação de recursos humanos.
  • Universidade Federal de Catalão - GO - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Ana Carolina Simionato Arakaki

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • a publicação em linked data em bibliotecas: proposta teórica-metodológica para o sibisc
  • A abertura de dados tornou-se um desafio para as unidades de informação e entre outros gestores de dados e de conteúdo. Há uma demanda emergente para que esses dados sejam abertos e conectados para acesso, identificação, uso e reuso, principalmente no que diz respeito às tecnologias da Web Semântica. Nesse contexto, é problematizado o cenário da proposta, como fomentar a disponibilização e o acesso a dados de bibliotecas no contexto dos dados abertos conectados? Dessa forma, a proposta consiste em desenvolver uma matriz teórico e metodológica para as instituições brasileiras, em especial para bibliotecas, a fim que esse estudo propicie a abertura e conexão entre os dados. Como objetivos específicos, busca-se: identificar ferramentas e tecnologias para publicação de dados abertos conectados; analisar e realizar a curadoria e higienização dos dados de uma biblioteca para adequação dos procedimentos necessários para publicação de dados abertos conectados; construir diretrizes teórica-metodológicas para as bibliotecas publicarem dados abertos conectados. A pesquisa é classificada por uma natureza teórico e aplicada, qualitativa e exploratória. Foi selecionada para prova de conceito da proposta, os dados do Sistema Integrado de Bibliotecas do Município de São Carlos (SIBISC). Espera-se com os resultados obtidos, a pesquisa contribua com diretrizes metodológicas para bibliotecas brasileiras a publicarem seus dados abertos conectados. Além de estimular estas instituições a garantir a interoperabilidade, com a integração dos dados em catálogos, repositórios e banco de dados, à iniciativa Linked Data e a contribuição para o desenvolvimento da área de Ciência da Informação. É previsto como produtos dessa pesquisa, apresentação de trabalhos nos principais eventos da área de Ciência da Informação, nacionais e internacionais; a confecção de um evento científico para divulgação, por fim, a confecção de uma cartilha, com o passo-a-passo da publicação de dados pelas bibliotecas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Ana Caroline Meireles Soares

Outra

Divulgação Científica
  • snct 2021 – ifma - campus coelho neto: a transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta.
  • O presente projeto fundamentado pela Chamada CNPq/MCTI Nº 06/2021 tem como objetivo a realização da SNCT – Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2021 do IFMA Campus Coelho Neto como forma de integração da Ciência e da Tecnologia à população local. O evento ocorrerá de forma on-line e/ou presencial, levando em conta todos os protocolos elaborados no contexto da pandemia de Covid-19, com atividades a serem executadas através de oficinas, minicursos e mesas redondas abertas à comunidade. Os professores da instituição serão orientados a instigar e acompanhar os alunos no desenvolvimento de atividades que envolvam o tema da semana: A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta. Nesse sentido, universidades, escolas públicas e particulares serão convidadas a participar do evento, que possibilitará a integração de outras instituições de pesquisa da cidade de Coelho Neto, Duque Bacelar e redondezas na apresentação de trabalhos envolvendo a temática. As submissões dos trabalhos envolverão estudantes de quaisquer instituições de ensino que desejarem participar do evento, assim como a inclusão de apresentação de seminários e banners. Com este projeto, busca-se estabelecer uma relação de integração do IFMA com a comunidade, divulgando as pesquisas da instituição e ao mesmo tempo evoluindo em ciência e tecnologia, fomentando, assim, a investigação e a produção de conhecimento contextualizado com a temática da semana.
  • Instituto Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 07/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Ana Clara Cândido

Ciências Sociais Aplicadas

Ciência da Informação
  • gestão estratégica da informação e criatividade: análise e proposta da inovação aberta em unidades de informação
  • O volume e a diversidade de informações requerida nos processos de inovação reforça a ideia de que, inovar de forma isolada não é a melhor estratégia, reforçando a abordagem colaborativa, por meio da adoção de práticas de Inovação Aberta. A gestão estratégica da informação contribui para o sucesso do desenvolvimento de inovação e tomada de decisão. O uso e o compartilhamento do recurso ‘informação’ constituem desafios atuais quando se refere ao trabalho colaborativo envolvendo atores de diferentes naturezas (clientes, fornecedores, governo, academia, etc). Além da informação, o capital intelectual é aqui assumido como um dos fatores chave para o processo de inovação, representado a partir da inserção do atributo ‘criatividade’ nesta proposta. Pretende-se desenvolver instrumentos para a gestão da informação e a promoção da criatividade na implementação de práticas de Inovação Aberta em Unidades de Informação (bibliotecas, arquivos e museus; centros de informação no âmbito de empresas privadas). Aproximando as pesquisas empíricas já realizadas no âmbito das práticas de Inovação Aberta, bem como o uso da gestão estratégica da informação para amenizar o paradoxo das necessidades percebidas x dificuldades sinalizadas pelas organizações em operacionalizar o modelo de Inovação Aberta na prática. Serão selecionadas inicialmente quinze unidades de informação brasileiras para a realização de capacitação sobre as temáticas do projeto, atendimento de consultoria onde serão trabalhados caso a caso aspectos do projeto organizados em três módulos: informação para inovação, criatividade e estratégia. Cada um destes módulos terá material desenvolvido pela equipe deste projeto e acompanhamento na execução das aplicações práticas que poderão ser adaptadas e aprimoradas a partir do desempenho e feedback das unidades de informação participantes. O projeto integrará atividades docentes no âmbito de pesquisa, ensino e extensão nas instituições colaboradoras.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025