Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Fernanda Nedel

Ciências da Saúde

Odontologia
  • desenvolvimento de um cimento ósseo com nanopartículas de oxido de grafeno e nióbio para aplicação na área da saúde
  • Os cimentos ósseos vêm sendo utilizados largamente por diferentes áreas da saúde, englobando desde a odontologia até a ortopedia. Dessa forma, pesquisas que busquem aprimorar e/ou desenvolver novos cimentos ósseos, possuem o potencial de auxiliar concomitantemente diferentes áreas da saúde. Um dos problemas comuns à saúde humana, frente a aplicações dos cimentos ósseos, é a infecção, podendo o mesmo evoluir para uma osteomielite, e a soltura do implante. Este ultimo pode ser decorrente da própria infecção (séptica) ou pela deficiência de osteointegração entre o cimento e o tecido circundante do paciente (asséptica). Ambos os casos, quase sempre culminam em uma reintervenção cirúrgica acarretando grandes prejuízos aos pacientes e onerando o sistema único de saúde. Dentro deste cenário, se tomarmos como exemplo a ortopedia, as principais patologias que levam à necessidade do uso de implantes e concomitantemente de cimentação óssea para substituição articular são, em mais de 85% dos casos, os processos degenerativos (artrite/artrose) ou as fraturas articulares, principalmente ao nível de quadris e joelhos. Com o aumento da sobrevida global da população mundial, as doenças músculo-esqueléticas que precisam de tratamento cirúrgico com uso de cimentos ósseos têm tido um aumento exponencial em sua demanda ao longo dos anos. A cada ano, cerca de 9 milhões de pessoas ao redor do mundo sofrem fraturas devido a fragilidade óssea, e com o envelhecimento da população, estima-se que em 2025, a incidência anual de fraturas por fragilidade óssea aumentará 50% nos Estados Unidos. Dessa forma, a busca por novos cimentos ósseos mostra-se promissor, tantos nos aspectos referentes à melhora na longevidade do mesmo, buscando, assim, uma melhor qualidade de vida para os pacientes, como na inserção de novos produtos comerciais a nível mundial. Ainda, vale salientar a necessidade do mercado brasileiro de avançar no desenvolvimento de novos cimentos ósseos, uma vez que grande parte dos produtos hoje disponíveis e considerados como “padrão ouro” possuem tecnologia internacional, o que representando custo elevado e dependência de tecnologia externa. Além disso, materiais nacionais com custo reduzido podem ampliar o acesso ao tratamento. Dessa forma, o presente estudo tem por objetivo desenvolver um cimento ósseo inovador à base de nanopartículas de óxido de grafeno associado a nióbio, no intuito de melhorar aspectos físicos, mecânicos e biológicos, diminuindo assim, a incidência de complicações como infecção e soltura de próteses cimentadas. A escolha por nanopartículas deve-se a estudos que tem mostrado que, em baixas concentrações, estas possuem a habilidade de melhorar as propriedades mecânicas e térmicas de cimentos ósseas. Dentro desta perspectiva, pesquisas têm sido feitas mostrando que as nanopartículas de óxido de grafeno apresentam propriedades osteogênicas e bactericidas, o que poderia prevenir a adesão bacteriana e estimular o crescimento ósseo do hospedeiro na interface osso-cimento, aumentando a fixação da prótese e apresentando um impacto positivo profundo em relação às artroplastias, por exemplo. Além disso, o nióbio, que é um metal biocompatível com características semelhantes ao tântalo e ao titânio, tem apresentado propriedades osteogênicas, porém sendo de baixo custo. É importante salientar que a equipe agregada a este projeto possui estrutura física, experiência previa, bem como publicações nas áreas das metodologias pospostas, fortalecendo o potencial de obtermos resultados de interesse a comunidade mediante a aprovação do recurso solicitado. Neste sentido serão realizados: o desenvolvimento do cimento com nanopartículas de oxido de grafeno associado a nióbio; caracterização das nanopartículas e do cimento (utilizando para tanto, a difração de raios-X, a espectroscopia Raman e a microscopia eletrônica de varredura com emissão de campo); ensaios mecânicos do cimento (ensaios de flexão, compressão e impacto); ensaio de viabilidade celular (mensuração da redução do 3-[4,5-dimetiltiazol-2yl]-2,5-difenil brometo de tetrazolina [MTT]) e avaliação em modelo animal (será realizado implante de um fio de Kirschner 1.0 de aço inoxidável, associado aos diferentes tipos de cimento ortopédico na região medular do fêmur distal de camundongos fêmeas [C57BL/6] com 12 semanas de idade, subgrupos receberão inoculação direta na região medular do fêmur com 2µl de solução contendo 3 x 105 CFU de Staphylococcus aureus [ATCC 6538]) do cimento desenvolvido. Espera-se, dessa forma, desenvolver um novo cimento ósseo baseado em tecnologia nacional, que possa reduzir complicações tais como infecção e soltura de próteses cimentadas, podendo o mesmo abranger a sua aplicação para diferentes áreas da saúde. Espera-se também, mediante a aprovação da presente proposta, a elaboração de uma patente, uma tese e uma dissertação, bem como artigos científicos de alto fator de impacto e apresentação dos resultados em congressos da área.
  • Universidade Católica de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Paula Yamamoto Silva

Ciências da Saúde

Odontologia
  • influência dos métodos de redução de dose de radiação na qualidade da imagem de tomografia computadorizada de feixe cônico
  • A tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) é uma exame volumétrico, seccional com ampla utilização em Odontologia. Imagens de alta resolução de TCFC aumentam significantemente a acurácia desse exame no diagnóstico em diversas situações clínicas, porém, a aquisição dessas imagens requer altas doses de radiação. Como a dose deve ser tão baixa quanto diagnosticamente possível, sua redução só é viável quando a qualidade da imagem é mantida. Parâmetros técnicos dos equipamentos podem influenciar a dose de radiação e a qualidade da imagem, por isso, busca-se a otimização de protocolos, para cada aparelho, caracterizados pela baixa dose de radiação e alta qualidade de imagem. Esse trabalho tem como objetivo avaliar a influencia dos métodos de redução de dose na qualidade das imagens de três aparelhos de TCFC. Para isso, serão utilizados 47 dosímetros termoluminescentes localizados em regiões radiossensíveis, englobando tecido ósseo, cérebro, tireoide, glândulas salivares, esôfago, mucosa oral e linfonodos, posicionados em um fantoma antropomórfico Alderson RANDO® que simula um corpo humano adulto médio. Os tomógrafos utilizados serão o i-CAT® (Kavo – Imaging Science, USA) Tomógrafo PreXion 3D (Los Angeles, Califórnia, USA) e Ortopantomograph™ OP300 (Instrumentarium Dental™, Charlotte, NC, USA) e para cada um deles, 4 protocolos de exposição serão estudados, com variações diferentes de voxel, FOV, kVp e mA. Serão adquiridas 180 imagens no total, sendo 15 de cada protocolo. A dose efetiva, dose absorvida para os órgãos serão mensurados, de acordo com as recomendações da Comissão Internacional de Proteção Radiológica (ICRP). Para análise da qualidade de imagem, parâmetros físicos de resolução como: razão sinal-ruído, razão contraste-ruído, uniformidade e similaridade estrutural (SSIM) serão medidos utilizando o software ImageJ e MATLAB. Para a análise comparativa da dose entre os tomógrafos e protocolos possivelmente será utilizado o teste de variância ANOVA. Com este estudo espera-se elencar protocolos otimizados com menores doses de radiação que gerem imagens de alta resolução, para cada aparelho.
  • Universidade Federal de Goiás - GO - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Perpétua Casciatori

Engenharias

Engenharia Química
  • desenvolvimento de sistema automatizado para extração de pigmento produzido por fungo cultivado em estado sólido em biorreator de leito empacotado pseudo-contínuo
  • Mediante as limitações da obtenção de pigmentos por via extrativa a partir de fontes de origem animal, vegetal e mineral, a produção de pigmentos orgânicos, com destaque aos de cor vermelha, a partir do cultivo de fungos atrai interesse de pesquisadores da área de Engenharia Bioquímica, tendo em vista o grande potencial de aplicação desses pigmentos nas indústrias farmacêuticas, de cosméticos e destacadamente de alimentos, desde que seja comprovada ausência de toxicidade. Neste contexto, propõe-se, no presente trabalho, a obtenção de pigmentos vermelhos por meio do cultivo em estado sólido (CES) do fungo recentemente isolado a partir de Hymenaea sp. (jatobazeiro, árvore nativa do cerrado de São Carlos – SP) e identificado como espécie Talaromyces minioluteus/Penicillium miniolutem. A proposta da forma de cultivo em estado sólido é empregar resíduos agroindustriais como suportes e/ou substratos para o crescimento do fungo (tais como bagaço de cana e farelo de trigo), bem como proporcionar possibilidades diferenciadas de extração do pigmento. Em termos dos cultivos, estes serão realizados num biorreator de CES de leito empacotado construído de forma modular e operado em modo pseudo-contínuo (tanques em série), em desenvolvimento como objeto de projeto de pesquisa apoiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP Proc. 2018/00996-2). Os módulos em aço inox são encamisados e apresentam diâmetro interno e comprimento 13 e 10 cm, respectivamente. No modo de operação proposto, haverá retirada periódica de módulos do topo do biorreator de leito empacotado, de forma que o módulo removido será encaminhado para etapas de downstream. O objetivo do presente projeto, portanto, é desenvolver um sistema automatizado de extração do pigmento secretado para o meio poroso por lixiviação com acetona. Para tanto, se propõe o acoplamento do módulo removido numa coluna de extração, composta por bocais de entrada e saída ajustáveis à configuração do módulo, distribuidor de fluido e bomba peristáltica, para controle da vazão de percolação da acetona pelo leito de material cultivado, com possibilidade de recirculação. Espera-se, com tal sistema automatizado de extração do pigmento a partir do cultivado, complementar e tornar mais viável o processo bioquímico de obtenção do pigmento por CES no biorreator de leito empacotado operado em modo pseudo-contínuo, inédito em âmbito experimental.
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Rabaioli da Silva

Ciências Biológicas

Genética
  • o impacto ambiental aeroportuário em aves de rapina
  • As emissões de poluentes das atividades aeroportuárias representam uma importante fonte de contaminação ambiental que se equivale ao impacto causado por muitas indústrias. Nesses locais há a liberação de diferentes gases tóxicos, hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, nanopartículas, metais, entre outros compostos químicos que acabam contaminando o ar, o solo e a água. Aves de rapina são espécies predadoras, topo de cadeia, que apresentam a capacidade de bioacumular substâncias no organismo e são encontradas em ambientes aeroportuários. As aves são excelentes indicadoras de qualidade ambiental e importante para o monitoramento de alterações antrópicas devido as suas características comportamentais. Assim, o presente estudo pretende avaliar o potencial genotóxico e mutagênico bem como as alterações morfológicas em aves de rapina expostas à contaminação ambiental em área aeroportuária através do ensaio Cometa, do teste de Micronúcleos e da medida da simetria bilateral das asas e dos tarsos, respectivamente. Também serão realizadas as dosagens de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos e de metais em células sanguíneas das aves coletadas. Para compreender como (molecularmente) estes contaminantes podem estar impactando estas aves de rapina, será empregada a análise pela Biologia de Sistemas. Esse trabalho será realizado nas dependências do Aeroporto Internacional Salgado Filho de Porto Alegre – RS (coleta do grupo exposto) e em criadouros particulares e zoológicos (coleta do grupo controle).
  • Universidade La Salle - Canoas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Rebelo dos Santos

Ciências da Saúde

Nutrição
  • intervenções nutricionais e dietéticas em crianças com paralisia cerebral: revisão sistemática de literatura com potencial metanálise.
  • Introdução: A paralisia cerebral é uma lesão cerebral de extrema gravidade, incapacitante, com repercussões que não se limitam ao próprio indivíduo, atingindo os seus familiares e a sociedade. No Brasil estima-se que 7 crianças em cada 1000 nascidos vivos apresentam paralisia cerebral. Acredita-se que as intervenções nutricionais podem melhorar o estado clínico e nutricional, beneficiar o neurodensenvolvimento e auxiliar no controle de crises convulsivas em crianças com paralisia cerebral. Justificativa: Diversos estudos mostram os efeitos positivos de terapias nutricionais específicas em crianças com paralisia cerebral. Contudo, esses estudos precisam ser sistematizados e revisados para gerar evidências de alto nível, com possibilidade de aplicação na Rede de Atenção à Saúde, melhorando o atendimento nutricional dos pacientes com paralisia cerebral. Objetivo: Revisar sistematicamente e a posteriori meta-analisar ensaios clínicos randomizados sobre avaliação de intervenções nutricionais e dietéticas em aspectos clínicos, nutricionais, neurodesenvolvimento e controle convulsivo de crianças com paralisia cerebral. Métodos: Trata-se de uma revisão sistemática de literatura com possível metanálise dos dados. Todas as etapas de revisão - incluindo os processos de busca e seleção dos estudos; extração, análise, organização e divulgação dos resultados - seguirão as orientações propostas pelas diretrizes metodológicas para elaboração de revisão sistemática e metanálise do Ministério da Saúde e do Centro de colaboração Cochrane. A estratégia de busca envolverá o levantamento automático (online) e manual de referências bibliográficas nas bases de dados da LILACS, MEDLINE, Web of Science, Embase, Scopus e CENTRAL; utilizando palavras-chave como: (“cerebral palsy” OR “cerebral pals*”) AND (child* OR “child, preschool” OR “child, school”) AND (nutrients OR nutrition OR diet* OR “nutrition therapy” OR “diet therapy” OR “dietary supplements”) AND (“clinical trial” OR “experimental study” OR randomized). Será incluída a literatura cinzenta. Resultados esperados: Publicação de uma revisão sistemática da literatura seguida de metanálise, cujos resultados fornecerão subsídios à Rede de Atenção à Saúde para definição de diretrizes para o tratamento nutricional de pacientes com paralisia cerebral. Divulgação: Os resultados serão divulgados por meio do Portal de Boas Práticas Clínicas do Instituto Fernandes Figueira/Fiocruz e com a realização de um workshop voltado a pesquisadores e profissionais de saúde.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RJ - Brasil
  • 02/01/2020-31/01/2022
Foto de perfil

Fernanda Rios Petrarca

Ciências Humanas

Sociologia
  • a luta contra a corrupção em sergipe: um estudo sobre o direito e as carreiras jurídicas
  • Esta proposta de trabalho pretende investigar o engajamento da profissão e do ofício jurídico, nas suas diferentes interfaces (poder judiciário, Ministério Público e Polícia Federal), na luta contra a corrupção no estado de Sergipe. De modo mais específico busca-se analisar- a partir da causa “anticorrupção” - como diferentes profissionais do direito, e em especial aqueles vinculados as carreiras jurídicas estatais (delegado, juízes, procuradores, desembargadores), investiram sua formação e redirecionaram sua atuação profissional para casos envolvendo o tema da corrupção. Parte-se do princípio de que o chamado “ativismo judicial” compreende uma forma de se engajar profissionalmente que envolve tanto as condições socio históricas do oficio quanto a dinâmica das carreiras e os recursos mobilizados ao longo do trajeto social e profissional. O objetivo mais pretensioso deste projeto é o aperfeiçoamento de um esquema analítico capaz de permitir o exame da configuração sócio-histórica da profissão jurídica, das condições de emergência da luta contra a corrupção no judiciário e a forma como essa causa passa a ser absorvida pelo ofício jurídico e da relação das operações de combate a corrupção com outras esferas sociais.
  • Universidade Federal de Sergipe - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Rodrigues Garcez

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • própolis de quatro regiões de mato grosso do sul - estudo químico e avaliação de propriedades biológicas visando a fomentar o desenvolvimento tecnológico do estado
  • A apicultura em Mato Grosso do Sul é voltada principalmente para a produção de mel, sendo o estado brasileiro que apresenta maior produtividade na relação mel/colmeia/ano, porém o aproveitamento de outros produtos apícolas diretos, como a própolis, é muito pouco explorado quanto ao seu potencial medicinal. A própolis é um produto elaborado principalmente pelas abelhas da espécie Apis mellifera L. a partir de material coletado de diversas partes de plantas, sendo sua composição química, portanto, reflexo da biodiversidade da flora da região onde é produzida. Seu emprego na medicina popular vem sendo difundido e praticado há séculos e sua comercialização ocorre sem requisição médica, em diversas formas farmacêuticas, o que a torna facilmente acessível à população. Muitas são as propriedades farmacológicas atribuídas aos extratos alcoólicos da própolis, tais como, ações antimicrobiana, cicatrizante, antioxidante, antiproliferativa, antitumoral, anti-inflamatória, dentre outras. Tendo em vista a grande diversidade vegetal encontrada nos biomas de Mato Grosso do Sul, a própolis produzida no estado torna-se, portanto, uma fonte importante de substâncias com potencialidades farmacológicas. A despeito disso, o conhecimento sobre a composição química e propriedades biológicas da própolis produzida em Mato Grosso do Sul é ainda escasso. Através do desenvolvimento do presente projeto, envolvendo a participação de grupos de pesquisa do Instituto de Química e da Faculdade de Farmácia, Alimentos e Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul, pretende-se dar continuidade à linha de pesquisa de busca de substâncias bioativas em amostras de própolis produzidas por Apis mellifera em Mato Grosso do Sul. O projeto se propõe a investigar quatro novas amostras de própolis produzidas em três diferentes regiões de Mato Grosso do Sul (Norte, Central e Sul), abrangendo os biomas Cerrado e Mata Atlântica, visando às suas potenciais aplicações na prevenção e/ou tratamento de doenças genéticas (particularmente o câncer) e de processos inflamatórios. Serão avaliados no projeto os potenciais antitumorais, anti-inflamatórios e antioxidantes das amostras de própolis, através dos ensaios de atividades antiproliferativas em linhagens de células tumorais, atividades (anti)mutagênicas através do ensaio SMART em Drosophila melanogaster, atividades anti-inflamatória e anti-hiperalgésica em modelos inflamatórios in vivo de reação aguda e crônica e atividade sequestradora de radicais livres. Além disso, serão realizados o estudo químico detalhado de tais amostras e avaliação das propriedades biológicas supracitadas das substâncias majoritárias obtidas, incluindo mecanismos de ação das substâncias citotóxicas (ensaios de avaliação do ciclo celular, quantificação de caspases, de inibição da enzima topoisomerase IIalfa e da via de inibição da topoisomerase IIalfa). Um dos fatores que contribuem para a baixa exploração econômica da própolis produzida em Mato Grosso do Sul é o fato de os produtores desconhecerem suas propriedades biológicas (reflexo da sua composição química) e, portanto, suas possibilidades comerciais. Assim, o presente projeto vem ao encontro dessa demanda, visando a fornecer subsídios para a exploração comercial desse produto, com base em seus constituintes químicos e propriedades biológicas evidenciadas. O propósito é que através da interação da Universidade (fundamentada nos resultados obtidos no projeto) com o setor produtivo da área de apicultura haja um estímulo para o fortalecimento da exploração comercial dessa matéria prima, viabilizando o desenvolvimento de produtos ou o fornecimento a outros segmentos desse mercado. Desta forma, o projeto terá como consequência, não só a geração de conhecimento sobre essas quatro variedades de própolis produzidas em diferentes regiões de Mato Grosso do Sul, mas também a expansão de suas possibilidades comerciais como produtos de uso medicinal, com potenciais aplicações na prevenção e/ou tratamento de neoplasias e de processos inflamatórios, baseadas em suas propriedades antiproliferativas, (anti)mutagênicas, anti-inflamatórias e/ou antioxidantes comprovadas.
  • Universidade Federal de Mato Grosso do Sul - MS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Sampaio Cavalcante

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • staphylococcus spp. na população pediátrica do rio de janeiro
  • O gênero Staphylococcus é composto por mais de 50 espécies que colonizam naturalmente a pele e as mucosas dos mamíferos. A espécie Staphylococcus aureus é um importante agente de infecções superficiais e invasivas, sendo um dos patógenos mais isolados em infecções comunitárias e naquelas associadas a cuidados de saúde. Os Staphylococcus coagulase negativos (SCN), por sua vez, estão naturalmente presentes na microbiota e causam infecções apenas em situações de imunossupressão ou em indivíduos que realizam procedimentos invasivos. No entanto, SCN pode ser um reservatório de genes de resistência para S. aureus. Nas últimas duas décadas, linhagens de Staphylococcus multirresistentes emergiram na comunidade, configurando um novo problema de saúde pública. Dentre os principais grupos associados ao carreamento e desenvolvimento de infecções por de amostras resistentes, especialmente S. aureus, estão crianças que frequentam instituições pré-escolares, pacientes pediátricos com dermatite atópica, além de crianças e neonatos internados em Unidades de Terapia Intensiva. Neste estudo, serão avaliadas quanto à colonização nasal por Staphylococcus crianças regularmente matriculadas em uma instituição pré-escolar do município de Macaé/RJ e pacientes pediátricos e neoatos internados em uma UTI do mesmo município. Além disso, serão analisadas amostras de S. aureus previamente isoladas de infecção de pele em pacientes com dermatite atópica atendidos em um centro de referência do municipio do Rio de Janeiro. As amostras isoladas de crianças matriculadas em pré-escola e daquelas internadas em UTI serão identificadas por espectrometria de massas. A seguir, todas as amostras serão avaliadas quanto à susceptibilidade aos antimicrobianos através de testes de difusão a partir do disco e determinação da concentração mínima inibitória . Amostras resistentes à meticilina serão submetidas à caracterização do SCCmec e as amostras de S. aureus serão avaliadas quanto à presença dos genes da leucocidina de Panton Valentine. As amostras de S. aureus oriundas de pacientes com DA serão também testadas quanto à produção de biofilme. A determinação das linhagens clonais será realizada, através de PFGE e MLST, em tdas as amostras de Staphylococcus isoladas neste estudo. Os achados deste estudo podem auxiliar a traçar um perfil epidemiológico de Staphylococcus spp. na população pediátrica do Rio de Janeiro, identificando características de resistência, virulência e diversidade genética, bem como contribuir com a implantação de políticas de manejo e controle de infecção por Staphylococcus multirresistente entre pacientes com dermatite atópica e neonatos internados em UTI.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Silveira Flôres Vogel

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • epidemiologia do surto de toxoplasmose em santa maria, rs: isolamento e caracterização, determinação da ocorrência de toxoplasmose em gestantes, contaminação ambiental e investigação da água como fonte de infecção.
  • A toxoplasmose é uma zoonose mundialmente distribuída e de grande importância a saúde publica devido principalmente ao impacto relacionado as consequências da infecção transplacentaria em humanos. Atualmente, a toxoplasmose é considerada uma doença negligenciada pelo CDC. Em 2018, o maior surto de toxoplasmose descrito do Brasil e do mundo esta ocorrendo em Santa Maria, RS. Embora estudos de casos controle direcionem a fonte de infecção mais provevel sendo a agua, varias lacunas ainda não foram respondidas em relação a esse surto e á epidemiologia da toxoplasmose como um todo. O presente projeto visa caracterizar epidemiologicamente e molecularmente os isolados de T. gondii obtidos durante o surto de Toxoplamose de Santa Maria, RS bem como estabelecer a água como principal fonte de infecção. Os resultados esperados serão de grande relevância para a saúde publica uma vez que determinara os principais fatores envolvidos no surto de Toxoplasmose de Santa Maria. Sendo estes: i. determinar a agua como principal fonte de infecção; ii. Isolamento do T. gondii que determinou o surto; III. Caracterização biológica e molecular deste (s) isolado (s) e iv. Determinar a contaminação ambiental por este protozoário na região de Santa Maria. Este projeto será dividido em três subprojetos sendo estes: SUBPROJETO 1 - Caracterização in vitro, in vivo e molecular de isolados de Toxoplasma gondii de placenta humana de Santa Maria, RS e determinação da ocorrência de toxoplasmose em gestantes; SUBPROJETO 2 - Epidemia de Toxoplasmose em Santa Maria, RS: investigação da água como fonte de infecção utilizando suínos como modelo experimental; SUBPROJETO 3 – Determinação da taxa de contaminação ambiental por Toxoplasma gondii no Munícipio de Santa Maria, RS - região do surto de Toxoplasmose, através do monitoramento da infecção por Toxoplasma gondii em Gallus gallus domesticus. A metodologia e delineamento experimental de cada projeto será descrita abaixo. Além da contribuição a saúde com um todo, este projeto vai gerar produtos como publicação de artigos em periódicos indexados, resumos em congressos de âmbito nacional e internacional e formação de recursos humanos. Ressalta-se ainda que esse projeto sera determinante para o estabelecimento e/ou consolidação de parcerias.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernanda Vitória Leimann

Engenharias

Engenharia Química
  • atividade biológica de extratos naturais encapsulados por dispersão sólida
  • O uso de extratos e compostos de origem natural no tratamento e prevenção de doenças é uma alternativa aos medicamentos sintéticos tradicionais ou alimentos nutracêuticos, resultando em reduzidos efeitos colaterais e aumento da ação efetiva. No estado do Paraná, produtos regionais de grande interesse para a obtenção de compostos bioativos são o pinhão (Araucaria angustifolia (Bertol.) Kuntze) e a erva-mate (Ilex paraguariensis). Tais produtos representam uma grande parcela da produção agro-florestal do estado, sendo destaque na produção nacional de acordo com o IBGE. A aplicação de tais extratos na inibição de enzimas hidrolizantes de carboidratos (importante forma de controle da hiperglicemia em pacientes portadores de Diabetes mellitus), na inibição da enzima acetilcolinesterase (AChE, causadora da deficiência da neurotransmissão colinérgica que leva a doença de Alzheimer) e citotoxicidade a celulas normais e tumorais foram recentemente estudadas. Contudo o efeito da encapsulação de tais extratos no aumento da biodisponibilidade dos compostos ativos para melhoria da sua atividade inibidora ainda não foi avaliado. Além disto, a aplicação de tais extratos e os respectivos encapsulados em produtos finais de fácil acesso aos consumidores, como os de panificação por exemplo, podem ser desenvolvidos como avaliação da prova de conceito e aceitabilidade pela população.
  • Universidade Tecnológica Federal do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Albuquerque de Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Física
  • dinâmica de sistemas complexos não local e fora do equilíbrio.
  • Neste projeto propomos a abordar uma série de problemas que tem como objetivo fundamental a caracterização da dinâmica de sistemas que possuem uma diversidade de escalas de espaço e tempo (sistemas complexos) em situações fora do equilíbrio. Maior ênfase será dada a sistemas desordenados e a sistemas de interesse biológico, para estabelecer um marco teórico capaz de explicar situações experimentais conhecidas, por exemplo, a formação de padrão em colônias de bactérias. Os resultados que esperamos obter conduzirão a amplos discernimentos sobre os sistemas fora de equilíbrio. Além disso, procuramos resultados exatos na física de crescimento com a formulação de modelos os quais possuem dinâmica equivalente à descrita pela equação Kadar - Parisi - Zhang (KPZ). A formação de padrão em sistemas não lineares é uma área de grande importância científica sendo fundamental para caracterização da dinâmica dos sistemas, as condições de metaestabilidade e o controle dos parâmetros que levam de uma fase a outra, onde os padrões aparecem e passam a existir (ou não).
  • Universidade de Brasília - DF - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Almeida Santos

Engenharias

Engenharia de Energia
  • valoração do potencial sustentável dos resíduos da bananeira na produção de biocombustíveis e bioprodutos
  • Com o ímpeto de se substituir os combustíveis de origem fóssil, pelo menos parcialmente, surgiu na última década o conceito de biorrefinaria. Embora possa ser definido de formas distintas por alguns setores, a biorrefinaria expressa a ideia de uma unidade industrial que integra equipamentos e processos de conversão de biomassa para produzir biocombustíveis, bioenergia e bioprodutos, permitindo alcançar mais eficiência, tanto do ponto vista termodinâmico como econômico e ambiental. Em outras palavras, a biorrefinaria utiliza o mesmo conceito da refinaria de petróleo, porém partindo de matéria-prima renovável e tem sido identificado como a rota mais promissora para a criação de novas indústrias do futuro. Essa visão de desenvolvimento tecnológico do setor industrial é conceitualmente inovadora na sua implementação, podendo trazer grandes ganhos pela gama de novos produtos com alto valor agregado obtidos a partir da biomassa e seus resíduos, quanto aplicado o conceito de biorrefinaria. No que diz respeito à agricultura, o Brasil tem um papel de destaque no cenário mundial, não só devido à produção de grãos, mas também devido ao seu papel na fruticultura. Em todo o mundo são produzidas mais de 880 milhões de toneladas de frutas por ano, sendo o Brasil destaque nessa produção. Dentre as frutas produzidas no país, merece destaque a cultura da bananeira. A banana é a segunda fruta mais consumida no mundo, atrás apenas da laranja, sendo a fruta preferida dos brasileiros. Hoje, cerca de 125 países se dedicam a produção desta fruta, fazendo com que seja a fruta mais produzida do mundo, com aproximadamente 110 milhões de toneladas, ficando o Brasil responsável por cerca de 7% da produção mundial. Sendo a banana uma das principais frutas cultivadas e consumidas, ressalta-se, também, há alta produção de resíduos gerados. Estima-se que cada tonelada de banana industrializada, em média, 3 toneladas são de pseudocaule, 160 kg de engaço, 480 kg de folhas e 440 kg de cascas. Além disso, cerca de 45% de toda banana produzida é classificada como imprópria para comercialização, sendo então descartada ou utilizada de forma menos nobre. Esses resíduos são, em sua maioria, colocados na linha de plantio, pois fornece uma série de benefícios agronômicos as propriedades físicas, químicas e biológicas do solo. Entretanto, em função da quantidade significativa de resíduos gerados e sua composição bioquímica, é possível utilizar parte desses resíduos em um aproveitamento mais nobre tanto do ponto de vista químico quanto energético, sem que haja prejuízos aos benefícios agronômicos, através de processos de biorrefinaria. Nessa expectativa, o objetivo principal deste projeto de pesquisa é caracterizar e investigar o potencial sustentável dos diferentes resíduos da bananeira visando a produção de biocombustíveis e bioprodutos.
  • Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Altair Pocahy

Ciências Humanas

Educação
  • gênero e sexualidade em interseccionalidades nos/com os cotidianos da educação e(m) saúde: carto-genealogias da diferença
  • A pesquisa em tela problematiza o jogo agonístico da produção da identidade e da diferença em torno de gênero, raça, sexualidade e geração - desde um contexto de fratura democrática e intensa disputa em torno do corpo como materialidade/arena de governamento na trama do(s) biopoder(es). Busca-se com isso compreender como se estabelecem tanto intersecções de marcadores de diferença quanto aqueles modos-práticas decorrentes dessas a engendrar vulnerabilidades - social, programática e individual e precarização da vida, bem como modos de resistência (produção de saúde). O projeto assume pressupostos pós-críticos em educação associado ao campo de estudos (trans)feministas queer e interseccionais, para instalar suas problematizações em um modo de pesquisar-intervir com o mundo e não sobre os sujeitos e as coisas. As ferramentas conceituais reunidas para seguir neste caminho investigativo são inspiradas no trabalho genealógico de Michel Foucault (1995) em seus lances para uma ontologia do presente, implicitamente movimentado nos termos de uma cartografia dos espaços-tempos e fluxos/práticas discursivos e não discursivos - como possibilidade de traçar as linhas que constituem o regime de materialidade de um enunciado, redefinindo as suas possibilidades de (re)inscrição e legitimidade nos jogos de poder – saber (FOUCAULT, [1977] 2001; [1982, 1984] 2001; 1995). O desenho da pesquisa prevê a formulação de entradas de problematização em um esquema multimétodos e plurifases (como esquema pragmático e programático) tomando o dentro-fora da escola como lócus privilegiado de nossas análises-in(ter)venções. Ao assumir as (micro)políticas cotidianas educativas como práticas de subjetivação o estudo define como seu escopo as formas de governamentalidade que emergem nas tramas complexas desde alguns espaços-tempos formativos públicos e/ou associativos
  • Universidade do Estado do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando André Salles

Ciências Agrárias

Recursos Pesqueiros e Engenharia de Pesca
  • utilização da aquaponiao como instrumento didático
  • Vide projeto anexo
  • Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios - SP - Brasil
  • 12/08/2019-30/11/2021
Foto de perfil

Fernando Antônio Medeiros Marinho

Engenharias

Engenharia Civil
  • sobre o efeito da estrutura de um solo potencialmente expansivo nas suas propriedades geotécnicas
  • Solos potencialmente expansivos são encontrados em vários estados do Brasil e em várias partes do mundo. Eles induzem sérios problemas em edifícios e infraestrutura civil quando o seu comportamento não é devidamente considerado. Os problemas surgem devido as variações de volume e da pressão de expansão associada a este tipo de solo, quando os mesmos interagem com condições ambientais variáveis. Argilas expansivas tendem a expandir ou contrair em contato com a água ou devido a secagem, respectivamente. A relevância deste assunto torna-se evidente ao se analisar alguns projetos recentes no Brasil, onde os solos expansivos tiveram forte impacto na sua execução e no seu custo. Dentre eles tem-se: A transposição do rio São Francisco, a refinaria da Abreu e Lima da Petrobras e o reservatório de retenção de enchentes Guamiranga em São Paulo, além de outros. Se esse tipo de solo não for corretamente identificado, e adequadamente considerados no projeto, eles podem gerar problemas de estabilidade e/ou danos às estruturas. A identificação exige em geral estudos em laboratório, embora avaliações por um engenheiro ou geólogo experiente permitam uma primeira detecção. Ainda assim, as obras sofrem com o tempo necessário para a completa caracterização e definição de uma solução. O presente projeto tem como objetivo caracterizar as condições de natureza e de estado de um solo potencialmente expansivo, buscando entender os efeitos da estrutura no desenvolvimento da pressão de expansão. Além disto pretende-se desenvolver um equipamento portátil que permita uma avaliação preliminar da pressão de expansão do solo. Será utilizado um solo da formação Resende na condição indeformada e reconstituída sob diversas condições. O estudo será realizado em câmera triaxial com medição interna de volume e em prensa de adensamento unidimensional.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Antonio Ribeiro Serra

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • ativos complementares na redução das fragilidades de ser jovem e pequena: um estudo comparativo de incubadoras de empresas de bases tecnológicas brasileiras e portuguesas
  • A pesquisa em declínio organizacional, apesar de escassa, tem focado as grandes empresas, em geral. Apesar de um número crescente sobre a pesquisa de fatores que afetam a mortalidade de empresas jovens e de pequeno porte, esta pesquisa é ainda menos elucidativa. Pela gravidade do declínio nestas empresas, por exemplo, no Brasil, quase a metade das empresas morre após dois anos de fundação, esta pesquisa tem como objetivo investigar o papel dos ativos complementares como atenuadores das fragilidades das empresas de serem jovens (liability of newness) e pequenas (liability of smallness). A pesquisa será realizada em incubadoras de base tecnológica brasileiras e portuguesas. As incubadoras provêm serviços e recursos, neste trabalho, ativos complementares, que suportam as empresas incubadas enquanto ainda são frágeis. Alguns ativos providos pelas incubadoras são genéricos, como a estrutura disponibilizada. Outros, no entanto, são específicos, como o acesso a redes de relacionamento, e podem prover vantagem competitiva para as empresas incubadas. Como a oferta de ativos complementares pode variar significativamente entre incubadoras, este trabalho contribuirá para compreender a influência dos diferentes tipos e quantidades de ativos no desempenho das incubadoras, pelo desempenho agregado das empresas graduadas. Adicionalmente, o ambiente empreendedor na região da incubadora pode amplificar as relações entre os ativos complementares ofertados pela incubadora e seu desempenho. Também, na comparação entre incubadoras de país emergente, Brasil, e institucionalmente desenvolvido, Portugal, o ambiente empreendedor terá efeitos distintos. Este trabalho traz uma série de contribuições potenciais. Para a teoria, avalia o papel de ativos complementares (Teece, 1996) em relação às liability of newness (STINCHCOMBE, 1965) e liability of smallness (ALDRICH; AUSTER, 1986). Para a prática ajuda a estabelecer as condições pelas quais as incubadoras de base tecnológica podem desempenhar melhor o seu papel, evitando o declínio organizacional das empresas incubadas.
  • Universidade Nove de Julho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Artur Brasil Danziger

Engenharias

Engenharia Civil
  • ensaios in situ, instrumentação e fundações – qualidade em novas construções e preservação de monumentos históricos
  • Ao longo de muitos anos o proponente tem atuado na área de caracterização e estudo de comportamento de solos moles, com maior intensidade através de ensaios de campo, e mais recentemente também de ensaios de laboratório. Técnicas de amostragem foram desenvolvidas. Um Campo Experimental de solos moles, Sarapuí II, foi estabelecido, e foi desenvolvido um novo equipamento de investigação geotécnica, o piezocone torpedo. Além disso, ensaios de campo foram realizados na areia da praia de Copacabana, ampliando os materiais investigados. No presente projeto, se dará um aspecto mais amplo aos solos a serem investigados, procurando-se ensaiar solos da cidade do Rio de Janeiro, relacionados a: (i) marcos da cidade, em um primeiro momento a Lagoa Rodrigo de Freitas; (ii) prédios aonde foram realizadas, em pesquisas anteriores, medidas de recalques em prédios desde o início da construção, aonde apenas sondagens à percussão foram efetuadas; (iii) monumentos históricos, como a Igreja da Candelária, o Teatro Municipal e obras associadas ao desenvolvimento da Avenida Rio Branco, no início do século XX. Além disso, se dará continuidade à medida de recalques e cargas em prédios desde o início da construção, desta feita já com ensaios adicionais às sondagens à percussão, como piezocone, dilatômetro e dilatômetro sísmico.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Atique

Ciências Sociais Aplicadas

Arquitetura e Urbanismo
  • “pauliceia esfacelada”: uma investigação sobre o processo de demolição de espaços na área central d
  • A cidade de São Paulo ficou conhecida, tanto na historiografia, quanto nos comentários midiáticos, como aquela que se destruiu para dar lugar a uma metrópole. Estas imagens de esfacelamento, ruptura com o passado ou mesmo de progresso, permearam o imaginário de gerações que viveram o século XX, e parecem ter naturalizado os processos de demolições. Isto nos leva a perceber a possibilidade de compreensão dos deslocamentos de populações atingidas pelos desmontes, processos de desapropriação, valores pagos, desaparecimento de espaços simbólicos, conflitos na imprensa e representações (laudatórias e contestadoras) ligadas a tais ações. Entretanto, também percebemos que nem tudo se perdeu ou desapareceu no tecido da cidade, muito menos no imaginário urbano. Propomos, então, uma compreensão, pelo viés da história social urbana, de algumas das dimensões inerentes à configuração e à reconfiguração da cidade. Esta investigação proposta, assim, debruça-se sobre o projeto urbano de maior impacto na centralidade de São Paulo até a primeira metade do século XX: a implantação do Perímetro de Irradiação, parte basilar do Plano de Avenidas, desenvolvido por Ulhôa Cintra e Prestes Maia, em 1922 e 1924, e instalado pela municipalidade da capital, e pelo próprio Prestes Maia de 1938 até 1945. Assim, levantaremos para o circuito que envolveu as regiões da Sé, Várzea do Carmo (Parque Dom Pedro), Santa Ifigênia, República, Bixiga e Liberdade, os procedimentos administrativos, as tensões sociais inerentes à atividade demolidora da municipalidade, as representações de progresso e futuro, bem como a emergência de textos, representações visuais e processos judiciais que serviram de avesso à ideia de que a obra de implantação do Anel Automobilístico foi consensual em São Paulo. O objetivo é, em última instância, duplo: a) levar a uma reconstituição tridimensional virtual, de trechos arrasados da cidade para a implantação do perímetro de irradiação, garantindo uma compreensão maior dos impactos das mudanças espaciais, as sobrevivências, e uma aplicação didática, e b) a formatação de uma exposição, em que documentos burocráticos, relatos textuais, imagens e a reconstrução visual da cidade pré e pós perímetro de irradiação possam ser divulgados.
  • Universidade Federal de São Paulo - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Barbosa Noll

Ciências Biológicas

Zoologia
  • filogenia, biogeografia e evolução da socialidade em vespas neotropicais (vespidae: epiponini)
  • Os Vespidae correspondem à família onde a maioria das vespas sociais é encontrada. Apresenta seis subfamílias viventes: Euparagiinae + (Masarinae + (Eumeninae + (Stenogastrinae + (Polistinae + Vespinae)))). Vespídeos sociais são de importância central no estudo da evolução do comportamento social porque, são considerados um marco evidente, uma transição refinadamente gradual entre solitário e altamente eusocial. Polistinae é uma das subfamílias que apresentam alta diversidade na região Neotropical, onde ocorre três de suas quatro tribos: Polistini, Mischocyttarinie Epiponini. Nos Epiponini, 19 gêneros são reconhecidos e são muito diversos nos trópicos, sendo 103 espécies endêmicas ao Brasil. Os Epiponini apresentam uma variada arquitetura de ninho, fundação por enxameio e poliginia (múltiplas rainhas funcionais). Atualmente quatro filogenias são conhecidas para os Polistinae e uma exclusiva para os Epiponini, sendo que tais estudos mostram certa instabilidade no relacionamento de alguns clados internos, o que compromete a interpretação evolutiva de várias síndromes comportamentais. Esta proposta busca investigar o uso de dados moleculares na reconstrução filogenética das relações dessa tribo através de uma análise de evidência total que possa auxiliar no entendimento das relações entre os gêneros, e consequentemente investigar a evolução do comportamento social nessa tribo, sobretudo aspectos relacionados à evolução das castas e possíveis sinalizações químicas, mensuradas pelo estudo de hidrocarbonetos cuticulares. Espera-se também estudar origem de Epiponini na Neotrópica e sua posterior radiação por toda esta região.
  • Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Fernando Bellissimo Rodrigues

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo aberto, prospectivo, randomizado, ativo-controlado e adaptativo na segurança e eficácia do tratamento com inibidor de il-6 versus inibidor de il-17 versus baixas doses de il-2 versus tratamento padrão em pacientes hospitalizados com manifestação se
  • Não há tratamentos atuais aprovados para COVID-19. Com sua taxa de 15% de manifestações graves, o sistema de saúde será sobrecarregado. Opções de tratamento que visam controlar a replicação do vírus (antirretrovirais e antivirais de amplo espectro), como o Remdesivir e Hidroxicloroquina vêm sendo utilizados. Para os casos severos, observa-se uma tendência na formação de fibrose e vasculite pulmonar como causa de morte. Nossa hipótese é que o tratamento dirigido à vasculite e à inflamação pulmonar secundária a infecção viral pode ajudar na sobrevivência de nossos pacientes (redução da mortalidade) e/ou diminuir o tempo em ventiladores mecânicos. Para isso, planejamos um estudo com 4 braços, convertidos em 2 após análise interina (60 pacientes para a fase inicial, amostragem recalculada após a análise inicial e seguindo com 2 braços de tratamento). Na primeira etapa, teremos o tratamento com inibidor de IL-6 (com anticorpo monoclonal que se liga ao receptor de IL-6), no primeiro braço do estudo; inibidor de IL-17, um tratamento inédito para COVID-19, no segundo braço do estudo. Ambas Interleucinas estão relacionadas no direcionamento da resposta imune. Finalmente, no terceiro braço, baixas doses de IL-2, essa citocina, já foi identificada na modulação de células T reguladoras (Treg), os quais, estão relacionados com a resolução de vasculite em decorrência de infecções com vírus da hepatite C. No quarto braço, está o tratamento padrão da instituição, o qual será nosso controle durante as análises dos dados. Inicialmente, para os 60 primeiros pacientes incluídos, o estudo terá 4 braços (15 pacientes por braço; randomizados em razão 1:1:1:1). Uma avaliação interina de eficácia e segurança nesse ponto irá determinar a seleção de uma abordagem de tratamento (estudo adaptativo), em comparação com o grupo controle. Para mostrar uma redução de 30% na mortalidade, nós precisaremos de cerca de 300 pacientes em todo o estudo, incluindo o estudo piloto. Esse estudo será multicêntrico, com tempo de recrutamento de 4 a 6 meses e acompanhamento de cada paciente por cerca de 4 semanas. A partir dele traremos dados complementares aos esforços globais no combate e elucidação dos casos de COVID-19.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 16/07/2020-15/09/2022