Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

André Carlos Busanelli de Aquino

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • resiliência financeira em cidades contemporâneas e o aprimoramento do orçamento público
  • A presente proposta trata do financiamento do programa de pesquisa do grupo “Resiliência Financeira em Cidades Contemporâneas” recém implantado no Instituto de Estudos Avançados/USP. A proposta é multidisciplinar e multi-institucional, com o objetivo de explicar como o orçamento público de governos quando operado em regime de austeridade fiscal favorece respostas de curto prazo e pode levar a descontinuidade de políticas públicas. O regime de austeridade fiscal adotado em diversos países, tem efeito benéficos, porém também efeitos colaterais. Governos em épocas de choques são pressionados a fazer corte de despesas, porém a forma como o orçamento público opera e o baixo nível de planejamento de resultados no setor público pode levar a redução de políticas públicas sem análise de impacto. Como a resiliência financeira de governos não é observada por Tribunais de Contas, que consideram apenas os limites fiscais propostos pela Lei de Responsabilidade Fiscal, o que se observa são constantes perdas de eficiência na prestação de serviços, pois são frequentemente interrompidos, descontinuados, contrariando a própria busca pela eficiência também colocada na regulação do ciclo de gestão financeira de governos. O problema de pesquisa em questão é como o orçamento público canaliza diversos envolvidos na gestão de políticas públicas em municípios a ações de fraco alcance segundo a literatura de resiliência financeira. Entre as possíveis explicações estão a atuação conjunta das coalizações políticas (conhecida nacionalmente como ‘presidencialismo de coalizão’), brechas deixadas no mecanismo orçamentário e barreiras institucionais existentes no setor público brasileiro. A metodologia consiste em uma série de estudos de caso em metrópoles brasileiras, observando como as decisões das secretarias de planejamento e finanças têm impacto outras políticas públicas, e como estas interagem com choques externos. Em alguns casos observa como resposta à redução dos serviços, respostas que emergem da própria sociedade, como casos de coprodução, liderados por observatórios sociais e comunidades. Com o surgimento desses casos, sem a participação ativa do governo local, observamos um futuro questionamento do próprio papel dos governos, como efeito das políticas de austeridade.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Carraro

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • pagamento por performance na atenção primária de saúde: uma avaliação de impacto do programa nacional de melhoria do acesso e qualidade da atenção básica (pmaq)
  • Considerando que a atuação do Estado brasileiro na área social sofre forte ampliação nas últimas décadas, ganha importância o desenvolvimento de pesquisas que avaliem as políticas públicas na área da saúde com o objetivo de orientar a aplicação dos recursos de forma mais eficiente. O presente projeto de pesquisa propõe uma estratégia de estimação dos impactos do programa de pagamento por performance do sistema de saúde básica brasileiro, o Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ), sobre indicadores de mortalidade e hospitalizações dos municípios brasileiros para o período de 1998 a 2016. O PMAQ foi selecionado para ser avaliado por representar uma proposta de estratégia de reorganização do sistema de saúde no Brasil. O projeto pretende empregar a metodologia de diferença em diferenças com efeitos fixos, considerando o tempo de exposição dos municípios ao programa. Adicionalmente, pretende-se estimar os efeitos do Estratégia Saúde da Família, uma vez que os incentivos financeiros concedidos pelo PMAQ são direcionados às equipes de saúde. Espera-se que os efeitos do ESF se potencializem após a implementação do PMAQ, reduzindo mortalidades e hospitalizações por causas e condições que são sensíveis à atenção primária.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Contin

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • revestimentos aplicados por laser cladding em ferramentas agrícolas
  • Este projeto visa à aplicação de revestimentos de proteção em peças de implementos agrícolas, depositados via laser cladding, A demanda por melhores equipamentos, tais como ponteiras de subsoladores, são crescentes, pois são amplamente empregadas no setor. As peças revestidas com um material de elevada dureza e baixo coeficiente de atrito são ideais, pois aumentam as propriedades de resistência ao desgaste. Outro fator importante é a diminuição do coeficiente de atrito da peça, garantindo, por este modo, uma diminuição da força de tração, acarretando em uma diminuição no consumo de combustível. O emprego de um revestimento protetor não só permite o aumento da vida útil da peça, mas também a obtenção de aumentos significativos na velocidade de operação da máquina. Neste projeto, uma camada em pó será depositada na superfície das peças agrícolas que atuará como um revestimento de proteção. Serão empregados os pós de negro de fumo e WC-Co (carbeto de tugnstênio - cobalto). A técnica para a criação desta barreira intermediária será o processo de laser cladding. Neste processo, uma fina camada de pó previamente depositada sobre a superfície da peça, será irradiada por um feixe de laser, criando assim um revestimento denso e fortemente ligado ao substrato. Esta tecnologia é inovadora, rápida, versátil e de baixo custo, o que a torna interessante para uma possível transferência para a indústria, em termos de escalonamento industrial.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Costa Aciole da Silva

Ciências Humanas

História
  • medicina e saúde do reino: portugal e brasil nos séculos xiv – xvii
  • O objetivo deste projeto é reconstruir o processo produção e transmissão do saber médico e de consolidação de um sistema de saúde pública em Portugal e na colônia Portuguesa da América desde o final da Idade Média até o século XVII analisando a criação e desenvolvimento dos Hospitais Régios em Portugal e no Brasil. O estudo destes temas permitirá conhecer mais sobre a história das doenças e das terapias utilizadas no recorte temporal selecionado. Para tanto, desenvolveremos o trabalho de análise bibliográfica e documental. Será de fundamental importância para o desenvolvimento deste projeto a coleta e tratamento de fontes que acreditamos serem inéditas tanto nos arquivos brasileiros como nos arquivos portugueses. Esperamos, assim, aprofundar o conhecimento sobre a História da Medicina em Portugal e no Brasil revelando aspectos ainda pouco trabalhados sobre o tema e abordando aspectos negligenciados pelas pesquisas do período medieval e da história da colonização portuguesa na América.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André de Mattos Marques

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • a propensão a consumir é convergente ou divergente? análise de dados em painel com dependência de cross-section, 1951-2014
  • O consumo responde por cerca de 2/3 do Produto Interno Bruto dos países e constitui uma fonte de estabilização para o nível de emprego, uma vez que é a componente do produto menos volátil quando comparada ao investimento. Deste modo, a estacionariedade da propensão a consumir da economia implica que choques aleatórios não exercerão efeito permanente sobre sua trajetória, a exemplo da recente Crise Financeira de 2008. Portanto, se a propensão a consumir for estacionária, a recuperação dos níveis de emprego numa grande amostra de países é o cenário mais provável num futuro próximo. Entretanto, se a propensão a consumir for não estacionária, uma longa estagnação das economias é o cenário mais provável, pois o choque negativo da Crise Financeira terá efeito permanente sobre a evolução da propensão a consumir. Este estudo utiliza a Penn World Table 9.0 como fonte de informações para o consumo e a renda de uma grande amostra de países no período 1951-2014, e a segunda geração de testes para raiz unitária em painel, para inferir sobre as propriedades da propensão a consumir dessas economias. Uma característica notável da metodologia proposta é a possibilidade de os dados apresentarem dependência de cross-section. Essa caracterísitica dos dados pode afetar o poder dos testes para raiz unitária da primeira geração. O poder do teste para a hipótese de não estacionariedade em painel é maior que o poder do teste para séries temporais univariadas. A análise preliminar dos dados sugere que a propensão a consumir dos 20 paı́ses analisados em estudos anteriores apresenta comportamento não estacionário. Portanto, há indícios de que a Crise Financeira de 2008 exercerá efeito permanente sobre evolução futura da propensão a consumir. Quando a amostra é ampliada de 20 para 30 países e séries de tempo mais longas são utilizadas, é possível rejeitar a hipótese nula de não estacionariedade a 5% de significância: a Crise de 2008 teria efeito transitório sobre a propensão a consumir. Porém, dois testes para a independência de cross-section em painel de dados indicaram dependência estatisticamente significativa entre as observações, a 1% de probabilidade. A presença dessa característica nos dados requer, portanto, uma análise de dados que adote a segunda geração de testes de raiz unitária, desenvolvida por Bai e Ng (2004) e Bai e Ng (2010).
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André de Oliveira Baldoni

Ciências da Saúde

Farmácia
  • impacto clínico e econômico do acompanhamento farmacoterapêutico em pacientes com diabetes mellitus tipo i atendidos via judicial: um ensaio clínico randomizado
  • Introdução: O diabetes mellitus tipo 1 (DM1) é uma doença crônica de difícil manejo e controle clínico. E os estudos brasileiros evidenciam que dentre os medicamentos mais recorridos a processos de judicialização no Brasil, estão os utilizados para o tratamento do DM1, e isso tem onerado de forma expressiva o Sistema Único de Saúde (SUS), por isso novas estratégias para gerenciamento do cuidado destes pacientes precisam ser implementadas. Objetivos: Implementar, e avaliar o impacto clínico e econômico do acompanhamento farmacoterapêutico em pacientes com DM, que adquirem seus medicamentos por meio de processos judiciais. Métodos: Na primeira etapa serão validados os fluxos e protocolos a serem utilizados no ensaio clínico, e para isso será utilizada a técnica Delphi. A segunda etapa constituirá de um ensaio clínico randomizado do tipo pragmático em pacientes com DM1 que adquirem os medicamentos para o tratamento da doença por meio de processos judiciais no município de Divinópolis-MG. O grupo de intervenção (GI) receberá acompanhamento farmacêutico através de cinco consultas farmacêuticas. Os desfechos para ambos os grupos serão os parâmetros laboratoriais (hemoglobina glicada e glicemia de jejum), o número de medicamentos para o tratamento do DM e custo total da farmacoterapia do DM, antes (T1) e após (T2) a intervenção. Será realizado um sorteio aleatório para composição de ambos os grupos. Serão realizadas análises descritivas, testes de t student e x2 quadrado, além de regressão logística. As análises estatísticas serão realizadas através do programa “Statistical Package for the Social Science-SPSS 22.0”. Resultados esperados: Espera-se que a intervenção proposta possa melhorar o controle metabólico dos pacientes com DM1 e possa reduzir os custos com a aquisição de medicamentos via judicial e com a assistência em geral. Além disso, após o término do estudo científico, espera-se que os resultados forneçam subsídios para que acompanhamento farmacoterapêutico seja permanente no âmbito do Sistema Único de Saúde (SUS).
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Dias de Azevedo Neto

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • estratégias para o uso do peróxido de hidrogênio na aclimatação da couve de folhas ao cultivo com água salobra
  • O cultivo da couve de folhas possui grande destaque no Brasil. Entretanto, essas plantas quando cultivadas em regiões áridas e semiáridas estão constantemente submetidas a fatores que restringem o crescimento vegetal, como salinidade. A qualidade da água é de grande importância para a manutenção do metabolismo vegetal, e consequentemente, para a produção agrícola. Em regiões áridas e semiáridas a distribuição das chuvas é irregular tanto no espaço como no tempo, tornando-se um recurso cada vez mais escasso. Nestas regiões, uma alternativa para evitar a escassez hídrica durante o cultivo é o uso de águas subterrâneas, que têm sido a única fonte para irrigação. No entanto, em grande parte, essas águas apresentam altas concentrações de sais que podem afetar o rendimento das culturas. Atualmente, o peróxido de hidrogênio (H2O2) tem sido utilizadas como agentes indutores de tolerância das plantas aos diferentes estresses. Essas moléculas são formas ativas de oxigênio, que tradicionalmente foram consideradas produtos tóxicos do metabolismo aeróbico e que em altas concentrações podem induzir a morte celular programada. Entretanto, estudos recentes mostram que as plantas produzem essas espécies normalmente durante o metabolismo e que elas agem como moléculas sinalizadoras para controlar os diferentes processos celulares. Recentemente alguns trabalhos científicos descreveram algumas rotas de sinalização do H2O2 na fisiologia e bioquímica das plantas cultivadas sob condições de estresse. Porém, ainda é necessário estabelecer quais estratégias de aplicações do H2O2 são mais eficientes para mitigar os efeitos negativos da salinidade. Dessa maneira, o presente projeto pretende avaliar o efeito de diferentes estratégias de aplicação do H2O2 na aclimatação de plantas de couve de folhas ao estresse salino, avaliando principalmente as respostas fisiológicas e bioquímicas. Com uma abordagem multidisciplinar, inovadora, o projeto pretende gerar contribuições para a qualificação da pesquisa no Brasil e no mundo, na área de fisiologia, bioquímica vegetal e fitotecnia e engenharia agrícola além de contribuir na formação e treinamento de recursos humanos nessa importante área de pesquisa.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Ducati Luchessi

Ciências da Saúde

Farmácia
  • biomarcadores epigenéticos envolvido na resposta farmacológica do clopidogrel
  • O clopidogrel é um fármaco utilizado na terapia para prevenção de trombose arterial, atuando principalmente como antiagregante plaquetário em pacientes submetidos à angioplastia coronariana. Entretanto, a sua utilização apresenta certas limitações, principalmente quando é considera a presença de uma variabilidade significativa em sua resposta farmacológica. Variações estas que podem estar sendo induzidas por uma ação hepatotóxica, que por sua vez, é dependente da dose, tempo e interações com outros medicamentos. Dessa forma, considerando tanto a falta de um diagnóstico precoce que permita identificar o surgimento deste efeito adverso, como também, da lacuna existente de um conhecimento mais detalhado sobre o seu surgimento, a proposta deste estudo é investigar se mecanismos epigenéticos com base em miRNAs, podem ser úteis para o monitoramento da resposta antiagregante associada ao surgimento da hepatotoxicidade do clopidogrel decorrente de sua utilização. Além disso, os miRNAs podem representar uma importante estratégia de terapia personalizada a associadas a hepatotoxicidade a medicamentos, uma vez tendo elucidada seu mecanismo de surgimento e resposta farmacológica. Para atingir os objetivos propostos, células HepG2 serão incubadas com concentrações citotóxicas do clopidogrel e transfectadas com anti-miRNAs e miRNA miméticos seleccionados através do estudo in silico, para que o perfil de expressão dos mRNAs alvos, a efetividade da inibição da agregação plaquetária e da quantificação do metabólito ativo no sobrenadante das culturas sejam observados antes e após tratamento com anti-miRNAs/miRNA mimético. Portanto, os resultados esperados deste estudo elucidaram como os processos epigenéticos associados a ação de miRNAs podem regular os mecanismos de metabolização do clopidogrel através do monitoramento de parâmetros farmacocinéticos e farmacodinâmicos, o que poderá indicar seu potencial uso na prevenção da hepatotoxicidade relacionada ao clopidogrel e consequentemente na prevenção da trombose pós angioplastia coronariana.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Eduardo Piacentini Pinheiro

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estratigrafia e paleobiologia das sequências continentais do cretáceo da bacia do paraná
  • Dentre as sequências mesozóicas da Bacia do Paraná, o Grupo Bauru (Aptiano-Maastrichtiano) se destaca pela evolução de seu sistema continental e pelo seu rico conteúdo fossilífero. Nesse contexto, o Sudoeste de São Paulo e o Noroeste do Paraná se destacam em termos da representatividade de rochas aflorantes relacionadas a evolução desses tratos de sistemas do Bauru. Essas são áreas ainda pouco exploradas, mas com um grande potencial fossilífero, como já relatado pela literatura para a região. No geral, a estratigrafia regional ainda é pouco entendida, muito devido à grande áreas de rochas aflorantes e difícil correlação, relacionada às variações regionais presentes nessa unidade. O projeto em questão visa explorar essas regiões do ponto de vista da estratigrafia de sequências, de modo a melhor compreender a história geológica desta região do Grupo Bauru, assim como a evolução de sua paleoflora e paleofauna, e geocronologia. Além disso, o projeto contará com atividades de extensão, que visam integrar a população local do trabalho paleontológico e promover uma conscientização acerca do patrimônio fossilífero e geológico da região.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Filipe Zago de Azevedo

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • os efeitos econômicos dos acordos preferenciais e multilaterais de comércio
  • A criação de Acordos Preferenciais de Comércio (APC) e a discussão do impacto da Organização Mundial do Comércio (OMC) no comércio global têm sido temas relevantes nas relações econômicas internacionais especialmente a partir do início dos anos 1990. Como resultado, atualmente todos os membros da OMC participam de, ao menos, um APC. A criação do Mercado Comum do Sul (Mercosul) e do NAFTA, ainda nos anos 1990, e a proliferação de acordos bilaterais entre União Europeia (UE) e diversos países do leste europeu e das Américas, já no século XXI, coincide com o boom da nova geração de APC. Devido a sua capacidade de mensurar os efeitos de criação e desvio de comércio através do comércio bilateral, o modelo gravitacional tem sido bastante utilizado para examinar os efeitos dos APC e da OMC sobre o padrão de comércio regional e global. A sua habilidade de isolar os efeitos da formação de um APC dos demais fatores que influenciam o intercâmbio comercial permite uma inferência direta do seu impacto sobre o comércio intra e extrabloco. Além disso, também é possível estimar os efeitos da OMC, permitindo uma análise mais desagregada dos setores-chave no processo de liberalização multilateral, como os setores agrícola e têxtil, que ainda permanecem mais protegidos. Modelos de equilíbrio geral computáveis (EGC), por sua vez, permitem que se obtenham diretamente os efeitos sobre o bem-estar, o principal objetivo da política econômica. Esses modelos podem produzir uma grande variedade de antimundos, incluindo aqueles em que as barreiras multilaterais e/ou regionais são modificadas, de acordo com o interesse do pesquisador. Assim, o objetivo principal desse projeto é analisar os impactos da liberalização comercial por meio tanto dos APC como da OMC sobre o padrão de comércio, produção e o bem-estar de seus de seus membros e não membros, a partir do início dos anos 1990 até 2018.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Guimarães Brasil

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • cosmopolítica e cinema ameríndio: ver e pensar juntos as imagens
  • Por meio deste projeto, pretendemos prosseguir em nossa pesquisa em torno da cosmopolítica dos cinemas ameríndios, propondo agora metodologias de análise compartilhadas com indígenas protagonistas das imagens (seja aqueles que filmam, seja os que são filmados). Na proposição deste trabalho e destas análises compartilhadas, intentamos investigar como o cinema elabora o encontro entre diferentes epistemologias e pragmáticas da imagem.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Gündel

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudo in-situ das propriedades magnéticas e morfológicas de nanoestruturas preparadas por eletrodeposição
  • Durante o período do projeto, serão desenvolvidas atividades ligadas à produção de nanoestruturas magnéticas por eletrodeposição, bem como caracterização das mesmas, na qual se destaca o estudo da magnetização em tempo real (in-situ) e a caracterização morfológica in-situ através de um microscópio de força atômica. Espera-se o desenvolvimento de novos materiais, de baixo custo e com ótimas características magnéticas.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Gustavo Carvalho Machado

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • dinâmica da inovação na estratégia saúde da família
  • A Estratégia Saúde da Família (ESF) é um instrumento de inovação na assistência à saúde, uma vez que procura reorientar as ações de saúde, conforme as demandas e necessidades das comunidades. Além disso, é, em si, uma inovação estabelecida no plano de modelo assistencial de saúde no Brasil, por mudar o foco do modelo médico-assistencial para um modelo de assistência coletivo e de trabalho multiprofissional, adotando uma noção mais ampla do processo saúde-doença. Apesar de sua importância, há pouca sistematização das inovações que são efetivamente implementadas no âmbito da (ESF), ficando estas restritas ao contexto local em que foram desenvolvidas, em detrimento de sua difusão para todo o sistema de saúde público. Por outro lado, o conhecimento de como a inovação acontece é fundamental para que os gestores na área de saúde possam orientar seus esforços na busca por novas práticas e novos instrumentos que possam melhorar a atenção e assistência à saúde. Neste contexto, o objetivo do projeto de pesquisa é esclarecer como ocorre a dinâmica da inovação na Estratégia Saúde da Família. Para isso, será adotada a abordagem qualitativa utilizando o método da teoria adaptativa. A estratégia de pesquisa será de Estudos de Casos Múltiplos em diferentes regiões do país, utilizando-se técnicas de entrevistas semi-estruturadas, observações sistemáticas e análise de documentos. A análise dos dados será feita procedendo-se a análise individual dos casos (within case) e cruzada dos dados (cross case), por meio de técnicas de análise de conteúdo. As potenciais contribuições da pesquisa dizem respeito à elaboração de um framework que explique a dinâmica da inovação em saúde nos serviços públicos da Estratégia Saúde da Família no país, tornando-se um guia útil de referência para o desenvolvimento de inovações, auxiliando no aperfeiçoamento dos processos de inovação, e, consequentemente, na melhoria dos serviços de saúde para a população. Adicionalmente, o estudo proporcionará maior visibilidade e melhor entendimento das contribuições da ESF para a saúde pública no âmbito do SUS.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Lazarin Gallina

Engenharias

Engenharia de Energia
  • nanoencapsulamento de antioxidantes naturais e sintéticos para o biodiesel
  • O biodiesel apresenta inúmeras vantagens ambientais, mas devido a processos de oxidação, ocorre a diminuição da qualidade do biocombustível, causando entupimentos nos motores, pela formação de polímeros. Com o intuito de minimizar a degradação do biodiesel, são adicionados ao biodiesel antioxidantes, entretanto, essas substâncias ficam expostas às mesmas condições do biocombustível, o que pode contribuir para a degradação e consequente minimização da eficiência do antioxidante. O encapsulamento das substâncias antioxidantes pode ser uma alternativa para a proteção do antioxidante e modulação da liberação. Desta maneira, o objetivo deste projeto é desenvolver e caracterizar nanopartículas poliméricas contendo ácido ascórbico, extratos da casca de noz pecã, terc-butil-hidroquinona (TBHQ) e de derivados sintéticos 4-(1H-1,2,3-triazol-1-il)fenol, para futura aplicação ao biodiesel. As nanopartículas poliméricas serão produzidas de acordo com o método proposto por Fessi. Posteriormente, serão realizados ensaios de caracterização como: análise morfológica, medida do tamanho de partícula, medida do teor dos ativos e eficiência de encapsulamento.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Lima Férrer de Almeida

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • investigação e avaliação de sistemas de comunicações para aplicações em internet das coisas
  • Este projeto propõe-se a investigar e analisar tecnologias e sistemas de comunicações para aplicações práticas de Internet das Coisas (IoT). O projeto deve incluir a concepção e avaliação de sistemas e redes de comunicações tanto através de análises numéricas obtidas por meio de simulações computacionais, como da experimentação prática em uma rede de dispositivos IoT. Os problemas de interesse que podem ser solucionados por meio da IoT se concentram nas áreas de gestão de recursos hídricos e saneamento. Ao aplicar estas soluções, a gestão pública de cidades pode ser otimizada: um dos princípios das cidades inteligentes. Após a fase de revisão bibliográfica, as ações deste projeto irão se concentrar: i) na concepção de transceptores utilizando o projeto de rádio definido por software e, ii) no estudo de arquiteturas e mecanismos para redes usando um tecnologia/sistema de IoT existente e, iii) na aplicação de inteligência de máquina para soluções de problemas de gestão pública. Deste modo, o projeto busca a inovação tecnológica na área de transceptores para dispositivos em IoT, de inteligência de máquina para redes de dispositivos em IoT, e a inovação na gestão pública através de uma aplicação relevante na área de gestão de recursos hídricos e saneamento. Baseada na teoria e nos conceitos por trás dos sistemas de telecomunicações, a infraestrutura destes sistemas será investigada e analisada. Resultados numéricos obtidos através de simulações computacionais serão avaliados, bem como aplicações experimentais serão projetadas utilizando transceptores disponíveis no mercado ou desenvolvidos no contexto do projeto. A fim de disseminar o conhecimento adquirido, além dos resultados e das conclusões obtidos, será realizado pelo menos um seminário e/ou workshop para a comunidade interessada em tecnologias e sistemas da IoT. Por fim, relatórios técnicos e pelo menos quatro artigos científicos serão escritos abordando os resultados e as conclusões obtidas.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Linhares Rossi

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • estudos de materiais nanoestruturados para aplicações biomédicas
  • Diferentes tipos de materiais com dimensões reduzidas na ordem dos nanômetros estão sendo produzidos por técnicas modernas e investigados. A dimensão reduzida destes materiais trazem propriedades específicas que podem ser aplicadas em diferentes áreas como microeletrônica, microdispositivos, terapias médicas, carreadores de fármacos, biomimética, dentre outras. O grande avanço da nanociência e da nanotecnologia têm sido possível graças ao desenvolvimento de novos instrumentos e técnicas de preparação capazes de observar, analisar e manipular nanomateriais. O objetivo deste projeto é investigar a nanoestrutura de diferentes tipos de nanomateriais com aplicações promissoras, em alguns casos compreender o processo de cristalização/nucleação, e por fim propor otimizações. Além disso, o projeto visa desenvolver e ampliar técnicas de análise por microscopia eletrônica e preparação de amostras até hoje não realizas no Brasil. Alguns dos nanomateriais estudados neste projeto são Ca10(PO4)6(OH)2, CaCO3 e nanopartículas de alginato. Os resultados obtidos com os estudos serão usados para ajustar os processos de síntese, otimizar as propriedades dos nanomateriais e propor aplicações em diferentes áreas da nanotecnologia.
  • Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Andrade Menolli

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • estudo do impacto de práticas de reúso na aprendizagem organizacional em empresas de desenvolvimento de software
  • As organizações desenvolvedoras de produtos de software são comumente desafiadas a enfrentar a crescente complexidade e o tamanho dos produtos que precisam conceber e, para tal, podem valer-se de processos de desenvolvimento e abordagens que visam promover reúso de software, com o objetivo de obter melhores resultados ao considerar fatores como qualidade, custo e prazos dos projetos. Algumas das iniciativas que vem sendo consideradas com este direcionamento são a engenharia de linhas de produto de software e a engenharia dirigida a modelos. Além de melhorar características como qualidade e custo dos produtos, estas iniciativas podem auxiliar a melhorar a aprendizagem organizacional. A aprendizagem organizacional visa ajudar as empresas a aprimorar significativamente seus processos por meio de reutilização de experiências, tornando o conhecimento acessível a toda a organização. Dessa forma, este projeto visa entender como as organizações estão desempenhando práticas de reúso de software, e mapear como o uso destas práticas se relacionam e auxiliam a aprendizagem organizacional em empresas desenvolvedoras de software.
  • Universidade Estadual do Norte do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Baggio

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • imagens ultrassônicas de alta resolução baseadas em feixes ultrassônicos super focalizados gerado por lentes esféricas
  • Neste projeto, propomos desenvolver e caracterizar um sistema para geração de imagens ultrassônicas de alta resolução baseado em feixes ultrassônicos super focalizados através de lentes esféricas poliméricas. Resultados recentes obtidos e publicados pelo nosso grupo de pesquisa mostraram que características não lineares da interação de ondas planas sobre uma lente esférica produzem, sob certas condições, feixes ultrassônicos super focalizados com dimensões abaixo do limite de difração na região do campo próximo, com largura à meia altura da ordem de 0,6 de um comprimento de onda . A vantagem de tal método é a de possuir arranjo experimental simples e processamento similar aos utilizados em imagens ultrassônicas convencionais, além disso o feixe forma-se na região do campo próximo permitindo alta resolução nesta região. Utilizando este sistema foi possível obter as primeiras imagens ultrassônicas no modo-c com resolução de cerca de 90% superior às previstas respeitando o limite de difração. Os resultados preliminares obtidos são promissores e estão sendo aprimorados para futura publicação, existe ainda um vasto trabalho para tornar este arranjo experimental em um dispositivo efetivo, o que exige aprimoramento, caracterização e a montagem de protocolos de excitação e processamento de sinais para o aperfeiçoamento da técnica que permitiram a produção de imagens no modo-B. Assim sendo, a proposta deste projeto é caraterizar, otimizar e gerar protocolo de excitação e processamento de forma a desenvolver uma técnica que permita o imageamento ultrassônico na região de campo próximo com alta resolução a partir da utilização da super focalização por lente esférica.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Balbi

Ciências da Saúde

Medicina
  • monitorização dos níveis de vancomicina e amicacina no plasma e no dialisato de pacientes com peritonite associada à diálise peritoneal
  • Monitorização dos níveis de vancomicina e amicacina no plasma e no dialisato de pacientes com peritonite associada à diálise peritoneal
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Branco de Barros

Outra

Biomedicina
  • avaliação do potencial antitumoral e perfil de toxicidade de lipossomas ph-sensíveis carreadores de doxorubicina e multifuncionalizados com folato e dtpa
  • O câncer de mama tornou-se um importante problema de saúde pública ao redor do mundo, devido ao aumento progressivo da incidência da doença ao longo dos últimos anos (BRASIL, 2017; SIEGEL, MILLER & JEMAL, 2018). No entanto, a alta mortalidade vem sendo revertida devido aos constantes avanços em diagnóstico e terapia (HULL, FARRELL & GRODZINSKI, 2014). Doenças não invasivas são tratadas de forma eficaz com terapias localizadas (cirurgia e radioterapia), entretando, no caso de tumores localmente invasivos ou metastáticos, terapias sistêmicas tornam-se essenciais (PEREZ-HERRERO & FERNÁNDEZ-MEDARDE, 2015). Dentre os fármacos utilizados para a terapia sistêmica do câncer, destaca-se a doxorrubicina (DOX). A DOX é um agente antineoplásico amplamente utilizado desde a década de 70 no tratamento de tumores malignos sólidos e hematológicos. Os mecanismos pelos quais esse fármaco atua sobre as células incluem ligação a topoisomerase II, intercalação ao DNA e geração de radicais livres (ROS), ativando vias de apoptose de células tumorais e sadias (WOJTACKI, LEWICKA-NOWAK & LEÆNIEWSKI-KMAK, 2000; ZHANG et al., 2012; DAMIANI et al., 2016). Apesar da alta atividade antitumoral, a baixa especificidade da DOX é responsável por efeitos tóxicos sistêmicos severos, sendo a cardiotoxicidade o efeito mais característico, grave e limitante da dose (WOJTACKI, LEWICKA-NOWAK & LEÆNIEWSKI-KMAK, 2000; OCTAVIA et al., 2012, SAPALLAROSSA et al., 2016). A cardiomiopatia induzida pela DOX é dose-dependente (HOLMGREN et al., 2015; AKOLKAR et al., 2017) e caracterizada por anomalias eletrocardiográficas, além de arritmias e alterações morfológicas (FERRARI et al., 1996; DUCROQ et al., 2010). Nas últimas décadas, a fim de otimizar a farmacoterapia do câncer baseadas em características moleculares e do microambiente tumoral, novas estratégias focadas em sistemas nanoestruturados de direcionamento de fármacos e terapias alvo vem sendo introduzidas aos esquemas terapêuticos convencionais (KHAN, et al., 2015; AL-MAHMOOD et al., 2018). Dentre os sistemas de direcionamento de fármacos destacam-se os lipossomas. Lipossomas PEGuilados de DOX foram a primeira formulação nanoestruturada aprovada pelo FDA para o uso clínico, devido a redução dos efeitos cardiotóxicos intrínscecos do fármaco e a mudança drástica, porém não específica, do perfil de distribuição biológica e tempo de circulação (OLSON et al., 1982; CHARROIS & ALLEN, 2003; GABIZON et al., 2003; ALLEN & CULLIS, 2013). Neste contexto, modificações na composição lipídica dos lipossomas tem sido testadas a fim de aumentar a sua especificidade para as células tumoral. Dentre as modificações testadas, destacam-se os lipossomas pH-sensíveis de circulação prolongada (SpHL-DOX). Estudos prévios constataram que estes nanossistemas são vantajosos por reduzir de forma significativa a toxicidade de moléculas bioativas, incluindo a DOX, além de potencializar a captação pelo tecido tumoral (CARLESSO et al., 2011; LEITE et al., 2012a; MARONI et al. 2012; SOARES et al., 2012; BARROS et al., 2013; SILVA et al., 2016; SILVA, et al., 2018). Estudos pré-clínicos de farmacocinética e toxicidade realizados recentemente por nosso grupo de pesquisa (SILVA et al., 2016; SILVA et al., 2018) determinaram que a encapsulação de DOX em SpHL foi capaz de aumentar o seu tempo de circulção da DOX. Este aumento no tempo de circulação, conferido pela modificação dos componenetes lipídicos da formulação, possibilitou maior acúmulo na região tumoral de camundongos portadores da doença. Quando em animais sadios, SpHL-DOX melhorou o perfil de seguraça do fármaco, prevenido o ocorrência de efeitos tóxicos graves em medula, fígado e, principlamente, coração. Cabe ressaltar que os SpHL-DOX, desnvolvidos em nosso grupo, foi capaz de melhor o perfil farmacocinético e toxicológico tanto do fármaco livre quanto da formulação lipossomal não pH-sensível, similar àquela comercialmente disponível. Baseado nos resultados promissores obtidos até o momento torna-se relevante a avaliação da atividade antitumoral de SpHL-DOX. É sabido que a atividade antitumoral está associada a concentração do componente ativo no interior das células, sendo interessante favorecer a internalização de fármacos e nanoestruturas, estas últimas podendo ser facilmente modificadas e funcionalizadas para este fim. Dentre as estratégias de modificação de superfície de nanoestruturas, a utilização do ácido fólico (AF) é uma das mais amplamente estudadas, por ser uma molécula pequena, pouco imunogênica e de baixo custo (HONG et al., 2017). Para nanoestruturas de base lipídica, moléculas de AF ligadas a cadeias de DSPE-PEG2000 são comumente utilizadas (SOARES et al., 2012; BARBOSA et al., 2015; WU et al., 2017; MONTEIRO et al., 2018). A utilização desta estratégia é baseada na limitada expressão de receptores de folato (RF) em tecidos sadios, associada a superexpressão nas células tumorais (HONG et al., 2017). A eficiência do target ativo é baseada na alta afinidade do AF pelos receptores e na grande variedade de tipos tumorais que expressam RF, que podem representar até 40% dos tumores estudados (YANG, et al., 2015; ALIBOLANDI, et al., 2016). Estudos realizados por nosso grupo de pesquisa determinaram que, devido as propriedades fusogênicas dos SpHL, associadas a adição de target ativo de superfície, observou-se incremento significativo da atividade citotóxica in vitro de paclitaxel encapsulado em relação ao fármaco livre, sendo que a presença de moléculas direcionadoras, incluindo o folato, foi capaz de potencializar os efeitos citotóxicos (VANIC et al., 2011, BARBOSA et al., 2015). Diante do exposto, o presente projeto propõe investigar as vantagens da funcionalização de SpHL-DOX com folato quanto a perfil de distribuição, segurança e eficácia in vitro e in vivo em modelos tumorais com diferentes níveis de expressão de receptores de folato.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Brasil Cavalcante

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento e implantação de um sistema inteligente de monitoramento e de uma plataforma digital integrada para a análise do risco de ruptura em encostas induzido por chuvas
  • Nas últimas décadas, a ocorrência de desastres naturais relacionados aos deslizamentos de encostas têm chamado a atenção da sociedade por provocarem consideráveis danos ao espaço físico, devido a sua magnitude de destruição, principalmente, em encostas ocupadas de forma irregular e com condições impróprias para usos urbanos. Estas situações têm representado graves ameaças à população e já causaram perdas de vidas humanas e diversos danos ambientais e socioeconômicos ao longo dos anos. Desta forma, atentos à recorrência dos movimentos de massa, pretende-se desenvolver um sistema inteligente de monitoramento meteorológico e geotécnico de encostas e da Plataforma Digital Integrada a este sistema para a análise do risco de ruptura induzido por chuvas. Isto só será possível por meio do desenvolvimento de um sistema de monitoramento que será composto pela produção, calibração e instalação de um sistema inteligente de instrumentação in loco, denominado de estação geometeorológica, em que o protótipo será capaz de monitorar variáveis meteorológicas e geotécnicas da encosta ou talude, contando ainda com um sistema de armazenamento e transmissão de dados automático e em tempo real. Também será necessária a execução de baterias de ensaios geotécnicos para a caracterização e reconhecimento do solo que se dará no Laboratório de Geotecnia da Universidade de Brasília (UnB). Além disso, serão consolidados o código-fonte e a arquitetura da Plataforma Digital de análise que compor-se-á ao sistema de monitoramento, constituindo-se em um software para o armazenamento de dados (Big data) e análise de informações recebidas do monitoramento de campo em tempo real. Assim, a Plataforma Digital irá processar estes dados, apresentando os resultados obtidos das análises hidrogeotécnicas dos locais cadastrados no sistema via Website, com gráficos facilitados que indicarão os principais parâmetros hidráulicos do solo, como: o teor de umidade, o grau de saturação e a sucção ao longo do tempo; além de parâmetros de tomada de decisão, como: o fator de segurança e a probabilidade de ruptura da encosta ao longo do tempo, evidenciando a vulnerabilidade da encosta ou talude de acordo com três níveis de perigo: baixo, médio ou alto, podendo ser analisadas em escala local ou regional. Como resultado todo o sistema poderá ser utilizado pelos gestores como uma ferramenta de apoio à tomada de decisão para o gerenciamento do risco, para a determinação do momento apropriado para a emissão de alertas, para a definição do tempo hábil de desocupação de encostas e taludes em risco e para o planejamento de ações emergenciais.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Condino Fujarra

Engenharias

Engenharia Naval e Oceânica
  • movimentos induzidos por vórtices em plataformas flutuantes de turbinas eólicas oceânicas
  • A produção de energia limpa das turbinas eólicas flutuantes (FOWT) já é uma realidade em muitos países. Neste cenário, tais plataformas estão sob a ação de correntes marinhas; portanto, podem experimentar o fenômeno de movimentos induzidos por vórtices (VIM). O VIM é responsável por grander amplitudes periódicas no plano horizontal (direções em linha e transversal à correnteza incidente), responsáveis por diminuir a eficiência da turbina eólica, bem como a vida útil do sistema de ancoragem da FOWt. Atualmente, existem diferentes geometrias visando mitigar a ocorrência do VIM, mas não há uma conclusão definitiva sobre qual delas é a melhor solução para cada cenário de produção de energia offshore. Assim, este projeto visa investigar os efeitos de diferentes geometrias, em diferentes ângulos de posição, no VIM do FOWT. Testes em pequena escala são conduzidos e analisados resultando em dados para validação de modelos de CFD em baixos e moderados números de Reynolds. Então, por meio de comparações e simulações numéricas em altos números de Reynolds, esta pesquisa pretende fornecer orientações para o melhor projeto e operação de FOWT's reais.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís de Sá Salomão

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • biotecnologia aplicada na remoção de micropoluentes ambientais por ficorremediação
  • Esgotos domésticos lançados no ambiente representam um dos problemas mais graves e crônicos de saúde humana e ambiental no Brasil. Micropoluentes ambientais emergentes têm sido descritos como onipresentes e pseudo persistentes em esgotos, ecossistemas aquáticos e águas de abastecimento. Alguns desses, mesmo em baixas concentrações, podem ser transformados por processos abióticos e bióticos, criando misturas complexas de composição desconhecida. O objetivo deste projeto é implementar e desenvolver uma nova linha de pesquisa no LABIFI a fim de avaliar a remoção e biotransformação de alguns micropoluentes ambientais tais como: 17β estradiol; 17α ethinylestradiol; Testosterona; Levonorgestrel; Benzofenona; Bisfenol-A; Bisfenol-S; 4-Nonilfenol; Dietil ftalato por algumas espécies de microalgas unicelulares. Esta nova linha de pesquisa incluirá a detecção por cromatografia líquida e avaliação da atividade estrogênica (ensaio YES) dos produtos metabólicos gerados a partir da biodegradação das 3 espécies de algas (Chlorella vulgaris, Desmodesmus subspicatus, Raphidocelis subcapitata), assim como o conjunto de algumas espécies de algas. Os ensaios de remoção e biotransformação com as microalgas unicelulares serão divididos em 4 etapas distintas e sequenciais, com as três espécies de microalgas selecionadas e algumas presentes num tanque de algas em um sistema descentralizado de tratamento de esgotos domésticos em escala real. A etapa 1 avaliará a produção de biomassa das 3 espécies de algas em condições ideais e adversas de cultivo. A etapa 2 avaliará a capacidade das 3 espécies de algas quanto a remoção e biotransformação de compostos orgânicos e inorgânicos comuns em esgotos. A etapa 3 avaliará a capacidade das 3 espécies de algas quanto a remoção e biotransformação dos micropoluentes ambientais selecionados. A etapa 4 avaliará a capacidade de tratabilidade (remoção e biotransformação) do efluente doméstico de um Centro de Pesquisa da UERJ, pelas algas do laboratório e do próprio tanque de alga em escala real no local. Os resultados esperados visam estabelecer um conjunto de espécies de algas especializadas na remoção e a biotransformação dos compostos selecionados em níveis acima de 85%, e que ao mesmo tempo gere um efluente final sem ou com baixíssima atividade estrogênica. Garantindo que este efluente, quando lançado em um corpo hídrico, não causará efeito de desregulação endócrina aos organismos e as pessoas expostas.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Faria e Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • o uso de forrador de ionômero de vidro é necessário sob restaurações após remoção seletiva de tecido cariado? ensaio clínico controlado randomizado multicêntrico
  • Remoção seletiva do tecido cariado, mantendo dentina desmineralizada amolecida nas paredes de fundo, é indicada em lesões cariosas profundas para reduzir as chances de danos pulpares. Seguindo este protocolo de remoção de tecido cariado, um forrador à base de hidróxido de cálcio e/ou ionômero de vidro é comumente utilizado sob a restauração para proteger o tecido pulpar. Tem sido demonstrado que a paralisação da progressão da lesão, remineralização da dentina cariada remanescente e prevenção de danos pulpares estão fortemente relacionados ao selamento da cavidade. Assim, o uso de materiais adicionais para forrar a cavidade pode ser desnecessário para o sucesso do procedimento restaurador. Adicionalmente, o uso de um sistema adesivo universal, sem condicionamento ácido prévio da dentina, e a inserção da resina composta em incremento único (Bulk-Fill) podem ajudar a simplificar o procedimento restaurador e reduzir a sensibilidade técnica. Assim, o objetivo do ensaio clínico randomizado controlado será avaliar a efetividade clínica de um protocolo restaurador simplificado realizado após a remoção seletiva de tecido cariado de dentes posteriores apresentando lesões cariosas profundas. Trezentos e quarenta molares e/ou pré-molares apresentando lesões cariosas profundas, após remoção seletiva do tecido cariado, serão randomizados para receberem um dos seguintes protocolos restauradores: Controle – forramento com ionômero de vidro modificado por resina + adesivo universal + resina Bulk-Fill; Experimental - adesivo universal + resina Bulk-Fill. A presença de sensibilidade pós-operatória será avaliada uma semana após a confecção da restauração, que serão reavaliadas após 12 e 24 meses em relação às suas propriedades funcionais e biológicas seguindo os parâmetros da FDI. O desfecho principal será taxa de sucesso da restauração após 24 meses. Também serão avaliados os custos diretos e indiretos dos tratamentos, incluindo necessidades de reparo ou substituição de restaurações, para análise de custo-efetividade dos protocolos restauradores. Dados dos pacientes, incluindo condições sociodemográficos, presença de hábitos para-funcionais e risco de cárie, serão utilizados como covariáveis nas análises.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Laforga Vanzela

Ciências Biológicas

Genética
  • diversidade e papel da fração repetitiva satélite nos genomas de coffea
  • Os genomas das plantas acumularam uma diferença de cerca de 2.000 vezes no valor C de DNA ao longo do processo evolutivo. Alterações cromossômicas numéricas (poliplodia, aneuploidia e disploidia) e estruturais (deleções, amplificações, crossing-over desigual e recombinação não homóloga e ilegítima), podem atuar sobre as mais diferentes classes e famílias de DNA repetitivo e, desse modo, influenciar na diversidade e evolução dos genomas de espécies próximas. A aplicação conjunta da citogenética molecular com as novas tecnologias de sequenciamento e de bioinformática, melhoraram alcance e a compreensão sobre a biologia cromossômica e genômica, e as relações dos diferentes tipos de rearranjos no processo de diferenciação cariotípica. Atualmente, é possível avaliar de modo comparativo e preciso diferentes sequências e genomas, assim como localizar de maneira simultânea sequências de diferentes origens, considerando as particularidades de cada espécie. Além dos aspectos biológicos e evolutivos acerca do DNA repetitivo, seja na diversidade ou na organização genômica, essa fração é útil também para a utilização em ciência aplicada. Sabe-se que as sequências de DNA repetitivo ocorrem agrupadas (blocos) ou dispersas nos cromossomos e, a depender da natureza, elas podem corresponder à fração de DNA codificante (DNAr e elementos de transposição, por exemplo), assim como não codificante (microsatélites, minisatélites e DNA satélites). Se considerarmos que cada espécie possui uma história genômica própria, uma avaliação baseada no tamanho dos repeats, modo de manutenção e dispersão, papel genômico e localização física, permite perceber o conjunto de DNA repetitivo predominante em um genoma (sequências espécie-específicas), até outras que são compartilhadas entre espécies filogeneticamente próximas. Esse conjunto de similaridades e desigualdades é útil para entender não apenas como os genomas se diferenciam e como os cromossomos se reorganizam em um contexto evolutivo, mas também para alcançar estratégias de aplicação desse conhecimento. A idéia desse projeto é realizar uma triagem ampla de sequências curtas de 30 a 300 pares de bases, compreendendo a fração de miniSats e DNAsats em 20 espécies do gênero Coffea. A proposta é utilizar as sequências eleitas para verificar os tamanhos e as origens dos diferentes repeats, e compreender sobre os papeis físicos e funcionais (via ncRNAs) das famílias repetitivas a que pertencem. Isso permitirá estabelecer relações com outras sequências e regiões dos genomas, avaliar a diversidade, a distribuição cromossômica e os possíveis papéis físicos e funcionais sobre o controle da arquitetura da cromatina e da expressão gênica em Coffea. Ampliar os estudos de caracterização e localização física de repeats satélites em direção aos seus papéis funcionais, traz uma perfil aplicável e inovador para a citogenética vegetal, colocando-a mais próxima da cadeia produtiva. Especialmente nesse projeto, essa estratégia utilizará espécies distribuídas ao longo da filogenia, com foco nas duas espécies (Coffea arabica e C. canephora) de maior interesse para a agricultura nacional.
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Ribeiro Ribeiro

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação dos efeitos da hipóxia na proliferação e invasão tumoral em uma linhagem celular de carcinoma de células escamosas oral
  • O carcinoma de células escamosas oral (OSCC) é o tipo de câncer mais comum da região de cabeça e pescoço e representa cerca de 90% dos casos dos cânceres desta região. Estima-se que cerca de 410.000 novos casos sujam no mundo e algo em torno de 127.000 indivíduos morram por causa desta doença anualmente. Apesar da elevada prevalência, o prognóstico do OSCC ainda é ruim e se manteve quase que inalterada nas últimas décadas. Estudos sugerem que a superexpressão de HIF-1 está associado com o maior tamanho do tumor, estadiamento tumoral mais avançado, metástase linfonodal e reduzida sobrevida global, podendo ser considerado um marcador prognóstico independente em pacientes com OSCC. No entanto, evidências definitivas dessa associação ainda não foram obtidas e a relação de causa/efeito da hipóxia no comportamento tumoral ainda é pouco conhecida. HIF-1 é um fator de transcrição que em condições de normóxia é rapidamente degradado no proteosoma, mas durante hipóxia, a hidroxilação e a ubiquitinação são bloqueadas e o HIF-1 se acumula nas células, transloca para o núcleo e inicia a transcrição. Vários genes-alvos são ativados por este e estão relacionados a proliferação celular; degradação da matriz extracelular; metástase; ativação de metaloproteinases da matriz; mobilidade, adesão e invasão celular. Esta via de sinalização e transcrição induzida por hipóxia é pouco conhecida e vários mecanismos do processo ainda carecem de melhor explicação. A vantagem de estudar a hipóxia com um fator importante na biologia tumoral é que já existem formas conhecidas de combater a hipóxia tecidual que envolveria a oferta de oxigênio extra ao organismo. Contudo, esta possibilidade é bastante discutida e pouco aceita entre profissionais que tratam pacientes com cancêr devido a um receio de promover um rápido crescimento de células malignas. Neste contexto, este estudo visa investigar o papel da hipóxia no comportamento biológico da linhagem celular CAL-27, uma linhagem de células oriundas do OSCC com foco no HIF-1, a principal proteína reguladora induzida por hipóxia. Para isso, as células serão submetidas em condições de normóxia, hipóxia, além de silenciamento em condições de hipóxia, quanto em superexpressão em condições de nórmoxia e analisadas as expressões gênicas e protéicas, além da realização de ensaios de proliferação e invasão celular.
  • Centro Universitário do Estado do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luis Rocha de Souza

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • propriedade intelectual e transferências de tecnologias no âmbito dos institutos federais (ifs) da região nordeste: um estudo sobre os procedimentos de avaliação e valoração de patentes adotados pelos núcleos de inovação tecnológica (nits) nos processos d
  • A propriedade intelectual constitui-se no direito concedido a um determinado inventor de patentes, tecnologias, modelos de utilidades, dentre outros inventos, com o objetivo de proteger a sua criação de eventuais explorações indevidas. A partir da proteção, os inventores podem explorar a patente de forma exclusiva, licenciar ou realizar contratos de cessão, por um determinado período, com o objetivo de obter retornos associados ao seu invento. Com o marco legal da ciência, tecnologia e inovação, criado através da Lei nº 13.243/2016 no Brasil, que foi recentemente regulamento pelo Decreto Nº 9.283/2018, houveram contribuições importantes no sentido de promover e estimular a transferência de tecnologia. Isso porque esse processo contribui para formalizar parcerias com o setor produtivo para fins de desenvolvimento econômico, tendo no momento da negociação a necessidade de valoração de tecnologia com vistas a avaliar a viabilidade econômico-financeira e apoiar na definição dos royalties. Para que o processo de transferência de tecnologia possa ocorrer se faz necessário a existência de agentes interessados na exploração do invento e pressupõe que a entidade responsável pelo invento e/ou o inventor tenha realizado etapas importantes, a saber: processo de avaliação, valoração e aspectos mercadológicos. No que se refere à avaliação, consiste na análise do potencial de comercialização da patente. Em relação a valorização do ativo, esta consiste na etapa que analisa aspectos de mercado, em particular, potencialidades relacionadas a inserção da patente no mercado. Já a valoração de patentes, envolve desafios que estão atrelados a mensuração de valor monetário que deve levar em consideração as características do ativo intangível, em um processo de negociação, seja ela em um contrato de cessão e/ou licença. Existem várias metodologias que podem ser utilizadas para a valoração de patentes. Contudo, a valoração, assim como a definição de royalties a serem pagos pelas empresas, que decidem por explorar determinadas patentes, constituem-se em um dos maiores entraves na transferência de tecnologia no âmbito dos Núcleos de Inovação Tecnológica (NITs). Um dos problemas na valoração está no desconhecimento dos métodos a serem aplicados, procedimentos e a falta de dados para valorar. Nesse sentido, o objetivo geral da pesquisa é analisar os processos de Transferência de Tecnologia, no que se refere a avaliação e valoração de patentes pelos NITs dos Institutos Federais (IFs) localizados na Região Nordeste do Brasil visando auxiliar na exploração comercial desses ativos. A partir dos resultados da presente pesquisa, espera-se que: (i) desenvolver procedimentos e metodologias que apoiem o processo de valoração de patentes nos IFs, contribuindo para o fortalecimento das atividades de transferência de tecnologias; (ii) desenvolver uma metodologia para valoração de patente adaptada a realizada dos NITs/IFs para apoiar os processos de transferência das invenções; (iii) induzir a transferência de tecnologias para exploração comercial, pelos IFs, o que pode gerar benefícios econômicos e financeiros, bem como, promover o desenvolvimento local e regional.
  • Instituto Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luis Souza dos Santos

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • decifrando os mecanismos de virulência e resistência dos biofilmes formados pelos fungos emergentes e multirresistentes pertencentes aos gêneros scedosporium/lomentospora
  • A inegável relevância das infecções fúngicas aumentou consideravelmente nas últimas quatro décadas, tornando-se um sério problema de saúde pública. Neste cenário, várias espécies de fungos emergiram como patógenos humanos capazes de causar doenças em indivíduos imunocompetentes e imunocompetentes. Neste contexto, espécies pertencentes aos gêneros Scedosporium e Lomentospora estão despertando a atenção global devido à: distribuição ubíqua, principalmente em ambientes impactados pelo homem; multirresistência a antifúngicos e (iii) capacidade de causar doenças graves e debilitantes, que culminam em cuidados médicos laboriosos, substancial custo de tratamento e altas taxas de morbidade e mortalidade. Essas razões têm estimulado a comunidade científica internacional a trabalhar de forma árdua numa tentativa de contornar essas situações indesejáveis. Assim, os pesquisadores tentam decifrar os principais eventos fisiopatológicos por trás da capacidade bem-sucedida dessas espécies de escapar das respostas do hospedeiro e de resistir às opções de tratamento disponíveis. Os principais quadros clínicos causados por estas espécies são o micetoma micótico e a bola fúngica pulmonar, que se caracterizam por fungos aderidos ao tecido do hospedeiro, envolvidos por uma matriz polissacarídica, caracterizando-os como um biofilme. Nosso grupo descreveu pela primeira vez que essas espécies são capazes de formar biofilmes in vitro em substrato abiótico (poliestireno) e sobre monocamadas de células epiteliais pulmorares (linhagem A548). Os biofilmes formados por estes fungos apresentam elevada resistência a antifúngicos poliênicos, azóis e equinocandinas. Tais resultados nos motivaram a desvendar os mecanismos de formação de biofilme, a composição das matrizes extracelulares, bem como os mecanismos de resistência associados ao biofilme destes emergentes, oportunistas e multirresistentes patógenos fúngicos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luís Viegas

Outra

Divulgação Científica
  • 34ª mostratec
  • A Mostra de Ciência e Tecnologia - MOSTRATEC - é a maior feira para jovens cientistas da América Latina, que acontece em Novo Hamburgo, RS, e que completará em 2019 a sua 34ª edição. Seu objetivo é difundir e qualificar a pesquisa de jovens cientistas de todos os estados brasileiros e de países oriundos de todos os continentes. Ou seja, a Mostra é a exposição de um conjunto integrado e contínuo de ações de fomento à investigação e ao uso do método científico como ferramenta pedagógica, estabelecendo uma relação direta com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A MOSTRATEC integra uma rede de 208 feiras de ciências afiliadas, sendo 36 delas em outros países. Em 2017, a partir de 14.802 projetos de diferentes feiras do Ensino Médio e Educação Profissional, e 4.746 projetos de feiras de Ensino Fundamental e Educação Infantil, foram selecionados os participantes que estiveram na MOSTRATEC e na MOSTRATEC Júnior, respectivamente, contemplando 696 projetos participantes, de todos os Estados do Brasil e de 19 países. Nesse contexto, 6.785 escolas foram envolvidas, estimando um total de mais de 50 mil estudantes e mais de 15 mil professores, que atuaram no desenvolvimento de pesquisa como forma de qualificação, aprendizagem e exercício de cidadania. Esses trinta e três anos da MOSTRATEC têm sido marcados pelo compromisso com a disseminação de boas práticas em educação, com o empreendedorismo e com o protagonismo dos jovens e dos educadores, em prol de uma educação para o desenvolvimento social e tecnológico, para a paz, para a ética, para a cidadania e para o desenvolvimento sustentável. A MOSTRATEC é considerada a feira com maior abertura à visitação do público em sua modalidade, com a presença de aproximadamente 40.000 visitantes em suas edições mais recentes, ocupando 15.000 m2 de estrutura montada, capaz de comportar, além dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos jovens cientistas, os eventos paralelos e integrados, tais como: i) formação continuada de professores no Seminário Internacional de Educação Tecnológica - SIET; ii) Festival Maker de Robótica Educacional que apresenta práticas tecnológicas e educativas sobre esse tema; iii) Jogos MOSTRATEC que desenvolvem valores educacionais a partir da prática esportiva; iv) Atividades Culturais que propiciam intercâmbios entre jovens pesquisadores e professores participantes. Dessa forma, em 2019, quando ocorrerá a 34ª MOSTRATEC, haverá a necessidade de custeio para toda essa infraestrutura compatível com a qualidade técnica e a relevância do evento. A Fundação Liberato, por sua vez, organizadora da MOSTRATEC, dispõe de mais de 150 funcionários e de mais de 200 estudantes voluntários que se comprometem em garantir a idoneidade, a transparência nos processos de seleção, a avaliação, bem como o zelo pelas regras de segurança e de ética das pesquisas participantes. Além disso, conta com mais de 500 avaliadores, profissionais oriundos de universidades e de instituições parceiras as quais também oferecem prêmios de incentivo à carreira científica e acadêmica, como bolsas de estudos e financiamentos para participação em outras feiras científicas. A Comissão Executiva e a Comissão Central da MOSTRATEC, que faz parte do quadro funcional acima citado, trabalham de forma contínua e sistemática na organização de toda a Feira, promovendo palestras, cursos e transferência de conhecimentos em pesquisa; bem como, garantindo o processo adequado de aplicação dos recursos financeiros disponíveis. Enfim, a Fundação Liberato, ao realizar a MOSTRATEC, contribui significativamente para a inovação e o desenvolvimento científico e tecnológico do País, através da valorização dos estudantes e dos professores que desenvolvem a pesquisa no Brasil, promovendo, assim, as transformações sociais necessárias.
  • Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha - RS - Brasil
  • 04/12/2018-31/12/2020
Foto de perfil

André Luís Viegas

Ciências Humanas

Sociologia
  • 35ª mostratec
  • A Mostra de Ciência e Tecnologia - MOSTRATEC - é a maior feira para jovens cientistas da América Latina, que acontece em Novo Hamburgo, RS, e que completará em 2020 a sua 35ª edição. Seu objetivo é difundir e qualificar a pesquisa de jovens cientistas de todos os estados brasileiros e de países oriundos de todos os continentes. Ou seja, a Mostra é a exposição de um conjunto integrado e contínuo de ações de fomento à investigação e ao uso do método científico como ferramenta pedagógica, estabelecendo uma relação direta com a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia. A MOSTRATEC integra uma rede de 218 feiras de ciências afiliadas, sendo 39 delas em outros países. Em 2018, a partir de 16.653 projetos de diferentes feiras da Educação Básica e Profissional, foram selecionados os participantes que estiveram na MOSTRATEC contemplando 729 projetos participantes, de todos os Estados do Brasil e de outros 19 países. Nesse contexto, 8.234 escolas foram envolvidas, estimando um total de mais de 50 mil estudantes e mais de 15 mil professores, que atuaram no desenvolvimento de pesquisa como forma de qualificação, aprendizagem e exercício de cidadania. Os trinta e quatro anos da MOSTRATEC têm sido marcados pelo compromisso com a disseminação de boas práticas em educação, com o empreendedorismo e com o protagonismo dos jovens e dos educadores, em prol de uma educação para o desenvolvimento social e tecnológico, para a paz, para a ética, para a cidadania e para o desenvolvimento sustentável. A MOSTRATEC é considerada a feira com maior abertura à visitação do público em sua modalidade, com a presença de aproximadamente 40.000 visitantes em suas edições mais recentes, ocupando 15.000 m2 de estrutura montada, capaz de comportar, além dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos jovens cientistas, os eventos paralelos e integrados, tais como: i) formação continuada de professores no Seminário Internacional de Educação Tecnológica - SIET; ii) Festival Maker de Robótica Educacional que apresenta práticas tecnológicas e educativas sobre esse tema; iii) Jogos MOSTRATEC que desenvolvem valores educacionais a partir da prática esportiva; iv) Atividades Culturais que propiciam intercâmbios entre jovens pesquisadores e professores participantes. Dessa forma, em 2020, quando ocorrerá a 35ª MOSTRATEC, haverá a necessidade de custeio para toda essa infraestrutura, compatível com a qualidade técnica e a relevância do evento. A Fundação Liberato, por sua vez, organizadora da MOSTRATEC, dispõe de mais de 150 funcionários e de mais de 200 estudantes voluntários que se comprometem em garantir a idoneidade, a transparência nos processos de seleção, a avaliação, bem como o zelo pelas regras de segurança e de ética das pesquisas participantes. Além disso, conta com mais de 600 avaliadores, profissionais oriundos de universidades e de instituições parceiras as quais também oferecem prêmios de incentivo à carreira científica e acadêmica, como bolsas de estudos e financiamentos para participação em outras feiras científicas. A Comissão Executiva e a Comissão Central da MOSTRATEC, que fazem parte do quadro funcional da Fundação Liberato, trabalham de forma contínua e sistemática na organização de toda a Feira, promovendo palestras, cursos e transferência de conhecimentos em pesquisa; bem como, garantindo o processo adequado de aplicação dos recursos financeiros disponíveis. Enfim, a Fundação Liberato, ao realizar a MOSTRATEC, contribui significativamente para a inovação e o desenvolvimento científico e tecnológico do País, através da valorização dos estudantes e dos professores que desenvolvem a pesquisa no Brasil, promovendo, assim, as transformações sociais necessárias.
  • Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha - RS - Brasil
  • 07/01/2020-31/01/2021
Foto de perfil

André Luiz Agnes Stein

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • utilização do glicerol em transformações orgânicas: síntese e avaliação biológica de compostos orgânicos contendo calcogênio em sua estrutura
  • O glicerol é o principal coproduto da produção do biodiesel. A região centro-oeste do Brasil é responsável por aproximadamente 45% da produção desse biodiesel, onde toneladas de glicerol são produzidas anualmente. Embora o glicerol já tenha diversas aplicações na indústria, muitos esforços têm sido realizados para aumentar sua utilização e, dessa maneira, diminuir o custo da produção de biodiesel. O interesse em metodologias de síntese ambientalmente adequadas vem crescendo na comunidade acadêmica, especialmente nos últimos 20 anos. Do ponto de vista sintético e industrial, um dos fatores que causam grande impacto ambiental é a utilização de solventes tóxicos e catalisadores caros. Nesse sentido, o glicerol vem emergindo como um solvente verde por ser não-tóxico, não-inflamável, não-volátil e, ainda, ser reciclável. Além disso, o glicerol apresenta-se como material de partida para sínteses de diversas moléculas orgânicas. As metodologias sintéticas para a obtenção de compostos orgânicos derivados de organocalcogênios tornam-se bastante interessantes, uma vez que essas substâncias têm demonstrado um grande potencial sintético e farmacológico, encontrando aplicação, ainda, para o setor agrícola. O presente trabalho tem como objetivo desenvolver novas rotas sintéticas, utilizando glicerol como solvente ou como bloco de construção, para desenvolver moléculas derivadas de organocalcogênio visando a busca por estruturas com potencial biológico. Assim, 3-calcogeno-indóis e 3-calcogeno-furanos poderão ser obtidos via ciclização eletrofílica reagindo espécies eletrofílicas de calcogênio, utilizando glicerol como solvente. Almeja-se também converter o glicerol em O-tosil-solketal, um interessante intermediário que poderá reagir com espécies nucleofílicas de selênio para levar à formação dos selenoéteres. Nessa metodologia, esperamos obter a espécie nucleofílica de selênio in situ utilizando selênio elementar, um haleto de arila e um catalizador de cobre. Tal metodologia é atrativa pois evita-se a necessidade da prévia preparação de disselenetos de diorganoíla, gerando uma economia de átomos. Por fim, desejamos preparar também selenoésteres através da reação de anidridos com nucleófilos de selênio gerados in situ empregando glicerol como solvente.
  • Universidade Federal de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz Barbosa Nunes da Cunha

Engenharias

Engenharia de Transportes
  • método baseado em imagem para detecção de eixos e classificação de caminhões
  • O transporte é crítico em nossa vida diária. Congestionamentos, filas e veículos pesados resultam em grandes danos e problemas para a sociedade. Caminhões e outros veículos sobrecarregados aceleram a deterioração da infraestrutura de transporte e reduzem a velocidade operacional do tráfego. As classificações dos veículos pesados são vitais para quase todos os tipos de aplicações de gerenciamento em engenharia de transporte, como projeto de pavimentação, semaforização, operação de tráfego e muitas outras aplicações de segurança. As principais informações sobre a caracterização da frota são a contagem veicular e o peso dos veículos. Esses dados são extremamente caros de se obter, especialmente o peso que depende da infraestrutura da estação de pesagem ou dos sensores de peso em movimento. No entanto, a classificação do tipo caminhão é um indicador suficiente para muitos projetos de engenharia de transporte, já que é possível inferir, pelo limite legal, a relação peso/eixo de cada categoria de caminhão que está viajando na determinada seção da via. A classificação veicular é um problema difícil de resolver. Categorizar veículos de forma abrangente é uma tarefa árdua, dada a variedade de veículos e similaridades entre eles ao mesmo tempo. Diferentes formas e tamanhos dentro de uma única categoria de veículo contribuem para esse dilema. Para isso, a abordagem proposta visa: (1) coletar imagens de tráfego de caminhões em rodovias e postos de pesagem, (2) desenvolver um método robusto e eficiente para detectar e segmentar caminhões a partir de imagens, (3) criar um banco de imagens de caminhões baseado no eixo configuração, (4) criar um sistema automático de classificação de caminhões usando deep learning, (5) aplicar o modelo calibrado em vídeos móveis em tempo real. Os critérios de sucesso desta pesquisa serão medidos pela realização de cada uma das etapas propostas, cada uma resultando em publicações em anais de conferências ou periódicos de relevância, nos tópicos de visão computacional, reconhecimento de padrões, deep learning ou "Intelligent Transportation System" (ITS). Também é esperado ter a conclusão bem-sucedida de uma dissertação de mestrado e duas iniciações científicas, bem como fornecer o banco de dados de imagens rotuladas de configurações de eixos e caminhões para a comunidade de visão computacional.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz dos Santos Silva

Ciências Humanas

Educação
  • relações de gênero na escola: um estudo sobre as regiões de alto índice de violência contra as mulheres no município de novo hamburgo
  • Considerada um problema de saúde pública, a violência impacta negativamente na saúde física e mental de mulheres submetidas a maus tratos. Ainda que leis, programas e instituições tenham sido criados como medidas de proteção às mulheres, dados censitários apontam um crescimento constante no número de casos de violência e assassinato desde a promulgação da lei "Maria da Penha" (BRASIL, 2013). Atribuída às desigualdades de gênero, a violência contra as mulheres enquanto um problema social tem se intensificado em algumas comunidades, como é apontado nos "mapas da violência" (BRASIL, 2013). Considerando que características das comunidades atravessam as relações e as dinâmicas das escolas, este projeto parte de dados de incidência de violência e morte de mulheres do município de Novo Hamburgo, um dos mais violentos do Vale dos Sinos – RS, para analisar os modos como as relações de gênero se estabelecem na dinâmica de escolas situadas em regiões com histórico de altos índices de agressão e homicídio. Como objetivos específicos, propõe-se: Compreender os significados atribuídos pela comunidade escolar acerca da violência praticada contra as mulheres naquela região; analisar as Relações de Gênero no cotidiano da escola; identificar e analisar práticas pedagógicas que tematizem as relações de gênero e diversidade sexual na escola; promover ações formativas e informativas acerca das relações e da violência de gênero junto à comunidade escolar, com ênfase na formação continuada de professores. Promover ações conjuntas com o Programa de Extensão “Educação e Cultura dos Direitos Humanos, e com o “Projeto Núcleo de Apoio aos Direitos da Mulher”, vinculados à Instituição de execução do projeto. Acerca do tema e dos objetivos aqui propostos, cabe ressaltar que há uma vasta produção acadêmica publicada no Brasil e no Exterior sobre as relações de gênero na escola, sendo possível ainda encontrar textos que tematizam especificamente as relações de gênero nas escolas do município de Novo Hamburgo [A saber: QUARESMA DA SILVA, D. R. ; BARBOSA, M. L. L. ; MARTINS, R. L. ; MULLER, M. B. C. 2016. QUARESMA DA SILVA, D. R. 2016. QUARESMA DA SILVA, D. R. ; B. Bruna; 2015. B. Bruna ; QUARESMA DA SILVA, D. R. 2014. QUARESMA DA SILVA, D. R., 2013. QUARESMA DA SILVA, D. R., 2012.] Entretanto, não foi possível encontrar, em uma busca nas bases de dados, textos que investigassem relações de gênero em escolas situadas em comunidades com altos índices de violência contra as mulheres, o que ressalta a necessidade de investigações que buscam compreender as relações que permitem a violência contra as mulheres como uma prática. Metodologicamente este estudo de caráter qualitativo está organizado em 4 fases: 1) Identificação das escolas a serem investigadas a partir da produção do mapa da violência do município de Novo Hamburgo. Para esta etapa serão coletados os endereços das ocorrências de violência contra as mulheres, as quais estão registradas na Delegacia para as mulheres do Município de Novo Hamburgo. Serão coletados os endereços das ocorrências no período de 1 de julho de 2017 a 31 de junho de 2018. Os dados serão registrados no editor de planilhas Microsoft Office Excel e logo depois os endereços serão "pontuados" na Programa Google Earth. Os Mapas de Calor serão produzidos pelo Software ArcGIS que utiliza como base os dados provenientes das planilhas Excel e do programa Google. Mapas de calor são interessantes ferramentas de visualização de dados de densidade de pontos, sendo utilizados para identificar facilmente aglomerados e encontrar onde existe uma elevada concentração de uma determinada atividade. Deste modo permite identificar as zonas de maior hostilidade contra as mulheres, indicando quantitativamente tanto as ocorrências naquela região quanto a prevalência de tipos de crime. 2) Estudo sobre as relações de Gênero na dinâmica das escolas envolvidas, o qual está dividido em dois eixos básicos: a) Análise da dinâmica social a partir das categorias Gênero, Violência e Protagonismo Feminino, cujos dados serão coletados por meio de observações de campo e entrevistas; b) Análise das ações pedagógicas e concepções dos professores acerca das categorias Protagonismo Feminino, Violência e Gênero, cujos dados serão coletados por meio de "Grupo Focal" (BISOL, 2012) com os professores e equipe diretiva; análise dos documentos pedagógicos da escola. 3) A análise de dados procederá por meio da categorização dos dados de acordo com os referenciais provenientes da Análise de Conteúdo (BARDIN, 2009). As categorias centrais deste estudo são Gênero e Violência, podendo emergir outras ao longo do processo da pesquisa. 4) Construção e execução de oficinas formativas junto às escolas parceiras. Acerca dos avanços decorrentes da pesquisa, assim com as formas de transferência dos resultados e estratégias de geração de impacto, traduzidos como “resultados esperados”, esta proposta de investigação prevê objetivos específicos, assim como uma de suas fases de investigação destinadas a sua consecução [Promover ações formativas e informativas acerca das relações e da violência de gênero junto à comunidade escolar, com ênfase na formação continuada de professores; promover ações conjuntas com o Programa de Extensão “Educação e Cultura dos Direitos Humanos, com ênfase nos projetos “Educação em Direitos Humanos: por uma cultura de paz e tolerância”; “Programa de Difusão e de Proteção dos Direitos Humanos” e ao “Projeto Núcleo de Apoio aos Direitos da Mulher”]. Por meio do acesso à dinâmica social da comunidade a ser investigada, assim como, da análise das ações pedagógicas promovidas pela escola, pretende-se construir propostas centradas nos “problemas” específicos da comunidade escolar. Por meio dessas estratégias específicas, que podem ser: investimento no protagonismo de meninas, propostas educacionais específicas para os meninos e/ou oficinas formativas para os professores, pretende-se gerar como efeito a conscientização da violência.
  • Universidade Feevale - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Andre Luiz Franco Sampaio

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • estudo do sinergismo entre produtos naturais e fármacos utilizados na quimiotrerapia do câncer de mama e leucemia mielóide crônica
  • A crescente melhoria das condições de saúde da nossa população vem sendo acompanhada de um aumento no diagnóstico de doenças crônico degenerativas, como o câncer. Hoje, o câncer constitui, incontestavelmente, um problema de saúde pública mundial, responsável pela segunda maior causa de morte. Cerca de 11 milhões de pessoas são diagnosticadas a cada ano e estimasse mais de 16 milhões de casos novos para 2020. No Brasil, as estimativas para o biênio 2016-2017 apontam a ocorrência de aproximadamente 596 mil novos casos, reforçando a magnitude do problema do câncer no país. Compreendendo ainda que a saúde e bem-estar do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) são premissas incorruptíveis, é indispensável prever a obtenção de medicamentos/protocolos que constituam estratégias terapêuticas promissoras, principalmente em casos de refratariedade ao tratamento tradicional. Os produtos naturais, além de suas atividades farmacológicas relevantes per se, são capazes de atuar de forma sinérgica com agentes anti-tumorais utilizados na terapêutica do câncer como: Cisplatina sobre células de câncer cervical, TRAIL sobre células de mama, sobre células de ovário. KIM et al. (2015) descreveram que o tratamento combinado com 3-hydroxiflavona e Imatinibe é capaz de atuar sobre células leucêmicas resistentes ao Imatinibe reduzindo a viabilidade celular. Outros estudos também tiveram sucesso com o sinergismo entre quimioterápicos, revertendo mecanismos multidroga resistente (MDR) das células K562. Os efeitos colaterais e resistência a fármacos/quimioterapia são problemas que acontecem na quimioterapia do câncer, e que tem sido estudados para o entendimento dos seus mecanismos e formas de superá-los. Neste trabalho, nossa abordagem é identificar compostos presentes em plantas medicinais, que são capazes de atuar de forma sinérgica com quimioterápicos utilizados na quimioterapia convencional do câncer de mama, melanoma e leucemia mielóide crônica. Com isso, pretende-se diminuir a concentração/dose de utilização e, possivelmente, anular um ou mais mecanismos de resistência. Após a identificação do sinergismo entre os compostos presentes em plantas medicinais e os agentes quimioterápicos Paclitaxel e Imatinibe, analisaremos os mecanismos celulares e moleculares envolvidos neste sinergismo pela análise de genes e proteínas envolvidos na resistência a fármacos. Com o intuito de validarmos os achados nas fases anteriores do projeto, verificaremos se os compostos capazes de atuar de forma sinérgica com os quimioterápicos, são capazes de reproduzir este efeito em modelos onde as células são multi-droga resistentes (K562/Lucena) ou que apresentam maior resistência ao tratamento com estas drogas (Modelo de cultivo da MCF7 em esferóide 3D). Com isso, almejamos não apenas identificar compostos que são capazes de atuar sinergicamente com fármacos convencionais, mas também combinações capazes de anular os mecanismos de resistência presentes nos modelos celulares supracitados. A descoberta de uma combinação de um agente quimioterápico convencional com um composto de origem natural largamente conhecido e estudado, pode acelerar a translação dos dados obtidos neste projeto para uma nova prática para o tratamento do câncer.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 21/11/2017-30/11/2020
Foto de perfil

André Luiz Hemerly Costa

Engenharias

Engenharia Química
  • aplicação de técnicas de otimização para mitigação da deposição em trocadores de calor e suas redes
  • As indústrias químicas têm passado por grandes transformações em resposta a uma série de pressões externas: o aumento dos custos da energia, o agravamento dos problemas ambientais e a globalização intensificando a competição a nível mundial. Este cenário determinou um esforço mais intenso para aumentar a eficiência das suas atividades, uma vez que este fator se tornou um elemento chave para a sua sobrevivência. Como conseqüência deste processo, os estudos em otimização ganharam uma importância cada vez maior no campo da engenharia química. Neste contexto, este projeto aborda a aplicação de técnicas de otimização para o gerenciamento da deposição em redes de trocadores de calor. No âmbito dos equipamentos térmicos, a deposição corresponde ao acúmulo indesejado de materiais sobre a superfície de troca térmica implicando em uma redução da taxa de transferência de calor e um aumento das resistências ao escoamento. Este fenômeno traz consideráveis prejuízos nas operações da indústria de processos químicos, em função do aumento do consumo de energia, prejuízos com perda de produção, maiores gastos em manutenção, etc. Visando mitigar o impacto da deposição, serão investigadas duas linhas de pesquisa: (i) otimização do projeto de trocadores de calor levando em conta a fenomenologia da deposição; e (ii) síntese de redes de trocadores de calor considerando o comportamento dinâmico da deposição. A otimização do projeto de trocadores de calor propõe a inclusão do modelo da taxa de deposição na solução do problema do projeto de novas unidades de troca térmica. A síntese da rede considerando a deposição visa incluir o seu comportamento dinâmico na proposição de novas redes de trocadores de calor e também incluir o projeto ótimo dos trocadores da mesma. As estratégias de resolução envolvem utilização de técnicas de programação matemática e manipulação de conjuntos, com especial atenção ao desenvolvimento de formulações que possibilitem a determinação do ótimo global.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz Jardini Munhoz

Engenharias

Engenharia Química
  • desenvolvimento de implantes customizados temporo-mandibular utilizando biomateriais metálicos através de manufatura aditiva
  • A articulação temporo-mandibular (ATM) é uma das articulações mais complexas e utilizadas no corpo humano, sendo envolvida nas atividades necessárias para a vida, como mastigação, oralidade, respiração e em fazer expressões faciais que refletem todas as emoções. As disfunções das articulações temporo-mandibulares ocorrem entre 5 a 10% na população, manifestadas com sintomas como dores de cabeça, ouvido, articulação, pescoço e ombros. Nos casos em que a terapia não invasiva e procedimentos cirúrgicos menores não conseguem melhorar a funcionalidade ou redução da dor no paciente tem-se a substituição desses métodos pela cirurgia ATM com um implante aloplástico que pode ser a melhor alternativa. Atualmente não há fabricantes desse tipo de prótese no Brasil; por isso, são utilizadas próteses importadas, o que causa aumento do procedimento e do custo final. Dessa forma, o objetivo deste projeto é criar uma nova linha de pesquisa e desenvolver próteses de ATM customizada com excelente biocompatibilidade através manufatura aditiva com baixo custo.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz Martins Lemos

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • comunicação, mediaçao, modos de existência e cibercultura
  • A atual proposta visa discutir o conceito de mediação, comunicação e “modos de existência” para dar conta dos novos fenômenos comunicacionais contemporâneos emergentes com a dataficação da sociedade e a agência ampliada de objetos infocomunicacionais. Com o apoio das teorias da comunicação, das sociologias pragmáticas (particularmente a Teoria Ator-Rede - TAR) e da filosofia orientada a objeto (OOO), o projeto discute esses conceitos para pensar as particularidades da comunicação em ambiente digital. A hipótese principal é que não é possível entender os produtos e processos da cultura digital contemporânea sem levar a sério a mediação dos objetos (físicos e digitais) na ação comunicacional. Mediação, como definida pela sociologia pragmática é comunicação. No entanto, há um modo de existência específico de mediação nos processos, indústrias, regulações, relações subjetivas, informação etc., que identificamos como "comunicacionais". Esse é o "Modo de Existência da Comunicação" (COM), retomando a discussão realizada por Etienne Souriau (1943) e Bruno Latour (2012). A discussão dessas hipóteses de pesquisa será desenvolvida a partir de um panorama analítico-descritivo de práticas e de dispositivos digitais a partir de problematizações envolvendo materialidades, performatividade algorítmica e agência dos objetos.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz Mota

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • proposta institucional da universidade federal de são joão del-rei para a chamada pública formação de doutores em áreas estratégicas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de São João Del-Rei - MG - Brasil
  • 03/03/2020-02/03/2025
Foto de perfil

André Luiz Paulilo

Ciências Humanas

Educação
  • a ampliação das tarefas escolares as reformas educacionais do ensino público entre 1922-1938
  • Este projeto propõe uma investigação acerca da ampliação dos serviços escolares entre as décadas de 1920 e 1930. Estuda as reformas da instrução pública realizadas em São Paulo e Distrito Federal a partir da organização nas escolas dos serviços de saúde e assistência, do cinema educativo e dos serviços de psicologia e orientação profissional. O objetivo da pesquisa é compreender a maneira como, através da legislação, Lourenço Filho, Fernando de Azevedo e Antônio de Almeida Júnior em São Paulo e de Carneiro Leão, Fernando de Azevedo e Anísio Teixeira no Distrito Federal promoveram a saúde, a assistência social, a educação física e a cultura civil e científica entre as crianças das camadas populares da sociedade no início do século XX.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz Rodrigues Roque

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • diversidade de tripanosomatídeos de mamíferos silvestres da mata atlântica
  • Tripanosomatídeos compreendem um grupo muito diverso de parasitos que inclui os gêneros Trypanosoma e Leishmania. São parasitos envolvidos em redes complexas de transmissão na Mata Atlântica, sustentadas por uma diversidade de hospedeiros mamíferos e insetos vetores. Embora seja um bioma muito diverso e que os ciclos de transmissão de T. cruzi, Leishmania infantum e L. braziliensis sejam reconhecidos, muitas espécies/genótipos de tripanosomatídeos também circulam nesta área e permanecem desconhecidos. Isolamento e caracterização do parasito são as melhores ferramentas para o diagnóstico taxonômico, possibilitando sua caracterização biológica, morfológica e ultraestrutural que, aliada à filogenia, são essenciais na descrição de novas espécies/genótipos de parasitos. Alternativamente, a caracterização molecular diretamente em amostras de tecidos possibilita a realização de estudos com maior número de amostras distribuídas em diferentes áreas e em diferentes períodos de tempo. O presente projeto vai ao encontro da proposta selecionada no edital de Bolsa de Produtividade 2017 e dá continuidade às atividades desenvolvidas nos últimos anos para captura e isolamento de parasitos de mamíferos silvestres no bioma Mata Atlântica. Nestes últimos anos, foram obtidos mais de 50 isolados, além da coleta de mais de 400 amostras de tecidos coletadas que serão testadas frente a infecção por tripanosomatídeos. Análises biológicas em isolados sugestivos de serem novas espécies/genótipos serão realizadas através de curva de crescimento em meio axênico, análise morfológica/morfométrica de formas coradas, além de microscopia eletrônica de varredura e transmissão. Análise molecular será realizada através de PCR com os alvos 18S e gGAPDH, sequenciamento dos produtos amplificados, identificação por similaridade e análise filogeneticamente. Ao final do projeto, pretende-se descrever nova(s) espécie(s) e expandir o conhecimento acerca da diversidade de espécies de tripanosomatídeos e sua dispersão em áreas de Mata Atlântica do Brasil.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz Sena Guimarães

Ciências da Saúde

Odontologia
  • efeito abscopal da radioterapia em carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço: enfoque na expressão de genes associados com o metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • O carcinoma de células escamosas de cabeça e pescoço (CCECP) representa um dos principais problemas de saúde pública com estimativa de 300 mil casos novos no mundo, em 2017. A etiopatogênese do CCECP está relacionada a fatores intrínsecos e extrínsecos ao indivíduo. Recentemente o metabolismo glicolítico tumoral voltou a ser explorado como um importante alvo terapêutico no tratamento do CCECP. Assim, faz-se necessário o desenvolvimento de estudos que busquem investigar novas estratégias terapêuticas. A radioterapia, combinada ou não com cirurgia e quimioterapia, vem sendo amplamente utilizada para o tratamento do CCECP. A interação entre célula neoplásica e células do estroma é de fundamental importância para o prognóstico do paciente. Foi observado que embora submetidos à irradiação local, alguns pacientes apresentam redução de outros tumores metastáticos que não foram irradiados. Estas observações sugerem que a radiação pode ter um efeito à distância, que é conhecido como efeito abscopal. Adicionalmente, evidencias sugerem que mediadores sistêmicos podem estar relacionados a perda de tolerância imunológica relacionada às células neoplásicas. Sendo assim a busca pelos efeitos sistêmicos da radioterapia pode revelar estratégias e alvos terapêuticos para o CCECP. Considerando todos estes fatos o presente projeto tem por objetivo avaliar os efeitos da radioterapia em níveis sistêmicos de moléculas associadas ao metabolismo glicolítico e angiogênese.
  • Universidade Estadual de Montes Claros - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Luiz Sens

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • design audiovisual transmídia: um sistema para análise e criação das interfaces audiovisuais de mundos narrativos multimidiáticos.
  • Matrix, Star Wars, Harry Potter e outras franquias midiáticas, bem como os complexos jogos pervasivos denominados como ARGs são manifestações contemporâneas usualmente relacionadas a um conceito denominado transmídia, que contempla estratégias, práticas e processos coletivos na construção de mundos narrativos multimidiáticos, onde o público contribui na sua manutenção e expansão, seja no estabelecimento de conexões entre as histórias ou na produção de novos textos. Contudo, além dos aspectos narrativos, é possível identificar possibilidades de atuação do design nos diversos arranjos comunicacionais, industriais e experienciais distribuídos entre as várias mídias, indivíduos e conteúdos que transitam por esse ecossistema complexo. Nesse sentido, foi desenvolvido pelo proponente deste projeto o sistema TRADE (2017) que consiste em um framework conceitual somado a procedimentos e ferramentas para o desenvolvimento de um mapa do mundo e seus respectivos quadros midiáticos. Entretanto, embora sua configuração simplificada e versátil demonstra a possibilidade de aplicação em diferentes tipos e tamanhos de projetos transmídia, não foram efetivamente realizadas análises mais sofisticadas em diferentes contextos e cenários práticos, além de um estudo de caso de projeto intercomposicional. Ademais, outro avanço em relação a investigação proposta no trabalho de tese é o aprofundamento nas questões relativas especialmente ao campo da audiovisualidade que avançam com a presença cada vez mais significativa dos vídeos na comunicação na internet. Portanto, o objetivo geral deste projeto de pesquisa consiste no desenvolvimento de um framework de natureza conceitual e prática para o desenvolvimento das interfaces audiovisuais em projetos transmídia. Para tal, será utilizado, para esta investigação, o método baseado em design (DBR), que consiste em um processo cíclico de análise, desenvolvimento, testagem e implementação que pretendem resultar ao menos no desenvolvimento de um projeto transmídia, um produto audiovisual, três produtos midiáticos inter-relacionados, dois workshops e/ou cursos em design audiovisual e transmídia e três artigos de impacto nacional e internacional.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Macedo Vale

Ciências Biológicas

Imunologia
  • dinâmica do repertório de células b na infecção experimental por zika vírus (zikv): relevância para o desenvolvimento racional de vacinas contra arbovírus
  • A resposta imune humoral contra vírus é composta por imunoglobulinas específicas para epítopos estruturalmente distintos das partículas virais, capazes de impedir a ligação dos vírus aos seus receptores celulares ou de formar imunocomplexos, levando à eliminação do patógeno. Existem evidências de que imunoglobulinas polirreativas, com reatividade cruzada contra outros sorotipos ou vírus distintos, são geradas tanto na infecção primária quanto na secundária. Além disso, “especificidades inatas”, presentes no organismo previamente à infecção, podem contribuir para a resposta [1]. Esses achados indicam a complexidade das diferentes subpopulações de células B e sua importância nas respostas aos vírus. Embora anticorpos neutralizantes possam conferir imunidade duradoura contra a reinfecção pelo mesmo vírus, níveis de anticorpos subneutralizantes, parecem aumentar a entrada e replicação de outros subtipos em células fagocíticas, um fenômeno denominado potencialização da infecção dependente de anticorpos (antibody dependent enhancement - ADE, revisado em [2]). Entretanto, pouco se sabe sobre o mecanismo de ADE e a sua contribuição para a patologia, apesar desse fenômeno ter sido demonstrado in vivo em modelos de infecção por DENV [3], e ZIKV [4]. Até hoje não estão disponíveis vacinas ou imunoterapias capazes de prevenir eficazmente a infecção pelo DENV ou ZIKV, ou de diminuir a severidade da doença, no caso da dengue hemorrágica. Embora um número razoável de candidatos a vacinas esteja em desenvolvimento [5], é necessário compreender melhor a natureza da resposta imune humoral contra a infecção para o desenvolvimento racional de vacinas [6]. Observações clínicas tem fornecido informações sobre a patogenia da Dengue e Zika, porém, até recentemente, a falta de um modelo animal adequado tem dificultado estudos mais aprofundados em laboratório. Ainda mais crítico é o fato de que uma vacina, visando estimular a imunidade humoral, poderia promover anticorpos neutralizantes para um determinado sorotipo de vírus, mas, ao mesmo tempo, aumentar o risco de agravar uma infecção subsequente com outro sorotipo ou vírus relacionado. Este paradoxo sugere que o entendimento mais completo da imunidade humoral contra arboviroses exige o estudo da seleção da diversidade de anticorpos como um todo, em vez da descrição de interações individuais vírus-anticorpo. Além disso, manifestações de autoimunidade vem sendo relacionadas a diversos tipos de infecções e fatores ambientais, incluindo infecções virais. O mecanismo pelo qual doenças infecciosas levam ao surgimento de doenças autoimunes não foi esclarecido, embora esse fenômeno tenha sido observado em diversos casos, com diferentes infecções associadas a distintas manifestações autoimunes, como a síndrome de Guillain-Barrè, recentemente descrita em infecções por ZIKV, artrite reumatoide e lúpus. Diversas teorias foram propostas para explicar como infecções poderiam causar doenças autoimunes, como antígenos ocultos, que seriam expostos ao sistema imunitário apenas após a infecção de um dado tipo celular; mimetismo molecular, devido à semelhança entre epítopos apresentados por patógenos e moléculas do próprio organismo hospedeiro; efeito adjuvante, em que moléculas associadas a patógenos, ligadas a receptores da imunidade inata poderiam funcionar como o segundo sinal para a ativação de linfócitos autorreativos; ou, simplesmente, que doenças autoimunes são uma possível consequência de uma infecção (revisto em [7]). Faz-se necessária uma maior compreensão do processo de formação do repertório de imunoglobulinas em reposta a infecção para esclarecer a relação entre este processo e o aparecimento de manifestações autoimunes. Em suma, a interação entre anticorpos e antígenos virais pode resultar tanto em imunidade protetora, por meio da neutralização do vírus, quanto em aumento da infecção das células hospedeiras pelo vírus. Por outro lado, anticorpos secretados por linfócitos B em decorrência de infecções virais podem ser autoreativos e levar a manifestações de autoimunidade. Nosso grupo tem vasta experiência na análise global do repertório de linfócitos B, tanto na caracterização da especificidade antigênica dos anticorpos secretados, quanto na identificação dos genes que codificam as regiões variáveis das imunoglobulinas, regiões responsáveis pelo reconhecimento antigênico. Na presente proposta, pretendemos aplicar essas abordagens a fim de avançar no conhecimento fundamental sobre os processos de geração de imunoglobulinas que promovem ou prejudicam a produção de anticorpos amplamente neutralizantes contra os arbovírus, mais precisamente o ZIKV. Assim, a estratégia do nosso projeto é caracterizar o repertório de imunoglobulinas gerado em resposta à infecção viral, ou exposição a antígenos virais, quanto às especificidades contra antígenos virais e o potencial surgimento de autoanticorpos patogênicos, para testar, se e em que medida, os efeitos de neutralização viral, ADE e autoimunidade podem ser gerados independentemente. Essa informação pode ser usada para avaliar melhor as vacinas existentes e desenvolver vacinas ou imunoterapias seguras de nova geração que sejam protetoras, minimizando o risco de ADE e evitando a geração de anticorpos autoreativos potencialmente patogênicos.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Machado de Siqueira

Ciências da Saúde

Medicina
  • enfrentando os desafios da diminuição da transmissão da malária na amazônia no caminho da eliminação: febres não-maláricas e baixas parasitemias
  • Com a redução da intensidade da transmissão da malária, observada no Brasil, as infecções de baixa densidade e as causas alternativas de febre assumem maior relevância proporcional. Abordar estas duas questões importantes é de grande importância para a saúde pública na região amazônica e precisa ser investigado mais a fundo. Objetivos: Duas linhas de pesquisa abordarão lacunas atuais no diagnóstico clínico e laboratorial da malária. A proposta visa: (I) investigar a etiologia da doença febril aguda (AFS) em crianças que buscam atendimento em centros de saúde periurbanos e rurais na região amazônica, com o objetivo de gerar algoritmos clínicos e laboratoriais para o manejo de casos e encaminhamento para centros terciários. (Ii) obter conhecimentos sobre a prevalência de infecções maléticas assintomáticas de densidade muito baixa que estejam abaixo do limite de detecção do diagnóstico padrão no campo (microscopia, testes diagnósticos rápidos) e investigar a relevância das infecções de baixa densidade para a transmissão subsequente. Métodos (I) Desenvolvimento de um protocolo de pesquisa para caracterizar a etiologia do SAF na região amazônica, propondo algoritmos para o manejo de pacientes a serem implantados na região. (Ii) Métodos moleculares ultra-sensíveis serão aplicados para o diagnóstico de P. falciparum e P. vivax. As amostras serão analisadas por PCR quantitativa altamente sensível e PCR de transcrição reversa. (Iii) Os ensaios de membrana e sangue direto realizados com amostras de sangue de contatos domiciliares sub-microscópicos mas qPCR-positivos serão conduzidos em Manaus utilizando colônias de Anopheles aquasalis com o objetivo de avaliar a infecciosidade de infecções de baixa densidade e seu potencial de transmissão. Os resultados esperados são: 1) O desenvolvimento de recomendações para o manejo clínico e encaminhamento em áreas rurais e periurbanas da região amazônica; 2) Uma estratégia para estimar de forma precisa e fiável a prevalência de P. falciparum e P. vivax; 3) Conhecimento sobre infectividade de infecções de baixa densidade.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/02/2017-31/01/2021
Foto de perfil

André Machado de Siqueira

Ciências da Saúde

Medicina
  • elucidando a contribuição dos componentes das recidivas de malaria para atingir a cura radical - abracamal
  • Diante da proposta de avançar para o controle e eliminação da malária do território brasileiro e da necessidade de estratégias customizadas para diferentes cenários epidemiológicos é essencial o entendimento dos fatores que levam ao alto número de recorrências entre os indivíduos tratados por malária. Nosso estudo multicêntrico, propõe seguir pacientes com malária em seis estados com diferentes caracteristicas – Rio de Janeiro, São Paulo, Amapá, Roraima, Rondônia e em duas localidades no Pará, totalizando inclusao em sete diferentes unidades. Os 880 participantes serão acompanhados por 360 dias seguindo um protocolo de pesquisa clínica harmonizado e além do seguimento clínico, terão suas amostras avaliadas através de técnicas de biologia molecular, farmacogenética, questionário e contagem de medicamentos para adesão e observação de eventos adversos. Adicionalmente, análise da qualidade dos medicamentos empregados nos sete diferentes locais também serão realizadas. Coordenada pelo médico infectologista André Siqueira do Instituto Nacional de Infectologia Evandro Chagas – INI – Fiocruz, a proposta do estudo é uma parceria de qualificados profissionais do: Instituto Rene Rachou – Fiocruz – MG; Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde – Fiocruz - RJ; Instituto Evandro Chagas – PA; Universidade Federal do Pará – PA; Centro de Pesquisas em Medicina Tropical – RO; Hospital das Clínicas Boa Vista – RR; Secretaria de Estado da Saúde do Amapá – AP e Instituto de Infectologia Emílio Ribas – SP. Com abordagem ampla, visando englobar diferentes aspectos relacionados aos componentes da recidivas pretendemos ser capazes de esclarecer os diferentes fatores envolvidos no sucesso terapêutico e prover informações robustas e bem definidas para a definição e desenho de estratégias pelo programa de controle de malária do Brasil.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/05/2020-30/04/2023
Foto de perfil

Andre Marcio Araujo Amorim

Ciências Biológicas

Botânica
  • estudos em malpighiales: preenchendo gaps na morfologia e sistemática e avançando sobre o conhecimento biogeográfico em linhagens neotropicais
  • Malpighiales é um dos mais surpreendentes clados revelados por estudos moleculares nas Angiospermas nos últimos anos. A dificuldade em se reconhecer sinapomorfias morfológicas e a escassez de estudos biogeográficos que auxiliem na compreensão dos mecanismos de diversificação, em contraposição à crescente detecção de novidades taxonômicas na América Tropical, confere a essa ordem ampla relevância para investigações sob distintas vertentes biológicas. Nos neotrópicos, as Malpighiales são altamente diversificadas, com elevada riqueza, expressiva amplitude ecológica e enorme variabilidade morfológica, além de serem representadas por espécies com potencial econômico como a mandioca (Manihot esculenta Crantz), a mamona (Ricinus communis L.), a seringueira (Hevea brasiliensis Müll. Arg.), o urucum (Bixa orellana L., Bixaceae), o maracujá (Passiflora spp., Passifloraceae) e o pequi (Caryocar brasiliense Cambess.), entre outras plantas alimentícias, farmacológicas, madeireiras e ornamentais. A proposta aqui apresentada objetiva ampliar o conhecimento biogeográfico, florístico, morfológico e sistemático em linhagens de Malpighiales neotropicais. A partir do andamento de estudos taxonômicos e biogeográficos associados a filogenias moleculares (i.e., Bernardia [Euphorbiaceae], Hirtella e Parinari [Chrysobalaceae], Clusia e Tovomita [Clusiaceae]) e de estudos evolutivos sobre anatomia foliar, embriologia e estrutura floral em linhagens de Malpighiaceae, esperamos contribuir para o conhecimento sobre a história evolutiva dessa ordem. Paralelamente, o projeto contribuirá na finalização dos estudos taxonômicos em Carolus (Malpighiaceae) e Parinari (Chrysoblanaceae) e na realização de estudos florísticos e taxonômicos em diferentes famílias na ordem que carecem de especialistas. A proposta será executada por pesquisadores, estudantes de graduação, pós-graduação e técnicos vinculados a duas Universidades Estaduais no estado da Bahia, além do suporte logístico do Herbário do Centro de Pesquisas do Cacau – CEPEC. É prevista a participação colaborativa de outras seis instituições de ensino e pesquisa no Brasil e o apoio de duas instituições internacionais. O desenvolvimento metodológico será norteado especialmente por nove subprojetos (i.e. Doutorado, Mestrado e Iniciação Científica) envolvendo Clusiaceae (1), Chrysobalanaceae (2), Euphorbiaceae (1) e Malpighiaceae (5). Um projeto de Iniciação Científica inédito em Malpighiaceae é aqui solicitado através da concessão de uma bolsa, assim como uma bolsa de apoio técnico. A proposta trará contribuições complementares a projetos já em andamento em especial ao PROTAX Malpighiales e a outros projetos em vigência no grupo, entretanto, atuando de forma independente a estes. Como um resultado central, espera-se a ampliação de informações sobre a riqueza taxonômica, a biogeografia e a morfologia em linhagens de Malpighiales. Paralelamente, contribuições para o andamento de floras regionais são esperados, em especial a Flora do Brasil 2020. A equipe é composta por 20 profissionais (i.e. coordenador, oito pesquisadores doutores, cinco alunos de pós-graduação nível doutorado, dois alunos de pós graduação nível mestrado e cinco técnicos). Alguns subprojetos indicados já se encontram em execução, especialmente aqueles voltados aos alunos de pós-graduação. Todos os participantes aqui citados estão cientes e acreditam na importância desse projeto para dar continuidade à capacitação de taxonomistas em plantas vasculares e a integração desse grupo de pesquisa no sul da Bahia com outras instituições de ensino e pesquisa.
  • Universidade Estadual de Santa Cruz - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Menezes Strauss

Ciências Humanas

Arqueologia
  • arqueogenética dos grupos produtoros de cerâmica aratu
  • O presente projeto tem como foco a arqueogenética de grupos produtores de cerâmica da Tradição Aratu através da análise de DNA antigo e da morfologia do labirínto ósseo do osso temporal – ambas inéditas no Brasil. A Tradição Aratu é reconhecida por um conjunto cerâmico caracterizado pela baixa ocorrência de decoração que inclui vasilhames piriformes e globulares de diferentes tamanhos, destacando-se grandes potes para armazenagem de líquidos e grãos, urnas funerárias, pequenas vasilhas geminadas, rodelas de tortual de fuso e cachimbos tubulares. No século IX d.C. os grupos produtores de cerâmica Aratu já estavam plenamente estabelecidos em dezenas de aldeias circulares de até 600 metros de diâmetro que chegavam a abrigar mais de 1000 indivíduos.A partir do ano mil da era cristã, os grupos produtores da tradição Aratu começam a se expandir para o sul e para o leste, ocupando zonas ecológicas diversificadas numa área semicontínua cuja área total equivale à da Europa continental. No Brasil central o território em questão já era povoado tanto por caçadores-coletores como ceramistas horticultores. Estes últimos, denominados grupos da tradição Una, surgiram através da adoção gradual de técnicas de cultivo por populações caçadoras-coletoras que já habitavam o local, representando a mais antiga evidência dessa forma de subsistência no Brasil central. Como é o caso em outras partes do mundo, a substituição de um modo de vida forrageador móvel por um modo produtor fixo foi extremamente complexo. O padrão de variabilidade intra e inter-sítios indica uma série de processos recíprocos e multidirecionais caracterizados por especificidades regionais, envolvendo o fluxo de pessoas, ideias e objetos. Apesar de avanços consideráveis, os detalhes desse processo, especialmente no que se refere ao componente dêmico a ele associado, ainda são incertos. O estudo arqueogenético dos esqueletos associados à Tradição Aratu irá contribuir para avaliar a coerência populacional por detrás dessa unidade cerâmica e, ainda que de forma indireta, qualificar as propostas que conectam essa tradição a um presente etnográfico Jê. A arqueogenética constituí um campo de interface entre as ciências humanas e biológicas que vem revolucionando o conhecimento sobre o passado humano. Dedica-se ao estudo de uma categoria específica do registro arqueológico: o ácido desoxirribonucleico (DNA). Permite qualificar de forma precisa a constituição genética de grupos pré-coloniais, estimar parâmetros demográficos, datar eventos de coalescência, identificar relações consanguíneas e estimar traços fenotípicos. O mtDNA antigo será extraído no laboratório de arqueogenética do MAE-USP utilizando-se um protocolo de fita dupla. Todas as análises dependem de um contexto cronológico robusto que será obtido através do modelamento bayesiano de datações radiocarbônicas de colágeno filtrado para contaminantes. A antropologia virtual conjuga o uso de modelos tridimensionais com análises de geometria morfométrica de alta resolução. Além de seu caráter estritamente analítico apresenta-se como nova ferramenta de gestão do patrimônio arqueológico. A pars petrosa do temporal será virtualizada com tomografias computadorizadas a partir das quais modelos tridimensionais serão extraídos. Análises de morfometria geométrica de alta densidade serão implementadas para avaliar as afinidades morfológicas do labirinto ósseo, um reconhecido indexador de história populacional entre grupos humanos. Todas essas análises são inéditas no Brasil.Escavações enfatizando o registro espacial, documentação tridimensional e exumação detalhada serão realizadas no sítio Aratu de Pirajiba, na Bahia.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Monteiro Costa

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • estudo ecossistêmico do acesso à água, dos conflitos socioambientais e da reparação na área de abrangência da transposição do rio são francisco
  • RESUMO A irregularidade de chuvas no semiárido e períodos de estiagem prolongada, associada a restrições no armazenamento e distribuição de água, tem imposto restrições graves no acesso à água. Grandes obras “contra a seca” predominaram desde o XIX e a história mostrou que essa opção contribuiu para a concentração de água, concentração de terra e, portanto, concentração de poder. O projeto da transposição do rio São Francisco se insere nesse conjunto de políticas de água no semiárido. Cerca de 70% das águas a serem transpostas será para a agricultura irrigada, e a maior parte destas para a fruticultura irrigada, que se insere no mercado de commodities. Apenas 19% para abastecimento humano. A crise hídrica por que passa o rio São Francisco também está relacionada à produção de grãos para exportação no cerrado mineiro e baiano, o que afeta a disponibilidade de água para a transposição. Como uma megaobra, a transposição produz impactos ambientais e processos de vulnerabilização em grupos sociais tradicionais que vivem nas cidades e no entorno dessas obras. Vulnerabilização se caracteriza como uma injustiça ambiental e consiste em processos em que grupos sociais são afetados em seus meios de produção e outras perdas materiais. E pode ter implicações para a saúde, quer por doenças transmissíveis, quer por transtornos mentais. Esses processos são, em geral, invisibilizadas. A transposição foi iniciada em 2007 e era prevista para ser concluída em 2010. A previsão de conclusão das obras é em 2019. Estes 12 anos de atraso é fator que contribui para vulnerabilizar mais essa população. A visibilização da vulnerabilização as obras, bem como a situação hídrica do rio São Francisco é importante para um projeto dessa envergadura. Em projeto anterior foi desenvolvido o Portal Beiras d’Água, acervo audiovisual, para visibilizar a complexidade desses territórios. O objetivo principal deste estudo é analisar o acesso à água, os conflitos e a vulnerabilização e implementar medidas de reparação comunitária na área de abrangência da transposição do rio São Francisco. A abordagem teórica metodológica será a Reprodução Social e a Saúde, formulada pelo epistemólogo Juan Samaja, e se insere na perspectiva da determinação social da saúde coletiva latinomericana. Esta abordagem tem uma perspectiva sistêmica e o estudo será qualitativo. A estratégia de trabalho de campo e coleta de dados será por meio de entrevistas com lideranças comunitárias e de movimentos sociais e realização de oficinas nos territórios, usando a modalidade de Pesquisa-ação, com camponeses, indígenas e quilombolas ao longo dos canais, na Área Diretamente Afetada do projeto. A partir do trabalho de campo, pretende-se constituir uma rede de comunicação nos territórios entre comunidades e pesquisadores, para visibilizar os processos de acesso à água e os conflitos socioambientais. O Portal Beiras d'Água por meio de tecnologias de informação e comunicação contribuirá para compreensão ecossistêmica do acesso à água, dos conflitos socioambientais na Bacia do Rio São Francisco. Por meio de ferramenta identificar, reconhecer e fortalecer as redes de comunicação já presentes no território, utilizando recursos e tecnologias que possam ser aplicados em larga escala. A partir daí, serão desenvolvidos os instrumentos de representação desses saberes, em forma de coleções propostas e significadas pelos próprios sujeitos sociais. A análise dos dados será por análise crítica do discurso.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 15/05/2019-31/05/2022
Foto de perfil

Andre Moraes Nicola

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • mecanismos moleculares de ação de anticorpos igg3 contra a cápsula de cryptococcus neoformans
  • Estima-se que mais de um milhão e meio de pessoas morram por ano por doenças invasivas causadas por fungos. A criptococose, que resulta em mais de 180.000 mortes por ano, é tratada com a combinação da anfotericina B com flucitosina. Mesmo com esse tratamento ideal, 20% dos pacientes com a doença em países desenvolvidos morre. Somando-se a isso o fato de a anfotericina B resultar em insuficiência renal aguda em até 49-65% dos indivíduos tratados e de a flucitosina ser tão mielotóxica que sua comercialização é proibida em vários países, vê-se que até mesmo a terapia padrão ouro ainda está bastante distante do ideal. Tendo todas as dificuldades do tratamento dessa doença em vista, novos antifúngicos mais seguros e eficazes são necessários, e uma das estratégias para gerá-los tem como base anticorpos monoclonais. A grande especificidade dos anticorpos pode permitir drogas com alvos exclusivamente fúngicos, diminuindo os efeitos colaterais do tratamento. Sua meia vida de semanas pode resultar em drogas que só precisam de uma única aplicação. Como a maioria das doenças fúngicas invasivas está associada a quadros de imunossupressão, a ativação da resposta imunitária que resulta da ligação de anticorpos ao seu alvo pode trazer um benefício adicional à terapia. Esta estratégia de desenvolvimento de anticorpos monoclonais já vem sendo desenvolvida há seis anos no laboratório do proponente deste projeto e há décadas no grupo de pesquisa do Dr. Arturo Casadevall, onde o coordenador deste projeto se encontra atualmente fazendo um pós-doutorado. Um aspecto importante na eficácia terapêutica de anticorpos que foi demonstrado por esses grupos é o isotipo de IgG. O maior exemplo é com anticorpos contra a cápsula de C. neoformans, uma vez que anticorpos de porções variáveis idênticas mas com cadeias pesadas diferentes podem ser protetores (IgG1, IgG2a e IgG2b) ou não-protetores (IgG3) em modelos de camundongo. Uma das hipóteses levantadas para explicar esse resultado é de que anticorpos IgG3 interagem com receptores de superfície celular diferentes daqueles responsáveis pela resposta aos outros isotipos. Em estudo recente com membros dos dois grupos de pesquisa, se propôs que este receptor seja a integrina beta 1 (Itgb1). O presente projeto tem como objetivo então entender os mecanismos moleculares por meio dos quais anticorpos contra a cápsula de Cryptococcus neoformans de isotipo IgG3 interagem com Itgb1 e se essa interação resulta nos diferentes padrões de proteção conferidos por IgG3 em comparação com os outros isotipos de IgG. Para alcançar esse objetivo, serão construídos vetores de expressão para produção de anticorpos recombinantes em células de mamífero. Esses vetores codificarão anticorpos híbridos, como por exemplo um anticorpo IgG3 com as sequências dos domínios CH1, hinge, CH2 e CH3 trocadas pela sequência correspondente de IgG1, que permite descobrir a localização do sítio de interação com Itgb1. Os anticorpos produzidos serão então validados por imunofluorescência com células de C. neoformans e utilizados em testes de fagocitose na presença de bloqueio de receptores de superfície. O racional deste experimento é que regiões importantes para a função de IgG3 podem ser descobertas quando essas funções são abolidas naqueles anticorpos em que estas determinadas regiões foram substituídas pela sua contraparte de IgG1. Com este projeto, continuaremos e expandiremos uma colaboração científica internacional que tem sido bastante produtiva ao longo da última década. Esperamos também contribuir para: 1) a melhora da sobrevida de pacientes acometidos pela criptococose; 2) o treinamento de pesquisadores em tecnologias muito importantes na geração de biofármacos e 3) o desenvolvimento econômico do Distrito Federal.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

André Passaglia Schuch

Ciências Biológicas

Biofísica
  • ações integradas de fotobiologia e mutagênese ambiental: impactos da exposição combinada à radiação uv solar, agrotóxicos e à fragmentação de habitats no declínio de anfíbios
  • O presente projeto visa desenvolver e aplicar diferentes metodologias no entendimento do impacto genotóxico da exposição combinada à radiação UV solar, a agrotóxicos e à fragmentação de habitats no declínio de anfíbios, tendo como foco espécies de anuros endêmicas de ambientes de Mata Atlântica do sul do Brasil. Esse objetivo se justifica pelo fato desse bioma ser alvo de atividades humanas degradantes, como o desmatamento (que favorece o aumento da incidência de radiação UV solar no interior da floresta) e o uso de agrotóxicos nas áreas agrícolas do entorno da floresta (que favorece a poluição do solo e de ambientes aquáticos). Consequentemente, apesar dos remanescentes florestais da Mata Atlântica no sul do Brasil apresentarem grande diversidade de espécies anfíbios, por outro lado, diversas espécies endêmicas desse ambiente já estão listadas como ameaçadas de extinção ou em declínio nas listas nacional e estadual. Apesar do declínio de anfíbios ser, atualmente, um fenômeno de ocorrência mundial, o mesmo é um fenômeno enigmático, já que suas causas ainda não são totalmente conhecidas. Nesse sentido, nosso grupo de pesquisa já vem demonstrando que agentes genotóxicos (como a radiação UV solar) e o desmatamento podem contribuir significantemente nesse processo. Neste projeto, serão realizados ensaios de quantificação de lesões de DNA e de formação de micronúcleos, como também experimentos complementares para avaliar a sobrevivência e os impactos dos tratamentos na morfologia e desenvolvimento de girinos expostos a essas condições de estresse. Adicionalmente, também será realizado o esforço para a obtenção de culturas de fibroblastos de diferentes espécies de anuros, de modo a ser criado um banco de células de anfíbios em nosso laboratório. Esse banco de células permitirá a realização de novos estudos voltados para o entendimento das respostas moleculares em diferentes espécies de anuros expostas a agentes genotóxicos, como a radiação UV. Os dados biológicos e moleculares obtidos serão confrontados com dados físicos de monitoramento da incidência de radiação UV solar nas áreas estudadas, com dados químicos referentes à detecção de agrotóxicos em amostras de água de diferentes ambientes e de sensoriamento remoto da densidade vegetacional de cada área. Adicionalmente, a partir dessas análises, também será possível avaliar o impacto da fragmentação de habitat e demais atividades antrópicas na heterogeneidade genética das populações de anfíbios. Portanto, o estudo dos efeitos conjuntos da exposição a agrotóxicos, à radiação UV solar e fragmentação de habitat permitirá traçar novas perspectivas sobre os mecanismos de perda de biodiversidade de anfíbios nesse bioma. Consequentemente, esse conhecimento poderá ser utilizado em futuros projetos de conservação da biodiversidade em ambientes florestais, que vêm continuamente sofrendo devido à expansão das atividades antrópicas.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022