Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Aline Arcanjo Gomes

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • efeito da estimulação transcraniana por corrente contínua sobre o desempenho funcional em indivíduos com diabetes: um ensaio clínico randomizado
  • A utilização da Estimulação Elétrica Transcraniana Contínua (tDCS) vem se apresentando como uma nova e importante técnica para o condicionamento do controle motor e ajuste postural. Estudos vem demostrando que sua aplicação sobre as áreas corticais motora primária e cerebelo tem a capacidade de melhorar o desempenho funcional de pessoas com diversas condições de saúde. Entretanto sua aplicação em uma população de portadores de Diabetes Mellitus (DM) ainda é pouco estudada. Indivíduos com DM apresentam importantes perdas funcionais e diminuição do seu desempenho motor e cognitivo com a progressão da doença. Desta forma, faz-se necessário os estudo sobre a influência do tDCS sobre o desempenho motor de pessoas com DM. O objetivo deste estudo é verificar o efeito da aplicação do tDCS em regiões corticais motora primária e cerebelo sobre o desempenho da dupla-tarefa e demais métricas funcionais em pessoas com DM. Para tal, 126 participantes serão aleatoriamente alocados em seis grupos: 1) Grupo controle sham, 2) Grupo DM sham, 3) Grupo controle tDCS em córtex motor, 4) Grupo controle tDCS em cerebelo, 5) Grupo DM em córtex motor, e 6) Grupo DM em cerebelo. Os grupos serão avaliados para neuropatia periférica através da Michigan Neuropathy Screening Instrument, aqueles que se apresentarem a complicação serão excluídos. Os participantes serão submetidos a diversos testes funcionais e cognitivos, mais notavelmente o teste de dupla-tarefa motor-cognitivo, antes e depois de um protocolo de intervenção. O protocolo de intervenção consiste em aplicar tDCS com anodo sobre o córtex motor primário M1 ou cerebelo, conforme o grupo, e cátodo sobre o músculo deltóide. Os grupos sham terão os eletrodos posicionados sobre M1 e cerebelo concomitante, mas a corrente será desligada após 30 segundos de aplicação. A aplicação do tDCS acontecerá em duas séries de cinco dias consecutivos, por 20 minutos, com dois dias de intervalo entre as séries.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 22/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Aline Chaves Intorne

Outra

Divulgação Científica
  • do etnoconhecimento às inovações tecnológicas: como alcançar a população com o brasil científico
  • O conhecimento científico produzido nas instituições não tem capilaridade suficiente para atingir a população fora da academia, mesmo que seus avanços e descobertas tenham impacto direto na sociedade. Trazer essa discussão para o centro das pautas faz parte do processo de popularização da Ciência, Tecnologia e Inovação (CT&I), o que contribui para a difusão do conhecimento científico. Este projeto foi idealizado a fim de realizar divulgação científica nas plataformas digitais e em ações presenciais, como forma de conectar as instituições de ensino e pesquisa, a gestão pública, as empresas e o público não cientista de forma concisa e clara. Neste sentido, aproveitamos o Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovação 2022, sob a temática: “BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil” e a sua relação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Organização das Nações Unidas, para promover um ambiente de ações integradas sobre um tema comum em que o público-alvo possa entender informações científicas, de forma a entrelaçar as inovações tecnológicas e descobertas que ocorrem diariamente no campo científico aos conhecimentos e culturas do cotidiano. Esperamos proporcionar uma comunicação bidirecional, além de implementar ações concretas para a divulgação da CT&I nas cidades do interior do Rio de Janeiro, capazes de estabelecer um valioso intercâmbio de etnoconhecimento, saberes, cultura e experiências entre as Instituições de Ensino Superior e a Sociedade, trazendo o Ensino Básico como o pilar para o desenvolvimento futuro. As Instituições parceiras irão realizar em conjunto as modalidades de estratégias e metodologias. Após o Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovação, serão realizadas atividades que irão complementar a proposta, trazendo a ciência para o dia a dia da comunidade a fim de estimular a curiosidade científica, o caráter inquiridor e o pensamento crítico dos cidadãos.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 20/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Aline Chaves Intorne

Ciências Humanas

Educação
  • transversalidade no ensino para uma educação humanitária
  • A popularização da ciência e da tecnologia (C&T) se faz com o uso de recursos e processos técnicos para a comunicação da informação científica e tecnológica para o público em geral. Com isso em mente, apresenta-se a proposta de incluir uma pauta que seja capaz de abordar, no geral, esses aspectos tão relevantes para nossa sociedade, lembrando sempre do contexto no qual estamos inseridos: a pandemia. Este que levou múltiplas vertentes sejam da educação, pesquisa e tecnologia a se reorganizarem e se reestruturarem para atenderem à demanda exigida por esse momento. Com isso foi idealizado o projeto: Transversalidade no Ensino para uma Educação Humanitária que visa realizar divulgação científica através da página “Ciência Pra Gente” em diversas plataformas digitais como YouTubeⓇ, FacebookⓇ e InstagramⓇ para o público não cientista de forma concisa e clara. Neste sentido, aproveitamos o Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovação 2021, sob a temática: “A transversalidade da ciência, tecnologia e inovações para o planeta” e a sua relação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, para possibilitar um ambiente de ações similares e integradas sobre um tema comum em que o público leigo possa entender informações científicas antes exclusivas em revistas científicas e no meio acadêmico, de forma a se integrar das inovações tecnológicas e descobertas que ocorrem diariamente. Com isso, esperamos proporcionar uma comunicação bidirecional entre a comunidade científica e a sociedade, além de implementar ações concretas para a divulgação e popularização da CT&I no âmbito da transversalidade, especialmente, nas regiões Norte, Noroeste e Sul Fluminense, capazes de estabelecer um valioso intercâmbio de saberes e experiências entre as Instituições de Ensino Superior (IES) e a Sociedade, trazendo o Ensino Básico como o pilar para o nosso desenvolvimento futuro. Com base nas premissas expostas, as Instituições parceiras nessa proposta são: o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro campus Volta Redonda (IFRJ), a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade Federal Fluminense campus Volta Redonda (UFF), a Universidade Estadual do Norte Fluminense Darcy Ribeiro (UENF), a Universidade Estácio de Sá (UNESA) e o Consórcio de Ensino a Distância do Estado do Rio de Janeiro (CEDERJ). Juntas essas instituições irão trabalhar as modalidades: “Eventos de Comunicação Científica em Rádio, TV E Outras Mídias”, “Ciclo de Palestras”, “Publicação de Cards” e “Realização de Lives”. Somado a isso, após a realização do Mês Nacional da Ciência, Tecnologia e Inovação serão realizadas atividades satélites, que vão complementar a proposta. Dessa forma, esperamos mostrar que a popularização da ciência deve ser entendida como um movimento que acontece das mais diferentes formas, envolvendo os mais diferentes atores. No entanto, as IES devem assumir a responsabilidade e criar mecanismos que estimulem a curiosidade científica, o caráter inquiridor e o pensamento crítico dos cidadãos.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 11/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Aline Cristine Souza Lopes

Ciências da Saúde

Nutrição
  • avaliação da efetividade de intervenção coletiva para o manejo da obesidade em usuários da atenção primária com indicação de cirurgia bariátrica
  • A obesidade é um problema de saúde de pública crescente no mundo. No Brasil, atinge um quinto da população, com taxas crescentes em adultos. A obesidade se associa a outras morbidades, refletindo em maiores taxas de mortalidade e custos para os serviços de saúde, sobretudo nas suas formas mais graves. A demanda por tratamento cirúrgico é superior à capacidade do sistema de saúde, refletindo em grandes períodos de espera, e os serviços de saúde ainda carecem de estratégias efetivas para o tratamento longitudinal exigido de dois anos. Dessa forma, torna-se indispensável delinear ações específicas para indivíduos com indicação para cirurgia bariátrica, contribuindo para a maior efetividade do tratamento. O Brasil tem trabalhado para o fortalecimento da Rede de Atenção à Saúde e para ampliar a resolutividade do cuidado de pessoas com obesidade. Materiais baseados em evidências científicas, como o “Instrutivo de Abordagem Coletiva para Manejo da Obesidade no Sistema Únivo de Saúde” (no prelo), elaborado pelo GIN/UFMG (Grupo de Pesquisa de Intervenções em Nutrição da Universidade Federal de Minas Gerais) em parceria com o Ministério da Saúde, têm sido elaborados para auxiliar no cuidado e qualificar os profissionais de saúde. Este Instrutivo oferece ferramentas teórico-práticas para condução de ações coletivas com usários com obesidade, e constituirá a base da intervenção proposta nesta pesquisa. Suas ações foram pautadas no Modelo Transteórico, com elementos da Terapia Cognitivo-Comportamental, a partir da abordagem crítico-reflexiva visando assim, ofertar intervenções inovadoras, que promovam o empoderamento e a autornomia dos usuários para o autocuidado da saúde. Para isto, propõe intervenção diferenciada segundo a prontidão de mudança para redução do peso e busca contribuir para a superação das respostas emocionais negativas frente à obesidade. Considerando este contexto, esta pesquisa objetiva desenvolver e avaliar a efetividade de intervenção coletiva voltada para o manejo da obesidade em amostra representativa de usuários com indicação de tratamento cirurgico participantes do Programa Academia da Saúde (PAS) de Belo Horizonte-MG. O PAS foi escolhido como cenário de pesquisa devido os resultados positivos para promoção e cuidado da saúde, e por promover adesão satisfatória às ações de saúde. Será conduzido Ensaio Comunitário Controlado Randomizado pautado em intervenção coletiva proposta no “Instrutivo de Abordagem Coletiva para Manejo da Obesidade no SUS”, denominada Grupo Terapêutico 2 (GT2). A amostragem será guiada de forma a alcançar a representatividade do PAS no município, garantindo seleção de, pelo menos, duas unidades por região com similaridade de Índice de Vulnerabilidade à Saúde (IVS). Na sequência, será realizado sorteio para determinar a alocação em Grupo intervenção (GI) ou Grupo controle (GC). Nas unidades do PAS sorteadas serão incluídos na pesquisa: usuários com 20 anos ou mais, com obesidade e que atendem aos critérios para realização de cirurgia bariátrica, que querem e possuem disponibilidade de tempo para participar de grupos com duração de seis meses ou mais, e que possuem prontidão de mudança para redução do peso segundo o Modelo Transteórico (estágios de mudança de “preparação com alta autoeficácia”, “ação” ou “manutenção”). A Triagem para participação na pesquisa incluirá informações sociodemográficas; antropométricas (peso, altura e circunferência da cintura); estágios de mudança, grau de autoeficácia e equilíbrio de decisões para redução do peso; e questões para verificar indicação de cirurgia bariátrica. A partir da seleção dos elegíveis, será conduzida a Linha de Base e a Reavaliação, com informações sobre: condições e comportamentos de saúde; letramento em saúde; histórico e atitudes frente ao peso corporal; escolhas alimentares; habilidades culinárias; e comportamento e consumo alimentar segundo a classificação NOVA de alimentos utilizada no Guia Alimentar da População Brasileira. Serão realizados treinamento dos entrevistadores e supervisores de campo, controle contínuo da coleta de dados e análises de consistência visando garantir a qualidade dos dados obtidos na pesquisa. Participantes dos GC e GI participarão das atividades habituais ofertadas pelo PAS de Belo Horizonte, ou seja, prática de exercícios físicos três vezes por semana segundo as necessidades do usuário. Ações de alimentação e nutrição desenvolvidas durante a pesquisa serão monitoradas para inclusão nas análises. Adicionalmente, participantes das unidades PAS alocadas como GI participarão, durante 9 meses, de intervenção nutricional proposta para o GT2, ou seja, específica para usuários com indicação de tratamento cirúrgico da obesidade, conduzida pela equipe do GIN/UFMG, incluindo atividades presenciais (oficinas e ações no ambiente), não presenciais (mensagens motivacionais por aplicativo ou ligações telefônicas, e via cartão postal) e automonitoramento do peso. A efetividade da intervenção nutricional será avaliada pelo modelo lógico elaborado para esta pesquisa, tendo como desfechos principais: redução do peso e da circunferência da cintura; e como desfechos intermediários: estágios de mudança, grau de autoeficácia, equilíbrio de decisões para redução do peso; habilidades culinárias; automonitoramento do peso; e consumo alimentar segundo a classificação NOVA. As análises estatísticas constarão de testes de diferença de médias ou proporções, equações estimadas generalizadas e regressão logística. Espera-se que os resultados contribuam para aprimorar o cuidado ofertado no SUS aos usuários com indicação de tratamento cirúrgico da obesidade, parcela da população que possui poucas alternativas terapêuticas, apesar dos altos custos emocionais, sociais e financeiros envolvidos. Ademais, espera-se obter evidências quanto à efetividade e aplicabilidade da abordagem coletiva proposta pelo GT2, de forma a reforçar a relevância da Política Nacional de Alimentação e Nutrição, e do PAS.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 02/12/2020-30/11/2023
Foto de perfil

Aline Lopes Balladares

Outra

Divulgação Científica
  • feira de ciências integradora- unipampa caçapava do sul: difundindo ciência e tecnologia na região da campanha
  • O presente projeto consiste na realização da Feira de Ciências no campus Caçapava do Sul, da Universidade Federal do Pampa (UNIPAMPA) e de ações visando à formação continuada de professores da Educação Básica, preparando-os para o desenvolvimento dos projetos a serem inscritos no evento. Busca-se dar continuidade a um trabalho já em andamento na região da campanha, difundindo conhecimentos sobre ciência e tecnologia entre estudantes da Educação Básica. Neste âmbito, aconteceram desde 2011, dez Feiras de Ciências no campus Caçapava do Sul, vinculadas ao projeto Difundindo Ciência e Tecnologia na Região da Campanha. Nos biênios 2014/2015, 2017/2018, 2019/2020 o projeto contou com financiamento do CNPq e também foi aprovado para receber recursos em 2020. A partir das experiências com as Feiras realizadas nos anos anteriores, observam-se várias mudanças positivas no que concerne ao crescimento pessoal e a ampliação dos conhecimentos de alunos e docentes, refletidos nos materiais de avaliação respondidos durante os eventos realizados. Esta proposta está organizada em quatro etapas: i) divulgação e visitas às escolas. Participarão professores de escolas municipais e estaduais de Caçapava do Sul e municípios vizinhos; ii) realização da Feira de Ciências do campus Caçapava do Sul com apresentação de trabalhos de escolas municipais e estaduais do município de Caçapava do Sul e cidades vizinhas, podendo reunir em torno de 80 trabalhos; iii) avaliação da Feira de Ciências de 2022 e orientação de projetos de iniciação científica júnior; iv) participação, dos trabalhos destaques da Feira de Ciências do Campus Caçapava do Sul na FECIPAMPA. A divulgação da realização dos encontros preparatórios ocorrerá a partir do início do ano letivo nas escolas. Os trabalhos apresentados nas Feiras serão avaliados por docentes universitários envolvidos no projeto, representantes das Secretarias Municipais de Educação, além de acadêmicos e representantes da comunidade externa.
  • Universidade Federal do Pampa - RS - Brasil
  • 08/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Aline Raquel Müller Tones

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • inovações do processo híbrido de eletrocoagulação e fenton em fluxo contínuo para o tratamento de efluente de indústria de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos (hppc)
  • Nas últimas décadas, a Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosmética (HPPC) ganhou grande notoriedade no país devido à crescente autoconsciência em cuidados pessoais e higiene. Consequentemente, inúmeros estudos de desenvolvimento de processos têm sido realizados com o propósito de contribuir para o adequado tratamento dos efluentes gerados pela indústria. Mas, apesar do significativo avanço, à capacidade de remoção de contaminantes oriundos da HPPC não está totalmente elucidada quando considerado a remoção de compostos tóxicos e de baixa biodegradabilidade. Faz-se necessário, portanto, que o desenvolvimento e a aplicação de tecnologias de tratamento sejam estimulados. Neste contexto, as tecnologias de eletrocoagulação e Fenton ainda são objeto intensivo de pesquisa, devido à simplicidade, versatilidade e eficiência na remoção de diferentes poluentes. No entanto, apesar do considerável número de estudos, estes não contemplam fluxo contínuo no que se refere ao tratamento de efluentes da HPPC. Neste sentido, este projeto tem por objetivo otimizar as condições de tratamento de efluentes da indústria de HPPC por meio de um novo projeto de reator eletroquímico cilíndrico em fluxo ascendente contínuo (REC-FAC) associado a Fenton. Salienta-se que, não há relatos na literatura da utilização de reator de REC em fluxo contínuo associado a Fenton, no tratamento destes efluentes. Assim, este estudo visa contribuir para a compreensão destas tecnologias e colaborar para que um processo robusto seja desenvolvido. Para definir as condições ideais do REC-FAC/Fenton, um DCCR será executado e os resultados experimentais serão submetidos à análise estatística pelo software STATISTICA® 11 e uma ANOVA (p-valor < 0,05) será realizada. Aplicar-se-á, o método de Desejabilidade Global e o REC-FAC/Fenton será otimizado para fins de indicação de parâmetros de dimensionamento do reator com o propósito de possibilitar a remoção de contaminantes da indústria de HPPC em escala industrial.
  • Universidade Federal da Fronteira Sul - SC - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Aline Sousa Herrero

Outra

Multidisciplinar
  • fecitecx 2022 – feira de ciência e tecnologia de coxim
  • A feira de ciências e tecnologia do IFMS Campus Coxim- FECITECX - é uma importante vitrine de pesquisas desenvolvidas no campus para os trabalhos desenvolvidos no IFMS e escolas de toda a região norte elencadas no edital interno, sendo, desse modo, um importante instrumento de divulgação da ciência para os alunos de nível fundamental e médio que visitam a feira. Estimulados, estes alunos possuem maiores chances de prosseguir seus estudos utilizando a experimentação científica como uma significativa ferramenta para o desenvolvimento de suas competências. Entre os objetivos dessa mostra, está a seleção dos melhores trabalhos para serem apresentados nas feiras de abrangência nacional e internacional. Essa estratégia acaba tornando o aluno mais conectado a ciência por meio do acesso aos trabalhos externos e por meio do aprendizado durante a execução da própria pesquisa.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 04/02/2022-29/02/2024
Foto de perfil

Alinne Balduino Pires Fernandes

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • a prática como pesquisa pelo drama radiofônico e traduções intersemióticas
  • O projeto tem como objetivo criar um Laboratório de Drama Radiofônico e estimular produções criativas e artísticas do Departamento de Língua e Literatura Estrangeiras da UFSC. O drama radiofônico é um gênero literário e forma artística que passou a existir no começo do século XX com a massificação do rádio, como principal meio de comunicação (HAND; TRAYNOR, 2010). Com a popularização da televisão e do cinema, o rádio tornou-se um meio secundário, especialmente no tocante às produções dramáticas. No entanto, no século XXI e, em especial, no contexto da Pandemia de COVID-19, as produções artísticas em formato radiofônico passaram por um processo de revitalização, perceptível com o aumento de consumo de podcasts (FORBES, 2021). Como hipóteses, considera-se que: 1) no contexto pandêmico e pós-pandêmico, as produções radiofônicas e as poéticas orais mediatizadas seguirão conquistando espaço na cena cultural, configurando-se como alternativa para produtores e público; 2) os saberes interdisciplinares adquiridos pelos estudantes envolvidos no projeto serão relevantes para seu desenvolvimento profissional nos campos da criação literária e artística ou produção cultural. Assim, o projeto visa promover o estudo, a tradução e a produção de peças, a princípio, irlandesas e norte-irlandesas em formato radiofônico, como parte do acervo digital sonoro do Núcleo de Estudos Irlandeses (NEI), que se une aqui ao projeto de extensão “Experimentextos - Laboratório de Tradução e Performance”, cujos interesses se voltam para poéticas latino-americanas. O projeto envolverá a tradução, roteirização, direção e produção de obras cujas temáticas lidam com representações de isolamento social, seja como experiência retratada ou como metáfora, num primeiro momento. Para a execução, a equipe vinculada realizará atividades de pesquisa, estudo, oficinas de criação e tradução, ensaios, produção, gravação, edição e divulgação, com exibições para a comunidade acadêmica e o público em geral.
  • Universidade Federal de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Alinne Pereira de Castro

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • diagnóstico preditivo e precoce baseado em biomarcadores salivares para detectar o risco de transtorno do espectro autista
  • Moléculas salivares podem ser perturbadas por várias condições patológicas, incluindo doenças neuropsiquiátricas. Essa relação entre a funcionalidade do cérebro e a composição da saliva pode ser explorada para desvendar novos mecanismos patológicos de doenças elusivas, como o Transtorno do Espectro Autista (TEA). A prevalência do TEA, no Brasil, representa uma grande preocupação de saúde pública, gerando altos custos econômicos para a sociedade e grande sofrimento para a família. Seu diagnóstico precoce, acelera oportunidades de beneficiar a criança com intervenções especializadas. Devido a conexão de moléculas da saliva com as alterações comportamentais no TEA, meta-análises demonstraram que a abundância de específicos microRNAs salivares e sua microbiota oral podem discriminar, com precisão, crianças com desenvolvimento típico de crianças com TEA. Associado a esse panorama, a microbiota oral e 14 miRNAs, potencialmente correlacionados com a incidência de TEA, serão avaliados na saliva de crianças em risco de TEA. O método de escolha será qRT-PCR por ser um método relativamente barato e disponível na maioria dos laboratórios de diagnóstico nos países de renda média. Fundamentado nessas informações, integramos no projeto, que tem como ponto comum as características comportamentais do TEA associado a microbiota oral e o estudo epigenético de tais elementos, estabelecer a presença de um conjunto de microRNA salivar como biomarcadores objetivos e quantitativos robustos para detecção precoce de TEA. Este projeto, portanto, é inovador e tecnológico, pois pode resultar na elaboração de um kit de diagnóstico precoce, visto que ainda não se tem marcador clínico específico para o autismo no Brasil.
  • Universidade Católica Dom Bosco - MS - Brasil
  • 16/08/2022-31/08/2025
Foto de perfil

Aliny Patricia Flauzino Pires

Ciências Biológicas

Ecologia
  • soluções baseadas na natureza para a adaptação climática no brasil
  • A adoção de medidas que visam à adaptação aos efeitos das mudanças climáticas (MCs) é uma temática emergente e central na sociedade. É esperado que as MCs impactem distintos processos e dinâmicas ecossistêmicas e sociais, comprometendo o bem-estar humano. Modelos climáticos preveem o surgimento e a intensificação das ilhas de calor nos grandes centros urbanos, o aumento na frequência e intensidade de eventos extremos vinculados à precipitação (deslizamentos, inundações, estiagem e seca) e a redução da provisão de serviços ecossistêmicos causados pelos impactos na biodiversidade. Esses efeitos são sentidos em maior intensidade nos grandes centros urbanos de países em desenvolvimento e em zonas costeiras, e sua menor capacidade adaptativa torna-os especialmente mais vulneráveis às MCs. A natureza tem sido apresentada como parte da solução, pois possibilita a incorporação de benefícios ambientais, sociais e econômicos nas estratégias de adaptação. As soluções baseadas na Natureza (SbN) têm sido sugeridas como a estratégia que oferta maior número de cobenefícios para garantir a resiliência de diversos sistemas, especialmente em ambientes urbanos. No entanto, o tema é incipiente no país e apesar de esforços recentes carece de estudos que busquem entender os mecanismos que garantem a eficiência das SbN. Este projeto busca avaliar o potencial e as limitações do estabelecimento das SbNs para a adaptação climática nas cidades, com ênfase no estado do Rio de Janeiro. A possibilidade de integrar diversas ferramentas de análise, considerando múltiplas escalas espaciais, permite identificar os limites ecológicos, políticos e sociais das SbNs. Para isso serão utilizadas abordagens complementares, como a aplicação de técnicas meta-analíticas, análise de políticas públicas e modelagem espacial. Espera-se produzir conhecimento técnico-científico sobre as principais diretrizes necessárias para a implementação das SbNs a fim de garantir o bem-estar humano nas cidades brasileiras.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Álisson de Carvalho Gonçalves

Outra

Multidisciplinar
  • inovação: a transversalidade da ct&i nos desafios da produção e do consumo
  • A transversalidade da ciência, tecnologia e inovação é instrumento essencial na superação de desafios relativos à sociedade moderna. Os meios de produção e o consumo estão intimamente relacionados aos problemas contemporâneos, e equilibrar as relações entre produção, consumo, meio ambiente e qualidade de vida tornou-se uma necessidade urgente para todo o planeta. Uma vez que a transversalidade da CT&I tem por objetivo buscar e propor soluções para os problemas comuns à toda humanidade, é importante discutir tais desafios e propostas com toda a comunidade, transcendendo as fronteiras acadêmico-científicas e adicionando os demais agentes da sociedade ao debate. O presente projeto tem o objetivo de buscar e propor soluções sustentáveis na superação dos desafios contemporâneos e futuros comuns a toda a humanidade utilizando a transversalidade da CT&I. As atividades desenvolvidas são de cunho interdisciplinar e transdisciplinar, envolvendo conhecimentos em ciências biológicas, matemática, química, física, agronomia, engenharia, medicina veterinária, nutrição, educação física, saberes populares de cultura indígena e quilombola. Serão ofertadas oficinas, palestras, minicursos, entre outros, visando difundir conhecimentos científicos em prol do desenvolvimento regional e superação dos problemas comuns a toda sociedade.
  • Instituto Federal Goiano - GO - Brasil
  • 06/10/2021-31/10/2023
Foto de perfil

Alisson Jadavi Pereira da Silva

Ciências Agrárias

Engenharia Agrícola
  • manejo de irrigação para produção de frutos endêmicos da caatinga: limites críticos de potencial e posicionamento de sensores
  • Os frutos provenientes de espécies endêmicas da caatinga garantem o sustento de comunidades, mas não possuem fluxo produtivo desenvolvido. Exemplo: siriguela, maracujá da caatinga e licuri; plantas que produzem frutos de alta demanda nos mercados internos e externos, possuem consistente potencial de agregação de valor aos subprodutos (polpas, óleos essenciais, ração animal, cosméticos), porém pouco estudadas. Sabe-se apenas que para perenizar e tornar a produção sistematizada a irrigação é imperativa. Porém, as tecnologias de irrigação, avançadas em componentes e equipamentos, não contemplam informações sobre manejo de água em lavouras xerófilas. As formas comuns de manejar a irrigação baseiam-se nas alterações de variáveis atmosféricas ou da água no solo, mas pela capacidade que as plantas xerófilas possuem em regular a transpiração sob forte demanda atmosférica, a utilização do sensoriamento da água no solo (SAS) se apresenta como estratégia mais eficaz. O problema é que no SAS encontram-se desafios complexos, por exemplo: como identificar a quantidade e localização ótima para instalação de sensores? Qual faixa de disponibilidade de água no solo adotar no manejo da irrigação de plantas xerófilas? Este projeto atacará duas hipóteses centrais: (i) existe uma faixa de potencial matricial que minimiza o uso de água para irrigação destas culturas, reduz o tempo entre floração e maximiza a produção por ano; (ii) é possível desenvolver uma rotina de programação para manejo de irrigação localizada baseada no conceito “Time Stable Representative Position”. Serão montados três experimentos no semiárido, um para cada cultura. Os limites críticos superiores: 100, 75, 50 e 30 % da disponibilidade total de água no solo; os inferiores: 60, 50, 40 e 20%; mais uma condição de sequeiro. Cada cultura terá o fluxo de seiva e a evapotranspiração real monitorados. Será determinado crescimento e produtividade da água de irrigação em cada tratamento por experimento.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Baiano - BA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Alisson Meza Novais

Outra

Multidisciplinar
  • ix sect-ice – 50 anos do ice/ufam: cinco décadas de ciência, tecnologia e inovação no estado do amazonas
  • A Semana de Ciência e Tecnologia do Instituto de Ciências Exatas (ICE) da UFAM, SECTICE, é um evento científico anual que reúne em si os três pilares fundamentais da Universidade - o Ensino, a Pesquisa e a Extensão - constituindo-se como um evento multidisciplinar e de forte caráter integrador, aproximando diferentes setores da universidade e a comunidade externa. Em 2022, a SECTICE chega a sua nona edição, acompanhando, assim como nas edições anteriores, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia no mês de outubro. Nessa edição, além de comemorarmos os 200 anos da Independência do Brasil, também comemoramos 50 anos do Instituto de Ciências Exatas, que atualmente conta com cinco departamentos, a saber: Estatística, Física, Geociências, Matemática e Química. Nosso principal objetivo ao idealizar este evento é o de aproximar a comunidade externa do espaço universitário, sobretudo a comunidade escolar dos municípios de Manaus e Iranduba, através do qual objetivamos popularizar e fortalecer a ciência brasileira por meio de oficinas, palestras, minicursos e outras atividades que possibilitem a exposição do potencial criativo, científico e inovador que nasce no ambiente universitário. Por meio da IX SECTICE/UFAM, esperamos alcançar um impacto positivo e sólido em nossos estudantes da rede básica de ensino, bem como promover a troca de experiências e conhecimentos.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 24/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

Allan Fagner Cupertino

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • sistema de armazenamento de energia baseado em baterias de segunda vida de arquitetura modular multinível
  • O cenário atual do sistema elétrico de potência é caracterizado por uma alta inserção de fontes renováveis intermitentes, sobretudo usinas eólicas e solares fotovoltaicas. Neste contexto, os sistemas de armazenamento de energia por baterias (SAEB) têm um papel fundamental, provendo serviços auxiliares que podem beneficiar todo o sistema elétrico. Aliado a este fato, a evolução no mercado de mobilidade elétrica tem contribuído para reduzir o custo das baterias. Uma questão importante é que as baterias dos veículos elétricos são descartadas quando atingem em torno de 80% da sua capacidade. Assim, é notável o potencial de sua utilização (baterias de segunda vida) em aplicações estacionárias. Contudo, a arquitetura tradicional de SAEB apresenta desvantagens que são potencializadas quando baterias de segunda vida são consideradas. Como as baterias são normalmente conectadas em série, há a necessidade de estas serem similares, visto que serão carregadas/descarregadas pela mesma corrente. Consequentemente, a falha em uma única bateria pode limitar a operação do SAEB. Este projeto propõe uma arquitetura de SAEB que contorna tais limitações. A estrutura é inspirada nos conversores modulares multiníveis (CMM) e apresenta uma elevada eficiência, modularidade e escalabilidade. As baterias são distribuídas nos submódulos, facilitando o balanceamento do estado de carga e aumentando a confiabilidade, visto que se uma bateria falhar, esta pode ser eliminadas do circuito. Além disso, esse sistema permite carregar as baterias com correntes diferentes, viabilizando o uso de baterias de segunda vida. Este projeto pretende desenvolver uma metodologia de projeto e controle do CMM-SAEB com foco em eficiência e confiabilidade. Um protótipo validará experimentalmente as hipóteses levantadas. Espera-se que este projeto contribua para o domínio da tecnologia de armazenamento de energia que é estratégico para impulsionar o desenvolvimento do sistema elétrico nacional.
  • Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 05/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Allysson Viana Martins

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • fact-checking no combate às fake news sobre a covid-19: frequência e padrão da desinformação nas agências digitais de checagem
  • Na internet não circulam apenas conteúdos credíveis; ao contrário, observa-se um processo de desinformação através do espalhamento de informações falsas. As agências digitais de checagem de fatos aparecem como “vacina” contra esse problema, e se juntam às outras estratégias de combate, como exclusão dos conteúdos e desmonetização dos propagadores, por parte de empresas como Facebook, Google e Instagram, além da promulgação de leis visando a punição de criadores e circuladores dessas mentiras e do letramento midiático – como divulgação científica. As agências brasileiras de fact-checking têm se destacado desde o início da pandemia do novo coronavírus, em dezembro de 2019. Em janeiro e fevereiro de 2020, períodos iniciais de propagação da doença, as avaliações na Fato ou Fake e na Lupa não chegaram a 20% do material produzido. A partir de março, no entanto, as verificações se voltaram para a pandemia, com praticamente duas publicações por dia. Enquanto a agência Fato ou Fake organizou todas as produções sobre a COVID-19 em um endereço novo, com destaque na página principal e em sua primeira chamada, a Lupa permite uma navegação sobre a verificação dessas informações por categorias. O objetivo da pesquisa é identificar a frequência e o padrão das fake news propagadas no processo de desinformação sobre a pandemia que foram avaliadas pelas duas agências brasileiras de fact-checking supracitadas. Essa proposição considera os esquemas de interpretação da realidade – a partir do enquadramento midiático e da análise de conteúdo –, nas propriedades e nas operações do espalhamento das informações falsas sobre o novo coronavírus, nos seis primeiros meses de 2020, 2021 e 2022, compreendendo, respectivamente, o ano de espalhamento da doença, a propagação da sua principal forma de combate – a vacina – e o seu possível controle e diminuição, dos quais possuímos resultados preliminares do primeiro ano. A pesquisa está no setor de Comunicações, da área de Tecnologias de Produção.
  • Universidade Federal de Rondônia - RO - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Almir Manoel Cunico

Ciências Biológicas

Ecologia
  • pressão de propágulos de oreochromis niloticus pela atividade aquícola: quantificando o tamanho e avaliando estratégia estrutural de prevenção de escape.
  • Invasões biológicas são consideradas a segunda maior ameaça à biodiversidade global, constituindo um dos maiores desafios para a conservação dos recursos naturais e o desenvolvimento sustentável. Evidências empíricas sugerem que o estabelecimento de espécies não nativas em uma área pode ser afetado por uma vasta gama de fatores bióticos e abióticos, incluindo as características das espécies e do meio receptor. Neste cenário, a pressão de propágulos tem sido demonstrada como variável fundamental na determinação do sucesso de invasão, sendo observado relações entre o aumento do número de indivíduos introduzidos e a probabilidade de uma população sobreviver e se estabelecer no ambiente. De maneira particular os ecossistemas aquáticos estão sofrendo um considerável aumento da pressão de propágulos de espécies não nativas devido ao crescimento das atividades de produção de organismos aquáticos nas últimas décadas, em especial peixes. No âmbito da aquicultura brasileira a espécie não nativa Oreochromis niloticus (Tilápia do Nilo) é a espécie mais produzida e amplamente introduzida nos ambientes aquáticos continentais, sendo associada à diminuição dos estoques nativos e extinção de espécies. Neste contexto, nossa proposta visa quantificar a pressão de propágulos da espécie não nativa Oreochromis niloticus decorrente de escapes da atividade de aquicultura em tanque escavado, assim como avaliar método de contenção de escapes e mitigação de impactos. Dois experimentos serão realizados utilizando propriedades aquícolas com diferentes capacidades de produção como unidades experimentais. Será mensurado a pressão de propágulos sobre o corpo hídrico receptor ao longo de um ciclo produtivo do setor aquícola, bem como avaliado a eficiência de método de contenção de escapes. O presente trabalho fornecerá informações importantes para futuro desenvolvimento de modelos preditivos do aumento da pressão de propágulos e riscos de invasão biológica perante a expansão da aquicultura.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Aloisio Pessoa de Araujo

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • métodos quantitativos de equilíbrio geral e outros para analisar políticas monetárias, taxação e crescimento
  • Serão desenvolvidos e aplicados métodos de equilíbrio geral com teoria da decisão, simulação e métodos empíricos para analisar problemas de macroeconomia de curto prazo com fragilidade fiscal, bem como problemas de crescimento econômico. Em particular, serão realizados estudos empíricos a respeito da legislação de falência. Serão analisados também questões de taxação e desigualdade e bem-estar econômico.
  • Fundação Getúlio Vargas - RJ - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Alsones Balestrin

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ecossistemas regionais de startups (ers): criação, atração e performance de empreendimentos intensivos em conhecimento
  • Desde a década de 1990, a inovação assume características interativas, configurando-se como um processo colaborativo. Nesse contexto, os ecossistemas de inovação e de empreendedorismo ganham proeminência entre pesquisadores e formuladores de políticas públicas por sua capacidade de reunir diferentes atores em um processo de colaboração e complementaridade de recursos. Para a economia regional, os ecossistemas contribuem para a geração de empregos, riqueza e desenvolvimento tecnológico, especialmente através do fomento à criação e ao desenvolvimento de novos empreendimentos intensivos em conhecimento - as startups. Surge, então, uma questão central para o setor acadêmico e empresarial, além dos formuladores de políticas públicas: como uma região pode fortalecer a sua capacidade de criar, atrair e desenvolver startups? Estudos indicam que a capacidade das economias gerarem novas startups está relacionada às características e aos recursos presentes nos Ecossistemas Regionais de Startups (ERS). Assim, este projeto busca propor um modelo teórico-empírico sobre a configuração dos elementos e recursos presentes nos ERS que possibilitam a criação, atração e desenvolvimento de empreendimentos intensivos em conhecimento. Entender como as diferentes características de um ERS influencia a performance de empreendimentos intensivos em conhecimento ganha importância no cenário brasileiro e mundial, principalmente pelo fato do desenvolvimento econômico e social de uma país estar intimamente relacionado à pujança de suas startups. A contribuição central deste projeto reside na apresentação de um modelo que contribua para a dinâmica de criação, atração e desenvolvimento de novos empreendimentos intensivos em conhecimento. Para tanto, será empreendida uma pesquisa Quanti-Quali em diferentes ecossistemas regionais de startups no Brasil. Para fins de análises comparativas, também serão coletados dados quantitativos secundários e dados qualitativos primários no exterior.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Altair Antoninha Del Bel Cury

Ciências da Saúde

Odontologia
  • desempenho clínico, funcional e mecânico de infraestruturas de poliéter-éter-cetona (peek) para próteses parciais removíveis
  • O fluxo digital para planejamento e execução de próteses parciais removíveis (PPRs) possibilita menor tempo clínico, maior precisão e reprodutibilidade. O Poliéter-éter-cetona (PEEK) tem se destacado como alternativa às ligas de Cobalto-Cromo (Co-Cr), por possuir excelentes propriedades físicas e mecânicas. Assim, os objetivos do projeto são avaliar o desempenho mecânico e a adaptação de infraestruturas de PPRs confeccionadas com PEEK para a reabilitação de pacientes classe I de Kennedy mandibular por meio de estudos in vitro e in silico. Além disso, desenvolver um ensaio clínico randomizado (ECR) para comparar o desempenho clínico, funcional e a percepção do paciente frente ao tratamento com PPRs com infraestruturas de PEEK e de Co-Cr. Modelos virtuais de PPRs com infraestruturas de Co-Cr e PEEK serão construídos, e a distribuição de tensões será avaliada por meio da análise de elementos finitos. Em acréscimo, infraestruturas de PEEK e Co-Cr serão avaliadas quanto a sua adaptação, e confiabilidade de falha pelo teste de fadiga acelerada progressiva (SSALT). Para o ECR, 34 pacientes edêntulos totais maxilares e classe I de Kennedy mandibular serão selecionados e reabilitados com próteses novas. Os pacientes serão randomizados quanto ao tipo de infraestrutura da PPR, fabricadas em Co-Cr e em PEEK. A partir do escaneamento 3D do modelo de trabalho, serão realizados o desenho virtual e a manufatura subtrativa para infraestruturas em PEEK, e impressão 3D de padrão em resina para fundição das infraestruturas em Co-Cr. Durante 24 meses após instalação das próteses, os pacientes serão avaliados quanto a saúde periodontal; alterações nas dimensões do rebordo residual através de escaneamentos 3D e radiografias panorâmicas; função mastigatória; satisfação e qualidade de vida relacionada à saúde oral; e todos os eventos de manutenção e complicações protéticas serão registradas. Após análise descritiva dos dados os testes estatísticos apropriados serão aplicados.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Álvaro Campos Cavalcanti Maciel

Ciências da Saúde

Fisioterapia e Terapia Ocupacional
  • desenvolvimento tecnológico e aplicabilidade clínica de dispositivos vestíveis para monitoramento remoto da saúde e funcionalidade de idosos comunitários
  • O avanço da tecnologia tornou-se um importante aliado na criação de novas medidas e estratégias de monitoramento remoto e contínuo do estado funcional de indivíduos, permitindo a população acesso a serviços baseados em novos paradigmas, modificando a forma como os profissionais monitoram, coletam e usam dados de usuários, otimizando assim, o cuidado com o indivíduo. Os dispositivos vestíveis (wearables) são capazes de extrair informações sobre o usuário, podendo ser um importante instrumento para avaliar de forma continua e remota dados pertinentes da funcionalidade e saúde do idoso. Nessa categoria de dispositivos vestíveis, podemos encontrar os smartwatches que, dada a sua aplicabilidade e versatilidade, têm sido usados em algumas pesquisas para extrair informações como frequência cardíaca, dados de sono, passos, calorias gastas por dia, entre outras. É neste cenário que a presente pesquisa objetiva utilizar esse aparato tecnológico, o smartwatch, para o monitoramento remoto em tempo real de dados fisiológicos dos idosos comunitários residentes em Parnamirim–RN, que fazem parte do Projeto PRO-EVA (www.proeva.ccs.ufrn.br) e correlacionar esses dados do dispositivo vestível com os dados coletados pela Caderneta de Saúde da Pessoa Idosa, e assim, apontar indicadores do processo saúde/doença, identificando as alterações inerentes do processo de envelhecimento que podem estabelecer um maior risco a declínios funcionais na vida do idoso. Essa pesquisa visa beneficiar e contribuir para os cuidados à parcela da população que mais cresce e demanda atenção em nosso país. Através dessa iniciativa, podemos estabelecer novas medidas e estratégias em fisioterapia geriátrica que possam melhor assistir à população e também contribuir para o aumento no conteúdo científico a partir dessa abordagem, tendo em vista a escassez de pesquisas no âmbito nacional e internacional do uso da tecnologia vestível para monitoramento remoto e em tempo real da saúde do idoso.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025