Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Catarina Machado Azeredo

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • câncer como primeira causa de morte no brasil e prevenção com foco nas desigualdades sociais: planejando para o futuro
  • O câncer já é a primeira ou segunda causa de morte na maioria dos países. Projeções mostram um aumento na sua incidência com impacto desproporcional em cenários de recursos escassos, como países de baixa e média renda. O envelhecimento populacional é a principal influência, mas a exposição a fatores de risco modificáveis (as causas do câncer) desempenha importante papel, marcando o papel das estratégias de prevenção primária. Piores condições socioeconômicas, disparidades geográficas e raciais (as causas das causas) se associam à maior exposição aos fatores de risco modificáveis para diversos tipos de câncer. Contudo, o papel das desigualdades e sua tendência neste contexto não estão estabelecidos. Modelo preditivos estimando quando o câncer será a principal causa de morte no Brasil e quanto da carga do câncer é atribuível às desigualdades nos fatores de risco modificáveis são necessários para o melhor planejamento de políticas públicas. Os objetivos são: 1) Avaliar a tendência temporal e predizer quando o câncer se tornará a primeira causa de morte no Brasil; 2) Avaliar a tendência das desigualdades socioeconômicas, de sexo e raça/cor nos principais fatores de risco modificáveis para o câncer de 2013 a 2019; 3) Estimar a carga de câncer atribuível à desigualdade nos fatores de risco modificáveis no Brasil. Para o objetivo 1, usaremos dados do Sistema de Informação sobre Mortalidade de 2000-2020; e para os objetivos 2 e 3, dados da Pesquisa Nacional de Saúde (2013 e 2019) (n=151.048) e do Globocan/IARC (2020). Os fatores de risco avaliados serão: tabagismo, sobrepeso e obesidade, consumo de álcool, consumo alimentar e atividade física. Modelos lineares generalizados serão utilizados para predições da mortalidade proporcional por câncer. Medidas complexas absolutas e relativas de desigualdade e o risco atribuível populacional serão calculados. As análises considerarão a estrutura amostral das pesquisas, garantindo representatividade para a população brasileira.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Catia dos Santos Branco

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • estratégias biotecnológicas para a conversão dos resíduos da pinha de araucaria angustifolia em produtos de alto valor agregado
  • A. angustifolia é uma árvore genuinamente brasileira. Suas sementes comestíveis constituem 10% da pinha (pinhões), e cerca de 90% é constituída por brácteas, resíduos naturais descartados no ambiente (1,44 ton./ano). Nosso grupo de pesquisa vem estudando esses resíduos há mais de uma década. A tecnologia de produção do extrato das brácteas de A. angustifolia (EAA) é objeto de patente de invenção depositada pelo nosso grupo e concedida no Brasil (INPI/BRASIL PI10010840). Já demonstramos que o EAA exibe potente atividade antioxidante in vitro e in vivo. Quando em concentrações mais elevadas, apresenta seletiva atividade citotóxica em células tumorais. Nossos estudos revelam ainda que EAA é capaz de contribuir na sobrevivência de células neuronais, tanto antes, como após o tratamento com rotenona, um inibidor seletivo do complexo I da cadeia de transporte de elétrons, indicando forte potencial para agir na prevenção e também na terapêutica de doenças crônicas estresse-oxidativo induzidas. O EAA apresenta atividade antioxidante in vitro superior a antioxidantes tradicionais como a vitamina C, portanto, passa a ser um forte candidato para compor formulações cosméticas que visem atenuar os sinais do envelhecimento cutâneo. As brácteas de A. angustifolia são fontes de fibra insolúvel com potencial para serem utilizadas em formulações prebióticas. O presente projeto desenvolverá 3 produtos que se engajam dentro da proposta da economia circular: I) um sistema de vetorização contendo o EAA para tratamento de doenças crônicas; II) uma formulação cosmética com atividade anti-aging; e III) uma formulação prebiótica de uso alimentício. A realização desse projeto tornará possível a retomada dos estudos com os resíduos da A. angustifolia, visando a sua bioprospecção. Adicionalmente, o projeto fortalecerá o importante e necessário papel feminino na pesquisa, além de contribuir para a popularização da espécie por meio de estratégias de preservação e manejo sustentável.
  • Universidade de Caxias do Sul - RS - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Catia Grisa

Ciências Humanas

Sociologia
  • construção de capacidades estatais para transformação dos sistemas agroalimentares: uma análise das políticas alimentares nas capitais brasileiras
  • Diversas problemáticas colocam as dinâmicas dos sistemas agroalimentares na ordem do dia. A fome, a obesidade e as mudanças climáticas desafiam o abastecimento e a garantia da alimentação adequada e saudável, especialmente a partir da crescente urbanização e das crises econômica e sanitária (pandemia da Covid19). Tais desafios requerem mudanças nos sistemas agroalimentares hegemônicos e demandam ações compartilhadas de diversos atores. Para além dos governos nacionais, cada vez mais destacam-se o papel das cidades e dos governos locais na condução de políticas alimentares com foco na construção de sistemas alimentares sustentáveis. No entanto, as capacidades desses atores variam muito, dependendo dos arranjos políticos e institucionais, das características e da atuação da burocracia, da capacidade financeira e dos diálogos estabelecidos com a sociedade. Em outros termos, a construção de políticas alimentares depende das capacidades estatais dos governos subnacionais. Partindo das contribuições da sociologia da agricultura e da alimentação e do debate sobre capacidades estatais, este projeto busca analisar o modo como as capacidades estatais dos governos municipais influenciam na construção e implementação de políticas alimentares visando à construção de sistemas alimentares sustentáveis. Para essa reflexão, o projeto coloca em perspectiva as experiências de cinco capitais brasileiras: Curitiba, Belo Horizonte, Porto Alegre, Salvador e Manaus. Partindo desses contextos, o projeto visa especificadamente: i) analisar as políticas alimentares desenvolvidas nas cinco capitais; ii) evidenciar e examinar as capacidades estatais que influenciam na construção e no desempenho das políticas alimentares; e, iii) produzir reflexões teórico metodológicas e subsídios para a elaboração de políticas alimentares. Cinco técnicas de pesquisa serão mobilizadas: revisão de literatura, pesquisa documental, levantamento de dados secundários, observação e entrevistas semiestruturadas.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Catiane Pelissari

Outra

Ciências Ambientais
  • potencial de fertirrigação de esgoto tratado em wetlands construídos
  • Este projeto está inserido no contexto do controle da poluição ambiental, notadamente dos recursos hídricos superficiais e subterrâneos, bem como na aplicação de soluções baseadas na natureza como os wetlands construídos, identificando-se os potenciais riscos associados à disposição de efluentes no ambiente e no aproveitamento de subprodutos das unidades de tratamento sob a perspectiva do reuso, corroborando com finalidades estabelecidas nas diretrizes nacionais, as quais apontam para a necessidade de universalização do saneamento e reuso das águas, destacando-se entre estas diretrizes o novo marco do saneamento (Lei 14.026, de 15 de julho de 2020). Para o desenvolvimento dessa pesquisa, será realizado diferentes ações vinculadas com: (i) o monitoramento de uma unidade de wetland construído vertical de fundo saturado (WCV-FS), (ii) a identificação de rotas metabólicas associadas com a transformação de poluentes presentes no WCV-FS, (iii) o experimento de reciclo agrícola,(iv) e o potencial risco que o mesmo oferece a saúde humana. Com os resultados dessa pesquisa, pretende-se fornecer diretrizes para embasar discussões com diferentes agências ambientais, realizar benchmarking e fomentar a proposição de legislações futuras quanto ao reuso agrícola de efluente tratado.
  • Universidade do Oeste de Santa Catarina - SC - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Célia Maria de Almeida Soares

Ciências Biológicas

Genética
  • análise da regulação gênica na interface hospedeiro patógeno
  • Os patógenos Trypanosoma cruzi, Leishmania spp. e membros do complexo Paracoccidioides causam doenças crônicas de difícil tratamento e para as quais não há vacinas, sendo, respectivamente, a doença de Chagas, leishmanioses e paracoccidioidomicose (PCM). Apesar do avanço científico das últimas décadas, o conhecimento acerca da biologia da interação destes patógenos com seus hospedeiros ainda é insatisfatório para resultar em benefícios para a saúde pública. Na fase inicial dessas infecções, a resposta imune inata, mediada especialmente por polimorfonucleares (PMN) neutrófilos, células natural killer (NK), monócitos/macrófagos e células dendríticas é crucial para a contenção dos patógenos. Para o sucesso da infecção, os microrganismos desenvolveram mecanismos de escape , dentre eles, a expressão de microRNAs, os quais são capazes de regular a expressão gênica pós transcricionalmente, exercendo um controle na expressão de proteínas tanto nos patógenos quanto nas células hospedeiras. Entretanto, os microRNAs de patógenos ainda são pouco conhecidos, bem como seus papéis na interação parasito-hospedeiro. O presente estudo tem como objetivos identificar miRNAs nos microrganismos e aqueles induzidos pelos patógenos nas células hospedeiras. A identificação de microRNAs relevantes, diferencialmente expressos nos patógenos, bem como em células infectadas pode ser crucial para o entendimento da biologia da infecção, patogenicidade e resposta imune contra os patógenos. Serão construídas bibliotecas de miRNAs a serem sequenciados e as análises de expressão diferencial dos microRNAs entre diferentes bibliotecas serão realizadas. Os potenciais alvos dos microRNAs serão identificados e os miRNAs serão selecionados para validação biológica. Um conhecimento mais aprofundado desses processos pode fornecer novas diretrizes terapêuticas e estratégias para o controle das infecções. Esse projeto está inserido em nossa linha de pesquisa sobre a biologia da relação patógeno-hospedeiro.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Célia Zeri de Oliveira

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • aplicativo educacional para criação de material didático de língua portuguesa como língua materna
  • Os materiais didáticos são instrumentos essenciais para o fortalecimento da aprendizagem em qualquer disciplina do currículo escolar, fazendo parte da dinâmica pedagógica em sala de aula. Considerando a importância desses materiais, é essencial que sejam fomentados novos saberes ligados a uma cultura profissional docente em que se estabeleça a elaboração de materiais de ensino de forma mais autônoma e contextual. Em se tratando do ensino de língua portuguesa, a consolidação da autonomia pedagógica perpassa pela ampliação de acesso a suportes digitais que disponibilize ao professor conteúdos e recursos para a elaboração de materiais didáticos mais personalizados e adequados às especificidades de seus alunos. Nesse sentido, tendo em vista a falta de acesso de professores a materiais didáticos variados de qualidade, bem como as dificuldades para compreender as orientações da BNCC, a fim de criar instrumentos pedagógicos baseados neste documento, esta proposta de trabalho, fundamentada nas bases teóricas do dialogismo bakhtiniano, estabelece-se como objetivo geral contribuir para as pesquisas no campo da linguística aplicada por meio do desenvolvimento de um aplicativo educacional que auxilie na elaboração de material didático para o ensino de língua portuguesa na educação básica. Como o aplicativo visa a propor recursos didáticos organizados de acordo com o ano escolar e com as habilidades da BNCC, a hipótese é que, ao criar um aplicativo no qual o docente possa ter acesso a recursos de leitura, escrita, oralidade e análise linguística para atender às necessidades específicas de aprendizagem dos alunos e contribuir para o planejamento de materiais didáticos de língua portuguesa mais personalizados. Essa hipótese é plausível, porque os professores procuram materiais didáticos em sites e blogs e demonstram não gostar dos livros didáticos porque eles tornam as aulas enfadonhas. Na condução o projeto, será utilizada a metodologia abordagem metodológica do Design Thinking.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 24/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Celio Fernando Baptista Haddad

Ciências Biológicas

Zoologia
  • evolução, adaptação e diversidade fenotípica em pererecas-folha (amphibia, anura, phyllomedusidae)
  • Estudar os processos evolutivos que originam a diversidade fenotípica oferece insights sobre adaptações em populações naturais. Anfíbios são os primeiros vertebrados a habitar o ambiente terrestre, e este passo evolutivo lhes impôs mudanças morfológicas e fisiológicas para se adaptar ao novo ambiente. Por exemplo, sua pele necessita de umidade constante, apresentando glândulas envolvidas em diversos processos fisiológicos (ex. respiração cutânea, termorregulação), e glândulas que secretam (ou sequestram) compostos específicos que atuam como defesa contra predadores e/ou possuem atividade anti-microbiana. Dada à grande variabilidade desses compostos cutâneos, anfíbios são considerados fontes naturais de fármacos e produzem centenas de compostos que ainda precisam ser investigados quanto ao seu potencial. Anuros da família Phyllomedusidae incluem 67 spp. que ocorrem na América Central e do Sul; sendo parte das espécies conhecidas por apresentarem toxinas nas peles. Apesar do avanço no seu conhecimento sistemático algumas relações filogenéticas ainda são conflitantes, dificultando o entendimento da evolução de caracteres fenotípicos (particularmente os compostos produzidos pela pele). Nesse projeto, pretendemos adensar as evidências genotípicas para entender as relações filogenéticas na família, e reconstruir a evolução de caracteres fenotipicos. Para tanto, utilizaremos sequenciamento de DNA de alto rendimento com marcadores desenvolvidos especificamente para anuros (FrogCap Hyloidea v2), vamos obter DNA histórico de amostras conhecidas atualmente apenas das coleções cientificas e vamos explorar análise de transcrição diferencial da pele dorsal (associada a cortes histológicos), glândula parotoide, fígado e rim. Todas estas evidências geradas serão utilizadas para compreensão da evolução genotípica e fenotípica em Phyllomedusidae com possibilidade de integração com outras áreas de pesquisa.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Celio Pasquini

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • instituto nacional de ciências e tecnologias analíticas avançadas - inctaa
  • Esta proposta visa consolidar e dar continuidade ao Instituto Nacional de Ciências e Tecnologias Analíticas Avançadas (INCTAA), cujas atividades já resultaram no atendimento de objetivos e na obtenção de resultados relevantes para a Ciência e Tecnologias Analíticas em nível nacional e internacional, conforme previsto em sua missão. As Ciências e Tecnologias Analíticas têm um papel fundamental no desenvolvimento social e econômico de um país, pois geram os conhecimentos e ferramentas que possibilitam obter as informações quantitativas e qualitativas empregadas nas mais diversas áreas do conhecimento, associadas dentre muitas outras, por exemplo, à determinação da qualidade e ao rastreamento de produtos agrícolas, aos diagnósticos ambientais, à elucidação de casos e suporte forenses e ao desenvolvimento de instrumentos analíticos. Seu estado-da-arte é multidisciplinar, incluindo desde a eletrônica até a química, passando pelas ferramentas matemáticas de tratamento de dados multivariados e conhecimentos específicos da área a qual as Ciências e Tecnologias Analíticas estão sendo dirigidas para a solução de problemas e demandas da sociedade em geral. Nesta nova etapa o INCTAA atuará em quatro (4) linhas mestre de desenvolvimento científico e tecnológico relevantes para a solução de problemas reais Brasileiros: Instrumentação Analítica, Valorização de Produtos Agropecuários Nacionais, Ambiental e Forense. A linha de Instrumentação Analítica, já consolidada dentro do INCTAA, associa-se ao desenvolvimento e uso de novos instrumentos espectrofotométricos baseados no uso de lasers e no emprego de fontes alternativas de radiação eletromagnética para a confecção de instrumentos portáteis, de bancada e de processo, necessários ao monitoramento em campo e em pontos de comercialização de produtos agrícolas e industriais nacionais. A instrumentação constitui a base atual das Ciências e Tecnologias Analíticas modernas. A Valorização de Produtos Agropecuários visa desenvolver a pesquisa sinérgica entre os diversos grupos e pesquisadores do INCTAA, com a participação de colaboradores internacionais, voltada para a elaboração de métodos e protocolos analíticos que resultem na verificação da Qualidade e Rastreabilidade de produtos agrícolas nacionais. Esta linha é de extrema relevância para a manutenção e ampliação dos mercados externos para os produtos agropecuários Brasileiros. A linha Ambiental é aquela mais bem sucedida de atuação do INCTAA, considerando à relevância dos resultados obtidos e a articulação da rede em nível nacional exercitada no período de vigência do projeto que se encerrará no início de 2015. Nesta nova etapa, a linha envidará esforços e direcionará sua expertise para expandir os estudos referentes ao tema urgente dos Contaminantes Emergentes, gerando um diagnóstico que identificará os contaminantes emergentes prioritários para o Brasil. Desta forma, ações de políticas públicas poderão ser desenvolvidas visando produzir normas nacionais em relação à presença destes compostos. De posse destas informações de abrangência nacional, os pesquisadores do INCTAA poderão atuar de forma efetiva no desenvolvimento de processos de mitigação destes contaminantes. A linha Forense, também já incorporada ao INCTAA, objetiva o desenvolvimento de métodos baseados em técnicas analíticas atuais, como LIBS (espectroscopia de emissão óptica em plasma induzido por laser), espectroscopia terahertz e imageamento hiperespectral na região do infravermelho próximo. Estes métodos fornecerão um arsenal de ferramentas com as quais a perícia policial poderá atuar de forma mais segura por meio de resultados menos subjetivos que permitem a identificação de provas de crime e sua sustentação jurídica, auxiliando na melhoria da segurança pública nacional. A atuação do INCTA nestas 4 linhas de pesquisa significa que seus resultados são de interesse de pelo menos quatro (4) áreas temáticas induzidas desta chamada: Agricultura, Segurança Pública e Tecnologias Ambientais e Mitigação de Mudanças Climáticas, embora o formulário do CNPq permita somente a inserção de uma delas, tendo sido o tema Tecnologias Ambientais escolhido apenas em função desta limitação. setenta (70) pesquisadores distribuídos por trinta três (33) instituições espalhadas de norte a sul do Brasil e vinte (21) pesquisadores internacionais participam desta nova proposta do INCTAA. A elas se incorporam mais quatorze(14) instituições internacionais de alto nível com as quais o INCTAA colabora com apoio de projetos aprovados e em andamento e que garantem a sua internacionalização. As especialidades individuais do grupo de pesquisadores constituem o principal valor do INCTAA, que, por sua vez, tem a função básica de articular a sua atuação sinérgica e em rede para possibilitar a solução de problemas urgentes do país, demandados pelos setores os quais as linhas de pesquisa do INCTAA estão inseridas. A forma de atuação e gerenciamento do INCTA seguirá a mesma sistemática que levaram ao sucesso da sua fase de implantação que ocorreu entre os anos de 2009 e 2014. Esta sistemática apresenta como principais características a atuação efetiva em rede com o aporte dos conhecimentos detidos pelos pesquisadores principais do INCTA e seus grupos à solução dos problemas julgados prioritários no cenário científico e tecnológico nacional. O INCTAA estrutura-se como especificado em seu organograma, que atribui funções as suas diversas diretorias e a seus membros, encarregados de executar as atividades e tarefas que facilitam o cumprimento da sua missão. Sua composição inclui pesquisadores e profissionais de instituições públicas e do setor empresarial como a Polícia Federal, a EMBRAPA, a BRASKEM e a GRANBIO. Assim organizado, o INCTAA propõe a continuidade das ações visando à divulgação da ciência em diversos níveis e promoverá a formação de pessoal em nível de pós-graduação e pós-doutoramento, sem negligenciar a os níveis de educação fundamental e média.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 27/11/2016-30/11/2024
Foto de perfil

Celio Rodrigues Muniz

Lingüística, Letras e Artes

Letras
  • mostra científica de iguatu-edição 2021: fomentando o ensino, a divulgação e a popularização das ciências da natureza e suas tecnologias no centro-sul do ceará
  • Incumbida com a missão de capacitar profissionais para abarcar os desafios do semi-árido cearense e da sociedade como um todo, inclusive da interiorização do Ensino Superior no Ceará, a Universidade Estadual do Ceará (UECE) carrega o compromisso de garantir o desenvolvimento sustentável desse estado através do ensino, da pesquisa e da extensão universitária. Em particular, a sua unidade interiorana Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Iguatu (FECLI), tem se empenhado ao longo das últimas quatro décadas em estabelecer um canal direto de comunicação com a população, a fim de oportunizar os diversos públicos, acadêmicos ou não, de modo a diminuir o abismo entre ciência, cultura e a sociedade. Uma tarefa que se torna ainda mais árdua, dada a carência de um espaço físico voltado para a divulgação científica em toda a região Centro-Sul cearense, em que se localiza a cidade de Iguatu. Nesse sentido, com o intuito de aguçar a curiosidade científica e a motivação em estudantes do Ensino Médio da rede pública estadual de ensino situada nesse municípioo, como também apoiá-los financeiramente através das bolsas previstas na referida chamada, permitindo ainda a aproximação da comunidade em geral com o meio acadêmico, apresentamos a proposta da Mostra Científica de Iguatu-Edição 2021: Fomentando o Ensino, a Divulgação e a Popularização das Ciências da Natureza e suas Tecnologias no Centro-Sul do Ceará, que se enquadra na Chamada CNPq/MCTI Nº 17/2020, Linha 1 - Abrangência Municipal. Para a realização desse projeto, contamos com a parceria de oito instituições da Educação Básica de nível médio da cidade e a 16ª Coordenadoria Regional de Desenvolvimento da Educação. Com o objetivo de abarcar aspectos e desafios cruciais da contemporaneidade, foram criados cinco eixos (Ciência e Sociedade; Ciência e Tecnologia; Ciência e Mulher, Ciência e Teoria, Ciência e Experimento), nos quais discentes da Educação Básica, devidamente orientados por um docente da escola em questão, poderão submeter trabalhos concorrendo a premiação/certificação na Mostra Científica de Iguatu-Edição 2021, que ocorrerá na sexta-feira da Semana Nacional da Ciência e Tecnologia. A fim de capacitar os estudantes e professores nos temas relacionados àqueles eixos, durante os meses que antecedem a mostra, especificamente entre abril e agosto, a proposta prevê a realização de uma série de palestras/seminários/oficinas. Também foram elaboradas estratégias para reforçar questões como a participação/valorização feminina no desenvolvimento da ciência, tecnologia e inovação, assim como a discussão a respeito de tecnologias sociais/assistivas. Por sua vez, para ampliar a abrangência da proposta e, consequentemente, permitir que as ações alcancem um número maior de pessoas, montamos um denso plano de comunicação, com periodicidade de publicações em nossos veículos e instituições parceiras. Por fim, ressaltamos nosso cuidado em adequar o orçamento com o financiamento previsto na chamada, sem prejudicar a realização da Mostra.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 07/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Celme Torres Ferreira da Costa

Engenharias

Engenharia Civil
  • estudo da recarga artificial como alternativa para recuperação da potenciometria dos aquíferos na bacia sedimentar do araripe, ceará
  • A Bacia Sedimentar do Araripe é compartilhada pelos Estados do Ceará, Pernambuco e Piauí. Nesta região, os recursos hídricos subterrâneos são a mais importante fonte de água potável para abastecimento público e privado. Estudos recentes mostram um uma diminuição no nível potenciométrico dos poços tubulares do aquífero. Esse quadro de declínio deve ser atribuído não apenas ao bombeamento excessivo, mas também a ocupação e impermeabilização do solo na região, a qual limita a recarga natural dos aquíferos da área em estudo. O estudo da viabilidade do processo de recarga artificial de aquíferos é uma das vias possíveis. A recarga artificial de aquíferos e é definida como uma atividade planeada cujo objetivo principal consiste em aumentar a quantidade de água subterrânea disponível, através da construção de infraestruturas projetadas para aumentar a recarga natural, ou para facilitar a percolação das águas superficiais ou para introduzir diretamente a água no aquífero através de poços de indução/injeção. A água de recarga introduzida no aquífero pode ficar armazenada e ser utilizada quando for necessário. Nesse estudo de viabilidade será implantado um experimento de recarga artificial em escala piloto, levando-se em consideração a hidrogeologia local, a captação de água de chuva e o controle da qualidade da mesma, além das características do uso do solo no local. Para a estimativa das reservas hídricas será utilizada uma adaptação de metodologias clássicas com uso de parâmetros dimensionais dos aquíferos a partir de aproximações do balanço hídrico local. Os dados serão sistematizados aplicando técnicas de estatística e probabilidade. Como o comportamento dos aquíferos estão classificados como sistemas dinâmicos e a pesquisa tem como base de dados variáveis contínuas, na sistematização dos dados serão utilizadas ferramentas de processos estocásticos voltadas para séries temporais e processos de renovação.
  • Universidade Federal do Cariri - CE - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025