Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Ingo Wolfgang Sarlet

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • dignidade humana, direitos humanos e fundamentais e proteção de dados na área da saúde em um contexto de regulação de múltiplos níveis
  • O tema central do projeto é estudar os aspectos relacionados a dignidade humana, direitos humanos e fundamentais e proteção de dados na área da saúde em um contexto de regulação de múltiplos níveis. A justificativa se baseia em três aspectos centrais: 1) a saúde exerce um papel estratégico, em suas dimensões sociais e econômicas, para articular as políticas governamentais e na agenda de desenvolvimento nacional e internacional; 2) os fatores relacionados ao acesso a saúde e sua eficaz prestação deve ser observado em um contexto transnacional e 3) a proteção de dados pessoais de saúde – dados sensíveis – é prioridade como forma de garantir a privacidade, os direitos de ser informado ou não, o consentimento e a adequada utilização dos dados de saúde armazenados e registrados, inclusive no âmbito da Telemedicina e em relação aos desafios da inteligência artificial; Nesta perspectiva, o objetivo geral deste projeto é investigar e avaliar o estado da arte no que concerne à proteção de dados pessoais, em especial os relacionados à assistência à saúde e a sua regulação em múltiplos níveis (Internacional, Europeu, constitucional nacional) bem como em nível de direito constitucional comparado, com foco na Alemanha, Portugal, Espanha e Brasil, para o incremento dos níveis de proteção dos dados pessoais dos que atuam no sistema de saúde, em especial os seus usuários. O método está organizado da seguinte forma: 1) Revisão abrangente da literatura científica e de documentos relevantes, em especial diplomas jurídicos; 2) Mapeamento e catalogação das decisões judiciais e políticas públicas de saúde nacionais e internacionais sobre o tema.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-31/12/2023
Foto de perfil

Ingrid Horák Terra

Ciências Agrárias

Agronomia
  • reconstituição paleoambiental e paleoclimática através de registros de veredas do brasil central: uma abordagem multi-proxy
  • O interesse por desvendar a história pretérita tem motivado o estudo de ambientes que preservam sequências de acúmulo de matéria orgânica, o que faz das veredas excelentes arquivos do paleoambiente e do paleoclima. Caracterizadas pela presença da palmeira buriti, e ocorrendo somente dentro do bioma Cerrado, as veredas se encontram encaixadas ao longo de vales pouco profundos sobre as chapadas e chapadões do Brasil central. Poucos são os estudos de reconstituição que utilizam registros deste ambiente, e escassos são os conhecimentos para esta região. A obtenção de informações referente a tais estudos possibilita inferir as causas das mudanças climáticas atuais e realizar prognósticos das condições futuras, frente ao confronto com os resultados passados. Além disso, também serve de informações que apoie as discussões referente à preservação destes ambientes úmidos, e/ou oferece embasamento aos gestores das reais possibilidades de uso. Tanto na esfera ambiental, econômica, social, e política, as veredas englobam todas elas, muitas estando localizadas em propriedades privadas e públicas. Com este propósito, o objetivo geral deste projeto é estudar testemunhos (registros) de solos orgânicos de veredas do Brasil central, em específico das situadas no Parque Nacional Grande Sertão Veredas (Chapada Gaúcha – Minas Gerais), em uma abordagem multi-proxy; está incluirá a obtenção de dados polínicos e geoquímicos (elementar e isotópico) combinados com estratigrafia, datações 14C e estatística multivariada. Assim, o cenário passado poderá ser reconstituído tanto no espaço (mudanças locais, regionais, e até mesmo globais), quanto no tempo, este último abrangendo o período Quaternário. No geral, espera-se: a) uma reconstituição detalhada da vegetação local e regional; b) uma reconstituição detalhada da estabilidade do ambiente quaternário quanto aos níveis de erosão local e regional; c) reconstituição dos níveis de poluição; d) a determinação das relações entre a dinâmica de precipitação pleistocênica/holocênica e controladores climáticos (mudanças de escala milenar e orbital); e, e) a obtenção de um padrão em alta resolução de mudanças pleistocênicas e/ou holocênicas do clima e da paisagem para a região estudada, baseado nas informações de precipitação, temperatura, vegetação e níveis de erosão.
  • Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri - Campus JK - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ingrid Kazue Mizuno Watanabe

Ciências da Saúde

Medicina
  • o papel do inflamassoma nlrp3 no metabolismo das células epiteliais tubulares no desenvolvimento da fibrose renal
  • A fibrose renal é uma consequência do acúmulo excessivo de matriz extracelular, que ocorre em praticamente todos os tipos de doença renal crônica (DRC). A patogênese da fibrose renal é um processo progressivo que, em última instância, leva a insuficiência renal, condição que requer diálise ou transplante renal. Apesar do grande progresso na identificação de mecanismos moleculares envolvidos na fibrogênese, os mecanismos que orquestram este processo ainda permanecem pouco compreendidos, o que impossibilita o desenvolvimento de estratégias efetivas no tratamento da DRC. Recentemente, novas descobertas têm contribuído substancialmente para compreensão do processo fibrogênico. Estes achados demonstram que a progressão da fibrose está associada a alterações no metabolismo glicolítico e oxidativo de células renais, especialmente células epiteliais tubulares proximais(CETPs). O inflamassoma NLRP3 é uma plataforma multiproteica que conecta sinais inflamatórios e mudanças metabólicas. Sua ativação está envolvida na patogênese de doenças metabólicas (como diabetes e aterosclerose) e interfere no metabolismo de células imunes. O papel do inflamassoma ainda não é compreendido no metabolismo de células não imunes. Dessa forma, neste projeto, investigaremos o papel do inflamassoma NLRP3 no metabolismo das CETPs na progressão da DRC. CETPs serão isoladas de camundongos selvagens (WT) ou deficientes para NLRP3 e os componentes de sua ativação, ASC e Caspase-1, para analisar o papel dessas proteínas no metabolismo glicolítico e oxidativo de CETPs. Para ativação do inflamassoma, nós utilizaremos o ácido úrico solúvel, um metabólito celular (resultante do catabolismo das purinas) envolvido na patogênese da DRC. Em seguida, estudaremos se as alterações do metabolismo serão capazes de induzir o processo de transição epitélio-mesenquimal, aparentemente envolvido no desenvolvimento de fibrose, em CETPs. Ainda, verificaremos se estas condições se repetem in vivo, utilizando um modelo animal de fibrose renal. Neste modelo, o metabolismo de ácido úrico será alterado, a fim verificar efetivamente a influência das alterações metabólicas ocasionados pela ativação do inflamassoma por ácido úrico na fibrogênese renal. Por fim, avaliaremos o efeito de inibidores sintéticos do NLRP3, já sugeridos como fortes candidatos para ensaios clínicos de doenças inflamatórias.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ingrid Oliveira de Nunes

Ciências Exatas e da Terra

Ciência da Computação
  • provendo resiliência e eficiência à internet das coisas com base em agentes de software
  • Desde a popularização da Internet, sistemas de software evoluíram de simples aplicações standalone para sistemas distribuídos que largamente interagem entre si. Internet das Coisas e Computação nas Nuvens são tendências atuais que levam ao desenvolvimento de sistemas desta natureza. Devido à distribuição dos componentes de software destes sistemas e à dependência de componentes a outros que não necessariamente fazem parte de uma mesma organização, garantir resiliência e eficiência nestes sistemas torna-se um desafio. Desta forma, neste projeto, propõe-se o uso da tecnologia de agentes de software providos com um conjunto de técnicas desenvolvido para satisfazer esses dois atributos de qualidade nestes sistemas. Tais técnicas permitem que os componentes do sistema, implementados como agentes autônomos, consigam: (i) reagir de forma remediativa a situações que podem comprometer o funcionamento do sistema para posteriormente buscar e resolver causas do problemas que ocorram em tempo de execução; e (ii) automaticamente fazer caching a nível de aplicação e predição de respostas para reduzir efeitos da latência de comunicação entre componentes e manter funcionamento em caso de falha de comunicação. Este projeto será desenvolvido por pesquisadores e alunos de pós-graduação do Programa de Pós-graduação em Computação (PPGC) da UFRGS, em colaboração com pesquisadores da King's College London (UK), PUC-Rio and UFSJ.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Ionara Rodrigues Siqueira

Ciências Biológicas

Farmacologia
  • ensaio clínico randomizado duplo cego de maytenus ilicifolia como estratégia no tratamento da doença de refluxo gastroesofágico
  • O desenvolvimento tecnológico de cápsulas contendo extrato seco das folhas de Maytenus ilicifolia é a premissa deste ensaio clínico. O estudo clínico randomizado duplo cego será realizado com a finalidade de determinar o potencial efeito antirrefluxo de Maytenus ilicifolia, comparando o efeito das cápsulas contendo extrato seco da espécie com um tratamento padrão, inibidor de bomba de prótons, utilizando questionários e determinando os níveis de pepsina e o pH salivares. Será obtido o extrato seco e o pó (ou eventualmente grânulos) serão encapsulados, selecionada a dimensão das cápsulas gelatinosas a serem utilizadas como invólucro a partir do volume obtido conforme determinação deste Edital (CHAMADA CNPq/MS/SCTIE/Decit Nº 19/2018 – Fitoterápicos). A avaliação quantitativa dos marcadores químicos taninos totais e epicatequina de acordo será realizada com método descrito na Farmacopéia Brasileira, entre outras avaliações. O ensaio será realizado em três Unidades Básicas de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul, sendo duas já prescritoras de plantas medicinais. Pacientes que forem considerados elegíveis para o recrutamento serão os maiores de 18 anos com sintomas persistentes de doença de refluxo gastroesofágico. A randomização será realizada com uso de aplicativo. Os pacientes elegíveis serão convidados a participar do projeto, após esclarecimentos e concordância, assinando o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido. O cegamento da pesquisa será garantido pelo uso de intervenções planejadas, de tal forma que os participantes do estudo e a equipe de saúde desconhecerão o tratamento sorteado. Ainda, para uma melhor caracterização do efeito farmacológico, será analisado o impacto da administração de cápsulas contendo M. ilicifolia sobre o perfil da microbiota bucal dos pacientes, e avaliado o potencial efeito de interação medicamentosa. (OBS: O sistema não permitiu a inclusão de participantes neste formulário; a equipe de trabalho está descrita no projeto em anexo, conforme Instruções recebidas no Atendimento do CNPq)
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/03/2019-31/01/2023
Foto de perfil

Iracema Matos de Melo

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação das atividades anti-inflamatória, antinociceptiva e antirreabsortiva óssea da apigenina em camundongos: papel de citocinas inflamatórias
  • O processo inflamatório, embora fundamentalmente seja um mecanismo de defesa do organismo, está relacionado à hipernocicepção e ao aumento da reabsorção em algumas doenças, como a periodontite, caracterizada por uma inflamação crônica em resposta a micro-organismos específicos que resulta em reabsorção óssea alveolar e perda do dente. Nesse contexto, fármacos ou produtos naturais que modulem a resposta inflamatória são importantes no controle da dor e na redução da reabsorção óssea. A apigenina (APG), um agente encontrado abundantemente na camomila, tem recebido maior atenção por seus efeitos anti-inflamatórios e mecanismos imunorregulatórios. Assim, o objetivo deste projeto é avaliar as atividades anti-inflamatória, antinociceptiva e antirreabsortiva óssea da apigenina em camundongos. Para isso, 280 camundongos Swiss serão utilizados em ensaios de nocicepção e reabsorção óssea inflamatória. Para avaliação da nocicepção, os animais serão divididos em grupos controles que receberam por gavagem, solução salina 0,9%, Tween 80 10 µl/kg (TW80), diclofenaco 10 mg/kg ou morfina 5 mg/kg, quando apropriado; e grupos tratados com APG que receberão também por gavagem APG 1, 3 ou 9 mg/kg. Os ensaios de nocicepção consistirão no teste da formalina, teste da placa quente e Von Frey. A pata dos animais será removida, após eutanásia para análise da atividade de mieloperoxidase (MPO), elisa para TNF-α, IL-1β e IL-6, histopatologia ou imunohistoquímica para NF-κB, TNF-α, IL-1β e IL-6. Para avaliação da reabsorção óssea inflamatória será utilizado o modelo de periodontite induzida por ligadura, que consiste na inserção de um fio de seda ao redor do segundo molar superior esquerdo, com contralateral como controle. Nesse ensaio, os animais receberão diariamente por gavagem TW80 10 µl/kg ou APG 1, 3 ou 9 mg/kg. Após a eutanásia, suas maxilas serão removidas para análises macroscópica ou histológica da reabsorção óssea alveolar; ou imunohistoquímica para NF-κB, TNF-α, IL-1β, IL-6, RANKL, OPG e TRAP. A gengiva também será removida para análise da MPO e qPCR para TNF-α, RANKL, OPG e TRAP. Sistemicamente, serão avaliados os níveis séricos de fosfatase alcalina óssea, das transaminases hepáticas, ureia e creatinina, bem como será considerada a variação de massa corpórea dos animais utilizados no ensaio de periodontite experimental. Com este estudo espera-se contribuir para o conhecimento da atividade anti-inflamatória da apigenina, e sua repercussão nos seus efeitos antinociceptivo e antirreabsortivo ósseos. Assim como, espera-se formar 3 alunos de iniciação científica e aluno de mestrado.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Iracema Reimão Silva

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • erosão costeira em praias urbanas: avaliação de processos e métodos de mitigação
  • Estudos sobre dinâmica praial e alternativas para controle à erosão e recomposição de praias urbanas tornam-se cada vez mais necessários frente às incertezas relacionadas às mudanças climáticas. A possibilidade de alterações climáticas, com uma maior incidência de eventos extremos, pode representar uma grave ameaça ambiental e social, especialmente para os municípios litorâneos. O objetivo principal este projeto é estudar a dinâmica e a estabilidade costeira em trechos com intensa urbanização no Litoral Norte da Bahia e avaliar alternativas de recomposição para estas praias, considerando cenários associados às mudanças climáticas. Como objetivos específicos ou metas, pretende-se: i) realizar modelagens de fluxo sedimentar para o litoral estudado; ii) classificar a linha de costa em estado de equilíbrio dinâmico, em equilíbrio estático, instável e em remodelação natural e iii) indicar estratégias de ações necessárias para as praias, especialmente para os trechos em severo processo erosivo, para recomposição e reestabelecimento da funcionalidade praial. Considerando que no litoral do Brasil a erosão ocorre ao longo de toda a costa, com predomínio sobre os processos de acresção, e que a baixa declividade de grande parte da plataforma continental interna sinaliza uma ampla resposta erosiva em caso de subida do nível do mar, a utilização de modelagens que considerem diferentes modelos preditivos pode contribuir para o planejamento de medidas de mitigação e adaptação ao longo do litoral, especialmente nos trechos mais urbanizados ou de maior sensibilidade ambiental.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Iraildes Pereira Assuncao

Ciências Biológicas

Biologia Geral
  • apoio à formação de doutores em áreas estratégica na ufal
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/03/2020-17/03/2025
Foto de perfil

Iran Abreu Mendes

Ciências Humanas

Educação
  • uma história das pesquisas em história da matemática no brasil: produções, disseminações e contribuições à formação de professores de matemática
  • A pesquisa tem como objetivo principal descrever e analisar como o cenário histórico, epistemológico, pedagógico e patrimonial da área de História da Matemática foi configurado pelas pesquisas realizadas no país desde o início da década de 1990, e pela organização de grupos de pesquisas em torno dessa temática, de modo a direcionar estudos e pesquisas para a formação de profissionais nesta área, de acordo, em suas dimensões epistemológicas, pedagogicas e patrimoniais, a fim de realizar um investimento maior na formação em pesquisa referente à história da Matemática e suas implicações para o ensino da Matemática. Para alcançar os objetivos pretendidos, faremos um mapeamento da produção da área de história da Matemática nos últimos 25 anos (1992-2017), em termos de anais de eventos, livros de minicursos, dissertações, teses, livros e capítulos de livros, vídeos, softwares, aplicativos e materiais didáticos diversos, etc, para analisar essa produção gerada nas pesquisas em história da Matemática, e apontar possibilidades de usos dessa produção na docência, assim como sugerir a disseminação dessas contribuições para a formação e ação de professores de Matemática. Pretendemos, ainda, analisar as reflexões dos pesquisadores que lideraram esse movimento no Brasil desde 1990 e, ainda, verificar se os professores da Educação Básica e do ensino superior conhecem e se recebem ou como recebem as produções advindas de estudos históricos sobre a Matemática a ser ensinada nas escolas.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Iranaia Assunção Miranda

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • consequências de longo prazo da infecção pelos vírus zika, chikungunya e mayaro na fisiologia muscular: desvendando novos aspectos da patogênese, identificando mediadores de lesão e novos alvos terapêuticos
  • Nas últimas décadas, diversos arbovírus tornaram-se relevantes problemas de saúde global sendo responsáveis periodicamente por epidemias em áreas urbanas. O Brasil apresenta um cenário alarmante no que diz respeito a epidemias por arbovirus. Somente em 2016 foram registrados 1.500.535, 215.319 e 271.824, casos prováveis de infecções pelo vírus Dengue (DENV), Zika (ZIKV) e chikungunya (CHIKV) respectivamente. O vírus Mayaro (MAYV), é um arbovírus endêmico das Américas de circulação subnotificada associada a falta de diagnóstico diferencial. Apesar de induzirem complicações clínicas de natureza distintas, as diferentes arboviroses apresentam sobreposição em diversos sintomas, como por exemplo a dor muscular, que podem variar de leve a bastante grave, e no caso dos alfavírus persistirem por meses ou até mesmo anos após a fase aguda. Na epidemia de CHIKV em la Reunion, a mialgia foi relatada em 97,7 % dos casos, e em relatos de surtos envolvendo o MAYV e ZIKV, 77% e 65% dos casos, respectivamente. Estas observações sugerem um tropismo comum para o tecido muscular e a existência de determinantes de patogenese compartilhados entre esses vírus. Contudo, mesmo com a elevada frequencia do sintoma de dor muscular, pouco se sabe sobre o impacto da replicação de arbovírus na função muscular, na miogenese reparativa e dano tecidual de longo prazo. Diversas evidências ressaltam a importância do músculo na progressão da doença induzida pelo CHIKV. Análise de biópsia de pacientes infectados pelo CHIKV apresentando mialgia recorrente evidenciou a presença de lesões persistente, com presença de infiltado inflamatório, necrose e focos de atrofia muscular, juntamente a detecção de antígenos virais. Além disso, a amplitude da replicação do CHIKV no músculo foi associada à patogenicidade de diferentes cepas. Somando-se a isso, existem expeculações na literatura de que algumas miopatias inflamatórias podem ser desencadeadas por infecções virais prévias. Curiosamente, a inflamação muscular causada pela infecção com CHIKV apresenta características inflamatórias similares a doenças autoinduzidas, como a artrite reumatóide e as miopatias inflamatórias idiopáticas. Essas alterções podem estar assciadas a uma aberrante apresentação de antígenos via MHC-I e produção de autoanticorpos, porém essa associaçã não foi demonstrada. Desta forma, o estudo do tropismo muscular de arbovírus emergentes como MAYV, CHIKV e ZIKV, das moléculas mediadoras do dano tecidual induzido, o carater autoimune associado ao dano muscular e a contribuição para o desfecho clínico das infecções, representa uma lacuna na compreensão dessas viroses e uma possibilidade de identificação de novos alvos terapêuticos. Neste sentido, este projeto se propõe a: I. Caracterizar a suscetibilidade de células musculares primárias humanas, em diferentes estágios de diferenciação, aos vírus CHIKV, MAYV e ZIKV; II. Caracterizar o impacto da replicação por estes vírus no processo de atrofia, diferenciação e função muscular; III. Associar a pesrsistência dos sintomas de mialgia com possiveis alterções no processo de miogenese reparativa in vitro e in vivo; IV. Avaliar o papel dos mediadores produzidos durante a infecção com o processo de necrose, atrofia muscular, bem como na miogênese, buscando encontrar fatores importantes associados à lesão muscular induzida pela infecção pelos vírus MAYV, CHIKV e ZIKV; V. Avaliar a produção de auto-anticorpos, ativação do imunoproteasomo e consequências de longo-prazo na fisiologia muscular; VI. Avaliar o papel da interção macrófagos (presentes no infiltrado muscular) e os produtos secretados por eles como efetores na ativação de vias que promovem dano muscular. Além da contribuição científica e seu potencial uso para os testes de fármacos, este estudo contará com o envolvimento de alunos de iniciação científica, graduação e de pós-graduação, contribuindo também na formação de recursos humanos
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Iranete Maria da Silva Lima

Ciências Humanas

Educação
  • o sistema de documentação de professores que ensinam matemática em escolas do campo
  • Este projeto tem por principal objetivo caracterizar o sistema de documentação do professor que ensina Matemática em escolas do campo, por meio de uma formação reflexiva investigativa e da análise dos ambientes de aprendizagem por eles propostos, com suporte de uma plataforma colaborativa de pesquisa. Para tanto, a equipe de pesquisadores se ancora, por um lado, na Abordagem Documental do Didático (ADD), que se interessa pela documentação do professor no seio da Didática da Matemática. E, por outro, na Educação Matemática Crítica (EMC) que tem entre suas preocupações compreender a maneira como o professor constrói ou propõe ambientes de aprendizagem para ensinar por meio do diálogo, da crítica e da investigação. Neste contexto, a EMC e a ADD dialogam com a Educação do Campo que preconiza uma educação emancipatória para os povos do campo, visando a transformação social a partir do ensino nas escolas do campo. O projeto se articula também com a Educação Tecnológica, utilizando-se de um ambiente virtual no qual os pesquisadores sediados em diferentes estados brasileiros e no exterior poderão trabalhar de maneira colaborativa no desenvolvimento da pesquisa. Para abranger este conjunto de especificidades buscaremos: identificar os recursos didáticos e as fontes utilizadas pelo professor de matemática das escolas do campo e as variáveis que intervêm na construção e/ou na escolha dos recursos didáticos; analisar o papel que os recursos didáticos exercem na gênese documental do professor; identificar e analisar os ambientes de ambientes de aprendizagem construídos ou propostos pelos professores investigados, estabelecendo uma relação com o campesinato pernambucano; relacionar a gênese documental do professor aos cenários para investigação e listas de exercício em um processo de formação reflexiva; e testar a utilização da plataforma quaerere.studium como suporte à pesquisa colaborativa em âmbito internacional para validá-la e elicitar requisitos para a sua evolução. A pesquisa será realizada junto aos professores que ensinam Matemática nos anos finais do Ensino Fundamental e no Ensino Médio de escolas do campo em Pernambuco, que serão selecionados na primeira etapa da pesquisa. Como instrumentos de pesquisa utilizaremos o questionário, a entrevista semiestruturada, a observação de aula e proporemos uma formação para favorecer ao explicitar e refletir sobre seus sistemas de documentos. A pertinência da plataforma computacional como espaço colaborativo para o desenvolvimento da pesquisa será testada ao longo do desenvolvimento do projeto. Os dados obtidos serão analisados à luz das abordagens teóricas que dão sustentação à pesquisa. Com o seu desenvolvimento espera-se contribuir para uma melhor compreensão da atividade do professor de Matemática que atua nas escolas do campo e, também, contribuir com os processos formativos de professores de Matemática.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Irene Carniatto

Ciências Agrárias

Agronomia
  • invisibilidade da identidade socioambiental nas escolas do campo
  • O objetivo deste projeto é analisar aspectos que constituem a invisibilidade de identidade socioambiental nas escolas do campo localizadas em 24 municípios rurais da Região Metropolitana de Curitiba e de 29 municípios que integram a Bacia Hidrográfica do Rio Paraná 3 onde está localizada a hidrelétrica de Itaipu. Tais municípios são caracterizados por uma ruralidade com acentuados impactos socioambientais em decorrência das atividades agrícolas, expansão do agronegócio, especulação imobiliária, extração mineral, abastecimento público e atividades urbano-industriais, entre outras. Busca-se compreender a ruralidade a partir do diagnóstico comparativo de indicadores de sustentabilidade dos municípios da Região Metropolitana de Curitiba (RMC), e da Bacia do Paraná 3, que tem em comum a necessidade de proteção de mananciais e do reservatório da Usina Itaipu, como contexto das escolas do campo, local da pesquisa deste projeto. A análise terá como centralidade os princípios estabelecidos pela política de educação ambiental nacional e estadual em vigor, nos três eixos: espaço físico, gestão escolar e organização curricular, tendo a bacia hidrográfica como eixo estruturante das ações de educação ambiental. A educação do campo como modalidade educativa da educação básica deverá implementar esta política educacional articulada com a concepção de educação do campo, em que o aluno, sendo sujeito de direito, constitui-se como protagonista do seu processo educativo, assentado na participação social, em parceria como a comunidade escolar, visando garantir a gestão democrática da escola na perspectiva dos interesses dos trabalhadores rurais e dos olhares dos jovens e da comunidade local, incluindo os debates da educação indígena e quilombola. As referências teóricas de análise para a educação ambiental as abordagens de Sauvé (2005), Guimarães (1995), Jacobi (2005), Layrargues (2014), Layrargues e Lima (2014), Lima (2002), Loureiro (2004), Rosa e Carniatto (2015) entre outros; para a educação do campo Caldart (2008), Souza (2011), Molina e Jesus (2004), Souza e Brandenburg (2011), entre outros. A abordagem qualitativa, conforme Lüdke e André (1986), Lakatos e Marconi (2011), Trivinõs (2006), entre outros, fundamenta está pesquisa, tendo como instrumentos de coleta de dados: documentos, observação participante, grupos focais, dados bibliográficos com resultados de estudos já realizados. Destaca-se os resultados gerador pelo Projeto “A Educação do Campo na Região Metropolitana de Curitiba: diagnóstico, Diretrizes Curriculares e Reestruturação dos Projetos Políticos-Pedagógicos financiado pela Capes (Edital 040/2012) /Programa Observatório da Educação, coordenado por Souza (2012) e vinculado ao Núcleo de Pesquisa em Educação do Campo e Movimentos Sociais, do Programa de Pós Graduação em Educação de Mestrado e Doutorado/UTP. Também, as dissertações de mestrado defendidas por Hennrich Junior (2016); Riedner, V (2016); e Koppe, M. (2017), entre outros no Programa de Pós-graduação – Mestrado e Doutorado em Desenvolvimento Rural Sustentável da Unioeste. As políticas educacionais do Campo e de educação ambiental terão como fundamento as diretrizes operacionais (2002, 2008) e no Decreto e no Decreto Nº 7.352, 2010 que estabeleceu a Política de Educação do Campo; para a Educação Ambiental (EA) serão consideradas a Política Nacional de Educação Ambiental (Lei Federal nº 9795/99) e a Política Estadual de Educação Ambiental (Lei Estadual nº 17.505/2013) e as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Ambiental (Resolução nº 2/2012) e as Normas Estaduais para a Educação Ambiental no Sistema Estadual de Ensino do Paraná (Deliberação Nº 04/13). A base de dados utilizada serão as informações disponíveis INEP/Censo Escolar; IPARDES, IBGE, COMEC, entre outros documentos dos municípios e escolas, tendo como foco o Projeto Político Pedagógico (PPP). O local de pesquisa será demarcado por 10 escolas do campo localizadas nos municípios, de cada uma destas regiões, atendendo aos critérios de: indicadores de ruralidade e sustentabilidade dos municípios; maior porte da escola; e, existência das diferentes etapas de ensino, a Educação Infantil, o Ensino Fundamental e o Ensino Médio. Busca-se neste projeto como premissa a realização de um Diagnóstico Socioambiental do território da Bacia Hidrográfica a partir dos olhares dos jovens e da comunidade local, no contexto de cada escola participante, conforme expressa a Resolução nº 6, de 27 de fevereiro de 2018 ao definir suas áreas prioritárias e entre elas: Água na Escola, Escola do Campo e Escolas Sustentáveis, o qual com vistas à sua difusão, socioeconômica e ambiental será atendida à medida que segundo o olhar dos pesquisadores, colaboradores, jovens e comunidade presente no diagnóstico é posto em visibilidade ao suas análises e fotos serem georreferenciadas e publicadas na internet para todo o globo terrestre, através da plataforma web do Observatório Cidadão do Centro de Hidroinformática da Itaipu Binacional. Também, na publicação e apresentação dos artigos em congressos e revistas. A educação ambiental a ser implementada pelas escolas do campo deve se expressar no PPP, conforme estabelece o manual de escolas Sustentável/MEC. Assim, em cada escola será elaborado um Plano de Ação Sustentável da Escola; a constituição do Comitê Escolar de Educação Ambiental; um Coletivo Municipal Jovem de Educação Ambiental, reforçando o Coletivo de Educação Ambiental da Bacia do Paraná 3 e o Coletivo de Educação Ambiental da Região Metropolitana de Curitiba.
  • Universidade Estadual do Oeste do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Irene de Lourdes Noronha

Ciências da Saúde

Medicina
  • análise do potencial efeito renoprotetor e imunomodulador da administração de células tronco mesenquimais ou vesículas extracelulares no processo de isquemia/reperfusão induzido pós-transplante renal experimental
  • O transplante renal representa a melhor alternativa de tratamento para pacientes com doença renal crônica em estágio terminal. Apesar dos grandes avanços, ainda é limitado o sucesso a longo prazo desta modalidade de tratamento. Um dos primeiros eventos no transplante renal, com impacto na sobrevida do enxerto a curto e longo prazo, é a lesão de isquemia/reperfusão (I/R), particularmente grave no transplante renal com doador falecido. A lesão de I/R é um processo fisiopatológico complexo, cuja alteração central é a hipóxia que leva ao stress metabólico, que culmina com grave agressão tecidual. O desenvolvimento de modelos experimentais que mimetizem a situação clínica humana é fundamental para permitir o avanço do conhecimento nas diferentes situações in vivo, além de permitir a avaliação de estratégias de tratamento com desenho de pesquisa pré-clínica. O transplante renal experimental, padronizado no nosso laboratório, será utilizado no presente projeto mimetizando a situação clínica que acontece no momento compreendido entre a captação de órgãos e a realização efetiva do transplante, caracterizada pelo estabelecimento de lesão por I/R induzida por prolongado tempo de isquemia fria, para avaliação de mecanismos inflamatórios envolvidos neste processo além da proposta de novas alternativas de tratamento. Neste contexto, células tronco surgem como excelentes candidatas como novas estratégias terapêuticas, contribuindo não apenas para a regeneração de tecidos lesados como também, através de mecanismos parácrinos, promover imunomodulação da resposta inflamatória. As CT mesenquimias (CTm) são consideradas células tronco imunoprivilegiadas, que apresentam funções diversas ações imunomoduladoras e anti-inflamatórias. Como as CTm apresentam baixa imunogenicidade, não são rejeitadas quando infundidas em receptores alogeneicos. Os efeitos benéficos das CTm estão relacionados principalmente à sua atividade parácrina, através da liberação de fatores solúveis e vesículas extracelulares (VE). As VE liberadas são importantes na intercomunicação célula-célula e possivelmente contribuem para o efeito terapêutico das CTm ao entregar seu conteúdo (mRNAs, miRNAs, proteínas) para as células alvo. Assim, de forma original e inovadora, o presente projeto propõe a utilização de terapia celular com células tronco mesenquimais (CTm) e com VE derivadas de CTm no modelo experimental de transplante renal, com o objetivo de analisar o potencial efeito protetor destes tratamentos para os eventos relacionados à lesão de I/R pós-transplante. O desenho deste estudo visa dar suporte para a possível transferência de conhecimentos gerados na pesquisa básica e pré-clínica para a prática clínica, com o objetivo de ser traduzida para o desenvolvimento de ensaios clínicos humanos, em futuro próximo.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Irineu dos Santos Yassuda

Ciências Humanas

Filosofia
  • com ciência
  • O projeto "Com Ciência" é uma proposta de continuidade do trabalho do projeto “IFSP com Ciência na Escola”, processo n° 439908/2018-3 do CNPq. O cronograma foi repensado em relação ao projeto anterior: o evento de feira de ciência e mostra científica (FCMC) ocorrerá no primeiro semestre de 2021. A FCMC continuará sendo divulgada por via postal às escolas e via internet nas páginas do IFSP, Facebook e Youtube. A vantagem de acontecer no primeiro semestre é que todo ciclo de eventos pode ser concluído no mesmo ano letivo e fiscal, podendo ser repetido no ano seguinte. O projeto apresenta um conjunto de ações em prol da divulgação da ciência e tecnologia, tais como: palestra, mesa redonda, FCMC e iniciação científica júnior (ICJ). A FCMC tem como finalidade despertar o interesse por professores e estudantes, nos temas de trabalhos científicos, permitindo do primeiro contato com a pesquisa bibliográfica, materiais e métodos, a ligação entre a teoria e prática, possibilitando melhor assimilação de conceitos científicos. A ICJ é uma oportunidade para integração entre alunos, professores e pesquisadores, assim como escola e instituições acadêmicas e de pesquisa. Assim, fecha-se o ciclo de eventos, que poderá dar início de sucessivos eventos para divulgação da ciência.
  • Instituto Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 13/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Irineu Petri Júnior

Engenharias

Engenharia Química
  • estudo experimental e de simulação do aquecimento, secagem e torrefação de café gourmet via micro-ondas
  • O mercado de café gourmet brasileiro tem crescido bastante nesta última década. Os produtores estão ainda adaptando seus processos para inclusão desses cafés especiais no mercado, pois, sua produção exige operações de secagem e torrefação mais avançadas. Os avanços realizados com os secadores convencionais conseguem alcançar os teores de 13 a 11% de umidade no processamento do café, teores estes importantes para manter as propriedades físicas e químicas do grão e para sua conservação. Porém, os tempos de secagem necessários para reduzir os teores de água nos grãos de 45-50% até 13-11%, mantendo ainda a qualidade gourmet do café, são bem grandes, por vezes chegando a dias de secagem. A tecnologia de secagem micro-ondas vem se mostrando promissora na secagem de café convencionais, reduzindo o tempo de secagem e mantendo a qualidade do grão. Devido a carência de pesquisas relacionadas à utilização das ondas eletromagnéticas na faixa das micro-ondas para secagem e torrefação de cafés especiais (gourmet), este trabalho tem como objetivo o estudo experimental e de simulação (CFD) do aquecimento micro-ondas de grãos de café. Além disso, as técnicas de simulação computacional poderão auxiliar no projeto e desenvolvimento de uma unidade de secagem e torrefação de cafés gourmet. Espera-se que a incorporação das micro-ondas no processo de secagem promovam uma redução no tempo de secagem e uma melhora na qualidade da torra dos grãos de café.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Iris Callado Sanches

Ciências da Saúde

Educação Física
  • efeitos de diferentes modalidades de treinamento físico em modelo experimental de menopausa submetido à dieta hiperlipídica: parâmetros metabólicos, cardiovasculares, inflamatórios e estresse oxidativo
  • O objetivo geral do projeto será avaliar os efeitos de diferentes modalidades de treinamento físico associado ou não à readequação alimentar em modelo experimental de menopausa submetido à dieta hiperlipídica, avaliando parâmetros metabólicos, hemodinâmicos, autonômicos, inflamatórios e estresse oxidativo. Para isso, serão utilizadas 135 camundongas C57BL/6J (aproximadamente 10 semanas de vida) divididas 9 grupos experimentais (n=15) alocados em 5 subprojetos, cujos objetivos são: SP1- Avaliar os efeitos da dieta hiperlipídica em modelo experimental de menopausa, SP2- Avaliar os efeitos da readequação alimentar (dieta controle após a dieta hiperlipídica) em modelo experimental de menopausa, SP3- Comparar os efeitos do treinamento aeróbio e resistido em modelo experimental de menopausa submetido à dieta hiperlipídica, SP4- Avaliar os efeitos do treinamento intervalado de alta intensidade em modelo experimental de menopausa submetido à dieta hiperlipídica, SP5- Avaliar os efeitos do treinamento físico associado à readequação alimentar em modelo experimental de menopausa submetido à dieta hiperlipídica. Antes do início do experimento, os animais serão submetidos à teste máximo para verificar capacidade física (na esteira e/ou na escada). Na 1ª semana de protocolo, passarão a receber a ração designada para o grupo experimental (normolipídica ou hiperlipídica). Ao final da 4ª semana, será realizada dosagem de glicemia, teste de tolerância oral à glicose, e cirurgia de ooforectomia. Após 1 semana de recuperação, os animais serão submetidos à um novo teste máximo para verificar capacidade física, bem como para prescrição do treinamento físico. O treinamento terá duração de 4 semanas (5ª a 9ª semanas). Ao final do período de treinamento (ou acompanhamento, no caso dos grupos sedentários), será realizado outro teste máximo de capacidade física, cirurgia de canulação e, após 24 horas, registro de pressão arterial. Será realizada análise da sensibilidade barorreflexa e da modulação autonômica cardiovascular (variabilidade da frequência cardíaca e da pressão arterial sistólica). Ao final do protocolo, o tecido adiposo branco e os músculos sóleo e gastrocnêmio serão coletados para análises bioquímicas (perfil inflamatório e estresse oxidativo). Espera-se que os resultados deste projeto possam contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos envolvidos na associação de fatores de risco no sexo feminino, bem como dos efeitos de diferentes modalidades de treinamento físico em um modelo de privação dos hormônios ovarianos submetido à dieta hiperlipídica.
  • Instituto Ânima SOCIESC de Inovação - SC - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Isaac Aarón Morales Frias

Ciências Biológicas

Biotecnologia
  • aplicações bionanotecnológicas de membranas nanoestruturadas hierarquicamente para purificação de anticorpos com aplicação em sistemas nanoteranosticos
  • Atualmente o principal obstáculo para o desenvolvimento emergencial de testes sorológicos para o ZIKV ou outras doenças virais que vierem aparecer, está relacionado à indisponibilidade ou inexistência de anticorpos para pronto uso. Nesse sentido, salientamos a urgência do presente projeto onde propomos recuperar anticorpos específicos para ZIKV diretamente de soros sanguíneos coletados de pacientes infetados confirmados por técnicas moleculares como a reação em cadeia da polimerase, para acelerar o desenvolvimento de métodos diagnósticos sorológicos robustos e confiáveis que sejam facilmente implementados em regiões de lento desenvolvimento ou marginalizadas. Destarte, propomos desenvolver membranas de filtração produzidas pela técnica de eletrofiação mesmas que serão funcionalizadas hierarquicamente com polímeros, nanoestruturas e biomoléculas que promovam a imobilização de capsídeos virais inativados para a posterior captura e recuperação de anticorpos humanos específicos a partir de soros sanguíneos. Ademais, os anticorpos recuperados serão utilizados para obtenção de kits de diagnóstico eletroquímicos e fluorescentes para arboviroses. A caracterização eletroquímica e óptica das biointerações entre os anticorpos recuperados e as plataformas transdutoras permitiram o desenvolvimento de sistemas nanoteranósticos dirigidos ao monitoramento prévio, ao longo e posterior ao contagio do paciente. Desta forma, a recuperação dos anticorpos humanos é uma etapa de fundamental importância para o desenvolvimento de nanodispositivos com potencias aplicações ao tratamento terapêutico em tempo real em pacientes infectados.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Isabel Cristina dos Santos Carvalho

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • dispositivos plasmônicos em nanobio-sensor e nanofotônica
  • Este projeto trata de duas linhas de pesquisa que envolvem a nanofotônica e nanobiofotônica em sistemas contendo nanopartículas metálicas e considerando o efeito de Ressonância de Plasmon Localizada (LSPR, Localized Surface Plasmon Resonance). No primeiro caso, investigamos dispositivos plasmônicos em componentes optofluídicos de xerogéis e aerogéis de SiO2, assim como de fibras ópticas ocas preenchidas com xerogéis e aerogéis de sílica para aplicações ópticas. Neste caso as nanopartículas metálicas(NPM) serão obtidas partir da deposição de filmes nanométricos de metais nessa superfície, e posterior tratamento térmico para o crescimento das NPMs. A vantagem de tal abordagem é que morfologia esférica das partículas de sílica, assim como a homogeneidade de tamanho, propicia um ambiente isotrópico em termos reacionais, o que deverá ajudar na formação de NPMs com distribuição de morfologias e tamanhos homogênea. Pretende-se realizar a funcionalização das NPMs com anticorpo monoclonal para a deteção de vírus. Nesta etapa a superfície das NPM será modificada por um ligante biocompatível que permitirá a ligação do antígeno IgG1 do vírus Zika para detecção do Anticorpo monoclonal Zika. Em um segundo momento o procedimento a ser realizado será de imobilização do anticorpo monoclonal anti E-coli na superfície das NPM para detecção da bactéria E-coli. Na segunda abordagem deste projeto investiga-se a potencialidade do uso de lasers aleatórios como uma ferramenta de diagnóstico em meio desordenado de amostras biológicas. Neste sentido aproveita-se a mesma nanoestrutura dos aerogéis de sílica, como meio espalhador de luz, na obtenção de lasers aleatórios, dopado com corante orgânico para aplicação em biossensores. Portanto, estes sistemas serão investigados em plataformas de lasers aleatórios, como uma ferramenta de diagnóstico em meio desordenado de amostras biológicas.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Isabel Cristina Moraes

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • geotecnologias aplicadas à saúde pública e qualidade ambiental: o caso de santo amaro (ba)
  • Entende-se por saúde ambiental a área da saúde que se preocupa com a adoção de políticas públicas relacionadas à influência dos fatores ambientais nas condições de sanidade e bem-estar humano. Situada na região do Recôncavo da Bahia, a cidade de Santo Amaro (BA) é um caso de extrema relevância quanto a questões de saúde ambiental, pois registra o maior episódio de contaminação urbana por chumbo no mundo, com graves efeitos à saúde humana. Neste sentido, esta proposta de pesquisa tem por objetivo analisar a influência da qualidade ambiental da bacia hidrográfica do rio Subaé na ocorrência de doenças em Santo Amaro (BA), por meio das geotecnologias. Com o uso de Sistemas de Informação Geográfica – SIG, pretende-se mapear as unidades territoriais de saúde e espacializar os registros de doenças do Programa de Saúde da Família (PSF) no cenário atual. A aquisição de imagens de sensoriamento remoto deve conduzir ao mapeamento das condições ambientais, como temperatura de superfície e uso da terra. Também, a coleta e análise de amostras de solo e água serão realizadas a fim de avaliar a influência da qualidade do meio ambiente na saúde pública da população de Santo Amaro (BA). Sob a perspectiva holística, espera-se contribuir em estudos de saúde ambiental, sobretudo quanto aos impactos da contaminação de metais pesados à saúde humana. O emblemático caso de Santo Amaro enfatiza a relevância da pesquisa, a fim de atender a uma demanda ambiental e social deste município. Também, espera-se a elaboração de produtos cartográficos e relatórios técnico-científicos como subsídio a estratégias de ação em políticas públicas de saúde e meio ambiente.
  • Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Isabel Cristina Sobreira Machado

Ciências Biológicas

Botânica
  • sinalização noturna na polinização: uma análise a partir de micro e macroevolução de atributos florais
  • Os recursos e sinais florais são os responsáveis por estimular a visita dos polinizadores à flor. Em geral o recurso é o motivo da busca pelas flores, assim são ditos atrativos primários, enquanto a sinalização indica a presença de tal recurso e por isso é dito atrativo secundário (Varassin & Amaral-Neto 2014). Na polinização noturna (em especial os sistemas especializados de quiropterofilia e esfingofilia) alguns atributos responsáveis pela sinalização enfrentam limitações específicas associadas ao período noturno. Por exemplo, há pouca luz disponível para explorar a sinalização visual; além disso baixas temperaturas e altas velocidade do vento podem afetar a performance de pistas químicas durante a noite (Borges et al, 2017). Por outro lado, estes sinais são particularmente relacionados à percepção sensorial dos polinizadores e sua cognição (Winter & Helversen 2004). Desta forma, flores quiropterófilas possuem cores geralmente claras ou opacas, odor semelhante a frutas fermentadas e capacidade de gerar eco, sendo estes atributos ligados respectivamente ao hábito noturno dos morcegos, aos seus ancestrais frugívoros e à capacidade de ecolocalização desses animais (Faegri & Pijl 1979). No caminho oposto, as flores polinizadas por esfingídeos tem cheiro fortemente adocicado e cores claras capazes de refletir qualquer luz disponível no ambiente, inclusive a lunar; neste sistema em especial a percepção se dá de forma sinestésica havendo uma interpretação conjunta de cores e perfume (Locatelli et al, 1999; Raguso et al, 2013). Durante muito tempo entendeu-se que a visão era um sentido secundário nos morcegos (Winter & von Helversen 2004). Tal situação levava a interpretação de que as cores das flores quiropterófilas não desempenhavam uma função importante na polinização, sendo resquícios de condições ancestrais ou auxiliando apenas no destaque em meio a folhagem (Faegri & van der Pijl 1979). Tal teoria foi recentemente foi posta em questionamneto com a comprovação de que morcegos nectarívoros enxergam luz ultra-violeta (Winter et al, 2003; Müller et al, 2009). Levando em conta a existência de uma predisposição inata para atração por determinadas cores nos polinizadores (Lunau & Maier 1995), testes empíricos realizados por I.C.Machado (em preparação) registraram uma consistente reflexão deste comprimento de onda em flores quiropterófilas, bem como comprovaram experimentalmente seu efeito positivo na atração destes polinizadores. Em relação aos esfingídeos, a cor branca, inclusive com a reflexão UV, se mostra uma cor preponderante e cuja associação com odores adocicados gera uma informação sinestésica (Raguso et al, 2013). O próximo passo é entender qual o papel da cor no isolamento desses sistemas, como está sujeito à seleção fenotípica e como ele é modulado ao longo da evolução de grupos prioritariamente noturnos. O odor de flores quiropterófilas é geralmente referido como desagradável e sua composição química evoluiu de forma convergente nas plantas de diversos clados formando um grupo de compostos ricos em enxofre (Kaiser & Tollsten 1995; Bestmann et al., 1997), com papel atrativo comprovado através de bioensaios (Helversen et al, 2000). Já o odor de plantas polinizadas por esfingídeos é geralmente referido como intenso e adocicado com uma notável evolução convergente de compostos padrões a exemplo dos Linanol, Nerolidol e β-ocimeno (Knuden et al, 1993). Tais convergências são um forte indicativo da importância do olfato na polinização noturna (Knudsen & Tollsten 1995). Essa situação abre precedentes para o entendimento de como este atributo pode estar sendo importante para a evolução destas flores. Sobretudo neste momento quando a biologia da polinização ensaia caminhar para além da análise qualitativa dos compostos florais para entender sua variação quantitativa intraespecífica e a forma como podem estar sujeitos à processos evolutivos (Adler & Irwin 2012). A consistência desses padrões observados tem sido especialmente importante no entendimento do sucesso de certos grupos como prioritariamente noturnos. Por outro lado, os processos que tem levado ao estabelecimento desses padrões seguem particularmente pouco conhecidos (Borges et al, 2017). Nesse sentido, este projeto pretende elucidar tais processos em diferentes níveis de análise, considerando em especial pontos relacionados à evolução e manutenção dos mesmos. Para tanto, este projeto divide-se em três módulos, nos quais tais processos serão investigados por meio de diferentes sistemas modelo, escolhidos após uma vasta prospecção dos sistemas de polinização noturna realizada pelo nosso grupo de pesquisa nos últimos anos (Primo 2008; Queiroz 2015; Rocha 2007). O primeiro módulo, intitulado “Convergência evolutiva e irradiação adaptativa de atributos associados à polinização noturna: miscelânea de estudos de caso em espécies irmãs com diferentes níveis de dependência de polinizadores noturnos” nos permitirá utilizar diferentes grupos para entender o papel da sinalização. Indicar se restringe a atratividade de grupos de polinizadores específicos, promovendo o isolamento reprodutivo em sistemas noturnos altamente especializados. Já os dois módulos seguintes são voltados especificamente para o entendimento de processos evolutivos propriamente ditos, utilizando ferramentas analíticas que permitirão quantificar e visualizar processos evolutivos tanto no nível de população (módulo 1 “Microevolução de caracteres associados a sinalização de espécies noturnas e crepusculares: processos de seleção fenotípica mediada por polinizadores”), quanto ao longo da diversificação de grandes grupos (módulo 2 “Macroevolução nos atributos florais e sinalização de um gênero predominantemente noturno: uma análise usando Pilosocereus (Cactaceae) como modelo”).
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022