Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Alice Marlene Grimm

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • climatologia das secas no brasil: características, mecanismos, impactos hidrológicos
  • Eventos meteorológicos estão na origem de praticamente todos os desastres naturais no Brasil. As causas mais frequentes são secas severas, extremas ou persistentes. Elas representam ameaça para vários setores estratégicos: segurança hídrica, alimentar e energética, saúde humana, ecossistemas aquáticos, entre outros. Propõe-se a caracterização da climatologia das secas no Brasil, através de indicadores de possível risco à segurança hídrica. Não há ainda tal caracterização abrangente, mostrando as regiões mais propensas a sofrer secas e a distribuição espacial dos aspectos mais importantes (intensidade, duração, frequência), em período que englobe efeitos de oscilações climáticas interdecadais relevantes. Além disto, propõe-se estudo observacional e de modelagem da relação entre secas e oscilações climáticas interdecadais e interanuais. A hipótese da proposta é de que as secas mais extremas resultam da combinação de efeitos de mais de uma oscilação climática. Investigar conexões dinâmicas/mecanismos é importante para monitoramento e previsão. Será ainda avaliada a propagação de secas meteorológicas para secas hidrológicas e o tempo de recuperação. A hipótese, também neste caso, é de que oscilações climáticas sejam fatores determinantes. Portanto, a proposta visa: 1) indicar as regiões do Brasil mais sujeitas à ocorrência de secas e as características em cada região (frequência, intensidade, persistência); 2) diagnosticar relações entre os padrões de variabilidade da seca e oscilações climáticas, isoladas e combinadas, de modo a facilitar prognóstico da seca; 3) relacionar as secas com seus impactos hidrológicos, analisando a propagação de secas meteorológicas para secas hidrológicas e o seu tempo de recuperação; 4) testar hipóteses de mecanismos dinâmicos com modelos.
  • Universidade Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 03/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Alice Valença Araújo

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • efeitos cardiovasculares e renais de protótipos inibidores da eca em ratos dois-rins-um-clipe
  • A Hipertensão Arterial Sistêmica (HAS) é o principal fator de risco para doenças cardiovasculares, a maior causa de morte no mundo. Embora esta seja uma condição clínica com várias opções terapêuticas, apenas uma parcela dos pacientes hipertensos tem a Pressão Arterial adequadamente controlada, o que contribui para o surgimento de outros agravos e comorbidades, além de gerar grandes impactos na saúde pública, evidenciando a importância da busca por novas estratégias terapêuticas. Uma das opções para o tratamento farmacológico da HAS são os inibidores do Sistema Renina-Angiotensina (SRA), fundamental para a função cardiovascular e renal. Os inibidores da Enzima Conversora de Angiotensina (ECA), enzima central no SRA, além de apresentarem eficácia anti-hipertensiva, promovem redução da morbimortalidade cardiovascular. Nosso grupo de pesquisa tem estudado o SRA e possíveis estratégias terapêuticas para o tratamento da HAS, como agentes antioxidantes, e mais recentemente, foram sintetizados protótipos potenciais inibidores da ECA. Tais compostos possuem estruturas necessárias para esta atividade, como núcleo heterocíclico central, anéis do 1,2,3-triazol e dos 1,3,4 e 1,2,4-oxadiazóis e um resíduo de prolina ou triptofano. A nossa hipótese é que estes protótipos possuem atividade anti-hipertensiva por inibição da ECA, aumento da via contra regulatória do SRA, melhora da função renal, além de ação anti-proliferativa em ratos hipertensos 2R1C. Serão realizados estudos de screening de atividade inibidora da ECA e citotoxicidade para avaliar o protótipo mais promissor. A partir disso, serão avaliadas a reatividade vascular, o efeito anti-hipertensivo, anti-hipertrófico e sobre a função renal, assim como o efeito sobre o estresse oxidativo e a expressão do RNAm e proteica de constituintes do SRA e de citocinas pró-inflamatórias, em ratos 2R1C. Espera-se, com o desenvolvimento deste projeto, caracterizar a eficácia pré-clínica de um novo candidato a fármaco anti-hipertensivo.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 25/03/2022-31/03/2025