Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alessandra Conceição de Oliveira

Ciências Agrárias

Agronomia
  • inteligência artificial na agricultura: a nova fronteira da ciência brasileira
  • A Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2020 terá como título: Inteligência artificial na agricultura: a Nova Fronteira da Ciência Brasileira, ocorrendo pelo período do dia 19 a 23 de outubro de 2020, sendo que as apresentações e palestras realizadas em formato digital, utilizando meios de comunicação, plataformas de redes sociais, sendo transmitida pelo Instagram e Youtube no formato de Lives. A divulgação e interação com o público, será 100% on-line o que permitirá perguntas, questionamentos e contribuições. Este evento ocorrerá pela primeira vez e on-line, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia, tem como tema: Novas tecnologias “Inteligência artificial”: a Nova Fronteira da Ciência Brasileira. O evento tem como título: Inteligência artificial na agricultura: a Nova Fronteira da Ciência Brasileira, visando o envolvimento com alunos desde o ensino médio a pós-graduação e produtores na área agropecuária, por ser um evento um online será aberto para todo o público de diferentes cursos e diversas outras instituições e Estados. A Semana Nacional da Ciência e tecnologia tem como objetivo atender todo o público docente, discente e comunidade externa, planejando uma semana com diferentes temas de palestras e a programação serão no período noturno para atender o maior número de pessoas.
  • Universidade do Estado de Mato Grosso - MT - Brasil
  • 20/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Alessandra Cremasco

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • caracterização eletroquímica e biológica de superfície nanotubular de tio2 em ligas ti-nb-fe-(zr)
  • Este trabalho tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento de ligas de titânio destinada a implantes ortopédicos e dentários avaliando-se o comportamento eletroquímico e biológico de superfícies nanoestruturadas de TiO2. Ligas  metaestáveis possuem propriedades atraentes para uso como materiais de implantes biomédicos. Tais ligas quando submetidas a apropriada rota de fabricação com tratamentos térmicos de envelhecimento torna-se possível obter combinação ideal de baixo módulo de elasticidade e superior resistência mecânica em função da redução de tamanho de grão e combinação de fases. Ao mesmo tempo, as características da superfície destas ligas devem ser otimizadas para garantir boa interação entre o osso e o material do implante. Assim, a formação de uma fina camada nanoestruturada de TiO2 pode ser interessante por aumentar a biocompatibilidade e com isso, estimular o crescimento ósseo. Amostras de ligas Ti-30Nb, Ti-30Nb-3Fe e Ti-30Nb-5Fe serão anodizadas em eletrólito 0,3% HF para formar uma camada de TiO2 nanoestruturada e tratadas termicamente para promover a cristalização a anatase e/ou rutilo. A adição de Zr também será avaliada pela adição de 2% à liga Ti-30Nb-3Fe e seguirá similar rota de preparação. Na sequência, após a caracterização química, morfológica e estrutural, amostras revestidas com nanotubos amorfo ou com estrutura anatase e/ou rutilo serão avaliadas eletroquimicamente por espectroscopia de impedância eletroquímica e biologicamente por ensaios metabólitos MTT de viabilidade celular.
  • Universidade Estadual de Campinas - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022