Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adalberto Pessoa Junior

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • desenvolvimento de processo biotecnológico para produção do biofármaco antileucêmico l-asparaginase recombinante: otimização e estudo de viabilidade econômica
  • A L-asparaginase (ASNase) é um importante biofármaco utilizado no tratamento de neoplasias do sistema linfático, principalmente a leucemia linfoide aguda. No Brasil este medicamento, obtido por processo biotecnológico, é fornecido pelo SUS. Entretanto o País ainda não possui a tecnologia de produção, sendo totalmente dependente da oferta de empresas internacionais. A crise de desabastecimento da ASNase é discutida desde 2011, mas se agravou recentemente em função de questionamentos sobre o processo de compra e a qualidade da ASNase fornecida. Atualmente sua aquisição é tema de debate entre a sociedade, médicos, acadêmicos e governo, evidenciando a urgência da autonomia do Brasil na produção da ASNase para aplicação farmacêutica. O presente projeto busca o desenvolvimento de um processo nacional e industrialmente viável para produção biotecnológica da ASNase. Para tanto, será utilizada a bactéria E. coli BL21(DE3) capaz de superexpressar uma ASNase resistente a proteases plasmáticas. Serão estudados a os parâmetros nutricionais e operacionais para otimização do processo fermentativo em biorreatores em condições de serem utilizadas para produção em escala ampliada, por meio do cultivo em alta densidade celular, por processo descontinuo-alimentado, e a melhor estratégia de purificação afim de se obter alta produtividade de ASNase. Também serão estudadas as alterações a nível de membrana e pH intracelular durante o processo de produção, com objetivo de compreender mais profundamente os mecanismos de exportação da enzima e a influência das condições de cultivo na fisiologia celular de forma a facilitar e aumentar o rendimento das operações unitárias de purificação. Como suporte ao desenvolvimento do processo, serão realizadas análises proteômica e transcriptômica das células, a fim de monitorar alterações no genótipo e fenótipo celular como resposta às condições de estresse, sobretudo por causa das elevadas concentrações celulares, durante o cultivo em sistema descontínuo-alimentado. Outro parâmetro importante a ser estudado será a viabilidade técnico-econômica do processo a partir dos resultados experimentais de otimização do cultivo e purificação da enzima, cujo objetivo será auxiliar na busca da estratégia de produção do biofármaco com menor custo. Com este projeto espera-se obter resultados fundamentais para o estabelecimento de processo biotecnológico com geração de um biofármaco inovador (L-asparaginase de E. coli recombinante resistente a proteases plasmáticas, com maior meia vida sanguínea), com potencial para exportação (uma vez que apresenta características farmacocinéticas e farmacodinâmicas potencialmente superiores aos biofármacos encontrados no mercado), a ser transferido para produção em condições de desenvolvimento em BPL (Boas Práticas de Laboratório) e de BPF (Boas Práticas de Fabricação), que contribuirão fortemente para o desenvolvimento científico e tecnológico do País. O projeto contribuirá para a implementação de tecnologia nacional inovadora na produção de biofármaco antileucêmico, com potencial para ser transferido ao setor produtivo visando aos mercados nacional e internacional, e geração de importantes conhecimentos científicos e tecnológicos de forma a reduzir a dependência tecnológica do Brasil nesta área do conhecimento, com formação de recursos humanos de alto nível nas diferentes áreas da biotecnologia (do upstream ao downstream). Vale ressaltar que a produção de um biofármaco de grau farmacêutico e injetável pelo Brasil irá abrir caminhos para viabilizar o desenvolvimento e produção de novas biomoléculas de alto valor agregado pelo Brasil.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adalberto Ramon Vieyra

Ciências Biológicas

Biofísica
  • atpases transportadoras de íons em processos e sistemas biológicos com patologias diferentes
  • As ATPases transportadoras de íons são proteínas integrais de membrana responsáveis por diferentes processos fisiológicos por serem capazes de fornecer a energia necessária por eles requerida quando os fluxos ocorrem contra gradiente de potencial eletroquímico. Participam, por exemplo – direta ou indiretamente – de processos como controle do volume celular, geração do potencial de repouso e sua manutenção, relaxamento muscular, reciclagem de hormônios, balanço do pH intracelular e processamento de nutrientes. O presente projeto de pesquisa apresentado ao CNPq na Chamada Universal No 1/2016 propõe continuar abordando – a partir dos patamares alcançados no período que termina em 31/07/16 – o papel de ATPases transportadoras de íons e investigar mecanismos moleculares de sua regulação em três grandes vertentes de estudo, que apresentam ATPases como elo temático comum: (i) desnutrição e seu impacto tardio na função renal e cardiovascular; (ii) mecanismos de interação e de reparo por células-tronco em tecido renal lesionado. As ATPases objeto de estudo serão: Ca2+-ATPases de membrana plasmática e de retículo sarco/endoplasmático, (Na++K+)ATPase, Na+-ATPase resistente à ouabaína, Cu(I)-ATPases e F0F1-ATPsintase (ATPase mitocondrial). O projeto propõe investigar diferentes kinases, como PKA, PKC, MEK/ERK1/2, fosfo-ERK1/2 e a “salt inducible kinase” e os mecanismos de seu acoplamento regulatório com as ATPases objeto de interesse em cada vertente da proposta. O papel do Ca2+, do Na+ e do Cu+ como segundos mensageiros – e não apenas como espécies iônicas transportadas – será também investigado no contexto das duas vertentes acima. Serão utilizados modelos “in vivo” e “in vitro” que envolvem ratos, cultura de células e frações subcelulares de membranas, mitocôndrias e aparelho de Golgi. Com o desenvolvimento do projeto pretende-se compreender, num novo patamar conceitual integrado, as redes regulatórias de ATPases em situações fisiológicas e patológicas de relevância, para explicar a gênese de lesões e para propor novas abordagens terapêuticas.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adalmir de Oliveira Gomes

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • desempenho de organizações policiais no brasil
  • O desempenho de organizações policiais em geral e da polícia em particular constitui tema de alta relevância política e social. Conhecer o desempenho da polícia é necessário para satisfazer as exigências de prestação de contas e buscar a melhoria dos seus serviços. A sociedade aspira por conhecer medidas confiáveis do desempenho policial para permitir a consecução de resultados relevantes com os recursos disponíveis. O serviço prestado pelas polícias inclui interesses difusos e conflitantes, o que dificulta um consenso sobre quais devem ser os seus objetivos prioritários, o que deve ser medido, e quais indicadores deveriam ser utilizados para medir o desempenho policial. Aliado a isso, trata-se de tema pouco estudado com a lente da administração. Neste sentido, o presente projeto tem como objetivo identificar dimensões que expliquem o desempenho da Polícia Federal, em seu segmento de polícia judiciária, e da Polícia Militar, bem como propor indicadores que permitam implementar sistemas de avaliação desses segmentos policiais no Brasil. Por meio da revisão de literatura para a construção do projeto foi possível identificar a existência de uma lacuna do conhecimento a respeito do desempenho de organizações policiais brasileiras, o que torna relevante a pesquisa para suprir tal carência e oferecer subsídios para a formulação e melhorias de políticas públicas relacionadas com o desempenho dessas instituições. O método a ser utilizado na pesquisa é quali-quanti, com pesquisas documentais, entrevistas, survey e análise de dados numéricos secundários. São previstos os seguintes resultados: a) dois relatórios de pesquisa, sendo um relativo à Polícia Federal e outro à Polícia Militar; b) duas teses de doutorado em Administração; c) dois trabalhos de iniciação científica concluídos; d) quatro trabalhos publicados em anais de eventos científicos; e) quatro artigos publicados em periódicos científicos de alta qualidade; f) dois seminários para apresentação e discussão de resultados junto às polícias pesquisadas; e g) duas escalas de medição do desempenho da atividade policial. Os resultados da pesquisa podem oferecer informações que auxiliem na criação de ferramentas de monitoramento e gerenciamento das atividades das organizações policiais brasileiras, o que permitiria o aprimoramento das suas ações, resultando na racionalização de recursos públicos e na melhoria dos serviços prestados. O estudo proposto também proporcionará conhecimentos novos a respeito de desempenho policial e pode incentivar o início de uma cultura de avaliação do desempenho nas organizações que compõem o sistema de segurança público do país.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adalto Rodrigues Gomes dos Santos Filho

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • aplicações de campos escalares a espalhamento de kinks e problemas de energia escura
  • Procura-se neste projeto de pesquisa abordar alguns tópicos fundamentais de física de campos escalares. Usando o formalismo de teoria clássica de campos iremos abordar os seguintes problemas: i) Estudar espalhamento de kinks procurando entender efeitos de teorias não-integráveis; ii) Investigar modelos cosmológicos acoplados no setor escuro como uma abordagem do problema da coincidência cósmica.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adebaro Alves dos Reis

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • organização socioprodutiva de comunidades rurais: tecnologia social de geração de renda, inclusão no mundo do trabalho e autonomia econômica nos territórios rurais da amazônia paraense
  • O projeto tem o objetivo de promover a organização socioprodutiva de comunidades rurais,com foco na autogestão e na cooperação, que promovam geração de renda, inclusão no mundo do trabalho e autonomia econômica das famílias inscritas no Cadastro Único do Governo Federal, possibilitando a melhoria das condições de vida, como estratégia de desenvolvimento sustentável e superação da extrema pobreza na Amazônia Paraense. Os objetivos específicos são: a) Realizar um diagnóstico para identificação do perfil das famílias e das comunidades aplicada aos processos de organização social, gestão, produção, distribuição e comercialização dos produtos. b) Desenvolver o processo organização socioprodutiva de comunidades rurais por meio de atividades de capacitação, assessoria e acompanhamento técnico, no âmbito da organização social, gestão, produção e comercialização. c) Criar soluções tecnológicas que promovam estratégias de produção de alimentos mais saudáveis para o consumo próprio, comercialização, contribuindo para a organização produtiva de trabalhadores. d) Apresentar o cooperativismo e a economia solidária como possibilidade de organização social coletiva autogestionária com vistas à geração de trabalho e renda, à população ou grupo em potencial para constituição de empreendimentos solidários. e) Promover a formação continua e permanente em desenvolvimento sustentável, tecnologia social, coooperativismo, economia solidária, autogestão, agroecologia, agroindustrialização e comercialização para autonomia. f) Produzir e disseminar conhecimentos científicos sobre tecnologias sociais e áreas afins. g) Criar espaços de ensino-aprendizagem favorável ao desenvolvimento da prática acadêmica e profissional nas comunidades rurais por meio da integração da extensão, ensino e a pesquisa no IFPA Campus Castanhal. O processo metodológico de organização social e produtiva de comunidades rurais compreende um conjunto de atividades sistemáticas decapacitação e assessoria que percorrem desde o surgimento do empreendimento até sua consolidação e que busca, através da troca de conhecimentos (saberes acadêmico e popular), fazer com que o empreendimento, no fim do processo, conquiste autonomia organizativa e viabilidade econômica das famílias.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - PA - Brasil
  • 01/12/2018-31/05/2020
Foto de perfil

Adebaro Alves dos Reis

Outra

Divulgação Científica
  • iii feira de ciência, tecnologia e inovação social da amazônia paraense (iii fecitis): valorizando saberes e sabores amazônicos
  • A III FEIRA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SOCIAL DA AMAZÔNIA PARAENSE (III FECITIS): Valorizando Saberes e Sabores Amazônicos tem o objetivo de valorizar os saberes e sabores amazônicos, visando contribuir significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e inovação do País, como instrumento de produção, difusão e popularização da ciência e melhoria dos ensinos médio e técnico, possibilitando a identificação de jovens talentosos que possam ser estimulados a seguir carreiras técnico-científicas e docente, para o uso do conhecimento científico como mecanismo de empoderamento, inclusão e transformação social, no estado do Pará. Os objetivos específicos são: a) Promover a disseminação e a difusão da produção de iniciação científica da educação básica, tecnológica e profissional dos discentes do IFPA e das escolas do ensino médio do Estado do Pará, despertando o interesse pela investigação científica e contribuindo para o desenvolvimento de habilidades em sala de aula, de forma interdisciplinar, criativa e contextualizada. b) Valorizar as atividades pedagógicas desenvolvidas pelos professores e alunos da rede pública estadual e do IFPA, dando oportunidade para o envolvimento deste coletivo com apresentações de trabalhos, visitas, participação em palestras, mesas redondas e oficinas que compõem o conjunto de atividades organizadas para o evento. c) Fortalecer as parcerias existentes o IFPA, escolas da educação básica, prefeituras, secretarias municipais de educação, universidades e movimentos sociais ligados ao campo, através do desenvolvimento de projetos criativos e inovadores, bem como o de aproximar as escolas públicas dos empreendimentos do Estado do Pará. d) Promover um espaço de troca de saberes tradicionais e experiências de inovação social aplicada a dinâmica da agricultura familiar, colocando em prática as ideias e questões que envolvam investigação científica de fenômenos da natureza ou socioambientais. e) Promover a integração e o vinculo entre escola da educação básica, tecnológica e profissional do IFPA e comunidade em geral, a partir das atividades de intercâmbios entre professores, os estudantes-pesquisadores e os visitantes da Feira. Além de estimular alunos e professores para a produção de trabalhos investigativos, valorizando assim o trabalho docente interdisciplinar e contextualizado na área de ciências, tecnologia e inovação social. f) Promover o desenvolvimento da criatividade e da capacidade inventiva e investigativa dos estudantes, para despertar vocações e incentivar a pesquisa nas escolas; por meio da produção científica, voltadas para sustentabilidade do território amazônico, a fim de promover a conscientização e responsabilidade socioambiental e produzindo e disseminando conhecimentos contextualizados na realidade amazônica. g) Promover a popularização da C&T e o aperfeiçoamento do ensino de ciências nas escolas, bem como a produção e a difusão de tecnologias e inovações para a inclusão e o desenvolvimento social. A III FECITIS terá abrangência estadual, mobilizando participantes de quatro territórios do Estado do Pará, envolvendo escolas de rede pública de ensino médio e técnico, assim como, os campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. O público alvo da III FECITIS serão os pesquisadores e professores da educação profissional e tecnológica dos Campi do IFPA, professores da educação básica do ensino fundamental, médio e técnico de escolas públicas, alunos da educação básica (ensino fundamental, médio e técnico das escolas públicas), do ensino profissionalizante/técnico, do ensino superior, da rede pública ou particular de ensino, bem como todos aqueles que tenham interesse em ciência e tecnologia. A comunidade em geral e segmentos socialmente vulneráveis, tais como: agricultores familiares, quilombolas, ribeirinhos, indígenas, aquicultores, pescadores, meninas e mulheres rurais, deficientes físicos, dentre outras.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - PA - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Adebaro Alves dos Reis

Ciências Agrárias

Agronomia
  • iv feira de ciência, tecnologia e inovação social da amazônia paraense (iv fecitis): valorizando saberes e sabores amazônicos
  • AIV FEIRA DE CIÊNCIA, TECNOLOGIA E INOVAÇÃO SOCIAL DA AMAZÔNIA PARAENSE (IV FECITIS): Valorizando Saberes e SaboresAmazônicos temo objetivo de valorizar os saberes e sabores amazônicos, visando contribuir significativamente para o desenvolvimento científico, tecnológico e inovação do País, como instrumento de produção, difusão e popularização da ciência e melhoria dos ensinos médio e técnico, possibilitando a identificação de jovens talentosos que possam ser estimulados a seguir carreiras técnico-científicas e docente, para o uso do conhecimento científico como mecanismo de empoderamento, inclusão e transformação social, no estado do Pará. O objetivo geral é de realizar a IV Feira de Ciência, Tecnologia e Inovação Social da Amazônia Paraense (IV FECITIS): valorizando saberes e sabores amazônicos, visando a divulgação do conhecimento científico e tecnológico e a popularização da ciência que estimulem a curiosidade científica e o pensamento crítico, que contribuam para desenvolvimento sustentável e melhoria da qualidade de vida da população do estado do Pará. A IV FECITIS terá abrangência estadual, mobilizando participantes de quatro territórios do Estado do Pará, envolvendo escolas de rede pública de ensino médio e técnico, assim como, os campi do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará. O público alvo da IV FECITIS serão os pesquisadores e professores da educação profissional e tecnológica dos Campi do IFPA, professores da educação básica do ensino fundamental, médio e técnico de escolas públicas, alunos da educação básica (ensino fundamental, médio e técnico das escolas públicas), do ensino profissionalizante/técnico, do ensino superior, da rede pública ou particular de ensino, bem como todos aqueles que tenham interesse em ciência e tecnologia. A comunidade em geral e segmentos socialmente vulneráveis, tais como: agricultores familiares, quilombolas, ribeirinhos, indígenas, aquicultores, pescadores, meninas e mulheres rurais, deficientes físicos, dentre outras.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - PA - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

Adebaro Alves dos Reis

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • cooperativismo e desenvolvimento sustentável na amazônia paraense: caminhos para sustentabilidade dos territórios rurais
  • O projeto tem o objetivo geral de analisar a dinâmica do cooperativismo agropecuário e sua contribuição para Desenvolvimento Sustentável (DS), compreendendo as relações existentes entre cooperação e os impactos sociais, econômicos e ambientais nas comunidades nas quais as cooperativas estão inseridas, como instrumento de inclusão e sustentabilidade, contribuindo para a redução das desigualdades no meio rural da Amazônia paraense. O processo metodológico terá uma abordagem interdisciplinar, com enfoque aos procedimentos da pesquisa qualitativa e quantitativa com a utilização de métodos e técnicas que envolverão a realização de pesquisa bibliográfica, pesquisa documental, pesquisa de campo, observação participante, realização de entrevista, aplicação de questionário semiestruturado, análise de conteúdo e desenvolvimento de tecnologias sustentáveis e sociais. O modelo cooperativista tem contibuido para o desenvolvimento sustentável, incentivando novas práticas, mais colaborativas e sustentáveis, baseado na sustentabilidade economia, social e ambiental centrada nas cooperativas, reduzindo desigualdades, valorizando sempre a inclusão econômica e social. Além disso, as cooperativas contribuem com a distribuição de renda na sua área de atuação, seja no território, cidade, comunidade, beneficiando a economia local.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará - PA - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Adejardo Francisco da Silva Filho

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • “evolução crustal do domínio pernambuco-alagoas entre o toniano e o ediacarano, província borborema, avaliada com utilização de litogeoquímica e geologia isotópica de u-th-pb e lu-hf em zircão de granitos e ortognaisses”
  • A Província Borborema, é a parte oeste de um importante cinturão móvel Brasiliano que se estende do Brasil até a parte NW da África, nas reconstruções pré-drift (Van Schmus et al., 2008). Ela resulta da convergência e colisão entre os crátons do Oeste da África, Congo - São Francisco e Amazônia, a cerca de 600 Ma. As maiores partes do cinturão Neoproterozóico estão localizadas na África; Dahomey, Pharusian-Hoggar, Cinturão da África Central e a Província da Nigéria. O completo entendimento da ancestralidade e do amalgamento da parte norte de Gondwana Ocidental não é possível sem o entendimento da evolução da Província Borborema e das regiões adjacentes localizadas em ambos os lados do Atlântico. A Província Borborema tem sido dividida em cinco domínios crustais (Van Schmus et al. 2008); Setentrional, Central, Pernambuco-Alagoas (PEAL), Riacho do Pontal e Sergipano. O Domínio PEAL ocorre ao longo da parte SE da Província Borborema, em contato com o Domínio Sergipano. Trabalhos recentes sobre o Domínio PEAL, com utilização de isótopos de Nd, têm demonstrado similaridades entre a parte norte do mesmo e o Domínio Central, e, por outro lado, forte contraste entre estes dois e o domínio setentrional. A parte sul do PEAL, por outro lado, se assemelha ao Domínio Sergipano (Silva Filho et al., 2014). O Domínio PEAL foi subdividido por Silva Filho et al. (2006, 2014) em três subdomínios, Garanhuns, Água Branca e Palmares. O presente projeto visa lançar luz sobre a evolução dos subdomínios Água Branca e Palmares, especificamente os Batólitos Aguas Belas-Canindé, Ipojuca-Atalaia, com utilização de geologia isotópica de U-Th-Pb, principalmente em zircão, e de estudos de isótopos de oxigênio e háfnio também em zircão, de granitos relacionados à orogênese Brasiliana (Idades Criogeniana e Ediacarana), e de metassedimentos Criogenianos. Os dados a serem obtidos também auxiliarão nas correlações com o Cinturão da África Central e suas conexões com o cinturão Trans-Sahara. Hipótese levantada recentemente por De Wit et al. (2008), e por Oliveira et al. (2010), considera que o conjunto destas três províncias constituem uma margem tipo-Andina, ativa durante o amalgamento de Gondwana Ocidental. A caracterização deste processo de amalgamento ainda carece de detalhamento, principalmente com relação ao estágio colisional, para o Domínio PEAL. Acreditamos que a caracterização geológica, geoquímica isotópica e geocronológica dos batólitos graníticos Ipojuca-Atalaia e Águas Belas-Canindé do domínio PEAL, com foco nos principais plútons graníticos que ocorrem no mesmo, juntamente com a Sequência Inhapi , poderá contribuir para o teste desta hipótese, pois os mesmos apresentam algumas características de arco magmático.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adélia Aziz Alexandre Pozza

Ciências Agrárias

Agronomia
  • interação entre nutrição mineral de cafeeiros, ferrugem e qualidade da bebida
  • Ao reduzir uma única pulverização de fungicidas para ferrugem durante a safra do cafeeiro com o uso da nutrição mineral, já é uma grande contribuição para a saúde humana e para a sustentabilidade ambiental. Dessa forma, objetivou-se avaliar o efeito de diferentes doses de nitrogênio e de potássio na incidência e na severidade da ferrugem alaranjada (Hemileia vastatrix) em mudas de cafeeiro cultivadas em solução nutritiva e no campo. Para tanto serão implantados dois experimentos, um em solução nutritiva e outro no campo. O experimento em solução nutritiva em casa de vegetação será em delineamento experimental inteiramente casualizado, com 25 tratamentos e três repetições. Os tratamentos consistirão de cinco doses de N (3, 7, 11, 15 e 19 mmol/L) combinadas com cinco doses de K (3, 5, 7, 9 e 11 mmol/L) em esquema fatorial 5 x 5. As mudas, obtidas de semeadura em areia lavada, serão selecionadas de acordo com a uniformidade de tamanho e transferidas para vasos contendo a solução de Hoagland com os tratamentos especificados. Quando as plantas atingirem 70% da concentração inicial (medidor Cardy ions meter) será feita a troca da solução. As variáveis ambientais serão obtidas por abrigo meteorológico dentro da câmara de crescimento. Os esporos obtidos de folhas infectadas no campo serão colocados em suspensão e calibrada em hemacitômeto e ajustada 1,0 x 105 urediniósporos/mL. A suspensão será aplicada com atomizador ‘De Vilbiss’ n° 15 na face abaxial das folhas de café a partir do ápice até o ponto de escorrimento. Após o inicio dos sintomas da doença serão realizadas sete avaliações da intensidade da ferrugem nas folhas do cafeeiro em intervalos de 7 dias. A incidência será avaliada pelo número de folhas com lesão sobre o número total de folhas avaliadas por planta. A severidade será avaliada utilizando-se uma escala com notas variando de 1 a 6 sendo: 1 – de 0 a 3% de severidade; 2 – de 3 a 6% de severidade; 3 – de 6 a 12% de severidade; 4 – de 12 a 25% de severidade; 5 – de 25 a 50% de severidade; 6 – mais de 50% de severidade. Os resultados referentes aos índices médios de incidência e de severidade para ferrugem serão plotados em gráficos da curva de progresso da doença, durante o período de avaliação. Serão avaliados também a quantidade de clorofila e da fotossíntese com medidores SPAD e com o IRGA (Infrared Gas Analyze). Após o termino das avaliações, será coletada a parte aérea de plantas para análise nutricional. Para isso, serão lavadas em água destilada, acondicionadas em sacos de papel e secas em estufa, a 60°C, até atingirem peso constante. Após secagem, serão realizadas a pesagem e a moagem da matéria seca da parte aérea e das raízes das plantas e as amostras serão encaminhadas ao Departamento de Ciência do Solo, para determinar os teores de macro e micronutrientes. A analise estatística será realizada no programa SAS v. 8.1 (SAS Institute, Cary, NC). Será realizada análise de variância da AACPDI e da AACPDS, da matéria seca, da quantidade da clorofila e da fotossíntese, além dos nutrientes determinados. Em seguida, as médias entre os tratamentos serão comparadas pelo teste de F (P < 0,05). As variáveis quantitativas serão submetidas a analise de regressão, ajustando-se o modelo estatístico adequado para explicar o comportamento do patossistema. Caso haja interação entre o N e o K serão calculadas as superfícies de resposta das variáveis citadas acima. Experimento 2 - Será realizado em cafezais já implantados do Departamento de Agronomia da universidade Federal de Lavras. O delineamento experimental será inteiramente casualizado, com 16 tratamentos e três repetições. Cada parcela experimental ou repetição será constituída de três linhas com sete plantas em cada linha e como parcela útil será considerada as cinco plantas centrais. Os tratamentos consistirão de quatro doses de N (0, 15, 45 e 90 g/cova/aplicação) combinadas com quatro doses de K (0, 10, 30 e 60 g/cova/aplicação) em esquema fatorial 4 x 4. A calagem e a adubação fosfatada e com micronutrientes serão realizadas de acordo com a recomendação de Guimarães et al (1999). Após a ocorrência natural da ferrugem no campo, serão iniciadas as avaliações de incidência e severidade, totalizando 6 a 7 avaliações que serão integralizadas em área abaixo da curva de progresso da doença. Serão avaliados também a quantidade de clorofila e da fotossíntese com medidores SPAD e com o IRGA (Infrared Gas Analyze). Após o termino das avaliações, será coletada a parte aérea de plantas para análise nutricional. Para isso, serão lavadas em água destilada, acondicionadas em sacos de papel e secas em estufa, a 60°C, até atingirem peso constante. Após secagem, serão realizadas a pesagem e a moagem da matéria seca da parte aérea e das raízes das plantas e as amostras serão encaminhadas ao Laboratório, para determinar os teores de macro e micronutrientes. Quando os frutos estiverem maduros, no estádio de maturação cereja, serão colhidos e processados no Depto de Fitotecnia da UFLA e enviados para o Centro Agroecologico del Café A.C. Xalapa, Ver. Mex. Serão feitas três repetições por cada unidade experimental, por cada provador. Eles darão notas de 0 a 10 para os quesitos de qualidade. As folhas com os tratamentos no campo e em casa-de-vegetação serão levadas ao microscópio eletrônico de varredura para verificar possíveis alterações anatômicas. A analise estatística será realizada no programa SAS v. 8.1 (SAS Institute, Cary, NC). Será realizada análise de variância da AACPDI e da AACPDS, da matéria seca, da quantidade da clorofila e da fotossíntese, além dos nutrientes determinados. Em seguida, as médias entre os tratamentos serão comparadas pelo teste de F. As variáveis quantitativas serão submetidas a analise de regressão, ajustando-se o modelo estatístico adequado para explicar o comportamento do patossistema. Caso haja interação entre o N e o K serão calculadas as sup
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adelia Ferreira de Faria Machado

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • valorização do bagaço de oliva resultante da extração de azeite produzido no brasil por meio da recuperação de compostos fenólicos e desenvolvimento de novos “phenolipids”
  • Embora os compostos fenólicos sejam reconhecidos por suas propriedades antioxidantes, a hidrofilicidade característica desses compostos dificulta a aplicação dos mesmos em muitos produtos. Recentemente, a lipofilização de compostos fenólicos tem sido estudada como uma alternativa para modificar as características de solubilidade de antioxidantes naturais, com o objetivo de torná-los mais adequados para aplicação em sistemas lipídicos e emulsões, tanto em produtos alimentícios como em cosméticos, sem alterar suas propriedades funcionais. Além disso, em muitos casos, os lipídeos fenólicos, ou “phenolipids” (esse termo foi introduzido por Laguerre et al. no final dos anos 2000 e refere-se hoje em dia mais geralmente a qualquer composto fenólico de origem natural ou sintético, exibindo propriedades hidrofóbicas ou anfifílicas), obtidos têm apresentado atividade antioxidante melhorada quando comparados aos compostos fenólicos originais. Nesse sentido, a obtenção de “phenolipids” a partir de compostos fenólicos extraídos de resíduos agroindustriais representa uma alternativa viável para expandir, por exemplo, o uso do bagaço de oliva, principal subproduto da extração de azeite de oliva extra virgem. A recuperação e caracterização dos compostos fenólicos de bagaço de oliva têm sido estudadas nos últimos anos. No entanto, de acordo com buscas realizadas em bases de dados internacionais (ISI Web of Knowledge, por exemplo), não há relatos na literatura científica sobre a aplicação destes antioxidantes naturais no desenvolvimento de novos produtos de alto valor agregado, como os “phenolipids” propostos neste projeto. Por outro lado, o Brasil, através de instituições de pesquisa como a Embrapa e a EPAMIG (Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais), com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), vem incentivando a ampliação da olivicultura no país. Isto é especialmente verdadeiro para Minas Gerais e Rio Grande do Sul, onde se pode encontrar regiões com condições edafoclimáticas bastante favoráveis ao cultivo de oliveiras. O desenvolvimento dessa cultura representa, em especial para os produtores dessas regiões, uma oportunidade de ampliar e diversificar sua participação no agronegócio brasileiro, uma vez que a olivicultura está associada a produtos de elevado valor comercial cujo consumo no país tem aumentado nos últimos anos. Dentro deste contexto, este projeto tem como objetivo desenvolver novos “phenolipids” a serem aplicados como compostos biologicamente ativos ou como compostos antioxidantes melhorados em emulsões alimentícias ou cosméticas, usando como matéria-prima compostos fenólicos de bagaço de oliva obtidos a partir de cultivares de oliveira adaptadas às condições edafoclimáticas do Brasil.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adelina de Oliveira Novaes

Ciências Humanas

Educação
  • subjetividade social docente e políticas de subjetividade: aportes de uma perspectiva psicossocial
  • O projeto ora proposto visa aprofundar a investigação acerca da conexão entre subjetividade social e representações sociais de modo a apresentar contributos aos estudos educacionais fundamentados em uma perspectiva psicossocial. O constructo subjetividade social foi anunciado por Serge Moscovici, no entanto, até o momento não é possível sustentar sua precisão teórica. Um investimento nesse sentido foi realizado em pesquisa anterior, desenvolvida em 2015, junto ao Department of Social Psychology - The London School of Economics and Political Science (LSE), Reino Unido. Ao investigar as subjetividades construídas por professores do ensino fundamental, pela via das representações sociais, a pesquisa que recebeu o título “Teacher subjectivity in pychosocial perspective: elements for educational policies’ promotion” permitiu discutir os objetos relativos à profissionalização docente, ao enfatizar tanto a viabilidade do acesso às subjetividades sociais por meio da contribuição da teoria das representações sociais, quanto indicar a importância de considerar as subjetividades docentes enquanto um ato político ao propor sua formação e seu desenvolvimento profissional por meio daquilo que Juan Carlos Tedesco cunhou como políticas de subjetividade. A análise das 500 respostas de professores do ensino fundamental (6o ao 9o ano), das cinco regiões brasileiras, incluindo 25 professores da Argentina (Buenos Aires) que compõem a base de dados construída pela Rede Internacional de Estudos sobre Profissionalização Docente, possibilitou a análise da constituição da subjetividade docente e a eleição de hipóteses que carecem de aprofundamento. Tais hipóteses estão relacionadas ao locus de controle das subjetividades sociais docentes, tendo sido considerado como locus de controle interno a relação dos professores com seus alunos e locus de controle externo os demais outros constituintes da subjetividade docente, a exemplo da rede de ensino, da mídia, da família e dos amigos. O estudo aqui proposto pretende realizar um aprofundamento teórico, a partir de ampla revisão de literatura, no que concerne à produção social da subjetividade docente, com um enfoque na abordagem dialógica das representações sociais, ao recorrer à tríade dialógica sistematizada por Ivana Marková. Complementarmente ao investimento teórico no sentido de cercar o constructo subjetividade social, serão realizados quatro grupos focais orientados pela proposta teórico-metodológica da dialogicidade e coletadas informações por meio da Metodologia Q junto a 50 docentes do ensino fundamental (6o ao 9o ano) da Cidade de São Paulo. Pretende-se, com a realização da pesquisa, obter elementos que ofereçam maior precisão ao constructo subjetividade social e contribuir para o debate acerca das políticas de subjetividade, sobretudo no que se refere à profissionalização docente.
  • Fundação Carlos Chagas - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adelino Vieira de Godoy Netto

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • compostos organometálicos de paládio(ii) contendo oximas: síntese, citotoxicidade e interação com o biomoléculas
  • Essa proposta tem como objetivo a síntese, caracterização e avaliação da atividade citotóxica contra células tumorais de novos ciclometalados de fórmula geral [Pd(C2,N-oximas)(Cl)(PR3)] {PR3 = fosfinas terciárias monodentadas). A caracterização dos complexos será realizada com base nos resultados obtidos pelas técnicas de análise elementar, espectroscopia no IV e de RMN, espectrometria de massas ESI/MS, termogravimetria (TG) e difração de raios X de monocristal. A estabilidade dos complexos em meio fisiológico será analisada por espectroscopia no UV-Vis. O ensaio do M.T.T. será utilizado para determinar a citotoxicidade dos complexos frente à células normais e linhagens de tumores sensíveis e resistentes à cisplatina. Os complexos com Fator de Resistência (FR) e Índice Terapêutico (IT) promissores com relação à cisplatina serão submetidos aos ensaios de interação com a catepsina B e CT-DNA. O potencial de indução de apoptose e a ação dos ciclopaladados sobre o crescimento celular serão avaliados por citometria de fluxo.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ademar Arthur Chioro dos Reis

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • rede de atenção às urgências e a produção viva de mapas de cuidados
  • O SUS é definido como uma rede regionalizada e hierarquizada de ações e serviços de saúde, cuja materialização nas últimas décadas propicou avanços e desafios na estruturação do sistema (Chioro dos Reis et al, 2017). A implantação das Redes de Atenção à Saúde (RAS) a partir de 2010 representou uma nova etapa de organização do sistema, com o objetivo de garantir a integralidade e mudar os modos de produzir cuidado. As redes temáticas priorizadas foram: Cegonha, Urgência e Emergência, Psicossocial, da Pessoa com Deficiência e Doenças Crônicas (Brasil, 2011, 2012, 2014). As RAS propõem um novo modelo de estruturação do sistema com o objetivo de se obter melhores resultados epidemiológicos e de integralidade (Brasil, 2010), já utilizado em diversos países onde predominam condições crônicas, como o Canadá e a Europa Ocidental (Mendes, 2010), como estratégia para garantia da integralidade, economia de escala e de escopo. A Rede de Atenção às Urgências (RUE) foi proposta com a finalidade de articular e integrar os equipamentos de saúde, ampliar e qualificar o acesso dos usuários às urgências/emergências, de forma ágil e oportuna, a partir de pontos de atenção: UBS, serviços de atenção pré-hospitalar, hospitais e atenção domiciliar (Brasil, 2011). Avanços têm sido alcançados, mas há dificuldades a serem superadas para se engendrar novos arranjos de gestão e governança e instituir uma nova cultura institucional na saúde (Jorge, 2014). Na experiência de implementação das Redes Temáticas podemos identificar dois grandes campos conceituais que se interconectam: as Redes de Atenção à Saúde (Mendes, 2010) e as Redes Vivas de Saúde (Merhy et al, 2014), cujas relações não são determinísticas ou dicotômicas, mas imanentes e complementares. A definição das RAS como redes constituídas por diversos pontos de atenção à saúde, com centralidade da atenção básica, sistemas logísticos e de apoio (Mendes, 2010), contem elementos estrutural-funcionalistas e traz um novo modelo de financiamento (incentivos e/ou orçamentação global atrelados à metas) que busca superar a lógica de remuneração por procedimentos (Moreira et al, 2017). A proposta de implementação das RAS aposta no fortalecimento da da governança regional, mas as 438 regiões de saúde instituídas no país e os espaços regionais de gestão não garantem um processo vivo e potente de regionalização (Chioro dos Reis et al, 2017). A regionalização, mais do que um processo de organização das ações e dos serviços, é uma construção política que deve favorecer o diálogo entre os atores locais e os gestores para o reconhecimento e enfrentamento das necessidades de saúde dos territórios específicos (Mendes et al, 2015). A RUE, conduzida com forte indução financeira, baseada no planejamento regional e em instrumentos legais-normativos extensos aplicados em diferentes realidades, pode ter desencadeado processos meramente burocratizados, mas sem necessariamente obter os resultados propostos (Tofani, 2016). Já o conceito de Redes Vivas de Saúde é fundamentado no processo micropolítico de gestão e do trabalho em saúde. Chioro dos Reis et al (2017) propõem a Regionalização Viva como potencializador da gestão e governança regional sob a perspectiva micropolítica. Cecílo (2007) já alertava que não há arranjo institucional que consiga capturar ou circunscrever a complexidade das relações institucionais. Também o protagonismo dos usuários, ao construírem seus próprios itinerários terapêuticos, através do regime de “regulação leiga”, transcende as estruturas e processos rígidos (Cecílio, 2014). O estranhamento e a externalidade dos gestores com o espaço micropolítico traduz-se em práticas e modelos de implementação de políticas públicas que buscam normalizar e controlar este território (Cecílio, 2012). Ou seja, as políticas oficiais são reprocessadas e adquirem novos desenhos nem sempre “planejados” por seus formuladores (Chioro dos Reis, 2011). Questão central da pesquisa: quais mapas de cuidado tem sido produzidos a partir da implementação da RUE? Objetivo geral: analisar o processo de implementação e conformação dos modos de produção do cuidado da Rede de Atenção às Urgências (RUE) em duas regiões de saúde. Objetivos específicos: a) Identificar analisadores da produção micropolítica presentes no processo de pactuação e implementação da RUE; b) Analisar as diferentes produções no processo de gestão a partir de sua implementação nas regiões de saúde de Campinas (SP) e Passo Fundo (RS); c) Caracterizar as transformações ocorridas nos modos de produção do cuidado em saúde a partir da implementação da RUE nas regiões de saúde. Metodologia: A pesquisa terá caráter qualitativo, analítico, com abordagem micropolítica. Caracteriza-se como estudo de casos e fará uso do método biográfico. Fases da pesquisa: revisão bibliográfica e análise de documentos oficiais da formulação da RUE; coleta de depoimentos com informantes-chave identificados entre os gestores do SUS nas regiões de saúde; entrevistas com usuários-guia para a coleta de narrativas sobre o uso da rede; entrevistas em profundidade com gerentes de diferentes serviços que compõem a RUE. O material empírico será analisado por planos de visibilidade mediante as categorias identificadas, tendo como referência a “Abordagem do Ciclo de Políticas Públicas”, desenvolvido por Ball. Resultados esperados: O principal resultado é o aprofundamento de formulações teórico-conceituais em relação aos processos de formulação e implementação de políticas de saúde, contribuindo para o alargamento do pensamento teórico sobre as dinâmicas organizacionais e a superação de modelos teóricos demasiados simplificados e funcionalizantes, com baixa capacidade para compreender e intervir em complexas dinâmicas organizacionais. Produtos esperados: 2 mestrados acadêmicos e 1 doutorado; 1 livro; 3 artigos; 6 trabalhos em congressos; relatório técnico para compartilhamento com gestores do SUS.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ademar Avelar de Almeida Júnior

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeito agudo de uma sessão de exercícios com pesos associado à suplementação de glutamina sobre as funções cognitivas, cardiovasculares e metabólicas de mulheres com hiv/ aids, tratadas com a terapia antiretroviral altamente ativa
  • O objetivo do presente estudo será avaliar o efeito de uma sessão de exercícios com pesos, associada à suplementação de glutamina sobre as funções cognitivas, parâmetros cardiovasculares e metabólicos de pessoas vivendo com HIV/AIDS. A amostra será composta por mulheres com HIV/AIDS, que fazem uso da Terapia Antiretroviral Altamente Ativa. As participantes serão randomizadas em um procedimento duplo-cego para receberem durante sete dias a suplementação de Glutamina Dipeptídeo (GLD) e/ ou Placebo (PLA). Ao término deste primeiro período, as participantes realizarão uma sessão de exercícios com pesos com avaliações cognitivas, cardiovasculares, bioquímicas e metabólicas realizadas antes (pré) e após a sessão de exercícios. Em seguida as participantes repousarão durante sete dias para que os estoques iniciais possam retornar aos níveis basais (washout). Na sequência, ocorrerá um cruzamento dos grupos, de modo que, quem recebeu a GLD na primeira semana passará a suplementar por sete dias com PLA (maltodextrina) e vice-versa. A função cognitiva será avaliada antes e imediatamente após a sessão de exercício, mediante a aplicação do teste de Stroop e o teste de N-Back. Os parâmetros cardiovasculares serão avaliados a partir da medida da pressão arterial (PA) e da variabilidade da frequência cardíaca (VFC). A PA será avaliada uma única vez, 10 min antes da sessão de exercício e, após o protocolo de exercício, será monitorada a cada 20 min, durante duas horas. Para tanto será utilizado um equipamento da marca Omron HEM-7200. A VFC será monitorada antes, durante e após (120 min) a sessão de exercícios, utilizando um equipamento da marca Polar V800. O sangue arterial, para dosagens dos marcadores inflamatórios e de estresse oxidativo, será coletado em três momentos, sendo: imediatamente antes, uma hora após e duas horas após o protocolo de exercício com pesos. A sessão de exercícios será constituída de sete exercícios com pesos envolvendo diferentes grupamentos musculares, com três séries de 8-12 repetições, a uma intensidade auto-selecionada (5-7 da escala de OMINI-RES), com intervalo de 90 segundos entre as séries e 120 segundos entre os exercícios. Para análise estatística utilizaremos a análise de variância de dois fatores para medidas repetidas, tendo o grupo (GLD e PLA) e o tempo (pré e pós-sessão). O nível de significância adotado será de P <0,05. Espera-se que o exercício com pesos ocasione respostas em dois sentidos, particularmente por ser avaliado de forma aguda. Se por um lado é possível que exista um impacto positivo nas variáveis cardiovasculares e cognitivas, por outro pode ocorrer aumento de processo inflamatório e de estresse oxidativo. Nesse sentido, espera-se que o aumento dos estoques corporais de glutamina, via suplementação exógena, possa propiciar um ambiente favorável para a manutenção da capacidade de defesa do sistema imunológico e, consequentemente, atenuar as respostas inflamatórias e o estresse oxidativo provocados pelo exercício agudo.
  • Universidade Estadual de Maringá - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ademar Benévolo Lugão

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • laboratório nacional de nanotecnologia aplicada às áreas nuclear e correlatas
  • A CNEN tem atuação em todo território Brasileiro. Suas 14 unidades, dentre institutos de pesquisa, laboratórios, agências distritais e escritórios regionais, estão distribuídas por nove estados brasileiros e sua sede localiza-se no Rio de Janeiro e ainda no Rio estão o Instituto de Radioproteção e Dosimetria - IRD; o Distrito de Angra dos Reis - DIANG (RJ), o Instituto de Engenharia Nuclear - IEN e o Escritório de Resende (ESRES). As demais unidades espalhadas por todas as regiões do país são: - Distrito de Caetité - DICAE (BA) - Distrito de Fortaleza - DIFOR (CE) - Escritório de Porto Alegre (ESPOA) - Escritório de Brasilia - ESBRA (DF) - Laboratório de Poços de Caldas - LAPOC (MG) - Centro Regional de Ciências Nucleares do Centro-Oeste - CRCN-CO, em Goiânia (GO) - Centro Regional de Ciências Nucleares do Nordeste - CRCN-NE, em Recife (PE) - Centro de Desenvolvimento da Tecnologia Nuclear - CDTN, em Belo Horizonte (MG) - Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares - IPEN, em São Paulo (SP) O IPEN, que produz atualmente 38 diferentes radiofármacos, incluindo o flúor FDG-18F, além de ser o único produtor de Geradores de Tecnécio-99m no país. O IEN, localizado no Rio de Janeiro, produz o FDG-18F, iodo-123 ultra-puro e metaiodobenzilguanidina marcada com iodo-123; o CDTN, em Belo Horizonte, produz o FDG-18F e Na18F; e o CRCN-NE, em Recife, produz somente o FDG-18F. Além desses, o IPEN fornece fios de irídio-192 e sementes de iodo-125, ambos utilizados em tratamentos oncológicos, por meio de procedimentos de braquiterapia. A atuação da CNEN em nanotecnologia é evidente nos avanços nas áreas de atuação seguintes: •medicina nuclear (fortemente ligado à nanotecnologia, pois comercializamos radioisótopos conjugados com moléculas ou nanopartículas com afinidade tumoral); •aplicações na indústria, agricultura e meio ambiente (fortemente ligado à nanotecnologia, pois a aplicação de radiação ionizante gera alterações na nano/microestrutura dos materiais); •pesquisa e ensino relacionados a tecnologias aplicadas (nossos cursos de posgraduação oferecem várias disciplinas em nanotecnologia); A CNEN está formando o laboratório nacional de nanotecnologia aplicada às áreas nuclear e correlatas – NuclearNANO, considerando a integração das suas 14 unidade distribuídas por todo o país. Porém, o laborabório nuclearnano, nesse momento, se consolida por uma atuação em rede das várias instalações e laboratórios do IPEN em SP, do CDTN em MG e do CRCN-NE em Pernanbuco. A nanotecnologia aplicada às áreas nucleares e correlatas atendem de forma intensa, as áreas a seguir: •Saúde: - por meio dos radiofármacos nanoestruturados e desen-volvimento de nanopartículas com aplicações teranósticas ou para o carreamento de fármacos e curativos avançados com nanopartículas de prata etc.; •Agropecuária: - desenvolvimento de sistemas de liberação controlada de defensivos agrícolas (agrotóxicos); reaproveita-mento de celulose por meio da síntese de nanocelulose, uso de radionuclídeos nanoestruturados como traçadores para estudo do desenvolvimento de novas variedades e também diagnostico e tratamento de doenças. •Automobilística: o uso de polímeros nanoestruturados por meio da radiação ionizante já é uma prática comum na indústria automobilística. Por exemplo, os pneus são produzidos por meio da pré-reticulação e oxidação seletiva induzidas por radiação ionizante de camadas de borracha reforçadas por mantas de poliéster e ou aço. Outro exemplo, os fios e cabos elétricos usados debaixo do capô de um automóvel são nanoestruturado por meio da reticulação induzida por radiação. Espumas e compósitos na industria automobilística também são processados por radiação para melhoras de propriedades. •Eletro-eletrônica – dopagem de semicondutores em reator nuclear, fios e cabos elétricos usados em quase todos os dispositivos eletrônicos, computadores celulares, televisão, sistemas militares etc. são nanoestruturado por meio da reticulação induzida por radiação. •Mineração: indução de centros de cor para valorização de gemas e pedras preciosas; •Alimentos: embalagens termoencolhíveis e inteligentes nanoestruturadas por meio da reticulação induzida por radiação; •Farmacêutica e cosmética e conservação de objetos de arte: demandam a esterilização por radiação dos seus produtos e nossos laboratórios precisam apoiar o desenvolvimento das formulações para resistirem ao processo ou minimizar os danos; ETC.
  • Comissão Nacional de Energia Nuclear - RJ - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Ademar Benévolo Lugão

Engenharias

Engenharia Nuclear
  • síntese in situ em uma etapa em reator nuclear de nanopartículas de ouro radioativo (au-198) encapsulados por albumina para fins teranosticos em cancer
  • A albumina proteína abundante no plasma possui uma serie de características que a credenciam como um carreador de drogas natural com propriedades interessantes em oncologia. A Albumina pode ser reticulada facilmente e estruturada para o carreamento de grandes quantidades de moléculas hidrofóbicas e hidrofílicas (1). Elas podem ser ligadas de uma forma reversível e a liberação controlada por mecanismos endógenos. Alternativamente a sistemas convencionais, a Albumina pode ser reticulada por meio da radiação ionizante de forma que aldeídos e reagentes tóxicos são totalmente evitados (2,3). Por outro lado, íons radioativos são comumente aplicados para aplicações em diagnóstico e terapia de câncer e de outras doenças de alta gravidade. Por exemplo, nanopartículas de ouro radioativo são aplicadas presentemente in radioterapia para tanto para aumentar a dose local quanto para emitir radiação beta e gama. A propriedades do ouro radiativo (Au-198) são 198Au (βmax=0.96 MeV; t1/2 = 2.7 dias) e 199Au (βmax =0.46 MeV; t1/2 = 3.14 dias) tornando-os fortes candidatos para a teranóstica (4-5). A conjugação desses materiais com açúcares, peptídeos, proteínas, entre outros é usada atualmente de forma rotineira para tornar as nanopartículas especificas. As nanopartículas podem oferecer uma quantidade de dose muito maior por partícula que os íons para terapia e diagnóstico, além de uma enorme superfície para ligar espécies que promovam especificidade e a funcionalização com proteínas pode potencialmente promover a absorção da partícula por tumores ou tecidos inflamados. O principal proposito desse trabalho será o desenvolvimento da síntese in situ em uma etapa em reator nuclear de nanopartículas de ouro radioativo (au-198) encapsulados por albumina para fins teranósticos em câncer. A albumina reticulada pode fornecer um revestimento não tóxico com raio hidrodinâmico controlado e as nanopartículas de ouro podem ser ativadas por reator. A radiação beta e gama emitidas pela partícula de ouro serão usadas para a reticulação da albumina. O uso de partículas radioativas capazes de emitir radiação para a reticulação da camada de albumina será realizado pela primeira vez. O procedimento elegante combinado com a facilidade de produção e propriedades do Au-198 e segurança da Albumina poderão tornar essa partícula um avanço excitante na área de nanocêuticos para câncer. Para esse fim ácido tetracloroáurico será produzido a partir de folhas de ouro de alta pureza irradiadas em reator nuclear e dissolvidas em água regia. 198AuNP/BSA será sintetizado por agitação de solução aquosa de BSA e H198AuCl4. Os produtos serão avaliados inicialmente pela formação de cor como assinatura típica de nanopartículas metálicas. A 198AuNP/BSA formada será ainda caracterizada por espectrofotometria UV-Vis, DLS e TEM. Os espectros serão obtidos no primeiro dia e após 30 dias para avaliação da estabilidade. A formação de bitirosina será medida por fluorescência e é considerada uma evidencia de reticulação intramolecular e intermolecular (6,7). O objetivo é a preparação de nanopartículas de ouro (Au-198) encapsuladas por Albumina de forma estável e reprodutiva em um processo escalável e robusto adequado para transferência ao setor produtivo. 1 – Evelina Miele, Gian P. Spinelli, Ermanno Miele, Federica Tomao, Silverio Tomao, Albumin-bound formulation of paclitaxel (Abraxane® ABI-007) in the treatment of breast cancer, International Journal of Nanomedicine, 2009:4 99–105. 2 – Silvia L. Soto Espinoza, Mirna L. Sánchez, Valeria Risso, Eduardo E. Smolko, Mariano Grasselli, Radiation synthesis of seroalbumin nanoparticles, Radiation Physics and Chemistry, 2012:81 1417–1421. 3 – Gustavo H.C. Varca, Rodrigo G. Queiroz, Ademar B. Lugão, Irradiation as an alternative route for protein crosslinking: Cosolvent free BSA nanoparticles, Radiation Physics and Chemistry, 2016. http://dx.doi.org/10.1016/j.radphyschem.2016.01.021. 4- Kattumuri, V., Katti, K., Bhaskaran, S., Boote, Evan J., Casteel, Stan W., Fent, Genevieve M., Robertson, David J., Chandrasekhar, M., Kannan, R. and Katti, Kattesh V. (2007), Gum Arabic as a Phytochemical Construct for the Stabilization of Gold Nanoparticles: In Vivo Pharmacokinetics and X-ray-Contrast-Imaging Studies. Small, 3: 333–341. 5- Nripen Chanda, Vijaya Kattumuri, Ravi Shukla, Ajit Zambre, Kavita Katti, Anandhi Upendran,Rajesh R. Kulkarni, Para Kan, Genevieve M. Fent, Stan W. Casteel, C. Jeffrey Smith, Evan Boote,J. David Robertson, Cathy Cutler, John R. Lever, Kattesh V. Katti, and Raghuraman Kannan Bombesin functionalized gold nanoparticles show in vitro and in vivo cancer receptor specificity, PNAS 2010 107 (19) 8760-8765; April 21, 2010. 6 – Rodrigo G. Queiroz, Gustavo H.C. Varca, Slawomir Kadlubowski, Piotr Ulanski, Ademar B. Lugão, Radiation-synthesized protein-based drug carriers: Size-controlled BSA nanoparticles, International Journal of Biological Macromolecules, 2016:85 82– 91. 7 - Gustavo H.C. Varca, Gabriela G. Perossi, Mariano Grasselli, Ademar B. Lugão, Radiation synthesized protein-based nanoparticles: A technique overview, Radiation Physics and Chemistry, 2014:105 48– 52.
  • Comissão Nacional de Energia Nuclear - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ademar Dutra

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • avaliação de desempenho de portos brasileiros: proposta de um modelo multicritério para portos de interesse público
  • No contexto brasileiro, nos últimos anos, o forte crescimento das exportações e importações evidenciou a função estratégica que o sistema portuário tem para a economia do País. A participação dos portos no comércio exterior atingiu aproximadamente 96% do total do volume exportado e 87% das importações do Brasil nos últimos anos (BRASIL, 2016). Neste contexto, a presente pesquisa tem como objetivo central propor um modelo de avaliação do desempenho de portos brasileiros, a partir de um conjunto de indicadores estruturados e fundamentados na Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista (MCDA-C). Como objetivos específicos destacam-se: (i) proceder uma revisão abrangente da literatura internacional sobre o tema avaliação e indicadores de desempenho por meio do instrumento ProKnow-C (Knowledge Development Process–Constructivist); (ii) selecionar um conjunto de indicadores, a partir da literatura internacional e investigar junto aos gestores portuários suas percepções quanto a importância, aplicabilidade e contribuição para o desempenho portuário; (iii) cotejar e analisar os indicadores propostos pelos gestores de portos brasileiros; (iv) construir um modelo multicritério de avaliação, a partir dos indicadores informados pelos gestores frente à realidade dos portos brasileiros, identificando a performance individual, global, bem como estratégias de melhorias. Trata-se de um estudo descritivo-exploratório, com abordagem quali-quantitativa, envolvendo a coleta de dados primários e secundários, fazendo uso dos instrumentos de intervenção ProKnow-C (Knowledge Development Process–Constructivist) e da Metodologia Multicritério de Apoio à Decisão Construtivista (MCDA-C). No que se refere aos resultados busca-se: (i) o resgate dos indicadores presente na literatura científica internacional em artigos de relevância e reconhecimento científico; (ii) a identificação das principais características das publicações científicas internacionais, consolidadas em um estudo bibliométrico de profundidade; (iii) a evidenciação de um conjunto de indicadores validados pelos gestores portuários e considerados importantes para mensurar o desempenho de portos brasileiros; (iv) a disponibilização de modelo de avaliação de desempenho de portos brasileiros, estruturado a partir da Metodologia MCDA-C; (v) a identificação do perfil de desempenho dos portos objeto deste estudo, demonstrando as fragilidades e as potencialidades.
  • Universidade do Sul de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ademar Pozzatti Junior

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • direito internacional e políticas públicas locais: o papel da cooperação internacional sul-americana para a efetivação dos direitos humanos
  • O presente projeto de pesquisa fundamenta-se em uma dupla constatação. De um lado está a necessidade de se investigar o impacto do direito internacional na organização social e política estatal, a fim de se questionar em que medida a pluralidade de fontes jurídicas normativas internacionais é capaz de se materializar e produzir um impacto social. De outro lado está a necessidade de se fazer uma reflexão sistemática, embasada e objetiva sobre as áreas e os mecanismos de cooperação internacional efetivamente postos em prática entre os países da América do Sul e verificar se existe um relacionando entre estes esquemas de cooperação internacional e a efetiva construção de políticas públicas locais. Sendo o direito internacional um instrumento da política internacional, ele se configura em um conjunto de regras, de discursos e de técnicas que os atores internacionais utilizam para regrar as suas relações e perseguir certas finalidades comuns. Longe de ser uma simples técnica jurídica neutra, ele é, e sempre foi, a projeção internacional dos valores e dos interesses dos atores dominantes da sociedade internacional. A partir do momento que a estrutura da sociedade internacional foi se modificando, a função do direito internacional também foi sofrendo severas transformações, deixando de ser um simples instrumento de coexistência entre os Estados, para ser uma ferramenta a serviço da cooperação internacional. Nesse sentido, é de se questionar se o direito internacional continua servindo exclusivamente à projeção internacional dos interesses das elites políticas estatais, ou se, de outra forma, através da cooperação pode ser um instrumento efetivo da construção de políticas públicas locais, e, com isso, concretização de direitos dos menos favorecidos. O modelo clássico do direito internacional o concebia como sendo separado da esfera da política doméstica. Dessa forma, ele refletia os problemas que o sistema jurídico internacional queria tratar, notadamente a coexistência entre soberanias e a cooperação entre os estados para a regulação, por exemplo, de imunidades diplomáticas ou o regime dos navios em alto mar. Assim, os fins do direito internacional clássico eram interestatais e não intra-estatais. Os fundamentos desse direito internacional refletiam os princípios da soberania Westphaliana, quais sejam, o direito dos Estados de serem livres de qualquer interferência externa e de serem reconhecido como um agente autônomo e independente no sistema internacional. O processo de globalização mudou profundamente a natureza da governança e os desígnios do direito internacional, de forma que os desafios atuais dos Estados e da sociedade internacional demandam um novo papel para o sistema legal internacional. Da macro-criminalidade à poluição transfronteiriça, dos fluxos migratórios internacionais à integração econômica, do comércio transfronteiriço a tutela dos direitos humanos, os problemas internacionais tem raízes domésticas que um sistema meramente interestatal não tem competência nem força para tratar. Para oferecer uma efetiva resposta para esses novos desafios, o direito internacional deve ser capaz de influenciar a política doméstica, moldar as políticas públicas locais e aparelhar as instituições nacionais para atingir, em nível local, esses objetivos globais. Assim, para criar as condições desejáveis no sistema internacional/local, o direito internacional deve promover a capacidade e a vontade dos governos domésticos para responder às questões globais, com as suas ferramentas. Dessa forma, o papel do direito internacional passa por severas transformações, deixando de ser uma mera regulação independente, envolvendo apenas a cúpula do Estado ou até mesmo acima do Estado, para promover o engajamento direto das instituições públicas e até mesmo da sociedade civil. Dentro dessa perspectiva de articulação entre as esferas normativas internacional e doméstica, a cooperação internacional parece ser um privilegiado instrumento para a persecução de objetivos globais em nível local. Nessa perspectiva, o problema que guia a pesquisa pode ser delineado da seguinte maneira: em que medida o direito internacional, através da promoção da cooperação internacional, é um instrumento capaz de construir políticas públicas locais para a efetivação dos direitos humanos? Como recorte geográfico, a pesquisa analisará se e como a cooperação internacional entre países da América do Sul pode dar lugar a políticas públicas locais. Mais especificamente, o projeto busca mapear esses mecanismos de cooperação internacional, sejam no âmbito organizações regionais, sejam no âmbito da cooperação convencional, além de permitir inferências mais abrangentes sobre o papel da cooperação internacional na efetivação dos direitos humanos. Parte-se da hipótese de que a cooperação internacional levada a cabo no seio de América do Sul difere da cooperação técnica internacional em sentido amplo. Os muitos processos de integração regional experimentados na região apresentariam um grau de institucionalização e um nível de proximidade com atores domésticos que lhes permitiria desenvolver uma espécie de cooperação internacional reforçada traduzida na formulação e implementação de genuínas políticas públicas locais.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ademir Antonio Cazella

Ciências Agrárias

Agronomia
  • o enfoque da cesta de bens e serviços territoriais: modelo de análise do desenvolvimento territorial sustentável
  • O enfoque teórico-metodológico da Cesta de Bens e Serviços Territoriais (CBST) foi formulado originalmente a partir da realidade empírica de zonas rurais francesas marginalizadas do processo de modernização agrícola iniciado no II pós-Guerra. Trata-se da identificação e valorização de um conjunto articulado (“cesta”) de recursos específicos ou intrínsecos de cada território, a exemplo de produtos típicos e serviços associados ao turismo rural e a circuitos curtos de comercialização. Por definição, a “Cesta” implica, também, atributos ambientais, paisagísticos, históricos e culturais, bem como um sistema de governança territorial composto por atores públicos, associativos e privados. Essa conjunção de fatores resulta na geração de uma renda de qualidade territorial apropriada por diversos segmentos produtivos ou prestadores de serviço, favorecendo, com isso, melhorias de indicadores de sustentabilidade e de desenvolvimento dos territórios. Assim, este enfoque se diferencia de ações setoriais de desenvolvimento agrícola centradas exclusivamente em indicadores econômicos de cadeias produtivas. Dentro desse debate, este projeto de pesquisa tem por objetivo geral conceber um arcabouço teórico-metodológico de análise de desenvolvimento territorial sustentável adaptado para apreensão das particularidades e heterogeneidades socioeconômicas, ambientais, culturais e organizacionais de diferentes territórios rurais brasileiros. Em relação aos objetivos específicos pretende-se: i) incorporar novas contribuições teóricas associadas à construção social de mercados agroalimentares no quadro analítico da CBST pensado para o caso brasileiro; ii) elaborar indicadores quantitativos para avaliar a qualidade dos componentes da CBST (produtos e serviços, cenários e sistemas de governança territorial), que permitam a comparação entre os distintos territórios analisados; iii) inventariar e analisar os componentes da CBST dos territórios estudados a partir da percepção dos atores territoriais investigados sobre os processos que influenciam a especificação de recursos e ativos territoriais e a geração de renda de qualidade territorial; iv) elaborar uma proposta de curso para capacitação de agentes de desenvolvimento territorial sustentável especializados no enfoque da CBST; v) promover ações de cooperação interinstitucional que fortaleçam processos de desenvolvimento territorial sustentável no país e o intercâmbio internacional entre membros da equipe brasileira e os pesquisadores francês, suíço e canadenses por meio de videoconferência, produção científica compartilhada e estágios (doutorado sanduíche e pós-doutoral). Para tanto, conta com o envolvimento de uma rede de pesquisadores e organizações de ensino, pesquisa e extensão, nacionais e estrangeiras, que atuam com o tema do desenvolvimento territorial em zonas rurais. Destaque-se a participação de pesquisadores de três universidades brasileiras (Universidade Federal de Santa Catarina, Universidade Estadual de Santa Catarina e Universidade Federal do Pará - Campus de Cametá), de três Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia, da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e de três universidades estrangeiras (Université Alpine de Grenoble da França, Université de Neuchâtel da Suíça e University of British Columbia do Canadá), entre os quais Bernard Pecqueur, coordenador do grupo francês que formulou o enfoque da "Cesta". Em termos metodológicos, cinco estudos de caso serão realizados em distintos territórios rurais, sendo quatro no Estado de Santa Catarina e um no Estado Pará, com o propósito de inventariar e avaliar a coleção de produtos e serviços com potencial para compor uma CBST, bem como os cenários e sistemas de governança territorial existentes em cada um desses territórios. Como resultados esperados destaca-se o aprimoramento e adaptação do enfoque teórico-metodológico para as condições socioeconômicas brasileiras, a promoção do intercâmbio técnico-científico entre pesquisadores, associações civis, empresas privadas e órgãos públicos e a elaboração de uma proposta de capacitação de agentes de desenvolvimento rural na abordagem da CBST. Além disso, ao longo do projeto haverá a conclusão de 4 dissertações de mestrado, 3 teses de doutorado, no mínimo 6 apresentações de trabalhos em eventos técnico-científicos, 5 artigos aceitos ou publicados e a realização de 6 seminários interinstitucionais, com participação dos pesquisadores estrangeiros por videoconferência. Essa tarefa é fundamental em um país cujas políticas públicas agrícolas primam preponderantemente pelo aumento da produtividade de commodities agrícolas e marginalizam os territórios rurais que não reúnem as condições necessárias para tal fim. Nesse sentido, este projeto inova metodologicamente e favorece a produção de resultados de pesquisa na área de desenvolvimento rural sustentável com grande potencial de replicabilidade e adaptação em distintos territórios rurais brasileiros.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ademir Antonio Cazella

Ciências Humanas

Sociologia
  • educação em cooperativas de crédito rural solidárias em santa catarina
  • A governança cooperativa tem assumido papel de destaque na evolução das diretrizes institucionais e operacionais que orientam a expansão do cooperativismo no Brasil. Processos relacionados ao fortalecimento da educação cooperativa destacam-se como importante estratégia em termos de governança, já que aproximam as organizações de seu quadro social, e, ao mesmo tempo, formam novos líderes para assumir posições de destaque no sistema cooperativista. Práticas de estímulo à educação contribuem também para a fidelização dos associados e para a constituição de um quadro de gestores alinhados com os princípios e objetivos das cooperativas. No ramo do crédito observam-se crescentes exigências do Banco Central em relação à governança na Organização do Quadro Social (OQS), visando à qualificação dos gestores e o aprimoramento das políticas de sucessão das cooperativas. Todavia, o Brasil carece de conhecimentos aprofundados em termos teóricos e empíricos sobre o tema da educação cooperativista, bem como de avaliações consistentes sobre seus impactos na governança e nos resultados socioeconômicos dessas organizações. Em muitos casos, a educação cooperativista confunde-se com programas de formação e de capacitação que visam, principalmente, a divulgação da organização, geralmente desenvolvidos sem o uso de metodologias educacionais transformadoras e condizentes com os princípios cooperativistas. Este projeto visa investigar processos educacionais realizados por cooperativas de crédito solidárias, analisando sua influência na OQS e os impactos nos seus resultados socioeconômicos. Especificamente, pretende analisar os programas de formação e capacitação realizados pela Cooperativa de Crédito Rural com Interação Solidária Cresol Águas Mornas-SC (CAM), que está à frente de um processo de fusão com outras quatro cooperativas com o proposto de constituir a Cresol Vale Europeu. Para tanto se pretende diagnosticar os impactos dos programas de formação na organização do seu quadro social e nos resultados socioeconômicos alcançados, além de elaborar uma proposta, visando aprimorar a governança das cooperativas solidárias em torno da qualificação dos processos de educação cooperativista. Em termos metodológicos, a pesquisa, de natureza qualitativa, está baseada em análises de documentos institucionais e na revisão da literatura especializada, bem como em pesquisa de campo que visam entrevistar gestores e beneficiários dos programas de formação existentes na CAM e nas outras quatro cooperativas implicadas com o processo de fusão. Essa pesquisa pretende também monitorar novos programas de formação, que estão dando suporte ao processo de fusão das cinco, abordando seus impactos na governança, especialmente em relação à OQS e a qualificação dos gestores. O projeto será executado pela equipe do Laboratório Lemate, com apoio do Núcleo de Desenvolvimento Rural Sustentável, ambos da UFSC, da Cresol Águas Mornas e do Instituto de Formação do Cooperativismo Solidário (Infocos). Os resultados esperados devem gerar aprimoramentos das teorias educacionais cooperativas; qualificação dos gestores e do quadro social da Cresol Águas Mornas e demais cooperativas solidárias ligadas ao Infocos e na elaboração de material de difusão dos conhecimentos gerados pela pesquisa.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Ademir Damazio

Ciências Humanas

Educação
  • estudo do modo de organização do ensino desenvolvimental para a matemática
  • O objeto de investigação do presente projeto diz respeito às apropriações – por parte de estudantes e professores em processo de formação para ensinar Matemática – da organização do ensino na perspectiva desenvolvimental. Uma das hipóteses é a de que as diversas tendências que permearam historicamente os sistemas escolares propõem um modo de organização de ensino que não propicia a apropriação do conhecimento matemático pelos estudantes, nas proporções almejadas pelo contexto social da atualidade. Isso se evidencia nas últimas avaliações de larga escala (PISA, Prova Brasil, IDEB), indicadoras do muito a se fazer pedagógica e administrativamente para atingir índices e metas condizentes com o atual nível de desenvolvimento da humanidade. Outra hipótese é a de que são estes modos de organização do ensino que predominam nos cursos de formação (inicial e continuada) de professores de matemática – no caso, Pedagogia e Licenciatura em Matemática. Por extensão, um deles é assumido pelo futuro professor e contribui para a ação pedagógica em sala de aula e interfere no modo de aprender dos alunos. Uma das críticas dirigidas às proposições pedagógicas atuais é de que elas proporcionam apenas o desenvolvimento do pensamento empírico dos estudantes. Existe, pois, uma emergência de levar aos cursos que formam professores para ensinar Matemática de um novo modo de organização, isto é, que promova o desenvolvimento do pensamento teórico dos estudantes pela apropriação do conteúdo teórico. Pedagogicamente, o foco é para uma proposta com fundamento na Teoria Histórico-cultural, denominado de Ensino Desenvolvimental. Trata-se de proposta objeto de pesquisa no âmbito acadêmico e científico mundial por ter como finalidade que os estudantes compreendam o mais claramente possível, durante o Ensino Fundamental, os conceitos teóricos matemáticos como singularidades e particularidades de representação das relações gerais entre grandezas. Além disso, possibilita a superação do divórcio, ainda existente no ensino de Matemática brasileiro, entre as significações aritméticas, algébricas e geométricas. Nesse âmbito, definimos a seguinte questão de pesquisa: Qual a viabilidade de efetivação da proposição de organização do ensino desenvolvimental da Matemática na realidade da Educação Básica brasileira? O objetivo da pesquisa é investigar as possibilidades de efetivação da proposição davidoviana do ensino de matemática para a Educação Básica brasileira. A base de análise será os Livros Didáticos e de Orientação ao Professor, produzidos por Davýdov e seus colaboradores no contexto de pesquisa e ensino da Rússia, que revelam as manifestações do modo de organização do ensino desenvolvimental da Matemática. A partir desta análise se elaborará um experimento formativo a ser desenvolvido com estudantes da Educação Básica com o envolvimento de acadêmicos dos curso de Licenciatura em Matemática, Pedagogia e do mestrado em Educação.O experimento formativo será realizado nos moldes propostos por Davídov (1988).
  • Universidade do Extremo Sul Catarinense - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ademir de Jesus Martins Júnior

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • culex quinquefasciatus no brasil: resistência a inseticidas e mecanismos relacionados, variabilidade genética e diversidade de wolbachia pipientis
  • A principal forma de controle de mosquitos deveria estar baseada em melhorias na infra-estrutura de saneamento nas cidades e na educação da população para se evitar a proliferação de criadouros de larvas em rios e coleções naturais de água contaminados com lixo e esgoto. Contudo, estas medidas dependem sumariamente de decisões políticas. Atualmente, o uso de inseticidas ainda é um componente importante no controle de mosquitos vetores. Estratégias alternativas como o uso de mosquitos geneticamente modificados ou ainda de bactérias endossimbiontes que diminuem a capacidade vetorial do inseto, já em testes para o vetor de dengue, devem ainda demorar a ser uma realidade para o Culex. Ainda assim, o uso daquelas ferramentas será uma medida complementar. Os inseticidas, notadamente piretroides, devem continuar a desempenhar papel importante, principalmente nos períodos de explosão populacional, tão comum no verão. Desta forma, o monitoramento da resistência a inseticidas, o estudo dos mecanismos selecionados e seus efeitos na capacidade vetorial do inseto são essenciais para o funcionamento efetivo desta estratégia de controle, bem como para o estudo de aspectos evolutivos em insetos. Culex quinquefasciatus, conhecido por pernilongo, está distribuído por todo o país, sendo vetor de filariose linfática em algumas regiões e na iminência de transmitir importantes arboviroses. Apesar de suas larvas terem criadouros preferenciais distintos as do Aedes aegypti, os adultos são bastante antropofílicos e, portanto, compartilham o mesmo ambiente no domicílio e peridomicílio. Desta forma, o controle contra o vetor dengue também atua sobre Cx. quinquefasciatus. Além da necessidade do conhecimento de um perfil preciso dos perfis de resistência a inseticidas deste vetor em distintas localidades, é preciso também conhecer a dinâmica de suas populações naturais, ou seja, aspectos relacionados à estruturação genética e fluxo gênico. Informações sobre a ocorrência de distintas linhagens de Wolbachia pode também contribuir para estratégias alternativas de substituição de populações de vetores baseadas no fenômeno de incompatibilidade citoplasmática. As propostas deste projeto são, portanto, a determinação do perfil de susceptibilidade de populações naturais de Cx. quinquefasciatus aos principais inseticidas utilizados, bem como distribuição de genes sabidamente relacionados à resistência aos inseticidas. Adicionalmente, pretendemos avaliar a estruturação genética destas populações relacionada a aspectos ambientais e fenótipos de resistência. Paralelamente, investigaremos as variantes de Wolbachia encontradas em nossa amostragem, com perspectivas a contribuir com o estudo do controle de doenças transmitidas por mosquitos vetores, baseado na estratégia de substituição de populações. Os objetivos aqui abordados contribuirão significativamente para os estudos de biologia básica em Entomologia, bem como diretamente aplicados ao controle de Cx. quinquefasciatus, vetor negligenciado no país.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Ademir José Zattera

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • desenvolvimento de espumas e filmes de poli(etileno-co-acetato de vinila) com estruturas carbonosas para aplicação em supercapacitores e baterias
  • O crescimento exponencial do consumo de energia global vem causando impactos ambientais de recursos energéticos tradicionais levaram ao aumento de pesquisas sobre fontes de energia limpas e renováveis nos últimos anos. Devido à limitação das fontes de energia eólica, solar e hídrica, se faz necessário o desenvolvimento de sistemas eficientes de armazenamento dessa energia, como supercapacitores. Os supercapacitores podem ser utilizados em diversos segmentos, tais como: fontes para arranque de motores; substitutos das baterias; armazenamento de energia na travagem de veículos; em carros híbridos; fonte de energia de backup em sistemas elétricos e eletrônicos; no armazenamento de energia solar através da utilização de painéis fotovoltaicos. Os supercapacitores e as baterias possuem eletrodos, os quais são determinantes para eficiência destes dispositivos de energia, bem como o separador no caso dos supercapacitores de dupla camada. Neste trabalho, serão desenvolvidos filmes e espumas de EVA como estrutura de eletrodo e separador pelos métodos de evaporação de solvente e fusão a quente. Para conferir as propriedades de condutor e dielétrico para o eletrodo e separador, respectivamente, serão adicionadas estruturas carbonosas na matriz polimérica e na superfície do polímero. As cargas utilizadas serão: grafeno; óxido de grafeno; óxido de grafeno reduzido; óxido de grafite; e óxido de grafite reduzido; as quais serão obtidas por métodos top-down a partir de grafite em flocos e micronizado. A partir dos materiais obtidos neste projeto , será produzido um supercapacitor flexível constituído por EVA e estruturas carbonosas com densidade inferior, capacidade de armazenamento superior e com maior vida útil em relação aos supercapacitores comerciais atuais.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ademir Neves

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • efeitos da segunda-esfera de coordenação na reatividade de novas metalohidrolases e catecolases sintéticas bioinspiradas. aplicações em biotecnologia
  • Considerando a importância do tema de pesquisas até então desenvolvido no nosso grupo de pesquisas no contexto da química bioinorgânica a nível nacional e internacional e a sua continuidade, no presente projeto, pretende-se utilizar novas hidrolases/catecolases sintéticas e algumas outras já bem caracterizadas em outros trabalhos do grupo, ancoradas de forma covalente em diaminas protonadas as quais tem sido utilizadas como o esqueleto suporte de enzimas artificiais, mimetizando por exemplo, grupamentos lisinas das cadeias polipeptídicas dos sítios ativos de metaloenzimas. Além disso, pretende-se realizar modificações químicas nas diaminas com a introdução de novos grupos funcionais do tipo pireno e naftaleno que nos permitam estudar os efeitos secundários de grupamentos não coordenantes (2ª. Esfera de coordenação com efeitos eletrostáticos, interações de ligações e hidrogênio e efeitos hidrofóbicos e intercalantes) dos complexos binucleares. Finalmente, o ancoramento de resíduos moleculares em compostos de coordenação capazes de intercalar pares de bases do DNA (A-T and G-C) de forma específica e eficiente (elevados Kass) serão investigados através da intercalantes derivados do pireno, naftaleno e bipiridina, na busca de possíveis de novos agentes anti-tumorais. O primeiro exemplo bem sucedido foi recentemente por nós publicado no Inorg. Chem. 2018, 57,187-203.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ademir Pastor Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • ondas não lineares e dinâmica das equações dispersivas
  • O presente projeto se insere no esforço de estudar propriedades qualitativas de algumas equações e sistemas não lineares do tipo dispersivos. Acreditamos que o projeto se enquadra na âmbito de pesquisa atual e contribui na direção do melhor entendimento da dinâmica de alguns modelos de evolução dispersivas. As ferramentas empregadas vão da análise clássica às técnicas recentemente desenvolvidas nas teorias de análise harmônica e estabilidade orbital.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adeney de Freitas Bueno

Ciências Agrárias

Agronomia
  • bases biológicas para utilização de telenomus podisi (ashmead, 1893) (hymenoptera: platygastridae) e manejo de dichelops melacanthus (dallas, 1851) e euschistus heros (fabricius, 1974) (heteroptera: pentatomidae) no sistema produtivo soja:milho
  • O manejo do complexo de percevejos que ataca a soja, causando danos nos grãos na safra de verão e depois migra para o milho de segunda safra (inverno), sugando as plântulas recém-emergidas, atualmente, é o principal desafio do manejo integrado de pragas (MIP) nesse sistema produtivo. Entre esses percevejos, as principais espécies são Dichelops melacanthus e Euschistus heros. Sendo assim, o desenvolvimento de métodos de manejo destas pragas mais sustentáveis como o controle biológico, deve ser preconizado, para reduzir do impacto dos percevejos no cenário agrícola nacional. Entre as táticas de controle biológico sendo estudas no momento, a utilização do parasitoide de ovos Telenomus podisi tem se mostrado promissor para o manejo de E. heros na soja mas quase nada ainda se sabe sobre a eficiência desse parasitoide no manejo de D. melacanthus. Sendo assim, esse projeto propoem estudar as principais bases biológicas para utilização de T. podisi visando o manejo de D. melacanthus e E. heros no sistema produtivo soja:milho objetivando: 1) Avaliar o desenvolvimento de T. podisi em ovos de D. melacanthus em diferentes temperaturas; 2) Avaliar a capacidade de parasitismo de T. podisi em ovos de D. melacanthus em diferentes temperaturas; 3) Comparar preferência hospedeira e capacidade de parasitismo de T. podisi em ovos de D. melacanthus e E. heros; 4) Determinar o número ideal de parasitoides a ser liberado por ovo da praga (D. melacanthus e E. heros); 5) Determinação da capacidade de dispersão de Telenomus podisi nas culturas da soja e milho; 6) Avaliar a biologia de D. melacanthus em diferentes hospedeiros (soja, milho e trapoeraba, Commelina spp.) que podem compor o sistema produtivo soja:milho; 7) Avaliar a preferência alimentar de D. melacanthus por soja, milho e trapoeraba (Commelina spp.); 8) Verificar a preferência de oviposição de D. melacanthus em soja, milho e trapoeraba; 9) Avaliar os danos de D. melacanthus em plantas de soja e milho; 10) Reavaliar o nível de ação desses percevejos para a soja (incluindo infestações após R6) e reavaliar os níveis de ação para milho; 11) Avaliar o impacto de diferentes variáveis climáticas na tecnologia de liberação de T. podisi; 12) Avaliar a utilização de T. podisi (utilizado nas recomendações definidas nesse projeto) com uma alternativa de controle no manejo de percevejos no sistema produtivo soja:milho. Com a realização desse projeto espera-se viabilizar a utilização do Telenomus podisi em grandes áreas nas culturas da soja e milho, possibilitando ao produtor o manejo dos principais percevejos que atacam essas culturas. Assim, com ênfase no controle biológico com utilização de parasitoides de ovos, a redução nas populações da praga ocorrerá de maneira ecologicamente sustentável, com redução do uso de inseticidas e, consequentemente, do custo de produção.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adenilda Cristina Honorio França

Ciências Biológicas

Imunologia
  • efeitos da obesidade e diabete na relação materno-fetal: repercussões neuroimunoendócrinas.
  • A obesidade e o diabete constituem importantes problemas de saúde pública, especialmente em países em desenvolvimento. O impacto da associação das doenças decorre não apenas de seu quadro clínico diretamente relacionado à inflamação e à hiperglicemia, mas principalmente pelas alterações funcionais que ocorrem em diferentes órgãos e sistemas, resultantes do descontrole crônico do metabolismo de proteínas e de lipídios. Na literatura há poucos relatos em relação às gestações complicadas por obesidade e diabete. O presente projeto pretende avaliar parâmetros imunológicos e hormonais, bem como os efeitos da resistina, melatonina e colostrinina sobre a atividade funcional de células presentes em sangue materno, sangue de cordão e colostro de mães obesas complicadas por diabete. Serão avaliados no sangue materno, sangue de cordão e no colostro de mães obesas e diabéticas a concentração de: Citocinas (IL-1, IL-6,TNF, IFN-γ, TGF-β) e quimiocina (MCP-1, IL-8) de resistina, colostrinina, melatonina, os percentuais de células e a atividade funcional de fagócitos na presença de resistina, colotrinina e melatonina. Considerando que para manutenção da gestação de mulheres obesas, o controle e manutenção do peso corporal é importante e para as mães hiperglicêmicas o controle da glicemia plasmática, assim espera-se com este projeto elucidar os mecanismos imunológicos e hormonais envolvidos na fisiopatologia do binômio obesidade e diabete buscando desenvolver novas estratégias de prevenção de complicações que ocorrem durante a gestação.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Adenilson Oliveira dos Santos

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo das propriedades fisicas de cristais semiorgânicos
  • Nos últimos 10 anos o autor deste projeto desenvolveu várias atividades de grande relevância científica regional sempre visando melhorar as condições de ensino e pesquisa no interior do Maranhão e contribuir para o desenvolvimento científico e social da região. Dentre as ações realizadas, destaca-se a aprovação de projetos importantes que possibilitou a criação de infraestrutura para pesquisa na área de ciência dos materiais nesta região, coordenei o processo de implantação do Programa de Pós-Graduação em Ciência dos Materiais (PPGCM) em Imperatriz, aprovado e iniciado em 2013. Este fato é muito importante, pois trata-se do primeiro programa de mestrado Stricto-Sensu da região, que fica distante de grandes cidades e com uma grande demanda para pós-graduação. Em 2017 o programa completou 4 anos de existência e foi bem avaliado pela CAPES, ficando com nota 4. Este fato nos motivou a solicitar a abertura do doutorado em Ciência dos Materiais na região, que no presente momento encontra-se em avaliação na CAPES. O PPGCM possui três linhas básicas de pesquisa, sendo uma delas a Síntese e Caracterização de Cristais Orgânicos e Inorgânicos. Esta linha constitui uma das principais linhas de pesquisa do autor desse projeto. Visando dar continuidade as pesquisas nesta área, o presente projeto tem a finalidade de continuar os estudos com cristais orgânicos bem como, obter cristais semi-organicos de aminoácidos com metais(Ni, Fe, Cu). Os prováveis candidatos para este estudo são L-histidina, L-alanina, beta- alanina , L-arginina e L-asparagina complexadas com metais tipo Ni, Fe, Cu, Zn, pretendemos verificar a influência da adição de substância ao hábito de crescimento dos cristais de aminoácidos e estudar as modificações na rede cristalina induzidas por variação de temperatura e aplicação de pressão hidrostática. A presença de eventuais transições de fase estrutural induzidas por temperatura e/ou pressão serão investigadas.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adenilton José da Silva

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • redes neurais quânticas: modelos, algoritmos de aprendizado e seleção de arquitetura
  • Redes neurais quânticas já foram propostas em diversos trabalhos, mas todos os problemas propostos apresentam algum problema quanto aos princípios da computação quântica ou da computação neural. Um dos problemas no aprendizado de redes neurais quânticas é o uso de métodos baseados no gradiente descendente devido a limitação do número de bits em um computador quântico. Neste projeto serão investigados algoritmos quânticos de aprendizado para redes neurais que não necessitem de funções de ativação diferenciáveis. Pretende-se neste projeto: 1) Analisar os algoritmos de aprendizado supervisionados para redes neurais quânticas; 2) Propor algoritmos quânticos de aprendizado baseados em métodos que não utilizem o gradiente descendente, como por exemplo o algoritmo de treinamento do modelo extreme learning machine; 3) Simular o treinamento de redes neurais quânticas; 4) Investigar o uso de heurísticas clássicas para o treinamento de redes neurais quânticas; 5) Propor um algoritmo quântico para seleção de arquiteturas de redes neurais; 6) Analisar as propriedades de redes neurais quânticas baseadas em memórias associativas; 7) Estudar o poder computacional das redes neurais quânticas.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020