Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Flábio Ribeiro de Araújo

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • sequenciamento genômico para análise de persistência local e disseminação de focos de tuberculose bovina
  • A tuberculose bovina é uma importante enfermidade infecto-contagiosa, causada pela bactéria Mycobacterium bovis e responsável por consideráveis perdas econômicas. A tuberculose bovina também se constitui uma barreira sanitária e, além dos aspectos econômicos, é um problema de saúde pública, pelo potencial de transmissão ao homem. O sequenciamento genômico apresenta grande potencial para investigação da epidemiologia da tuberculose bovina. A possibilidade de observar mutações no genoma bacteriano permite o rastreio da transmissão da doença a diferentes escalas, ao nível do animal ou do rebanho, e permite a inferência da estrutura de contatos entre populações. Esta estratégia tem sido usada com sucesso visando rastreamento de focos e estudos epidemiológicos no Reino Unido e Estados Unidos. Este projeto tem como objetivo gerar informações genômicas de isolados provenientes de áreas de ocorrência de tuberculose bovina no Brasil, visando gerar marcadores que possam ser usados para avaliação da persistência local e disseminação de focos. Para tanto, serão sequenciados genomas de 60 isolados de M. bovis do Rio Grande do Sul e 15 isolados de Mato Grosso do Sul, provenientes de cultivo de tecidos de bovinos em identificados pelo Serviço Veterinário de cada estado; e 19 isolados de M. bovis do Rio Grande do Sul, provenientes de javalis. Em seguida, serão identificados os polimorfismos de sítio único em cada isolado e determinada a divergência genômica entre isolados de M. bovis de bovinos e de javalis de vida livre em diferentes focos. Também será avaliado se as distâncias genéticas entre isolados se correlacionam com a distância espacial entre as fazendas e/ou com a distância entre fazendas e localização dos javalis, e se as distâncias genéticas entre isolados de M. bovis de bovinos e de javalis se correlacionam com a movimentação de animais. Ainda será determinada a taxa e modo de dispersão dos distintos genótipos de M. bovis, e confirmada se há transmissão entre animais bovinos e javalis.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Andressa Mazzuco Pidone

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • o papel da apoptose em coração de camundongos infectados com trypanosoma cruzi: relação entre morte celular e cardiopatia chagásica
  • A doença de Chagas é um problema de saúde pública uma vez que afeta milhões de pessoas no Brasil e no mundo. No homem, o Trypanosoma cruzi, agente etiológico da doença, causa graves complicações cardíacas que podem levar o indivíduo à morte súbita, além do aumento progressivo e generalizado do esôfago e cólon e comprometimento hepático severo. Observou-se anteriormente em camundongos, que a resposta imune era extremamente prejudicada quando os animais estavam infectados com T. cruzi. Tal resposta tinha como característica principal linfócitos T CD8+ com perfil pró-apoptótico que impedia um controle eficiente da infecção, levando os animais à cronificação da doença. Por outro lado, quando os animais foram submetidos à imunoterapia, a resposta celular não só era mais rápida, como também mais potente, sem a presença de moléculas que favoreciam a morte precoce dos linfócitos. Outros grupos de pesquisa também têm estudado o papel anti-apoptótico do T. cruzi. Se por um lado, o parasito é capaz de evadir as respostas imunes do hospedeiro com aumento da taxa de apoptose de células T CD8+, por outro lado, ele também possui a habilidade de promover a sobrevida de cardiomiócitos por meio da ação da cruzipaína. Dessa forma, o objetivo do presente projeto será avaliar a expressão de genes envolvidos nas vias da apoptose, em coração de camundongos infectados com a cepa Y do T. cruzi, buscando a correlação destes genes com as alterações histológicas, por meio da técnica de PCR Array. Por fim, realizaremos o ensaio do cometa, a fim de avaliar se as alterações causadas pela presença do parasito são capazes de causar danos ao DNA no coração dos animais infectados. A compreensão de mecanismos complexos de sobrevivência dos quais o parasito se utiliza, contribuirá de forma significativa para o entendimento da relação patógeno-hospedeiro, abrindo perspectivas para o desenvolvimento de novos fármacos e para o entendimento de outros microrganismos. Palavras-chave: T. cruzi, apoptose, coração, expressão gênica.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Caló de Aquino Xavier

Ciências da Saúde

Odontologia
  • influência do colesterol/caveolina-1 nas propriedades de membrana celular e de células-tronco em carcinoma epidermoide de boca.
  • A Caveolina-1 (Cav-1) é a principal proteína que constitue as cavéolas, áreas ricas em colesterol na membrana plasmática. A Cav-1 tem sido implicada como importante biomarcador molecular na progressão tumoral no Carcinoma Epidermoide de Boca (CEB). A depleção de colesterol desestrutura a integridade da membrana, associando-se a alterações na sinalização e na permeabilidade celular. Ainda, pouco se sabe como os componentes da membrana plasmática podem afetar as propriedades e fenótipo das células-tronco tumorais. O presente estudo tem como objetivo avaliar o efeito das alterações na relação colesterol/Cav-1 nas propriedades de membrana celular em linhagem celular de CEB, bem como a sua influência na caracterização de um perfil de células tronco-tumorais. Será determinado o nível de colesterol e a expressão gênica de CAV-1 em 6 grupos experimentais: SCC9 não-tratada (SCC9 parental); SCC9 depleção de colesterol (MbetaCD-SCC9); SCC9 depleção de colesterol sobrenadante (MbetaCD-SCC9 sobrenadante); SCC9 enriquecida de colesterol (Chol-SCC9); SCC9 transfectada com controle, siRNA não-específico (si Ctrl-SCC9); SCC9 transfectada siRNA CAV-1 (si CAV-1-SCC9). A fluidez de membrana será determinada através de marcação por sonda fluorescente seguida de análise por FACS. A adesão e invasão celular serão também determinadas. Adicionalmente, o perfil de expressão de marcadores de células-tronco (ALDH1, OCT4, SOX2, BMI1, CD44/ESA), que será determinado por FACS, e o ensaio de formação de colônia auxiliarão na caracterização do fenótipo dos grupos experimentais. Os resultados do estudo contribuirão no entendimento do complexo colesterol/CAV-1 como possível regulador de eventos moleculares relacionados a proliferação, invasão e resistência tumoral em CEB. Assim, acredita-se que o estudo promova um auxílio direto na caracterização de um fenótipo tumoral que pode ser modulado e beneficiado com terapias alternativas.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Campos Corgosinho

Ciências da Saúde

Nutrição
  • efeitos da suplementação de compostos bioativos na expressão gênica de marcadores inflamatórios e na infiltração de macrófagos em pacientes com obesidade
  • A genômica nutricional representa hoje uma nova ciência dentro da nutrição, que busca compreender como os nutrientes ou compostos bioativos interagem com o nosso genoma modulando a expressão gênica. Nesse sentido, nutrientes ou compostos bioativos com ações anti-inflamatórias podem atuar em vias de sinalização de fatores de transcrição envolvidos na inflamação. Apesar dos esforços globais para promover o emagrecimento, a obesidade ainda é um dos principais problemas de saúde pública. A hipertrofia exacerbada do tecido adiposo, decorrente do balanço energético positivo, leva à um quadro pró-inflamatório que é intensificado pela infiltração de macrófagos. A infiltração de macrófagos tem sido associada ao desenvolvimento de outras doenças como Diabetes Mellitus tipo 2, Hipertensão Arterial, Dislipidemias, Esteatose Hepática Não Alcoólica (EHNA) e consequentemente à síndrome metabólica. Mediante a complexidade da obesidade novas alternativas são necessárias para otimizar a redução do estado inflamatório da doença e consequentemente minimizar o seu impacto na saúde. Atualmente, a curcumina tem sido alvo de estudos por suas diversas propriedades: antioxidante, anti-inflamatória e anticancerígena. Além disso, investigações prévias demonstraram que os ácidos graxos poli-insaturados ômega-3 possuem ação anti-inflamatória e importante papel na modulação metabólica. Embora vários estudos demonstrem os benefícios da curcumina e do ômega 3, os estudos que avaliam os seus efeitos diretamente no tecido adiposo e na infiltração de macrófagos são limitados à modelos experimentais, denotando uma importante lacuna científica na pesquisa clínica a ser investigada. Diante do exposto, o presente estudo tem como objetivo avaliar os efeitos da suplementação da curcumina e do ômega-3 na expressão gênica de marcadores inflamatórios e na infiltração de macrófagos no tecido adiposo. Trata-se de um ensaio clínico, duplo-cego, placebo controlado, composto por uma amostra de indivíduos com obesidade que serão submetidos à cirurgia bariátrica e receberão suplementação prévia de 3g/dia de curcumina, 3g/dia de ômega-3 ou 3g placebo/dia, estabelecida através de estudos prévios, durante 12 semanas. O presente estudo será realizado na cidade de Goiânia, com pacientes do Hospital Estadual Geral de Goiânia Dr. Alberto Rassi (HGG). Serão inclusos 60 pacientes adultos, com índice de massa corporal (IMC) acima de 40kg/m² que não apresentarem doenças inflamatórias agudas, doenças neoplásicas, síndromes genéticas, e que não relatem consumo crônico de álcool e drogas ilícitas ou psicotrópicos. A história clínica, antropometria, consumo alimentar, exames bioquímicos e ultrassonografia abdominal serão avaliados em dois momentos distintos que correspondem aos períodos que anterior e após a suplementação. Durante a cirurgia serão coletadas amostras de tecido adiposo subcutâneo e visceral através da técnica de biopsia, para análise morfológica e expressão gênica do perfil inflamatório. A avaliação nutricional será obtida por antropometria, recordatório habitual de 24 horas, Questionário de Consumos de Frequência Alimentar. A antropometria será avaliada através da medida do peso corporal, estatura, cálculo do IMC, circunferências de cintura, quadril e pescoço. A avaliação hepática será realizada por ultrassonografia abdominal. O sangue será coletado após jejum de 12 horas para dosagem de glicose, lipídeos totais, triacilgliceróis, colesterol total e frações, enzimas hepáticas e proteína C reativa. Alíquotas de soro e plasma serão estocadas adequadamente (-80°C) para posterior análise do perfil inflamatório, por meio de ensaios imunoenzimáticos (ELISA - Enzyme-Linked Immunosorbent Assay). Durante o ensaio clínico, a equipe de pesquisa realizará visitas domiciliares aos voluntários a cada três semanas para orientar quanto ao uso do suplemento, recolhimento dos frascos vazios e distribuição de novas cápsulas. A coleta do tecido adiposo será realizada durante a cirurgia e as amostras destinadas para análise morfológica serão submetidas a formalina (4%). Posteriormente as amostras de tecidos preparados serão encaminhadas ao laboratório de ciências biológicas da Universidade Federal de Goiás e fixadas em parafina para corte histológico. A infiltração de macrófagos será avaliada em parceria com a Università Politecnica Delle Marche (Itália), por imuno-histoquímica, e serão analisados o tamanho dos adipócitos assim como a concentração de macrófagos por área. Um segundo fragmento de cada tecido será colocado em Tubos de reação livres de RNA-ase e DNA-ase e serão congelados instantaneamente com gelo seco e álcool e armazenado a - 80ºC para análises de expressão gênica de marcadores pró-inflamatórios. A análise da expressão dos genes será realizada por reação em cadeia da polimerase em tempo real (qRT-PCR), com o auxílio de ensaios TaqMan Gene Expression inventariados, em parceria com o laboratório de biologia molecular da Universidade Federal de São Paulo. A avaliação do nível de expressão de miRNAs será realizada em amostras de plasma, de tecido adiposo por meio da reação em cadeia da polimerase em tempo real (qPCR). Todos os dados obtidos serão submetidos à análise estatística realizada com testes adequados para distribuição dos dados, com nível de significância fixado à 5%. O presente estudo permitirá o desenvolvimento de uma linha de pesquisa pautada na investigação de novas estratégias nutrigenômicas para aplicação na prática clínica. Sua relevância é destacada pelo fato de que as estratégias desenvolvidas no estudo podem ser facilmente implementadas na rotina clínica, caso seja comprovado os benefícios da suplementação tanto na inflamação quanto no perfil metabólico desses pacientes. Adicionalmente, a execução desse projeto possibilitará a interação e parceria entre professores de diferentes departamentos e instituições, interações entre alunos de graduação de diferentes cursos da área da saúde, em seus diferentes níveis de formação.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Charão Marques

Ciências Humanas

Antropologia
  • cooperação, criatividade e sociobiodiversidade: uma questão de gênero
  • Por meio da sinergia de competências nos estudos do desenvolvimento e da alimentação, o projeto busca identificar e analisar as transformações socioeconômicas produzidas pelo cooperativismo, particularmente em sua interseção crítica entre as demandas contemporâneas de gênero por igualdade e inclusão socioeconômica, e a problemática da alimentação. Assim, esta proposta assume que a incorporação de mulheres em empreendimentos cooperativos traz uma contribuição significativa para a autonomia econômica das mulheres rurais, sendo um processo influencia positivamente o desenvolvimento social e econômico dos territórios. No entanto, considerando que esse processo de organização em cooperativas pode implicar em mudanças nos modos de vida e nas relações familiares, propomos a realização de estudos de cooperativas protagonizadas por mulheres rurais; de maneira a fornecer evidências empíricas para a descrição e análise de práticas, processos de criatividade, novas materialidades e relações sociais associadas a elas. Isso é importante para compreender a incorporação das mulheres às redes sociopolíticas, às cadeias de valor, ao mercado e aos centros de informação. Em nossa visão, essas materialidades contemporâneas estão gerando mudanças que ocorrem dentro e fora da unidade social familiar. A proposta considera as inter-relações entre as esferas da sociobiodiversidade e a geração de renda, uma interface central entre esses dois domínios territoriais existentes para estimular mudanças situadas localmente e ampliar a dinâmica de trocas no mercado. A pesquisa prioriza a busca de dados em experiências de campo, no intuito de transformá-los em informações úteis para organizar cooperativas de mulheres rurais. Serão utilizadas descrições e análises dos elementos e propriedades que territorializam as práticas socio-biológicas orientadas por aspectos de gênero, de modo a compreender como estas estão interligadas com a geração de renda e os empreendimentos cooperativos. Transversalmente, o foco na alimentação é particularmente importante, pois é uma prática generalizada e cotidiana nos níveis familiar, comunitário, territorial e social. O estudo da alimentação e suas práticas podem mostrar o uso criativo das interconexões da sociobiodiversidade, entre o individual, o coletivo e o mercado. O estudo desses envolvimentos de múltiplas dimensões pode contribuir para elucidar como as mulheres cooperativadas, em suas práticas situadas localmente, estão vivenciando mudanças intrafamiliares e comunitárias, ao mesmo tempo em que expandem seu espaço de existência vital individual, através de formas de organização cooperativa e da sua inclusão nos mercados, obtendo reconhecimento seus territórios e de seus produtos como parte de um patrimônio bio-cultural. Para além da produção científica, o projeto prevê a comunicação com a comunidade não acadêmica uso da combinação de imagem e texto para divulgar resultados e informações por meio de diferentes dispositivos e sites, além da organização de uma exposição fotográfica e da elaboração de um catálogo (digital e impresso) para tornar visíveis as propriedades culturais e os produtos da sociobiodiversidade (objetos territoriais). Espera-se que as estratégias de difusão possam promover a visibilidade das cooperativas de mulheres e seus produtos territoriais, destacando suas origens e biografias, enfatizando a importância do cooperativismo e das trajetórias socioeconômicas das mulheres como parte ativas em contextos contemporâneos de empreendedorismo.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 08/09/2018-30/09/2021
Foto de perfil

Flavia Cristina Camilo Moura

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • transformação de rejeitos de mineração em materiais de alto valor agregado para a remoção de antirretrovirais de meio aquoso por processos avançados de oxidação
  • Neste projeto serão desenvolvidos materiais de alto valor agregado a partir de rejeitos de mineração, ricos em ferro, para aplicações na remoção de antirretrovirais de meios aquosos, uma classe de contaminantes muito pouco estudada até então. Este projeto é de extrema importância para o Estado de Minas Gerais que possui intensa atividade mineradora e siderúrgica. As atividades de mineração geram uma quantidade significativa de estéreis e rejeitos, subprodutos inerentes ao processo de lavra e beneficiamento do minério, sendo que a disposição destes materiais afeta de forma qualitativa e quantitativa o meio ambiente. A forma de disposição dos rejeitos está relacionada diretamente ao tipo de minério e de processo empregado para o seu beneficiamento, ou seja, em princípio, seu estado de disposição (pasta, granel ou polpa) estará condicionado às etapas do processo e às características da planta, podendo, posteriormente, ser alterado conforme a metodologia proposta para a sua disposição final. A quantidade de rejeitos produzida é enorme. Uma preocupação desse setor refere-se ao grande espaço na natureza necessário para reter a enorme quantidade de rejeito gerado, configurando em grandes impactos ambientais negativos. Sendo assim, é interessante a busca por soluções que visem à diminuição da quantidade de resíduos gerados ou que permitem o seu aproveitamento como materiais alternativos em diversas áreas do conhecimento. Outra preocupação em relação à contaminação ambiental é a presença de contaminantes orgânicos em ambientes aquáticos. Entre os compostos orgânicos de interesse ambiental destacam-se os antirretrovirais. Nos últimos 20 anos, o aumento do número de pessoas que vivem com HIV e fazem tratamento com antirretrovirais teve um aumento exponencial, sendo que em 2016 a estimativa era que 19,5 milhões de pessoas faziam uso desses medicamentos. Essa grande quantidade de fármaco consumida gera preocupações ambientais já que, como outros medicamentos, os antirretrovirais não são completamente metabolizados ou absorvidos pelo corpo humano, sendo que excretado é dispensado nas águas superficiais. Existem estudos que mostram que a concentração de antirretrovirais em águas superficiais já é bem elevada, como no continente africano onde há maior concentração de pessoas vivendo com o vírus HIV, ou considerável como por exemplo, na China e Alemanha. No Brasil, onde aproximadamente 530 mil pessoas fazem uso do tratamento com antirretrovirais, não existem estudos na literatura que avaliam a presença desses medicamentos nas águas. Como os tratamentos de esgoto convencionais são insuficientes frente à degradação/remoção desses compostos, grande parte é lançada aos corpos d’água, chegando intactos ao meio ambiente. Portanto, a avaliação dos antirretrovirais e seus produtos de degradação é de grande relevância e existem poucos estudos na literatura sobre este tema. Com isso, a proposta deste trabalho é avaliar a remoção de antirretrovirais em sistemas aquosos com o intuito de caracterizar e identificar seus produtos de degradação, sobretudo visando a completa degradação desses medicamentos. Assim, o desenvolvimento de materiais de alto valor agregado a partir de rejeitos de mineração e sua utilização como adsorventes e catalisadores em processos de remoção de antirretrovirais por adsorção e oxidação, especialmente através de Processos Oxidativos Avançados – POAs, são foco deste projeto de pesquisa. Com esta linha de pesquisa central pretendem-se os seguintes impactos: • Criação de novos materiais baseados em rejeitos de mineração de ferro e alumínio de alto valor agregado com aplicações ambientais e tecnológicas; • Contribuir para o desenvolvimento de processos de remoção de contaminantes orgânicos de meios aquosos; • Criar novos materiais magnéticos, ricos em ferro, com caráter anfifílico, podendo atuar em sistemas óleo-água (bifásicos); • Contribuir para o reaproveitamento de rejeitos ricos em ferro, que é especialmente interessante para o Brasil e para o estado de Minas Gerias que possuem uma intensa atividade mineradora; • Estudar uma nova classe de contaminantes ambientais que até hoje pouco estudo tem sido realizado, como a presença dos antirretrovirais que tem tido sua utilização crescente no Brasil e no mundo; • Gerar patentes. O trabalho realizado tem potencial para gerar novas tecnologias e patentes; • Gerar colaboração com o setor industrial. O trabalho realizado já resultou em um projeto de colaboração com uma indústria, podendo gerar outros; • Resultar na transferência desta tecnologia; • Publicações científicas: o trabalho tem o potencial para gerar várias publicações devido ao caráter inovador e ambiental destes compósitos e contaminantes em foco, os antirretrovirais; • Formação de recursos humanos: estão envolvidos no projeto 4 alunos de pós-graduação e 2 alunos de IC.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Cristina de Paula Freitas

Ciências Biológicas

Genética
  • identificação de rnas circulares no controle do ciclo celular de mamíferos e insetos
  • Este projeto visa compreender as funções reguladoras dos RNAs circulares no controle do ciclo celular usando o desenvolvimento embrionário de abelhas e células de mamíferos em cultivo como modelos. Os circRNAs emergiram como um novo componente das vias de regulação de processos biológicos complexos como a diferenciação neural e a proliferação celular graças a sua capacidade de sequestrar moléculas de miRNAs. Análises preliminares em ovócitos de abelhas encontraram transcritos circulares do gene CaMKII que apresentam um enriquecimento para elementos de regulação do miR-34, sugerindo que circ-CaMKII possa sequestrar transcritos do miR-34. O miR-34 regula majoritariamente genes do ciclo celular e da padronização do corpo em abelhas e humanos. Assim, a hipótese deste trabalho é de que circ-CaMKII sequestre moléculas de miR-34 e que seus alvos ficam livres para atuar na progressão do ciclo celular na embriogênese de abelhas. Como ambos os componentes desta interação são altamente conservados, a interação circCaMKII e miR-34 será também testada em células de mamíferos. Para testar esta hipótese, será usada uma abordagem inovadora que integra análises computacionais, bases de dados biológicos e experimentos de biologia celular e molecular para compreender as bases moleculares que controlam o ciclo celular. Este trabalho também propõe encontrar outras circRNA-miRNAs com potencial para atuar no controle do ciclo celular em mamíferos e insetos. Assim, este projeto contribuirá não apenas com a compreensão de como as primeiras divisões da embriogênese são reguladas, mas com o entendimento dos mecanismos de ação dos circRNAs, ainda pouco conhecidos.
  • Universidade Federal de Alfenas - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Cristina Gomes Catunda de Vasconcelos

Outra

Divulgação Científica
  • snct 2020: inteligência artificial acessível para todos
  • A presente proposta, em consonância com a orientação do Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), pretende realizar ações formativas, as quais buscam viabilizar o acesso a informações científicas que são desenvolvidas aos longo da história por diversos grupos de pesquisa no mundo inteiro, no que tange a temática da SNCT 2020: Inteligência Artificial. Esta iniciativa prioriza a importância de divulgar e popularizar a ciência se embasando em políticas, pesquisas e ações que perpassam pelos pressupostos das tecnologias assistivas, sociais, discursivas e práticas. Considerando que na Região do Agreste Pernambucano existem problemas cotidianos que podem ser resolvidos a partir de ações científicas e tecnológicas, por vezes, viáveis de resolução quando a população tem o conhecimento para tal. Dentre os problemas, destacam-se: o descarte de rejeitos das indústrias de vestuários no Rio Ipojuca; o desenvolvimento de produção têxtil e o descarte irregular das sobras dos materiais utilizados nas confecções; a Feira de Caruaru e a comercialização dos alimentos minimizando a produção de lixo; o desequilíbrio ambiental presente no Rio Ipojuca; uso de agrotóxicos para o controle de pragas nas lavouras da região; uso de chás e ervas com fins medicinais; dentre outros. Reforça-se também que a iniciativa viabiliza a participação do público explorando os saberes populares e como isto se aplica em sua cultura. Neste ano, reorganizamos toda a equipe e devido as determinações estaduais e municipais no que tange o isolamento e distanciamento social, para as atividades da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2020, proporemos a criação de um site que conterá diversas atividades on-line, interativas, com: palestras, Webinar, jogos interativas, mostra de filmes, apresentação de informações, Quis, dentre outros. Assim, as ações envolverão não apenas a comunidade do CAA-UFPE, mas oportunizando a toda a população, inclusive de outros países, para terem acesso às informações referente a temática. Ademais, estão previstas também atividades de forma presencial, integradas a outras ações do campus, que serão realizadas no primeiro semestre de 2021, possibilitando a integração da tríade da Universidade, que é o ensino, pesquisa e extensão.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 20/10/2020-30/04/2021
Foto de perfil

Flávia da Fonseca Feitosa

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • representações espaciais e multidimensionais do deficit habitacional (reside)
  • O deficit habitacional brasileiro atinge uma notável parcela da população e encontra-se posicionado como tema de reconhecida relevância no âmbito acadêmico e das políticas públicas. Entretanto, sua caracterização e quantificação ainda é permeada por controvérsias e reconhecidas lacunas do conhecimento. Levando em consideração as limitações, potencialidades e complementariedades das metodologias existentes para a estimativa do deficit habitacional, o desafio norteador deste projeto consiste no desenvolvimento de uma abordagem multidimensional e explicitamente espacial de caracterização e mensuração do deficit habitacional, dentro e fora dos assentamentos precários. Para tanto, o projeto basear-se-á no uso intensivo de dados de fontes diversas, geotecnologias, métodos estatísticos e técnicas de análise espacial para desenvolver indicadores das distintas dimensões das necessidades habitacionais, elaborar modelos para a identificação e caracterização de tipologias de assentamentos precários, bem como desenvolver estratégias de integração espacial das múltiplas representações construídas para estimar o deficit habitacional.
  • Universidade Federal do ABC - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia de Freitas Bastos

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • desenvolvimento técnico-econômico e social da lavra de quartzito da comunidade quilombola sumidouro no município de queimada nova – pi
  • A proposta deste trabalho é viabilizar a exploração mineral de quartzito na Comunidade Quilombola Sumidouro, localizada no município de Queimada Nova-PI, através de etapas preliminares para a expedição do título de Portaria de Lavra a ser emitido pelo Ministro de Minas e Energia objetivando auxiliar no desenvolvimento econômico e social da comunidade. Não há dúvidas de que o processo de regularização mineraria inaugura um novo momento de relativa estabilidade para a comunidade quilombola. Para alcançar o objetivo proposto, a pesquisa mineral e a lavra do recurso mineral quartzito, somente poderá ser efetuado mediante autorização e concessão da União. Para obtenção desta anuência por parte da União, será necessária uma série de procedimentos rotineiros exigidos pela Agência Nacional de Mineração (ANM) que iniciará a partir da emissão do Alvará de Pesquisa a ser publicado no Diário Oficial da União (DOU). Obtendo o Alvará de Pesquisa serão realizadas técnicas de pesquisa mineral que compreende, entre outros, trabalhos de campo e de laboratório como levantamentos geológicos (estudos dos afloramentos e suas correlações), execução de sondagens e ensaios de caracterização tecnológica do minério, e assim será possível determinar a exequibilidade técnica-econômica da jazida mineral. Com estes resultados será confeccionado e entregue como exigência da ANM o Relatório Final de Pesquisa que estará sob a responsabilidade técnica de profissionais legalmente habilitados (equipe técnica formada por engenheiros de minas, geólogos e técnicos em mineração). A comunidade será capacitada através de cursos teórico-práticos de técnicas específicas de lavra de rochas para uso ornamental no Instituto Federal do Piauí (IFPI) campus Paulistana enquanto aguarda a confecção do Plano de Aproveitamento Econômico (PAE) e por parte do Ministério de Minas a Portaria de Lavra para extração.
  • Instituto Federal do Piauí - PI - Brasil
  • 01/12/2018-30/05/2021
Foto de perfil

Flávia de Lima Osório

Ciências da Saúde

Medicina
  • saúde mental e sobrecarga emocional de profissionais de saúde do brasil envolvidos no atendimento a pacientes portadores de covid-19: indicadores e fatores associados
  • As condições gerais de saúde de profissionais envolvidos nos cuidados dos pacientes acometidos pela COVID-19 têm se mostrado comprometidas, não só pelo risco iminente de contaminação a que estão expostos, mas também pela sobrecarga de trabalho e estresse decorrente do colapso do sistema de saúde, ampliando os riscos para o desenvolvimento de transtornos mentais diversos. Conhecer esse cenário atual de sobrecarga emocional dos profissionais de saúde pode favorecer que tratamentos efetivos e modelos preventivos de intervenção e assistência sejam prontamente adaptados e instalados gerando, assim, um menor impacto para saúde pública em geral e para os profissionais individualmente. Assim, o objetivo desse estudo é avaliar e acompanhar a evolução dos indicadores de saúde mental e sobrecarga emocional de profissionais de saúde brasileiros que atuam nos cuidados à portadores de COVID-19 e identificar os fatores de risco e proteção associados. Para isso, uma amostra de conveniência (não probabilística) e composta por diferentes profissionais de saúde brasileiros (médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, técnicos de radiologia, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas, fonoaudiólogos, terapeutas ocupacionais, dentistas, farmacêuticos e assistentes sociais) envolvidos nos cuidados a pacientes com COVID-19, durante o período de pandemia, será avaliada por meio da auto avalição de sinais e sintomas. Os participantes receberão um link eletrônico para acesso à pesquisa, gerado pelo aplicativo SURVEY da plataforma REDCap, o qual será disseminado via redes sociais, mídias eletrônicas e contatos com instituições de saúde de relevância no país. Ao acessar o link o participante terá acesso ao TCLE e somente prosseguirá após lê-lo e assiná-lo digitalmente. Após essa etapa, serão apresentados instrumentos para auto preenchimento, relacionados à avaliação de ansiedade, depressão, sono, estresse e burnout (variáveis de desfecho), além de um questionário para caracterização sociodemográfica e profissional e instrumento para avaliação de traços de personalidade e coping. Ao término, os dados automaticamente serão salvos e arquivados na plataforma REDCap para posterior análise. Os participantes serão convidados a continuar participando do estudo (fase de seguimento) e, aqueles que aceitarem, receberão, a cada quinze dias, nos próximos três meses (total de seis vezes: D15, D30, D45, D60, D75, D90), um link (via email ou celular) para responder os instrumentos de desfecho. Testes para comparação de grupos (paramétricos ou não paramétricos) serão utilizados para comparar cada sintoma entre dois ou mais grupos, de acordo com variáveis de interesse (por exemplo, sexo, profissão, anos de profissão, região do Brasil, condição de saúde mental prévia, entre outros). Para avaliar possíveis fatores de risco/ proteção para a saúde mental dos participantes será utilizada a análise de regressão logística multivariável. Adotar-se-á como nível de significância p>0.05.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/08/2022
Foto de perfil

Flavia de Paula Vitoretti

Engenharias

Engenharia Mecânica
  • uffight, as meninas em combate
  • Este projeto pretende despertar o interesse de alunas do ensino básico de escolas públicas nas áreas de ciências exatas, engenharia e computação, e mostrar que disciplinas como a matemática e a física são responsáveis pelos fenômenos do nosso dia-a-dia, e como essas matérias estão relacionadas com a tecnologia e são responsáveis pelo desenvolvimento de ferramentas que são à base da computação digital moderna. E que a engenharia contemporânea, através do computador e valendo-se de conceitos de robótica, tornou-se capaz de resolver problemas complexos e de alto risco para homem, melhorando o desempenho e otimizando atividades industriais. Para tanto serão realizadas as seguintes atividades básicas: - Visita das alunas bolsistas e do professor responsável do Ensino Básico a UFF/EEIMVR, Instituição Executora do Projeto, e ao laboratório da Equipe UFFight Robótica, onde terão o primeiro contato com os robôs e suas atividades. - Capacitação das alunas bolsistas e do professor responsável do Ensino Básico quanto aos conceitos de Eletricidade, Eletrônica, motores, arduínos, lógicas de programação, portas analógicas e digitais, sensores e atuadores, e outros conhecimentos necessários para o desenvolvimento de robôs controlados e autônomos. - Oficinas semanais nas escolas participantes com o intuito de desenvolver um robô seguidor de linha, um robô totalmente autônomo que deve seguir uma linha em uma pista específica detectando e desviando de obstáculos. - Aquisição de equipamentos para construção, captação, medição e análise de parâmetros físicos de um seguidor de linha, tais como força, velocidade, aceleração, velocidade de resposta dos sensores e atuadores, etc. - Realização de Palestras e Seminários proferidos por pesquisadores docentes da EEIMVR/UFF e alunas integrantes da equipe UFFight Robótica abordando temas avançados da engenharia moderna. - Participação da XV Winter Challenge e IV Summer Challenge, os maiores eventos de combate de robôs da América Latina, que acontecem anualmente. Nestas competições, robôs de várias categorias competem entre si, e o seguidor de linha que completar o circuito no menor tempo, vence.
  • Universidade Federal Fluminense - RJ - Brasil
  • 31/01/2021-31/07/2022
Foto de perfil

Flávia Eloisa Caimi

Ciências Humanas

Educação
  • a produção do conhecimento escolar no cotidiano de escolas de ensino fundamental: interações discursivas
  • O presente projeto estabelece interlocução com dois campos afetos à pesquisa educacional: os estudos sobre a produção do conhecimento na escola e sobre os aspectos culturais e psicológicos implicados nos processos de aprendizagem. Emerge da necessidade de compreender o fato de o Brasil, apesar de ter atingido as metas de universalização da escolarização pública ainda na década de 1990, não ter resolvido o problema da qualidade dos processos pedagógicos e das aprendizagens no âmbito do espaço escolar até o presente momento. Tal cenário exige estudos sobre o que acontece nas salas de aula que faz com que, apesar do tempo destinado a ela por crianças, jovens e professores, a qualidade das aprendizagens não esteja em consonância com os esforços e as capacidades empregados e com os resultados esperados de cada ano de escolarização. O projeto sustenta-se, ainda, nos achados de pesquisas anteriores, desenvolvidas no âmbito do Grupo de Estudos e Pesquisas em Alfabetização – GEPALFA, os quais permitiram observar que, apesar de as crianças manterem relações produtivas com o conhecimento escolar, nem sempre os conceitos que lhes são disponibilizados contribuem para o alargamento das formas de conhecimento que já possuem. Em sala de aula ocorre a elaboração de conceitos, mantidos, porém, em um nível elementar, pois se observou a ausência de intervenções que facultem o envolvimento entre conceitos espontâneos e conceitos científicos em um sistema que permita o desenvolvimento ascendente dos primeiros em direção aos segundos (VIGOTSKI, 2001). Na teoria histórico-cultural, abordagem a que se filia esta proposta, o problema dos conceitos científicos é tratado como uma questão de ensino e de desenvolvimento, já que a sua aprendizagem é possibilitada pelos conceitos espontâneos e aquela, por sua vez, possibilita o desenvolvimento. Segundo Pontecorvo, Ajello, Zuccermaglio (2005), com base nos estudos sobre a interação verbal de Bakhtin (1997) – aos quais este projeto também se filia – e sobre o desenvolvimento mental em Vigotski (2001), afirmam que há um suporte externo na forma de mecanismos de controle que é dado pelos contextos interativos adulto-criança e também pela interação entre pares, o qual oferece oportunidade de explicitação e de consequente justificação das próprias ações. Considerando o exposto, pergunta-se: sendo a sala de aula um ambiente de ensino, de reflexão e de sistematização de conhecimentos e concebendo que a tomada de consciência é alcançada por meio do recurso a conceitos científicos, mediante que condições ocorre, nesses espaços, a emergência desse processo? São situações intencionais que dinamizam esse processo? Que suportes externos são dados pelos contextos interativos adulto-criança e também pela interação entre pares para que sejam explicitados os conceitos espontâneos e sejam justificadas as ações de pensamento em curso na relação com um dado objeto de conhecimento? Que lugar ocupam os diferentes sujeitos e recursos mediacionais (materiais didáticos, fontes de informação) no processo de apropriação/domínio de conceitos científicos em sala de aula? O projeto de pesquisa em exposição centra, por fim, a investigação na seguinte questão: que mecanismos pedagógicos, psicológicos e/ou culturais restringem, dificultam, impulsionam e/ou ampliam os processos de organização de sistemas de conceitos, que se materializam no curso das interações discursivas professor – estudante – objeto de conhecimento, em salas de aula do Ensino Fundamental de escolas públicas? Para atender às exigências postas por esse problema, o GEPALFA busca no GESPE – Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação (UPF) uma parceria, ampliada pela participação de consultores pertencentes a outros três grupos de pesquisa: o GEPSA (UFMG), o GEALE (UFPel) e o Grupo de Pesquisa História e Ensino de História (UEL). Tais grupos dispõem-se a investigar o processo de elaboração de conceitos em situações de ensino e de aprendizagem em sala de aula, materializado nas interações discursivas que ocorrem na tríade professor – aluno – objeto de conhecimento e concebido como um dos territórios em que os sistemas de conceitos emergem e os conceitos espontâneos e científicos se relacionam. Em termos metodológicos, a pesquisa inscreve-se no âmbito das pesquisas qualitativas e tem por base a etnografia interacional apresentada por Gumperz e seu grupo (COOK-GUMPERZ, 1991a; GUMPERZ, 1982) e desenvolvida nos trabalhos do GEPSA (GOMES; NEVES; DOMICINI, 2015). O trabalho de campo realizar-se-á junto a classes de Ensino Fundamental – 4º e 5º e 6º ano – de escolas da rede pública de Passo Fundo/RS e região que estabelecerem parceria com o GEPALFA e o GESPE. Os dados produzidos mediante videogravação, entrevista semi-estruturada, observação, identificação e análise de documentos e registro fotográfico de situações de produção individual e/ou coletiva serão analisados em conformidade com os princípios da análise microgenética, que, de acordo com Góes (2000). Por meio dos resultados desse trabalho, pretende-se contribuir com os estudos sobre o ensino e a aprendizagem de áreas de conhecimento que discutem como os objetos a ensinar e os objetos ensinados atuam em uma sala de aula e aprofundar relações de mútua colaboração entre distintos grupos de pesquisa que têm como foco os processos de ensino e de aprendizagem no contexto da sala de aula. Fundamentalmente, almeja-se que de suas conclusões professores e gestores dos sistemas de ensino possam se beneficiar, a fim de planejar e implementar projetos e práticas que atuem proativamente sobre a complexa e preocupante realidade educacional brasileira.
  • Universidade de Passo Fundo - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Jorge de Lima

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • análise comparativa dos registros deposicionais do planalto sedimentar do araripe (ce) e do maciço de água branca (al) e adjacência: contribuição aos estudos de morfogênese do nordeste do brasil ao longo do quaternário superior
  • A compreensão dos processos formativos assume um papel fundamental para explicar detalhadamente os elementos causadores de rupturas no equilíbrio das condições ambientais e, consequentemente, desencadeadores dos episódios de maior atividade geomórfica nas encostas. No decorrer do tempo geológico as formas de relevo são esculpidas, elaboradas e reafeiçoadas pela dinâmica superficial, cujos registros guardados nos modelados de agradação são capazes de elucidar como as diferentes paisagens evoluíram e quais processos atuaram. Propõe-se como áreas de pesquisa o sertão alagoano - Maciço de Água Branca e adjacência - e o setor E-NE do Planalto Sedimentar do Araripe, por corresponderem a ambientes reconhecidos como “Brejos de altitude” encravados no contexto regional de semiaridez. O uso das propriedades micromorfológicas como caminho elucidativo dos principais processos geradores de depósitos e suas transformações pós-deposicionais constituirá uma ferramenta importante na constatação de marcadores paleoclimáticos de caráter regional. Tem como objetivo geral caracterizar, em escala macroscópica (descrição de seções estratigráficas) e microscópica (luz visível), os sedimentos coluviais modernos e pretéritos encontrados ao longo do maciço de Água Branca e adjacência e do setor E-NE do Planalto Sedimentar do Araripe (aqui incluindo o registro de paleossolos). A metodologia do trabalho pautará na abordagem morfoestratigráfica, na sedimentologia, micromorfológia de solos e datação por Luminescência Opticamente Estimulada (LOE). Espera-se, balizado por dados descritivos de seções estratigráficas, reconhecer marcadores paleoclimáticos de caráter regional, estabelecendo uma cronologia dos processos paleoambientais responsáveis pela morfogênese no interior do Nordeste do Brasil ao longo do Quaternário Superior
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flávia Kelly Siqueira de Souza

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • diversidade de peixes em resposta a diferentes tipos de manejo em áreas alagáveis da amazônia: aspectos ecológicos e socioeconômicos
  • A bacia Amazônica abriga a maior diversidade de peixes de água doce do planeta, com mais de 2700 espécies descritas, dentre as quais cerca de 45% são endêmicas. Esse ecossistema tem sido fortemente ameaçado por ações antrópicas diretas, como o desmatamento e outras formas de uso do solo, como a construção de usinas hidrelétricas, e formas não sustentáveis de uso dos recursos naturais, incluindo a sobrepesca. Além disso, secas e cheias extremas, decorrentes de mudanças climáticas e do desmatamento local, têm aumentado em frequência e intensidade, gerando perturbações na estrutura das comunidades de peixes e instabilidade no rendimento das pescarias. Esses problemas indicam claramente a necessidade de adoção de estratégias para preservar a elevada diversidade de peixes e também conservar os estoques pesqueiros, que são as mais importantes fontes de proteína animal para as comunidades locais, em especial para os ribeirinhos que ocupam as margens dos rios e lagos da região. Nos últimos anos, uma das estratégias do governo brasileiro para preservar a biodiversidade tem sido a criação e manutenção de um grande sistema de  unidades de conservação (UCs). Em UCs como as Reservas Extrativistas (RESEX) e Reservas de Desenvolvimento Sustentável (RDS) têm sido realizado o manejo de lagos, com o objetivo de conservar a diversidade de peixes e os estoques de peixes sobre-explotados, como o pirarucu (Arapaima gigas). Essas estratégias são especialmente importantes na várzea amazônica, em especial nos trechos inferiores dos rios Purus e Solimões, áreas tradicionalmente exploradas pela pesca comercial que abastece os maiores centros urbanos regionais e que sofre uma ampla gama de pressões antrópicas. Em face disso, foi estabelecido um sítio PELD na várzea da Amazônia Central, com o objetivo de avaliar a dinâmica temporal das assembleias de peixes em resposta a diferentes tipos de manejo territorial e de governança.  Quatro áreas de amostragem foram estabelecidas: (1) Lago Catalão, na confluência dos rios Solimões e Negro, sem proteção ambiental e manejo pesqueiro; (2) Ilha da Paciência, entre a foz do rio Purus e a confluência Solimões-Negro, incluída em uma APA Municipal onde há um acordo de pesca para manejo de lagos e explotação manejada do pirarucu; (3) RDS Piagaçu-Purus, no baixo rio Purus, uma UC Estadual com manejo de lagos e de pirarucu; e (4) REBIO Abufari, no baixo Purus, UC Federal, onde a pesca é proibida e não há manejo de lagos ou de pirarucu. Ao longo de quatro anos (2017-2020), foram realizadas amostragens sazonais de peixes com esforço padronizado e mensuradas variáveis ambientais, além de avaliar o uso de recursos pesqueiros pelas populações locais. Os resultados iniciais, após quase quatro anos de estudos, demonstram (1) a importância de manter um sítio de pesquisas ecológicas de longa duração com essa abrangência na várzea amazônica; (2) a existência de diferenças na estrutura e composição das assembleias entre as áreas com diferentes tipos de manejo, indicando a importância da governança para a conservação da biodiversidade aquática. Ao mesmo tempo, a experiência adquirida ao longo desses anos, mostrou a necessidade de analisar a diversidade genética e de contribuir, ainda que indiretamente, através das lideranças e populações locais, para a governança socioambiental das áreas incluídas nos sítios de pesquisa. Diante disso, essa proposta de continuidade do PELD-DIVA, o único sítio de pesquisas ecológicas de longa duração na várzea amazônica, mantém a abrangência geográfica original e expande suas áreas temáticas, com o objetivo de contribuir com a formação das informações necessárias para a proposição de estratégias robustas de manejo, visando a conservação de um ambiente tão importante dos pontos de vista ecológico, econômico e social na Amazônia.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 14/12/2020-31/12/2024
Foto de perfil

Flavia Lima Ribeiro Gomes

Ciências Biológicas

Imunologia
  • importância do recrutamento e diferenciação de células do sistema imune inato na malária
  • A malária é uma doença infecto-parasitária causada por protozoários do gênero Plasmodium e um dos principais problemas de saúde pública do mundo. A parasitose pode se manifestar da forma não complicada ou evoluir para formas graves, como a malária cerebral. Evidências epidemiológicas sugerem que não apenas a malária cerebral, mas também a malária não-cerebral está associada à alterações neurológicas de longo prazo. Tendo em conta que o parasito da malária não é neurotrópico, sequelas neurológicas são uma consequência de uma resposta neuroinflamatória desencadeada por um desequilíbrio entre uma resposta imune pró- e anti-inflamatória. A infecção de camundongos C57BL/6 e BALB/c com o plasmódio de roedor, P. berguei ANKA, representam modelos experimentais utilizados para estudar a resposta imune e suas complicações na malária cerebral e na sua forma não complicada, respectivamente. Considerando que as células do sistema imune inato representam a primeira linha de defesa, produzindo mediadores inflamatórios que amplificam a imunidade inata e modelam o desenvolvimento da resposta imune adquirida contra o patógeno, a proposta do projeto é investigar, no modelo murino, o recrutamento de subpopulações de células do sistema imune inato como neutrófilos e monócitos para o baço na infecção por P. berguei ANKA. Assim como, a diferenciação dos monócitos em células dendríticas e macrófagos, e identificar o fenótipo funcional destes em macrófagos classicamente (M1) ou alternativamente (M2) ativados por citometria de fluxo. O tecido cerebral de camundongos infectados com P. berguei ANKA também será analisado, onde investigaremos o perfil funcional das micróglias (M1- e M2-like), macrófagos do sistema nervoso central, o depósito de corpos beta-amiloides, e a capacidade fagocítica das micróglias. Todos os protocolos experimentais foram submetidos e aprovados à avaliação pelo Comitê de Ética no Uso de Animais (CEUA) da Fiocruz.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021
Foto de perfil

Flávia Lúcia Chein Feres

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • saúde, capital humano e desenvolvimento: uma análise das condições iniciais e o papel dos pais ou responsáveis
  • Segundo a Organização Mundial da Saúde (2014), uma saúde melhor é central para a felicidade e bem-estar dos homens. A saúde gera também uma contribuição para o crescimento econômico, uma vez que a população saudável sobrevive por um tempo mais longo, é mais produtiva e acumula mais riqueza. Atualmente, a literatura atribui aos cuidados durante a primeira infância, em particular, àqueles relacionados às condições nutricionais, a ligação entre o investimento em saúde e o desenvolvimento do capital humano. Com relação à saúde da criança, seu desenvolvimento e crescimento, Hoddinott et al. (2008) apontam para o período entre zero e dois anos de idade como o mais eficiente para investir em nutrição, analisando especificamente a causalidade entre status nutricional na infância com sua produtividade e estado de saúde na idade adulta, concluindo que esta é uma causalidade positiva e significativa. Desta forma, as condições nutricionais e de saúde durante o início da vida, que representam um período crítico para a formação de habilidades que irão reger os resultados futuros obtidos por este , constituem um dos elementos mais importantes que permitir que os indivíduos percebam seu potencial e desenvolvam-se como agentes sociais. Neste contexto, a proposta deste projeto é investigar os efeitos de condições adversas na primeira infância sobre resultados futuros, explorando questões relacionados a ocorrência de seca e incidência da malária na vida intrauterina até os primeiros anos de vida, bem como o papel das pais ou responsáveis sobre o desenvolvimento futuro de habilidades cognitivas e não-cognitivas das crianças.
  • Universidade Federal de Juiz de Fora - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Flavia Maria Avelar Goncalves

Ciências Agrárias

Agronomia
  • obtenção de cultivares de café (coffea arabica) produtivas, resistente a ferrugem e com baixo teor de cafeína pelo via seleção recorrente
  • Devido à grande importância social e econômica do cafeeiro há a necessidade de desenvolver novas linhagens mais produtivas e com características exigidas pelo mercado, valorizando ainda mais o produto final. É inquestionável a contribuição do melhoramento genético do cafeeiro para os agricultores e, sobretudo para a economia brasileira. Os programas de melhoramento genético, que têm colocado à disposição dos agricultores cultivares de alta capacidade produtiva e adaptadas as mais diversas condições ambientais. Os ganhos genéticos esperados no futuro provavelmente serão menores devido ao estágio de melhoramento em que estão as linhagens disponíveis atualmente. Uma das alternativas para se aumentar o ganho é o uso da seleção recorrente isto é, ciclos contínuos de seleção, seguidos da recombinação das melhores famílias selecionadas na etapa anterior. Por esse processo é esperado que a frequência dos alelos favoráveis aumente gradativamente e, por conseguinte, a chance de se obter linhagens superiores seja incrementada. E a cada ciclo poderão ser extraídas linhagens para recomendação, mantendo um processo dinâmico de melhoramento. Na literatura não existem relatos da utilização da seleção recorrente em Coffea arabica. A Universidade Federal de Lavras juntamente com a Empresa Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais iniciou um programa melhoramento do cafeeiro por meio do método de seleção recorrente em 1997, que ainda se encontra em andamento. O presente projeto tem como objetivos: a) Dar continuidade a condução do programa de seleção recorrente visando à obtenção de novas cultivares que possam substituir com vantagens aquelas já utilizadas pelos agricultores; b) Quantificar e identificar progênies F2:5 com baixo teor de cafeína para atender ao nicho dos cafés especiais e c) Identificar progênies F2:5 resistente a ferrugem as quais serão inseridas nos experimentos de avaliação de cultivares. Em 2016, sementes das 50 populações F1 e 30 população F2 da etapa de recombinação serão colhidas para se obter a sementes F2 e F3 respectivamente, as quais serão plantadas em experimentos com repetição. Com base no desempenho dos genótipos nas diferentes colheitas (F2, F3) em 2019, serão selecionadas 1% das melhores plantas das populações para serem recombinadas visando à obtenção do ciclo III. Com o intuito de identificar progênies com baixo teor de cafeína no programa de seleção recorrente, em 2017 será realizada a seleção de 10% das melhores progênies F2:5 com base na produção média de grãos beneficiado nas diferentes gerações (F2:3, F2:4 e F2:5) e 30% das melhores progênies F2 do segundo ciclo seletivo. O teor de cafeína será quantificado pelo método da espectrofotometria. Para identificação da resistência a ferrugem serão selecionadas 30% das melhores progênies F2:5, com base na produção média de grãos beneficiado. Durante o período de três anos de dezembro a junho de cada ano, a cada 60 dias serão coletadas 100 folhas por progênies para a quantificação incidência, a qual será estimada pela contagem do número de folhas com sintomas da ferrugem, dividido pelo número total de folhas da amostra. Para a avaliação da severidade será utilizado o método de contagem de pústulas por folha, determinando o número médio de pústulas por folha infectada.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/07/2021
Foto de perfil

Flávia Maria Galizoni

Ciências Sociais Aplicadas

Planejamento Urbano e Regional
  • efeitos da covid19 sobre agricultura familiar, alimento e água no vale do jequitinhonha mineiro.
  • Este projeto, baseado na parceria entre instituições de ensino e organizações de desenvolvimento rural do vale do Jequitinhonha mineiro, tem por objetivo levantar, registrar, analisar e disseminar informações sobre as soluções locais, os entraves e as demandas ocasionadas pela quarentena da COVID-19 sobre a agricultura familiar do vale do Jequitinhonha mineiro. Utilizando recursos materiais e humanos pré-existentes nas instituições parceiras, e recorrendo exclusivamente a meios telefônicos ou digitais durante o período de confinamento, recolherá semanalmente dados sobre os efeitos do coronavírus sobre autoabastecimento, abastecimento urbano, renda, água e saúde de agricultores familiares de dez municípios, sistematizará os resultados para devolve-los por todas as mídias possíveis à região, com propósito de disseminar informações sobre soluções locais, estimular ações conjuntas e subsidiar programas públicos. Ao final da quarentena, propõe-se levantamento de campo para avaliar, junto a agricultores e agentes de desenvolvimento rural, as dificuldades, soluções e a eficácia dos programas públicos adotados.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022
Foto de perfil

Flávia Maria Galizoni

Ciências Agrárias

Agronomia
  • populações tradicionais, universidade e ensino fundamental - bases metodológicas para o centro de referência da cultura material da agricultura familiar
  • O objetivo deste projeto é identificar na área urbana de Montes Claros, Norte de Minas Gerais, pessoas que pratiquem agricultura urbana utilizando métodos produtivos agroecológicos, conservacionistas e tradicionais com forte interface com segurança alimentar, que se disponham a interagir com o Instituto de Ciências Agrárias da UFMG para reproduzir no Campus/UFMG unidade familiar de produção sustentável que funcione como área permanente de formação e demonstração de produção e consumo alimentar para agricultores, crianças e estudantes universitários. Detalhadamente se propõem a: (i) pesquisar em Montes Claros, Norte de Minas Gerais, pessoas que pratiquem agricultura urbana utilizando métodos produtivos agroecológicos, conservacionistas e tradicionais com forte interface com segurança alimentar; (ii) Investigar a dinâmica da produção de alimentos por famílias através do mapeamento da pauta alimentar, analisando os costumes alimentares da região e seus componentes culturais, investigando suas características – composição, qualificação, sazonalidade, ritualidade - e a maneira como as famílias adquirem os elementos da dieta regionalizada nos agroambientes do Alto-Médio São Francisco e vale do Jequitinhonha; (iii) verificar o impacto de programas públicos e sociais na composição da dieta familiar; (iv) identificar agricultores urbanos que se disponham a interagir com o Instituto de Ciências Agrárias da UFMG para (a) reproduzir no Campus/UFMG unidade familiar de produção sustentável que (b) funcione como área permanente de formação e demonstração de produção e consumo alimentar para agricultores, crianças e estudantes universitários. Esses agricultores(as) urbanos darão as bases para formar, capacitar e incorporar à Universidade um grupo parceiro de “especialistas”( ) tradicionais em produção e consumo sustentáveis, que recrie no Campus/UFMG o cotidiano da unidade familiar de produção, interfaciando com atividades regulares de extensão, pesquisa e ensino, atuando como sensibilizadores para produção de alimentos, segurança e soberania alimentar, contribuindo para formação de crianças, agricultores e universitários, e estreitando as relações do saber da Universidade com o conhecimento local e tradicional.v) Habilitar estudantes de graduação da UFMG para disseminar C&T para a população, despertando-lhes simultaneamente o interesse por pesquisa e extensão.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 01/06/2017-31/05/2021