Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Tagma Marina Schneider Donelli

Ciências Humanas

Psicologia
  • intervenção para o favorecimento da função reflexiva parental: implantação e avaliação de resultados
  • Estudos recentes têm reconhecido o papel da função reflexiva (FR) e da capacidade de mentalização (CM) parental como um processo fundamental e implícito às relações iniciais entre pais e filhos. No contexto dos cuidados parentais, tais construtos assumem lugar de destaque, pois referem-se à capacidade de perceber as crianças como indivíduos autônomos com necessidades, sentimentos e pensamentos próprios, e assim responder de forma mais eficaz ao comportamento infantil. Tanto a FR quanto a CM estão na base dos cuidados sensíveis. Intervenções para promoção destas capacidades vêm sendo estudadas e apresentando resultados promissores. Por isso, o objetivo desta proposta é implantar e avaliar os efeitos de uma intervenção psicológica sobre a função reflexiva parental. Para isso, propõe uma pesquisa intervenção, longitudinal, de caráter exploratório e comparativo, a ser realizada em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de São Leopoldo, RS. Participarão pelo menos 100 duplas mãe-bebê, cujos bebês sejam egressos do Hospital Centenário e estejam em acompanhamento no Ambulatório de Bebês Egressos do Hospital Centenário, de São Leopoldo. Numa primeira etapa, as mães responderão à versão portuguesa do Parental Reflective Functioning Questionnaire (PRFQ), a fim de realizar sua adaptação cultural e semântica ao português brasileiro. Em seguida, será implantada a Intervenção para o Favorecimento da Função Reflexiva Parental. Na fase de pré-teste, as mães responderão uma Ficha de dados sociodemográficos e clínicos, a Entrevista de história de vida da mãe e relações atuais, a Entrevista sobre a maternidade e a relação mãe-criança, e ao CREDI – Caregiver Reported Early Development Instruments – Short Form. Mãe e bebê também participarão de uma sessão de filmagem da interação livre mãe-criança. Durante o período da intervenção, serão reavaliados a FR materna e o desenvolvimento infantil, e após a conclusão de avaliação serão reaplicados os instrumentos da fase pré-teste. Um grupo de casos também participará do follow up, a ser realizado após três meses da conclusão da intervenção. Pretende-se, com este projeto, propor uma intervenção eficaz e de baixo custo, que exija poucos recursos de infraestrutura, e que possa contribuir para a qualificação dos serviços oferecidos pela rede de saúde de São Leopoldo.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022