Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Spartaco Astolfi Filho

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento de terapia genética baseada em vetor viral multivalvo para o tratamento do alzheimer
  • Aproximadamente 50 milhões de pessoas possuem demência no mundo. No Brasil, aproximadamente 1,2 milhão de pessoas possuem DA, acredita-se que a prevalência nacional é mais alta que a mundial. O Alzheimer é uma doença neurodegenerativa de causa multifatorial, sendo uma de suas principais causas definidas, a formação de placas derivadas do acúmulo de uma proteína chamada Beta-Amilóide. As placas de Beta-Amilóides são formadas da clivagem de uma proteína maior encontrada na membrana chamada Proteína Precursora de Beta-Amilóide – APP. Em grande parte dos pacientes com Alzheimer foi identificado um aumento na expressão do mRNA da Proteína Precursora de Beta-Amilóide, o que pode contribuir para o acúmulo de beta-amilóide e formação das placas. Posto isso, através da técnica de RNA de interferência (RNAi), será diminuída a expressão do RNA mensageiro da Proteína Precursora de Beta-Amilóide, Beta secretase e TAU acarretando em uma diminuição na produção da proteína Beta-Amilóide, reduzindo seu acúmulo e formação das placas de Beta-Amilóide, assim como, ocorrerá o silenciamento de miRNAS que atuam como silenciadores de Alfa secretase atráves da atividade de um RNA circular. Com base em buscas realizadas na base de dados do Instituto Nacional de Propriedade Industrial – INPI, estimamos que este produto será o primeiro produto comercial brasileiro que atuará diretamente em uma das causas conhecidas da doença, através da inovadora técnica de terapia celular a base de RNA de interferência. Atualmente são distribuídos pelo Sistema Único de Saúde 4 medicamentos que atuam apenas na redução dos efeitos do Alzheimer: donepezila, galantamina, rivastigmina e memantina. Os medicamentos: donepezila, galantamina, rivastigmina são todos inibidores da acetilcolinesterase, uma enzima que degrada um importante neurotransmissor, a acetilcolina, a memantina é um medicamento antagonista do receptor N-metil D-Aspartato - NMDA utilizado como neuroprotetor no tratamento sintomático da doença.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2023