Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Carmen Cabanelas Pazos de Moura

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • hormônios tireoideanos e sirtuina 1 - interrelacoes no controle da hipertrofia e metabolismo oxidativo cardiacos
  • Os hormônios tireoideanos (HT) são importantes reguladores da função cardíaca e a disfunção destes hormônios está associada a prejuízos no metabolismo energético cardíaco e alterações eletrofisiológicas e tróficas. A sirtuina 1 (SIRT1), uma de-acetilase dependente de NAD+, está envolvida na regulação de vários processos celulares, tais como adaptação a restrição calórica, senescência, proteção anti-oxidativa, em vários tecidos, incluindo o coração. Demonstramos recentemente que a SIRT1 é alvo de regulação negativa por HT no fígado e no tecido adiposo marrom, uma vez que sua expressão proteica e atividade aumentam no fígado e no tecido adiposo marrom de camundongos hipotireoideos e diminui no dos hipertireoideos. Ainda, demonstramos que a relevância fisiológica desta regulação se expressa no estado de jejum, quando o aumento da expressão de SIRT1 é dependente da diminuição concomitante dos HT, estabelecendo assim mais um alvo de regulação deste hormônio e sua relevância fisiológica. A regulação negativa da expressão proteica da SIRT1 por HT também é observada no coração de camundongos hipertireoideos. Procuramos agora entender o mecanismo e a relevância funcional. A modulação da abundância da proteína não está correlacionada com alterações da expressão do seu mRNA, podendo sugerir que os HT levam a alterações pós-transcricionais na expressão de SIRT1. Investigaremos, em modelos animais e de cultura de de cardiomiócitos murinos neonatos, a possível participação da regulação da degradação proteassomal, dos micro RNAs e da modificação da taxa de tradução do mRNA. Adicionalmente objetivamos entender as interações funcionais da ação do T3 e da SIRT1 no metabolismo e hipertrofia celular. Os hormônios tireoideanos quando em excesso induzem hipertrofia cardíaca, que é considerada fisiológica pois não é acompanhada de disfunção ventricular, pelo menos em estágios precoces ou menos graves da doença. Em modelos de hipertrofia cardíaca patológica induzidos farmacologicamente ou por coartação da aorta, tanto a superexpressão de SIRT1 quanto a ativação farmacológica de SIRT1 foram capazes de diminuir a intensidade da hipertrofia e atenuar a redução da expressão de genes envolvidos no metabolismo de ácidos graxos. Vários mecanismos parecem estar envolvidos, inclusive efeitos anti-oxidativos. Sob condições normais, o metabolismo oxidativo de ácidos graxos é a principal fonte energética do miocárdio. A mitocôndria é importante alvo dos HT e estes induzem biogênese mitocondrial, porém no hipertireoidismo há aceleração do metabolismo que aumenta a demanda de energia pelo coração acima da capacidade de sua produção. Sabe-se que o PPARalfa, fator de transcrição nuclear, tem papel fundamental na expressão de genes envolvidos no metabolismo oxidativo de ácidos graxos. Além disto, a redução do PPARalfa está fundamentalmente envolvida no desenvolvimento da hipertrofia cardíaca induzida pelos hormônios tireoideanos e no dano mitocondrial no coração hipertireoideo. Além do PPARalfa, o PGC1 e o FOXO1 são importantes reguladores da biogênese mitocondrial e do metabolismo oxidativo do cardiomiócito. Ambos fatores são alvos da SIRT1, que os deacetila e assim modifica suas atividades transcricionais. A deacetilação de PGC1alfa ativa este fator aumentando sua translocação para o núcleo e o mesmo ocorre para o FOXO1. Postulamos que a regulação por HT de genes do metabolismo oxidativo de ácidos graxos e da atividade mitocondrial possa envolver a atividade da SIRT1, e, ainda, trazer consequências para a função e biogênese mitocondrial. Testaremos também a hipótese de que a atividade transcricional mediada pelo receptor nuclear de HT pode ser afetada pela ação da SIRT1 em outros fatores transcricionais como o PPAR alfa, FOXO1 e PGC-1alfa, importantes reguladores do metabolismo oxidativo cardíaco. Portanto, neste projeto estudaremos os mecanismos de interação de hormônios tireoidianos e sirtuina 1 no coração e sua repercussão sobre a hipertrofia cardíaca e o metabolismo cardíaco, utilizando cultura primária, de cardiomiócitos de ratos neonatos e camundongos hipertireoideos por tratamento com hormônio tireoideano, além de camundongos com expressão de receptor de hormonio tireoideano mutado que atua como dominante negativo, bloqueando em parte a sinalização por T3. Serão utilizadas culturas de cardiomiócitos de ratos neonatos incubadas por 1 e 4 dias com T3, na presença ou ausência de agonistas de sirtuina 1: resveratrol, e SRT1720 ou do inibidor farmacológico Sirtinol. Serão estudados a expressão de genes de proteínas chaves do metabolismo oxidativo; a respiração mitocondrial em oxígrafo de alta resolução; avaliação morfológica das células e das mitocôndrias, visando observar efeitos tróficos e distróficos; além da expressão de frações totais e deacetiladas de PPAR alfa, FOXO1 e PGC1 alfa e sua distribuição celular através de imunofluorescência. Procuraremos ainda, avaliar se há alterações de ATP e NAD+ nos cardiomiócitos que justifiquem o mecanismo pelo qual os HT poderiam modular a atividade de SIRT1. As doenças cardio-metabólicas são de alta incidência e prevalência e são acompanhadas de alta morbidade, estando associadas a obesidade e diabetes mellitus. Aplicações de ativadores farmacológicos de sirtuina 1 na terapêutica de tais doenças vem sendo propostos e testes em animais experimentais estão em andamento. Conhecer as interações fisiológicas desta enzima com outros fatores reguladores determinantes da saúde cardio-metabólica é importante para antever o sucesso da terapia, assim como os seus efeitos colaterais.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Ildes Rodrigues Fróes Asmus

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estudo longitudinal dos efeitos da exposição a poluentes ambientais sobre a saúde infantil. rio de janeiro / brasil – projeto pipa
  • Este estudo tem como proposta fornecer informação que permita a investigação e análise dos efeitos dos poluentes ambientais sobre o desenvolvimento das crianças, desde o período de gestação e nascimento, até a idade de 2 anos. Este é um estudo de coorte prospectivo, com foco nos efeitos sobre a saúde infantil da exposição a substâncias químicas (metais, pesticidas, plastificantes e poluentes atmosféricos), dispersas no ambiente ao qual as crianças estão expostas desde a concepção. A população de estudo será constituída por todas as crianças nascidas na Maternidade Escola da Universidade Federal do Rio de Janeiro, durante o período de 12 meses. A Maternidade Escola realiza cerca de 2.000 – 2.500 partos (normal ou cesárea) por ano. O protocolo de estudo prevê a coleta de 1) informações socioeconômicas, de lazer, trabalho, saúde e condições de moradia dos genitores; 2) exposições ambientais (ocupacional, intradomiciliar, alimentar, de lazer; 3) amostras biológicas maternas (sangue, urina, cabelo e leite) até a 32ª semana da gestação; 4) sangue do cordão umbilical, mecônio e urina dos recém-natos e informações clínicas do momento do nascimento; 5) amostras biológicas (urina e cabelo) e monitoramento clínico da população de estudo no período mínimo de 12 meses até a idade máxima de 24 meses de vida, quanto aos parâmetros relativos ao crescimento pôndero-estatural, intercorrências clínicas e desenvolvimento neurológico, motor, emocional e cognitivo.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Lucia Tancredo Borges

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • utilização de sistemas de armazenamento a baterias e usinas hidrelétricas reversíveis para mitigar a intermitência da geração eólica
  • O objetivo deste projeto é realizar uma análise das tecnologias existentes de armazenamento de energia de grande porte para sistemas de potência, com vistas a utiliza-los como forma de mitigar a variabilidade da geração eólica. Dentre as formas de armazenamento possíveis, será dado maior enfoque em sistemas de baterias e usinas hidrelétricas reversíveis (UHER), por se tratarem daquelas com maior aplicabilidade atualmente. Serão desenvolvidos modelos de operação para as baterias e para as UHERs que contemplem suas características particulares, tais como ciclos de carga/descarga e equações hidráulicas, respectivamente. Serão propostas estratégias de operação dos sistemas de bateria e das UHERs para integração ao sistema elétrico, que visam definir quando devem ser utilizados para armazenar energia e quando devem ser utilizados para injetar potência no sistema elétrico, sempre levando em consideração as limitações técnicas dos mesmos. O benefício da utilização dos sistemas de armazenamento será medido através de um modelo de avaliação da confiabilidade composta do sistema elétrico, que representará tanto a variação das fontes renováveis (eólica, pequenas centrais hidrelétricas e solar), a curva de carga horária e a operação dos sistemas de armazenamento integrados. Dessa forma será possível investigar a confiabilidade do sistema elétrico na presença de alta penetração de fontes variáveis de geração, com e sem sistemas de armazenamento integrados. Serão avaliados diferentes níveis de penetração de fontes renováveis e analisado qual o custo-benefício de utilizar diferentes tecnologias de armazenamento de energia, bem como dimensionar a capacidade de armazenamento necessária para atingir um nível de confiabilidade satisfatório. Este projeto permitirá, principalmente, fornecer ferramentas e informações para a tomada de decisões quanto à utilização de sistemas de armazenamento considerando as incertezas das fontes renováveis de energia.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Margarida Oliveira Alveal

Ciências Humanas

História
  • argumentações jurídicas sobre a propriedade da terra nos processo de primeira instância na américa portuguesa
  • A presente pesquisa pretende analisar as argumentações utilizadas nos processos de primeira instância em 3 vilas, a de Mariana (MG), a de Curitiba (PR) e a de Campos dos Goytacazes (RJ) que envolvam questões referentes à terra. Como processos de primeira instância são raros de encontrar, foi verificada a existência destes nestas 3 vilas. Portanto, pretende-se levantar e analisar tais processos com o intuito de analisar o uso de argumentos jurídicos usados na defesa dos interesses dos moradores relativos à posse da terra da América portuguesa. Longe de minimizar o direito, pretende-se perceber de que forma as partes litigiosas apegavam-se a direitos oriundos de uma gama variada, uma vez que a época estudada era caracterizada por um pluralismo jurídico ou multinormatividade, quando estavam em voga o início da conformação de um direito reinol, mas que ainda respeitava bastante direitos locais e costumeiros. Alia-se a essa pluralidade, a existência de uma realidade colonial diversa da do reino, o que contribui para complexificar a análise. Pretende-se também perceber a articulação desses argumentos com a produção dos principais juristas portugueses dos séculos XVI e XVII como Jorge de Cabedo, Antonio da Gama e Manuel Álvares Pegas que abordaram a questão da apropriação diferenciada de domínios, objetivando-se confrontar tais noções com as utilizadas pelos moradores da América portuguesa nos processos judiciais.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Regla Vargas

Ciências da Saúde

Farmácia
  • investigação da relação entre biomarcadores inflamatórios e de estresse oxidativo, os níveis de globotriaosilceramida (gb3) e marcadores bioquímicos de função renal em pacientes com doença de fabry: o efeito da terapia de reposição enzimática
  • A doença de Fabry (DF) é um erro inato do metabolismo causado pela deficiência da enzima α-galactosidase A (α-Gal A), sendo uma doença lisossômica de depósito ligada ao cromossomo X. A DF tem freqüência estimada de 1 caso para 40.000 indivíduos masculinos. Os sinais clínicos parecem ser causados pelo acúmulo de glicoesfingolipídeos, predominantemente globotriaosilceramida (GB3), sendo que o acúmulo de GB3 nas células renais leva a insuficiência renal progressiva, uma das principais complicações da DF. É interessante ressaltar que a terapia de reposição enzimática (TRE) com a enzima α-Gal A recombinante tem se mostrado capaz de estabilizar ou diminuir a progressão da nefropatia nos pacientes com DF. Outras alterações que acometem os pacientes estão relacionadas com problemas vasculares e cardíacos e alterações neurológicas. Nesse contexto, é importante ressaltar que os níveis de GB3 estão correlacionados e parecem induzir um estado pró-inflamatório e pró-oxidante em pacientes com DF. No entanto, os mecanismos envolvidos no dano tecidual dos pacientes estão totalmente esclarecidos. Assim é objetivo deste projeto de pesquisa investigar as interações entre os níveis urinários e plasmáticos de GB3, os biomarcadores inflamatórios (citocinas) plasmáticos, bem como a expressão de genes de alguns dos principais fatores e enzimas mediadoras entre a inflamação e as espécies reativas de oxigênio/ nitrogênio, parâmetros bioquímicos de estresse oxidativo e indicadores de função renal em pacientes com DF durante a TRE. Acreditamos que a execução do presente projeto poderá auxiliar na melhor compreensão dos mecanismos etiopatogênicos da nefropatia da DF e possibilitará a abordagem de novas estratégias terapêuticas para esta doença.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Sílvia Fávaro Trindade

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • extração, microencapsulação e aplicação de extrato rico em carotenoides obtido de subprodutos do processamento da abóbora (cucurbita moschata)
  • A abóbora é uma das hortaliças mais consumidas e cultivadas em todo o mundo. Trata-se de um vegetal apreciado devido às suas propriedades sensoriais e nutricionais, sendo excelente fonte de nutrientes e compostos bioativos, como os carotenoides. Porém, a geração de grandes quantidades de subprodutos provenientes de seu processamento resulta em custos operacionais às empresas, além de ser fonte de contaminação ambiental. Esse projeto tem por objetivo o aproveitamento dos carotenoides presentes no subproduto do processamento da abóbora (cascas e aparas) para obtenção de um pigmento com propriedades funcionais, bem como para enriquecer biomassa de levedura (também subproduto, mas da indústria cervejeira). O subproduto do processamento da abóbora será caracterizado. Deste será obtido um extrato rico em carotenoides que será avaliado quanto ao seu perfil cromatográfico, teor de carotenoides totais e atividade antioxidante. Como carotenoides são muito susceptíveis à degradação por isomerização e/ou oxidação, o extrato obtido será encapsulado por spray-drying. Por meio da técnica de biossorção, o extrato será também incorporado a uma massa de leveduras de descarte da indústria cervejeira pré-tratada, que em seguida será liofilizada. As partículas obtidas pelos dois métodos (spray drying e biossorção) serão caracterizadas. Será determinada ainda a eficiência de encapsulação, bem como a estabilidade do extrato rico em carotenoides, na forma livre, encapsulado e na biomassa, durante a estocagem. Além do estudo da liberação dos carotenoides desses sistemas em um sistema digestório simulado. Finalmente, as partículas mais promissoras serão utilizadas para preparo de produtos extrusados. Neste contexto, espera-se obter um pigmento e uma massa proteica enriquecida com carotenoides, ambos produtos inovadores e de alto valor agregado, obtidos a partir de subprodutos, atendendo à expectativa da indústria pela valorização e otimização de sua cadeia produtiva, bem como ao anseio dos consumidores por produtos mais saudáveis.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carmen Silvia Soares Pires

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • seleção e adaptação de abelhas sem ferrão e desenvolvimento de uma metodologia de criação massal para polinização de culturas em casas de vegetação
  • Esse projeto tem como objetivo principal avaliar a possibilidade de uso de diferentes espécies de meliponídeos, abelhas indígenas sem ferrão, na polinização de cultivos protegidos usando o tomateiro como cultura modelo. A partir de informações de literatura e usando critérios tais como ampla distribuição geográfica e facilidade de manejo, as espécies Frieseomelitta varia (moça branca), Melipona quadrifasciata (mandaçaia) e Scaptotrigona postica (mandaguari) foram selecionadas para os estudos desse projeto. Avaliaremos a capacidade dessas abelhas de se adaptarem às condições de casas de vegetação e para isso o comportamento de forrageamento das abelhas campeiras será estudado em arenas de 1,80m de altura X 2,40m de comprimento X 1,20m de largura. As espécies melhor adaptadas ao confinamento serão, na sequência, avaliadas em condições de casas de vegetação em áreas de produção comercial. Avaliaremos os serviços de polinização prestados pelas abelhas nas flores do tomateiro através de experimentos de exclusão, onde flores serão ensacadas e outras serão deixadas abertas para impedir ou permitir a visitação das abelhas. Medidas de produção (quantidade e qualidade dos frutos) serão tomadas para avaliar como a polinização influencia a produção do tomateiro. Finalmente, para aquelas espécies que melhor se adaptarem às condições das casas teladas e forem polinizadoras efetivas do tomateiro serão desenvolvidas metodologias de criação massal. Assim, esperamos obter uma metodologia para a criação de abelhas em escala que possa ser usada por empresas para o fornecimento de colmeias, com qualidade e quantidade, aos agricultores.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 03/07/2018-31/07/2021
Foto de perfil

Carol Virgínia Góis Leandro

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • projeto institucional de apoio à formação de doutores em áreas estratégicas da universidade federal de pernambuco
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 13/02/2020-12/02/2025
Foto de perfil

Carolina Amália Barcellos Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • effects of navitoclax® on the proliferation and progression of oral squamous cell carcinoma influenced by senescent oral fibroblasts: an in vitro study
  • Sabe-se que a carcinogênese oral não é dependente exclusivamente de mutações genéticas nas células epiteliais, mas sim da interação entre diversos componentes do microambiente tumoral. Dentre os componentes presentes no estroma, destacam-se os fibroblastos, os quais podem adquirir um fenótipo senescente e, consequentemente, apresentar um secretoma característico. Os componentes do secretoma senescentre têm sido apontados como fatores envolvidos nos mecanismos de crescimento e progressão tumoral de diversos tipos de neoplasias malignas. Ademais, novas terapias com alvo no estroma tumoral têm sido estudadas, dentre elas destacam-se os fármacos que atuam sobre os mecanismos de senescência celular. É proposto que esses fármacos possam induzir a apoptose seletiva de células senescentes, podendo atuar, portanto, em mecanismos envolvidos no processo de desenvolvimento e progressão tumoral. Além disso, os mecanismos pelos quais as células neoplásicas evadem o processo de apoptose são possivelmente similares aos mecanismos das células senescentes, portanto, esses fármacos podem ainda apresentar efeitos de indução de apoptose sobre as células tumorais. Com base nisso, o objetivo deste projeto é contribuir com o entendimento sobre o papel do secretoma de fibroblastos orais senescentes no desenvolvimento e progressão do carcinoma epidermoides de boca (CEB) e verificar o efeito de um fármaco experimental (Navitoclax®) sobre fibroblastos orais senescentes e células de CEB. Para isso, será testada a hipótese de que o meio condicionado proveniente de cultura de fibroblastos orais senescentes está associado com o crescimento e progressão do CEB, assim como a hipótese de que o Navitoclax® possa induzir a apotose seletiva de fibroblastos orais senescentes e células neoplásicas de CEB.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Baptista Menezes

Ciências Humanas

Psicologia
  • a relação entre meditação, regulação emocional e expressões vocais
  • A voz, assim como postura corporal, gestos, ou expressões faciais, também se caracteriza como uma manifestação impregnada de pistas sobre o estado afetivo do indivíduo que a produz. Porém, existe uma lacuna na investigação dos parâmetros da voz associados a experiências de menor excitação emocional, como no estado emocional e fisiológico produzido pela prática de meditação. Considerando a perspectiva da Teoria Polivagal e os estudos prévios de meditação que mostram seu efeito na modulação da excitação emocional e autonômica, o objetivo deste projeto é investigar se praticantes de meditação podem apresentar características específicas nos parâmetros vocais, autonômicos e emocionais em comparação a novatos e se estas características podem variar conforme o grau de experiência prévia com meditação. Serão analisados parâmetros vocais, de variabilidade da frequência cardíaca, de respiração, bem como o autorrelato de variáveis emocionais em 60 praticantes de meditação e 60 não meditadores pareados por variáveis sociodemográficas, antes e após uma sessão de 20 minutos de prática. Serão realizadas análises estatísticas com o Modelo Linear Geral (GLM) de medidas repetidas considerando os dois grupos (meditadores e não meditadores) e as duas condições (antes e após a sessão de meditação). Para a análise do tempo de experiência prévia, a GLM incluirá a covariável do nível de experiência em meditação. Para avaliar interações entre as variáveis, será utilizada Regressão Linear Múltipla. Quando necessário, análises complementares de ANOVA, Teste T e Correlação de Person também serão realizadas. Este estudo poderá produzir subsídios para o entendimento da relação entre parâmetros vocais e regulação emocional, a relação entre parâmetros vocais e outros parâmetros fisiológicos autonômicos, além de possibilitar uma compreensão de como a meditação pode auxiliar na regulação emocional com base em medidas que complementam as avaliações subjetivas e de autorrelato. Pode-se pensar nos potenciais impactos deste estudo especialmente a partir do principal desfecho primário (parâmetros vocais) e da relevância da prática de meditação. A voz humana é um dos sons mais frequentes no dia a dia de uma pessoa. Estima-se que os seres humanos gastam mais tempo ouvindo e analisando vozes do que qualquer outro som do ambiente. Logo, o estudo da relação entre voz e regulação emocional pode auxiliar no desenvolvimento de intervenções voltadas a condições clínicas em que há prejuízos na fala e/ou uso da voz (gagueira, afasia, mutismo, entre outros), a pessoas cegas que dependem da audição da voz para relacionar-se, a condições de ansiedade social, assim como para treinamento de grupos que fazem uso da voz, tal como artistas, professores, jornalistas, entre outros. O estudo do aspecto emocional da voz também pode ajudar a desenvolver tecnologias de reconhecimento de voz e comandos por voz. Já concernente à meditação, esta tem sido cada vez mais incorporada na área da psicologia e da saúde como uma ferramenta capaz de auxiliar na promoção de um funcionamento psicológico saudável, sendo uma técnica de baixo custo e de larga aplicação, já que pode ser adaptada a diferentes faixas etárias e diferentes contextos (p.e. educacional, clínico, organizacional, entre outros).
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Bioni Garcia Teles

Ciências Humanas

Sociologia
  • fiocruz-ro: popularização da ciência na sociedade e escolas
  • Na perspectiva de reduzir, ao longo dos anos, as diferenças sociais e econômicas presentes na região da Amazônia Ocidental, o Instituto Fiocruz-RO tem contribuído para a formação de especialistas, popularização da ciência e aplicações científicas práticas voltadas para o SUS na Amazônia. O desenvolvimento e o progresso da ciência e tecnologia requerem o comprometimento, continuidade de ações específicas e participação da comunidade; assim a equipe de pesquisadores da Fiocruz-RO entende a importância de investimento na promoção de ciência no ambiente escolar. Esses esforços podem ser capazes de promover uma educação mais dinâmica e contextualizada. Além de induzir o empoderamento dos alunos no processo de tomada de decisões, reflexões sobre problemas sociais que todos estão envolvidos. O objetivo é realizar diversas ações de divulgação científica para alunos e professores da rede de ensino fundamental do município de Porto Velho, Estado de Rondônia. Esta proposta fornecerá várias discussões, para produzir o melhor conhecimento sobre muitos campos da ciência, com auxílio de palestras, apresentações científicas, visitas ao instituto e oficinas práticas. Serão aplicados temas básicos envolvendo inovação científica e tecnológica voltada ao controle de doenças parasitárias, como as causadas por doenças microbianas e virais, bem como as doenças transmitidas por vetores e as adquiridas pela transmissão de água contaminada na Amazônia. Durante todo esse processo nós teremos a oportunidade de realizar a popularização do desempenho das pesquisadoras ‘mulheres’ atuais e de ícones femininos do Brasil e Mundo. Isso mostrará a importância da perspectiva feminina em ações científicas e unir esforços para garantir as mulheres em um ambiente de igualdade de emprego. Inspirado em experiências demonstradas, haverá a organização de “Feiras de Ciências” nas escolas com apresentação de materiais científicos e tecnológicos produzidos pelos alunos. Esse espaço formalizará a transmissão e produção de seus conhecimentos, materializando uma arquitetura informativa de importantes processos científicos, tornando o processo de aprendizagem menos dependente da educação formal e capaz de fornecer uma visão de como eles podem ser atores na solução de problemas e como promover o desenvolvimento tecnológico e científico na sociedade. A Fiocruz-RO premiará as melhores obras apresentadas, valorizando a ciência nas escolas como uma ferramenta transformadora no desenvolvimento social, útil não apenas à comunidade interna, mas também ao público em torno de sua extensão territorial. O foco de divulgação científica e tecnológica vai além das atividades no ambiente escolar. O objetivo é finalizar esta proposta, unindo ações em um ambiente aberto aos pesquisadores, educadores, estudantes e a população Rondoniense, que permitirá o acesso ao conhecimento científico produzido por diferentes instituições de ensino e pesquisa. Acreditamos que eventos populares como “Fiocruz Rondônia na rua” se tornarão um meio de aproximação da educação científica com a comunidade no âmbito das atividades de extensão e poderemos mostrar que as escolas de educação básica podem refletir sobre a mudança da popularização científica através da educação e empoderamento de novos atores na construção do conhecimento.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RO - Brasil
  • 15/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Carolina de Melo Bomfim Araújo

Ciências Humanas

Filosofia
  • capacidades e disposições: princípios explicativos da ação em platão e aristóteles
  • Este projeto pretende fortalecer a seção de Filosofia Antiga da linha de pesquisa em Filosofia da Ação do Programa de Pós-Graduação em Lógica e Metafísica (PPGLM-UFRJ). Ele reúne dois professores permanentes do programa, convergindo seus projetos individuais de pesquisa e suas equipes em um núcleo de trabalho integrado. Ele pretende analisar alguns princípios utilizados por Platão e Aristóteles para explicar as ações e caracterizar seus agentes, a saber, as noções de capacidade e de disposição. Embora essas noções correspondam de modo geral aos termos gregos dynamis e héxis, enquanto conceitos filosóficos elas dependem também de uma rede conceitual em torno da noção de alma (psykhé), que envolve as noções correlatas de movimento (kínesis), atividade (enérgeia), função (érgon), desejo (oréxis, epithymía), hábito (éthos) e ímpeto (thymós). A hipótese que estabelecemos de partida é de que, quando associados com essa rede conceitual, os princípios explicativos que pretendemos investigar se revelam como condições ou meios necessários para a ação, não sendo portanto suficientes para explicá-la. Acrescem-se a essa hipótese primeira duas ramificações. A primeira diz respeito aos limites que se impõem às noções de capacidade e disposição em sua função explicativa. Nossa hipótese é de que os dois princípios diferem em muito quanto a esse ponto: ao passo que grande suspeita recai sobre a legitimidade de uma teoria metafísica das capacidades, uma vez que um regresso parece estar envolvido nesse modo de explicação, o mesmo não ocorre com disposições, que se descrevem estados que necessariamente resultam em ação quando em certa circunstância. A segunda ramificação diz respeito ao modo de ativação de capacidades e disposições, e como cada uma das noções correlatas acima mencionadas garante que tais princípios sejam de fato explicativos para a ação. Este projeto se insere no projeto mais amplo de cooperação internacional “Dynamis na História da Filosofia” já assinado entre o PPGLM-UFRJ e as universidades de Ottawa (Canadá) e Roma La Sapienza (Itália) e submetido ao Edital Capes-Print. Ele também se configura como um projeto de formação de pesquisadores de nível internacional, contando com uma equipe de bolsistas de Iniciação Científica, Mestrandos, Doutorandos e Pós-Doutorandos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina dos Santos Batista Bonini

Ciências Agrárias

Agronomia
  • qualidade fisica e quimica de um latossolo vermelho em sistema de integração lavoura-pecuária após 3 anos de implantação
  • O sistema integração lavoura-pecuária visa a sustentabilidade, procurando explorar o máximo da área, além de diminuir os impactos sobre as propriedades do solo. O presente trabalho tem por objetivo estudar os atributos físicos e químicos de um Latossolo em um sistema de integração lavoura-pecuária após quatro anos de implantação do sistema. O delineamento experimental utilizado será em blocos casualizados, com três repetições e compostos por 7 tratamentos: 1 - Soja – Milho + B. ruziziensis (pastejo); 2 - Soja – Milho + Piatã (pastejo); 3 - Soja – Milho + Paiaguás (pastejo); 4 - Soja - Piatã (pastejo 2 anos) – Soja - Piatã (pastejo); 5 - Soja - Paiaguás (pastejo 2 anos) – Soja - Paiaguás (pastejo); 6 - Soja – milho (Plantio direto); 7 - Soja – milho (Preparo convencional). O experimento será realizado na Fazenda do grupo Facholi, no município de Caiuá/SP de janeiro/2019 a dezembro/2021, em solo classificado como Latossolo Vermelho. As avaliações a serem realizadas serão os atributos físicos do solo (estabilidade de agregados, porosidade do solo, infiltração de agua, resistência mecânica a penetração, umidade do solo), atributos químicos (teores de fósforo, potássio, magnésio e cálcio, matéria orgânica, pH, acidez potencial e calculadas as somas de bases, capacidade de troca catiônica e saturação por bases). As análises de solo serão feitas em duas camadas do solo; 0,00-0,10 e 0,10-0,20 m. Os resultados serão analisados efetuando-se a análise de variância, correlação simples e teste de Tukey a 5 % de probabilidade para a comparação de médias.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Ferreira de Matos Jauris

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • novos materiais baseados em nanoestruturas de carbono visando aplicações sustentáveis: síntese, caracterização e avaliação de toxicidade
  • Os nanomateriais de carbono representam uma classe diversificada de materiais, em sua maioria, com uma excepcional variedade de propriedades, o que os torna adequados para aplicações nas mais diferentes áreas de pesquisa. Há uma necessidade incisiva de procurar novas nanoestruturas de carbono por meio de métodos sustentáveis e de baixo custo, realizando seu papel em aplicações energéticas e ambientais. No entanto a maioria das estratégias convencionais de preparação desse tipo de material e de seus compósitos envolvem condições intensivas de energia e, portanto, elevado custo de produção. Nesse sentido, a síntese ambientalmente amigável de nanomateriais de carbono por meio de estratégias custo-efetivas é de grande relevância. Este projeto propõem avanços na síntese verde de vários nanomateriais de carbono e descreve suas aplicações sustentáveis para o armazenamento e geração de energia, remediação e purificação ambiental, sem deixar de lado a avaliação de toxicidade dos materiais desenvolvidos. Para tal o projeto conta com uma equipe interdisciplinar buscando não o somente aplicações tecnológicas, mas também a compreensão dos processos básicos envolvidos em cada etapa.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Fischinger Moura de Souza

Ciências da Saúde

Medicina
  • perfil de vitaminas do complexo b em pacientes com glicogenoses hepáticas e seus possíveis determinantes
  • As Glicogenoses (GSD) são doenças genéticas que resultam em alterações no metabolismo do glicogênio. Estas condições podem ser classificadas em diferentes tipos, nomeadas de acordo com o defeito enzimático específico e os órgãos afetados. Para o tratamento das GSD hepáticas, a estratégia mais comumente utilizada é a administração frequente de amido de milho cru, visando a manutenção da normoglicemia e a prevenção de distúrbios metabólicos secundários. Restrições e suplementos alimentares são realizados de acordo com os diferentes tipos de GSD. As restrições alimentares impostas pelo tratamento, bem como, o grande consumo de amido de milho como fonte de carboidrato podem levar a deficiências nutricionais em pacientes com GSD hepáticas. Pouco se sabe em relação ao perfil de vitaminas do complexo B apresentados por esses pacientes, visto que além da deficiência no seu consumo, pode haver uma interação dessas vitaminas com o alto consumo de carboidrato proveniente de uma fonte altamente refinada, sendo que existem relatos de caso de deficiências graves de vitaminas do complexo B nesses pacientes. O objetivo do presente estudo é avaliar os níveis de vitaminas do complexo B apresentados por pacientes com Glicogenoses hepáticas e sua associação com variáveis clínicas e de tratamento. Será conduzido um estudo transversal, observacional, onde serão coletadas amostras de sangue de pacientes com Glicogenose Hepática (Ia, Ib, III e IXa, IXb, IXc) para dosagem de vitaminas do complexo B ((vitamina B1 (tiamina), B3 (niacina), B6 (piridoxina), B7 (biotina), B9 (ácido fólico) e B12 (cobalamina)). Além disso, serão coletados dados clínicos e de tratamento, bem como, aplicados inquéritos alimentares de 3 dias para avaliação do consumo de nutrientes. Assim será possível avaliar possíveis variáveis que influenciam o perfil de vitaminas do complexo B em pacientes com GSD hepática. Devido à natureza translacional deste estudo, espera-se gerar dados que possam embasar a avaliação do perfil nutricional de vitaminas do complexo B nos pacientes com GSD hepática e que embasem o uso de complementos nutricionais para prevenção de comorbidades nesses pacientes.
  • Hospital de Clínicas de Porto Alegre - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Hassibe Thomé

Ciências da Saúde

Medicina
  • isolamento e caracterização de exossomos durante a transição epitélio-mesenquimal em câncer de ovário.
  • As células podem responder de diferentes maneiras a estresses aos quais são submetidas. Essas respostas variam conforme a duração do estímulo estressor e o tipo celular, podendo variar desde respostas de sobrevivência até morte celular. Esse tipo de resposta ao estresse celular causa um aumento na secreção de vesículas pelo retículo endoplasmático e aparelho de Golgi, que quando são secretadas por essas células passam a denominar-se exossomos. Presentes nos fluidos corporais como sangue, urina, saliva e liquor, essas microvesículas possuem em sua composição mRNAs, microRNAs, RNAs não codificantes, proteínas citoplasmáticas e de membrana, como receptores e moléculas do complexo MHC que são candidatos à biomarcadores de doença. Estudos recentes apontam que a comunicação intercelular pelos exossomos pode modular a expressão gênica da célula alvo, assim como processos de crescimento, divisão e diferenciação celular, resposta ao estresse, sobrevivência celular e apoptose. Além disso, os exossomos presentes nas células tumorais, influência na progressão tumoral e no desenvolvimento de metástases. Devido às suas propriedades e presença em fluidos corporais onde podem ser coletados, os exossomos estão se tornando candidatos promissores a novos biomarcadores para realização de diagnósticos precoce e prognóstico de inúmeras doenças, como o câncer de ovário. Neste projeto, avaliaremos a liberação desses exossomos, caracterizando o perfil proteômico durante a Transição Epitélio-Mesenquimal (EMT), que representa um modelo de progressão tumoral. Proteínas relevantes identificadas serão validadas em amostra de fluído intra-tumoral proveniente de pacientes com câncer de ovário através da análise proteômica dirigida.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Joana da Silva

Ciências Biológicas

Ecologia
  • dinâmicas ecológicas na planície de inundação do alto rio paraguai
  • Vide projeto anexo
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/01/2017-31/12/2020
Foto de perfil

Carolina Montanheiro Noronha

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • desenvolvimento de nanocompósitos contendo nanopartículas carregadas com óleo essencial para aplicação em embalagens ativas e sustentáveis para alimentos.
  • Os óleos essenciais presentes em diferentes matérias-primas vegetais são substâncias que apresentam elevada atividade antioxidante, em função de sua capacidade de neutralizar e sequestrar radicais livres, além de possuírem propriedades antimicrobianas. Essas propriedades os tornam atraentes aditivos para a indústria de alimentos para aumentar a segurança e o tempo de prateleira dos produtos. No entanto, a utilização dos óleos essenciais apresenta algumas limitações devido às suas características de alta volatilidade e instabilidade química frente às condições diversas no processamento de alimentos. A nanoencapsulação desses compostos bioativos é uma alternativa para a manutenção de suas propriedades benéficas, além da liberação controlada. A incorporação de nanopartículas carregadas de óleos essenciais em matrizes biopoliméricas, ou seja, materiais biodegradáveis provenientes de fontes renováveis, pode influenciar o setor de embalagens de alimentos. Além de melhorar as características do material, pode promover também uma funcionalidade adicional, como antimicrobiana e antioxidante, para o desenvolvimento de embalagens ativas. Neste projeto, propomos desenvolver nanocompósitos a partir de biopolímeros com a inclusão de nanopartículas de fontes naturais contendo diferentes óleos essenciais para aplicação e embalagens ativas, biodegradáveis e sustentáveis. Pesquisas anteriores realizadas pelo nosso grupo mostraram resultados promissores no âmbito de nanocompósitos e embalagens ativas para alimentos. No entanto, o principal desafio é o desenvolvimento de novos materiais que possam substituir os materiais derivados do petróleo. É preciso que suas características de propriedades mecânicas, resistência, molhabilidade e durabilidade sejam próximas aos plásticos tradicionalmente utilizados pela indústria de alimentos. Além disso, é necessário que os óleos essenciais sejam capazes de substituir os conservadores sintéticos, apresentando propriedades antimicrobianas e atividade antioxidante semelhantes a esses.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Munari Rodrigues

Ciências Agrárias

Agronomia
  • estudos funcionais de patógenos fúngicos causadores de doença em citros
  • Citros é uma das culturas mais importantes do mundo. O Brasil se destaca como o maior produtor, respondendo por mais de 60% da produção mundial de suco de laranja. Apesar de ter como principal espécie produzida a laranja doce, as tangerinas e alguns de seus híbridos, especialmente os híbridos com laranja doce (tangores), possuem grande importância especialmente no mercado nacional de frutos in natura. Apesar dos números expressivos de produção e exportação, essa cultura sofre problemas principalmente de ordem fitossanitária devido ao grande número de pragas e doenças. Entre elas destacam-se doenças causadas por fungos como mancha preta dos citros (MPC), qual afeta quase todas as variedades de citros, e a mancha marron de alternaria (MMA), responsável por grandes prejuízos na produção das tangerinas e seus híbridos. Apesar da importância dessas doenças são escassos os estudos sobre a interação desses patógenos, Phyllosticta citricarpa e Alternaria alternata, com seus respectivos hospedeiros. Nosso grupo já iniciou estudos da interação P. citricarpa/citros e identificou as respostas tanto da planta quanto do fungo no momento da interação. Esse trabalho nos levou a fortes indícios de como a planta responde a presença desse fungo, levando a formação dos sintomas típicos da doença. Além disso, identificamos quatro efetores, quais foram caracterizados quanto à repressão da reação de hipersensibilidade. Porém, ainda muitos outros efetores identificados nesses trabalhos faltam ser caracterizados. Além disso, para o patossistema MMA ainda não existe esse tipo de estudo. Portanto, baseados nos genes já encontrados através dos trabalhos de expressão gênica (P. citricarpa/laranja doce), além dos dados de Dual RNA-seq de tangor Murcott/ A. alternatia que serão gerados nesse trabalho, nossa proposta é continuar os estudos funcionais desses fungos através da técnica de RNA interferente, a qual vem sendo uma relevante ferramenta para análises de função gênica e controle de patógenos. Os genes alvos serão silenciados, seguido da avaliação fenotípica desses mutantes. Assim, sugerirão regiões genômicas com potencial uso como alvos para o controle de P. citricarpa e A. alternata. O desafio principal da fitopatologia atualmente está no entendimento dos mecanismos na interação do patógeno com seus hospedeiros durante o processo infeccioso. Como já dito, os patógenos são capazes de secretar inúmeras moléculas efetoras durante o processo infeccioso. A manipulação das defesas do hospedeiro depende da secreção regulada e da cooperação de uma complexa mistura de proteínas efetoras. Tanto para P. citricarpa quanto para A. alternata a identificação e o entendimento de como essas moléculas efetoras agem no processo de infecção de laranja doce e tangor Murcott, respectivamente, são de extrema importância para o melhoramento genético visando o controle das doenças por esses fungos causadas.
  • Instituto Agronômico de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Carolina Nicoletti Ferreira

Ciências da Saúde

Nutrição
  • influência do isolamento social decorrente da pandemia do covid-19 nas escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais
  • Acredita-se que o período de quarentena e isolamento social decorrente da pandemia do COVID-19 altere as escolhas alimentares e consumo de alimentos de mulheres com diferentes estados nutricionais. As mudanças das escolhas alimentares se realizadas de forma negativa, ou seja, com redução do consumo de alimentos in natura (devido ao acesso reduzido a supermercados, hortifrútis e varejões ou pelo maior custo) e aumento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados (pela maior durabilidade e poder de estocagem desses) pode acarretar no ganho excessivo de peso e desenvolvimento, em curto e longo prazo, de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como diabetes mellitus, hipertensão arterial, dislipidemias e câncer. É neste cenário, portanto, que a presente proposta se situa. Considerando o Plano de ações estratégicas para o enfrentamento das DCNT, que visa preparar o Brasil para enfrentar e deter estas doenças, é imprescindível o conhecimento de como pandemias, principalmente aquelas que exigem isolamento social, afetam os hábitos e escolhas alimentares da população para que estratégias adequadas sejam implementadas frente a essas situações, preparando e melhorando o processo de cuidado e atenção à saúde. Assim, o presente estudo tem como objetivo geral avaliar influência da quarentena e isolamento social por COVID-19 sobre os determinantes das escolhas alimentares de mulheres de diferentes estados nutricionais. Para tal serão elegíveis para o presente estudo indivíduos do sexo feminino com idade igual ou superior a 19 anos. As voluntárias serão recrutadas por divulgação online em redes sociais (Facebook, Whatsapp e Instagram) em todo o território nacional e serão convidadas a preencherem, de modo online, questionários autoaplicáveis. Por meio desses questionários serão coletados dados pessoais, socioeconômicos, demográficos, antropométricos e referentes aos hábitos e consumo alimentar. Em relação aos indicadores alimentares, será aplicado um questionário com perguntas referentes a práticas culinárias, frequência de compras em mercado, varejos e de uso de serviços de entrega de refeições (delivery) (antes da quarentena e durante a quarentena). Ainda, será pedido às voluntárias o preenchimento de um diário alimentar do dia anterior. Os dados serão tabulados, com o auxílio do programa Dietbox (versão online). As preparações alimentares serão desmembradas em alimentos e ingredientes, os quais serão avaliados perante o grau de processamento – Classificação NOVA (in natura ou minimamente processados, processados ou ultraprocessados ou ingredientes culinários processados). Para análise estatística dos dados as voluntárias serão divididas em dois grupos de acordo com seu estado nutricional classificado pelo índice de massa corporal (IMC): 1) eutrófica e 2) com sobrepeso ou obesidade. Serão utilizados teste t para amostras independentes ou teste de Mann-Whitney, teste de Fisher ou qui-quadrado, além de modelos de regressão linear e logística (p < 0,05).
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022