Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Rodrigo de Sousa Melo

Ciências Sociais Aplicadas

Turismo
  • inventário das emissões de dióxido de carbono (co2) dos visitantes e prestadores de serviços turísticos da cidade de cajueiro da praia (piauí, brasil)
  • O turismo é uma atividade capaz de dinamizar economias locais, contribuindo para a conservação dos patrimônios natural e cultural, e melhorando a qualidade de vida dos núcleos receptores. Ao mesmo tempo que promove tais benefícios, quando não planejada e gerida em bases sustentáveis, pode comprometer a estabilidade ecológica dos ecossistemas, promover mudanças nos padrões sociais e culturais das comunidades locais (BENI, 2007; COOPER, 2007; HALL, 2004). Nesse cenário, uma nova ameaça a sustentabilidade dos destinos turísticos são as mudanças climáticas provocadas, pelo aumento das emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE), principalmente o dióxido de carbono (CO2), podendo assim afetar o fluxo das viagens, a cadeia produtiva do turismo, e as decisões dos turistas na escolha dos destinos visitados (BECKEN, 2013; OMT, 2009). Em tal quadro, faz-se necessário ampliar o conhecimento científico sobre as emissões turísticas de CO2 para avaliar os impactos da crise climática para o setor, como também propor ações de avaliação de impactos, governança e adaptação. Entre as ações prioritárias, destaca-se a elaboração de inventários das fontes de emissões de CO2 para avaliar os impactos do turismo no cenário de mudanças climáticas, e alicerçado na proposta emergente do turismo de baixo carbono, para propor estratégias de mitigação, adaptação e governança para os destinos turísticos. Assim, esta pesquisa analisará os impactos do turismo na cidade de Cajueiro da Praia (PI), com ênfase no inventário das emissões de CO2 dos visitantes e prestadores de serviços turísticos, e nos princípios do turismo de baixo carbono. Para tanto, como metodologia, empreenderá um diagnóstico do turismo local através do Método SWOT, e posteriormente será desenvolvido o mencionado inventário, fundamentado nas propostas do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas ou em inglês Intergovernmental Panel on Climate Change IPCC(2006) e do Departamento para o Meio Ambiente, Alimentação e Assuntos Rurais, em inglês Department for Environment, Food and Rural Affairs (DEFRA, 2012). Como resultado esperado, entende-se que a referida pesquisa permitirá a ampliação do conhecimento sobre um campo de estudo inovador na área de turismo e sustentabilidade, o turismo de baixo carbono, pois ainda existem poucos estudos sobre este tema, notadamente em países em desenvolvimento do hemisfério sul. Tal cenário decorre do fato do turismo de baixo carbono ser uma área de investigação emergente, iniciada em 2009, porém com grandes perspectivas de consolidação em face do contexto de degradação ambiental global. Logo, estudos sobre inventários de fontes de emissão de CO2 constituem-se em elementos fundamentais para avaliar os impactos do turismo, com vistas a propor medidas de manejo para consolidar o mencionado campo como um conceito chave em direção ao uso sustentável dos recursos ambientais.
  • Universidade Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rodrigo do Tocantins Calado De Saloma Rodrigues

Ciências da Saúde

Medicina
  • efeito de um171 na expansão in vitro de células-tronco hematopoéticas de pacientes com telomeropatias
  • As telomeropatias são um grupo de doenças raras causadas por defeitos genéticos mendelianos nos mecanismos de manutenção dos telômeros. Telômeros são sequências repetitivas de hexanucleotídeos nas terminações dos cromossomos lineares que, quando criticamente curtos, podem desencadear instabilidade cromossômica, senescência ou apoptose. Mutações em genes da biologia dos telômeros são etiológicas nas telomeropatias e levam à regeneração celular deficiente que afeta mais frequentemente a medula óssea, mas também pode acometer pele, pulmões e fígado, além de predispor ao câncer. O principal tratamento da falência medular de pacientes com telomeropatias é o transplante alogênico de medula óssea, dificultado pela disponibilidade de doadores compatíveis e complicações do regime de condicionamento. A molécula UM171 vem sendo utilizada com sucesso na expansão ex vivo de células-tronco hematopoéticas (CTHs) de cordão umbilical para transplantes de pacientes com doenças hematológicas. Nosso grupo de pesquisa obteve resultados promissores utilizando UM171 para expandir CTHs de medula óssea de pacientes com anemia aplástica adquirida imune sem indução de alterações genéticas ou erosão nos telômeros após cultivo. Nossa hipótese é de que CTHs de pacientes com telomeropatias podem ser expandidas in vitro com UM171 de maneira eficiente e segura sem causar instabilidade genômica ou senescência. Propomos estabelecer uma plataforma de cultivo e expansão de CTHs desses pacientes utilizando UM171. Testaremos a estabilidade genômica, a dinâmica telomérica e o potencial de enxertia dessas CTHs em modelo murino de xenotransplante. Os resultados obtidos serão necessários para a condução de ensaios clínicos utilizando CTHs expandidas com UM171 para transplante autólogo em telomeropatias. Tal estratégia pode restabelecer a hematopoese nesses pacientes, evitando complicações dos transplantes alogênicos, além de diminuir os custos para o SUS para o tratamento dessas e de outras complicações recorrentes nos pacientes, como transplantes de outros órgãos (fígado, pulmão) e tratamentos de câncer.
  • Fundação Hemocentro de Ribeirão Preto - SP - Brasil
  • 08/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Rodrigo Donizete Euzébio

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • aspectos topológicos e ergódicos de sistemas dinâmicos suaves por partes
  • Neste projeto realizamos um estudo qualitativo dos sistemas dinâmicos suaves. Estudamos a dinâmica local e global de sistemas suaves por partes cuja descontinuidade concentra-se em uma variedade algébrica, com especial foco àqueles sistemas cujos campos sejam lineares. Conceitos ergódicos tais como conjuntos minimais e caóticos, recorrência e conjuntos errantes, medidas invariantes, transitividade topológica e conjuntos topologicamente mixing, bem como entropia e construções de shifts, dentre outros, são estudados.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Rodrigo Esteves de Lima-Lopes

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • mídias sociais e a construção da cidadania
  • Esta pesquisa tem por objetivo estudar a interação em comunidades virtuais em mídias sociais de forma a compreender a construção de seu discurso e da participação a partir de uma abordagem transmidiática e Sistêmico-Funcional. Esta pesquisa contará com o levantamento de publicações em diferentes mídias, as quais terão suas postagens e comentários analisados. Espera-se, com este projeto, colaborar para compreensão das práticas linguístico-discursivas s além de refletir criticamente sobre as diferentes TICs e sobre seus espaços de interação como manifestação social da ideologia e do discurso. Entre as contribuições que esta pesquisa estão: o desenvolvimento de programas para a compreensão dos processos de constituição da linguagem nas mídias sociais. Na primeira buscar-se-á desenvolver ferramentas de monitoramento dessas redes, sendo, a segunda, devotadas à análise de dados.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rodrigo Fernandes Lira de Holanda

Ciências Exatas e da Terra

Astronomia
  • testes cosmológicos com a estrutura em larga escala
  • No presente projeto, nós utilizaremos dados de estruturas em larga escala, principalmente de aglomerados de galáxias, para impor vínculos em parâmetros cosmológicos e testar a física fundamental. Neste caso, as quantidades principais são: a fração de massa do gás, relações de escala e distância de diâmetro angular, advindas das observações de raios-X e ESZ. Diversos experimentos observacionais destas quantidades estão atualmente em curso a fim de obter um mapeamento sem precedentes de aglomerados mesmo em altos redshift (ACT, Apex, SPT, J-Pas, eROSITA), tornando a física de aglomerados de galáxias uma ferramente cosmológica competitiva com outras observações independentes. Também usaremos dados de lentes gravitacionais fortes. Outros testes cosmológicos complementares a serem considerados são: SNe Ia, H(z), BAO, GRBs e, agora, quasares.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rodrigo Flora Calili

Engenharias

Engenharia de Energia
  • previsão da conversão fotovoltaica para o planejamento da operação em tempo real
  • 1. Contexto e problema da pesquisa A conversão de energia fotovoltaica é diretamente dependente da radiação solar que atinge a célula em um determinado instante. Entretanto, a passagem de nuvens gera variações de alta amplitude e frequência na conversão de energia fotovoltaica, afetando a qualidade da energia fornecida ao sistema elétrico de potência, limitando sua inserção na matriz elétrica. Diferentemente de árvores e estruturas, o sombreamento provocado pela passagem de nuvens não pode ser previsto deterministicamente na fase de projeto de um sistema solar fotovoltaico. A previsão baseada em imagens celestiais é uma alternativa adequada para alta frequência e resolução temporal. A previsão da variação causada por nuvens é uma ferramenta que permite planejar a operação de plantas fotovoltaicas. No entanto, previsões estocásticas, segundo a literatura, não são adequadas para realizar o controle em tempo real de sistemas de armazenamento de energia e sistemas de eletrônica de potência. Assim, a previsão baseada em imagens celestiais é uma alternativa adequada para alta frequência e resolução temporal, sendo necessária a utilização da visão computacional, pois esta permite que computadores enxerguem as nuvens e, através do processamento de imagens, derivem sua velocidade e trajetória, permitindo a projeção e previsão das regiões sombreadas. Assim, o problema desta pesquisa se insere na utilização visão computação para prever deterministicamente a variação da conversão fotovoltaica causada pela passagem de nuvens, com alta resolução temporal e frequência. 2. Objetivo O objetivo geral deste trabalho é prever deterministicamente a conversão fotovoltaica com alta resolução temporal e frequência (tempo real), utilizando ferramentas de visão computacional. Destacam-se como objetivos específicos: identificar as ferramentas capazes de prever a conversão fotovoltaica em tempo real; avaliar como a visão computacional permite prever a conversão fotovoltaica; realizar a aquisição de imagens celestiais em campo e processá-las para obter valores de conversão fotovoltaica; e validar empiricamente a ferramenta de previsão da conversão fotovoltaica para operação em tempo real. 3. Métodos A metodologia deste projeto consiste basicamente de 6 (seis) etapas, como previamente descrito de forma sucinta: 3.1) Processamento de Imagens: Definição de um método eficaz e de baixo custo para aquisição de imagens de nuvens e desenvolvimento do algoritmo de processamento de imagens para identificar e prever a trajetória destas nuvens; 3.2) Compilação das equações solares: Nesta etapa serão estimados os parâmetros do modelo e definidos escolhidos aqueles que tenham maior assertividade nas previsões da geração solar; 3.3) Aquisição de Imagens: Aquisição das imagens celestiais no local de estudo, uma usina fotovoltaica a ser instalada no campus da PUC-Rio; 3.4) Processamento ex post facto das imagens: Os modelos anteriormente concebidos serão utilizados para gerar previsões de conversão fotovoltaica da planta fotovoltaica que será instalada no campus da universidade; 3.5) Análise dos resultados e ajuste do modelo de previsão: De posse dos valores previstos pelo modelo, estes serão comparados à conversão de geração fotovoltaica real desta planta a ser instalada na PUC-Rio, que terá um supervisório capaz de medir todas as grandezas elétricas; 3.6) Validação empírica do sistema de previsão: A validação será feita comparando-se os valores de geração fotovoltaica do modelo proposto com a geração real (dados medidos), após este modelo estar bem calibrado; assim, diversos dias típicos (nublados, parcialmente nublados, ensolarados etc.) serão testados. 4. Metas Espera-se obter com o modelo proposto um melhor aproveitamento do recurso energético solar em plantas fotovoltaicas já existentes, sobretudo aquelas de maior porte. Assim, ter-se-á a redução das limitações à maior inserção de energia fotovoltaica na matriz energética brasileira. Dependendo do nível do desenvolvimento desta fonte de geração de fotovoltaica no Brasil, este projeto poderá apoiar à tomada de decisões do operador do sistema elétrico para o despacho de plantas fotovoltaicas de maior porte e que, comprovadamente, possam provocar distúrbios ao sistema elétrico nacional. 5. Resultados Esperados Espera-se com este projeto poder contribuir para o desenvolvimento de modelos que possam prever a conversão fotovoltaica com maior precisão utilizando reconhecimento de imagem de nuvens e, assim, fomentar a utilização fonte de geração fotovoltaica, que pode reduzir consideravelmente o despacho de fontes de geração térmica não-renováveis no Brasil. Espera-se contribuir para os avanços relacionados ao reconhecimento do padrão de imagens de nuvens para previsão de geração de energia solar fotovoltaica e que possam também contribuir para uma maior segurança e diversificação da matriz elétrica brasileira como anteriormente mencionado.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rodrigo Garcia Amorim

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • nanobiosensores de materiais 2d e suas aplicações: indentificação de gases, moléculas bioógicas e termoeletricidade
  • Este projeto consiste utilizar de forma mais realística possível técnicas computacionais, tais como teoria do funcional da densidade (DFT), funções de Green fora do equilíbrio (NEGF) e modelos de mecânica quântica/mecânica clássica (QMMM), em problemas envolvendo biosensores, nanossensores de gás, bem como tratar sistemas eletroquímicos que basicamente são reações que ocorrem em uma solução envolvendo um condutor metálico e um condutor iônico. Além disso pretende-se fazer uma implementação computacional para calcular as propriedades termoelétricas utilizando o modelo de Boltzman a partir da estrutura eletrônica da DFT. Para tal, serão investigados novos materiais 2D tais como grafeno(GR), MoS2, GeP3, borofeno, estaneno, bem como materiais híbridos GR/h-BN. A medicina está caminhando para um diagnóstico personalizado, baseado nas informações genética de cada paciente, o que justifica investigar um dispositivo barato de sequenciamento de DNA. Atualmente o ambiente industrial/automotivo vem aumentando a poluição do planeta o que também pode acarretar em doenças. A segunda proposta consiste em desenvolver nanossensores que possam detectar pequenas quantidades de gases. O referido dispositivo precisa ser capaz de emitir um alerta antes que concentrações nocivas ao homem possam ser atingidas. E em colaboração com experimentais, estamos interessados em buscar o entendimento microscópicos de processos eletroquímicos, interface eletrodo/solução, que por sua vez são pouco conhecidos. Uma modelagem computacional mais rebuscada se faz necessário. As três partes do projeto se conectam pelo fato de poder utilizar uma mesma teoria para o tratamento de problemas tecnológicos distintos.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rodrigo Grassi-Oliveira

Ciências Humanas

Psicologia
  • neuroepigenética e vulnerabilidade a comportamentos ansiosos: implicações da separação materna na resposta ao estresse durante adolescência
  • A exposição a estressores no início da vida vêm sendo considerado um fator ambiental capaz de moldar o desenvolvimento cerebral, levando a consequências negativas e duradouras que se estendem a vida adulta. Acredita-se que o estresse precoce para além de alterações estruturais e funcionais pode estar associado ao aumento da vulnerabilidade para apresentação de fenótipos específicos, como ansiedade, depressão e maior responsividade ao estresse. Diversos mecanismos moleculares e neurobiológicos têm sido investigados e sugeridos como mediadores destas alterações fenotípicas observadas ao longo de diferentes fases do desenvolvimento. Mais recentemente, uma maior atenção tem sido dada a modificações neuroepigenéticas, especialmente associadas à metilação e acetilação de histonas, como possíveis envolvidos nos efeitos do estresse precoce sobre as disfunções comportamentais e cognitivas, bem como na maior suscetibilidade para o desenvolvimento de transtornos mentais na idade adulta. Em casos de indivíduos expostos a eventos adversos de vida durante fases precoces do neurodesenvolvimento, por exemplo, identifica-se um importante papel da regulação epigenética sobre o funcionamento dos sistemas biológicos de resposta ao estresse, principalmente eixo Hipotálamo-Pituitária-Adrenal (HPA), com alterações em padrões de metilação e acetilação de genes específicos, como o gene do receptor de glicocorticóide (NR3C1). Tais alterações conduziriam a uma desregulação no sistema de feedback negativo em resposta a redução significativa da expressão de dos receptores glicocorticóides em regiões que participam da regulação do eixo HPA. Apesar dos avanços na compreensão de alvos e mecanismos subjacentes aos efeitos do estresse precoce, observa-se ainda tanto em estudos pré-clínicos como clínicos o enfoque apenas na exposição ao estresse em uma fase específica do desenvolvimento. Poucos são os estudos que procuram contemplar os diferentes efeitos da exposição ao estresse em períodos distintos do desenvolvimento, como a infância e adolescência, ou ainda, investigar o impacto da recorrência de estressores ao longo das duas fases, denominado por alguns autores como modelo de second hit. Assim, ainda se busca uma compreensão maior acerca do impacto do estresse sobre fases sensíveis do desenvolvimento, possibilitando tanto estudar isoladamente seus efeitos, como, concomitantemente, investigar as consequências de uma sobreposição de estressores através do modelo de second hit. Neste sentido, esta proposta visa por meio de um estudo de delineamento experimental investigar os padrões de metilação do DNA no córtex pré-frontal associados ao impacto de estressores em diferentes períodos de vulnerabilidade do desenvolvimento, infância e adolescência, nos comportamentos tipo ansiedade em camundongos na idade adulta. O estudo será desenvolvido em roedores que serão expostos a estressores em fases distintas e iniciais do desenvolvimento, infância e adolescência respectivamente, bem como em um grupo específico que será exposto a estressores em ambas as fases. Deste modo, serão adotadas duas condições base: exposição a estresse na infância, através do modelo de separação materna SM – grupo SM – e ausência de estressores ao longo do desenvolvimento, condição controle – grupo AFR. Ambos os grupos experimentais citados serão expostos a uma nova condição, exposição a estresse durante a adolescência. O modelo de estresse utilizado na adolescência será o de estresse crônico imprevisível, em inglês Unpredictable Chronic Stress (UCS). Todos os animais pertencentes às diferentes condições serão submetidos a testes comportamentais para avaliação de comportamentos de exploração, ansiedade, avaliação de risco e julgamento e tomada de decisão frente a ambientes ameaçadores. Serão realizadas análises epigenéticos a fim de explorar possíveis alvos relacionados as alterações comportamentais encontradas anteriormente em estudos prévios de nosso grupo de pesquisa. Neste sentido, análises de sequenciamento e metiloma e análises de expressão gênica serão realizadas nos animais testados, possibilitando correlacionar os achados moleculares com as alterações comportamentais validadas. Os animais utilizados serão camundongos machos da linhagem Balb/c, reconhecidamente sugerida como ideal para estudos que pretendem avaliar os efeitos do estresse sobre o desenvolvimento. O modelo de estresse utilizado na infância será o de separação materna, sendo este o mais consolidado e extensamente usado na literatura. Para exposição ao estresse na adolescência será realizada uma adaptação do modelo de estresse imprevisível junto a uma condição de superpopulação, uma vez que este último permite submeter os animais ao estresse por disputa social e hierárquica, tendo uma validade translacional importante por se tratar de um dos principais estressores experienciados pelos seres humanos durante a adolescência. Para uma completa avaliação do fenótipo comportamental de interesse, o estudo irá abranger uma bateria de tarefas comportamentais de ansiedade, exploração e avaliação de risco. Serão utilizadas três tarefas Open Field Test, Elevated Plus Maze Test e Light Dark Test. Os testes serão executados na idade adulta a fim de observar os efeitos duradouros dos estressores aplicados.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Rodrigo Gribel Lacerda

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • desenvolvimento de língua eletrônica baseada em grafeno para monitoramento da qualidade de combustíveis
  • O desenvolvimento de uma nova geração de sensores, que possibilitem o automonitoramento de processos industriais em tempo real e em larga escala é um dos paradigmas da indústria 4.0. Dentre as diversas formas de se abordar este desafio, o desenvolvimento de materiais inteligentes baseados em nanotecnologia tem atraído considerável interesse científico ao longo das últimas décadas devido ao grande potencial que esta tecnologia oferece para aplicações de sensoriamento. Em particular, grande interesse é devotado aos nanomateriais de carbono que apresentam propriedades elétricas e mecânicas excepcionais e que podem ser utilizadas no desenvolvimento de novos materiais compósitos. Além disso, o tamanho nanométrico destes nanomateriais e sua grande área superficial específica fazem com que eles sejam extremamente sensíveis a interações químicas. Em vista disso, o grafeno é tido como bloco de construção para uma nova geração de sensores de alto desempenho e baixo custo. Neste trabalho, propomos o desenvolvimento de sensores baseados em filmes de grafeno para identificação e quantificação de contaminantes em combustíveis. Os sensores em questão são quimioresistores, cuja resistência elétrica varia em resposta a mudanças químicas no ambiente ao seu redor. A interação entre o líquido e o elemento sensitivo ocorre de forma direta e induz uma resposta elétrica do dispositivo que pode ser monitorada continuamente através de uma central de aquisição e processamento de dados. Os dados são processados através de algoritmos baseados em análise de componentes principais (PCA) e em redes neuronais artificiais, fornecendo informações que possibilitam a rápida identificação e quantificação de cada fase líquida presente no combustível. O grande diferencial deste tipo de sensor em relação às tecnologias existentes no mercado é que ele apresenta baixo custo de produção, alta sensibilidade, baixo consumo de energia e a possibilidade de miniaturização.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 20/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Rodrigo Guerino Stabeli

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • cdr3 – plataforma de desenvolvimento de nanocorpos do tipo vhh aplicados à produção de insumos para fins terapêuticos, diagnósticos e/ou para a pesquisa especial ênfase: insumos neutralizantes do tipo vhh aplicados para o tratamento de zika e chikungunya
  • A indústria de biofármacos movimenta cerca de US$ 230 bilhões em todo o mundo, com expectativa de US$ 340 bilhões em 2023. Mais da metade do valor é gerada por produtos originados por anticorpos monoclonais (mAbs). O Brasil é dependente no setor, considerado o dispêndio do Ministério da Saúde com a importação desses produtos. O cenário indica a área de anticorpos como portadora de futuro para investimentos em CT&I no país. Apesar de grande rentabilidade, a geração de mAbs em boas práticas de fabricação (BPF) não é trivial e exige alto investimento para o desenvolvimento e manutenção da linha de produção. Será proposto a seguir a constituição de uma plataforma de produção de anticorpos de cadeia simples ou nanocorpo, do tipo VHH, à partir de biblioteca de fagos, com potencial de aplicação comercial, utilizando células procarióticas como rota de bioprocessamento. Por que utilizar anticorpos de cadeias simples do tipo VHH? Para a produção de anticorpos convencionais tetraméricos, como os mAbs por exemplo, a rota biotecnológica é muito onerosa. Ainda, dependendo de sua utilização, serão necessárias modificações moleculares do tipo redução de tamanho, fusões e conjugações químicas ou pós-traducionais para a preservação do sitio funcional que é composto pela combinação de duas moléculas heterólogas complexas (VH e VL). Em adição aos anticorpos convencionais, constituídos por cadeias leves e pesadas, camelídeos produzem imunoglobulinas G funcionais completamente desprovidas de cadeia leve. A região de reconhecimento antigênico é formada por domínio único de 14kDa denominado VHH ou nanocorpo. A literatura mostra que os VHHs alcançam epítopos fracamente antigênicos, possuem baixa imunogenicidade, alta solubilidade, estabilidade a variações de pH e temperatura, características cruciais para o desenho racional de um bom biofármaco. Além disso, o VHH selecionado poderá ser fabricado por clonagem simples, expresso em rota metabólica de procarioto. Bioprocesso este, de muito baixo custo quando comparado com o desenvolvimento e manutenção de linhas de produção dos mAbs convencionais (rota de bioprocesso em eucarioto, ainda incipiente no Brasil). Portanto, o objetivo central desta proposta é criar subsídios para testar, como prova de conceito, o estabelecimento de uma plataforma de desenvolvimento, produção e escalonamento primário de anticorpos do tipo VHH a partir de biblioteca imunizada de camelídeo com vistas ao fornecimento de insumos para scaling up e produção final. Os VHHs produzidos poderão ser matéria prima para a construção de dispositivos diagnósticos, terapia ativa ou passiva como respectivos produtos finais. A plataforma a ser construída, sob a base da pesquisa em anticorpos VHH, terá como missão em seu plano de atuação produzir, em boas práticas de fabricação e convergência tecnológica, VHHs até a fase de protótipo e prova de conceito, tendo assim, em uma futura parceira industrial, a responsabilidade de escalonamento, montagem e comercialização final do produto, segundo as normas e certificações pertinentes para insumos aplicados a saúde humana, animal ou pesquisa científica. Vale a pena ressaltar que a proposta aqui apresentada, é essencialmente de pesquisa aplicada a biotecnologia de produção de anticorpos monoclonais do tipo VHH. Por isso, deve ser levado em conta a proposta de plataforma de produção. Como prova de conceito, estabeleceu-se como objetivos específicos, a produção de VHHs neutralizantes, à partir de bibliotecas de fagos produzidas com material de animal imunizado e/ou bibliotecas de VHH naive, para as febres relacionadas à CHIKV, ZiKV e YF, dada a importância epidemiológica que o país enfrente com estas arboviroses. Por fim, cabe ressaltar que o déficit da balança comercial brasileira referente a importação de insumos para a saúde foi de U$ 16 bi em 2013. Biofármacos à base de anticorpos monoclonais são responsáveis por mais de 40% do déficit desta balança o que aponta a área de anticorpos como portadora de futuro para novos investimentos em ciência tecnologia e inovação no país. Esta proposta certamente contribuirá no desenvolvimento de uma área de forma a fortalecer a base tecnológica do complexo econômico e industrial da saúde (CEIS), agregando valores e tecnologia no âmbito da ciência e tecnologia nacional. Ela também possui amplo apoio da área de produção de insumos da Fiocruz como Bio-Manguinhos e Vice-Presidência de Produção e Inovação em Saúde da Fiocruz (VPPIS) e outras empresas como o Instituto de Biologia Molecular Paulista (IBMP), Supera Parque Tecnológico de Ribeirão Preto, como futuros parceiros para scaling up e desenvolvimento industrial.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022