Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Poliana de Araújo Palmeira

Ciências da Saúde

Nutrição
  • insegurança alimentar, saúde, nutrição e programas governamentais: estudo de coorte no semiárido nordestino, 2011-2024
  • A Insegurança Alimentar (IA) expressa na experiência de privação no acesso aos alimentos está dentre os mais importantes problemas sociais e de saúde pública a serem enfrentados no mundo. O agravamento do quadro de fome e IA no Brasil faz com que seja necessária a realização de estudos longitudinais de monitoramento deste problema, buscando preencher importantes lacunas de conhecimento, a saber: (1) conhecer o impacto dos programas governamentais intersetoriais na redução da IA da população, especialmente dos grupos mais vulneráveis, informação fundamental para a construção de estratégias efetivas de superação da IA; (2) conhecer o efeito, em longo prazo, da IA na alimentação, estado nutricional e qualidade de vida das pessoas; e (3) verificar a associação entre IA e desfechos de saúde em indivíduos acometidos por doenças crônico não transmissíveis, com a finalidade de identificar potenciais caminhos para o cuidado nutricional. Assim, como hipótese este estudo considera que na ausência ou fragilidade das iniciativas governamentais para garantia do acesso aos alimentos, a IA se mantém persistente em comunidades vulnerabilizadas e que a experiência de IA implica em piores desfechos de saúde como a redução da qualidade de vida, piora da dieta, desvios do estado nutricional e pior gerenciamento de cuidados em saúde. Será realizado um estudo longitudinal do tipo coorte, sendo uma continuidade de um projeto de pesquisa iniciado em 2011, que monitora a situação de IA em uma coorte de famílias de um município do semiárido paraibano, cuja coleta de dados conta com três segmentos realizados em 2011, 2014 e 2019. Desta forma, propõe-se duas frente de pesquisa: (1) realização do terceiro follow-up (2022) da coorte; e (2) execução de um inquérito epidemiológico representativo da população do município, compondo a linha de base para uma nova coorte (2022) com a realização de nova etapa de segmento em 2024.
  • Universidade Federal de Campina Grande - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Polliana de Luna Nunes Barreto

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • práticas inovadoras de gestão com aporte da sustentabilidade e tecnologias na jurisdição cível brasileira.
  • O acesso à Justiça, garantia constitucional a todos, deve ser fundamentado na igualdade de direitos e na solidariedade coletiva, esta deve ser promovida sempre em busca da democratização e aperfeiçoamento dos serviços judiciários. Nesse sentido, esta proposta visa realizar um estudo aplicado sobre práticas inovadoras de gestão consubstanciadas pelo aporte conceitual da Sustentabilidade e das Tecnologias da Informação e Comunicação no sistema composto por meios consensuais de solução de conflitos na jurisdição cível brasileira. Tendo em vista que o uso refletido da tecnologia pode não apenas reduzir o impacto no uso dos insumos necessários à prestação do serviço como também pode viabilizar acesso de mais pessoas ao Judiciário. Por outro lado, existem dificuldades a considerar nesse processo, quais sejam: a incipiente cobertura de internet para muitos cidadãos; carência de equipamentos adequados e a artificialização das relações interpessoais quando mediadas pela tecnologia se dissociadas de posturas empáticas e éticas. Nesse sentido, a Sustentabilidade como conceito basilar desta investigação poderá apontar caminhos potenciais para o fortalecimento do acesso à justiça, mas não só um acesso realmente inclusivo. Metodologicamente o lócus será a 2º Unidade do Juizado Especial Cível e Criminal de Juazeiro do Norte-CE, sobre o qual será elaborado um diagnóstico situacional para de posse desse cenário seja elaborada uma ferramenta tecnológica na modalidade aplicativo com a finalidade de divulgar de forma mais efetiva as informações sobre os processos e procedimentos do órgão para o jurisdicionado. A coleta de informações se fará através de levantamento documental, survey, entrevistas semiestruturadas. O aplicativo será híbrido em vista dos aspectos de economicidade desse tipo de app. Ele é mais barato que a versão nativa e requer menos membros na equipe de desenvolvimento, além de não precisar desenvolver códigos exclusivamente para Android e iOS.
  • Universidade Federal do Cariri - CE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Polyanna Mara de Oliveira

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • 4ª feira de ciências do semiárido mineiro
  • Com soluções criativas para diversos problemas cotidianos, as ideias desenvolvidas por estudantes de ensino fundamental e médio que participarão da 4ª edição da Feira de Ciência do Semiárido Mineiro, objeto dessa proposta, poderão fomentar o interesse pela ciência, despertar a curiosidade e estimular o empreendedorismo. O desenvolvimento do método, o raciocínio lógico e o incentivo da comunicação oral podem ser um dos conhecimentos agregados com o desenvolvimento de projetos e a participação na feira de ciências. O intercâmbio de conhecimentos entre instituições escolares e de pesquisa promoverá o desenvolvimento científico, tecnológico e de inovação uma vez que propiciará a ampliação do pensamento lógico, a vivência do método científico, o conhecimento do ambiente e a sondagem de aptidões, a preparação para o trabalho e a integração do estudante na sociedade. Com essa visão a Epamig Norte realizará em novembro de 2021 a 4ª Feira de Ciência no Semiárido Mineiro, abrangendo a microrregião de Janaúba -MG colaborando com a melhoria na qualidade de ensino de escolas públicas e privadas, levando a ciência e a tecnologia à sociedade norte mineira.
  • Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 06/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Priscila Alves Barroso

Ciências Agrárias

Agronomia
  • seleção de genótipos de plantas ornamentais de vaso resilientes às altas temperaturas do sudoeste piauiense utilizando métodos convencionais e de visão artificial associados a machine learning
  • A adoção de novas áreas produtivas de plantas ornamentais será um processo natural dada a perspectiva de expansão do setor no Brasil. Incentivos governamentais, aliado às tecnologias, viabilizarão e otimizarão a atividade em novas áreas com condições edafoclimáticas adversas. O Sudoeste Piauiense (SOPI), integra a região conhecida como a última fronteira agrícola do país, está localizado distante dos grandes centros produtores de plantas ornamentais. As plantas comercializadas chegam, em sua maioria, com baixa qualidade e alto custo. Para atender a demanda do mercado consumidor, mesmo com as altas temperaturas predominantes, acredita-se que é possível diversificar a produção agrícola do SOPI com estratégias para introdução e cultivo de plantas ornamentais de vaso, inexistente na região. A introdução de pimenteiras e girassóis ornamentais em Bom Jesus – PI, será o primeiro passo para o desenvolvimento da atividade no SOPI. As estratégias seguidas se basearão: (i) na seleção de genótipos resilientes a altas temperaturas a partir de screening em cultivares adotadas em outras regiões e acessos de bancos de germoplasma de instituições parceiras, utilizando índices de seleção e análises uni e multivariadas a partir de caracteres morfológicos, anatômicos e fisiológicos; (ii) na indução in vitro de poliploides que reúnam caracteres de qualidade para o mercado e mais tolerantes ao estresse; (iii) na definição de um método para utilização de técnicas de visão artificial, a partir de imagens RGB e de reflectância, e algoritmos de machine learning que permitam a seleção e predição de genótipos de qualidade ornamental tolerantes as altas temperaturas de forma precisa, rápida, não destrutiva/invasiva e a baixo custo. Este projeto é pioneiro na região, e consiste na etapa inicial de um programa de melhoramento que busca a longo prazo registrar cultivares de plantas ornamentais com identidade regional.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Priscila Barros David

Ciências Humanas

Educação
  • avaliação do ensino remoto na educação infantil durante a pandemia da covid-19: um estudo etnográfico sob a ótica das famílias e perspectivas futuras
  • Esta pesquisa tem como objetivo dar seguimento a um estudo iniciado em 2020 sobre a implementação do Ensino Remoto Emergencial (ERE) em escolas de educação infantil, da rede privada de ensino, na cidade de Fortaleza, Ceará, na perspectiva das famílias das crianças. A fase inicial da pesquisa foi conduzida em uma pesquisa de levantamento, do tipo survey, cujos resultados preliminares indicaram limitações de planejamento, infraestrutura e acompanhamento do ensino remoto, na visão das famílias, as quais, por outro lado, reconheceram a importância do sistema para a manutenção do vínculo das crianças com a escola e uma maior segurança contra a COVID-19. Com o avanço da campanha de vacinação no estado do Ceará ao mesmo tempo em que as crianças pequenas seguem sem ser contempladas com a vacina, questiona-se sobre a continuidade da oferta do ERE para a Educação Infantil. O ensino remoto passará a ser avaliado, numa perspectiva etnográfica, investigando-se a experiência de 50 famílias, dentre as 201 participantes da 1ª fase do estudo. Serão exploradas as características que mais se destacaram até o momento e espera-se viabilizar o delineamento de novas metodologias para uma possível continuidade da oferta do modelo, inclusive na esfera pública de ensino. A pesquisa será conduzida em quatro etapas, observando-se os princípios operativos da etnografia interacional, com a proposição de questões iterativamente, separação de dados representativos e implementação de eventos de análise. Incialmente, modelos de implantação do ERE, na ótica das famílias, serão explorados mediante a realização de uma revisão sistemática integrativa. Em seguida, os pesquisadores entrarão em campo para o relacionamento com o universo da pesquisa. Finalmente, será realizada uma análise contrastiva de dados para a elaboração de casos expressivos. Espera-se contribuir com o mapeamento do ERE no contexto em tela para uma melhor compreensão sobre o modelo e o estabelecimento de perspectivas futuras.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Priscila Fabiane Farias

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • estratégias metodológicas, de atuação e de desenvolvimento profissional de professores de inglês em tempos críticos: conflitos, resistência e resiliência
  • Este projeto objetiva estudar possíveis impactos da crise gerada/agudizada pela pandemia do novo coronavírus no fazer pedagógico de professores de inglês. Partindo da premissa que a preparação profissional de educadores pode ter lacunas no que concerne ao enfrentamento de situações atávicas, temos como objetivos específicos: a) mapear orientações de redes de educação de Santa Catarina (estadual, municipais e federal), tanto no período de fechamento de escolas quanto de retorno às aulas presenciais e/ou regime híbrido, focando no que diz respeito à preparação docente para lidar com essa situação de crise; b) identificar como professores têm organizado sua atuação neste contexto, particularmente no que concerne a estratégias metodológicas de ensino, movimentos de compreensão e aproximação do contexto e, ao suprimento de demandas de desenvolvimento profissional; c) investigar, a partir dos mapeamentos preliminares, recursos/mecanismos acionados em termos de participantes envolvidos, nível de agência desses participantes, foco de atividades, atendimento de diretivas institucionais, observância de potenciais e limitações das comunidades escolares, iniciativas de investigação docente sobre sua prática e aspectos que podem ter feito parte de seu repertório formativo; e, por fim, d) analisar em que medida o uso dessas estratégias formativas e de atuação tiveram impactos na sua resiliência profissional, bem como apontam direcionamentos possíveis na prática desses docentes. Trata-se, portanto, de um estudo de caso, conduzido majoritariamente de maneira qualitativa, com dados coletados por meio de questionários, entrevistas e grupos focais. Espera-se que os resultados possam informar políticas e programas de formação de professores e mapear possibilidades de acompanhamento continuado e dialógico em espaços de atuação de professores da educação básica nos quais docentes, discentes e comunidade possam ser protagonistas de processos de inovação pedagógica e curricular.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Priscila Pereira Coltri

Ciências Agrárias

Agronomia
  • coffee change: uma análise integrada dos riscos, desafios e oportunidades da cafeicultura frente às mudanças climáticas
  • A questão climática é urgente. Há poucas análises integradas de sistemas cafeeiros que considerem a combinação de fatores climáticos, sociais, econômicos e agrícolas para delimitar estratégias eficientes de adaptação e mitigação. As práticas disseminadas para resiliência ao setor são amplas, mas faltam estratégias customizadas. Nesse contexto, o projeto Coffee Change aborda as seguintes questões de pesquisa: Como os cafeicultores podem utilizar suas práticas de produção para construir resiliência promovendo adaptação e mitigação? Qual a percepção dos cafeicultores frente ao risco climático? Como os fatores sociais e históricos da produção produzem sentido para ações relativas às mudanças climáticas? Quais os principais desafios e oportunidades da Cafeicultura frente às mudanças do clima? A hipótese é que a análise integrada da produção cafeeira, dentro da abordagem de pesquisa-ação participativa (PAR), é capaz de subsidiar a criação de estratégias específicas aos produtores de café, para adaptar o setor cafeeiro às mudanças do clima, bem como mitigar o risco climático. O objetivo do projeto é aplicar uma metodologia integrada e multidisciplinar para analisar o impacto das mudanças climáticas, as possibilidades de adaptação e mitigação, entendendo as oportunidades e desafios do setor cafeeiro. Dividido em seis frentes de trabalho, o projeto analisará: (1) clima atual e futuro; (2) oportunidade e desafios de atividades de mitigação e adaptação; (3) a percepção do risco das mudanças climáticas pelos produtores; (4) o risco econômico (5) o uso do solo cafeeiro e (6) a análise integrada dos resultados. O projeto utilizará a abordagem de pesquisa-ação participativa, que conta com a participação e ação dos membros da comunidade cafeeira. Os resultados da pesquisa têm potencial de gerar evidências importantes a produtores e formuladores de políticas para a proposição, execução e disseminação de estratégias de gestão do risco climático na cafeicultura.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 23/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Priscila Schmidt Lora

Engenharias

Engenharia Biomédica
  • desenvolvimento de um sistema de eletrodos de grafeno, específico para dispositivo de determinação do tempo de coagulação sanguínea
  • O projeto desenvolvido neste edital nasce de uma parceria entre uma startup gaúcha Biosens (incubada no parque tecnológico Tecnosinos) e a Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS), ambas situadas em São Leopoldo, na região da grande Porto Alegre (Rio Grande do Sul). O produto foco deste projeto é um teste rápido para determinação da coagulação sanguínea que apresenta uma melhoria tecnológica sobre um outro produto já desenvolvido pela equipe de pesquisa aqui representada, sendo este com um depósito de patente internacional e um contrato de licenciamento para a empresa Biosens. Como resultado do desenvolvimento da primeira fase deste projeto de pesquisa foi possível construir um primeiro protótipo do dispositivo para determinação da coagulação sanguínea (avaliado através do tempo de protrombina) através de serigrafia utilizando uma pasta de grafeno que teve confecção da própria equipe desenvolvedora deste projeto. Em um curto período de 6 meses de desenvolvimento, em um cenário de difícil acesso as facilidades da universidade em decorrência da pandemia do coronavírus, foi possível realizar um bom escopo de experimentação e chegar a um produto com potencial de inovação com real capacidade de ir ao mercado. Paralelo ao desenvolvimento experimental decorrente deste período a startup, junto com os seus pesquisadores associados avançou no desenho do modelo de negócios da empresa, conquistou um edital para validação de tecnologias voltadas ao SUS (PPSUS) – sendo este edital uma possibilidade de testar o produto em larga escala em contexto dos usuários do SUS e realizou uma série de pesquisas de mercado. Essa trajetória de gestão da inovação da empresa consolidou a necessidade do produto desenvolvido e a sustentabilidade da empresa com as projeções de preço e venda do produto. Contudo, o protótipo ainda precisa de aprimoramento para estar na sua apresentação final de colocação no mercado, e nesse sentido a aprovação para fase II deste edital é essencial para incremento de apoio a fixação da mão de obra qualificada no desenvolvimento deste produto bem como para compra de insumos necessário.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 08/10/2021-30/04/2023
Foto de perfil

Priscilla Barbosa Ferreira Soares

Ciências da Saúde

Odontologia
  • aplicação de novos protocolos reabilitadores em pacientes oncológicos e diabéticos atendidos no sus- avaliação por estudos clínicos
  • O envelhecimento da população tem acarretado no aumento da prevalência e incidência de patologias que aumento o risco das perdas dentárias. Dentre essas condições, a radioterapia na região de cabeça e pescoço e o diabetes mellitus se destacam pelas taxas de sucesso mais reduzidas no tratamento odontológico de forma geral. Pacientes diabéticos e submetidos a radioterapia apresentam maior prevalência de cárie, fragilidade dentária e doença periodontal, e terapias que possam tratar adequadamente essas condições evitam a exodontia que é fator de risco para infecções em diabéticos e osteonecroses em pacientes submetidos a radioterapia. Em não sendo possível a manutenção dentária, a exodontia e a substituição desses dentes por implantes dentários deve ser realizadas de forma mais conservadora possível. O nosso grupo de pesquisa vem propor a abordagem terapêutica dentária integral para esses pacientes por meio por meio do uso de pastas com alta concentração de flúor no controle de cáries, na aplicação da fotobiomodulação (PTBM) e do uso de concentrados sanguíneos (plasma rico em fibrina) no tratamento periodontal e no reparo de alvéolos pós extração, na aceleração do processo de osseointegração por meio da PTBM e da utilização do sistema de CAD-CAM associado a reabilitação de próteses sob implantes manufaturadas com resina híbrida de alta resistência. Os tratamentos propostos tem demonstrado em estudos pré-clinicos (in vitro e in vivo) e em estudos experimentais em humanos sem fatores de risco, bom potencial para melhorar os processos de reparo dos tecidos orais e a hipótese a ser testada nesse projeto é que esses protocolos irão melhorar a previsibilidade no manejo dos pacientes diabéticos e submetidos a radioterapia. Para testar essa hipótese, propomos nesse projeto testar esses protocolos em estudos clínicos controlados e randomizados nessa população
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Priscilla Christina Olsen

Ciências Biológicas

Imunologia
  • bactérias resistentes a antimicrobianos de importância clínica: caracterização da resposta imunitária humoral, busca de novos alvos bacterianos e abordagens terapêuticas inovadoras
  • A emergência e propagação de bactérias resistentes a antimicrobianos é um sério problema de saúde pública mundial. Os antimicrobianos existentes estão se tornando obsoletos e poucos compostos novos vêm sendo desenvolvidos. Dada a velocidade com que a resistência evolui, é evidente a imensa demanda por novos antimicrobianos e alternativas de tratamento. Neste sentido, propomos criar uma ampla frente de estudos com objetivo de desenvolver estratégias e tecnologias alternativas para o tratamento de infecções bacterianas multirresistentes de importância clínica. Estudaremos a resposta imunitária celular e humoral de camundongos e humanos frente a epítopos bacterianos relacionados à resistência antimicrobiana, como o TolC, uma proteína de bomba de efluxo RND. Será testada a afinidade dos anticorpos do soro de camundongos imunizados com TolC recombinante, e do soro de pacientes infectados com Gram-negativas de importância clínica, à proteína TolC para seleção de células B de memória específicas para TolC. Estas células serão isoladas singularmente para PCR-clonagem da Imunoglobulina G e produção de anticorpos monoclonais (mAb), que serão testados quanto a afinidade e efeito antimicrobiano. Em paralelo, exploraremos o potencial da glicosamina-6-fosfato sintase (GlmS), uma enzima da via de biossíntese de açúcares, como novo alvo farmacológico. Serão realizadas as caracterizações estruturais de GlmS e TolC e triagem virtual de moléculas com bancos de dados de fármacos, compostos orgânicos e substâncias bioativas da biodiversidade brasileira com ferramentas de bio e imunoinformática. Construiremos uma plataforma para seleção de compostos contra GlmS e mAbs anti-TolC, considerando características farmacocinéticas e toxicológicas. Serão desenvolvidas nanoformulações com mAb anti-TolC e compostos contra GlmS selecionados, que serão testadas in vitro e in vivo, visando aumentar o arsenal antimicrobiano para bactérias como E. coli, P. aeruginosa, K. pneumoniae e A. baumannii.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Priscyla Christine Hammerl

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • plataforma integra: implantação do observatório do turismo centro e missões do rio grande do sul
  • A proposta do Observatório de Turismo Centro e Missões do Rio Grande do Sul surge com o objetivo de criar um sistema de informação e monitoramento da atividade turística destes territórios. Os observatórios de turismo surgem a partir de uma iniciativa da Organização Mundial do Turismo (OMT) em 2004, visando reforçar as capacidades institucionais de gestão de informação e o acompanhamento do turismo sustentável, fornecendo aos gestores do turismo e stakeholders orientações para a construção de uma estrutura para a coleta regular, análise e comunicação de informações, relacionadas aos impactos do turismo nos aspectos ambientais, sociais, culturais e econômicos dos destinos. No Brasil, os primeiros Observatórios de Turismo surgem a partir de 2006 a partir dos 65 destinos turísticos elencados pelo Ministério do Turismo (MTUR) com o objetivo de criar mecanismos, não só quantitativos, mas qualitativos de análises de cenários e tendências sobre a regionalização integral do turismo. Nesse sentido, o Observatório de Turismo Centro e Missões do Rio Grande do Sul nasce com o propósito de sanar a problemática da inexistência de informações sistematizadas sobre o setor do turismo nos territórios Quarta Colônia e Missões. Como hipótese central sugere-se que a sistematização das informações e o monitoramento da atividade turística irá contribuir para o desenvolvimento sustentável. Assim, busca-se: Mapear e monitorar a atividade turística através de estudos, que permitam um melhor conhecimento da oferta e demanda turística dos territórios; Propor e estabelecer instrumentos para a produção de pesquisas por meio de indicadores específicos para os territórios em estudo; Conceber e implantar um sistema de informações e monitoramento do turismo, através de um portal online de acesso livre, a Plataforma INTEGRA; Metodologicamente, a equipe lançará mão de instrumentos como: questionários, pesquisa documental e dados secundários.
  • Instituto Federal Farroupilha - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Puebla Cassini Vieira

Outra

Divulgação Científica
  • i mostra virtual de ciências das escolas públicas em ubá/mg
  • Com os avanços nas áreas de ciência e tecnologia é consenso na sociedade sobre a importância e necessidade de elaboração de políticas e estratégias pedagógicas fora do âmbito escolar, que aproximem alunos, professores e comunidade do conhecimento científico. Neste sentido, o desafio atual das instituições de ensino não é apenas transmitir conhecimento científico, mas sim torná-lo mais atraente para o público em geral e explorar os espaços sociais fora do ambiente acadêmico, denominados espaços não formais de ensino, como as redes sociais, visando estimular a curiosidade e motivação para aprender ciência. Desta forma, propõe-se aqui a criação da I Mostra Virtual de Ciências das Escolas Públicas de Ubá/MG voltada para alunos do ensino fundamental, médio e técnico. Ainda, visando fortalecer o evento, pretende-se associá-lo aos recursos e experiências de um projeto de extensão que encontra-se em andamento na UEMG (unidade Ubá) na área de educação e divulgação científica. Para participar do evento, as equipes deverão escrever e submeter um projeto de pesquisa, estruturado no método científico, cuja avaliação será realizada por um comitê científico, eleito pela comissão organizadora do evento. Aqueles trabalhos selecionados, deverão ser apresentados pela equipe nos formatos de imagem, vídeo e podcast, os quais serão divulgados nas principais redes sociais, como Instagram, Facebook, YouTube e Twitter. Os trabalhados publicados nas redes sociais serão avaliados novamente pelo comitê científico e também por votação aberta nas redes sociais para concorrerem as premiações. Espera-se com este projeto promover o intercâmbio entre UEMG e a rede de ensino básico local, estimulando nos participantes do evento, a criação, divulgação, criatividade, inovação e interesse pela área científica.
  • Universidade do Estado de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 13/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Puspitapallab Chaudhuri

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • efeitos de interações intermoleculares em aglomerados de moléculas atmosféricas e materiais nanoestruturados
  • Com o objetivo de consolidar nossos estudos sobre estrutura eletrônica e espectroscopia de sistemas moleculares, planejamos este projeto em torno de dois tópicos importantes e atuais: (1) As propriedades físico-químicas dos aerossóis atmosféricos orgânicos e (2) as interações entre moléculas orgânicas e nanotubos. Os estudos de aerossóis atmosféricos têm se tornado bastante relevante devido às crescentes preocupações com a participação deles nos problemas de mudanças climáticas. Embora houve grande avanço na detecção experimental, análise composicional e mapeamento geográfico das partículas de aerossóis atmosféricos nas últimas décadas, existem ainda dúvidas sobre os mecanismos de formação desses aerossóis a nível molecular. Com esta motivação, pretendemos investigar o processo de nucleação e crescimento das diferentes conformações de aglomerados moleculares formados através da interação entre moléculas orgânicas emitidas na atmosfera por fontes naturais e dos precursores atmosféricos de nucleação (H2SO4, H2O, NH3). Materiais nanoestruturados (nanotubos, nantofitas etc), por outro lado, representam um cenário com enorme potencial para aplicações industriais como consequência de suas propriedades físico-químicas. Entre os materiais nanotubulares, os nanotubos de nitreto de Boro (BNNTs) atraíram interesse significativo da comunidade científica. Recentemente propusemos uma forma diferente de BNNT que demonstrasse um comportamento semicondutor. Pretendemos investigar a adsorção e encapsulação de moléculas orgânicas em diferentes pressões, uma vez que as informações sobre a interação de biomoléculas com nanotubos são importantes a respeito de aplicações biomédicas e de nanomateriais bioconjugados. Usaremos os cálculos da química-quântica, baseados na teoria de Funcional de densidade e os métodos de simulação clássica para desenvolver este projeto de natureza interdisciplinar que é capaz de produzir múltiplas publicações e contribuir para a formação de recursos humanos.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rabah BELAIDI

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • justiça espacial e análise geográfica do direito: para uma interdisciplinaridade da juridicidade espacial e territorial
  • A geografia jurídica (Legal Geography) tem un início recente no campo dos geógrafos críticos anglo saxões. Trata-se de uma abordagem inovadora e totalmente ausente da produção científica de língua portuguesa. Tem por ambição de abordar teoricamente e empiricamente problemáticas espaciais a luz do direito com finalidade de avaliar as interações entre a normatividade jurídica e o uso dos espaços. A proposta pretende trazer a disciplina para o campo dos juristas de língua portuguesa com o triplo objetivo de apresentar os seus fundamentos, participar de forma crítica ao seu quadro teórico e aplicar empiricamente seus conceitos em casos latino americanos e especificamente brasileiros. O problema geral da pesquisa reside na desadequação de conceitualização das injustiças espaciais causadas pela normatividade jurídica. Com efeito, a corrente da geografia crítica propôs recentemente abrir um novo campo da “geografia da justiça" para confrontá-lo com as abordagens dos sociólogos, cuja falta de preocupação espacial foi criticada, assim como a excessiva dependência de teorias de tipo conômico. A importância da proposta justifica-se pela necessidade de estudar situações empíricas de injustiça espacial causadas pela normatividade jurídica. Defendemos a hipótese que situações de injustiça espacial podem ser entendidas e explicadas a luz da análise geográfica do direito, que consiste nas interações permanentes entre a construção e reconstrução de territorialidades a partir da normatividade jurídica (spatial turn). A hipótese possui alto grau de plausibilidade pelos estudos já produzidos por parte da geografia crítica, que estrutura progressivamente esse quadro de análise denominada análise geográfica do direito. Os métodos empregados são os da análise geográfica do direito que se propõe a levar em conta tanto a constituição das dimensões espaciais por lei, mas também a produção da lei por contextos espaciais específicos.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Abrantes Penchel

Outra

Microeletrônica
  • arranjo de antenas com direcionamento de feixe em ondas milimétricas
  • O crescimento exponencial da velocidade das conexões sem fio requeridas pelas novas gerações super conectadas, a massificação da Internet das Coisas (Indústria 4.0, Agricultura 4.0, Medicina 4.0, etc.) e a acelerada digitalização de serviços, trabalhos e lazer desencadeada pela pandemia de Covid-19 têm como desafio tecnológico desenvolver novos sistemas de comunicação de alta velocidade (grande volume de dados). Para atender a esta demanda, é consenso que a faixa de ondas milimétricas (30 a 300 GHz) será amplamente explorada pelas novas tecnologias de comunicação sem fio. Diversos países, inclusive o Brasil, já definiram a faixa 57 a 66 GHz para um novo padrão WiFi (WiGib, 802.11ay) e a faixa 76 a 81 GHz para radares automotivos, cruciais para veículos autônomos. Entretanto, nestas frequências, as perdas de propagação impõem o uso de antenas com alto ganho e direção do feixe de radiação controlável. Além disso, o processo de fabricação dos circuitos (da ordem de micrômetros) com alta precisão e baixo custo é um problema a ser enfrentado. Este projeto propõe o desenvolvimento, fabricação e caracterização de sistemas ágeis (com redes defasadoras para reconfiguração do diagrama de radiação das antenas) com alto ganho e baixo custo para as faixas de 57-66 GHz e 76-81 GHz. Isto será possível devido à nossa vasta experiência na concepção de antenas somada ao desempenho da tecnologia MnM para ondas milimétricas baseada em alumina com nanofios de cobre desenvolvida pelo Laboratório de Microeletrônica. Este dispõe do único sistema de caracterização de antenas on-chip para ondas milimétricas do Brasil. Para atingir os objetivos propostos, modelos numéricos das antenas e dos circuitos presentes nas redes defasadoras serão projetados no software Ansys EM separadamente, fabricados na tecnologia MnM e caracterizados. Seus resultados individuais realimentarão os modelos numéricos e, por fim, as redes defasadoras com suas antenas serão projetadas, fabricadas e caracterizadas.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Rafael Aiello Bomfim

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • análise do impacto da fluoretação das aguas na cárie dentária populacional. estudo prospectivo
  • A decisão de implementar a Fluoretação da agua em algumas cidades do estado do Mato Grosso do Sul decorre da Resolução Nº 016/SES/MS (Comitê de vigilância da Fluoretação da água) onde esta decisão foi definida por 14 stakeholders (partes interessadas) e incluindo a sociedade civil (Conselho Estadual de Saúde). A cárie dentária tem elevada prevalência em todo o mundo atingindo 3.5 bilhões de pessoas e principalmente pessoas de menor renda e mais vulneráveis. O efeito preventivo da fluoretação da água (FA) em um contexto de amplo uso de dentifrício fluoretado tende a ser menor e variar conforme outros determinantes, como a renda familiar e à exposição ao consumo de açúcar. Como são raros os estudos prospectivos controlados pelos fatores de confusão para avaliar a efetividade da FA, o objetivo é descrever a prevalência e severidade da cárie dentária em escolares aos 5 e 12 anos de idade. Essa linha de base irá permitir avaliar o efeito da FA na prevenção da cárie em nível populacional. A FA, que consiste no ajuste da concentração do fluoreto na agua é a medida de melhor custo-benefício para prevenção da cárie. É oportunidade singular para expandir os conhecimentos por meio de estudos prospectivos cuja mensuração da efetividade seja controlada pelos fatores de confusão, conforme demandas apontadas por duas revisões sistemáticas recentes. O objetivo da presente pesquisa é conhecer as condições de saúde bucal da população das cidades que serão fluoretadas no Estado de Mato Grosso do Sul (previsão para inicio da intervenção em saúde pública no início de 2022) e; pareando por PIB e IDH, com outras cidades não fluoretadas, nos grupos etários de crianças de 5 e 12 anos de idade. Este projeto dará a linha de base para construção de políticas públicas e planejamento do escalonamento da fluoretação para todo o estado de MS (podendo servir de exemplo para o nível federal), bem como o apoio para unir a estratégia de fluoretação com intervenções nutricionais em saúde pública.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Rafael Antonio Duarte Villa

Ciências Humanas

Ciência Política
  • governança hibrida securitária na fronteira norte da américa do sul e do méxico: dinâmicas estatais e não estatais
  • Esta pesquisa estuda a governança de segurança híbrida nas fronteiras Norte da América do Sul e do México. O objetivo da pesquisa consiste em mapear as principais dinâmicas de segurança híbrida originadas na interação entre as forças públicas (forças militares e policiais) com diferentes grupos organizados de narcotráfico, contrabando, organizações subversivas e grupos paramilitares, que acabam condicionando a governança da segurança na região de fronteira e criam tensões militarizadas e diplomáticas entre os países vizinhos do Brasil, Colômbia, Equador e Venezuela e o México. A pesquisa parte do seguinte problema: porque mesmo com presença das forças armadas e forças policiais, grupos não estatais violentos geram regras e práticas de governança minando a ação da presença de agências estatais e, portanto, gerando impactos securitários e tensões nas relações entre estados vizinhos? Nossa hipótese: propõe que em uma formação híbrida de governança, formal e informal, limitações institucionais dos Estados na fronteira norte da América do Sul e do México e a presença das agências de segurança, forças armadas e policiais coexistem e produzem governança securitária, compartilhando o espaço com agentes transnacionais armados que desenvolvem atividades como tráfico de drogas, tráfico de seres humanos e armas, contrabandos e extração de recursos naturais. Evidências trazidas por estudos em fronteiras do Brasil com o Paraguai e da Colômbia com a Venezuela, e do México com os Estados Unidos mostram que a governança securitária estatal age em camadas, isto é, superposta àquela gerada por grupos não estatais violentos. Para validar a investigação, em face do problema e a hipótese, a metodologia de pesquisa combina análise documental, técnicas causais de process tracing e pesquisa de campo nas fronteiras e algumas capitais daqueles países a serem estudados como casos.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Augusto Urano de Carvalho Frajndlich

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • oito meses em nova york: lucio costa, oscar niemeyer nos estados unidos durante o desenho do pavilhão para a feira mundial (1938-1939)
  • Lucio Costa (1902-1998) e Oscar Niemeyer (1907-2012) viajaram para os Estados Unidos da América em 1938, onde ficaram, respectivamente, quatro e oito meses em Nova York desenhando e construindo o Pavilhão para a Feira Mundial. O edifício é até hoje celebrado como obra precursora da Arquitetura Moderna Brasileira, mas o processo de sua realização e a vida desses dois profissionais nos Estados Unidos ainda não foi suficientemente estudada. Nesta viagem, Costa e Niemeyer conheceram uma seleção de arquitetos como Wallace Harrison e Paul Lester Wiener. Nova York mesma já era uma metrópole cultural importante. Essa vivência foi uma experiência precoce de contato de Costa e Niemeyer com estrangeiros e com órgãos diplomáticos brasileiros nos anos anteriores à grande exposição sobre o país nos EUA, Brazil Builds (1943), possibilitando criar nexos que colaborem para explicar a hegemonia ideológica desses autores em seu país natal nas décadas de 1940 e 1950. Aventa-se, como hipótese, que Costa e Niemeyer percorreram de modo amplo os círculos culturais da metrópole norte-americana, criando contatos que seriam de grande valia para seus trabalhos construídos e escritos acerca da arquitetura moderna. Arquivos nos Estados Unidos e no Itamaraty confirmam a existência de documentos referentes à experiência dos dois profissionais durante esse período. Ademais, viagens são reconhecidamente meios pelos quais arquitetos, engenheiros e outros técnicos expandem suas redes de contato e o escopo de sua atuação, seja no âmbito profissional ou criativo. Por meio de pesquisas em arquivos internacionais e nacionais e se amparando nas metodologias recentes sobre cultura urbana, viagens de arquitetos no século XX, é possível melhor entender o trânsito internacional na trajetória de Niemeyer e Costa em um momento no qual as narrativas da arquitetura moderna brasileira estavam em aberto.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Augustus de Oliveira

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • indicador visual de ph feito de filmes à base de amido com resíduos de processamento de uva e secos em secador por janela de refractância
  • Atualmente há uma grande preocupação mundial em encontrar alternativas ao consumo de materiais plásticos e à grande geração de resíduos agroindustriais, visto que seu acúmulo no meio ambiente tem trazido sérios problemas de contaminação ambiental. Uma das maneiras de se reduzir o uso de produtos plásticos, bem como o acúmulo de resíduos agroindustriais no meio ambiente, é a elaboração de materiais biodegradáveis a partir do aproveitamento de resíduos agroindustriais, como o bagaço e a casca de uvas, para utilização como embalagens de alimentos inteligentes. A casca e o bagaço das uvas são subprodutos da industrialização de vinho, fontes abundantes e de baixo custo de pigmentos naturais como as antocianinas. Diante disso, o objetivo deste trabalho será avaliar o efeito da adição de resíduos do processamento de uva em filmes à base de amido para a produção de filme indicador de pH com detecção visual. Os filmes serão produzidos com amido, glicerol e extrato aquoso do bagaço (EA) e/ou casca de uva em pó (CP). O EA e CP, ricos em antocianinas serão adicionados no filme para se avaliar o seu potencial como indicador colorimétrico, devido à capacidade das antocianinas em mudar de cor quando submetidas a diferentes valores de pH. Essa mudança pode estar correlacionada com as mudanças de pH em alguns alimentos, sendo então, capaz de fornecer ao consumidor informações da deterioração do produto alimentício embalado em tempo real. Para isso, diferentes teores de EA e CP serão incorporados ao filme e para avaliar o seu efeito no seu desempenho. Os filmes serão produzidos por casting e secos em secador por janela de refractância, que será construído para possibilitar a sua secagem rápida (menos de 15 min), acelerando o processo de produção. Os filmes elaborados serão avaliados quanto as suas propriedades físicas, mecânicas e morfológicas, eficiência de resposta de cor em soluções tampão de diferentes pH e em relação a migração de antocianinas para simuladores alimentares.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Rafael Cardoso

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • sistemas de controle e gerenciamento para otimização de geração distribuída em smart grids com sistemas de armazenamento de energia
  • Este projeto de pesquisa tem como objetivo geral o desenvolvimento de tecnologias associadas à operação, gerenciamento e controle de smart grids baseadas em sistemas fotovoltaicos com auxílio de armazenamento de energia. Para atingir o objetivo geral proposto, o projeto tem 3 linhas de atuação: técnicas de controle e gerenciamento, estratégias de comunicação e hardwares adequados para o processamento de energia. O aumento da inserção de unidades de geração distribuída no sistema elétrico tem causado um aporte de energia elétrica intermitente, não despachável, que causa impactos em questões de qualidade de energia, de proteção e mesmo no faturamento das unidades em caso de desconexão. Adicionalmente, as concessionárias não dispõem de um controle efetivo sobre estas unidades de geração e assim, o fluxo de potência ativa e reativa não é constante na geração. Assim, é importante a pesquisa e o desenvolvimento de sistemas de geração distribuída e sistemas de armazenamento para tornar o sistema despachável. Isto envolve o desenvolvimento de conversores estáticos e técnicas de controle adequadas. Ao mesmo tempo, deve-se realizar o controle das múltiplas unidades de geração e de armazenamento distribuídas para garantir a qualidade da energia, estabilidade do sistema, o melhor desempenho do sistema sob diferentes critérios, bem como maximizar a vida útil dos elementos armazenadores do sistema. Isso demanda estudos e projetos de sistemas de controle adequados que envolvem diversas otimizações. Para que o sistema possa operar adequadamente, se faz necessário o desenvolvimento de um sistema de comunicação robusto e seguro (autenticado e criptografado) para que o operador da smart grid possa interagir adequadamente com as unidades de geração/armazenamento de energia, bem como se tenha uma comunicação padronizada entre os elementos integrantes da smart grid. Este projeto dá continuidade às pesquisas realizadas no projeto de P&D com a COPEL Distribuição - PD-2866-0468/2017.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025