Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Denilson de Castro Teixeira

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • formação de gestores e profissionais de saúde da aps do estado do paraná no enfrentamento da obesidade e fatores associados: análise de efetividade a partir de abordagem quali-quantitativa
  • As doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) têm aumentado em todo o mundo e tem impactado negativamente a saúde e qualidade de vida da população. Dentre elas destaca-se a obesidade e doenças associadas como a hipertensão arterial e diabetes mellitus por estarem intimamente relacionadas a fatores modificáveis como o estilo de vida. Sendo assim, há necessidade de tornar mais eficaz a rede de Atenção Primária à Saúde (APS) no enfrentamento dessas comorbidades. Com base nesses pressupostos, este projeto tem como objetivos 1) capacitar gestores e profissionais da saúde de nível superior de equipes da Atenção Primária à Saúde (APS) de municípios do estado do Paraná a identificar, intervir e realizar a reorientação do processo de trabalho, a gestão e o monitoramento das ações voltadas à prevenção dos fatores de risco e o tratamento da obesidade e doenças crônicas associadas e 2) avaliar a efetividade desse processo de formação na reorganização da gestão e do serviço das APS a partir de indicadores externos dos usuários e internos, dos próprios atores. Participarão do projeto gestores e profissionais de saúde de nível superior, respectivamente de 153 e 17 UBS dos município de Londrina, Maringá e Ponta Grossa, totalizando 153 gestores e 250 profissionais de saúde. Os critérios de elegibilidade foram municípios com população maior que 300.000 habitantes, e com prevalências de obesidade acima da média do estado. Serão selecionadas UBS de todas as macrorregiões dos município supracitados, inclusive da zona rural. As formações serão realizadas de forma semipresencial, com encontros e tarefas presenciais e remotas. Os conteúdos programáticos serão ministrados seguindo os quatro eixos exigidos no Edital (avaliação diagnóstica, formação, avaliação e difusão e tradução do conhecimento) e as orientações de protocolos, guias e instrumentos para o cuidado de pessoas com DCNT preconizados pelo Ministério da Saúde e órgãos internacionais. As metodologias utilizadas no processo de formação considerará os profissionais como o centro da aprendizagem, oferecendo estratégias diversificadas de ensino como, oficinas, produção de material didático para os usuários das APS, coleta e interpretação de dados, estudos de casos e resolução de problemas levantados no cotidiano do serviço. A efetividade do da formação na reorganização da gestão e do processo de trabalho será avaliada durante todo o processo de formação com instrumentos quantitativos e qualitativos. A equipe do projeto é composta por 15 profissionais de três instituições de ensino superior do estado do Paraná (UEL, UEM e UEPG), das áreas da saúde e de outras correlatas, com expertises pertinentes ao desenvolvimento de todas as etapas do projeto. Também farão parte da equipe estudantes de graduação e pós-graduação como bolsistas e voluntários. Espera-se com o desenvolvimento desse projeto a reorganização da gestão e o processo de trabalho das APS dos município participantes e impactos relevantes nos campos científicos, tecnológicos, de inovação, formativos e sociais, que contribuirão para a prevenção e o tratamento tamento da obesidade e de doenças crônicas associadas (hipertensão arterial e diabetes mellitus).
  • Universidade Estadual de Londrina - PR - Brasil
  • 03/12/2020-31/12/2023
Foto de perfil

Dênio Ramam Carvalho de Oliveira

Engenharias

Engenharia Civil
  • desenvolvimento e aplicação de concreto geopolimérico com fibra de aço e agregado sintético de lama vermelha em estruturas
  • Esta proposta visa analisar a viabilidade técnica da aplicação do concreto geopolimérico de metacaulim com fibra de aço e agregado graúdo sintético de lama vermelha em estruturas. Este novo material é uma alternativa ao concreto convencional com grande potencial para redução do déficit habitacional com promoção do saneamento ambiental por aplicar dois abundantes rejeitos de mineradoras em escala industrial na construção civil, além de minimizando os impactos nocivos da cadeia produtiva do cimento, viabilizando a redistribuição da enorme quantidade de energia empregada neste processo. O geopolímero empregado neste novo material compósito será de baixo custo e com resistência à compressão em torno de 40 MPa e quando o agregado graúdo é adicionado tem-se a otimização do geopolímero, tornando-o viável economicamente. Já a fibra de aço entra no compósito para melhorar as propriedades mecânicas visando torná-lo dúctil suficiente para emprego em estruturas de edificações, além de permitir a quase erradicação dos vergalhões, principalmente nas construções populares. O novo material é alcalino e apresenta porosidade extremamente baixa, características essenciais para a vida útil das estruturas. Entretanto, este material precisa ser caracterizado mecanicamente para posterior verificação de seu desempenho em estruturas convencionais. Assim, serão confeccionados e testados experimentalmente elementos estruturais com o novo material para avaliação de seu desempenho em serviço, com posterior modelagem computacional não linear para análise de seu comportamento pós fissuração. Os resultados obtidos serão comparados com as estimativas de resistência e outras prescrições normativas e de trabalhos correlatos para embasar a proposição de parâmetros de ajuste para as equações empregadas no dimensionamento de estruturas de concreto convencional visando a confiabilidade e disseminação do concreto geopolimérico, com ou sem fibra de aço, na construção civil.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 04/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Denis Borenstein

Engenharias

Engenharia de Produção
  • problema do escalonamento de veículos com frota heterogênea na presença de incertezas
  • A expansão urbana não controlada e a introdução de novas tecnologias levam a uma série de problemas relacionados ao transporte público, tais como: congestionamento nas áreas metropolitanas, poluição, aumento do número de acidentes, interrupções como atrasos e quebras de veículos). O desenvolvimento de sistemas de apoio à decisão de transporte público mais eficientes e de alta qualidade pode ser uma alternativa sustentável e acessível a essa situação. Os problemas de otimização no transporte público de médios ou grandes conglomerados urbanos provaram ser de extrema complexidade devido ao número de viagens diárias, conexões entre modais e às possibilidades de interrupção. O objetivo deste projeto é desenvolver modelos baseados em programação matemática para o escalonamento de veículos, considerando frota heterôgenea, sob o surgimento de novas tecnologias (veículos elétricos) e um ambiente de incertezas, caracterizado por variação de demanda, atrasos e falhas graves dos veículos. Essas situações exigem que os gestores possuam uma rápida solução para adequação do modelo, visto que o desajuste gera atrasos e insatisfação dos usuários. Os modelos propostos auxiliarão na tomada de decisão tanto dos consórcios quanto dos reguladores. Visto que, eles atuarão no dilema custo versus qualidade do serviço.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denis Castilho

Ciências Humanas

Geografia
  • redes técnicas e produção do território em goiás e tocantins: transportes, energia elétrica e telecomunicações
  • Sendo o espaço geográfico um sistema de objetos animados pelas ações da sociedade, o conceito de redes técnicas emerge como noção privilegiada para a análise da realidade territorial de Goiás e Tocantins. No que concerne à dinâmica socioespacial desses estados, as redes de transportes, de energia elétrica e de telecomunicações, dada sua natureza estratégica, ganham notoriedade por serem objetos fundamentais à dinâmica econômica regional e por revelarem os contornos da circulação de bens, produtos, pessoas e informações. Goiás e Tocantins são servidos e dinamizados por importantes eixos rodoviários e ferroviários, por notável riqueza hídrica e expressivo potencial solar térmico para geração de eletricidade, além de redes de telecomunicações que veem registrando significativa ampliação no sistema de transmissão de dados. Diante disso, destacam-se algumas questões: como se deu o processo de formação dessas redes em Goiás e Tocantins? Por quem, a que fim e em benefício de quem foram planejadas e produzidas? De que maneira influenciam a produção do território nesses estados e em que medida a ordem espacial dessas redes tangencia o uso corporativo, o sistema de controle e a seletividade dos territórios? A hipótese é a de que o modo como essas redes técnicas são produzidas e apropriadas influencia os usos, o sistema de controle e as formas de acesso a recursos e ativos públicos. Os transportes, a energia elétrica e as telecomunicações, por conseguinte, merecem especial atenção porque podem revelar processos espoliativos em níveis avançados que interferem na estruturação do território e colocam em questão recursos e bens estratégicos não apenas aos dois estados, mas ao país como um todo. A estratégia metodológica baseia-se em análise bibliográfica, documental e estatística; trabalhos de campo para marcações a partir de GPS, registros fotográficos, entrevistas e aplicação de formulários; mapeamento, elaboração e publicação dos resultados e ações extensionistas.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Denis Porto Renó

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • educar e informar: a fotografia nos processos comunicacionais via instagram sobre o covid-19
  • A fotografia vivencia processos mutantes expressivos desde o advento da tecnologia digital, tornando-se importante protagonista nos processos comunicacionais em espaços participativos, como o Instagram. Esta pesquisa internacional, de caráter exploratório, pretende estudar, a partir de um complexo metodológico que compreende, basicamente, investigação bibliográfica e pesquisa etnográfica em ambiente digital, os efeitos da fotografia na construção do conhecimento coletivo sobre o COVID-19 no Brasil e na Espanha, transformando o Instagram em um espaço da fotografia social (FREUND, 2015) contemporâneo. Espera-se obter, com a conclusão das diversas etapas deste projeto, denominadas nesta proposta como subprojetos, subsídios para o desenvolvimento de novos olhares e conceitos relacionados à fotografia como ferramenta de educação e informação em tempos de pandemia, assim como a publicação de um manual de boas práticas para o uso da fotografia para fins de educação e informação. Os resultados atenderão, também, às expectativas da Agenda 2030, em especial aos objetivos 10 e 16, que contemplam Redução das Desigualdades e Paz, Justiça e Instituições Eficazes, respectivamente.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Denis Porto Renó

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • a revitalização da fotografia de viagem pós-pandemia do covid-19: estudos históricos e experimentais
  • O ecossistema fotográfico presencia transformações não somente no formato, como também em sua própria aplicabilidade. Tais transformações são intensas no período posterior à pandemia do COVID-19, quando limitações relacionadas à mobilidade foram compensadas pela virtualização de experiências diversas. Com base neste fenômeno, propõe-se esta pesquisa, que tem como objetivo o desenvolvimento de novas linguagens para a fotografia de viagem, além de a construção de um quadro bibliográfico sobre a mulher na fotografia de viagem. Para tanto, serão desenvolvidas atividades metodológicas que, em conjunto, situam o projeto na modalidade híbrida quase-experimental. O projeto resulta de indagações obtidos através da pesquisa desenvolvida desde 2020 pelo coordenador como bolsista produtividade do CNPq. Com os resultados expectados, poder-se-á desenvolver não somente o turismo a partir de narrativas imagéticas, mas também consolidar o papel da fotografia na contemporaneidade.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denise Baptaglin Montagner

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • pastagens tropicais inoculadas com fixadores biológicos de nitrogênio como estratégia para a melhoria do balanço de gases de efeito estufa e qualidade da forrageira
  • As pastagens cultivadas compõem a base da produção de ruminantes no Brasil, sendo essas terras consideradas grandes emissoras de gases de afeito estufa (GEE) quando negligenciados o seu manejo e práticas de conservação do solo. Como consequência, propiciam a decomposição da matéria orgânica do solo e geram balanço negativo de C pela emissão de CO2. Como estratégias para minimizar estes efeitos estão previstas no Plano ABC, a recuperação de pastagem degradadas e a fixação biológica de nitrogênio, sendo possível obter melhorias da quantidade e qualidade da forrageira e consequentemente da produção animal. A inoculação de sementes de forrageiras com Azospirillum brasilense tem sido apontada como promissora na adição de nitrogênio ao sistema e como melhoradora do balanço de C no solo. Diante destas questões, tem-se a hipótese de que fixadores biológicos de nitrogênio podem ser utilizados em pastagens tropicais como alternativa para a redução da emissão de GEE e aumento da produção e qualidade da forragem. Os experimentos realizados até o momento com esses microrganismos se concentraram em casas-de-vegetação e parcelas, mas não há registros de experimentos com uso de animais em pastejo, nem de experimentos que avaliam emissão e estoques de C simulando sistemas de produção complexos. A presente proposta vai avaliar duas cultivares de gramíneas (Panicum maximum e Brachiaria decumbens) tradicionalmente utilizadas nos sistemas de produção sob pastejo e monitorar o efeito de três formas de inoculação sobre as respostas das plantas, animais e impactos nos GEE e C. O delineamento experimental será o de blocos ao acaso, com três tratamentos e quatro repetições, numa área total de 40 ha (20 ha para cada espécie). Serão avaliadas as produções de plantas e animais, medidas as emissões de gases no solo e monitorados os estoques de C até 1 m de profundidade. Como resultado, espera-se a melhoria dos estoques de C, redução das emissões de gases e aumento da produção pecuária.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - MS - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Denise Carpena Coitinho Dal Molin

Engenharias

Engenharia Civil
  • influência de diferentes mecanismos de autocicatrização no desempenho de concretos quanto à corrosão de armaduras
  • O concreto é altamente suscetível a fissuras, que afetam a estanqueidade e se tornam pontos de entrada para agentes agressivos, podendo causar uma série de manifestações patológicas e reduzir a vida útil da estrutura. A autocicatrização é definida como a capacidade de um material para recuperar e/ou reparar a si mesmo, sem a necessidade de qualquer intervenção externa. Existem diversas formas de promover a autocicatrização. A mais simples delas é a capacidade natural de materiais cimentícios se autorrepararem. Devido à contínua hidratação dos compostos do clínquer e/ou à carbonatação do hidróxido de cálcio, as fissuras podem cicatrizar ao longo do tempo. A autocicatrização dos materiais cimentícios pode ser intensificada com o uso de adições minerais e formação de C-S-H secundário. Existem ainda os aditivos cristalizantes, produtos comerciais desenvolvidos para este fim. O uso de bactérias regenerativas, que produzem carbonato de cálcio para fechamento das fissuras, é uma abordagem atual da autocicatrização. Embora existam várias pesquisas no tema de autocicatrização, não se tem conhecimento de trabalhos que avaliem os reflexos dos diferentes produtos formados no processo de corrosão das armaduras. Esta pesquisa tem por objetivo avaliar a influência de diferentes mecanismos de autocicatrização no desempenho de concretos quanto à corrosão de armaduras, partindo-se da hipótese que mesmo cicatrizando as fissuras, alguns destes compostos formados podem afetar negativamente a corrosão. Para atingir os objetivos, serão testados 6 diferentes formas de autocicatrização, em concretos fissurados aos 3 e 28 dias de idade. Serão realizados ensaios de acompanhamento da autocicatrização/fechamento das fissuras ao longo do tempo, caracterizados os produtos formados pelos diferentes mecanismos de autocicatrização, realizados ensaios de corrosão das armaduras com técnicas eletroquímicas e, por fim, realizada a previsão de vida útil e análise do ciclo de vida dos concretos avaliados.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 08/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Denise Cristina Bomtempo

Ciências Humanas

Geografia
  • migração forçada na região nordeste do brasil: redes, circularidades e territorialidades
  • Verifica-se, no atual contexto brasileiro assim como na região Nordeste do país, a coexistência de mobilidade interna e internacional. Os sujeitos que realizam trajetórias espaciais múltiplas, manifestam diversas razões para os deslocamentos e, a partir dessas movimentações, são classificados enquanto migrantes econômicos ou migrantes em condição forçada (refugiados e apátridas). Essa classificação é importante para a resolução de questões jurídicas, a elaboração de políticas públicas, assim como também para a interpretação científica do fenômeno em tela. Do ponto de vista dos direcionamentos dos fluxos migratórios, no século XXI a configuração das mobilidades não segue os clássicos trajetos mapeados ao longo do século XX (Sul em direção ao Norte Global), pois no século XXI, tais fluxos, sobretudo dos sujeitos em situação de vulnerabilidades, configuram-se cada vez mais num desenho espacial que envolve os países do Sul Global. Ao percorrer, analítica e politicamente, alguns desses novos fluxos migratórios que esta pesquisa objetiva explicar o conteúdo das migrações forçadas nas cidades da região Nordeste do Brasil, por intermédio das redes, das circularidades e das territorialidades. Para atingir os objetivos que propõe, a pesquisa será desenvolvida na perspectiva interdisciplinar. A metodologia adotada será dialógica e priorizará procedimentos que articulem grupos focais e atores locais. Ao final do trabalho, pretendemos contribuir com resultados significativos e inovadores em relação ao temário das migrações internacionais, que possibilitem a construção de novas sensibilidades ético-políticas e novas práticas sociais, tanto no campo da pesquisa e da formação de pesquisadores, quanto no que se refere às estratégias locais com vistas à diminuição dos conflitos e desigualdades. Finalmente, queremos contribuir para o debate acadêmico da temática da migração no Brasil, notadamente na região Nordeste do país.
  • Universidade Estadual do Ceará - CE - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denise Cristina Vitale Ramos Mendes

Ciências Humanas

Ciência Política
  • cooperação internacional e mudanças climáticas: os desafios da questão de gênero nas organizações internacionais a partir da amazônia na agenda 2030
  • Este projeto de pesquisa tem como objeto analisar a interface entre gênero e clima nas Organizações Internacionais a partir da região da Bacia Amazônica, no marco da primeira metade dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) (2015-2024). As questões da mudança climática e de gênero conformam problemáticas estruturais da época contemporânea, agravados pela pandemia e reconhecidos pelos instrumentos de cooperação internacional, sobretudo a Agenda 2030 da ONU. A necessidade de enfrentar os desafios ambientais considerando a transversalidade de gênero, particularmente os impactos desiguais e desproporcionais das mudanças climáticas entre homens e mulheres, tem sido apontada como um consenso por diferentes atores globais. Em 2021, a publicação do novo relatório do IPCC revela um quadro dramático de aquecimento global irreversível, com inequívoca influência da ação humana. Por sua vez, o relatório da Anistia Internacional “Parem de Queimar Nossos Direitos” (2021), enquadra a emergência climática como uma questão de direitos humanos, com efeitos desproporcionais entre povos, continentes e gerações, em particular a grupos vulneráveis como mulheres, crianças e povos indígenas. Esta pesquisa tem como objetivo analisar de que modo a relação entre gênero e mudança climática tem sido desenvolvida em quatro organizações internacionais com atuações na Bacia Amazônica, a saber: (a) a ONU, pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (UNFCCC); (b) a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE); (c) o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF); e (d) a Organização Internacional para as Migrações (OIM). A pesquisa é quanti-qualitativa, de que integra as abordagens exploratória-descritiva, a interpretativa e a normativa. Sob o prisma teórico, a pesquisa dialoga criticamente com as chaves teóricas da interseccionalidade, justiça climática, vulnerabilidades, ecofeminismo e direitos intergeneracionais, desenvolvidas na literatura.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denise Cunha Fernandes dos Santos Dias

Ciências Agrárias

Agronomia
  • espectroscopia no infravermelho e análise de imagens para avaliação de sementes e plântulas de soja e algodão
  • O desenvolvimento e a padronização de métodos não invasivos, rápidos e com menor interferência humana para a avaliação da qualidade de sementes são altamente desejáveis e demandados pela indústria sementeira. Tradicionalmente, a avaliação da qualidade de sementes de soja e algodão é feita por meio de métodos destrutivos, relativamente demorados e cuja interpretação de resultados é subjetiva. Desta forma, propõe-se neste projeto, estabelecer métodos semi-automáticos e automáticos para processamento e interpretação de imagens RGB e radiográficas de sementes e plântulas, além da utilização de espectroscopia no infravermelho como ferramentas para avaliação de atributos físicos, químicos, fisiológicos e sanitários das sementes, que serão comparados com as técnicas convencionais de avaliação da germinação, vigor, sanidade, composição bioquímica e atividade enzimática. Tecnologias computacionais avançadas envolvendo algoritmos de inteligência artificial serão integradas à análise de imagens e dos dados espectrométricos para a avaliação rápida, não destrutiva e precisa da qualidade das sementes. Para isso, serão obtidas imagens digitais de sementes e plântulas de lotes de soja e algodão com diferentes níveis de qualidade, além de imagens radiográficas e espectros no infravermelho das sementes, utilizando-se equipamentos de raios X, Ground Eye e NIR. Os dados obtidos serão utilizados para o treinamento de algoritmos de inteligência artificial, a fim de obter respostas rápidas, precisas, não invasivas e com alto desempenho sobre a qualidade das sementes dessas culturas. Assim, o presente projeto permitirá a integração sinergística entre análise de imagens e espectroscopia, permitindo a transferência de tecnologia para as empresas de sementes, o que contribuirá tanto para o aprimoramento de métodos avançados de análise de sementes e plântulas, como para o monitoramento seguro e eficiente da qualidade das sementes a serem comercializadas.
  • Universidade Federal de Viçosa - MG - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Denise Dumke de Medeiros

Engenharias

Engenharia de Produção
  • estudo dos fatores que influenciam o consumo e a produção sustentáveis em pequenas e médias empresas com a utilização da metodologia ism
  • Por muito tempo, não houve preocupação e consciência no uso dos recursos naturais. Com o aumento da industrialização e do crescimento populacional desordenado em grandes centros urbanos, o desenvolvimento de soluções ambientais se tornou uma necessidade real. As empresas foram incentivadas a levar em conta as considerações ambientais, e foram criadas práticas de consumo e produção sustentáveis (PCS). O objetivo das PCS é minimizar os impactos ambientais negativos dos sistemas de consumo e produção e, ao mesmo tempo, melhorar a qualidade dos serviços e produtos fabricados. No entanto, as economias em desenvolvimento não têm recursos suficientes para atender às necessidades de sustentabilidade. O objetivo principal desta pesquisa é identificar os fatores que influenciam a adoção de práticas de PCS em PMEs. Ainda são poucas as pesquisas e ações sobre PCS em PMEs. Esta pesquisa estuda a importância de aplicar o consumo e produção sustentáveis, com foco em melhorar a qualidade dos produtos e dos processos de fabricação. Essa visão é importante para que os gestores possam priorizar ações para tornar uma empresa sustentável. Acredita-se que as PMEs têm maior dificuldade de implementar práticas de PCS por não existirem metodologias específicas voltadas às suas características. Assim, um dos resultados desta pesquisa será a elaboração de um guia que irá auxiliar as PMEs na implementação de práticas de sustentabilidade, e assim auxiliar na redução dos seus impactos ambientais. Apesar de pesquisas serem realizadas desde 1970 sobre os impactos da ausência de preocupação com a sustentabilidade, após 50 anos, constatou-se que os países em desenvolvimento priorizam seu desenvolvimento econômico e somente depois pensam nos impactos ambientais causados por eles. Com o uso da metodologia ISM, que transforma modelos pouco claros e mal articulados em modelos visíveis e bem definidos, serão priorizados os fatores que influenciam a adoção de práticas de PCS e auxiliar as PMEs.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Denise Fernandes Geribello

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • invisibilidades na história da arquitetura e da cidade: revelando tipologias obscurecidas
  • No âmbito das investigações em curso dentro do Grupo de Pesquisa “Invisibilidades na História da Arquitetura e da Cidade”, esta proposta articula temáticas convergentes no sentido de promover novos olhares sobre uma produção arquitetônica, urbana e artística que não comparecem nos livros de história da arquitetura e das cidades, ou então que são tratados de modo ainda incipiente, apagados ou esmaecidos pelas narrativas canônicas da área, incorporando novos elementos na construção desta história. Seja pelo viés do estudo e análise de uma produção dita “independente”, “alternativa” ou mesmo “marginal” – um primeiro eixo dos estudos aqui propostos; seja pela identificação e documentação das arquiteturas chamadas de “menores”, isto é, aquela edilícia ordinária, que responde a diversas funções nas cidades, mas muitas vezes são obliteradas e desconsideradas como elementos importantes para a compreensão do cenário construtivo e do desenvolvimento das cidades – o segundo grande eixo de pesquisa; são conteúdos que comparecem muitas vezes de modo superficial ou tangencial nas disciplinas regulares do curso, tornando-se uma necessidade e um desafio a ser enfrentado. Ainda que sem contemplar uma delimitação geográfica rígida, a pesquisa deve privilegiar um olhar para a região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, expandindo-se um pouco além do Rio Grande, abarcando a região fronteiriça Minas Gerais-São Paulo, nas imediações de Franca/SP. Essa delimitação busca abarcar a área de inserção e influência da própria Universidade Federal de Uberlândia, cuja sede é a cidade de Uberlândia, mas que conta com três campi avançados – Patos de Minas, Ituiutaba e Monte Carmelo -, além de atrair diversos estudantes do interior de São Paulo. Espera-se que o projeto tenha impacto na formulação e reformulação do campo da história da arquitetura e da cidade, atingindo, por meio de seminários, mesas redondas, disciplinas e demais atividades, as dimensões da pesquisa, do ensino e da extensão.
  • Universidade Federal de Uberlândia - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denise Mafra

Ciências da Saúde

Nutrição
  • efeitos salutares do sulforafano na doença renal crônica: uma pesquisa translacional
  • A doença renal crônica (DRC) é considerada um problema de saúde pública, que cursa com altas taxas de mortalidade por doenças cardiovasculares, que estão envolvidas com estresse oxidativo, inflamação e disbiose intestinal. Pacientes com DRC apresentam menor ativação do fator nuclear eritróide 2 relacionado ao fator 2 (Nrf2), regulador mestre das respostas antioxidantes celulares e, aumento da ativação do inflamassoma (NLRP3) e do fator nuclear kB (NF-kB), além de disbiose intestinal, todos associados à inflamação. Portanto, a modulação destes fatores se constitui importante alvo a ser alcançado na DRC. Neste contexto, o conceito “Food as Medicine” tem sido proposto pelo nosso grupo como alternativa terapêutica adjuvante para mitigar tais complicações, partindo-se do consolidado conhecimento do papel dos nutrientes sobre a expressão de genes relacionados à inflamação e ao estresse oxidativo. Diante deste cenário, o sulforafano (SFN), encontrado em vegetais crucíferos, é um dos principais ativadores do Nrf2. Entretanto, não há estudos que tenham investigado seus efeitos na expressão de genes e marcadores relacionados à inflamação em pacientes com DRC. A hipótese desse estudo é que a suplementação com SFN possa aumentar a capacidade antioxidante e modular a microbiota intestinal na DRC. Esta pesquisa abordará ensaios in vitro, em modelo animal de DRC e ensaio clínico randomizado crossover duplo-cego com período de washout, onde investigaremos as possíveis alterações metabólicas com o uso do SFN e o seu impacto na modulação da expressão de ativadores e inibidores nucleares da síntese de citocinas (NF-kB, NLRP3 e Nrf2), bem como, sobre o perfil da microbiota intestinal na DRC. Esses objetivos serão alcançados pelas análises clínicas, moleculares e celulares já realizadas pela nossa equipe de pesquisadores, que tem conhecimentos suficientes nas áreas de interações como nutrição, nefrologia, metabolismo de microbiomas, bem como biologia molecular.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Denise Martin Coviello

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • acesso à saúde e vulnerabilidades de migrantes internacionais no contexto de disseminação da covid-19: uma pesquisa interinstitucional em rede colaborativa
  • A situação de pandemia e as medidas de isolamento social e restrição à mobilidade como medida contingencial de prevenção e combate do contágio do coronavírus no Brasil, geraram várias consequências para a sociedade. Ao considerarmos as profundas desigualdades e situações críticas de vulnerabilidade social percebemos que os impactos são mais graves, pois tais medidas afetaram intensamente as populações mais pobres, nas quais se incluem os migrantes internacionais, expondo-os a diferentes tipos de riscos e ameaças. Esta pesquisa busca investigar como o confinamento e a posterior situação de crise sanitária impactou na vida de migrantes e no acesso ao cuidado e saúde destes. Será realizada uma pesquisa qualitativa a partir de entrevistas com informantes chave e migrantes no Brasil. Trata-se de uma pesquisa em rede, que articula pesquisadores em locais de importante presença de migrantes no Brasil (estados de São Paulo, Mato Grosso, Santa Catarina, Minas Gerais e Amazonas) e no exterior (nos países: Argentina, Espanha, Portugal e Estados Unidos). Pretende-se identificar as problemáticas relacionadas ao acesso à saúde e proteção social dos migrantes internacionais e refugiados, assim como oferecer subsídios às políticas públicas em relação às necessidades desta população no contexto da pandemia de COVID-19. Os resultados desta pesquisa poderão contribuir na identificação dos problemas vivenciados por estas pessoas e fornecer um mapa das principais necessidades sociais e em saúde observadas junto aos migrantes internacionais, possibilitando a formulação de políticas públicas que visem eliminar as desigualdades de acesso a serviços.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denise Medina de Almeida França

Ciências Humanas

Educação
  • o instituto de educação do estado do rio de janeiro e os saberes profissionais do professor que ensina matemática (1930-1980)
  • O projeto de pesquisa aqui apresentado, será desenvolvido em parceria ao Grupo de História da Educação Matemática (GHEMAT Brasil), que visa buscar indícios do saber matemático presente em diferentes documentos selecionados no Centro de Memória da Educação Brasileira (CMEB) durante o período de 1950 a 1980.Tal pesquisa se fundamentará no ferramental teórico-metodológico da História Cultural, mobilizando categorias de análise postas por Hofstetter e Valente (2017) como saberes profissionais, saberes objetivados, sistematização dos saberes e sua institucionalização. Espera-se que, por meio dessa análise histórica sobre os processos e dinâmicas adotadas na elaboração de saberes profissionais para ensinar, obtenha-se ampla contribuição para o ensino desses saberes nas séries iniciais atuais e na formação de professores.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 23/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denise Pereira de Alcantara Ferraz

Ciências Humanas

Educação
  • ensino de ciências e matemática mediado por tecnologias: um estudo sobre inclusão na microrregião de itajubá
  • A presente proposta tem sua origem nas discussões estabelecidas nas reuniões e nas pesquisas do Grupo de Estudos e Pesquisas Interdisciplinares em Tecnologias, Educação em Ciências e Inclusão, pois o debate sobre a inclusão escolar no Brasil tem se transformado cada vez mais num verdadeiro embate, provocando polêmica, estridência e polarização. Um de seus maiores impactos tem incidido no âmbito da educação especial, sendo um dos argumentos recorrentes a proposição de que se trata de um novo paradigma que deverá alterar radicalmente a educação de crianças e jovens com necessidades educacionais especiais na realidade brasileira. Quando se trata de ensinar Ciências e Matemática, esse embate é ainda mais acirrado, pois, o discurso recorrente é o de que as disciplinas da área são mais complexas e, portanto, mais difíceis de serem ensinadas a alguém com limitações. Conhecer e disponibilizar experiências de uso de tecnologias no ensino de Ciências e Matemática nesta perspectiva, será uma contribuição para fortalecer o conjunto de conhecimentos até agora construídos sobre o tema, além de favorecer as práticas inclusivas após sua disponibilização. Diante do exposto, este projeto tem como objetivo geral analisar de que forma as tecnologias têm sido abordadas nas Salas de Recursos Multifuncionais, e quais suas potencialidades de uso em salas de aulas regulares no que concerne ao Ensino de Ciências e Matemática na perspectiva da Educação Inclusiva, na microrregião de Itajubá/MG. Para o cumprimento desta meta, a proposta de pesquisa passará pelas seguintes etapas: 1) Estudos em grupo sobre Tecnologias e Inclusão Escolar; 2) Identificação de AEE nas cidades da microrregião; 3) Agendamento de visitas e entrevistas com o AEE e professores de ciências e matemática; 4) Elaboração e implementação de propostas de intervenção em sala de aula regular com alunos PAEE; 5) Análise dos dados coletados; 6) Divulgação dos dados. Espera-se gerar diálogo entre universidade e escolas da região.
  • Universidade Federal de Itajubá - MG - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denise Regina Quaresma da Silva

Ciências Humanas

Educação
  • observatório de práticas de educação sexual em escolas públicas de ensino fundamental de canoas/rs: diálogos sobre a influência das mídias na sexualidade juvenil
  • Este projeto é um desdobramento imediato da pesquisa “OBSERVATÓRIO DE PRÁTICAS DE EDUCAÇÃO SEXUAL EM ESCOLAS PÚBLICAS DE ENSINO FUNDAMENTAL DE CANOAS/RS ”, financiada por meio de Bolsa de Produtividade em Pesquisa (nível 2) concedida pelo CNPq.Propõe-se um estudo de delineamento híbrido, quali/qualitativo, cujo objetivo geral é investigar como as/os alunos/as de escolas públicas de ensino fundamental em Canoas/RS vivenciam a sexualidade, verificando as influências das redes sociais e da mídia na subjetivação da sexualidade juvenil. Para tanto, buscar-se-á identificar os discursos midiáticos sobre sexualidade conhecidos pelos estudantes, investigando o alcance das redes sociais e da mídia na subjetivação da suas sexualidades. Pretende-se, ainda, identificar os artefatos midiáticos utilizados pelos/as alunos/as, questionando que lugar ocupam na construção da sexualidade juvenil, bem como observar, investigar e discutir os discursos midiáticos na produção de identidades juvenis “saudáveis”, além de problematizar as discussões que circulam nas escolas sobre a sexualidade e a educação sexual. Além disso, o estudo buscará verificar variáveis como sexo, idade, uso de preservativos ou demais métodos anti concepcionais, primeira relação sexual, gravidez na adolescência e demais variáveis relacionadas ao tema que emergirem na pesquisa. Metodologicamente a proposta de trabalho/pesquisa se organiza em torno das três linhas de investigação apontadas nos objetivos, compartilhando uma atitude epistemologica de dúvidas, por reconhecermos a complexidade relativa às questões da sexualidade. Será utilizada a abordagem quali/qualitativa, para a coleta de dados, elegemos as entrevistas semi-estruturadas, o Grupo Focal, o Diário de Campo e a aplicação de um questionário sócio demográfico. Os dados quantitativos serão transportados e analisados no Programa SPSS, e a interpretação dos dados qualitativos será realizada através da análise do discurso, proposta por Bardin (2011).
  • Universidade La Salle - Canoas - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Denize Cristina de Oliveira

Ciências da Saúde

Enfermagem
  • a construção social do coronavírus e da covid-19 e suas lições para as práticas de cuidado pessoal, profissional e social
  • Pretende-se analisar o processo de construção social da COVID-19 e suas relações com as práticas de cuidado de si, do outro e do cuidado profissional de saúde, com vistas ao enfrentamento do medo, da ansiedade, do estigma e dos rumores relacionados à pandemia. Trata-se de um estudo multicêntrico, quanti-qualitativo, com base no construto da Teoria de Representações Sociais, em uma perspectiva multimetodológica. As vertentes de análise serão: 1) estudo das matérias veiculadas pela mídia brasileira deste o início da pandemia; 2) estudo dos conteúdos e da estruturação das representações do Coronavírus e da COVID-19; 3) estudo das práticas de autoproteção, de cuidado do outro e de cuidado profissional de saúde. Para o estudo da mídia serão analisadas matérias veiculadas pela imprensa virtual, desde o aparecimento dos primeiros casos de COVID-19 e nos 18 meses subsequentes; para a análise das representações sociais serão estudadas três macroregiões do estado do Rio de Janeiro, tendo como unidade de análise sujeitos sociais e profissionais de saúde. A amostra será de tipo não probabilística, de conveniência, definida a partir do convite aberto nas redes sociais para participação, associada à técnica de bola de neve. A amostra será de 1200 sujeitos que responderão ao questionário de caracterização socioeconômica e ao questionário de evocações livres de palavras aos termos indutores “Coronavírus”, “COVID-19” e “Cuidado à pessoa com COVID-19”; e uma subamostra de 80 sujeitos participará de entrevistas semiestruturadas. A análise de dados do questionário de caracterização será estatística descritiva para caracterização dos grupos sociais envolvidos no estudo; as evocações livres de palavras serão analisados a partir de técnicas de análise estrutural das representações sociais, especialmente a análise prototípica e a análise de similitude. A técnica de análise dos dados das entrevistas será do tipo lexical informatizada, com o auxílio dos softwares ALCESTE 4.10.
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Dereck Nills Ferreira Muche

Engenharias

Engenharia de Materiais e Metalúrgica
  • : cerâmicas transparentes nanoestruturadas: novos horizontes para dispositivos óticos.
  • Os materiais óticos transparentes convencionais incluem os vidros, polímeros e hidretos alcalinos, que têm sido amplamente usados nas indústrias e no cotidiano. Porém, esses materiais apresentam limitadas propriedades mecânicas, insuficiente estabilidade química e física e geralmente possuem temperaturas de fusão relativamente baixas <600 °C, limitando seu uso em alta temperatura. Monocristais, por sua vez, são tipicamente transparentes, mais estáveis e resistentes quimicamente quando comparados a materiais amorfos. Contudo, sua fabricação exige alta temperatura e longos períodos de processamento, além da impossibilidade de ser conformado durante o processo de crescimento. Em contrapartida, as cerâmicas policristalinas transparentes surgem como materiais promissores na substituição dos monocristais, uma vez que seu processamento inclui baixo custo, possibilidade de escala e propriedades mecânicas melhoradas. Em particular as cerâmicas transparentes nanoestruturadas possibilita reduzir o espalhamento de luz advindo de defeitos e contorno de grãos. Uma condição necessária para transparência de cerâmicas nanoestruturas corresponde a porosidade residual menor que 0,1%. Este trabalho propõe a síntese de sistemas nanométricos e conformação por slip casting seguido de sinterização a micro-ondas sob vácuo. A combinação destes processamentos apresenta a capacidade de aquecimento rápido, cinética aumentada e ativação de mecanismos de vasporização e condensação nos poros fechados submetidos ao vácuo, mantendo-se a nanoestrutura da cerâmica. O slip casting distingue-se devido à sua capacidade de conformação de peças em formatos complexos como e favorece o controle de aglomeração dos agregados cerâmicos prioritárias para obtenção de microestruturas homogêneas e com baixa porosidade. Por fim, este projeto inova na intenção de aplicar estes métodos de processamento em para aplicações óticas visando transparência, além da possibilidade de dopagem destas estruturas.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 04/03/2022-31/03/2025