Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Harald Rene Klammler

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • análise dos mecanismos de recarga dos aquíferos urucuia e são sebastião através do uso de isótopos ambientais: contribuições para a gestão integrada de águas
  • O gerenciamento de recursos hídricos vem sendo praxe, desde longo tempo, em diversos países. O estudo e acompanhamento sistemático da explotação e contaminação dos aquíferos vem permitindo a adoção de medidas efetivas de gestão, visando à utilização racional desses recursos. Nesse contexto se inserem os dois aquíferos principais da Bahia, o Urucuia e São Sebastião, que vêm sofrendo intensa utilização das suas águas para atividades agrícolas e industriais, sendo necessária a definição de parâmetros específicos para a sua utilização racional e conservação. A recarga e tempo de residência de aquíferos são parâmetros fundamentais dentro do ciclo hidrológico. O seu conhecimento permite um melhor gerenciamento dos recursos hídricos e do uso do solo, também permitindo minimizar impactos adversos de transporte de contaminantes. Contudo, grandes incertezas permanecem em relação a diversos processos do ciclo hidrológico incluindo (1) a formação de infiltração profunda através da zona de solo, e (2) o armazenamento e transporte vertical da umidade infiltrada através da zona não-saturada de até 100 m e mais de espessura na região Urucuia, por exemplo. Enquanto (1) determina a quantidade efetiva de recarga, o conjunto de (1) e (2) determina a dinâmica dessa recarga no momento de atingir o lençol freático. Buscamos determinar a relevância destes processos no balanço hídrico dos dois aquíferos de estudo em termos de (1) armazenamento de volumes de água correspondentes a vários anos de recarga, (2) atraso de recarga até a zona saturada de vários anos, e (3) amortecimento de picos sazonais. Propomos a avaliação dos mecanismos de recarga através de amostragem e análise de isótopos ambientais de 2H e 18O com sensibilidade a evaporação na zona de solo, e de 3H, 13C e 14C para datação e estimativas de tempo de trânsito da recarga até a zona saturada. Elas serão feitas, levando em consideração a sazonalidade, em poços profundos, em águas superficiais e de precipitação.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Haroldo Cavalcanti Pinto

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • tratamentos a plasma da liga de mg zk60 utilizando descargas dc e hipims para geração de superfícies bactericidas para fins ortopédicos e odontológicos
  • As ligas de Mg têm se mostrado como alternativas aos implantes já em uso. O interesse se dá pelas características biodegradáveis e atóxicas do Mg. O uso de implantes causa infecções por bactérias e de difícil combate, como no caso de portadores de Diabetes Mellitus ou Câncer. Uma via para evitar complicações é a adição de agentes bactericidas ao biomaterial. A modificação de superfícies para incorporação de tais agentes tem sido proposta por sua versatilidade e baixo custo. A tecnologia HiPIMS é uma variante da pulverização catódica, em que pulsos de potência curtos (µs) e elevados são gerados a fim de evaporar grande quantidade de material ionizado do alvo e promover a implantação de íons na superfície. Este projeto propõe aliar as linhas de pesquisa do coordenador para desenvolver tratamentos a plasma usando descargas DC e HiPIMS para implantação controlada de Ag e Cu na superfície da liga ZK60 para fins ortopédicos e maxilo faciais. Potência média, frequência e tempo de pulso, bias e material do alvo serão otimizados. Após a implantação, as ligas serão caracterizadas quanto à sua microestrutura, morfologia de superfície, composição química, fases, tensões residuais e integridade mecânica. O caráter antimicrobiano conferido pela implantação iônica será avaliado através de ensaios de disco de difusão e proliferação de biofilme para bactérias. Os efeitos da adição de Ag e Cu na biocompatibilidade da liga serão mensurados através de ensaios usando células ósseas humanas in vitro. A degradação das ligas em Simulated Body Fluid será estudada através de ensaios de corrosão e integridade mecânica. O proponente tem experiência no tratamento iônico de superfícies usando as tecnologias DC e HIPIMS, bem como no processamento metalúrgico e na corrosão da liga ZK60. Este projeto é interdisciplinar e pressupõe competências em engenharia de superfícies, avaliação biológica de superfícies e biomateriais, justificando a diversificada equipe de pesquisa envolvida neste trabalho.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 02/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Haroldo Fraga de Campos Velho

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • assimilação de dados por redes neurais
  • A descrição da maioria dos fenômenos físicos por meio de equações diferenciais envolve erros de modelagem. Para sistemas operacionais de previsão, uma estratégia para mitigar erros de modelagem é adicionar alguma informação real do sistema físico ao modelo matemático. Esta informação adicional consiste de observações (valores medidos) do fenômeno que se deseja modelar. No entanto, os dados observados devem ser inseridos com cuidado para evitar uma degradação no desempenho da previsão. Técnicas de assimilação de dados são ferramentas que combinam de modo eficaz observações com dados de modelos físico-matemáticos para a determinação do dado de análise (condição inicial que é usada para executar o modelo de previsão. Esse processo é fundamental na prática operacional da previsão numérica do tempo, circulação oceânica, previsão ambiental e dinâmica da ionosfera. O presente projeto tem por meta utilizar redes neurais artificiais como uma técnica de assimilação de dados aplicada a modelos de dinâmica de fluidos geofísicos. As redes neurais devem garantir a qualidade da análise e apresentar grande ganho no desempenho computacional.
  • Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais - SP - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Haroldo Reis Alves de Macedo

Ciências Humanas

História
  • iv feira científica para estudantes de ensino médio do piauí – iii fece²mpi
  • O Piauí possuí IDH 0,646, com grande maioria dos municípios com valores médios próximos de 0,560, contrastam, por exemplo, com São Paulo que é de 0,783, maior IDH estadual do país. Nesse contexto de profundas desigualdades, as proposições de ações que envolvam ciência e tecnologia podem vir a ser ferramentas de buscas de minimização das consequências dessas diferenciações sociais. Com efeito, a presente proposta inter/transdiciplinar visa estimular a produção e divulgação científica no Piauí, sobretudo sobre o Tema da SNCT 2021 a ser escolhido, bem como a divulgação dos produtos oriundos dos trabalhos apresentados durante as atividades propostas. O projeto visa atender à população por meio de feiras científicas em sedes das regiões: Parnaíba no território Planície Litorânea (11 municípios), Pedro II no território Cocais (22 municípios), Teresina no território Entre Rios (31 municípios), Campo Maior no território Carnaubais (16 municípios), Valença do Piauí no território Vale Do Sambito (15 municípios), Picos no território Vale Do Rio Guaribas (23 municípios), Paulistana no território Chapada Vale Do Rio Itaim (16 municípios), Oeiras no território Vale Do Canindé (17 municípios), São Raimundo Nonato no território Serra Da Capivara (18 municípios), Floriano no território Vale Dos Rios Piauí e Itaueiras (19 municípios), Uruçuí no território Tabuleiros Do Alto Parnaíba (12 municípios) e as cidades Bom Jesus/Corrente no território Chapada Das Mangabeiras (24 municípios). A proposta de feira de ciências aqui apresentada pretende atender alunos de escolas públicas da Educação Básica de todos os municípios do Piauí, para o atendimento dessas municipalidades, buscar-se-á o apoio das Secretarias Estadual de Educação e dos municípios, através da Associação Piauiense De Municípios – APPM e A União dos Dirigentes Municipais de Educação do Piauí (Undime-PI), para que os alunos com trabalhos de feira de ciências apresentem em eventos nas sedes de execução desta proposta, envolvendo, também, a população em geral nas etapas regionais e estadual em todo Piauí em sua quarta edição. Trata-se de uma proposta que visa estimular a produção científica de jovens do ensino médio, bem como a divulgação dos produtos oriundos destas pesquisas. Para tanto os alunos envolvidos deverão desenvolver projetos nas diferentes áreas do conhecimento, sob a orientação obrigatória de um professor-orientador. A realização da IV FECE²MPI, de caráter estadual, iniciará suas atividades após assinatura do Termo de Concessão e se estenderá por vinte quatro (24) meses, temporalidade em que se executará as atividades da proposta em parceria com a proposta estadual da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia de âmbito estadual, Coordenada pelo grupo de trabalho formado por membros de instituições do Piauí, UESPI, UFPI, IFPI, EMBRAPA e FAPEPI.
  • Instituto Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Hayda Josiane Alves

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • recomendações técnicas, saberes e práticas populares no enfrentamento da covid-19 em zona rural
  • A elevada transmissibilidade do vírus SARC-CoV-2 (coronavírus) causador da COVID-19, aliada à gravidade clínica demandam a adesão de comunidades às medidas preventivas definidas a partir de recomendações técnicas e decisões governamentais voltadas a frear a contaminação pelo vírus Existe um relativo consenso de que a COVID-19 irá afetar desproporcionalmente às populações mais pobres seja pelas dificuldades em manter o distanciamento social, seja pelas condições de emprego e renda ou ainda pelas dificuldades em aderir às medidas de higiene. Por este motivo, um diálogo social com estes grupos para problematizar tais recomendações e construir caminhos viáveis à sua operacionalização são desafiadores e necessários, especialmente quando se trata de comunidades rurais. A população do campo apresenta elevados índices de pobreza e iniquidades em saúde, tornando-se bastante vulnerável em períodos de crise social e sanitária como a provocada pela pandemia da COVID 19, podendo repercutir no curto prazo nas taxas de mortalidade e expectativa de vida. O monitoramento e controle da pandemia da COVID-19 e de outras síndromes gripais, exige estratégias intersetoriais e sistêmicas coordenadas pela atenção primária da saúde (APS), capazes de frear a transmissão comunitária do vírus, além do planejamento de ações pós-pandemia (vigilância ativa, prevenção e manejo de infecções respiratórias sazonais). Em diálogo com organizações populares, associações, movimentos sociais e entidades da sociedade civil, estas medidas podem potencializar a adesão às estratégias de enfrentamento individual e coletivo no transcurso da pandemia. Frente a tais desafios este projeto tem por objetivo geral: investigar/desenvolver estratégias criativas e inovadoras para prevenção e controle da COVID-19 junto a comunidades rurais. E específicos: desenvolver estratégias de educação popular em saúde para prevenção individual, comunitária e apoio à vigilância ativa; potencializar a tomada de consciência e ampliação de conhecimentos sobre direitos a partir da educação popular; identificar e fortalecer redes de apoio social potentes na conscientização sobre as medidas de mitigação dos efeitos da pandemia (que inclui estratégias de proteção à saúde, subsistência da comunidade e acesso a direitos sociais); potencializar a voz da comunidade na proposição e direcionamento da ação pública por meio da oferta de serviços sócio-assistenciais; engajar membros da comunidade e trabalhadores de saúde (que podem incluir agentes comunitários de saúde, educadores populares, agentes sociais diversos) atuantes no fortalecimento da participação e transformação social da comunidade para estratégias de enfrentamento da pandemia e planejamento de ações pós-pandemia; potencializar estratégias em que as crianças, adolescentes e os jovens participem de ações preventivas pós-pandemia; induzir estratégias complementares ao enfrentamento biomédico da COVID-19, oriundas dos saberes populares da comunidade capazes de favorecer medidas de prevenção, controle e manejo da COVID-19 (cultivo e uso de alimentos que melhorem a imunidade, modos seguros de organização do trabalho coletivo de plantio, etc.); subsidiar processos de educação permanente na APS a cerca de doenças respiratórias sazonais que considerem a atenção a saúde da população do campo. Para tanto, será desenvolvido um pesquisa-ação participativa em saúde com aplicação de métodos mistos guiados pelo modelo da pesquisa participativa baseada na comunidade. Serão envolvidas 6 comunidades de territórios de reforma agrária, quilombola e agricultores familiares das regiões norte fluminense e baixada litorânea do estado do Rio de Janeiro. Por meio de métodos mistos que envolvem grupo focal, rodas de conversa, práticas de educação popular em saúde e elaboração de fazines pretende-se engajar e potencializar a voz da comunidade (com seus saberes tradicionais e práticas populares aliadas às ações de cunho biomédico) em estratégias preventivas de enfrentamento da pandemia e planejamento de ações pós-pandemia. O projeto envolverá diferentes segmentos etários, sendo que a juventude será especialmente estimulada a participar no desenho de ações preventivas pós-pandemia e disseminação de resultados na comunidade. Este projeto prevê ainda utilização os achados da pesquisa em oficinas de educação permanente com trabalhadores da atenção primária em saúde a fim de potencializar ações de prevenção, promoção e manejo de doenças respiratórias sanzonais em comunidades rurais. Para disseminação dos resultados será produzido um vídeo com a sistematização do processo de pesquisa além de produtos acadêmicos. Trata-se de uma proposta multidisciplinar e multicêntrica, filiada a projetos de metodologia similiar integrados a uma rede internacional de pesquisa-ação denominada International Collaboration for Participatory Health Research.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Hebert Coelho da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • problemas de partições em grafos: algoritmos, complexidade e caracterizações.
  • O problema da partição em Grafos consiste em encontrar subconjuntos de vértices que satisfazem certas restrições e modela diversos problemas práticos tais como: redes de sensores, alocação de recursos, etc. Além das aplicações práticas, esse tema é bastante investigado do ponto de vista teórico. Se um subconjunto de vértices é tal que qualquer outro vértice no grafo tem um vizinho no conjunto, temos o problema de dominação. Se o conjunto é dominante e cada vértice que não está no conjunto tiver uma vizinhança distinta neste conjunto, temos o problema da dominação localizadora. No problema da coloração, temos uma partição dos vértices do grafo de forma que vértices de uma mesma parte não podem ter a mesma cor. Na coloração orientada, consideramos grafos orientados e, além dessa restrição, todos os arcos que conectam quaisquer dois subconjuntos de cores devem ter a mesma direção. Por fim, na coloração total o objetivo é particionar ambos, os conjuntos de vértices e arestas, de modo que elementos de um mesmo conjunto não tenham a mesma cor. Para grafos gerais, esses problemas são NP-completos. Porém, existem caracterizações, limites e algoritmos de tempo polinomial para algumas classes de grafos. Embora estes problemas tenham sido bastante estudados, ainda há muitas classes de grafos e algumas variações destes problemas a serem consideradas. Especificamente pretendemos investigar, do ponto de vista de caracterizações e complexidade, variações destes problemas, como coloração orientada, coloração total, conjuntos localizadores e conjuntos independentes em classes de grafos ainda não estabelecidas na literatura. Além disso, pretendemos analisar os problemas citados sob o ponto de vista da complexidade parametrizada. Para atingir nossos objetivos, os resultados existentes e suas técnicas serão investigados, novas proposições serão levantadas e demonstradas e os resultados serão possivelmente publicados em revistas e conferências da área.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Heidge Fukumasu

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento pré-clínico de vacina vetorizada para sars-cov2 baseada em genética reversa com o vírus da doença de newcastle (ndv) para uso em humanos e gatos
  • A pandemia causada pelo SAR-CoV-2, um novo coronavírus, tem causado inúmeras infecções e mortes na população humana em 185 países em menos de 4 meses. Infecções em gatos têm sido relatadas, sendo também capazes de transmitir o vírus para outros gatos suscetíveis. Desta forma, vacinas para uso tanto em humanos como em gatos são importantes formas para controlar a circulação viral. As vacinas vetorizadas virais são eficazes na indução de uma resposta imune robusta contra as proteínas expressas pelo vetor da vacina. O NDV é considerado um vetor promissor para o controle de doenças por se replicar com eficácia em mais de 250 espécies de aves e em mamíferos, incluindo primatas. O uso de estirpes lentogênicas de NDV como vacinas vetorizadas em humanos e gatos oferece várias vantagens como: (1) potencialmente seguro em mamíferos devido à restrição de infecção limitada ao trato respiratório, que é o local de replicação do SARS-CoV-2; (2) a população humana ou felina não possui anticorpos preexistentes ao NDV, que poderia limitar sua replicação; (3) é antigenicamente distinto dos patógenos comuns de mamíferos; (4) é possível inserir 2 antígenos em modelo existente em nosso laboratório em parceria com o USDA; (5) replica bem em culturas de células usadas para produção de vacinas em biorreatores e também em ovos embrionados e; foi demonstrado o potencial do NDV expressando a proteína S de SARS-CoV para o desenvolvimento de vacina para humanos. Assim, a presente proposta permitirá que o Brasil consiga produzir localmente a vacina contra o agente causador da pandemia de COVID-19 e possa ser autossuficiente no controle deste vírus. O objetivo deste projeto é desenvolver vacina vetorizada a partir do vírus da doença de Newcastle (NDV) expressando antígenos de SARS-CoV-2 para uso em humanos e gatos. Objetivos específicos: (1) selecionar e ranquear potenciais antígenos imunogênicos da proteína S e suas subunidades S1, S2, RBD, NTD e FP; (2)Construir por genética reversa NDV expressando 2 antígenos mais bem ranqueados na análise anterior; (3) Avaliar o potencial imunogênico, sítios de replicação e a segurança da vacina NDV-SARS-CoV-2 em hamsters e gatos e; (4) Proposta de formulação de vacina vetorizada para NDV-SARS-CoV-2 para testes clínicos em gatos. Todos os experimentos serão realizados em laboratórios com NB-3, NB-2 e NB-1 cadastrados na CTNBio e aprovados pela CIBio e experimentos com células, ovos embrionados e animais serão avaliados pela Comissão de Ética no Uso de Animais. A seleção dos potenciais antígenos para vacina contra SARS-CoV-2 foi realizada baseando-se no levantamento da literatura de forma sistematizada utilizando-se como objetivo determinar potenciais antígenos a partir da proteína S de SARS-CoV-2, considerada a de maior potencial imunogênico. A construção de partículas virais NDV-SARS-CoV-2 expressando epítopos de SARS-CoV-2 será baseada na estirpe viral NDV LaSota e geradas por genética reversa para expressar até 2 genes exógenos em células Hep-2 com a adição de outros 3 plasmídeos contendo os genes NP, P e L. Os vírus serão purificados e propagados em ovos embrionados de galinha SPF por 10 passagens. A fidelidade e estabilidade do vírus NDV-SARS-CoV-2 será avaliada por sequenciamento completo do genoma viral na 5ª e 10ª passagem a partir dos vírus purificados de ovos. A expressão das proteínas de SARS-CoV-2 serão avaliadas por western blot com anticorpos comerciais contra a proteína S. A replicação viral e patogenicidade será avaliada comparativamente com vírus parental LaSota pelos testes de avaliação de tempo para morte de ovos embrionados, índice de patogenicidade intracerebral, ensaio de hemaglutinação (HA), dose infectante 50% em ovos (EID50) e TCID50 em células VERO in vitro com a adição de 10% de líquido alantóide. A titulação viral será obtida em cultivo de células e ovos embrionados de acordo com o método Reed-Muench. Os estudos para determinação de eficácia e segurança do NDV-SARS-CoV-2 seguirão as recomendações da OMS para realização de testes pré-clínicos para avaliação de vacinas. Os experimentos serão realizados em hamsters sírios dourados e gatos geneticamente distintos, saudáveis, mantidos em condições convencionais de biotério. Estas espécies foram escolhidas por terem sido demonstradas como susceptíveis e produzirem anticorpos contra SARS-CoV-2. Serão realizados estudos para determinar a dose por instilação nasal do NDV-SARS-CoV-2 que gera a maior resposta de produção de anticorpos em hamsters e gatos e avaliar a segurança da aplicação destes vírus. Para isto, grupos com 10 animais de cada espécie serão administrados com doses de 6, 7 e 8 log EID50/ml de NDV-SARS-CoV-2 e do vetor viral sem genes inseridos. Os animais serão avaliados por 3 semanas quanto a sinais clínicos, consumo e ganho de peso. Dois animais de cada grupo serão eutanasiados em 2, 4 e 7 dias após a inoculação (DPI) com o vetor viral para coleta de tecidos. Tecidos de turbinados nasais, traqueia, pulmão, intestino, baço e rim serão coletados para realização de histopatologia, imuno-histoquímica e detecção viral para determinação dos sítios de replicação do vetor viral e expressão das proteínas de SARS-CoV-2 nestes hospedeiros. Após 7 dias, sangue será coletado de todos animais para avaliação de produção de anticorpos contra SARS-CoV-2 e NDV, hemograma completo e bioquímica sérica. Uma segunda administração da vacina será realizada após a coleta de sangue. Após 6, 12, 24 e 48 semanas (dependendo da espécie) serão coletadas amostras de sangue dos animais para avaliação dos níveis de anticorpos neutralizantes utilizando-se o teste PRNT em células Vero in vitro. Os títulos serão expressos em unidades internacionais por mililitro de soro (UI / ml) com um padrão da OMS como referência e os anticorpos de inibição da hemaglutinação (HI) ao NDV serão testados. Durante todos os experimentos os animais serão avaliados periodicamente quanto a sinais clínicos, hemograma e bioquímica sérica completa.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Helcio Rangel Barreto Orlande

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • problemas inversos e de projeto ótimo em bio-transferência de calor
  • O presente projeto de pesquisa tem por finalidade dar continuidade aos trabalhos que vêm sendo desenvolvidos pelos grupos que constam desta proposta, na linha de bio-transferência de calor. No projeto ora proposto será dada especial atenção a problemas de projeto ótimo no tratamento de câncer por hipertermia, bem como no tratamento de arritmia cardíaca por termo-ablação. Será dada continuidade aos trabalhos de pesquisa ligados ao uso de técnicas não-intrusivas para medição da temperatura interna do corpo-humano durante o tratamento de câncer por hipertermia ou termo-ablação. Além disso, serão analisados problemas de estimativa de estado na hemodiálise e no tratamento da encefalopatia hipóxico-isquêmica neonatal. O projeto envolve a utilização de ferramentas matemáticas e numéricas, assim como o desenvolvimento de experimentos, para a solução de problemas inversos e de projeto ótimo em bio-transferência de calor. Fundamentalmente, Técnicas Bayesianas (Método de Monte Carlo com Cadeia de Markov, Filtro de Partículas e Computação Bayesiana Aproximada) serão utilizadas para a solução dos problemas inversos e de projeto ótimo em estudo neste projeto. Especial enfoque será dado ao uso de modelos reduzidos, inclusive aqueles baseados em superfícies de resposta. Portanto, o projeto envolve aplicações de problemas inversos e de projeto ótimo a temas atuais e de grande interesse. As aplicações são todas associadas a dissertações de mestrado, teses de doutorado e projetos de pós-doutorado dos grupos que constam desta proposta.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Helder Farias Pereira de Araujo

Outra

Ciências Ambientais
  • o papel dos serviços ecossistêmicos para reverter a trajetória de degradação ambiental e pobreza na caatinga
  • Mudanças drásticas na estrutura da vegetação causadas por limites ecológicos excedidos, seja por alterações ambientais ou antrópicas, afetam serviços ecossistêmicos (SE) essenciais para o desenvolvimento sustentável global. A conciliação da produção agrícola com SE, dos quais o próprio setor depende, é um dos pilares para agricultura moderna e sustentável. No entanto, o papel desses SE não têm sido explicitamente incorporados aos modelos de produção e são raramente quantificados. Um exemplo onde o aumento da aridez e o uso insustentável dos recursos naturais têm causado perda dos SE, degradação do solo, atividades agropecuárias pouco produtivas e extrema pobreza está na região da Caatinga, maior região de floresta tropical seca da América do Sul. Para reverter essa trajetória, este projeto avaliará o atual sistema de uso da terra em uma das áreas mais secas da Caatinga, os Cariris Velhos, bem como apoiará o estabelecimento de Paisagens Agrícolas Sustentáveis como caminhos alternativos para o desenvolvimento regional sustentável. A hipótese científica que norteia o projeto é que paisagens com 40% a 60% de cobertura natural e demais áreas manejadas com técnicas que conservam o solo, biodiversidade e água favorecem simultaneamente a produção agrícola e os SE. O papel de SE na sustentabilidade agrícola será avaliada em diferentes escalas: regional (conjunto de paisagens), de paisagens (cultivo + ecossistema adjacente), e local (do cultivo). Avaliaremos SE relacionados a (1) propriedades hidráulicas do solo, (2) taxa de decomposição, (3) ciclagem de nutrientes, (4) herbivoria e (5) defesa anti-herbivoria, (6) polinização, e (7) produção agrícola, tanto em cultivos experimentais como dos próprios agricultores. Ainda, a nível de propriedades rurais, quantificaremos ativos e passivos para definir metas e projetar unidades sustentáveis de produção.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Helder Ferreira Teixeira

Ciências da Saúde

Farmácia
  • avaliação da atividade cicatrizante de nanoemulsões contendo compostos bioativos de aniba canellila e pterocaulon balansae dispersas em hidrogéis para o tratamento de feridas e queimaduras
  • As feridas são alterações da integridade física da pele em que a ruptura do tecido cutâneo é ocasionada por um trauma físico, químico, mecânico, ou ainda, pode ser consequência de uma doença subjacente. Dependendo da extensão e profundidade da lesão, a reparação tissular pode ser dificultada e levar a uma mobilidade prejudicada, amputação de membros, e até mesmo, a morte dos pacientes. Assim, a busca de novos tratamentos que permitam acelerar o processo de cicatrização e evitar a sua cronicidade constitui vasta e relevante área de pesquisa. Neste projeto propomos avaliar o efeito de hidrogéis contendo compostos extraídos de Aniba canelilla e Pterocaulon balansae incorporados em nanoemulsões sobre a cicatrização de feridas. Estudos etnofarmacológicos relatam o uso tradicional dessas espécies vegetais no tratamento de feridas. Algumas atividades biológicas relacionadas com o processo de cicatrização - como a anti-inflamatória, antioxidante e antimicrobiana – já foram relatadas para essas plantas. A primeira etapa do projeto visa investigar o efeito de extratos, frações ou compostos isolados destas plantas medicinais sobre a proliferação e migração (ensaio scratch) de fibroblastos e queratinócitos. Após a seleção dos insumos mais promissores, estudos de formulação serão realizados para otimizar a incorporação dos compostos em nanoemulsões e a sua dispersão em hidrogéis visando a aplicação tópica da formulação. A caracterização físico-química, reológica e morfológica dos produtos será realizada por um conjunto de métodos. Após, estudos de permeação/retenção dos compostos veiculados em pele de orelha suína (íntegra e lesada) em células de Franz serão realizados a fim de compreender a sua distribuição nas camadas da pele e o efeito das diferentes lesões nos tecidos. Por fim, o estudo prevê investigar a atividade cicatrizante em modelo murino de ferida mecânica ou térmica, bem como o efeito sobre marcadores do processo inflamatório, oxidativo e de formação de colágeno.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Helder Gomes Costa

Engenharias

Engenharia de Produção
  • refinamento de métodos e construção de modelos de apoio à decisão
  • No contexto do Auxílio Multicritério à Decisão (AMD): os métodos são endereçados a uma única unidade de decisão; e, a limitação de recursos é considerada, em geral, apenas como filtro para elencar alternativas viáveis. Este projeto tem como objetivo responder as seguintes perguntas: (i) quais os ruídos produzidos pela pré-processamento dos dados oriundos de múltiplos avaliadores no contexto do AMD; (ii) como integrar a programação matemática aos métodos de apoio multicritério à decisão? Para responder estas perguntas, o projeto foi estruturado em três correntes metodológicas: (i) revisão da literatura; (ii) proposição de modelos híbridos (otimização & multicritério + multidecisor & multicritério); e. (iii) exploração da aplicação dos métodos desenvolvidos na modelagem de problemas de decisão em três vertentes específicas: gestão de operações e produção de bens e serviços; gestão do ensino superior; e, sustentabilidade. A expectativa é que ao final do projeto tenha se conseguido desenvolver soluções mais estruturadas para estes eixos temáticos e, também, aberto uma nova trilha de pesquisa na construção de métodos de apoio à decisão.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Helder Louvandini

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • modelo de estudo da via de hormônios esteroidais em células miometriais de ovelhas com foco na toxicidade de compostos bioativos utilizados na nutrição animal
  • É crescente a busca por alimentos alternativos e ou subprodutos na alimentação de ruminantes para redução de custos de produção, dentro da premissa de garantir correta nutrição, reprodução e bem-estar dos animais. Inúmeros compostos bioativos podem estar presentes nestes alimentos e determinar alterações metabólicas no organismo animal, bem como deixar resíduos em seus produtos, expondo desta maneira a cenário contraditório, nutrição e toxicidade originadas do mesmo produto. Para indicação correta de determinado alimento e promover a segurança alimentar dos humanos que consomem os produtos de origem animal estudos são imprescindíveis. O método de cultura de células é considerado como padrão em pesquisas para emular o ambiente celular que representa o estado in vivo tanto quanto possível. A cultura primária de células miometriais de ovelhas possibilita a reprodução do fenótipo celular encontrado no tecido de origem, permitindo avaliação da toxicidade de compostos bioativos destinados a nutrição animal. O primeiro desafio será direcionado ao efeito tóxico do gossipol, encontrado no caroço do algodão (Gossypium spp.). Objetiva-se estabelecer cultura primária de células miometriais e investigar a hipótese que as vias dos hormônios esteroidais, 17β-estradiol, progesterona e apoptose, podem ser influenciadas pelo gossipol. Desta maneira teremos conhecimento mais preciso sobre os níveis adequados que podem ser utilizados na dieta dos ruminantes sem efeitos deletérios. Uma vez estabelecido o modelo de cultura primária animal no Laboratório de Nutrição Animal, quiçá num futuro próximo, consigamos tornar esse método interdisciplinar partindo de células animais e extrapolando para células humanas, como já acontece com o modelo de ovário policístico em fêmeas ovinas
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Helen Bedinoto Durgante

Ciências Humanas

Psicologia
  • ensaio de efetividade de um programa de psicologia positiva online para a promoção de saúde
  • Aspectos teórico-metodológicos via abordagem Cognitivo-Comportamental e Psicologia Positiva para promoção de saúde ainda são pouco investigados, embora na literatura internacional diferentes programas têm sido implementados com redução do desenvolvimento de psicopatologias. Esta pesquisa envolver um programa de Psicologia Positiva, originalmente desenvolvido, implementado, avaliado e manualizado para promoção de saúde de aposentados. O programa intervém sobre valores e autocuidado, otimismo, empatia, gratidão, perdão e significado de vida e trabalho, em seis sessões semanais grupais (2h cada). Foram conduzidos estudo piloto, de viabilidade e de eficácia com melhoras em satisfação com a vida, resiliência, estresse percebido, depressão e ansiedade no grupo interventivo, e otimismo, empatia, sintomas de depressão e ansiedade quando comparado ao grupo controle. Os efeitos contatados se mantiveram aproximadamente três meses após o programa. Devido à pandemia de COVID-19, o programa foi adaptado para a versão online e promoção de saúde de profissionais de saúde/assistência/educação. A pesquisa incluiu estudo de adaptação, de viabilidade/piloto, de eficácia, capacitação de profissionais para replicações em ensaio de efetividade, com resultados preservados na versão online, resultando na elaboração do manual de implementação online. Este projeto visa dar continuidade às pesquisas, incluindo a implementação de novos grupos para aumento da amostra, avaliações pré-pós teste e de seguimento (três meses), análise de subgrupos e capacitação de pessoal em nível de graduação. Será utilizado método misto para avaliação de resultados e de processo, disponibilizadas capacitações e manual técnico para profissionais replicarem o programa em diferentes contextos. Este projeto faz parte de pesquisas atuais e pioneiras em contexto nacional em meio a momento pandêmico crítico, quando dispositivos de saúde com acessibilidade remoto tornam-se indispensáveis para a promoção de saúde pública.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Helen Hermana Miranda Hermsdorff

Ciências da Saúde

Nutrição
  • rede para enfrentamento da obesidade em minas gerais – renob-mg: excelência em gestão na atenção primária à saúde
  • As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) são um dos maiores problemas de saúde pública do Brasil e do mundo. Em decorrência do crescente aumentos dessas como perfil epidemiológico da população brasileira e de seus determinantes serem passíveis de prevenção e, ou, controle, o presente projeto tem como objetivo promover a utilização das boas práticas referentes ao Modelo de Excelência em Gestão Pública para o enfrentamento e controle de DCNT em municípios em Minas Gerais (MG) com alta prevalência dessas no âmbito da Atenção Primária à Saúde. A seleção dos municípios mineiros a serem contemplados no presente projeto, até o momento, seguiram os seguintes critérios: (1) altas prevalências de obesidade, hipertensão arterial e diabetes mellitus de todos os 853 municípios de MG, em comparação às prevalências médias do estado; (2) distribuição dos municípios por Macrorregião de Saúde de MG, com preferência por aquelas com maior número de municípios com alta prevalência. Os dados de obesidade foram obtidos através do relatório público de obesidade de 2019 disponibilizado pelo Sistema de Vigilância Alimentar e Nutricional (SISVAN) e as informações sobre o quantitativo hipertensão e diabetes foram retiradas do Sistema de Informação em Saúde para a Atenção Básica (SISAB). Desse modo, o projeto contemplará um total de 83 municípios de MG, distribuídos em quatro macrorregiões de saúde: Sudeste, Sul, Oeste e Centro. O número de vagas para formação dos profissionais de saúde foi definido por levantamento do número de Equipes da Saúde da Família – eSF e equipes NASF presentes nos 83 municípios, utilizando os dados do Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), referente a janeiro de 2020. Para estabelecimento de vagas para gestores de saúde (06/ município, total de 498) foram definidos cargo com prioridade, a saber, secretário e subsecretário de saúde, coordenadores da Atenção Básica, Vigilância em Saúde/ Vigilância epidemiológica, Nutrição e NASF. Cada uma das 04 macrorregiões receberá apoio técnico-científico da Universidade Executora - Universidade Federal de Viçosa (UFV, campus Viçosa) ou de uma das Universidades colaboradoras, a saber: Universidade Federal de Alfenas (Unifal), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e Universidade Federal de São João Del-Rei (UFSJ). As IFES irão apoiar as ações e estão localizadas estrategicamente para cobrir cada macrorregião do projeto. As atividades do projeto consistem na realização da avaliação diagnóstica e análise situacional dos municípios participantes, por meio de indicadores de desempenho da gestão, da qualidade da linha de cuidado e da organização do processo de trabalho dos municípios e, de formação de gestores e profissionais de saúde por meio de estratégias ativas, efetivas e inovadoras que promovam a organização e a qualificação do cuidado às pessoas com DCNT, a abordagem de fatores de risco modificáveis e a reorganização dos processos de trabalho das equipes, e promoção da excelência da gestão da APS, como descrito no objetivo deste projeto. Para tanto, as atividades de formação compreenderão temáticas relacionadas aos blocos e diretrizes do Modelo de Excelência em Gestão Pública (MEGP) e às competências e conhecimentos necessários para o enfrentamento e controle das DCNT, a partir das diretrizes preconizadas pelo Ministério da Saúde. As questões serão avaliadas por meio de um questionário eletrônico, desenvolvido por meio da plataforma TypeForm. A modalidade de formação adotada será a semipresencial. As atividades de formação para gestores de saúde somarão um total de 112 h (24 h presenciais e 88 h à distância). As 498 vagas serão distribuídas em 17 turmas de até 30 participantes, proporcionais entre as quatro macrorregiões participantes. Em relação à formação para profissionais da saúde, serão oferecidas 180 vagas por macrorregião (6 turmas de 30 profissionais de saúde), com carga horária total de 186 h (40 h presenciais e 146 h à distância). As atividades à distância serão realizadas no Ambiente Virtual de Aprendizagem oficial da UFV (PVANet), que consiste em uma plataforma desenvolvida especificamente para as atividades de ensino e extensão realizadas pela instituição. Os temas a serem abordados são Ciclo de Gestão Pública, Marketing Social e Comunicação, Gestão e Elaboração de Projetos, Promoção da Saúde, Prevenção, Tratamento e Gestão nas DCNT, dentre outros. Após formação, será aplicado um questionário para identificar as principais percepções dos profissionais e gestores de saúde sobre o que é factível na prática, considerando a capacidade organizacional de sua unidade em relação aos processos de trabalho. Após 7-9 meses de formação, será realização caracterização dos ingressos e egressos, e outros instrumentos que avaliem o alcance, adesão e efetividade da formação. Em relação à divulgação e e à tradução do conhecimento, além da publicação de artigos científicos, a fim de validar metodologia aplicada e sua eficiência, pretendemos promover ações para popularizar e disseminar nossos resultados e conhecimentos adquiridos para sociedade, mediante uso de mídias sociais, Webinários, cartilhas, aplicativos, e-books, ações de marketing, vídeos e podcasts. Diante do exposto, ademais de desenvolver estratégias efetivas e inovadoras de formação para trabalhadores de saúde de nível superior e gestores da Atenção Primária à Saúde para controle das DCNT, nossa equipe entende que o presente projeto poderá ter impacto no perfil epidemiológico nos municípios selecionados, desde que, após formação, os participantes serão capazes de realizar adequada análise situacional e solução de problemas mediante organização do processo de trabalho e realização de projetos de intervenção.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Helen Hermana Miranda Hermsdorff

Ciências da Saúde

Nutrição
  • efeito da amêndoa da castanha de caju e seu óleo sobre marcadores de risco cardiometabólico, genéticos e da microbiota intestinal em indivíduos com excesso de peso
  • A obesidade é uma doença crônica de proporção pandêmica e fator de risco para outras doenças crônicas, como diabetes, hipertensão e doenças cardiovasculares. O acúmulo excessivo de gordura corporal está caracterizado por uma inflamação crônica subclínica, estado oxidativo e composição da microbiota intestinal alterada. Ainda, mecanismos (epi)genéticos tem sido úteis no entendimento molecular da relação entre todas essas vias metabólicas da obesidade e comorbidades. Por sua vez, a castanha de caju (Anacardium occidentale L.), nativa brasileira tem perfil lipídico cardioprotetor com alto conteúdo de gordura monoinsaturada e interessante conteúdo de compostos bioativos (ex. catequinas, selênio, zinco). Embora seja uma das mais consumidas no mundo, é ainda das menos estudadas. Sobre seu óleo, ainda não há estudos dos potenciais benefícios à saúde cardiovascular, apesar de semelhança química com outro óleo bastante estudado, o azeite de oliva. Diante do exposto, nessa Fase 3 (3ª intervenção) dos Estudo Castanhas Brasileiras, nossa equipe investigará o efeito da castanha de caju e do seu óleo sobre a perda de peso, marcadores de risco cardiometabólico, inflamatórios, função endotelial, estresse oxidativo, microbiota e permeabilidade intestinal e expressão de miRNAs em adultos com excesso de peso. Para tal, realizaremos um ensaio clínico controlado aleatorizado paralelo, de 8 semanas, com três braços: controle, com restrição calórica (RC, -500kcal/dia); teste 1: RC com castanha de caju (30 g/dia); e teste 2: RC com óleo da castanha de caju (600 ml/semana). Assim, esperamos contribuir com evidências científicas robustas sobre os benefícios adicionais da castanha de caju e de seu óleo no tratamento da obesidade e na redução do risco cardiometabólico, em relação à restrição calórica, tratamento já estabelecido. O esclarecimento de mecanismos metabólicos e moleculares envolvidos proporcionarão ainda criação de novas estratégias de tratamento nutricional e, ou, farmacológico.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Helen Rodrigues Martins

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudo biomonitorado da planta medicinal do cerrado miconia ferruginata dc. (melastomataceae) na distrofia muscular de duchenne e no câncer .
  • Entre as estratégias disponíveis para a descoberta de novos fármacos a bioprospecção de plantas medicinais, associada ao conhecimento tradicional é uma via bastante promissora, sendo que o Cerrado se destaca pela biodiversidade. Entretanto, devido à falta de investimentos, trabalho oneroso e exaustivo e pouca valorização da farmacognosia, grande parte das plantas brasileiras ainda não foram estudadas e são usadas sem respaldo científico quanto à eficácia e segurança. O grupo de pesquisa em plantas medicinais da UFVJM tem estudado a flora do cerrado e a espécie Miconia ferruginata DC. (Melastomataceae) merece destaque. Popularmente conhecida como pixirica-do-campo ou babatenã, apresenta promissora atividade anti-inflamatória e antitumoral. Dados preliminares revelaram um elevado potencial terapêutico associado a eficácia e seletividade de ação, quando comparado com fármacos padrões. Foram identificados: potencial antioxidante associado à redução do burst respiratório de neutrófilos; potencial antiproliferativo em linfócitos estimulados e redução da inflamação muscular na distrofia muscular de Duchenne (DMD) e, elevado potencial anticâncer com indução de morte por apoptose e necrose em diferentes linhagens tumorais. Esses dados estimulam mais estudos sobre seus efeitos em doenças cujos tratamentos carecem de fármacos mais eficazes e seletivos, como neoplasias e a incurável DMD. Este trabalho tem como objetivo realizar um estudo biomonitorado das atividades anticâncer e anti-inflamatórias da planta Miconia ferruginata, além de determinar sua toxicidade in vitro e in vivo associado a caracterização química dos compostos ativos. Além disso, espera-se possibilitar a compreensão de mecanismos fisiológicos, celulares e moleculares envolvidos nas respostas biológicas ao fármaco, além de contribuir com o desenvolvimento da pesquisa científica e a valorização do conhecimento popular sobre as plantas medicinais do Cerrado da região do Alto Jequitinhonha.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Helena Alves de Carvalho Sampaio

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • programa meu nutriguia: letramento e inovação em saúde na promoção da adesão ao guia alimentar para a população brasileira como estratégia de combate à obesidade
  • Introdução: Duas pesquisas realizadas por este grupo de pesquisadores e financiadas através do PPSUS (2009 e 2012) detectaram que há alta prevalência de baixo letramento em saúde na população, que não há conhecimento suficiente dos profissionais do Sistema Único de Saúde (SUS) para operacionalizar o conceito de letramento em saúde em suas práticas educativas e que os materiais educativos escritos oficiais podem não estar sendo bem compreendidos, pois sua elaboração não tem enfocado o letramento em saúde. Detectou-se dificuldade de compreensão tanto do antigo como do novo guia alimentar para a população brasileira. Delineou-se, então, a presente proposta, que está sendo submetida à Chamada CNPq/MS/SAPS/DEPROS Nº 27/2020 – Pesquisa em Doenças Crônicas Não Transmissíveis e Fatores de Risco Associados, eixo 1, linha 5, com foco no alinhamento de 3 estratégias de combate à obesidade: princípios do letramento em saúde, inovação tecnológica e guia alimentar para a população brasileira. Este grupo de pesquisadores já vem, atualmente, trabalhando no desenvolvimento de materiais educativos apoiados no letramento em saúde e na inovação tecnológica para combate às doenças crônicas, através da marca LISA (Letramento e Inovação em Saúde), tendo inclusive já dado entrada no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI) para registro desta marca. Objetivo: Elaborar, validar e implantar o Programa Meu NutriGuia na promoção da adesão ao Guia Alimentar para a População Brasileira, como estratégia de combate à obesidade. Metodologia: Estudo com um segmento metodológico e outro representado por um ensaio clínico randomizado controlado O local de estudo será constituído pelas Unidades de Atenção Primária à Saúde (UAPS) da Secretaria Municipal de Saúde de Fortaleza. O público-alvo é representado por pessoas adultas de ambos os sexos, com excesso de peso, atendidas nas unidades citadas. O Programa Meu NutriGuia promoverá a adesão às orientações do Guia Alimentar para a População Brasileira através do uso de um aplicativo, de um conjunto de 10 vídeos e de um podcast com 13 episódios. O aplicativo, com o nome LISA Obesidade, já foi desenvolvido e validado e estão sendo tomadas as providências para disponibilizá-lo nas plataformas Android e IOS. Os vídeos serão desenvolvidos apoiados naqueles já desenvolvidos pelo Ministério da Saúde, mas adaptando-os aos fundamentos do letramento em saúde e ampliando sua abrangência. Pretende-se utilizar tecnologia simples e passível de ser facilmente reproduzida, mediante a utilização de aplicativos gratuitos ou de baixo custo. Serão utilizados os aplicativos Canva, InShot, GlitchCam e Vegas Pro 365 para a elaboração dos mesmos. Os vídeos serão disponibilizados em mídias sociais e através de Whatsapp do público-alvo. Através destes meios será acompanhada a cobertura dos vídeos. Os episódios de podcast serão desenvolvidos, hospedados e distribuídos pela plataforma Anchor, também de utilização gratuita. Esta plataforma também faz a estatística de episódios baixados e ouvidos. Os vídeos e episódios de podcast serão validados quanto à aparência e conteúdo. Os profissionais de saúde serão capacitados para utilização destas ferramentas na rotina de atendimento, como complementação à sua prática diária. Esta capacitação será online, através da plataforma Zoom, e compreenderá 32 horas, sendo realizada em duas semanas, quatro dias em cada semana, 4 horas de duração cada aula. Uma amostra de usuários do SUS será dividida em 2 grupos: controle e intervenção. A amostra necessária para se comparar as duas médias de perda ponderal, através do Teste t de Student para amostras independentes, como um Erro Alfa de 5% e um Poder de 80%, esperando-se, ao final da intervenção uma diferença de perda ponderal de 2,4Kg entre os grupos, é de 352 pessoas, 176 em cada grupo. O grupo controle receberá o atendimento padrão adotado nas UAPS e o grupo intervenção receberá consultas mensais, contatos telefônicos semanais, disponibilização do aplicativo e liberação programada dos 10 vídeos e 13 episódios de podcast. Todas as atividades serão monitoradas para se avaliar adesão aos comportamentos incentivados e utilização das ferramentas desenvolvidas. A intervenção terá duração de 6 meses. As tecnologias citadas são de fácil desenvolvimento e operacionalização, podendo ser utilizadas em qualquer lugar do País e podendo ser transferidas para a coordenação, execução e avaliação do Ministério da Saúde.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 07/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Helena Bonciani Nader

Ciências Biológicas

Bioquímica
  • heparinas e heparinóides na biologia tumoral e angiogênese: desenvolvimento de novas drogas
  • O laboratório de biologia molecular da UNIFESP possui expertise em glicobiologia que pode ser observada pelo impacto dos mais de 300 trabalhos publicados na área e vasta formação de recursos humanos. A proposta tem o intuito de fortalecer a a linha de pesquisa de desenvolvimento de novas drogas anti-angiogênicas, anti-inflamatórias e anti-neoplásicas derivadas de heparinas e heparinóides com a colaboração intra e interinstitucional com os grupos parceiros envolvidos neste projeto (Oftalmologia e campus Diadema da UNIFESP, bioquímica UFRN e FMABC , Health UCSD e University of Houston). A busca por novos compostos capazes de inibir a neovascularização em doenças neoplásicas e degenerativas é um importante passo no desenvolvimento de tratamentos mais eficientes e de baixo custo, já que as terapias utilizadas são de alto custo e não são completamente eficazes. A metodologia desta proposta inclui a modificação química de heparinas e a extração de polissacarídeos sulfatados de crustáceos e algas para a investigação de atividade anti-angiogênica, anti-inflamatória e anti-neoplásica em modelos de culturas de células endoteliais e tumorais assim como estudos em modelos animais de neovascularização de coróide e córnea e xenoenxerto de tumores de mama e pulmão em camundongos. Os ensaios bioquímicos envolverão o estudo de proliferação, diferenciação, angiogênese, morte, migração e adesão em células (tumorais e endoteliais selvagens ou com genoma editado por CRISPR para as enzimas de biossíntese de heparam sulfato) tratadas com os heparinóides. O entendimento da estrutura x função destes glicoconjugados na biologia vascular e tumoral assim como a relação das interações moleculares entre os compostos e a proteína alvo, compreensão de vias de sinalização afetadas e envolvidas poderão gerar novas estratégias terapêuticas, o que representa um alto potencial de inovação e exploração de novas fronteiras na área de glicobiologia.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Helena Carasek

Engenharias

Engenharia Civil
  • impressão 3d para a construção civil – estudo multiescala da reologia e da aderência entre camadas de argamassa
  • A impressão 3D de artefatos tem impulsionado a inovação em diversas áreas produtivas e tecnológicas. Quando aplicada à Construção Civil, a manufatura aditiva apresenta diversos benefícios, tais como: produção rápida e com custo reduzido; minimização do desperdício e da geração de resíduos; automação do processo com consequente aumento da produtividade; além de possibilitar a produção de formatos complexos dispensando a utilização de fôrmas. Um dos maiores desafios para a popularização e domínio da impressão 3D na construção é o desenvolvimento científico e tecnológico do material para essa aplicação: a argamassa. Este compósito, no seu estado fresco, precisa apresentar comportamento tixotrópico, para ter fluidez suficiente para ser bombeado através dos mangotes e extrudado no bocal sem causar obstrução; durante o fluxo, a argamassa deve apresentar viscosidade baixa, porém, após a extrusão do filete, ela deve expor elevada tensão de escoamento, garantindo a estabilidade das camadas impressas. Ademais, é necessária uma aderência adequada entre as camadas de forma a garantir resistência mecânica e durabilidade para as paredes impressas com essa tecnologia. Sendo assim, a presente pesquisa visa estudar a tecnologia de impressão 3D de materiais cimentícios, com ênfase na definição e proporcionamento adequado dos materiais constituintes (aditivos, adições e agregados), nas propriedades das argamassas no estado fresco, bem como na ligação entre camadas, nas propriedades mecânicas e aspectos da durabilidade. A investigação será conduzida por meio de um estudo multiescala (micro, meso e macroscópica), tanto da reologia no estado fresco, como da aderência entre camadas. No Brasil, essa tecnologia ainda é bastante incipiente do ponto de vista de aplicação prática, mas em outros países, como China e EUA, o avanço tecnológico neste tema é marcante. Propõem-se, portanto, contribuir para que a tecnologia possa ser efetivamente introduzida na construção de edificações no país.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Helena de Ornellas Sivieri Pereira

Ciências Humanas

Educação
  • mal estar docente: ouvindo professores e propondo caminhos na constituição de sua identidade profissional, em tempos de pandemia
  • O mal-estar docente é um sentimento que constantemente afeta os profissionais da educação, devido as frequentes mudanças que ocorrem na educação. Com a pandemia mundial da COVID-19, esse quadro de mal-estar docente tende a piorar já que todos tiveram que se adaptar a um novo contexto. Com o isolamento social os professores tiveram que deslocar as salas de aula para dentro de suas casas, reinventando seus saberes e fazeres profissionais para essa nova realidade. Esta pesquisa visa analisar a percepção dos docentes quanto ao mal-estar provocado pelas mudanças impostas a sua prática, além de compreender quais estratégias de enfrentamento foram utilizadas, principalmente no que tange sua identidade profissional e a criação de seus saberes e práticas, para ao final do processo desenvolver junto com os docentes algumas estratégias de enfrentamento eficazes para a promoção de uma melhor qualidade de vida. Trata-se de uma pesquisa-ação, cuja metodologia prevê a formação de um grupo de até 20 professores da rede pública do município de Uberaba/MG, que lecionem no ensino fundamental. No início das atividades os professores produzirão um memorial narrativo sobre o mal-estar que vivenciam em relação às mudanças. Em seguida serão realizados 15 encontros através da plataforma Google Meet para que os profissionais possam, através de técnicas de reflexão, desenvolver o autoconhecimento e repensar sua construção identitária como docente. Ao final do projeto os docentes escreverão um novo memorial narrativo com as percepções que adquiriram ao longo desse processo. Os encontros do Google Meet serão gravados, transcritos e, posteriormente, analisados de acordo com a Análise de Conteúdo proposta por Bardin (1977), assim como o material produzido pelos memoriais narrativos. Espera-se que esses encontros gerem meios para o enfrentamento do momento crítico por que passa a educação e os docentes, podendo se tornar uma proposta permanente de ação continuada pela Casa do Educador.
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025