Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Graciela Ines Bolzon de Muniz

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • expansão e consolidação do lcnano/ufpr no programa sisnano
  • A missão do LCNANO é disponibilizar equipamentos, fornecer serviços e desenvolver projetos de qualidade em Nanociências e Nanotecnologias auxiliando o desenvolvimento econômico e social do estado do Paraná. Os setores mais desenvolvidos da economia paranaense são a agricultura, a agroindústria, a indústria madeireira (celulose e papel) e a indústria automobilística. Dentre as maiores demandas do estado estão a produção de fármacos e serviços de saúde e a transmissão de energia para localidades rurais. O LCNANO baseia sua estratégia de ação o contexto dos potenciais e limitações do estado do Paraná. Assim sendo, as frentes de atuação dos laboratórios LCNANO (síntese e caracterização, sensores e dispositivos e usos e aplicações da nanotecnologia) darão preferência a parcerias com empresas voltadas ao agronegócio/agroindústria, à indústria madeireira, celulose e papel, à geração e distribuição de energia renovável de fontes não convencionais e à produção de fármacos e insumos para o setor de saúde. Tendo a maior estrutura laboratorial e de recursos humanos especializados em Nanociências e Nanotecnologias (N&N) do estado do Paraná, o LCNANO tem condições de atender às demandas desses setores no estado além das demandas de parceiros de outras regiões do país e de outros países. A proposta do LCNANO para o SisNANO é a semente que possibilitará a consolidação das N&N no estado do Paraná. Caso a proposta seja contemplada a Fundação Araucária irá aportar recursos para a formação da Rede Paranaense de Nanotecnologia (RPN). Enquanto maior centro de N&N do Paraná, caberá ao LCNANO coordenar a Rede que contará com a participação de outras universidades e centros de pesquisa do estado. O atendimento aos usuários do LCNANO será aperfeiçoado com a implantação do Sistema de Gestão de Laboratórios. Esse sistema permitirá o agendamento e o gerenciamento no uso de equipamentos, na contratação de serviços em conformidade com o marco legal de C&T e com as resoluções da UFPR. A implantação e a gestão do sistema ficarão a cargo da fundação da universidade (FUNPAR). O LCNANO ampliará e fortalecerá os laços que já possui com a indústria através de campanha de divulgação de seus serviços e atividades em seu portal e em redes sociais. A participação em feiras e rodadas de negócio também fazem parte da estratégia de prospecção de novos parceiros. O corpo de colaboradores do LCNANO tem experiência em prestação de serviços e em projetos em colaboração com a indústria. A qualidade do RH na concepção e execução de projetos é divulgada pelas indústrias parceiras, este é o melhor marketing para o laboratório. Dentre os equipamentos disponibilizados pelo LCNANO destacam-se os microscópios eletrônicos (transmissão e varredura), microscópios de força atômica (ATM), Raios X (difração e espalhamento), espectroscopia (Raman, FTIR, ressonância magnética nuclear (RMN). Usuários do LCNANO podem fazer a síntese, caracterização e a análise de partículas, materiais e compósitos nanoestruturados contando com o apoio dos mais de 50 pesquisadores que integram o laboratório. Sensores e dispositivos nanoestruturados são desenvolvidos por diversos grupos de pesquisa do LCNANO. As aplicações desses sensores e dispositivos vão da detecção de substâncias à detecção da luz para conversão em energia elétrica. A participação no SisNANO deu ao LCNANO o selo de protagonistas no desenvolvimento das N&N. Este selo facilita a captação de colaborações acadêmicas no país e no exterior. Entre as colaborações internacionais viabilizadas via SisNANO está a colaboração com o Waterloo Institute of Nanotechnology para síntese e aplicações de celulose nanoestruturada. Os programas de cooperação internacional permitem ao LCNANO conhecer os avanços e demandas internacionais em N&N. Para este ciclo o LCNANO irá participar de mais chamadas internacionais para projetos com o apoio da Agência UFPR Internacional.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/12/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Graciela Ines Bolzon de Muniz

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • compósitos poliméricos multifuncionais à base de nanocelulose/nanoquitosana como plataforma tecnológica para o desenvolvimento de novos produtos
  • Usualmente, tecnologias de descontaminação de gases e líquidos, revestimentos biomédicos e embalagens derivam da combinação de materiais eco ou citotóxicos, como inorgânicos ou de origem fóssil. Dessa maneira, a utilização de micro e nanoestruturas de celulose e quitosana como suporte para reticulação do tanino é vislumbrada como uma solução eficiente para estas áreas, visto que a combinação dos três materiais tende a potencializar a capacidade de adsorção, bem como outras propriedades de interesse em um produto multifuncional, como atividade antimicrobiana, anti-inflamatória e cicatrizante; propriedades de barreira contra gases, líquidos, e a formação de biofilme em dispositivos médicos. Isto é, a combinação dos três materiais com propriedades destacadas em diferentes rotas de síntese proporcionará desde características relacionadas a materiais superadsorventes, até biocompatibilidade para aplicações biotecnológicas. As patentes depositadas e concedidas, e os artigos científicos publicados pelo grupo elucidam o potencial da nanoquitosana na forma de elemento filtrante e membrana para aplicações na separação de gases, descontaminação de efluentes e cicatrização de pele. Porém, há necessidade de aprimorar estes produtos devido a sua baixa resistência mecânica, o que remete ao potencial da nanocelulose, a qual pode atuar como matriz e reforço mecânico quando sob interação com a nanoquitosana e tanino reticulado. É essencial explorar ainda mais o potencial destes compostos orgânicos de origem vegetal e animal para a potencialização de produtos de alto valor agregado com um caráter biodegradável, atendendo aos preceitos de uma bioeconomia sustentável. As estratégias de ação versam sobre a interação dos três materiais a partir de metodologias e protocolos patenteados ou de amplo conhecimento pelo grupo para três rotas estratégicas, meio-ambiente, biotecnologia e nanotecnologia, em prol do desenvolvimento de um produto multifuncional em uma plataforma tecnológica.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Gracieli Dienstmann

Engenharias

Engenharia Civil
  • efeitos da velocidade sobre a interpretação de ensaios in situ
  • O estudo dos efeitos decorrentes do fluxo transitório motiva a elaboração da presente proposta de pesquisa, na qual propõe-se a execução em laboratório de ensaios de piezocone (CPTu), dilatométrico (DMT) e palheta (VT) em amostras siltosas compactadas em câmara de calibração. Adaptações da câmara de calibração, sistema de cravação e aquisição de dados serão realizadas, visando a execução de ensaios a diferentes velocidades, na faixa de 0,01mm/s a 100mm/s. Amostras homogêneas de materiais arenosos e siltosos serão compactadas e ensaiadas. A amostra arenosa (areia uniforme de comportamento conhecido) será utilizada para a execução de ensaios com o objetivo de aprimoramento da câmara, sistema de cravação e aquisição de dados. Na sequência uma amostra siltosa será ensaiada visando a obtenção da curva característica de drenagem. Complementa-se a presente pesquisa através da utilização de métodos numéricos para auxilio a interpretação. Soluções com base em expansão de cavidade, reconhecidas como úteis na interpretação da resposta de fundações em estacas e ensaios de campo como piezocone, dilatométrico e pressiométrico serão utilizadas. A ideia consiste em aprimorar as soluções analíticas, semi-analíticas e numéricas desenvolvidas para a interpretação de ensaios de campo. Como resultados esperados, busca-se uma melhor compreensão de ensaios de campo executados em materiais de fluxo transitório (materiais siltosos, dentre estes resíduos de mineração). Este entendimento irá auxiliar no planejamento e interpretação de ensaios e fornecer maior confiabilidade na obtenção de parâmetros geotécnicos.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gracyanne Freire de Araujo

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • educação empreendedora na universidade: experiências e inovações educacionais
  • A educação empreendedora é um alicerce central para a promoção de uma sociedade orientada pela criatividade, inovação e protagonismo. Entretanto, ainda conhecemos pouco sobre as experiências de inovação educacional que são produzidas e aplicadas no âmbito universitário. O objetivo dessa pesquisa é mapear, descrever e categorizar as experiências e inovações educacionais de empreendedorismo no âmbito do ensino superior. A pesquisa empírica orienta-se pelo método qualitativo, exploratório e interpretativo, com base em documentos variados e entrevistas em profundidade. Em um primeiro momento, serão mapeadas e selecionadas as experiências nacionais e internacionais de inovação educacional ligadas ao empreendedorismo. As experiências selecionadas serão documentadas e analisadas de forma a melhor descrever e categorizar suas singularidades e tipologias. O resultado da pesquisa poderá contribuir para melhor conhecer as experiências de inovação educacional no ensino do empreendedorismo, bem como regenerar e inspirar novas pedagogias.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Graziela Breitenbauch de Moura

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • políticas públicas para o desenvolvimento pesqueiro artesanal catarinense: um estudo de memórias e experiências em comunidades litorâneas do vale do itajaí.
  • As políticas públicas institucionais se manifestam pelo conjunto de programas e ações desenvolvidas pelos órgãos governamentais a fim de garantir direitos à população. Essas medidas no setor da pesca artesanal não se limitam somente a gerar efeitos econômicos, mas a trocas sociais que afetam as características culturais, sociais e artísticas de um território. Os relatos dos pescadores são peças chaves de um quebra cabeça e com resgate da cultura de trabalho que demarcam as suas especificidades em sua ação produtiva da pesca e nas políticas públicas de desenvolvimento do setor. O saber fazer integram a cultura do trabalho que muitas vezes foram perpetuadas pelas heranças simbólicas. Assim, esta pesquisa apresenta a seguinte pergunta norteadora de pesquisa: Como as experiências de vida de pescadores artesanais em comunidades podem resgatar memórias de uma arte? Este trabalho tem como objetivo geral analisar as experiências e memórias dos pescadores artesanais em comunidades litorâneas do Vale do Itajaí diante das políticas públicas para o desenvolvimento pesqueiro artesanal catarinense. Para isso, será verificado o contexto normativo catarinense da pesca artesanal e apresentado o pescador tradicional como transmissor ou intermediador entre o patrimônio cultural e a educação social. É importante compreender os saberes tradicionais de preservação das formas de vida dos pescadores artesanais e seus valores culturais e suas relações com as políticas públicas para o desenvolvimento da pesca artesanal. A metodologia adotada para esta pesquisa tem a abordagem qualitativa. Trata-se de uma pesquisa exploratória que busca conhecer com maior profundidade as memórias e experiências dos pescadores artesanais. Dessa forma, serão realizadas entrevistas semiestruturadas com 03 colônias de pescadores localizadas na região do Vale do Itajaí. Os resultados serão apresentados de forma analítica com textos interpretativos com o uso do software Atlas ti.
  • Universidade do Vale do Itajaí - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Graziela Dias Alperstedt

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ecossistemas de inovação social e cidades no brasil: um olhar direcionado aos negócios de impacto socioambiental (nis)
  • Esse projeto visa avançar na agenda de pesquisa nacional sobre os Ecossistemas de Inovação Social (EIS) e seus efeitos para ampliação da resiliência nas cidades, por meio de estudos comparados, com ênfase para os Negócios de Impacto socioambientaIS (NIS) no Brasil, suas práticas e os problemas socioambientais sobre os quais se mobilizam. Os NIS são aqui entendidos enquanto empreendimentos sociais que se caracterizam pelo hibridismo, a partir da combinação de diferentes lógicas. Os fundamentos teóricos do projeto encontram alicerce no debate atual sobre Ecossistemas de Inovação Social e suas consequências, e sobre os Negócios de Impacto (e definições afins). Para tanto, o projeto tem como objetivo geral compreender comparativamente as características e particularidades dos Ecossistemas de Inovação Social que envolvem os NIS na realidade de diferentes cidades brasileiras, a partir de cartografia que será realizada pelos pesquisadores em quatro regiões do país (Nordeste, Sudeste, Centro-Oeste e Sul). A pesquisa se inspira no enfoque analítico-metodológico de cartografia e análise de EIS já desenvolvido e testado a partir da experiência de implementação do Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF), que envolve a coleta de dados primários, com a aplicação de questionários, entrevista e observação, e de dados secundários. Assim, a pesquisa visa contribuir para o avanço da agenda de pesquisa sobre o tema, além de ampliar a conexão entre pesquisadores brasileiros envolvidos com a temática e favorecer o intercâmbio e a aprendizagem coletiva e colaborativa entre as diferentes comunidades de prática em torno dos NIS no Brasil e seus potenciais financiadores.
  • Universidade do Estado de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Graziela Jardim Pacheco

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • inserção de rota biossintética de canabinóides em actinomicetos: uma abordagem para análise de produtividade e seleção de microrganismos
  • Canabinóides obtidos de Cannabis sp são conhecidos por seus efeitos terapêuticos, com evidências para epilepsia refratária e outras doenças. Diferente do tetrahidrocanabinol (THC), outros canabinóides como o canabidiol (CBD) não têm efeitos psicoativos. O acesso a tratamentos à base de canabinóides apresenta desafios para o Sistema Único de saúde. Assim, a pesquisa e a produção de medicamentos à base de CBD contribuem de modo inovador para o desenvolvimento tecnológico nacional. A produção de canabinóides em organismos geneticamente modificados pode contribuir para a solução de problemas legais e regulatórios. O Brasil autoriza a comercialização de produtos derivados de Cannabis, mas o plantio ainda não é permitido para a pesquisa e produção do insumo no Brasil, devido à falta de estruturas de controle, do ponto de vista jurídico. Além disso, produtos vegetais estão sujeitos a variação sazonal e clima, que dificultam o controle da produção. Alternativamente, este projeto propõe desenvolver a produção de canabinóides sem THC, a partir de bactérias geneticamente modificadas. Em culturas microbianas a obtenção de canabinóides é mais reprodutível, permitindo melhor controle de concentração por lote. Ademais, estratégias de Biologia Sintética podem viabilizar a obtenção de outros canabinóides de baixo rendimento na planta. Procedimentos adotados para o insumo final podem seguir normas regulatórias de qualidade mais estabelecidas, adequadas para aprovação e permitindo o fornecimento de formulações inovadoras com mais segurança e eficácia. Cabe ressaltar que Farmanguinhos possui autorização da Anvisa e parceria para produção de CBD com insumo importado. Seu portfólio inclui antibióticos e imunossupressores, com insumos a partir de Streptomyces. Portanto, o domínio de técnicas de manipulação das vias metabólicas de Streptomyces apresentaria externalidades no desenvolvimento de processos produtivos de vários insumos para o Complexo Econômico-Industrial da Saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Graziela Piccoli Richetti

Ciências Humanas

Educação
  • a disseminação de conteúdos virais da internet e o conhecimento científico: potencialidades para o desenvolvimento da alfabetização científica e tecnológica
  • O crescente acesso à internet têm provocado mudanças nas formas de comunicação e disseminação de informações nas redes sociais. Alguns conteúdos alcançam rapidamente grande popularidade porque são acessados e compartilhados em larga escala, possuindo potencial de viralização. Muitos desses conteúdos estão relacionados à Ciência com finalidades diversas e diferentes daquelas para as quais foram produzidas. Verifica-se a necessidade de investigar de que forma é possível contribuir para a formação das pessoas para que se tornem capazes de avaliar esses conteúdos. Assim, propõe-se como questão de pesquisa: Quais as contribuições das oficinas temáticas sobre conteúdos virais relacionados à ciência, amplamente divulgados nas redes sociais, para a promoção da alfabetização científica? Para isso propõe-se analisar conteúdos virais cujos temas possam ser relacionados à Ciência e à Tecnologia e realizar oficinas temáticas sobre esses temas com estudantes da educação básica. Essa análise orientará a identificação das possibilidades e limitações dos conteúdos virais para a Alfabetização Científica e Tecnológica das pessoas. Inicialmente será realizado um levantamento dos principais assuntos pesquisados no buscador Google Trends. Os conteúdos digitais mais acessados relacionados com os principais assuntos pesquisados serão identificados e selecionados conforme sua relação com os conhecimentos científicos. Vídeos e imagens com conteúdos virais serão discutidos nas oficinas temáticas, que serão gravadas, transcritas e analisadas por meio da Análise de Conteúdo. As categorias serão definidas a posteriori e deverão compreender os indicadores de Alfabetização Científica e Tecnológica. A hipótese é que os resultados contribuam para caracterizar a forma como Ciência e Tecnologia são apresentadas nos conteúdos digitais virais de forma que possam orientar sobre o uso desses materiais no ensino de ciências e subsidiar outras pesquisas sobre os perfis de usuários destes conteúdos.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Graziele Ribeiro Bitencourt

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • simulação realística como tecnologia de capacitação na documentação clínica de enfermagem
  • A documentação clínica é de interesse nos processos de saúde, tanto na transmissão de informações sobre o paciente tanto em questões de faturamento no setor público. A enfermagem é o serviço que mais apresenta intervenções diretas ao paciente no contexto hospitalar, já que é responsável pelo monitoramento e vigilância contínua do mesmo. Os sistemas de linguagem padronizada em enfermagem podem auxiliar na padronização de termos utilizados na documentação de pacientes neste contexto, de modo a qualificar esses registros e evitar glosas no sistema de saúde. A simulação realística através da metodologia de aprendizagem baseada em problemas pode ser um método inovador de educação permanente no tema, pois através do uso de tecnologias pode refletir em situações cotidianas do próprio serviço. Entretanto, não foi encontrado na literatura científica estudos que utilizem a simulação realística com esta finalidade, de modo que precisa-se validar esse recurso enquanto estratégia educacional no desenvolvimento de linguagem padronizada no contexto hospitalar. A partir disso, este projeto apresenta como objetivo geral desenvolver e validar um plano educativo de desenvolvimento da documentação clínica em enfermagem no contexto hospitalar a partir da simulação realística com o suporte metodológico da Aprendizagem Baseada em problemas. Para tanto, utilizaremos como método o plano de intervenção, o qual fundamenta-se em nos pressupostos da pesquisa-ação, a partir das fases de: 1) planejar; 2) agir; 3) monitorar e descrever e 4) avaliar. Utilizaremos como instrumento de avaliação o validado em diferentes cenários e contextos Quality of documentation of nursing Diagnoses, Interventions and Outcomes (Q-DIO), que monitora a documentação clínica em enfermagem através do emprego de Sistemas de Linguagem Padronizada. Os dados serão analisados de forma estatística inferencial.
  • Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 26/05/2022-31/05/2024
Foto de perfil

Grazielle Rodrigues Pereira

Outra

Divulgação Científica
  • a construção da ciência brasileira: um diálogo entre o passado e o presente no estado do rio de janeiro
  • Este projeto, fruto de uma próspera relação colaborativa e integradora entre instituições de ciência e tecnologia fluminenses (IFRJ/Mesquita, UFF, Espaço Ciência Viva, CENABIO, UFRJ, INT, FIOCRUZ, Museu de Ciências da Terra) e a Universidade do Porto e o Centro Ciência Viva, em Portugal, busca promover e divulgar a ciência brasileira desenvolvida no passado e os seus desdobramentos para o contexto atual. Nossas estratégias de divulgação científica são pautadas na interatividade, mediação, itinerância, utilização de novas tecnologias e relação ciência e arte. O projeto contemplará todas as modalidades de eventos previstas no edital explorando temas como grandes cientistas nacionais e fluminense; a história da evolução da tecnologia no Brasil; Etnoastronomia; mulheres nas ciências, dentre outros. Além disso, prevemos ações itinerantes em 26 municípios do estado do RJ, alcançando um público presencial de, aproximadamente, trinta mil pessoas, com exposições, oficinas, mostras de vídeos e teatro científico. Os estudantes da educação básica (nosso público-alvo), com destaque para alunos surdos e meninas, poderão participar de visitas presenciais aos laboratórios no INT, UFF e UFRJ. Também estão previstas a apresentação de trabalhos dos alunos de Pós-graduação do IFRJ; realização da 5a. Feira de Ciências dos Pequenos Cientistas de escolas públicas da Baixada Fluminense; II Mostra Virtual de Vídeos científicos; e o V Seminário Luso-Brasileiro de Divulgação Científica, além de palestras e mesas redondas. Diversas atividades ocorrerão de forma híbrida e ficarão disponíveis nas plataformas e redes digitais sociais das instituições envolvidas no projeto, garantindo o acesso livre e irrestrito pelo público em geral. Dessa forma, buscamos estreitar os laços com a sociedade em geral, estimulando a reflexão crítica e a compreensão transversal de temas fundamentais para o debate qualificado a respeito de questões sociais, ambientais, científicas e éticas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 13/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Gregorio Luis Silva Araujo

Engenharias

Engenharia Civil
  • aplicação de solo transparente e geossintéticos em engenharia geotécnica
  • As obras de engenharia geotécnica envolvem grandes volumes de solos e, assim sendo, muitas vezes, geram grande impacto ambiental tendo em vista a necessidade de extração desses materiais. Além disso, o uso e ocupação do solo cada vez maior tem aumentado o custo desse consumo ao longo dos anos. Dessa forma, são necessárias contínuas pesquisas visando melhorar os métodos de dimensionamento, gerando menores impactos ambientais e reduzindo custos. Uma maneira de aumentar a vida útil, diminuir impactos ambientais e reduzir custos é por meio do uso de geossintéticos. Apesar de já serem empregados há alguns anos, os métodos de dimensionamento ainda necessitam de melhorias. Em pavimentação, rodoviária ou ferroviária, um dos problemas que pode haver é o bombeamento de partículas de um solo fino de menor capacidade (como o subleito) para uma camada superior, normalmente com grãos de grandes dimensões como, por exemplo, uma brita. Uma das formas de reduzir esse carreamento de grãos para camada superior é por meio de um geossintético como elemento separador. Outro problema que merece atenção é a resistência de interface entre geossintéticos e outros materiais em obras como aterro sanitário. Caso esse valor seja muito pequeno, o material sobrejacente pode deslizar , conforme pode-se encontrar na literatura. Também é possível avaliar tal interface por meio de solo transparente, técnica recente no assunto. Este projeto de pesquisa visa analisar ensaios de laboratório objetivando avaliar o uso da rugosidade dos geomembranas medidas por um microscópio óptico como um parâmetro de projeto. Por meio de outros experimentos, também tentará avaliar-se o uso de geossintéticos em pavimentos para evitar bombeamento de finos. Além disso, uma técnica de análise de imagem será empregada visando a obtenção de campos de deslocamentos em alguns ensaios. Os resultados podem ajudar a entender o comportamento das obras envolvidas.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 09/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Gregório Miguel Ferreira de Camargo

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • estudos genômico-moleculares para tamanho corporal, resistência a parasitas e doenças, variabilidade genética e viabilidade bioquímica de tecidos em equinos e asininos.
  • A presente proposta de projeto tem como objetivo propor estudos genômico-moleculares para equinos e asininos, espécies pouco estudadas no âmbito da genética e melhoramento animal. Propõe-se realizar estudos de associação genômica ampla com equinos da raça Campolina para quinze características morfométricas, realizar prospecção e associação de variação do número de cópias e identificação de assinaturas de seleção, na mesma população, verificar transferabilidade, desequilíbrio de ligação e rearranjo cromossômico em asininos genotipados com chips de SNPs. Estudo de prospecção de polimorfismos e comparação de populações em genes do MHC e PRDM9 em diversas raças de equinos e asininos. Esses genes possuem funções em resistência parasitária e aumento da variabilidade genética. Alguns grupos de equídeos domésticos são resistentes a parasitas e zoonoses e outros grupos possuem perda de variabilidade genética, cabendo ações para melhor manejá-los e conservá-los. Pretende-se ainda estudar genes expressos no leite e pele de asininos a fim de se melhor compreender o potencial biológico desses tecidos, valorizados no mercado e com potencial de valorizar e fomentar a produção da espécie. As metodologias estatísticas e laboratoriais a serem empregadas são as correntes e usuais usadas em genética e melhoramento animal e melhor descritas abaixo. Além da proposta acima, reforça-se que equinos e asininos possuem raças de tamanho e função diferentes, sendo interessante serem utilizados para se verificar efeitos de seleção. A proximidade das espécies de equídeos permite ainda estudos de evolução e especiação ainda não compreendidos, salientando conclusão obtidas outrora somente pela citogenética. A equipe proponente é composta por 10 doutores-pesquisadores de 6 instituições distintas, além de equipe de apoio composto por pós-doutorandos, alunos de pós-graduação e graduação.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Guido Imaguire

Ciências Humanas

Filosofia
  • noções hiperintensionais em metafísica
  • 1. O objetivo geral deste projeto é investigar as propriedades formais e possíveis aplicações de algumas noções metafísicas que têm sido propostas recentemente, incluindo em particular fundação e dependência ontológica. 2. A metafísica analítica desde os anos 50 do século anterior foi caracterizada pela ideia de que sua tarefa principal seria o estabelecimento de critérios de existência. Se destaca aqui a proposta de comprometimento ontológico proposto por Quine. Além disso, as teorias modais de mundos possíveis foram instrumento central na resolução de vários problemas de metafísica, incluindo estatuto de leis da natureza e das propriedades mentais. No entanto, nos últimos 10 anos surgiu uma nova proposta baseada na noção de fundação (grounding), que é uma noção hiperintensional (equivale ao "porque" explanatório), especialmente baseada na percepção de que tal noção resolveria impasses das propostas anteriores. 3. As noções de dependência e fundação aparecem conectadas em vários contextos. Alguns, inclusive, defendem sua identidade (seriam a mesma noção de prioridade metafísica). Pretendemos investigar as conexões e a possibilidade de definir uma em termos da outra. Além disso, pretendemos usar a noção de grounding para resolver (i) a disputa em torno do fisicismo, (ii) problemas da ontologia social, (iii) o estatuto das propriedades nas leis da natureza e (iv) a possibilidade de uma teoria de essência não baseada nas modalidades. 4. Pretendemos oferecer uma caracterização de fundação esclarecendo suas propriedades formais e suas possíveis aplicações nos itens mencionados (i)-(iv). 5. Em particular, pretendemos expandir a teoria padrão de fundação, que restringe sua aplicação a fatos, para todas as categorias ontológicas, incluindo objetos e propriedades. 6. A pesquisa será executada, como é usual em filosofia, no estudo dos artigos, discussão com pares, apresentação de trabalhos em eventos e publicações dos resultados.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Guido Lemos de Souza Filho

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • semana nacional de ciência e tecnologia
  • O conceito base da SNCT 2022 a ser realizada pela SECITEC-PMJP é a promoção de uma integração entre todos os atores do ecossistema de ciência, tecnologia e inovação em João Pessoa e várias cidades do estado da Paraíba, com uma programação variada, de grande abrangência espacial e de público, com ações transversais que envolvem interação de várias disciplinas relacionadas com ciência e tecnologia e inovação. A SNCT 2022 terá uma programação que envolve eventos itinerantes em 15 cidades do estado da Paraíba entre os dias 10 e 28/outubro/2022 e terá uma programação realizada em uma excelente área física na cidade de João Pessoa no período de 9 a 12/novembro/2022. A SECITEC de João Pessoa teve a honra de ter o seu projeto selecionado na Chamada CNPq/MCTI Nº 06/2021 para a 18ª SNCT e organizou seus eventos sob as fortes restrições sanitárias da pandemia Covid-19. Em 2022 teremos a chance de realizar um evento ainda melhor e mais abrangente, com atividades presenciais e maior participação da iniciativa privada através de um Plano de Patrocínio, visando incrementar o orçamento para aumentar a capacidade e a qualidade do evento com foco na ampliação do seu potencial multiplicador. Pretendemos apresentar o potencial dos projetos de C&T existentes na Paraíba e suas aplicações no mercado de trabalho e na sociedade, priorizando a redução da distância entre o conhecimento produzido nas instituições, universidade e nas inúmeras escolas e suas aplicações, além de divulgar a ciência e a tecnologia, incentivar a pesquisa entre os jovens do município de João Pessoa e de mais 15 municípios participantes.
  • Prefeitura Municipal de João Pessoa - PB - Brasil
  • 13/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Guilherme Augusto Barros Conde

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • desenvolvimento de metodologias e ferramentas de geoprocessamento para a identificação de zonas de risco e vulnerabilidade ao hiv/aids em adolescentes e jovens adultos no município de santarém-pará
  • O esforço de identificar regiões e zonas de crescimento da infecção pelo HIV e vulnerabilidade tem levado o Ministério da Saúde (MS) a fortalecer as ações de combate à doença. Ações como a identificação dos municípios com maior número de casos e a busca por indicadores que mapeiem e tracem o perfil de forma mais efetiva da disseminação e o avanço da do HIV/AIDS tem desafiado o MS e as secretarias de saúde dos estados mais afetados, como é o caso do estado do Pará. Neste contexto, este projeto traz a proposta inovadora de melhorar o desempenho do combate à disseminação do HIV através do desenvolvimento de uma ferramenta computacional que combine as informações da análise espacial com a descoberta de conhecimento utilizando técnicas de inteligência computacional, aplicados na tomada de decisões no processo de combate a HIV/Aids.
  • Universidade Federal do Oeste do Pará - PA - Brasil
  • 03/02/2020-28/02/2023
Foto de perfil

Guilherme Baldo

Ciências Biológicas

Genética
  • edição de células-tronco hematopoiéticas com crispr-cas9 para terapia gênica ex vivo das mucopolissacaridoses
  • As mucopolissacaridoses (MPS) são doenças lisossômicas raras causadas por deficiências de enzimas lisossômicas e consequente acúmulo de glicosaminoglicanos. Os pacientes podem apresentar manifestações viscerais e neurológicas graves, com degeneração irreversível. Os tratamentos disponíveis aprovados possuem limitações importantes, como administrações repetidas, ação somente nos tecidos viscerais, custo extremamente elevado (na terapia de reposição enzimática), morbimortalidade associada ao procedimento e necessidade de doadores compatíveis (no transplante alogênico de células-tronco hematopoiéticas alogênico). Dadas as limitações apresentadas, propomos o desenvolvimento de um produto terapêutico baseado em terapia gênica ex vivo, no qual células-tronco hematopoiéticas (CTH) são submetidas à edição genômica ex vivo e transplantadas ao paciente (no caso, no modelo animal), constituindo um transplante autólogo e suprindo as deficiências do transplante convencional. Os produtos consistem em vetores recombinantes adeno-associados (rAAV) contendo trangenes para a expressão das enzimas IDUA e IDS – para o tratamento das MPS do tipo I e II – e sequências de homologia para integração a um locus safe harbor no genoma após indução da quebra do DNA pelo sistema CRISPR/Cas9. O vetor contendo IDS é absolutamente inovador, enquanto que resultados preliminares do produto contendo IDUA para MPS I mostraram que este é eficaz na correção das manifestações fenotípicas da doença, inclusive com atividade enzimática significativa no cérebro, algo difícil de ser observado em outras terapias experimentais. Assim, os produtos terapêuticos aqui apresentados possuem grande potencial de se tornarem terapias curativas para as MPS I e II. Se bem sucedidos, estes produtos podem conferir uma terapia de dose única e curativa para os pacientes e, ainda, gerar uma economia significativa para o SUS, uma vez que as terapias dispendiosas usadas agora poderiam ser substituídas pela terapia da presente proposta.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 08/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Guilherme Bergmann Borges Vieira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • análise dos fatores de sucesso na gestão da cadeia de suprimentos relacionados a diferentes cenários de mercado
  • As cadeias de suprimentos são críticas para a economia e constantemente afetadas por eventos que impactam a dinâmica dos mercados, tais como pandemias, conflitos, mudanças legais, entre outros. Tais eventos afetam a demanda, os preços, a imagem das marcas e a saúde financeira das empresas. Para que as empresas e as cadeias consigam se adaptar a tais eventos, é necessário identificar os diferentes tipos de cenários a que podem estar sujeitas e sua relação com os fatores críticos de sucesso (FCS). Nesse sentido, com base em uma revisão sistemática da literatura, foram identificados os principais FCS associados à gestão da cadeia de suprimentos e definidos os possíveis cenários a que podem estar sujeitas, de acordo com seu nível de incerteza. Nas etapas subsequentes da pesquisa, este projeto se propõe a uma validação qualitativa por meio de um grupo focal composto por gestores especialistas no tema e quantitativa mediante uma survey com gestores de empresas dos setores metal mecânico e automotivo do Brasil e do México. Esses setores foram selecionados tanto devido à amplitude, internacionalização e complexidade de suas cadeias de suprimentos quanto por sua relevância econômica e social para os dois países em questão. Como resultados esperados, busca-se a validação de um modelo de relação entre FCS e níveis de turbulência em cadeias de suprimento, com impactos científicos e de inovação tecnológica, a partir de um configurador de priorização de estratégias para diferentes cenários de mercado que apoiará a tomada de decisão por parte das empresas. Desse modo, os resultados da pesquisa e o produto tecnológico a ser desenvolvido contribuirão para a alavancagem da competitividade das cadeias de suprimentos dos setores e países em análise, gerando impactos econômicos (eficiência e eficácia produtiva) e sociais (emprego e trabalho) para as regiões.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Guilherme de Sousa Ribeiro

Ciências da Saúde

Medicina
  • avaliação do desempenho de testes sorológicos para diagnóstico de infecção pelo sars-cov-2
  • Segundo uma pesquisa realizada com 119 cientistas que investigam a COVID-19 em 23 países, 89% deles acreditam que a doença se tornará endêmica no mundo. Diante deste cenário, mesmo em um contexto de elevada cobertura vacinal, o fortalecimento da capacidade de diagnóstico da infecção permanecerá como uma necessidade para definir condutas médicas e orientar ações de vigilância e prevenção da transmissão do vírus. Entre os métodos diagnósticos existentes, a técnica de RT-PCR em secreções obtidas das vias aéreas é considerada o padrão ouro para o diagnóstico da COVID-19. Entretanto, o RT-PCR não é suficientemente sensível após a primeira semana do início dos sintomas e requer profissionais e laboratórios especializados. Ao contrário, testes sorológicos, baseados na detecção de anticorpos, são úteis após a primeira semana do início dos sintomas, apresentam maior simplicidade na execução e um maior número de laboratórios tem condições de empregá-los. Eles são ainda fundamentais durante inquéritos populacionais. As plataformas mais utilizadas pelos testes sorológicos são as de imunoensaio, quimioluminescência, imunofluorescência e imunocromatografia. Esta última é empregada nos testes rápidos, que oferecem um resultado em cerca de 15 minutos, sem a necessidade de infraestrutura laboratorial. Entretanto, pouco se sabe sobre a capacidade de muitos dos testes sorológicos em uso em distinguir pessoas com COVID-19 daquelas com outras doenças, daquelas que tiveram uma infecção pregressa pelo SARS-CoV-2 e mesmo daquelas que foram vacinadas. Também não está claro se a variante viral circulante pode influenciar no desempenho destes testes. Nós propomos criar um grande biorrepositório de amostras de soro de pacientes bem caracterizados clinicamente e avaliar o desempenho de diferentes testes sorológicos, quanto a sensibilidade, especificidade e reprodutibilidade. Os resultados servirão para orientar os laboratórios e secretarias de saúde sobre quais testes utilizar em suas rotinas.
  • Fundação Oswaldo Cruz - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Guilherme Diniz Tavares

Ciências da Saúde

Farmácia
  • nanopartículas poliméricas contendo dexametasona para o tratamento da síndrome respiratória aguda grave relacionada à covid-19: estudo de escalonamento, investigação da eficácia e avaliação da estabilidade após inclusão em formulação inalatória
  • Com o surgimento do SARS-CoV-2, cientistas do mundo inteiro têm focado na avaliação de protocolos para tratamento da COVID-19, sobretudo nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), a qual é caracterizada por intensa inflamação pulmonar. Por outro lado, apesar da aprovação de vacinas, a influência de variantes do vírus na eficácia vacinal ainda é incerta. Sob essa perspectiva, a pesquisa por alternativas terapêuticas inovadoras poderá contribuir para mitigar os efeitos graves decorrentes da SRAG. Ainda não há consenso em relação ao tratamento dessa síndrome. Entretanto, a dexametasona (DEX), devido às ações anti-inflamatória e imunossupressora, vem sendo amplamente empregada. A DEX é disponibilizada comercialmente apenas em formas de administração oral ou parenteral. Assim, o desenvolvimento de sistemas para sua entrega pulmonar pode ser promissor. Para isso, a aplicação de nanocarreadores tem sido proposta, com destaque para as nanopartículas poliméricas (NP). A quitosana (QT) é bastante utilizada para o preparo das NP devido às suas propriedades biológicas, incluindo a ação anti-inflamatória, o que poderia potencializar a atividade da DEX. Ademais, estudos indicam a ação anti-SARS-CoV-2 da QT. Nesse cenário, nossa equipe está envolvida em um projeto, referente à dissertação de mestrado em andamento no Programa de Pós-graduação em Ciências Farmacêuticas da UFJF, que visa desenvolver e caracterizar NP de QUI contendo DEX e padronizar as condições de secagem para obtenção de formulação inalatória. Portanto, com a proposta aqui apresentada, pretendemos dar um passo além: objetivamos padronizar a produção em escala piloto dessas nanopartículas, o que tornaria mais exequível sua secagem posterior, e avaliar, in vitro, os efeitos anti-SARS-CoV-2 e anti-inflamatório das mesmas. Pretendemos também desenvolver e caracterizar a formulação inalatória, investigar seu efeito anti-inflamatório in vivo e estudar a estabilidade do produto ao longo do tempo.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Guilherme Dotto Brand

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • nova estratégia de combate a infecções bacterianas utilizando peptídeos e peptômeros imunomoduladores ativados por proteases locais
  • De acordo com a Organização Mundial de Saúde, dos 32 antibióticos no pipeline das indústrias em 2019, somente 6 foram considerados inovadores por explorar novos mecanismos de ação e/ou novos alvos moleculares. Isso indica uma crescente escassez de medicamentos para o combate dos chamados microrganismos resistentes, os quais devem causar a morte de 10 milhões de pessoas ao ano em 2050. O presente projeto se propõe ao desenho racional e síntese química de peptídeos, N-metil-peptídeos e peptômeros (polímeros híbridos de peptídeos e peptóides) compostos por três módulos: (i) um módulo de característica membrano-ativa, capaz de acúmulo preferencial em membranas procarióticas; (ii) um módulo dotado de um sítio de hidrólise para proteases humanas e/ou microbianas encontradas no sítio da infecção; e (iii) um terceiro módulo com características quimiotáticas, capaz de promover a atração de leucócitos e estímulo da resolução da infecção e inflamação por meio da ativação de receptores de peptídeos formilados do tipo 2 (FPR2). O trabalho toma como ponto de partida a quimera peptídica Chim2, sintetizada previamente em nosso grupo, e pretende otimizar a estrutura e função de novos análogos em aspectos relevantes ao seu mecanismo de ação. Este projeto de pesquisa reúne elementos de Química fina seguido por grupos especializados em Morfologia e Imunologia Aplicada, com apoio translacional do centro de pesquisa clínica do Hospital Universitário, para além de colaboração internacional com a Universidade de Edimburgo. Assim, contemplamos estudos in silico, a síntese química de análogos da série Chim, testes biológicos in vitro utilizando sistemas modelo e culturas celulares 2 e 3D humanas, para além de estudos com modelos de infecção in vivo. Ao cabo deste, teremos elementos para a seleção de um composto “Hit to lead” (H2L) com ação antibacteriana com mecanismo inovador para patenteamento e ensaios clínicos em território nacional.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025