Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

José Falcão Sobrinho

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • :bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil” - desenvolvimento científico e tecnológico no semiárido e nos enclaves úmidos da região norte cearense
  • A Semana de Ciência e Tecnologia intitulada: “BICENTENÁRIO DA INDEPENDÊNCIA: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil” - Desenvolvimento científico e tecnológico no semiárido e nos enclaves úmidos da região Norte cearense, será concebida em torno do conceito de redes em que se optou por integrar diferentes entidades formando uma programação conjunta na mesma data da SNCT. Para a realização da Universidade Estadual Vale do Acaraú/UVA, atuará como agente de integração das demais entidades dos municípios, consolidando uma agenda única de eventos realizados nos pólos de Sobral e Ibiapina. Além disso, a administração Universidade incentivará os órgãos e entidades externas a promoverem eventos durante a Semana de Ciência e Tecnologia. Dessa forma, a Universidade ampliará a disseminação do tema e fortalecerá o objetivo da Semana que, além de promover a divulgação da inovação, terá como proposta a integração dos diversos atores que atuam com ciência, tecnologia e inovação da região Norte cearense
  • Universidade Estadual Vale do Acaraú - CE - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

José Freitas Siqueira Júnior

Ciências da Saúde

Odontologia
  • infecção endodôntica em pacientes oncológicos: análise da microbiota e dos resultados do tratamento
  • A lesão perirradicular é uma das doenças inflamatórias orais mais comuns, junto com cárie e doença periodontal, e é causada pela infecção bacteriana do canal radicular. Especialmente em pacientes sob uso de medicamentos antirreabsortivos, antiangiogênicos, bisfosfonatos ou aqueles irradiados em cabeça e pescoço, o tratamento endodôntico pode adiar ou mesmo eliminar a necessidade de extrações dentárias, salvando o dente e reduzindo os riscos de complicações de correntes da extração. O objetivo do presente ensaio clínico é avaliar a microbiota endodôntica e sua resposta ao tratamento endodôntico, bem como a incidência de dor pós-operatória em pacientes com osteorradionecrose ou osteonecrose relacionada ao uso de medicamentos, em comparação com pacientes não afetados por essas condições. Isto permitirá detectar fatores que podem influenciar o tratamento endodôntico adequado nestes pacientes e assim, desenvolver estratégias para melhorar os resultados. A amostra será constituída dos seguintes grupos: Grupo 1- Pacientes oncológicos em uso ou que usaram medicamentos antiangiogênicos, antirreabsortivos ou bisfosfonatos; Grupo 2 - Pacientes oncológicos que foram irradiados ou estão em radioterapia de cabeça e pescoço e Grupo 3 (controle) - Pacientes saudáveis (controle). Os tratamentos endodônticos serão realizados em duas sessões com uso de instrumentos acionados a motor e com aplicação de medicação intracanal com pasta de hidróxido de cálcio. Amostras bacteriológicas serão coletadas dos canais antes e após diferentes passos do tratamento e serão analisadas por métodos moleculares quantitativo (reação em cadeia da polimerase em tempo real) e qualitativo par identificação de patógenos endodônticos (checkerboard de captura reversa). A dor pós-operatória será avaliada 24 horas, 72 horas e 7 dias após o término do tratamento endodôntico. Os resultados clínico e radiográfico do tratamento endodôntico também serão avaliados.
  • Universidade Iguaçu - RJ - Brasil
  • 18/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

José Gabriel Rodríguez Carneiro Gomes

Engenharias

Engenharia Elétrica
  • treino de redes neurais profundas para aplicações em qualidade de imagens, análise de tráfego, diagnóstico laboratorial e classificação de sentimentos
  • Esta proposta de projeto busca recursos, através da chamada CNPq/AWS 32/2019, para a realização de pesquisas, utilizando infraestrutura de computação em nuvem, em quatro linhas de pesquisa que estão em andamento no Laboratório de Processamento Analógico e Digital de Sinais (PADS) da COPPE/UFRJ. As quatro linhas de pesquisa se relacionam entre si através da metodologia em comum, que envolve a montagem e o uso de bases de dados específicas, o treino de redes neurais convolucionais profundas ou o treino de redes neurais recorrentes, e a comparação entre os resultados a serem obtidos e resultados pré-existentes. As quatro linhas de pesquisa têm forte componente no sentido de automatização da realização de tarefas que seriam, em alternativa, desenvolvidas com alto custo através de anotadores humanos em inspeção feita sobre bases de dados grandes (com imagens, vídeos ou textos), e por isso isso estão associadas à linha temática de “Transformação Digital”. Especificamente, as quatro linhas de pesquisa são: 1) análise automática da qualidade de imagens geradas por algoritmos de mapeamento de tons (“tone mapping”), aplicados às imagens com alta faixa dinâmica (HDR, do inglês “high dynamic range”) que são geradas por câmeras de alta qualidade; 2) análise automática do tráfego urbano, para a estimação dos níveis de poluição sonora, ou para a identificação de fontes de ruído, diretamente a partir do sinal de vídeo das câmeras que monitoram o tráfego; 3) diagnóstico laboratorial automatizado, a partir de imagens de lâminas de distensão sanguínea ou de gota espessa de sangue, capturadas por microscópios, para detecção da doença de Chagas; e 4) análise automática do sentimento expresso, em relação a um objeto (obra, notícia, pessoa, instituição etc.) pelo autor de um texto escrito em linguagem natural. As quatro linhas de pesquisa são tratadas, sempre nesta ordem, nas respostas que são dadas, neste documento, às questões propostas no Modelo de Proposta Estruturado que acompanha a chamada. Os quatro temas de pesquisa têm relevância atual e incentivam, além dos exercícios de aplicação de redes neurais profundas e do convite natural à utilização de ambientes de computação em nuvem, o desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas práticos da sociedade. Para o desenvolvimento da pesquisa nestes temas, o projeto conta com a colaboração de professores e alunos da COPPE e Escola Politécnica da UFRJ (Laboratório de Processamento Analógico e Digital de Sinais, PADS, e Laboratório de Instrumentação e Simulação Acústica, LISA), do Centro de Ciências da Saúde da UFRJ (Instituto de Biofísica Carlos Chagas Filho), do Programa de Engenharia Elétrica da UERJ, e do CEFET-RJ em Petropolis.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 16/09/2020-30/09/2022
Foto de perfil

José Galizia Tundisi

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • pesquisas ecológicas de longa duração nas bacias hidrográficas dos rios itaqueri e lobo e represa da uhe carlos botelho
  • Os trabalhos no sítio BROA se desenvolvem desde 1971 e uma pesquisa de longo prazo revelou aspectos importantes ecológicos, socioambientais, interrelações, usos do solo, qualidade da água e contribuíram para a conservação dos ecossistemas e de sua função. No entanto, nesta nova fase pretende-se responder às seguintes questões científicas: • Como ocorrem os ciclos de substâncias dissolvidas na água (hormônios, disruptores endócrinos, pesticidas, herbicidas, cosméticos, produtos produtos de excreção de algas? • Como ocorrem os ciclos de nutrientes (fósforo, carbono, nitrogênio), ciclos de metais (com especial atenção aos metais pesados), e suas interrelações com a distribuição vertical e horizontal proporcionada pelos fatores climatológicos humanos / hidrológicos e pelas atividades? • Quanto há de estoques de biomassa, processos e moldes de interação entre os diferentes compartimentos da teia trófica microbiana planctônica e qual a influência da estrutura das comunidades de produtores primários e consumidores da cadeia trófica clássica nos estoques de biomassa e processos microbianos? • Qual a biodiversidade de comunidades microbianas planctônicas (procariontes e eucariontes) e sua dinâmica em relação aos fatores ambientais? • Qual a robustez de teorias ecológicas (habitualmente desenvolvida para animais e plantas) em sistemas microbianos? • Processos relacionados com uma teoria ecológica (“Tipping Point“, Exergia, Sucessão Ecológica) e que são fundados nas pesquisas de longo prazo serão estudados nesta fase do projeto. A bacia hidrográfica dos rios Itaqueri e Lobo e a represa UHE Carlos Botelho são tratados com uma abordagem sistêmica e integrada e com capacidade preditiva para remediação, correção de impactos, identificação dos impactos principais e conservação.Alem disto como dimensões deste ecossistema sistema artificial e a possibilidade de seu uso como “site” experimental torna-se este projeto muito importante do ponto de vista do teste e aplicação da teoria.
  • Instituto Internacional de Ecologia - SP - Brasil
  • 26/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jose Garcia Ribeiro Abreu Junior

Ciências Biológicas

Morfologia
  • as implicações da via de sinalização wnt no desenvolvimento embrionário e nas doenças.
  • Este projeto investigará a regulação fina da via de sinalização Wnt/ß-catenina, cujos efeitos impactam na organização espacial dos territórios embrionários, destino e diferenciação celular de tecidos, e na homeostasia de tecidos adultos. O efeito desta sinalização tem implicações diretas e essenciais na correta formação do futuro cérebro e na regulação homeostática de tecidos adultos como no caso do sistema digestório. Erros nesta regulação podem ser catastróficos a ponto de impedir a formação e o correto funcionamento do cérebro ou iniciar um processo tumorigênico em células intestinais. Com base nos resultados que obtivemos até agora, este projeto será dividido em três partes: 1) Investigaremos novos mecanismos que controlam os campos morfogenéticos responsáveis pela formação da placa neural e do cérebro embrionário com atenção para os novos inibidores da via Wnt/ß-catenina Tmem, Tiki2 e Notum. 2) Investigaremos os efeitos na sinalização e as consequências fenotípicas em embriões de Xenopus produzidas pelas mutações no gene CTNNB1 (codifica a ß-catenina Humana); 3) Continuaremos o screening funcional com substâncias químicas combinando ensaios repórteres específicos para a via Wnt/ß-catenina em ensaios com embriões de Xenopus, modelo murino e ensaios com organoides de tecido do sistema digestivo. Pretendemos responder as seguintes questões: Como são moduladas as ações dos inibidores de Wnt, Tmem, Tiki2 e Notum durante a indução neural e a formação da região anterior do embrião? Quais os mecanismos e as consequências funcionais induzidas pelas mutações L388P e T551M CTNNB1? Estas mutações estão presentes em amostras humanas de pacientes com diagnósticos de malformações encefálicas? A combinação de sistemas celulares repórter, o embrião de Xenopus e organoides derivados do sistema digestório pode servir como plataforma de estudo na busca de novos moduladores específicos da via Wnt/ß-catenina com função antitumoral? Esta proposta tem como METAS INSTITUCIONAIS: 1) Avançar nas parcerias científicas com o professor Xi He (Harvard Medical School); 2) Formar recursos humanos qualificados na área de Biologia do Desenvolvimento e Embriologia Humana; As METAS CIENTÍFICAS são: 3) Incrementar a produção docente de qualidade; 4) Explorar um conjunto de abordagens inovadoras envolvendo embriologia experimental e a manipulação de vias de sinalização aplicáveis aos problemas da saúde humana; 5) Desenvolver estratégias translacionais a partir das abordagens do projeto. 6) Publicar no mínimo 6 artigos em revista cujo impacto recai sobre o Qualis A-B.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

José Gleisson da Costa Germano

Outra

Divulgação Científica
  • ifce e eventos de abrangência intermunicipal na snct 2022 - bicentenário da independência: 200 anos de ciência, tecnologia e inovação no brasil
  • Trata-se da realização de Eventos de Abrangência Intermunicipal com fomentos a realização de trabalhos científicos de estudantes do ensino fundamental, ensino médio e técnico, de escolas públicas e privadas de, pelo menos, 10 (dez) municípios localizados no Estado do Ceará. Pretendemos apoiar projetos de divulgação e popularização da ciência, que visem contribuir para o desenvolvimento científico e tecnológico de municípios do Estado do Ceará, por meio da realização da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT 2022), desenvolvendo o tema “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”. Objetivo: Fomentar e socializar experiências inovadoras que tragam resultados positivos aos âmbitos social, ambiental e econômico para a região, para o país, para o mundo; além de estimular os jovens cearenses no ingresso na área de Ciência e Tecnologia, com práticas baseadas na Inovação e ações agregadas a um empreendedorismo sustentável, desenvolvendo o tema: “Bicentenário da Independência: 200 anos de Ciência, Tecnologia e Inovação no Brasil”. Atividades propostas:Exposição de CT&I – Apresentação de produtos, processos e/ou serviços selecionados mediante um critério objetivo, com a finalidade de refletir sobre temas científicos transversais para públicos gerais ou específicos, como exposições itinerantes, em local público (Praça Matriz – Praça Pública de Beberibe) ou, excepcionalmente, por meio digital, com ampla divulgação na internet. Como forma de promover e facilitar a compreensão, serão realizadas ações educativas para a decodificação das exposições por parte do público, como textos, imagens, publicações, catálogos digitais, vídeos, sons, games, quizzes e outras ações multimídia. Seminário ou Ciclo de Palestras – Sequência de palestras, mesas-redondas ou debates organizados; Mostra de Teatro Científico com divulgação e a popularização da ciência; Concurso Intermunicipal de Ciência, Tecnologia e Inovação
  • Instituto Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

José Henrique Padovani Velloso

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • estudo, desenvolvimento e aplicação de técnicas e processos audiovisuais em tempo real na música interativa
  • A disseminação de recursos voltados a processos audiovisuais interativos vem desenvolvendo-se consideravelmente a partir do surgimento de linguagens, frameworks e sistemas voltados ao desenvolvimento para web, para jogos digitais, para instalações interativas e para novas práticas de performance (VJing, em especial). Tal desenvolvimento ocorreu pari passu a um crescente interesse na criação musical envolvendo processos visuais, o que repercutiu em gêneros, práticas e ferramentas associadas à visual music, aos processos de visualização do som, à síntese audiovisual e aos processos audiovisuais generativos. O presente projeto propõe a aproximação das pesquisas que se situam nessas novas fronteiras tecnológicas e artísticas, tendo por objetivo geral estudar, desenvolver e aplicar técnicas e processos audiovisuais em tempo real no contexto da composição e da performance de música interativa. A partir da hipótese de que processos audiovisuais em tempo-real têm o potencial de expandir os recursos expressivos da música e das artes digitais contemporâneas, a questão específica do projeto centra-se no desenvolvimento e aplicação criativa de recursos audiovisuais interativos, buscando integrar técnicas, estratégias e processos relacionados à captura, processamento e geração em tempo real de áudio e vídeo. A viabilidade do estudo sustenta-se pela profusão de novas ferramentas que integram processos audiovisuais em ambientes e linguagens voltados à música interativa e às artes digitais e por experimentos artísticos iniciais dos participantes envovelndo o uso desses recursos na composição. A metodologia da pesquisa estrutura-se, resumidamente, em etapas de revisão (I) e planejamento/desenvolvimento/aplicação/discussão (II), baseadas: I) no estudo técnicas, ferramentas e estratégias voltadas ao emprego de processos audiovisuais em tempo real na música interativa, e (II) em etapas cíclicas de planejamento, desenvolvimento, aplicação e discussão.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

José Jassuipe da Silva Morais

Ciências Humanas

Educação
  • ensino técnico profissional brasil-portugal como espaço de circulação de ideias: por uma historiografia do ensino comercial paraibano e conimbricense no século xx.
  • A movimentação de pessoas, documentos, publicações, cartas, imprensa, etc., no início do século XX marca a circulações de ideias Brasil-Portugal. As mudanças no panorama educativo, numa linha liberal e progressista, refletem-se na criação de escolas comerciais para profissionalização em contabilidade e finanças, datilografia e outras profissões ligadas ao comércio, bancos e indústria. O atual abandono dos edifícios dessas escolas, ou mesmo o seu desaparecimento, somados ao debilitado estado de conservação e acessibilidade de espólios documentais, apontam a urgência de se ampliar as investigações neste tema. O projeto "Ensino Ensino Técnico Profissional Brasil-Portugal como espaço de circulação de ideias: Por uma historiografia do ensino comercial paraibano no século XX", tem o objetivo de historiografar a educação comercial no século XX, com olhar para a circulação de ideias Brasil-Portugal. Este projeto pretende responder as seguintes perguntas: Como ocorreu a circulação de ideias entre Brasil-Portugal no ensino técnico-profissional do séc. XX e qual a sua influência sobre as escolas, seus cursos e programas de ensino? Como a imprensa noticiava as atividades das escolas comerciais? Que repercussões o ensino técnico profissional teve sob pessoas, economia e mercado de trabalho das microrregiões da Paraíba? Para responde a estas perguntas, o projeto adota como estratégia metodológica: Revisão sistematizada da literatura, pesquisa documental, entrevistas. Os dados serão tratados quantitativo e qualitativamente, com recurso à análise de conteúdos e frequência.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

José Joatan Rodrigues Júnior

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • caracterização e aplicação de laser aleatório utilizando materiais híbridos de sílica em fotônica e áreas da saúde
  • Sendo proposto inicialmente em 1967 por Lethokov e colaboradores, sistemas com emissão tipo laser aleatório a partir de meios espalhadores, têm sido largamente estudados nos últimos anos, já foram demonstradas várias arquiteturas de dispositivos em três e duas dimensões, além de fibra óptica. Os resultados demonstram um vasto potencial de aplicações tais como sensores, amplificadores ópticos, imagens de sistemas biológicos, detecção de tecido cancerígeno etc. Atualmente existe um esforço no sentido de desenvolver lasers aleatórios mais eficientes e com características específicas para cada aplicação, como alta eficiência, emissão em mais de um comprimento de onda e possibilidade de sintonia da emissão. O presente projeto visa o estudo e caracterização de lasers aleatórios utilizando materiais porosos híbridos de sílica dopados com materiais fluorescentes, orgânicos e inorgânicos. Os sistemas estudados serão avaliados em aplicações como sensores e dosimetria de radiação em doses típicas de radioterapia. Os grupos de pesquisa da UFS, da UNESP de Rio Claro e da UFABC, que fazem parte desse projeto, já mantêm uma colaboração no tema e o projeto possibilitará o fortalecimento dessa cooperação e melhoria da infraestrutura laboratorial das duas instituições, refletindo da consolidação das suas pós-graduações.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jose Jorge de Carvalho

Ciências Humanas

Antropologia
  • inclusão no ensino superior e na pesquisa
  • Instalado em julho de 2009, o INCT de Inclusão obteve menção de Excelência em todos os quesitos na II Avaliação dos INCT’s em julho de 2013 e foi reconhecido por ter alcançado todas as metas que havia formulado até aquele momento. O que propomos, a partir de agora, é o aprofundamento do trabalho realizado nesses cinco anos e que já colocou o Instituto como centro de referência nacional (e em alguns países da América Latina e da África), na área de políticas de inclusão no ensino superior. O INCTI congregou uma comunidade de pesquisadores dispersa pelo país e consolidou a atual rede de pesquisa sobre ações afirmativas e políticas de inclusão no ensino superior. Criamos uma nova área de pesquisa no Brasil baseada em teorias, métodos e modelos de intervenção que têm sido formulados, em grande parte, por muitos dos pesquisadores do Instituto. Organizamos, ao mesmo tempo, um Banco de Dados sobre as ações afirmativas e o Encontro de Saberes que igualmente não existia no país antes da instalação do nosso Instituto. Consolidado o INCTI, recebemos demandas crescentes, tanto da sociedade como do Estado, para análise e acompanhamento das políticas vigentes e para a expansão das mesmas. Daí a necessidade de ampliar nossos recursos e nosso quadro de pesquisadores para que possamos dar continuidade às pesquisas em andamento e iniciar novas, expandindo o nosso espectro científico e nossa capacidade de intervenção e assessoramento ao Estado e à sociedade. Eis o quadro dos resultados principais alcançados e a visão prospectiva do Instituto. Entre as metas iniciais que conseguimos finalizar, duas são especialmente expressivas, tanto na inovação que significam, quanto no seu impacto enquanto produção acadêmica, divulgação científica e avanço pedagógico e curricular. 1. Criamos um Mapa das Ações Afirmativas, o qual sintetiza, em uma imagem multidimensional, multiescalar e com um sistema semiótico próprio, a centena de modelos distintos de cotas implementados nas universidades ao longo de uma década, projetado como guia de consulta para os estudantes secundaristas, para uso dos professores e também como material de avanço de interesse para os especialistas na área. Ele é complementado pelo livro A Política de Cotas no Ensino Superior, o qual explica o seu funcionamento e oferece uma teoria completa das ações afirmativas, tal como tem sido desenvolvida no Brasil até agora. O kit Mapa-Livro acaba de ser impresso pelo Ministério da Educação em uma edição de 37.000 exemplares, dos quais 5.000 ficarão para a rede ampla do Instituto e 32.000 para serem distribuídos em todas as instituições públicas de ensino superior e em todas as escolas de ensino médio do país. Conseguimos, portanto, impactar todo o sistema de ensino brasileiro com uma síntese descritiva e conceitual do novo universo das ações afirmativas que teve sua proposta pioneira na Universidade de Brasília, sede do Instituto de Inclusão. O próximo passo desse trabalho será atualizar o Mapa anualmente, de modo a monitorar as mudanças decorrentes da obrigatoriedade de implementação da Lei de Cotas, incluindo a recontagem dos seus impactos quantitativos, segundo o modelo que desenvolvemos das Cotas em Números. Versões atualizadas do Mapa serão igualmente distribuídas na rede de ensino médio e superior. 2. Criamos em 2010 a primeira edição da disciplina “Artes e Ofícios dos Saberes Tradicionais”, como ação pioneira do projeto Encontro de Saberes. Após quatro anos, a disciplina já foi ministrada em cinco universidades públicas brasileiras e uma colombiana (estando projetada em 2015 para mais três universidades daquele país, todas seguindo o nosso modelo). Neste momento, acabamos de alcançar um resultado contundente: o Ministério da Educação acatou nossa formulação de proposta de expansão do Encontro de Saberes e abriu uma nova rubrica, no total de 12.663.000,00, para que a disciplina seja ofertada em todas as 63 universidades federais no ano de 2015. O INCTI conseguiu, portanto, criar uma política de inovação pedagógica e epistemológica ao nível do Ministério da Educação válida para todas as universidades federais. Além dessas metas finalizadas, estamos em pleno desenvolvimento de duas outras, igualmente de grande fôlego e potencial inovador: a) a confecção da Cartografia dos Mestres e das Expressões das Culturas Populares e Tradicionais, que integrará uma dimensão importante do Plano Nacional de Cultura, de interesse central para o Ministério da Cultura; b) a elaboração da metodologia dos Centros Vocacionais de Trocas Tecnológicas, encomendada pelo Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação como modelo de política pública construída em diálogo, para a instalação de Centros equivalentes para os demais povos tradicionais (quilombolas, ribeirinhos, etc.), a ser replicado em escala nacional pelo Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome. Sintetizando, o INCTI iniciou seus trabalhos com uma dotação orçamentária de 2.000.000,00. Após cinco anos de atividade, de pesquisa e de formulação de políticas públicas de inclusão para vários Ministérios, chegamos a captar diretamente para o Instituto o valor de 7.479.409,96 , além do valor de 12.663.000,00 que o MEC repassará às universidades federais em 2015 atendendo à proposta de generalização do Encontro de Saberes por nós solicitada. É com base nesses resultados, entre outros, que esperamos ser contemplados, na sua justa medida, na nossa solicitação de continuidade e crescente expansão do Instituto de Inclusão.
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 08/01/2018-30/11/2024
Foto de perfil

José Júlio Costa Sidrim

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • resistência antimicrobiana e virulência em fungos e bactérias emergentes e reemergentes: estudo das interrelações entre pessoas, animais e o ambiente
  • A emergência/reemergência de patógenos resistentes a antimicrobianos tem marcado os últimos anos, pondo em risco a saúde humana e animal, enfatizando a necessidade de novas estratégias de controle. O uso indiscriminado de antimicrobianos é a causa mais aceita para a resistência, mas sabe-se que resíduos ambientais de antibióticos e de agroquímicos também causam pressão seletiva em populações microbianas. Já foi demonstrado que Aspergillus fumigatus, um fungo ambiental patogênico, desenvolve resistência clínica em decorrência da exposição a fungicidas da agricultura. Ademais, alguns agroquímicos aumentam a expressão de bombas de efluxo em leveduras e bactérias. Essas observações trazem indagações sobre o impacto de antimicrobianos e agroquímicos sobre patógenos que colonizam diferentes ambientes, como os fungos Candida spp., Cryptococcus spp., Trichosporon spp., Sporothrix spp., Histoplasma capsulatum e Coccidioides posadasii e as bactérias Burkholderia pseudomallei, Pseudomonas aeruginosa, Escherichia coli e Enterococcus spp. Esses patógenos colonizam solos, águas, plantas e animais, mas causam infecções sistêmicas em seres humanos e animais, havendo relatos de infecções não responsivas a antimicrobianos. Assim, hipotetiza-se que antibióticos e agroquímicos presentes no ambiente e na cadeia alimentar de animais induzem resistência a antimicrobianos e alterações na virulência de fungos e bactérias. Para validar a hipótese, será avaliada a sensibilidade antimicrobiana de fungos e bactérias isolados de seres humanos, animais e ambientes cultivados ou não com agroquímicos. Paralelamente, cepas fúngicas e bacterianas serão expostas a antibióticos e agroquímicos e serão avaliadas quanto à sensibilidade, à virulência, à integridade celular e ao perfil proteico. Por último, será avaliada a potencialidade antimicrobiana de diferentes compostos. Dessa forma, este projeto fará uma abordagem One Health, visando à melhor compreensão da resistência e da virulência microbiana.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

José Julio de Toledo

Ciências Agrárias

Recursos Florestais e Engenharia Florestal
  • muito mais que madeira: estimando os estoques de carbono com aprendizado de máquina para analisar a viabilidade do pagamento de créditos de carbono em comparação com a exploração seletiva de madeira nas florestas do amapá
  • As estimativas de biomassa florestal na Amazônia possuem muitas incertezas associadas à extrapolação dos dados de parcela para a escala da paisagem. No atual cenário de aumento das concessões florestais para exploração madeireira na Amazônia é essencial espacializar a biomassa com precisão para poder prever os impactos da atividade sobre os estoques de carbono, que são estimados a partir da biomassa. Conhecer a distribuição florística das árvores também é um fator crucial para auxiliar na determinação das perdas de carbono, tendo em vista que a extração de madeira é seletiva sobre as árvores que armazenam mais carbono; as espécies com densidade de madeira pesada e árvores de grande porte. Particularmente, o Amapá detém quase a totalidade da cobertura florestal intacta devido às áreas protegidas, mas a previsão é de que 1,77 milhões de hectares sejam concedidos para exploração madeireira. Entretanto, até o momento não foi realizada uma estimativa apropriada de biomassa e nem foi conduzida uma avaliação da viabilidade da exploração em comparação com o pagamento de serviços ambientais. Esta proposta contribuirá para preencher esta lacuna através da quantificação da biomassa florestal e carbono combinando dados de imagens de satélite e variáveis ambientais com algoritmos de aprendizado de máquina para selecionar modelos preditivos robustos para estimar a biomassa, carbono e a distribuição florística de árvores com alta precisão. Os resultados dessa proposta possibilitarão o cálculo do valor da floresta “em pé” como prestadora de serviço de armazenamento de carbono para mitigação das mudanças climáticas, permitindo também uma comparação confiável da renda obtida com a exploração madeireira e da renda com créditos de carbono. Essa análise fornecerá subsídios para fomentar uma mudança no setor, de exploração madeireira para pagamento de serviços ecossistêmicos.
  • Universidade Federal do Amapá - AP - Brasil
  • 24/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Jose Lamartine Soares Sobrinho

Ciências da Saúde

Farmácia
  • desenvolvimento em quíntupla hélice de scaffold biopolimérico por impressão 3d para medicina regenerativa. cnpq, ufpe, cooperativa coperacaju, caatinga e a startup gumlife unidos pela inovação de impacto positivo.
  • O desenvolvimento da manufatura aditiva viabilizou grande avanço da pesquisa na área de regeneração de tecidos e órgãos através do desenvolvimento de scaffolds, dispositivos de suporte, que fornecem sustentação mecânica, propiciam o crescimento celular e permitem o transporte de nutrientes, metabólitos e fatores de crescimento. Os scaffolds atuam como substrato para adesão celular e apresentam características essenciais como biocompatibilidade e biodegradabilidade. Os materiais disponíveis atualmente para este fim vão deste de polímeros sintéticos como o poli álcool vinílico, poli(óxido de etileno) e poli(óxido de propileno) aos biopolímeros de origem natural como goma arábica, ácido polilático, quitosana e celulose; de amplo uso industrial, contudo ainda possuem limitações para esta aplicação, necessitando aprimoramento. Este projeto visa desenvolver novos materiais genuinamente brasileiros a base do biopolímero goma do cajueiro, otimizado por meio de combinações e reações químicas sustentáveis. Os materiais desenvolvidos serão de origem natural e de fonte renovável e contribuirão positivamente para o desenvolvimento socioeconômico e agroecológico positivo da Cajucultura Brasileira. O estimulo ao desenvolvimento agroecológico da Caatinga, único bioma exclusivamente brasileiro, é urgente, por este ser o bioma mais degradados do país, concentrando mais de 60% das áreas susceptíveis à desertificação. A metodologia será desenvolvida por meio da (1) compra do exsudato do cajueiro da Cooperativa de Agricultura Familiar CooperaCaju, localizada no Bioma da Caatinga, Nordeste Brasileiro; (2) beneficiamento do exsudato do cajueiro em hidrocoloide em parceria com a Startup Gumlife; (3) desenvolvimento do hidrogéis para impressão 3D e (4) obtenção dos scaffolds através de braço robótico. O projeto propicia contribuição não apenas para o desenvolvimento da medicina e saúde humana, mas com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da Organização das Nações Unidas (ONU).
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

José Luis Fernando Luque Alejos

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • taxonomia integrativa de helmintos parasitos em peixes dulcícolas do brasil: elucidando a biodiversidade ainda negligenciada
  • Na última década a taxonomia integrativa tem sido uma importante ferramenta para resolução de problemas taxonômicos, melhor compreensão de relações evolutivas e de padrões de biodiversidade relacionados aos helmintos parasitos. Todavia, apesar do crescente número de estudos focados nessa temática e a alta biodiversidade, tanto os peixes quanto sues parasitos ainda são pouco compreendidos nos biomas dulcícolas do Brasil. O panorama é claro quando a taxonomia desses grupos é destacada, sendo possível observar muitos problemas de classificação e diagnose, caracterizações genéticas escassas, relações evolutivas pouco elucidadas e, até mesmo, desconhecidas. Além disso, a inexistência de sequências referências para a maior parte das espécies é empecilho para a identificação molecular de espécies com importância na piscicultura ou zoonóticas. Visando preencher as lacunas nesta área do conhecimento, a presente proposta tem como objetivo contribuir para o conhecimento taxonômico de espécies dos principais táxons de helmintos (Nematoda, Platyhelminthes, Acanthocephala) parasitando peixes dulcícolas em importantes biomas brasileiros (Cerrado, Mata Atlântica, Caatinga). Amostras de helmintos recuperadas de diferentes espécies de peixes serão estudados morfologicamente (microscopia de luz e eletrônica) e geneticamente (geração de sequencias de genes nucleares e mitocondriais). A estimativa é que mais de 100 espécies sejam avaliadas. Os dados serão integrados através de ferramentas bioinformáticas, e reconstruções filogenéticas serão geradas. Sequências genéticas também serão geradas para os hospedeiros, fortalecendo ainda mais as bases de dados. Espera-se que a abordagem taxonômica integrativa aqui proposta auxilie na constituição de base sistemática e de dados sólida, permitindo melhor compreensão da biodiversidade real de helmintos de peixes do Brasil, além de avançar no conhecimento de suas relações evolutivas e diagnose mais eficiente, além da descoberta de novas espécies.
  • Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

José Luiz Gondim dos Santos

Outra

Multidisciplinar
  • semana do conhecimento 2021 - a ciência e seus desafios globais
  • SEMANA DO CONHECIMENTO 2021 - A ciência e seus desafios globais. Evento que realizará a difusão da temas transversais que impactam as mudanças tecnológicas nas diversas áreas vivenciada pela comunidade acreana e brasileira, por meio de palestras, atividades expositivas e interativas, minicursos, oficinas e experimentos químicos que serão ministradas por intuições não governamentais e governamentais parceiras do projeto, e que realiza o desenvolvimento educacional científico no município de Rio Branco e Porto Acre, como ação da Semana Estadual de Ciência e Tecnologia.
  • Governo do Estado do Acre - AC - Brasil
  • 12/11/2021-30/11/2023
Foto de perfil

José Luiz Gondim dos Santos

Outra

Multidisciplinar
  • 200 anos de independência do brasil: desafios para a ciência
  • A edição da SNCT 2022 - 200 anos de Independência do Brasil: Desafios para a ciência, Evento que realizará a difusão da temas que impactam as mudanças tecnológicas nas diversas áreas vivenciadas pela comunidade acreana e brasileira, por meio de palestras, atividades expositivas e interativas, minicursos, oficinas e experimentos químicos que serão ministradas por intuições não governamentais e governamentais parceiras do projeto, e que realiza o desenvolvimento educacional cientifico nos municípios de Rio Branco, Senador Guiomard e Porto Acre. O projeto visa abranger as comunidades e escolas de periferias e rurais realizando atividades em escolas estaduais e municipais e podendo ocorrer expedição cientifica realizando a mobilização e deslocamento dos alunos, onde propiciará a troca e estimulo ao conhecimentos, maior participação de jovens e adultos em eventos científicos, valorização da experimentos, da ação investigativa, ferramentas e equipamentos de projetos inovadores, de trabalhos interdisciplinares e da promoção da iniciação científica. Além disso, • Estimular a articulação entre escolas para impacto social, de forma positiva, para o desenvolvimento cientifico e tecnológico dos municípios; • Aumentar a participação dos jovens e comunidade escolar em eventos científicos e tecnológico online e presencial; • Oportunizar diversas escolas que não tem a possibilidade de transportar os alunos para eventos CT&I; • Despertar o interesse do público voltado ao conhecimento científico e tecnológico; Tem como PÚBLICO ALVO, atingir aproximadamente 14 mil estudantes do ensino municipal e estadual infantil, fundamental e médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA) e rurais de bairros periféricos de Rio Branco, Senador Guiomard e Porto Acre. Como resultado esperado, aumentar a participação dos jovens em eventos científicos, envolver os jovens em debates e iniciação cientifica e aumentar o número de atividades executadas pelo programa de Difusão e Popularizão.
  • Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Acre - AC - Brasil
  • 12/09/2022-31/03/2023
Foto de perfil

José Luiz Mazzei da Costa

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • avaliação do potencial anticâncer de terpenoides naturais e de seus derivados obtidos pela semissíntese e bioconversão
  • A classe química dos terpenos tem revelado importantes moléculas utilizadas na quimioterapia do câncer, além dos estudos pré-clínicos quanto à capacidade citotóxica, anti-inflamatória e imunomoduladora. Entre as moléculas ativas nesse estágio, estão alguns monoterpenos e ácidos triterpênicos com alto potencial terapêutico, mas que ainda oferecem dificuldades quanto à obtenção em larga escala e subsequente purificação. Este contexto abriga a presente investigação, na qual serão ensaiados a esterificação de dois monoterpenos do tipo p-mentano, como ácido perílico e ácido p-cumínico, comumente obtidos pela bio-oxidação do limoneno e do p-cimeno; e a separação e purificação de três triterpenos oriundos de fontes renováveis como as cascas de maçãs e folhas de uma espécie de Myrtaceae. Os monoterpenos serão focados sobre os métodos para qualificar a pureza química. Os triterpenos selecionados possuem amplas propriedade farmacológicas. Entretanto, há uma escassez de métodos descritos para purificá-los a partir de matrizes vegetais. Além disso, apresentam baixa biodisponibilidade em meio fisiológico, devido à pobre solubilidade decorrente da própria estrutura molecular. O estudo investigará soluções para ambos esses obstáculos, pelo ensaio de novos métodos de separação desses ácidos teriterpênicos, seguido de testes de esterificação, como estratégia para produzir moléculas farmaceuticamente mais aceitáveis. As substâncias serão testadas in silico quanto a atividades farmacológicas, toxicológicas, de metabolização e ancoragem molecular (capacidade de reverter MDR) e da capacidade citotóxica sobre linhagens tumorais. Esta última, associada aos mecanismos de indução de morte celular, será avaliada in vitro. Os ensaios in vivo abordarão a atividade antitumorigênica e antimetastática, pelo implante de células de tumor de mama, com foco na metástase óssea e analisando as respostas imunes.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 27/06/2022-30/06/2024
Foto de perfil

José Manuel Macário Rebêlo

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • avaliação da degradação da cobertura vegetal e do impacto na diversidade de dipteros vetores associados à doenças tropicais negligenciadas no estado do maranhão
  • No Maranhão, situado numa região ecotonal do Brasil, foi encontrada uma rica fauna de dípteros vetores de doenças tropicais, incluindo flebotomíneos (97 espécies), culicídeos (81 espécies) e Culicoides (45 espécies), mas várias espécies ainda necessitam de identificação. Estes insetos desempenham importantes funções nos ciclos parasitários florestais maranhenses e na transmissão de patógenos para os seres humanos e animais domésticos. Apesar desse conhecimento, desde a década de 90, quando o nosso grupo de pesquisa iniciou os estudos entomológicos, o avanço das fronteiras agrícolas, a urbanização e outras atividades humanas degradaram rapidamente a cobertura vegetal original em todo o Estado, causando intensas modificações nos ecossistemas florestais. Em consequência, uma parte representativa da cobertura vegetal onde estes insetos foram estudados, desapareceu ou é representada por vegetações secundárias. A hipótese deste estudo é que o desmatamento e outros tipos de degradação das florestas afeta a estrutura das comunidades dos insetos vetores, causando mudança na riqueza, tamanho das populações e ordem de dominância das espécies, que respondem aos diferentes níveis de degradação da cobertura vegetal. Esta hipótese é factível, pois estudos prévios e recentes, levados a efeito na Amazônia maranhense, demonstraram que houve redução da riqueza de flebotomíneos nos remanescentes florestais degradados e ocorrência de espécies, sem registros prévios, nos assentamentos rurais e periurbanos próximos, assim como, mudança no perfil epidemiológico das leishmanioses tegumentar e visceral. Para testar esta hipótese, iremos estudar a fauna desses dípteros em fragmentos de floresta primárias de áreas protegidas e, também, de florestas secundárias, em áreas representativas do estado do Maranhão, inseridas nos domínios Amazônia e Cerrado, e correlacionar com os níveis de degradação desses fragmentos florestais que serão determinadas por meio de análise de ecologia de paisagem.
  • Universidade Federal do Maranhão - MA - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

José Marcelo Domingues Torezan

Ciências Biológicas

Ecologia
  • sítio peld manp - mata atlântica do norte do paraná
  • Esta proposta visa à continuidade das atividades no Sítio PELD MANP, que consiste em um conjunto de amostras distribuídas em fragmentos de Floresta Estacional Semidecidual e sítios de restauração ecológica (reflorestamentos com espécies nativas) situados na região de Londrina, norte do estado do Paraná, em monitoramento por pesquisadores e estudantes do Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas da UEL. Os fragmentos e reflorestamentos situam-se em uma região homogênea em termos de vegetação original, solos, clima e histórico de ocupação, além da técnica de restauração, no caso dos reflorestamentos. No domínio da Mata Atlântica, a Floresta Estacional Semidecidual é a fitofisionomia mais ameaçada, da qual restam menos de 4% da área original, e o PELD MANP situa-se em meio a uma das maiores regiões produtoras de grãos do País. A proposta do sítio é monitorar tanto a dinâmica de longo prazo nos fragmentos florestais quanto a evolução dos reflorestamentos, visando responder às seguintes questões principais: -Quais são, no médio-longo prazo, os padrões de resposta dos remanescentes de Mata Atlântica à fragmentação, contaminação com pesticidas e fertilizantes, invasões biológicas e à mudança climática? -Como evoluem, no médio-longo prazo, ecossistemas em restauração inseridos em uma paisagem agrícola, com habitats naturais reduzidos e fragmentados? -Como os padrões de resposta de remanescentes e áreas de restauração podem informar estratégias de conservação e manejo destes ecossistemas?
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

José Maria Barbosa Filho

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • estudo químico biomonitorado de algumas plantas da região semiárida do nordeste em especial do estado da paraíba, semissíntese de metabólitos secundários e estudos in sílico dos produtos naturais
  • Embora, quanto a dimensão territorial, a Paraíba não se inclua entre os maiores Estados da Federação, é notável a variação da sua vegetação natural. Cerca de 80% do seu território encontra-se no polígono da seca, numa região característica, denominada "Caatinga", um habitat específico para plantas não encontradas em outras regiões do globo. Estima-se que nos seus 56.372 km2 cerca de 500 espécies de plantas sejam empregadas com fins terapêuticos e algumas com valor econômico agregado. Este projeto pretende dar continuidade a um estudo multidisciplinar dos aspectos botânico, fitoquímico e farmacológico dos extratos de plantas, frações semipurificadas e constituintes químicos ativos isolados e identificados a partir de plantas medicinais e tóxicas ainda não analisadas anteriormente, como via para o desenvolvimento de novos agentes terapêuticos. Em adição se propõe também modificar os compostos isolados em maior quantidade em moléculas mais ativas e menos tóxicas utilizando programas de quimioinformática. Enfim, se baseia na cooperação de um grupo de pesquisadores (o Coordenador e mais 10 Doutores com larga experiência nas áreas acima, que têm aceitado em comum acordo o compromisso de se chegar o mais próximo possível de um fármaco ou fitoterápico contribuindo para a melhoria da qualidade socio-sanitária da região. Permitindo um fortalecimento substancial da nossa infraestrutura de pesquisa e aumento significativo da produção científica qualificada do grupo envolvido na proposta. É um projeto original, de impacto relevante para o desenvolvimento científico, tecnológico e ambiental da nossa região já que as plantas, objeto de estudo, fazem parte de um ecossistema pouquíssimo estudado, denominado "Caatinga Nordestina" uma vez que, até então, as nossas pesquisas se concentraram nas plantas próximas ao litoral, pertencentes a Mata Atlântica. Além do mais, quase nada se conhece a respeito dos estudos químicos-farmacológico dessas plantas, a maioria em extinção.
  • Universidade Federal da Paraíba - PB - Brasil
  • 10/02/2022-28/02/2025