Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Sergio Francisco de Aquino

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • integração da pesquisa translacional em biologia, bioquímica, imunopatologia e genética de agentes parasitários causadores de doenças negligenciadas
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 29/02/2020-28/02/2025
Foto de perfil

Sergio Francisco de Aquino

Engenharias

Engenharia Sanitária
  • impacto de sistemas de tratamento biológico de esgotos e de resíduos da pecuária na disseminação de agentes de resistência antimicrobiana
  • A ocorrência da resistência bacteriana aos antibióticos tem sido relatada desde a década de 70 e vem se tornando um problema crescente e presente no mundo inteiro. Tal aumento da resistência resulta em infecções não tratáveis, mortes e aumento progressivo nos custos com saúde. Um grande número de pesquisas tem abordado a relação entre o abuso de antibióticos na medicina humana e na agropecuária com a resistência clínica aos antibióticos, sendo que a disseminação da resistência aos antimicrobianos tem sido objeto de grande preocupação entre pesquisadores. A resistência antimicrobiana pode se dar por diversos mecanismos e pouco se sabe sobre o papel dos reservatórios ambientais, tais quais as estações de tratamento biológico de esgotos e de resíduos da pecuária, na disseminação de bactérias resistentes (BRA) e genes de resistência (GRA) para o ambiente. Como os reatores biológicos usados no tratamento de esgotos e resíduos são um ambiente potencialmente favorável para acúmulo de antibióticos e o desenvolvimento/disseminação de GRA, a presença de microrganismos entéricos resistentes a antibióticos nos efluentes e resíduos podem favorecer a propagação de resistência entre os demais microrganismos do lodo no sistema de tratamento. Por outro lado, pouco se sabe sobre a contribuição do descarte e/ou reuso de efluente tratado e lodo biológico na disseminação de BRA e GRA para o ambiente. Neste contexto, o presente projeto visa estudar o papel dos processos biológicos de tratamento de esgoto doméstico e de dejetos da pecuária suína e avícola na remoção de BRA e GRA de forma a avaliar a sua contribuição na disseminação ambiental dos agentes de resistência antimicrobiana. Para isso serão aplicadas técnicas clássicas de microbiologia envolvendo o isolamento e identificação de bactérias patogênicas e bactérias resistentes a antibióticos, bem como técnicas de biologia molecular para identificação e quantificação de genes de resistência, ao longo dos sistemas de tratamento utilizados. Além disso, serão monitorados os principais antibióticos presentes no esgoto ou utilizados nas granjas estudadas de forma a correlacionar com os BRA e GRA identificados. No tocante ao esgoto sanitário serão monitoradas duas Estações de Tratamento de Esgotos de Belo Horizonte/MG, uma dispondo de Sistema de Lodos Ativados e outra de Reatores UASB seguidos de Filtros Biológicos Percoladores. Será avaliada ainda a eficiência da desinfecção do efluente aeróbio (filtro biológico percolador) em fotorreatores UVC na remoção de BRA e GRA. No caso do resíduo da suinocultura será monitorado um sistema que combina digestores anaeróbios e facultativas instalado em uma granja de suínos em Ponte Nova/MG. Em relação ao resíduo avícola, gerado por granja de aves em São Sebastião do Oeste/MG, será avaliada sua digestão anaeróbia em escala de bancada. Neste caso o resíduo (cama de aviário) será submetido a diferentes condições de pré-tratamento térmico para avaliar o efeito na produção de metano e na remoção de antibióticos, BRA e GRA. Espera-se que a execução deste projeto promova um avanço no conhecimento sobre o papel dos sistemas de tratamento biológico de efluentes e resíduos, combinados ou não com tratamento físico (térmico ou radiação UVC), no controle da disseminação ambiental de agentes de resistência antimicrobiana.
  • Universidade Federal de Ouro Preto - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sergio Freire Garcia

Lingüística, Letras e Artes

Artes
  • identificação, classificação, agrupamento e transformação de sons produzidos por instrumentos de percussão a partir da tipo-morfologia de pierre schaeffer: concepção e desenvolvimento de um sistema musical interativo
  • O projeto propõe a aplicação da tipo-morfologia de Pierre Schaeffer na identificação, classificação, agrupamento e transformação de sons produzidos por instrumentos de percussão, por meio do processamento de sinais de áudio e movimento em tempo real. Os sete critérios de percepção propostos por Schaeffer (massa, dinâmica, timbre harmônico, perfil melódico, perfil de massa, allure, grão) não apresentam correlação direta com descritores acústicos individuais, e a parte principal da pesquisa será a busca por combinações de descritores capazes de realizar a classificação pretendida no contexto específico dos sons percussivos. Essa classificação fundamentará o agrupamento de objetos sonoros em diferentes gêneros, segundo o feixe de critérios escolhido em cada situação, e também a utilização e transformação desses sons em contextos interativos e criativos.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sérgio Henrique Arruda Cavalcante Forte

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • uma proposição metodológica de avaliação da capacidade dinâmica cognitiva e gerencial
  • A motivação básica para a agenda de pesquisa de microfundamentos na estratégia é decompor construções de nível macro em termos de ações e interações de membros organizacionais para o nível micro. O desempenho no nível da firma surge das ações e interações desses membros, além das relações do nível macro na medida em que as variáveis são mediadas por micro ações e interações (Felin, Foss, & Ployhart, 2015). Este trabalho buscará evoluir na compreensão desses microfundamentos na medida em que tentará explicar a influência da Capacidade Dinâmica Cognitiva (Helfat & Peteraf, 2015) na Capacidade Dinâmica Gerencial (Teece, 2007). Metodologicamente será realizado um experimento de laboratório com grupos de controle pré-teste e pós-teste (Malhotra, 2012) aplicado a aproximadamente 120 gestores, divididos em três grupos, sendo dois experimentais e um de controle. Este trabalho contribuirá nos âmbitos teórico e gerencial. Teórico na medida em que buscará mensurar e verificar relações de causa e efeito entre aspectos de natureza cognitiva prática no campo da estratégia, mais especificamente, as capacidades dinâmicas. A contribuição gerencial permitirá advertir sobre o desenvolvimento cognitivo, que inclui capacidade de percepção, atenção e comunicação, demonstrando sua importância para detectar e aproveitar oportunidades, bem como a capacidade de comunicação para reconfigurar ativos tangíveis e intangíveis. Espera-se como produto final do projeto de pesquisa o desenvolvimento de uma proposta metodológica para avaliação da capacidade dinâmica gerencial e cognitiva do gestor estratégico.
  • Universidade de Fortaleza - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sérgio Lima Santiago

Ciências da Saúde

Odontologia
  • avaliação do potencial de biomodificação dentinária de diferentes substâncias de origem natural.
  • A durabilidade de restaurações resinosas continua a ser um desafio em Odontologia restauradora. Nesse contexto, o uso de agentes de ligações cruzadas de colágeno dentinário de origem natural tem ganhado cada vez mais espaço na literatura, sendo as proantocianidinas, extraídas da semente da uva, as mais pesquisadas. Entretanto, seu emprego apresenta diversas desvantagens tais como a pigmentação do substrato e o longo tempo de aplicação. Na busca por novos agentes naturais de biomodificação dentinária foi proposto que diferentes polifenóis poderiam apresentar efeito semelhante, tais como o ácido elágico, a hesperidina, a apigenina, a curcumina e a epigalocatequina-3-galato. Também foi sugerido que o uso da quitosana, um biopolímero natural, poderia atuar de forma coadjuvante no reforço do colágeno. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho será avaliar a capacidade de biomodificação dentinária do ácido elágico, hesperidina, apigenina, curcumina, epigalocatequina-3-galato e proantocianidinas, associadas ou não à quitosana. Para tanto o trabalho será dividido em 5 fases, sendo a primeira delas denominada - Fase I: “Avaliação da capacidade de biomodificação do colágeno de diferentes polifenóis de origem natural” utilizadando-se as metodologias de teste de flexão de 3 pontos (n=10), alteração de massa (n=10), taxa de biodegradação (n=10) e alteração de cor (n=10). Em seguida será realizada a Fase II: “Avaliação da incorporação de diferentes polifenóis de origem natural em ácido fósforico” utilizando-se as metodologias de resistência de união (n=10), nanoinfiltração (n=6) e micropermeabilidade (n=3). A terceira Fase será denominada: “Avaliação da capacidade de biomodificação do colágeno após pré-tratamento com quitosana”, para tanto serão realizados os testes de resistência de união (n=10), flexão de 3 pontos (n=10) e alteração de massa (n=10). Para a realização da Fase IV: “Avaliação da associação entre polifenóis de origem natural e quitosana sobre a união em dentina hígida e afetada por cárie”, serão realizados os testes de resistência de união (n=10), nanoinfiltração (n=6) e micropermeabilidade (n=3). Por fim, será realizada a Fase V: “Avaliação das propriedades físicas e químicas de um adesivo simplificado incorporado com agentes de biomodificação associados à quitosana” através dos testes de resistência de união (n=10), grau de conversão (n=3), sorção e solubilidade (n=10). Em todos os casos serão realizados um teste de normalidade utilizando-se o teste de Shapiro-Wilk e para a comparação entre os grupos será utilizada a Análise de Variância (ANOVA) e pós-testes apropriados para cada análise. O nível de significância adotado será de 5%.
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sergio Luis Costa Ferreira

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • desenvolvimento de estratégias analíticas visando determinação e especiação de metais e metaloides em amostras ambientais coletadas no rio joanes, bahia
  • O Professor Sergio Luis Costa Ferreira (Doutor PUC, Rio 1991), líder do Grupo de Pesquisa em Química e Quimiometria (GRPQQ), Professor Titular da Universidade Federal da Bahia, apresenta ao CNPq no âmbito do Edital Universal 2018, uma proposta visando o DESENVOLVIMENTO DE ESTRATÉGIAS ANALÍTICAS VISANDO DETERMINAÇÃO E ESPECIAÇÃO DE METAIS E METALOIDES EM AMOSTRAS AMBIENTAIS COLETADAS NO RIO JOANES, BAHIA. Entre os objetivos específicos, destacam-se: i) Desenvolver estratégias visando a determinação e análise de especiação de elementos de interesse ambiental em amostras de águas e sedimentos coletadas no Rio Joanes, Bahia. ii) Desenvolver estratégias analíticas empregando técnicas da espectrometria atômica na determinação e especiação de metais e metaloides de interesse ambiental em amostras de águas e sedimentos coletados no Rio Joanes, Bahia. iii) Empregar técnicas de planejamento experimental na otimização dos métodos analíticos necessários para o desenvolvimento do projeto. iv) Estabelecer procedimentos visando análise de especiação de arsênio e antimônio em amostras de águas e sedimentos coletados no Rio Joanes empregando métodos não cromatográficos e a espectrometria de fluorescência atômica. v) Estabelecer procedimentos de preconcentração empregando polímeros com íons impressos para determinação de cádmio, chumbo e mercúrio em amostras de águas coletadas no Rio Joanes usando espectrometria atômica. vi) Determinar mercúrio total em sedimentos coletadas no Rio Joanes empregando o DMA (Direct Mercury Analyzer). vii) Desenvolver estudos de fracionamento de mercúrio em amostras de sedimento do Rio Joanes. viii) Desenvolver estudos de caracterização de processos de adsorção de íons metálicos tóxicos no sedimento do Rio Joanes. ix) Estabelecer estudos de biodisponibilidade de metais em sedimentos usando o método dos sulfetos voláteis. x) Estabelecer procedimentos empregando microssistemas automatizados de injeção por fluxo (MSFIA) para determinação e análise de especiação de elementos tóxicos em águas coletadas no Rio Joanes. xi) Promover estudos que resultem na formação de recursos humanos como trabalhos de conclusão de curso (TCC), dissertações de mestrado e teses de doutorado. xii) Promover estudos que resultem em artigos científicos em revistas de alto índice de impacto. xiii) Apresentar relatórios técnicos científicos para os órgãos responsáveis pela captação de água potável para a Cidade de Salvador e adjacências. A otimização dos métodos analíticos será feita empregando técnicas de otimização multivariado, tais como o planejamento fatorial de dois níveis e metodologias de superfície de resposta. A metodologia prevê três campanhas de amostragens durante os três anos de projeto, envolvendo coleta de água e sedimento. Todos os métodos propostos serão validados de acordo com os parâmetros recomendados pela IUPAC. A exatidão dos métodos será avaliada empregando material de referencia certificado, testes de adição e recuperação e comparação de métodos analíticos. As técnicas analíticas disponíveis no laboratório são: espectrometria de absorção atômica, espectrometria de massas com plasma indutivamente acoplado (ICP-MS) e espectrometria de fluorescência atômica com geração de hidretos (HG AFS). A equipe é composta de seis doutores, seis mestres cursando doutorado, um mestrando e três bolsistas de iniciação científica. O recurso solicitado é 119.990,00 Reais sendo que destes, 62.000,00 Reais para aquisição de material permanente, 53.190,00 Reais para custeio e 4800,00 Reais para pagamento de uma bolsa. Entre os resultados formais previstos, encontram-se três teses de doutorado e uma dissertação de mestrado além da publicação de nove artigos ao longo de trinta e seis meses. O projeto tem viabilidade cientifica considerando as publicações do coordenador no tema do projeto. Também os equipamentos estão em pleno funcionamento.
  • Universidade Federal da Bahia - BA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sérgio Luiz Ferreira da Silva

Ciências Agrárias

Agronomia
  • efeito do porta-enxerto na resistência de videiras a salinidade pelo aumento da eficiência fotossintética, homeostase iônica e proteção oxidativa
  • Os estresses abióticos são responsáveis pela perda de produção agrícola no mundo inteiro especialmente nas regiões semiáridas, onde prevalecem condições adversas de temperaturas elevadas associadas com seca, salinidade e excesso de radiação solar. Esses fatores, isolados ou em combinação, causam distúrbios intensos no metabolismo vegetal. A salinidade causa intensa redução da capacidade fotossintética, o que ocorre associado com a indução de danos oxidativos celulares. Nesse contexto, propõe-se elucidar mecanismos fisiológicos e bioquímicos de resistência a salinidade dependentes do genótipo do porta-enxerto, que estão associados com a eficiência fotossintética, homeostase iônica e proteção oxidativa em videiras enxertadas. Inicialmente será realizado um estudo com porta-enxertos, obtidas de estacas, utilizando seis genótipos de uva (IAC313, IAC572, SO4-Harmony, IAC766, Paulsen 1103 e Cauderc 1613) submetidos a doses crescentes de NaCl (0, 40 e 80 mM) durante 30 dias. Durante esse período, será avaliada a capacidade fotossintética, por medidas de trocas gasosas e da atividade fotoquímica, e ao final do ensaio (30 dias de exposição ao sal) será avaliada a proteção oxidativa, com base em indicadores bioquímicos de danos e proteção. Esse estudo permitirá a identificação de possíveis diferenças genotípicas entre esses seis genótipos de uva com relação aos distúrbios causados pela salinidade na fotossíntese e proteção oxidativa. Em seguida, será realizado outro estudo com mudas enxertadas, obtidas por enxertias do enxerto da uva Italia sobre os dois porta-enxertos que apresentarem maior contraste com relação a resistência ao sal, os quais serão considerados como mais resistente e menos resistente a salinidade. As mudas obtidas por essas enxertias serão irrigadas com solução nutritiva e submetidas aos tratamentos com NaCl (0-controle, 40 e 80 mM) durante 30 dias. Essa combinação de ensaios permitirá caracterizar possíveis mecanismos envolvidos com eficiência e danos fotossintéticos bem como a danos e proteção oxidativa na espécie, que possam ser conferidos por genótipos do porta-enxerto. As medidas de trocas gasosas (PN, E, gS e CI) e de parâmetros de atividade fotoquímica (ETR, NPQ e qP), além das estimativas dos parâmetros de eficiência (PNmax, Vcmax, Jmax, gm e Pr) partir das curvas PN/DFFF e PN/Ci, permitirão avaliar se essas características foliares podem ser influenciadas pelos genótipos do porta-enxerto tanto na ausência quanto na presença de salinidade, um estresse que é aplicado no sistema radicular más que afeta severamente o metabolismo foliar. A análise de expressão da enzima Rubisco, por meio de imunoblot, possibilitará avaliar se as mudanças da atividade fotossintética das mudas em condições de salinidade, está relacionada com o conteúdo e consequente função dessa proteína. O estudo também possibilitará uma análise compreensiva dos danos (indicados por H2O2 e TBARS) e proteção (por atividade de APX, SOD e CAT e conteúdos de ASC e GSH) oxidativos causados pela salinidade nas mudas enxertadas de videira e se estes são influenciados, ou não, pelo genótipo do porte-enxerto. A excussão do primeiro experimento, com porta-enxertos, seguido pelo experimento com mudas enxertadas, poderá fornecer informações acerca de quais características presentes nos porta-enxertos, relacionadas com fotossíntese e proteção oxidativa na ausência e presença de salinidade, que são passadas as mudas enxertadas. Por fim, a presente proposta poderá contribuir com o entendimento de possíveis eventos fisiológicos e bioquímicos relacionados com mecanismos de compatibilidade nas interações genotípicas entre enxertos e porta-enxertos em plantas enxertadas, uma área da fisiologia vegetal (interação enxerto/porta-enxerto) ainda carente de informações.
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco - PE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Sergio Maia Melo

Ciências Exatas e da Terra

Probabilidade e Estatística
  • programa nacional olimpíadas de química
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Ceará - CE - Brasil
  • 28/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Sérgio Marcos Arruda

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • avaliação de marcadores moleculares e celulares para diagnóstico e prognóstico de tuberculose
  • Nesse projeto, propomos testar um ensaio de detecção do fator de necrose tumoral (TNF) e marcadores moleculares, previamente identificados pelo nosso grupo, para o diagnóstico e prognóstico da tuberculose (TB). Em 2017, a TB afetou 10 milhões de pessoas no mundo e foi a causa de 1,3 milhões de óbitos. Muitas dessas pessoas que tiveram TB faziam parte de uma população com cerca de 1,7 bilhões de pessoas (23% da população mundial) que tinham infecção latente pelo Mycobacterium tuberculosis (Mtb) (ILTB). A progressão para doença ativa, denominado reativação da TB, ocorre em 10% dos indivíduos com ILTB, em qualquer momento da vida. O elevado número de indivíduos infectados, associado à falta de precisão sobre o momento em que a reativação da TB vai ocorrer, têm sido um obstáculo para identificação de marcadores capazes de prever a progressão de infecção latente para doença ativa. No entanto, podemos identificar esses biomarcadores em duas populações: 1) em indivíduos com ILTB e co-infectados com o vírus da imunodeficiência humana (HIV), cuja taxa de reativação é de 5-10%, ao ano, ou 2) em pacientes que tiveram a doença controlada e que retornam para retratamento, após o ressurgimento dos sintomas. Na Bahia, a taxa de retratamento é de 35%. Nos pacientes de ambos os grupos, ocorre a transição do estado paucibacilar para multibacilar, condição também observada na reativação da TB, em indivíduos com ILTB. Aqui, propomos o estabelecimento de coortes dessas duas populações como estratégia para testar os marcadores de reativação. Marcadores moleculares capazes de diferenciar os pacientes com TB pulmonar de indivíduos com ILTB foram identificados em nossos estudos prévios. Assim, vamos padronizar um ensaio detecção de TNF (edTB), baseado em cultura de células com o extrato lipídico do Mtb para o diagnóstico da TB, e testar os marcadores moleculares, previamente identificados, para o prognóstico de tuberculose.
  • Fundação Oswaldo Cruz - BA - Brasil
  • 15/12/2020-30/06/2023
Foto de perfil

Sérgio Michielon de Souza

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • difração de raio-x, magnetolipossoma, carreadores de fármacos, fármacos antitumorais
  • Atualmente, os tratamentos oncológicos a partir de tecnologias não convencionais, o que inclui a nanotecnologia, vêm destacando-se como foco para o desenvolvimento de sistemas farmacológicos. Isto deve-se ao fato dos tratamentos convencionais (quimioterapia, radioterapia, por exemplo) serem excessivamente agressivos e invasivos, visto que não são específicos para células tumorais, atingindo assim células saudáveis. Dentre os sistemas nanotecnológicos, cita-se os sistemas de liberação controlada de fármacos, que podem aumentar a especificidade do tratamento e reduzir sua toxicidade, e uma destas alternativas é o uso dos magnetolipossomos. O uso de nanopartículas magnéticas é vantajoso e promissor devido às suas propriedades de elevada área superficial, à capacidade de passar através da membrana celular e, através da aplicação de um campo magnético externo, de serem vetorizadas diretamente ao tecido tumoral. No tecido-alvo, têm a capacidade de atuarem como agentes indutores de hipertermia e de reduzirem a angiogênese (Ding et al., 2012; Hardiansyah et al., 2014; Hayashi et al., 2010; Pankhurst et al., 2003). Os magnetolipossomos, por apresentarem propriedades magnéticas têm sido aplicados em imunoensaios, marcação celular, bem como no diagnóstico através de imagens por ressonância magnética e tratamento de células cancerígenas (Akbarzadeh et al., 2012; Laurent et al., 2008; Laurent et al., 2010; Santhosh et al., 2014; Weinstein et al., 2010). Entretanto, diferentes design e formulações de magnetolipossomos continuam sendo propostos e estudados, visto que estes sistemas são suscetíveis a peroxidação lipídica e hidrólise por espécies reativas e sua composição, tamanho e organização estrutural estão diretamente relacionados com sua dinâmica e cinética no organismo (Fagali and Catala, 2009; Gutteridge, 1995; Kiwada et al., 1986). Os magnetolipossomos podem carrear fármacos antitumorais especificamente para o tecido-alvo, visto que são conduzidos via campo magnético externo. Neste contexto, a difração de raio-X permite detectar o tamanho de cristalito das nanopartículas, bem como o efeito dos diferentes grupos funcionais dos lipídios (como fosfato, carbonila, etc) na sua cristalinidade e morfologia (Ishikawa et al., 1993). A cristalinidade e morfologia das nanopartículas e do sistema em si, irá ser determinante na eficiência da terapia com os mesmos. Esta tecnologia de análise é amplamente dominada pelo Grupo de Pesquisa em Materiais da UFAM (GPMat), especialmente no Laboratório de Materiais (LabMat), que já produz ciência em Fármacos e Materiais Magnéticos, sendo agora o presente projeto o momento de mesclar os dois conhecimentos.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022