Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Almir Manoel Cunico

Ciências Biológicas

Ecologia
  • avaliação dos efeitos da pressão de propágulos sobre o sucesso no estabelecimento e invasão de espécies não nativas
  • Invasões biológicas são consideradas a segunda maior ameaça à biodiversidade global, constituindo um dos maiores desafios para a conservação do recursos naturais e o desenvolvimento sustentável. Embora a maior parte das introduções biológicas não estabeleçam populações sustentáveis ou desencadeiem processos de invasão, o sucesso de colonização é extraordinariamente imprevisível. Evidências empíricas sugerem que o estabelecimento de espécies não nativas em uma área pode ser afetado por uma vasta gama de fatores bióticos e abióticos, incluindo as características das espécies e do meio receptor. No entanto, a pressão de propágulos tem sido demonstrada como variável fundamental na determinação do sucesso de invasão, sendo observado relações entre o aumento do número de indivíduos introduzidos e a probabilidade de uma população sobreviver e se estabelecer no ambiente. De maneira particular os ecossistemas aquáticos estão sofrendo um considerável aumento da pressão de propágulos de espécies não nativas devido ao crescimento das atividades de produção de organismos aquáticos nas últimas décadas, em especial peixes. No âmbito da aquicultura brasileira a espécie não nativa Oreochromis niloticus (Tilápia do Nilo) é a espécie com maior produção pela aquicultura brasileira e amplamente introduzida nos ambientes aquáticos continentais, sendo associada à diminuição dos estoques nativos e extinção de espécies. Neste contexto, nossa proposta visa avaliar os efeitos de diferentes pressões de propágulos sobre o sucesso no estabelecimento e invasão de O. niloticus por meio de um experimento quasi-natural usando a aquicultura em escala de microbacias. Para corroborar os resultados, serão realizados experimentos em mesocosmos para avaliar os efeitos do tamanho e número de propágulos sobre parâmetros individuais e populacionais de O. niloticus. O presente trabalho fornecerá informações sobre os processos e mecanismos de invasões biológicas, especialmente os processos decorrentes de propágulos oriundos da atividade aquícola, fornecendo informações aos gestores ambientais e ao setor produtivo para melhor gestão da atividade de produção de organismos aquáticos.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Almir Paulo Dos Santos

Ciências Humanas

Educação
  • indicadores de práticas de gestão democráticas no âmbito da educação básica a partir das avaliações em larga escala
  • O projeto tem como propósito investigar a relação entre a existência de práticas de gestão democráticas e o índice do IDEB em municípios de três estados brasileiros: Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná. O objetivo é analisar, descrever e divulgar experiências de práticas de gestão democráticas da educação municipal, desencadeadas a partir das avaliações em larga escala, determinantes para o sucesso das práticas de ensino-aprendizagem e das políticas de gestão da educação. Para a amostra considera apenas escolas cuja índice do IDEB 2013 está acima de seis. Considerando a disponibilidade de dados secundários existentes sobre o tema, a análise ocorrerá em duas etapas. A primeira, quantitativa, avaliando os dados do próprio IDEB, as leis de Sistemas Municipais de Ensino (SME) e os questionários do diretor (Prova Brasil). A segunda, qualitativa, coletará dados primários que auxiliem na compreensão da situação das escolas. O tema fundamental a ser investigado permite identificar modelos de gestão democrática na educação municipal, a relação da gestão com o índice elevado no IDEB, existência de práticas administrativas democráticas e se os indicadores oficiais de avaliação do ensino refletem a real situação da educação municipal. Os resultados da pesquisa vão permiter que os pesquisadores, Universidade Federal Fronteira Sul e os municípios fortaleçam sua relação, identifiquem práticas de gestão democráticas que auxiliem a outros municípios, profissionais de educação e gestores a melhorar a qualidade da educação municipal.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Almir Rogério Pepato

Ciências Biológicas

Zoologia
  • emprego de marcadores anônimos obtidos a partir dos resultados de sequênciamento de nova geração (hiseq illumina) na filogeografia de um grupo meiofaunal sem estágios dispersivos ao longo da costa brasileira
  • Trabalhos recentes dividem os quase 7500 quilômetros da costa brasileira em três províncias (Plataforma Norte do Brasil, Sudoeste Tropical do Atlântico e Sudoeste Quente-Temperado do Atlântico), e oito ecorregiões, três das quais em arquipélagos distantes da costa continental (Penedos de São Pedro e São Paulo; Fernando de Noronha e Atol das Rocas; e Ilhas de Trindade e Martin Vaz) e cinco continentais (Amazônia, Nordeste, Leste, Sudeste e Rio Grande). As Ecorregiões seriam áreas relativamente homogêneas do ponto de vista da composição específica, claramente distintas dos sistemas adjacentes. Os fatores determinantes na delimitação das ecorregiões podem incluir o isolamento por distância, ressurgências, influxo de água doce, regimes de temperatura e a predominância de outros fatores de alcance limitado. Na definição dessas regiões consideram-se algumas áreas de transição que oferecem importantes hipóteses a respeito da distribuição ou conectividade entre populações. A província do Sudoeste Quente-Temperado do Atlântico estende-se da península de Valdés a 41°S ao Cabo Frio, a 23°S. O limite sul é determinado pela influência da corrente das Malvinas, e inclui o limite da distribuição dos manguezais (próximo a 27°S). Um pouco ao norte de Cabo Frio, em Abrolhos, estão registradas as ocorrências mais ao sul das espécies de recifes de corais do Caribe. Ao norte, a província Sudoeste Tropical do Atlântico é delimitada pela influência do grande aporte de água doce pelo Rio Amazonas e da Corrente das Guianas. Isso produz uma mistura muito rica de ambientes límnicos estuarinos de marinhos, ainda pouco estudadas. A definição das ecorregiões é fundamental para uma política conservacionista consistente, já que o ideal é a distribuição das áreas de preservação permita que todas sejam representadas. Elas foram propostas tendo por base, além do levantamento de possíveis fontes de impacto e considerações políticas, o conhecimento corrente a respeito da diversidade dos biomas costeiros que é desigual tanto no que se refere à cobertura taxonômica quanto geográfica. Outro aspecto a se considerar para o aprimoramento das políticas de conservação voltadas aos ambientes costeiros são os parâmetros populacionais que podemos inferir a respeito da dinâmica das populações naturais a partir de dados moleculares. Fenômenos como expansão e contração do tamanho efetivo populacional, migração, fluxo gênico, áreas de contato secundário e hibridização podem ser detectados com dados obtidos através de técnicas moleculares e ferramentas da filogeografia e genética de populações cada vez mais acessíveis. Finalmente, dados moleculares podem detectar a eventual estruturação genética das populações de espécies habitantes dos ambientes costeiros ao longo do litoral brasileiro e assim contribuir para a correta delimitação das ecorregiões costeiras. Geralmente considera-se que a habilidade de dispersão das larvas é o fator determinante para a estruturação genética, em particular no caso dos invertebrados bentônicos marinhos, ainda que exceções sejam conhecidas. Verificar a estruturação genética em grupos com diferentes habilidades dispersivas, em particular grupos que não apresentam larvas pelágicas, pode levar à detecção de barreiras ao fluxo gênico e a uma melhor compreensão dos processos evolucionários em curso na fauna costeira. Os ácaros pertencentes à família Halacaridae diferem da maioria dos grupos bentônicos marinhos relativamente bem conhecidos justamente por não possuírem formas planctônicas dispersivas, com os juvenis habitando os mesmos ambientes que os adultos, por possuírem baixa fertilidade e serem incapazes de nadar. De animais com essas características espera-se elevada estruturação genética e, portanto, que sejam ferramentas úteis para a detecção de barreiras ao fluxo gênico e a uma melhor compreensão dos processos evolutivos em curso na fauna costeira. O conhecimento a respeito do grupo, apesar dos importantes avanços recentes, ainda é incompleto e concentrado no litoral de São Paulo. Através de coletas distribuídas uniformemente, propomos empregar os ácaros marinhos do gênero Agauopsis para explorar a estruturação genética ao longo do litoral brasileiro através do sequenciamento de marcadores anônimos obtidos a partir de Sequenciamento de Nova Geração feito com a plataforma HiSeq Illumina 4000. Resultados preliminares mostram estruturação no que concerne ao gene COI, mas mostraram também que mesmo as regiões mais variáveis do gene 28S e o fator de alongamento alfa têm pouca variabilidade para captar processos mais recentes, urgindo, portanto, a obtenção de novos marcadores. Pretende-se obtê-los através de sequenciamento de nova geração utilizando a plataforma HiSeq Illumina 4000. Foram submetidos ao sequenciamento extrações de 26 indivíduos de uma mesma população. Uma cobertura de 300-500 vezes é esperada, o que permitirá além da obtenção de marcadores anônimos, o sequenciamento do genoma mitocondrial completo e mesmo um rascunho do genoma desses ácaros.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Almir Spinelli

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • impressão eletroquímica 3d de peças metálicas
  • A evolução tecnológica das últimas quatro décadas transformou o mundo em termos de produtividade, acesso à informação, qualidade de vida e gestão. Nas indústrias, proporcionou mudanças muito rápidas como a diminuição de custos com mão de obra e a crescente automação e substituição de máquinas antigas por equipamentos novos com comando numérico computadorizado (CNC). Paralelamente, processos de produção foram recriados, um dos quais, a tecnologia de impressão 3D (também denominada manufatura aditiva), desenvolvida tomando partido da crescente capacidade de processamento dos computadores pessoais e da já difundida tecnologia CNC. Atualmente, já é possível produzir artigos em plástico por manufatura aditiva, com auxílio de softwares de desenho assistidos por computador (CAD) e com uso de impressoras 3D. No entanto, para a impressão 3D de metais existe uma carência de tecnologias que permitam a utilização por usuários de pequeno porte ou até mesmo pelo consumidor final. Os processos disponíveis são ineficientes devido ao custo das matérias primas e a necessidade de processamento pós-impressão 3D, como o uso de fornos de alta temperatura, o que torna a tecnologia atual impraticável para a maioria dos pequenos usuários. O objetivo deste projeto é desenvolver tecnologia que permita utilizar métodos eletroquímicos como ferramenta associada à impressão 3D, abrindo a possibilidade para qualquer usuário projetar e imprimir suas próprias peças de metais como cobre, ferro e titânio. A pesquisa e o desenvolvimento do sistema proposto permitirão, além da formação de recursos humanos capacitados a desenvolver pesquisa na fronteira do conhecimento, produzir impactos significativos em áreas estratégicas para o país, como por exemplo, nas indústrias metalúrgica, automotiva, biomédica, de defesa e naval.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Almir Vieira Dibai Filho

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • aplicação de um teste funcional em cadeia cinética aberta em praticantes regulares de exercício físico com e sem dor crônica no ombro
  • A avaliação clínica do complexo do ombro nas condições dolorosas considera essencialmente o emprego de instrumentos que mensuram a intensidade, localização e qualidade da dor, capacidade funcional e aspectos psicológicos. No entanto, a literatura é escassa no que diz respeito a validação de testes que avaliem a performance funcional em indivíduos com dor no ombro. Assim sendo, o objetivo desse projeto é avaliar a confiabilidade intra e interexaminadores do Seated Shot Put Test (SSPT) na mensuração da performance funcional do membro superior de praticantes de exercício físico com e sem dor no ombro. Para tal, o presente projeto será composto por indivíduos praticantes de exercício físico sem (n = 30) e com dor no ombro (n = 30). Além do SSPT, serão aplicados os seguintes instrumentos para mensurar a experiência dolorosa: Shoulder Pain and Disability (SPADI), Escala Numérica de Dor (END), Escala de Pensamentos Catastróficos sobre Dor (EPCD). Questionário Baecke será aplicado para mensurar a atividade física habitual. O presente projeto pleiteia verba para compra dos seguintes equipamentos: dinamômetro portátil para mensuração da força da musculatura do ombro, dinamômetro portátil para mensurar a força de preensão palmar, inclinômetro para mensurar a amplitude de movimento do ombro, e cardiofrequencímetro para investigar as repercussões da dor sobre o sistema nervoso autônomo. Serão realizadas comparações entre os grupos e correlações entre as variáveis por meio do teste T de student ou Mann-Whitney e do coeficiente de correlação de Pearson ou Spearman, respectivamente. Para o grupo com dor no ombro, será realizada a mensuração da confiabilidade intra e inter-examinadores por meio do coeficiente de correlação intraclasse (ICC2,3). Espera-se que os resultados do presente estudo respaldem o uso do SSPT para mensuração da performance funcional de indivíduos com dor no ombro, tanto na prática clínica como em pesquisas.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aloir Antonio Merlo

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • reações pericíclicas na síntese de cristais líquidos
  • O projeto de pesquisa parte de uma linha consolidada de síntese de isoxazolinas e isoxazóis através da reação de cicloadição [3+2] 1,3-dipolar entre óxidos de nitrila e alcenos, e agrega duas novas ferramentas poderosas de construção de moléculas orgânicas na área de síntese dirigida de materiais. A combinação dessas metodologias permite-nos estudar novos materiais com propriedades mesogênicas pela solução de um problema de estabilidade química e térmica de uma classe de bases de Schiff que apresentam comportamento liquido-cristalino (i + ii); e, da criação de uma classe de moléculas bis e tetrakis-bifenol (i + iii) inéditas com relação ao comportamento de interface e de cristal líquido.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aloísio Oro Spazzin

Ciências da Saúde

Odontologia
  • influência de diferentes protocolos adesivos e agentes de cimentação à base de resina no reforço das cerâmicas vítreas, resistência de união e morfologia da interface adesiva
  • O objetivo deste estudo será avaliar a influência de diferentes protocolos adesivos e o aquecimento de agentes de cimentação à base de resina (ACRs) na resistência de união, na morfologia da interface adesiva com cerâmicas vítreas, e no reforço destas cerâmicas simulando finos laminados. Serão avaliadas três variáveis independentes: cerâmica, protocolo adesivo, e aquecimento ACRs. As variáveis serão avaliadas em três níveis; i) cerâmica: feldspática (Vitablocs Mark II; Vita Zahnfabrik) reforçada por leucita (Empress CAD; Ivoclar Vivadent), ou reforçada por disilicato de lítio (IPS e.max CAD; Ivoclar Vivadent); ii) protocolo adesivo: silano, silano seguido de adesivo sem carga, ou silano seguido de adesivo experimental com carga; i) aquecimento dos ACRs: cimento resinoso fotopolimerizável em temperatura ambiente (22oC), ou aquecido (60oC), ou resina composta aquecida (60oC). Como variáveis dependentes serão avaliadas: a morfologia da interface adesiva, em microscopia eletrônica de varredura, e a resistência de união entre os ACRs e as cerâmicas vítreas, utilizando os diferentes protocolos adesivos. Além disso, dois testes mecânicos serão avaliados: i) o reforço da cerâmica (reforço) pelos ACRs utilizando o ensaio de resistência à flexão bi-axial; e ii) a carga de fratura sob em fadiga através de um ensaio acelerado (stepwise stress) após cimentadas sobre um substrato. Duas espessuras (0,3 e 0,6 mm) dos espécimes cerâmicos serão avaliadas. Duas diferentes análises serão realizadas em relação aos materiais resinosos: i) uma utilizando materiais comerciais; e ii) em outra análise, materiais experimentais serão formulados, com exceção do silano. Serão realizados os testes de confiabilidade utilizando a análise de Weibull para os dois testes mecânicos de resistência; e estes serão simulados utilizando o método dos elementos finitos para análise da distribuição das tensões.
  • Fundação Meridional - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aloisio Santos Nascimento Filho

Engenharias

Engenharia de Energia
  • modelo computacional de análise do mercado brasileiro de biocombustíveis
  • Este projeto tem como objetivo a construção de um modelo computacional de apoio à decisão para o segmento de biocombustíveis. É motivado pelo reconhecimento de demandas do programa RenovaBio do Ministério das Minas e Energias do Brasil. Para este fim, serão avaliadas premissas, regras de comercialização previstas no programa RenovaBio, políticas nacionais, assim como protocolos internacionais de interesse nacional. As fontes de dados utilizadas serão originárias de bases de dados públicas e privadas, disponibilizadas por essas entidades. A construção do modelo computacional estará suportada por teorias da economia aplicada, da física aplicada e da matemática. Por meio dos resultados projetam-se contribuições, como a criação de ferramentas computacionais para tomada de decisões, formação de recursos humanos e publicações dos achados em periódicos qualificados.
  • SENAI - Departamento Regional da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alsones Balestrin

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • dinâmica colaborativa em ecossistemas de inovação: estudo de casos no brasil, noruega, frança e espanha
  • O foco central da presente proposta visa entendimento de “Ecossistemas de inovação”, especialmente em sua dinâmica de cooperação. A motivação em entender melhor a dinâmica de cooperação e de inovação dentro desses ambientes é gerada pelas evidências empíricas encontradas pelo pesquisador em estudos precedentes, pelo crescente interesse das pesquisas internacionais, pela importância estratégica dos ecossistemas de inovação para o desenvolvimento econômico, social e científico do Brasil. A literatura na área de gestão indica que o atual cenário competitivo, especialmente em indústrias intensivas em conhecimento poderá ser atenuado por aquelas empresas que operam dentro de ambientes de forte dinâmica colaborativa e de imbricação institucional entre diversos atores, como, governo, universidades, empresas e demais entes da sociedade civil organizada. Seja na América do Norte, na Europa, na Ásia ou na América Latina as empresas grandes ou pequenas, sobretudo no contexto de alta tecnologia, escolhem basicamente dois caminhos: estar fisicamente instaladas em um ambiente de inovação regional ou estarem física ou virtualmente conectadas em ambientes de inovação de classe mundial, localizados em outros países. Diante desse cenário, coloca-se como questões para o presente projeto de pesquisa: Quais são as principais características de ecossistemas de inovação no Brasil em comparação aos ecossistemas da Noruega, Espanha e França? Como são estruturadas e desenvolvidas as práticas colaborativas nesses ambientes? Qual o papel das políticas públicas no desenvolvimento de ecossistemas de inovação nesses países? Quais as principais diferenças ou semelhanças na dinâmica de colaboração entre os atores desses ambientes? Como ocorre a governança da cooperação nos ecossistemas estudados? Para responder a esses questionamentos uma das principais lentes teóricas a ser utilizada será a teoria do trabalho institucional, especialmente, por fornecer um arcabouço conceitual que permite entender o papel dos atores (indivíduos, grupos ou organizações) na condução de práticas que promovem a criação, manutenção ou ruptura de novas dinâmicas institucionais em um dado contexto. Assume-se, assim, que o aparato conceitual da teoria do trabalho institucional fornecerá uma perspectiva apropriada para o entendimento da dinâmica de funcionamento dos ecossistemas de inovação, sobretudo em suas dinâmicas colaborativas. Como metodologia, a pesquisa será realizada por meio de estudos de múltiplos casos de ecossistemas de inovação localizados no Brasil, Noruega, França e Espanha. Justifica-se o estudo nesses países por dois fatores centrais: a) no caso dos países europeus, como Noruega, França e Espanha, representam casos de ecossistemas de inovação consolidados e que podem ser muito úteis em uma análise comparativa com os ecossistemas de inovação brasileiros; b) outro elemento importante é a relação de cooperação entre pesquisadores e universidades desses países, o que facilita a coleta e análise de dados. No caso da Noruega, o presente pesquisador participa em um projeto desenvolvido entre as instituições Brasileira (UNISINOS) e Norueguesa (Universidade de Stavanger), no escopo da chamada Capes-SIU 2017 (Programa de Cooperação Brasil-Noruega), cujo título é “Cooperation on Education and Research for the Studies of Innovation Ecosystems (CERSIE)”. Tal projeto tem o objetivo avançar no entendimento dos ecossistemas de inovação no Brasil e na Noruega, por meio de mobilidade de pesquisadores e estudos de casos nos dois países e formação de doutores. No caso da França, o presente proponente está envolvido na cooperação entre a UNISINOS e o Instituto de Administração da Universidade de Poitiers (França), atuando como professor associado há mais de 11 anos e atualmente orientando dois alunos de doutorado em cotutela de tese. Já a cooperação entre UNISINOS e a Universidade Ramon Llull de Barcelona, Espanha, é a mais recente, com o objetivo de estudar o caso do ecossistema de inovação de Barcelona.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Altair Antoninha Del Bel Cury

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito da macrogeometria e do protocolo de fresagem n comportamento biológico dos implantes osseointegrados. estudos:in silico e clínico
  • Tratamento reabilitador com implantes dentários é uma solução previsível e de sucesso para reposição de ausências dentárias. A macrogeometria do implante está intimamente relacionada ao corpo do implante, formato das roscas, desenho do colar e conexão protética. Diferentes desenhos de implante podem gerar diferentes concentrações de tensão e deformação no osso. O sucesso da osseointegração também está relacionado com a condição de mínimo trauma no leito ósseo durante a etapa cirúrgica somada à estabilidade primária suficiente que levarão a menor resposta inflamatória. Assim, a macrogeometria do implante e o protocolo de fresagem podem propiciar uma técnica cirúrgica menos traumática, assim como com a resposta inflamatória durante o processo de cicatrização e reparo, diminuindo o tempo de latência da reabilitação protética e impactando positivamente na qualidade da osseointegração ao longo do tempo. Neste sentido, novos protocolos de fresagem e novas macrogeometrias de implantes têm sido propostas focando em um conceito biológico baseado na criação de uma “câmara de coágulo” capaz de minimizar o trauma cirúrgico no momento da inserção do implante no leito ósseo. Esse conceito pode levar à baixa estabilidade primária o que gera duvidas sobre a competência biomecânica desta interface osso-implante. Informações clínicas sobre a influência desses parâmetros no comportamento do implante e do osso peri-implantar ainda são escassas no que se refere a dinâmica de remodelação óssea durante a cicatrização, osseointegração e pós carregamento oclusal. Assim, com uso de implantes que possuem macrogeometrias e protocolos de fresagem distintos, que favorecem ou não a formação da câmara de coágulo este projeto possui como objetivos: 1) desenvolver um estudo in silico com a finalidade de analisar o efeito de diferentes macrogeometrias de implantes no tecido ósseo peri-impantar com objetivo de avaliar a distribuição de tensões; 2) avaliar clinicamente a resposta biológica dos tecidos peri-implantares por meio do monitoramento de parâmetros clínicos, da estabilidade secundária e da perda óssea peri-implantar de implantes de macrogeometrais e conexões protéticas diferentes instalados na região posterior de mandíbula no primeiro ano de reabilitação protética. Os dados obtidos serão tabulados no programa estatístico Stata® (Versão 11.2, StataCorp LP, CollegeStation, Texas, EUA). O método estatístico será escolhido com base na aderência ao modelo de distribuição normal e igualdade de variância. Para todos os testes será considerado estatisticamente significativo o valor p<0,05. Palavras-chave: implantes dentais, macrogeometria, osseointegração, analise de elementos finitos, hexágono externo, cone morse, citocinas, perda óssea periimplantar, remodelação óssea, cicatrização precoce.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Altair Olivo Santin

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • detecção inteligente em tempo real de urls que disseminam imagem de pornografia infantil em vídeos
  • Soluções de segurança para a Internet (Internet Security Suites - ISS) possuem controle paterno que bloqueia conteúdos por idade, origem ou tipo, por exemplo. O problema é que em muitos casos os conteúdos não têm este tipo de rotulação que permite fácil filtragem. Assim, os ISS têm uma listagem de sites que foram rotulados e o controle é feito por URL (Uniform Resource Locator, endereço do site). Porém, o conteúdo fica acessível no lapso tempo entre a divulgação do conteúdo de PI (Pornografia Infantil) numa URL e a identificação do mesmo - após os robôs dos fabricantes de ISS vasculharem a Internet e encontrarem a URL. Além disto, os abusadores sexuais de crianças e adolescentes (ASCA), mudam as URL com os conteúdos de PI com certa frequência para dificultar ainda mais o rastreamento do ISS e diminuir a eficácia de filtragem. Na prática como as redes sociais em geral filtram este tipo de conteúdo, os ASCA usam tais redes apenas como catálogos para anunciar a URL que está com o conteúdo de PI. Neste projeto contribui-se com o desenvolvimento de mecanismo para a detecção inteligente e em tempo real de imagens de PI em vídeos disponibilizado em URLs da Internet. O objetivo é usar computação em nuvem, deep learning e um proxy, para classificar em tempo real as imagens que vão ser consumidas por crianças e adolescentes na navegação na Internet usando celular, computador ou tablet. Este mecanismo também pode ser utilizado em escolas, empresas e demais entidades que não desejam que este tipo de conteúdo chegue a seus domínios. O projeto está sendo desenvolvido em colaboração com Unidade de Repressão aos Crimes de Ódio e Pornografia Infantil da Polícia Federal (URCOP). Serão criadas duas bases de imagem de PI: uma com imagens de PI (que ficará restrita aos computadores da URCOP) e a outra com as mesmas imagens de PI com tarjas, escondendo a genitália da criança/adolescente. Pois, do ponto de vista legal as imagens de PI corretamente tarjadas não infringem as leis que regem o Estatuto da Criança e do Adolescente. Visa-se usar deep-learning para identificar PI em treinamento sem tarja nas dependências da URCOP e comparar os resultados com os obtidos no treinamento usando tarja e com transfer-learning de pornografia. Resultados PRELIMINARES usando transfer-learning identificaram crianças individualmente e com adultos em situação de NPI (não PI) com taxa de acerto de 85,00%, com a inserção da tarja há perda de 6% em relação as mesmas imagens sem tarja. Isto mostra que apesar da tarja fazer parte da imagem, o contexto é bem assimilado e a tarja interfere com influência possível de ser mitigada. Este tipo de resultado traz uma importante contribuição científica e social porque há poucos trabalhos na literatura, devido ao fato de que a posse do conteúdo de PI é crime, mas PI com tarja não infringe a lei. Assim, o resultado deste trabalho contribui para que seja possível termos base de PI tarjadas e facilitar a reprodutividade de trabalhos relacionados e o desenvolvimento de mais trabalhos para identificar este tipo de conteúdo. Além dito, este projeto consegue rotular em tempo real conteúdos de PI que não foram rotulados pela polícia e/ou ISS. Como resultado de nossa proposta, além de bloquear o conteúdo imediatamente para quem está usando o nosso proxy, ainda podemos avisar a polícia e a ISS que novos conteúdos estão sendo disponibilizados independentemente de qual seja a URL de origem, mesmo que esta seja alterada. Este tipo de rotulação pode também auxiliar a polícia em operações de busca e apreensão e identificação de ASCA, pois amplia os mecanismos que existem atualmente, baseado principalmente na identificação de hash criptográficos que devem ser conhecidos a priori.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Altamira Pereira da Silva Reichert

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • vigilância do desenvolvimento e a caderneta de saúde da criança: caminhos para a promoção da saúde infantil
  • O desenvolvimento infantil adequado é considerado elemento básico para a saúde da população em geral, tendo impacto futuro, inclusive, no desenvolvimento econômico de uma nação. Portanto, crianças que não atingem seu potencial para o desenvolvimento provavelmente se tornarão adultos pouco produtivos economicamente. Ademais, crianças que não são estimuladas adequadamente sob o aspecto físico, mental, cognitivo e social-emocional, terão consequências futuras para sua saúde, no rendimento escolar, comportamentos delinquentes e desemprego. Portanto, a primeira infância tem se mostrado a janela de oportunidades para mudanças significativas com relação ao retorno de investimento de políticas e práticas que visam otimizar o desenvolvimento infantil e ajudar as crianças a serem bem-sucedidas na vida. Uma das ações de acompanhamento e monitoramento da criança são as ações de Vigilância do Desenvolvimento Infantil, que devem ser iniciadas desde o nascimento, visto que a fase de 0 a 3 anos representa um período oportuno e ideal para intervenções que previnam alterações no desenvolvimento infantil. A vigilância do desenvolvimento infantil compreende todas as atividades relacionadas à promoção do desenvolvimento normal e à detecção de problemas no desenvolvimento, na atenção primária à saúde da criança. É um processo contínuo, flexível, envolvendo informações dos profissionais de saúde, pais, professores e outros. Contudo, apesar de a vigilância do desenvolvimento ser considerada uma prioridade dentre as ações básicas preconizadas pela Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança, ainda são observados obstáculos que impedem a sua implementação de forma efetiva, tornando a rotina e os resultados dessa prática frágeis em algumas localidades brasileiras, a exemplo do Nordeste. De acordo com as diretrizes de atenção à saúde da criança, a vigilância do desenvolvimento infantil contempla ações relacionadas à avaliação dos marcos do desenvolvimento infantil; verificação de presença de fatores de risco para o desenvolvimento; à busca de opinião das mães sobre o desenvolvimento do seu filho; à verificação da maneira como a mãe/cuidador e familiares, em geral, se relacionam com a criança e, por fim, os registros e interpretação dos achados na Caderneta de Saúde da Criança. Esta, se destaca como o principal instrumento para a vigilância do crescimento e desenvolvimento infantil, proporcionando avaliação e seguimento do estado de saúde da criança, identificação precoce das alterações registradas, e a longitudinalidade do cuidado. No entanto, apesar do compromisso com a vigilância do desenvolvimento infantil a partir da obrigatoriedade do registro na caderneta pelos profissionais que atuam em unidades básicas de saúde, os progressos praticamente têm sido insignificantes, com falhas nos registros na caderneta da criança, conforme evidenciam estudos. Assim, este estudo tem como objetivo geral investigar as ações de vigilância do desenvolvimento infantil de crianças atendidas na Estratégia Saúde da Família e a utilização e registro das informações na Caderneta de Saúde da Criança pelos profissionais de saúde. Compreende um projeto amplo que será desenvolvido por vários atores envolvidos com o ensino de graduação e pós-graduação stricto sensu. Por isso, a natureza dos subprojetos vai variar conforme o estudo e sua complexidade, incluindo abordagens quantitativas e qualitativas, a serem realizados nas Unidades de Saúde da Família. A população será compreendida por profissionais que atuam na Estratégia Saúde da Família, como também, mães de crianças menores de três anos, residentes em áreas cobertas pelas Unidades de Saúde da Família. Para análise qualitativa, serão utilizados os passos propostos por Minayo e, na quantitativa, o estudo será desenvolvido mediante análise da caderneta de saúde de criança menores de três anos de idade, com dados tabulados e analisados no Programa Statistical Package Social Science (SPSS), versão 20.0 for Windows e analisados a partir de estatística descritiva, calculando a frequência absoluta (n) e a relativa (percentual) das variáveis, média, desvio-padrão e testes estatísticos. Espera-se contribuir com a compreensão da caderneta como um instrumento da vigilância do desenvolvimento infantil e trazer elementos ao debate que desencadeiem a reflexão por parte dos profissionais de saúde a respeito da importância da caderneta no acompanhamento de saúde da criança nos serviços de atenção primária. Acredita-se que a produção científica vinculada a este projeto poderá subsidiar a constituição de saberes e práticas que incorporem às ações dos profissionais de saúde uma nova forma de cuidar de crianças, contribuindo para a promoção da saúde e desenvolvimento infantil. Também se espera contribuir com a formação de recursos humanos em saúde, para a produção do conhecimento na saúde da criança e ampliação da relação entre a academia e os serviços de saúde.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Altanys Silva Calheiros

Ciências Agrárias

Agronomia
  • taxa de decomposição e de liberação de nutrientes de resíduos culturais de diferentes espécies no município de piranhas, alto sertão de alagoas
  • Objetiva-se estudar, no ambiente edafoclimático de Piranhas (alto sertão de Alagoas), o comportamento de diferentes espécies vegetais; quantificar os teores nutricionais e a produtividade; e avaliar as taxas de decomposição e a mineralização de nutrientes dos resíduos vegetais dessas espécies no Município de Piranhas. Os estudos vêm sendo conduzidos em área experimental do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Alagoas (IFAL) - Campus Piranhas. Foram montados dois experimentos no final do ano de 2013. O primeiro foi contado com a cultura do feijão caupi, constituído por duas fontes de N (mineral e orgânica), duas doses (40 e 80 kg ha-1) e uma estirpe de rizóbio (BR 3262) atualmente recomendada para a cultura, além dos tratamentos com inoculação e adubação (estirpe BR 3262 com 40 kg ha-1 de N mineral; estirpe BR 3262 com 40 kg ha-1 de N orgânico) e um tratamento testemunha, sem adubação nem inoculação, totalizando 8 tratamentos dispostos em blocos casualizados com quatro repetições. O segundo experimento foi alocado em blocos casualizados formados por cinco espécies de adubos verdes (Crotalaria juncea, Crotalaria spectabilis, feijão guandu anão, feijão guandu fava larga e feijão de porco) e uma parcela testemunha (sem adubação verde intercalar), com quatro repetições. Após finalizados esses dois experimentos, um terceiro experimento foi implantado no mês de setembro de 2014 em blocos ao acaso com quatro repetições, em esquema fatorial 2 x 7, sendo duas disposições dos resíduos no solo (em superfície e enterrado) e sete tratamentos de resíduos vegetal (feijão caupi, C. juncea, C. spectabilis, feijão de porco, feijão guandu anão, feijão guandu fava larga e capim buffel), avaliados em sete tempos de incubação ou períodos de decomposição (0, 8, 16, 32, 64, 128 e 256 dias), totalizando 392 parcelas experimentais, com a finalidade de avaliar o comportamento decompositivo dos resíduos vegetais das espécies cultivadas anteriormente. As análises químicas desses três experimentos são o objeto maior do projeto e serão analisados os nutrientes para determinação do estado nutricional, as taxas de liberação e mineralização de nutrientes no material decomposta ao longo do tempo, como também, as análises de carbono, lignina, celulose, hemicelulose e polifenóis dos resíduos decompostos. Será realizada a análise estatística tendo como resultados testes de médias, análises de regressão e correlação de todas as variáveis analisadas. Como resultados pretende-se verificar se as diferentes fontes e doses de N afetam a produtividade da cultura do feijão caupi e se a inoculação com rizóbios proporciona efeitos positivos na nutrição e produtividade da cultura, comparativamente às fontes de N mineral e orgânica aplicadas ao solo; bem como, avaliar se as espécies de adubos verdes se adéquam as condições edafoclimáticas e se contribuem para o enriquecimento de matéria orgânica do solo e disponibilização de N para a cultura do milho. Pretende-se, também, avalizar o comportamento decompositivo das espécies em estudo ao longo do tempo e se as diferentes formas de deposição dos resíduos vegetais afetam a decomposição e mineralização dos nutrientes nas condições edafoclimáticas de Piranhas.
  • Instituto Federal de Alagoas - Matriz - AL - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Altemar Lobão de Sousa Junior

Outra

Divulgação Científica
  • i mostra cajazeirense das ciências exatas das escolas públicas
  • A presenta proposta visa a realização de uma Mostra de Ciências Exatas destinada a alunos do ensino fundamenta II ou do Ensino Médio que estudam em escolas públicas na cidade de Cajazeiras/PB, município do alto sertão paraibano que é polo regional de ensino. A proposta tem por objetivo incentivando nos estudantes o interesse pela Ciência e pela Pesquisa.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

Altemir José Mossi

Ciências Agrárias

Agronomia
  • bioherbicidas: aplicação de microrganismos fitopatogênicos visando à sustentabilidade ambiental
  • A partir dos anos de 1960 a agricultura contemporânea desenvolveu-se muito devido à revolução verde, que se baseia principalmente na seleção de variedades de maior rendimento, uso de fertilizantes químicos e agrotóxicos para controle de patógenos, insetos e plantas daninhas. A adoção do controle químico representou um avanço geral nas formas de manejo de plantas daninhas, apesar disso o uso demasiado desses produtos permitiu o surgimento de biótipos resistentes a diversos mecanismos de ação. tualmente existem 246 espécies de plantas resistentes a herbicidas no mundo e já foram identificadas populações resistentes a 22 dos 25 mecanismos de ação. Tendo em vista a necessidade do controle de plantas daninhas e a crescente demanda por novos produtos devido ao surgimento de diversas formas de resistência dessas plantas aos princípios ativos, a busca de novas alternativas de controle de daninhas vem se tornando fundamental. Entre as alternativas destaca-se o controle biológico com uso de fungos e bactérias. Levando em consideração os aspectos apontados anteriormente, este projeto tem como objetivos principais a prospecção, isolamento e screening de microrganismos com potencial de produção de fitotoxinas para utilização em biocontrole ou como auxiliar na inibição de crescimento de plantas invasoras de agroecossistemas e reservatórios de Usinas Hidroelétricas e posterior formulação de bioherbicidas. Para tanto serão realizadas coletas sistemáticas de plantas daninhas de lavoura e de espécies de macrófitas aquáticas flutuantes livres (Eichhornia crassipes, Pistia stratiotes e Salvinia herzogii) infectadas, exibindo sintomas típicos de enfermidades. As plantas coletadas serão identificadas e levadas ao laboratório de biotecnologia para isolamento dos microrganismos. O isolamento será realizado conforme postulados de Koch, sendo a purificação das colônias realizada por estrias de esgotamento em repicagens sucessivas ou semeadura em diluição até a obtenção de culturas puras. Os microrganismos isolados serão crescidos em fermentação submersa e o produto será separado em dois extratos o sobrenadante e o precipitado, sendo estes utilizados para o screening. O screening será conduzido em casa de vegetação, sendo utilizados como plantas testes agrícolas o Phaseolus vulgaris (feijão), Zea mays (milho), Glycine max (soja) e Triticum aestivum (trigo), e as plantas daninhas Bidens pilosa (picão-preto), Euphorbia heterophylla (leiteiro), Digitaria spp. (milhã), Brachiaria plantaginea (papuã) e Conyza spp. (buva). Para macrófitas serão utilizadas Eichhornia crassipes, Pistia stratiotes e Salvinia herzogii. O screening será conduzido utilizando-se a metodologia descrita pela SBCPD (1995). Os microrganismos selecionados com potencial bioherbicidas serão identificados por técnicas de biologia molecular. Após, com estes microrganismos, serão realizados experimentos em laboratórios visando otimizar a produção do bioherbicida e experimentos a campo onde serão realizados testes em uma situação mais próxima da realizada. Com este projeto pretende-se desenvolver novas alternativas para o controle de plantas daninhas a fim de reduzir os problemas ambientais, sociais e econômicos existentes devido ao uso continuo e equivocado de produtos químicos na agricultura e pela dificuldade de manejo de plantas infestantes nos ambientes aquáticos e agrícolas.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Altevir Signor

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • suplementação de l-carnitina e betaína em dietas para tilápias do nilo
  • A suplementação de L-carnitina e betaína nas dietas dos peixes podem melhorar o desempenho, apresentando efeito poupador de proteína por direcionar os lipídios da dieta e corporais para a manutenção energética do organismo. Bem como, previnem a formação de radicais livres e consequentemente minimizam a peroxidação dos lipídios e agressão às proteínas dos tecidos e das membranas. Contudo, a relação do crescimento dos peixes com a otimização dos nutrientes presentes nos alimentos fornecidos aos mesmos ainda é desconhecida tendo em vista a interrelação da L-carnitina e da betaína no desempenho produtivo, na composição química do pescado e em processos metabólicos que possibilitem aprofundar conhecimentos relacionados ao metabolismo energético dos animais. Dessa forma, o objetivo da proposta é avaliar se a suplementação de L-carnitina e betaína em dietas para tilápia do Nilo influencia o desempenho produtivo, parâmetros hematológicos, parâmetros bioquímicos, parâmetros hormonais, atividades enzimáticas, expressão gênica dos genes relacionados à oxidação lipídica, índices somáticos (indice hepatossomático e gordura viscero-somática), histomorfometria e histoquímica do fígado, intestino e músculo e, composição centesimal do filé. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado em esquema fatorial com três níveis de inclusão de L-carnitina (0; 500 e; 1.000 mg kg-1de ração) e três níveis de inclusão de betaína (0; 500 e; 1000 mg kg-1de ração) com dois níveis testes considerados como superdosagem de 2.000 mg kg-1 de ração dos respectivos micronutrientes, totalizando 11 tratamentos com três repetições. Serão distribuídos 396 peixes com peso médio inicial de aproximadamente 15g ao acaso em 33 aquários de formato cilíndrico-cônico com volume útil de 420L acoplados a um sistema de recirculação de água e aeração contínua. Os peixes serão alimentados com dietas práticas formuladas de forma a apresentarem-se isproteicas, isocalóricas e com a mesma relação de fibras, fósforo, cálcio, metionina, lisina e triptofano. Espera-se com os resultados do presente projeto obter subsídios para afirmar qual é o condicionamento metabólico proporcionado pelas vias motoras envolvidas no catabolismo desses micronutrientes e sua influência no organismo dos peixes, em específico na tilápia do Nilo. Conhecimento estes, que possibilitarão a elaboração de dietas cada vez mais adequadas e que melhor atendam às exigências nutricionais da espécie resultando em maior aproveitamento das vias metabólicas na síntese de tecidos melhorando seu potencial de crescimento.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aluana Gonçalves de Abreu

Ciências Agrárias

Agronomia
  • análise de bulks segregantes e sequenciamento de nova geração para a identificação de genes de resistência à brusone em arroz
  • A brusone, doença causada pelo fungo Magnaporthe oryzae B. Couch, é a que mais afeta a cultura do arroz no mundo. A adoção de cultivares de arroz com resistência durável à brusone ainda é a forma mais econômica e a abordagem mais sustentável em ecossistemas propícios ao desenvolvimento da doença. Uma das formas de se obter cultivares com resistência durável é através da seleção de genes que conferem essa resistência, por seleção assistida por marcadores. O primeiro passo nesse processo é a identificação de genes de resistência em genótipos de arroz. Nessa proposta, para mapear genes de resistência à brusone em arroz, a análise de bulks segregantes (BSA) será combinada com sequenciamento de nova geração (NGS). Linhagens endogâmicas recombinantes resistentes e suscetíveis, provenientes de dois cruzamentos entre as fontes de resistência Três Marias e CNA 923 e a cultivar de terras altas BRS Esmeralda, serão sequenciados por GBS. Em seguida, SNPs contrastantes entre os bulks resistente e suscetível serão identificados. O(s) gene(s) candidato(s) serão validados por RT-qPCR. Os genes validados serão incorporados à rotina de seleção assistida do Programa de Melhoramento de Arroz, contribuindo para melhorar a eficiência e velocidade de seleção para esta característica.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - GO - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Aluísio Jardim Dornellas de Barros

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • pesquisa epidemiológica baseada na internet: avaliação do perfil de saúde e de estratégias de pesquisa em um estudo longitudinal através da plataforma coortesnaweb
  • Introdução: As pesquisas epidemiológicas sempre contribuíram para importantes achados na área de saúde. Para traduzir tais achados em políticas públicas, é importante conduzir pesquisas epidemiológicas com alto rigor metodológico em vista de maximizar sua validade. Um fator que pode comprometer a validade desses estudos é o constante declínio nas taxas de resposta, o qual é influenciado por diversos fatores, entre eles o método de coleta de dados. Com o aumento do acesso à internet no Brasil, conduzir pesquisas epidemiológicas através da internet se mostra uma boa alternativa. A plataforma coortesnaweb foi desenvolvida com o objetivo de acompanhar longitudinalmente pela internet o perfil de saúde dos participantes da coorte de nascimentos de 1993 de Pelotas. Depois de seis meses, a taxa de resposta média foi superior a 50,0%. Apesar disso, a taxa de resposta para os questionários iniciais foi muito superior àquelas dos questionários aplicados no final do estudo. Dessa forma, novos desafios surgiram com relação à retenção e motivação desses participantes ao longo de todo o período do estudo. Objetivo: Expandir a plataforma coortesnaweb para atrair novos participantes através de métodos de recrutamento online e off-line, e integrar novos questionários interativos, componentes de gamificação, novas alternativas de lembretes e incentivos para manter os participantes motivados para responder os questionários em um estudo longitudinal conduzido através da internet. Métodos: Um aplicativo móvel será desenvolvido para estreitar a comunicação entre a plataforma coortesnaweb e seus usuários. Este aplicativo deverá ter acesso aos recursos visuais, sonoros e de sensores dos dispositivos móveis com o propósito de coletar dados de forma interativa, visando aumentar a motivação dos participantes. Além disso, elementos de gamificação serão adicionados à plataforma. Novos membros da coorte de nascimentos de 1993 de Pelotas serão convidados a se cadastrar na plataforma através de contatos feitos por meios online (e-mail e mídias sociais) e off-line (telefone, correio). Ao longo de seis meses, questionários eletrônicos serão liberados e os participantes convidados a responder. A taxa de resposta de cada questionário será calculada para avaliar a participação dos indivíduos.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Aluiza Alves de Araújo

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • descrição do português oral culto de fortaleza - porcufort (fase ii): uma pesquisa em tempo real
  • Esta pesquisa se embasa na Sociolinguística Variacionista e propõe a construção de uma nova amostra de linguagem falada e culta que comporá a fase II do Projeto Descrição do português oral culto de Fortaleza – PORCUFORT (FASE II): uma pesquisa em tempo real, partindo da mesma estratificação social do projeto PORCUFORT – fase I, que é a seguinte: sexo (masculino e feminino), faixa etária (22 a 35 anos; 36 a 55 anos e 56 anos em diante) e tipo de registro (Diálogo entre Informante e Documentador – DID; Diálogo entre Dois Documentadores – D2 e Elocução Formal - EF). Ao todo, entrevistaremos 90 informantes que serão distribuídos da seguinte forma: 45 pessoas do sexo masculino e 45 do sexo feminino, 30 falantes em cada faixa etária e 30 em cada tipo de registro. A construção da nova amostra do PORCUFORT possibilitará, aos pesquisadores, a descrição e análise, em tempo real e em tempo aparente, de diversos fenômenos linguísticos nos diferentes níveis da variedade culta e falada em Fortaleza-CE. Ademais, a realização desta pesquisa fornecerá condições para a formação de novos pesquisadores.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Álvaro Aguiar Coelho Teixeira

Ciências Biológicas

Morfologia
  • avaliação da retinopatia diabéticas em ratas, induzidas pela estreptozotocina, após tratamento com melatonina
  • A presente pesquisa propõe testar a hipótese de que a melatonina exógena pode neutralizar os efeitos adversos da retinopatia diabética, no que se refere ao estresse oxidativo, histopatologia, ultraestrutura, atividade elétrica, expressão de VEGF, IL-6 e TNF-α, além do índice apoptótico na retina de ratos diabéticos. Serão utilizados 60 ratos albinos Rattus norvegicus albinus com 90 dias de idade, linhagem Wistar, procedentes do Biotério do DMFA/UFRPE divididos nos seguintes grupos: I: ratos sem indução ao diabetes; II: ratas induzidas ao diabetes e tratadas com placebo; III: ratas induzidas ao diabetes e tratadas com 50µg/Kg melatonina; IV: ratas induzidas ao diabetes e tratadas com 100µg/Kg melatonina; V: ratas induzidas ao diabetes e tratadas com 150µg/Kg melatonina; VI: ratas induzidas ao diabetes e tratadas com 200µg/Kg melatonina. O diabetes será induzido por injeções i.p. de solução de estreptozotocina na dosagem de 60 mg/kg, após jejum alimentar de 14 horas. Após 30 dias os animais que apresentarem glicose sanguínea acima de 200 mg/dL serão tratados com melatonina. Para o exame histopatológico e histoquimico da retina, será feita a enucleação do olho direito, processado para inclusão em parafina e os cortes corados pela hematoxilina eosina, Ácido Periódico de Schiff, orceína, tricrômico de Mallory. Para ultraestrutura o olho esquerdo será enucleado e dissecado para a coleta de fragmentos da retina os quais serão preparado para inclusão em resina Epon-812. A insulina plasmática será determinada por utilizando "kit" comercial não específico para rato. Imunohistoquimica da e retina: Apoptose: será utilizado o método TUNEL como indicador de apoptose na retina e ilhotas de Langherans. A expressão de VEGF, IL-6 e TNF-α será realizada através de anticorpos (Santa Cruz Biotechnology Inc., Santa Cruz, CA, EUA). Os dados serão submetidos ao teste não paramétrico de Kruskal-Wallis, e as médias comparadas pelo teste de Wilcoxon-Mann-Whitney (P<0,05).
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alvaro Antonio Ochoa Villa

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • microgeração na refrigeração por compressão mecânica através da utilização de motor de combustão interna para uso remoto em processos de refrigeração para conservação de produtos alimentícios perecíveis
  • A refrigeração é necessária em diversas atividades de nosso dia a dia, portanto, sempre representa uma área importante na pesquisa e desenvolvimento do Pais. Na conservação de alimentos a refrigeração joga um papel vital para seu desenvolvimento, sendo que a refrigeração está atrelada ao consumo energético para seu funcionamento. Em lugares onde a eletricidade é precária e inacessível (como por exemplo regiões agrícolas isoladas do estado de Pernambuco, e outros setores no Nordeste do Brasil), assim como também nos setores de pesca artesanal, a refrigeração mecânica representa um duplo problema, já que não há suficiente (eletricidade) e/ou nenhuma, para o acionamento de sistemas de refrigeração, e também, o tempo de vida dos alimentos, já que dependem exclusivamente, de outros métodos, como conservação com gelo, para sua duração. Através da utilização de um sistema de microgeração de energia útil (energia de eixo) e utilizando biocombustíveis, pode-se chegar no sistema de refrigeração mecânica de forma remota que permita solucionar e/ou minimizar estes problemas, além de favorecer ao meio ambiente, devido à utilização de combustíveis renováveis e/ou não renováveis para a produção de frio. A ideia é dimensionar e testar um sistema de microgeração de energia útil de eixo e refrigeração por compressão mecânica através da utilização de motor de combustão interna para uso remoto em processos de refrigeração para conservação de produtos alimentícios perecíveis. A proposta do protótipo capaz de produzir energia mecânica de eixo para o acionamento direto de um sistema de refrigeração mecânica (compressor - balcão frigorífico) na conservação de alimentos perecíveis (verduras, pescados, outros). Desde o ponto de vista econômico, este sistema impulsionará o mercado nacional da produção de biocombustíveis, conservação de alimentos e peixes em zonas artesanais.
  • Instituto Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alvaro Augusto Alvarez Candal

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • estudos fotométricos e espectroscópicos de pequenos corpos peculiares
  • O Sistema Solar possui várias populações de pequenos corpos com diferentes propriedades físicas e dinâmicas. Elas se encontram em diferentes regiões, como o Cinturão Principal de asteroides entre 2.2 e 3.1 UA, ou os objetos trans-Netunianos, com órbitas além da de Netuno. Outra população interessante de pequenos corpos é a dos cometas, que podem tem sua origem em regiões tão afastadas quanto a Nuvem de Oort. Todas as populações presentes no Sistema Solar atual são produto da formação e posterior evolução deste. Começando desde os mecanismos de acreção, passando pela evolução devida a colisões e as evoluções física e química que modificaram em maior ou menor grau as superfícies, tamanhos, composições superficiais e internas dos objetos. O presente projeto está dividido em duas partes, que são complementárias. A primeira visa adaptar ferramentas numéricas de análise de imagens astronômicas, desenvolvidas para estudos extragalácticos, para estudos morfológicos e fotométricos de objetos que apresentem, ou sejam candidatos a apresentar, atividade cometária; enquanto que a segunda parte tem como objetivo a analise e interpretação de dados de espectroscopia de campo integral dos dois Centauros que possuem sistemas de anéis.
  • Observatório Nacional - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alvaro Dutra de Carvalho Junior

Ciências da Saúde

Farmácia
  • estudo da incorporação, liberação e avaliação de estatina em sistema particulado matricial de phb/pcl
  • A tecnologia de liberação controlada de fármacos representa uma área de pesquisa de grande importância para a saúde humana e para a ciência. O sistema de liberação controlada contribui com inúmeras vantagens quando comparados a outros sistemas de liberação convencional, como por exemplo, maior eficácia terapêutica, liberação progressiva e controlada do fármaco; diminuição da toxicidade e maior tempo de permanência na circulação; administração segura (sem reações adversas locais) e conveniencia (menor número de doses); além do direcionamento a alvos específicos. Com o intuito de modular a forma e o local de liberação de fármacos, utiliza-se no setor farmacêutico polímeros como Poli-hidroxibutirato (PHB) e poli-?-caprolactona (PCL) a fim de produzir nanoesferas poliméricas. A aplicação das estatinas no tecido ósseo foi demonstrada pela primeira vez por MUNDY e colaboradores (1999). Embora o exato mecanismo pelo qual as estatinas influenciam a formação óssea ainda não esteja claro, existe a possibilidade de que pequenas enzimas GTPases provindas dos produtos da síntese do colesterol, regulem negativamente a expressão da proteína óssea BMP-2, um dos principais fatores de crescimento na formação óssea. Diante do exposto, o presente trabalho visa obter e caracterizar nanoesferas poliméricas de blendas PBH/PCL contendo sinvastatina. A preparação das microesferas será realizada pelo método de emulsão/evaporação, com os homopolímeros, PHB e PCL, em diferentes proporções em massa (20/80 e 80/20). Serão avaliados os parâmetros físico-químicos como Medida do tamanho e Potencial Zeta; análises bioquímicas e histoquímicas, citofotométricas, testes mecânicos e histológicos.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alvaro Eduardo Eiras

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • avaliação da supressão de adultos de aedes aegypti por armadilhas e monitoramento em tempo real no controle integrado do vetor.
  • Como a maioria das ferramentas de controle dos vetores da dengue, Chikungunya e Zika vírus disponíveis atualmente apresentam eficácia limitada, há necessidade do desenvolvimento e avaliação de novas estratégias de controle que devem ser ambientalmente corretas, seguras, eficazes, com boa relação custo-benefício e aceitas pela população (TDR/WHO 2007). Entre os métodos preconizados pelo Programa Nacional de Controle da Dengue (PNCD), o controle físico busca a remoção de criadouros do vetor nos imóveis e é focado no combate de formas imaturas, não apresenta resultados satisfatórios uma vez que a população de mosquitos em campo é capaz de restabelecer em apenas 30 dias. Assim, a remoção de criadouros elimina somente as formas imaturas, mantendo os adultos do vetor. Os adultos por sua vez, após o repasto sanguíneo procuram criadouros para a deposição de ovos ou dispersam para áreas vizinha que possuem criadouros disponíveis. Portanto, o controle de adultos, após a remoção de criadouros é fundamental para evitar o restabelecimento da população e evitar a dispersão para outras áreas. O grupo de pesquisa da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) possui experiência no desenvolvimento de produtos e tecnologias para o monitoramento e controle do vetor da dengue desde 2001. Por meio da Coordenação de Transferência e Inovação Tecnológica (CT&IT) da UFMG, seis depósitos de pedidos de patentes e três cartas de patentes de novas tecnologias de combate ao vetor Aedees aegypti foram realizadas. Todas as tecnologias foram desenvolvidas e avaliadas por meio de recursos da FINEP, CNPq, DECIT, FAPEMIG, FAPESP, SEBRAE, UNESCO e SVS-MS. Em 2009, o grupo da UFMG avaliou a metodologia de supressão de adultos para o controle do Ae. aegypti em Manaus (AM) com armadilhas BG-Sentinel (BGS). Os resultados do monitoramento do vetor demonstraram que a supressão de adultos reduziu a abundância de fêmeas Ae. aegypti nos primeiros cinco meses estação chuvosa (Degener et al. 2014). Infelizmente, a armadilha BGS é produzida na Alemanha pela empresa BioGents, e o seu custo é muito elevado (aprox. US$ 180,00), inviabilizando o seu uso no país. Posteriormente, em 2014, o grupo avaliou uma nova estratégia para redução da população do vetor Ae. aegypti, por meio de supressão de adultos com armadilhas BG-Mosquitito em Sete Lagoas (MG) em uma área com alta infestação, identificada por um sistema de monitoramento em tempo real. Os resultados demonstraram que após a colocação das armadilhas nos imóveis, houve uma redução significativa de fêmeas Ae. aegypti em relação à área controle (sem armadilhas). A armadilha Mosquitito, também produzida pela BioGents (Alemanha) e o seu custo é de aproximadamente US$ 80,00, inviabilizando também o seu uso no país devido as taxas de importação, transporte e impostos. Em 2012, o grupo desenvolveu uma nova armadilha para captura de fêmeas adultas de Ae. aegypti na parceria UFMG-JCU (Austrália) (Eiras et al. 2014, Ritchie et al. 2014, Hering et al. 2016). O princípio de funcionamento e de captura da nova armadilha GAT (Gravid Aedes Trap) baseia-se na atração de grávidas de Ae. aegypti por meio de estímulos visuais. Em 2016, o grupo da UFMG avaliou o uso da armadilha BIO-GAT como ferramenta de controle (supressão populacional) de adultos de Ae. aegypti no município de Piumhi (MG), por meio de recursos do CNPq-DECIT (Edital MCTI/CNPq/MS-SCTIE Nº 040/2012 - Pesquisa em Doenças Negligenciadas, Nº Processo: 404211/2012-7). Foram instaladas duas armadilhas por residências em nove quarteirões (250 imóveis e aprox. 500 armadilhas). Os resultados demonstraram que após a instalação das armadilhas, a população de adultos de Aedes reduziu significativamente, quando comparada com a área que não utilizou a armadilha Bio-GAT. Portanto, temos evidências que a armadilha Bio-GAT apresenta um grande potencial no controle do vetor da Zika, uma vez que o custo desta armadilha é inferior, pois não utiliza eletricidade (aproximadamente US$20,00). Baseado nos resultados do experimento em Piumhi (MG), elaboramos a presente proposta onde o OBJETIVO é avaliar a metodologia de supressão populacional por armadilhas (Bio-GAT) e a tecnologia de monitoramento de adultos em tempo real como ferramentas no controle integrado do vetor. Temos como OBJETIVOS ESPECÍFICOS: (1) Monitorar população de adulto de Ae. aegypti em tempo real; (2) Monitorar a circulação dos vírus dengue, Chikungunya e Zika em mosquitos capturados nas armadilhas; (3) Realizar a supressão de adultos de Ae aegypti com a armadilha Bio-GAT em municípios pilotos; (4) Avaliar e integrar o uso de repelente de oviposição em criadouros permanentes; (5) Avaliar o custo-benefício do metodologia do controle integrado do vetor nos municípios pilotos e (6) Desenvolver modelos matemáticos a partir dos resultados. A proposta tem como colaboradores pesquisadores brasileiros com grande experiência em controle do vetor da dengue (MS-FUNASA, UFPA), desenvolvimento de modelagem matemática (USP, IOC-FIOCRUZ, CEFET) e avaliação do custo-benefício da metodologia em comparação com a utilizada pelo PNCD. Temos também como colaboradores estrangeiros com experiência no controle da dengue (Austrália e USA) e no desenvolvimento de modelos matemáticos para geração de dados que corroborem nossos objetivos (USA). A proposta atual é inédita, abrange a inovação, a criatividade, a escalabilidade rápida e atende à necessidade de desenvolvimento de novas metodologias para o controle do vetor Ae. aegypti. A incorporação dessas tecnologias nos programas de combate aos vetores em áreas urbanas do país poderá contribuir para o aprimoramento da vigilância entomológica e epidemiológica e no controle racional do vetor de dengue no Brasil e em diversos países onde ocorrem epidemias recorrentes de Zika vírus.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 10/10/2016-31/10/2020
Foto de perfil

Alvaro Esteves Migotto

Ciências Biológicas

Zoologia
  • revisão taxonômica e inferência das relações filogenéticas do gênero beania johnston, 1840 (bryozoa, cheilostomata) com base em caracteres morfológicos e moleculares
  • O filo Bryozoa tem sido pouco estudado quando comparado a outros grupos de organismos marinhos com diversidade e importância ecológica semelhantes. É evidente que para o filo há grande necessidade de revisões taxonômicas, mas esta é dificultada pela escassez de pesquisadores que se dediquem ao grupo. O gênero Beania, que compreende 75 espécies nominais, é um dos grupos de briozoários que se enquadram neste caso. Estudos prévios têm sugerido que Beania é um grupo polifilético, mas não há qualquer trabalho taxonômico e/ou filogenético cujo foco é propor hipóteses de relacionamento entre as espécies do gênero. Este projeto propõe: i) revisar e descrever as espécies de Beania, ii) inferir relações filogenéticas utilizando dados morfológicos, sequências de DNA e estudos comparativos de desenvolvimento embrionário, iii) elaborar uma chave de identificação das espécies do gênero Beania no mundo. A maior parte do trabalho será realizada no Centro de Biologia Marinha da Universidade de São Paulo (CEBIMar-USP), contando ainda com a parceria de grupos de briozoólogos do Brasil e de outros países
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alvaro Jose de Almeida Bicudo

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • lipídios e carnitina em dietas para tilápia do nilo
  • Na maioria dos vertebrados, a oxidação dos ácidos graxos de cadeia longa é estimulada pela presença de carnitina. Com base nos resultados encontrados em vertebrados terrestres, o uso da L-carnitina em peixes tem sido defendido com múltiplos propósitos, dentre os quais como promotor de crescimento. Entretanto, até o presente momento, os resultados obtidos com a L-carnitina na nutrição de peixes têm sido contraditórios, mesmo nos estudos realizados com uma mesma espécie. Muitos são os fatores apontados como responsáveis por esta variação nos resultados obtidos, dentre os quais, a composição nutricional das dietas. Porém, são escassos os estudos para elucidar a composição nutricional das dietas sobre a efetividade da ação da L-carnitina na nutrição de peixes. Portanto, objetiva-se com este projeto avaliar a influência de níveis e fontes de lipídios dietéticos sobre a efetividade da L-carnitina como promotor de crescimento em juvenis de tilápia do Nilo alimentados com rações isentas de alimentos de origem animal. Para isso serão realizados dois ensaios experimentais visando: (i) determinar a melhor relação L-carnitina: lipídios dietéticos e (ii) determinar a influência do perfil de ácidos graxos dietéticos sobre a ação da L-carnitina em tilápias do Nilo. No primeiro experimento, serão formuladas nove dietas experimentais, com três níveis de suplementação de L-carnitina (0, 1000 e 2000 mg kg-1) associados a três níveis de lipídios (6, 9 e 12%). O delineamento experimental utilizado será um fatorial (3×3) inteiramente casualizado, com três repetições por tratamento. No segundo experimento serão formuladas oito rações experimentais, em um delineamento fatorial 4×2 inteiramente casualizado (n=3), sendo quatro fontes de lipídios (óleos de soja, linhaça, girassol e canola) associados a dois níveis de adição de L-carnitina (0 mg kg-1 e a melhor concentração determinada no experimento anterior). Nos dois experimentos serão avaliados parâmetros de desempenho (ganho de peso, índice de eficiência alimentar, índice de consumo alimentar, taxa de crescimento específico, taxa de eficiência proteica), índices morfométricos (fator de condição, índice hepatosomático, relação viscerosomática e relação liposomática), retenção de nutrientes (proteína, lipídios e energia) e composição química (matéria seca, proteína bruta, lipídios e perfil de ácidos graxos) corporal e muscular dos peixes. Também serão avaliados o índice de peróxido (IP) e o índice de oxidação dos lipídeos (TBARS) musculares. O presente projeto justifica-se em função: (i) dos poucos estudos existentes da suplementação da L-carnitina em peixes (em especial com a tilápia do Nilo); (ii) do conhecimento escasso da interação da L-carnitina com outros nutrientes dietéticos em peixes; (iii) dos resultados ainda inconclusivos e contraditórios observados até o presente momento da suplementação de L-carnitina em peixes e (iv) do potencial deste suplemento alimentar em elevar o desempenho dos peixes e reduzir os custos com alimentação. Portanto, conclui-se como necessária a realização de mais pesquisas para confirmar a viabilidade da suplementação da L-carnitina na alimentação de peixes. Este projeto está inserido nas atividades de pesquisa e formação de pessoal de um grupo de pesquisa em nutrição de peixes recém estabelecido no interior do estado de Pernambuco.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Álvaro Krüger Ramos

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • imersões e mergulhos de superfícies em variedades de dimensão 3
  • Esse projeto visa o estudo de alguns problemas que dão continuidade a trabalhos já concluídos ou em andamento dos professores Álvaro Ramos, Patrícia Klaser e Miriam Telichevesky, dentro da Geometria Diferencial e Análise Geométrica. O grupo estuda existência e propriedades de hipersuperfícies mínimas e de curvatura média constante (CMC) em variedades Riemannianas em diferentes situações, tais como variedades de Hadamard, variedades hiperbólicas, grupos de Lie e espaços simétricos.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Alvaro Luiz Mafra

Ciências Agrárias

Agronomia
  • carbono e fósforo em nitossolo vermelho em sistema integração lavoura-pecuária com fertilizantes orgânicos e minerais
  • O uso de fertilizantes orgânicos em sistemas de manejo com integração lavoura pecuária pode afetar a dinâmica do carbono e fósforo no solo, aumentando a produtividade das culturas. O objetivo é avaliar teores e frações de fósforo e carbono no solo em resposta à aplicação de fertilizantes orgânicos e minerais. O experimento foi implantado em 2009, em Concórdia, SC, em um Nitossolo Vermelho Eutroférrico típico, em delineamento de blocos casualizados, com tratamentos em fatorial 5 x 3 + 1, com quatro repetições, sendo cinco fontes de fertilizantes, três doses e o controle sem adubação. Os fertilizantes são: três orgânicos camas de aves, dejeto líquido de suínos e composto a partir de dejetos de suínos; dois minerais M1 e M2, combinados com três doses equivalentes a 75, 100 e 125% da recomendação para cultura de interesse, com base no elemento com maior exigência pela cultura. Os tratamentos serão aplicados a campo, em sistema de produção integração lavoura pecuária (iLP), com culturas de milho e soja no verão, e aveia preta e centeio no inverno, sendo a pastagem pastoreada por ovelhas. A amostragem do solo será realizada nas camadas de 0-5, 5-10 e 10-20 cm de profundidade. Serão avaliados densidade do solo, pH em água e SMP, P extraível por Mehlich-1, especiação química de P, fracionamento químico e físico do carbono orgânico e estoque de carbono no solo. O trabalho envolve participação das instituições Embrapa, Instituto Federal Catarinense campus Concórdia e Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) campus de Lages, bem como do setor privado, com participação da Empresa Ferticel. Os resultados buscam fornecer subsídios para melhoria agronômica e ambiental relacionada ao uso de fertilizantes orgânicos em sistema iLP.
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2020
Foto de perfil

Álvaro Luiz Moreira Hypolito

Ciências Humanas

Educação
  • trabalho docente, currículo e gestão
  • O objeto deste estudo é abranger três dimensões articuladas, a saber – Trabalho Docente, Currículo e Gestão, no sentido de compreender como as políticas curriculares afetam e são afetadas pelos modelos gerencialistas e quais seus efeitos sobre o trabalho docente. A ideia é capturar essas relações a partir de estudos sobre a BNCC e sua introdução na rede municipal de ensino; da análise dos modelos de gestão articulados na política educativa nacional e local, assim como efeitos dessas políticas sobre o trabalho docente – por meio da análise de projetos de plano de carreira e políticas de formação, e também a partir de dados produzidos e não analisados em outra investigação.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alvaro Luiz Neuenfeldt Júnior

Engenharias

Engenharia de Produção
  • uma estrutura de mineração de dados de seleção de heurísticas para o problema de empacotamento bidimensional retangular em faixas
  • Para problemas de otimização combinatória, o teorema “No-Free-Lunch” pressupõe que nenhum algoritmo é capaz de resolver de maneira eficiente todas as combinações de características (instância do problema) observadas. Assim, a definição de qual algoritmo melhor se ajusta as características para um problema é uma das tarefas mais complexas no contexto dos problemas de otimização combinatória. Por se tratar de um problema que envolve a combinação de uma série de variantes para a tomada de decisão, uma das formas mais práticas e úteis para tratar/resolver o problema de seleção de algoritmos é com o uso de técnicas de mineração de dados supervisionadas para a busca de padrões entre as variáveis explicativas do problema e as diferentes opções de algoritmos disponibilizados. Inserido neste contexto, o presente projeto tem por objetivo ajustar um modelo de classificação de algoritmos capaz de selecionar, com acurácia, a melhor opção de heurística de acordo com as características de cada instância do problema. O problema de empacotamento bidimensional retangular em faixas foi escolhido para testar a capacidade da metodologia proposta por ser um problema que possui uma ampla difusão no ramo industrial, em especial para o corte de chapas metálicas e tecidos.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022