Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Adriana Silvina Pagano

Lingüística, Letras e Artes

Lingüística
  • modelagem de ontologia de domínio para suporte à produção textual em ambiente multilíngue
  • Esta proposta insere-se no escopo de um projeto amplo de cooperação interdisciplinar e interinstitucional intitulado Empoder@ - Protótipo conceitual e metodológico para avaliação de intervenções orientadas ao autocuidado em diabetes, concebido em reposta à demanda por formas inovadoras de se lidar com a linguagem em práticas educativas no âmbito da prevenção e manejo de doenças crônicas e alinhado com as metas de desenvolvimento sustentável da ONU para 2030 relativas à redução das desigualdades e promoção de saúde e bem-estar. Em particular, enfoca as necessidades de aprimorar e desenvolver formas de traduzir e adaptar culturalmente instrumentos de avaliação do autocuidado em saúde, bem como de modelar a linguagem para a interação do experto e do especialista com o usuário leigo dos serviços de saúde. Nesse contexto, a presente proposta tem por objetivo investigar a linguagem utilizada para construir o domínio experiencial de autocuidado em diabetes com vistas a obter uma representação que possibilite elaborar e implementar uma ontologia digital passível de ser utilizada para suporte à pós-edição de textos traduzidos; à adaptação cultural de questionários e à produção textual em ambiente multilíngue. A linguagem será investigada com base em textos compilados de acordo com três configurações distintas de variáveis contextuais: (i) interação experto-experto; (ii) interação experto-técnico especialista; e (iii) interação técnico especialista-leigo. Para tanto, serão selecionados textos de referência, em inglês e português do Brasil, da linguagem do experto, do técnico especialista e do leigo e realizadas consultas a expertos do domínio. A metodologia de elaboração da ontologia prevê a extração semiautomática de informações por meio de técnicas de mineração de textos para a aquisição e extração do conhecimento; a extração manual de conceitos, com colaboração de peritos, para estruturação do conhecimento e representação gráfica da ontologia; a representação formal da ontologia e edição em linguagem owl, sua avaliação e disponibilização em formato eletrônico e gráfico. A ontologia será implementada em sistemas de pós-edição de textos traduzidos, adaptação cultural de questionários e produção de textos de acordo com variáveis específicas do leitor alvo. O projeto se justifica considerando-se seu caráter inovador no campo dos Estudos da Tradução e dos Estudos Multilíngues ao propor o uso de ontologias digitais como ferramenta de suporte à tradução e produção de textos multilíngue, não apenas para suprir uma demanda de conhecimento de domínio, mas sobretudo para calibrar a produção textual de acordo com variáveis que dizem respeito ao público alvo; seu caráter interdisciplinar ao congregar a expertise de pesquisadores das áreas de linguística aplicada, ciência da informação, medicina, enfermagem, estatística e ciência da computação para a busca de soluções orientadas para a resolução de problemas que dizem respeito ao papel chave da linguagem nas práticas educativas no contexto da área da saúde; e sua relevância social, não apenas em termos de formação de recursos humanos e disseminação de conhecimento extramuros, mas também tendo em vista o objeto de investigação que busca modelar um domínio com base em dados coletados sobre a linguagem de distintos atores sociais (expertos, especialistas e leigos) para propiciar a comunicação no âmbito da educação em saúde em consonância com as metas globais de desenvolvimento sustentável traçadas pela ONU.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adriana Sousa Rêgo

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • educação em saúde, nutrição e atividade física das gestantes do primeiro ao terceiro trimestre de gravidez.
  • Introdução: A mortalidade infantil, do ponto de vista epidemiológico, é um dos principais indicadores de saúde e de desenvolvimento social, pois está vinculada às condições socioeconômicas e sanitárias da população. Os Indicadores de mortalidade infantil fornecido pelo Ministério da Saúde, 2015, informa que a mortalidade infantil no Brasil apresenta 14,5 por mil nascidos vivos, no Nordeste apresenta 19,5 por mil nascidos vivos e no Maranhão ainda apresenta 25 por mil nascidos vivos e situa-se entre os três piores estados da federação em termos de indicadores de mortalidade infantil. Objetivos: O presente estudo tem com objetivo geral avaliar serviços de assistência de saúde da mulher e da criança no Estado do Maranhão e como objetivos específicos determinar as variáveis socioeconômicas e demográficas da população atendida; caracterizar os municípios quanto aos indicadores de cobertura assistencial e de mortalidade infantil; estabelecer a associação entre os indicadores da cobertura assistencial e as taxas de mortalidade infantil; investigar os registros de serviços de saúde sobre assistência ao pré-natal e parto; realizar coleta de dados de óbitos infantis nos Municípios de Zé Doca e Caxias, através de fontes alternativas (Pastorais e ONGs). Método: Estudo analítico transversal onde a coleta com dados secundários será através do Sistema de Informação Nacional de Assistência à Saúde (SINAS) e Sistema Nacional de Nascidos Vivos e Sistema de Informação de Mortalidade (SINASC/SIM) para o conhecimento e analise da cobertura assistencial e taxas de mortalidade infantil em duas regionais do Estado Maranhão no período de 2010 a Dezembro de 2016. O Estado do Maranhão detém o segundo menor IDH do Brasil que é 0,639, ocupando o penúltimo lugar no índice de mortalidade infantil. O estudo será desenvolvido utilizando os dados de dois municípios: Caxias com IDH 0,624 e Zé Doca com IDH 0,595. A amostra será composta por dados secundários obtidos do Sistema de Informação Nacional de Assistência à Saúde (SINASC) e com os dados Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) e constarão do período do ano 2010 a Dezembro e 2016 e ainda através de visitas técnicas em dois Municípios de Caxias e Zé Doca para coletar dados primários, que serão analisados a cobertura assistencial e taxas de mortalidade infantil. Os dados dos municípios serão coletados em fontes alternativas como pastorais infantis, ONGs e busca ativa com lideres comunitários. Nos instrumentos de coleta de dados será utilizado o Questionário de Investigação de Óbito, aplicado com a mãe no domicílio que foi identificado o óbito infantil para investigar a compatibilidade dos dados obtidos nos bancos do SIM/SINASC. Neste estudo a variável desfecho a ser analisada, será mortalidade infantil, definido como os óbitos de nascidos vivos independentes. Para a identificação dos óbitos que ocorreram no período proposto na pesquisa e obtenção de informações haverá o relacionamento entre o banco de dados e as mortes ocorridos no Brasil nos anos de 2010 e 2016 com os Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e Sistema de Informações sobre Nascidos Vivos (SINASC). Análise de Dados: A estatística será executada no software STATA 14.0 (Stata Corp College Station, Texas, EUA) que realizará o delineamento complexo de amostragem considerando os comandos svy. As variáveis qualitativas serão apresentadas por meio de frequências absolutas e relativas, percentuais e intervalo de confiança (IC) e medidas de síntese numérica de variáveis selecionadas segundo as regiões maranhenses selecionadas. Para todas as variáveis utilizadas no modelo hierarquizado serão calculadas as taxas de mortalidade infantil nas duas regiões como medida de risco. A análise estatística inicial utilizará o teste qui-quadrado para avaliar a hipótese de homogeneidade de proporções, comparando os grupos de sobreviventes e de mortalidade infantil. As variáveis que apresentarem o p ≤ 0,10 serão mantidas no modelo hierarquizado para o controle de confundimento residual das variáveis. Na análise e discussão dos resultados serão consideradas associadas à mortalidade infantil as variáveis de exposição com nível de significância de 5%. Em caso de variáveis colineares será utilizada a avaliação pelo fator de inflação da variância, e aquela com o menor valor de p será selecionada. Este projeto foi aprovado pelo Comitê de Ética em Pesquisa (CEP) da Universidade CEUMA, obtendo o Número do Parecer: 2.586.801. Às mães serão esclarecidas quanto aos objetivos e a metodologia do estudo, bem como solicitado a assinatura do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido (TCLE), assegurando-se o direito de acesso aos dados e a garantia de deixar o estudo se acharem melhor para si. Resultados Esperados: Mudanças na relação existente entre as necessidades sociais ações efetivas do poder público no que se refere à cobertura assistencial e redução das taxas de mortalidade infantil. Os resultados da presente pesquisa, possibilite o monitoramento da realidade sócio sanitária e epidemiológica das áreas e territórios de sua inserção, bem como do espaço de desenvolvimento dos trabalhos realizados nas duas Regionais de Saúde do Estado do Maranhão. Considerações: O conhecimento do processo de saúde relacionados à cobertura assistencial e de mortalidade infantil existentes e prestados à comunidade nas regionais em estudo, bem como a qualidade da cobertura na atenção à saúde e da qualidade da informação em saúde possam ser facilitadas pela geração de arquivos de dados em várias extensões para análises em outros estudos sobre a temática, proporcionando a retroalimentação das informações colhidas nos municípios de Caxias e Zé Doca. Ainda, contribua para o desenvolvimento científico em investigações futuras e como fomento para a elaboração de novos trabalhos acerca deste assunto com a divulgação dos resultados em congressos e periódicos, nacionais e internacionais na área de Saúde.
  • Universidade Ceuma - MA - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adriane Figueirola Buarque de Holanda

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • impacto da inteligência artificial no desenvolvimento de campanhas políticas: análise das campanhas para as prefeituras do rio de janeiro e de são paulo em 2020.
  • A pesquisa se propõe a estudar a inteligência artificial como método para o desenvolvimento de campanhas eleitorais personalizadas com base no big data e no deep learning. O tema Internet e Politica tem sido objeto de um conjunto significativo de trabalhos, que consideram principalmente o uso dos websites e redes sociais como parte da estratégia eleitoral dos partidos políticos e, principalmente, avaliam o seu potencial democratizante no que concerne às disputas entre diferentes partidos políticos ou à competição inter-partidária, com base nas hipóteses da equalização e da normalização. Com base nas contribuições de Marta Gabriel (2018) e Martínez-López; Casilllas (2013), o estudo se propõe a investigar uma alternativa analítica, que considera a inteligência artificial uma ferramenta importante para o marketing político e eleitoral.
  • Escola Superior de Propaganda e Marketing - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adriane Regina Todeschini

Ciências Biológicas

Biofísica
  • biossíntese de hexosaminas como alvo para a terapia do câncer
  • Diabetes e câncer representam duas doenças complexas e fatais, sendo o câncer a segunda principal causa de mortes globais, enquanto o diabetes ocupa a sétima posição. Há evidências que mostram um aumento substancial da incidência de câncer em pacientes diabéticos, ou seja, 8 a 18% dos pacientes com câncer foram diagnosticados com diabetes. Com o crescimento da associação entre diabetes e câncer, estudos multicêntricos são altamente relevantes no contexto clínico e podem ajudar a combater seus efeitos nocivos. Embora os efeitos mediados pela insulina tenham recebido atenção significativa recentemente, o impacto da hiperglicemia em processos chave de células tumorais foi negligenciado. Nessa direção, o impacto da hiperglicemia sobre a via biossintética da hexosamina (BH), surge como um importante mecanismo na progressão tumoral. A BH pode estar alterando a biologia das células tumorais e acelerando o processo de malignidade através da glicosilação aberrante, apontando a BH como potencial alvo de intervenção terapêutica. Assim, a enzima limitante da BH, a glutamina: frutose-6-fosfato-amidotransferase (GFAT), oferece um amplo espectro de utilidade terapêutica. Nesta proposta, trabalhamos com a hipótese de que a via das hexosaminas atua como sensora de alterações metabólicas induzidas pelo diabetes e participa na sua moduação, alterando a glicosilação celular, contribuindo para a plasticidade das células tumorais. Para confirmar a nossa hipótese propomos realizar um estudo estrutural e funcional da GFAT, 1 e 2. Propomos estudar se a modulação da GFAT afeta o fenótipo e o glicofenótipo celular durante a progressão tumoral. A mudança na expressão GFAT será verificada em amostras humanas de pacientes com câncer de cólon. Avaliaremos a modulação da via das hexosaminas pela inibição da GFAT e as consequências dessa inibição para a composição glicídica global e progressão tumoral. Este estudo deve se traduzir em soluções únicas de cuidados de saúde para países como Brasil, cada vez mais atormentado com o envelhecimento da população e aumento da prevalência de ambas doenças. Acreditamos que estes estudos ajudarão a nossa compreensão de como a glicosilação induzida pela hiperglicemia contribui para a tumorigênese e estabelecerá base para o tratamento farmacológico do câncer e da diabetes.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adriane Vieira

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • identidade, formação profissional e relações de trabalho: a saúde dos médicos em análise
  • O ingresso crescente de mulheres no mercado de trabalho, inclusive em profissões que eram redutos masculinos como a medicina, vem provocando profundas mudanças na sua dinâmica, afetando principalmente as relações de poder entre gêneros, a distribuição de papéis, a ocupação de cargos estratégicos e a distribuição de renda. Nenhum outra profissão da saúde se iguala no grau de autonomia ou autoregulação de seus profissionais, podendo-se afirmar que os médicos se constituem em uma pequena mas estratégica parcela do setor de serviços, na qual se concentra a criatividade humana sob a forma de expertise especializada. Não obstante, apesar do reconhecimento e status social da profissão, identifica-se na literatura a presença de elementos que podem comprometer não só a aprendizagem, mas também a qualidade das relações socioprofissionais entre os próprios médicos, como também entre eles e demais profissionais de saúde. O ingresso nos cursos de graduação e pós-graduação exige grande capacidade de adaptação em função da intensa carga horária de estudo e ambiente exigente e competitivo, no qual estão presentes fatores estressantes. Nesse contexto, os sintomas mais frequentemente encontrados são: raiva, hostilidade, ansiedade, depressão, ideação suicida, falta de libido e distanciamento emocional dos parceiros, amigos e familiares. Nossa suposição de pesquisa é de que além das repercussões adversas sobre a saúde do próprio profissional será possível identificar consequências negativas para com a própria profissão, como maior cinismo e agressividade, decepção e desejo de abandonar a carreira, além da reprodução de práticas de violência psicológica e física tal como assédio moral. Sendo assim, o objetivo geral da pesquisa se constitui em analisar o processo de construção das identidades dos profissionais médicos, levando em consideração os elementos do contexto de educacional e das práticas cotidianas, e seus efeitos sobre a saúde física e emocional. Os principais objetivos específicos são comparar a auto e heteropercepção quanto aos atributos que melhor caracterizam as identidades profissionais de estudantes de graduação e médicos-residentes, identificar possíveis diferenças de gênero nessa construção, descrever os efeitos do processo de formação na configuração das relações de poder entre profissionais médicos e não-médicos, e analisar os efeitos da formação educacional e das práticas cotidianas na saúde física e emocional de estudantes de graduação e de médicos residentes. O método de investigação escolhido é o estudo multicasos, com uso de técnicas quantitativas e qualitativas para a coleta e a análise de dados. Farão parte da amostra estudantes de graduação de duas instituições de ensino, uma pública e outra privada, e médicos-residentes de programas de residência em hospitais públicos e privados. Dois instrumentos de coleta de dados serão utilizados: um questionários contendo a Escala de Auto e Heteropercepção Profissional (EAHP), e entrevistas em profundidade. Também serão alvo das entrevistas professores e preceptores. Os dados quantitativos serão submetidos a análise estatística descritiva que inclui: teste Kruskal-Wallis ou ANOVA; Teste Mann-Whitney ou Teste T; Correlação de Spearman ou Pearson; Análise Fatorial; e Modelagem de Equações Estruturais via PLS. A proposta de pesquisa apresentada se justifica pela possibilidade de dar sequência a estudos sobre a construção de identidades em profissões de saúde, diversificando os achados e aprofundando as análises, bem como validar a Escala EAHP para a profissão médica. As demais contribuições do estudo serão: a formação de bolsistas de iniciação científica; a ramificação desta proposta nos trabalhos de conclusão de curso de graduação e pós-graduação stricto senso; e a contribuição com insumos para o desenvolvimento de políticas públicas para melhoria da saúde do trabalhador.
  • Universidade Federal de Minas Gerais - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adriane Xavier Arteche

Ciências Humanas

Psicologia
  • programa de treinamento informatizado para reconhecimento de expressões faciais
  • O presente projeto tem como objetivo desenvolver um programa de treinamento informatizado no formato de jogo interativo para o reconhecimento de expressões faciais e investigar a eficácia do mesmo em três diferentes etapas do desenvolvimento: infância, adolescência e idade adulta. Almeja-se, ainda, verificar se potenciais incrementos na habilidade de reconhecer faces se traduzem em melhorias no processamento cognitivo (Teoria da Mente) e, consequentemente, em mudanças comportamentais (incrementos nas Habilidades Sociais) nas diferentes faixas etárias. O estudo é fundamentado no paradigma da Psicologia Cognitiva com evidências de estudos na área de Psicologia do Desenvolvimento e Neurociência Afetiva. A intervenção terá como desfecho primário a habilidade de reconhecer faces emocionais e como desfecho secundário indicadores de Teoria da Mente e Habilidades Sociais. A proposta integra conhecimentos da Psicologia Cognitiva e recursos da Ciência da Computação visando viabilizar um produto técnico informatizado que maximize um processo cognitivo subjacente fundamental para a interação social. Assim, todo o treinamento será realizado através de um programa informatizado no formato de jogo interativo. As técnicas utilizadas incluirão psicoeducação e modelagem com ênfase principal na correção de erros relacionados ao processamento de expressões faciais e na minimização de vieses atencionais presentes na atividade de reconhecer tais expressões.
  • Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adriano Akira Ferreira Hino

Ciências da Saúde

Saúde Coletiva
  • determinantes motivacionais para a prática de atividade física em diferentes ciclos da vida: uma análise das evidências científicas
  • A motivação para a atividade física é reconhecida como um elemento central no entendimento de porque algumas pessoas são ativas e outras não. Assim, esse estudo tem como objetivo analisar as evidências científicas sobre os determinantes motivacionais da atividade física por ciclos da vida (crianças, adolescentes, adultos e idosos) e grupos populacionais específicos (mulheres, pessoas com deficiência, de baixa renda e gestantes) em diferentes domínios de prática (lazer, deslocamento, no trabalho, em casa e na escola) com foco em ações vinculadas ao Sistema Único de Saúde. Para tanto, será formada uma Rede de Pesquisadores, a fim planejar, executar e interpretar as informações científicas oriundas de três revisões sistemáticas, incluindo dados nacionais e internacionais: a) uma revisão das revisões sobre fatores que motivam para a prática de atividade física; b) uma revisão das evidências nacionais sobre motivadores para atividade física por ciclo da vida e contexto de prática; c) avaliação da aplicabilidade dos determinantes motivacionais da atividade física no contexto do SUS. As decisões metodológicas das sínteses de evidências a serem realizadas no presente projeto de pesquisa serão baseadas em manuais e diretrizes internacionais (PRISMA, PRESS). A aplicabilidade dos determinantes do contexto do SUS será analisado por meio de uma análise qualitativa que terá dois principais objetivos: a) avaliar a aplicabilidade dos determinantes motivacionais da atividade física nas ações de promoção da atividade física no contexto do SUS e b) identificar oportunidades e meios para divulgar as conclusões do projeto para este grupo. Para que esta etapa seja cumprida, serão formados o que chamaremos de "painel de especialistas". Este painel será composto por um grupo de profissionais para cada ciclo da vida (crianças, adolescentes, adultos e idosos) e grupo populacional específico (mulheres, pessoas com deficiência, de baixa renda e gestantes), que participaram de grupos focais para anteder aos objetivos propostos. Espera-se que o projeto tenha seus desfechos em quatro tópicos: (1) formação de recursos humanos; (2) produção técnica; (3) produção científica; e, (4) ações de difusão científica e tradução do conhecimento. Por fim, serão utilizadas diferentes estratégias para disseminar a síntese das evidências produzidas e elaborar recomendações sobre os determinantes motivacionais para atividade física no contexto do Sistema Único de Saúde. Destaca-se como ponto forte da proposta a integração de pesquisadores de diferentes regiões do Brasil que atuam em programas de Pós-graduação e possuem vivências de pesquisa e formação de recursos humanos voltados ao contexto do SUS. Espera-se que os resultados da construção das evidências dos motivadores para atividade física possam contribuir para ações que promovam maior engajamento populacional em atividade física.
  • Pontifícia Universidade Católica do Paraná - PR - Brasil
  • 21/01/2021-31/01/2023
Foto de perfil

Adriano Antonio Brito Darosci

Outra

Ciências Ambientais
  • agroecologia no bairro: difusão e troca de saberes para produção de alimentos de forma sustentável
  • A agroecologia interage a sociedade, a economia e o ambiente, permitindo o aumento de renda e da qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente. É considerada uma ciência que integra diferentes áreas do saber a fim de compor uma abordagem mais sistêmica para problemas ambientais e sociais recorrentes. Trata-se de produção e exploração sustentável de recursos, sem agressão ao ambiente e aqueles que dele dependem. Seu uso é possível em diversas condições, devido à metodologia e práticas flexíveis que se adaptam bem a situações adversas e que permitem a participação de todos, independente de gênero e idade. Como resultado, obtém-se o acesso adequado a dieta saudável e o respeito a terra e as pessoas que produziram tal alimento. Apesar de serem pouco exploradas nesse sentido, espécies nativas do Cerrado possuem alto valor como fonte de nutrientes e de renda e como medicina tradicional em cultivos ou em extrativismo sustentável, ao mesmo tempo em que recuperam e preservam a paisagem natural do ambiente. Considerando o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável “Acabar com a fome, alcançar a segurança alimentar e melhoria da nutrição e promover a agricultura sustentável”, o presente projeto objetiva instituir a implantação, em uma área urbana, de sistema agroecológico modelo que atenderá a comunidade beneficiada por meio do acesso a alimento, ambiente, instrução técnico-científica de qualidade e compartilhamento de saberes. Para tanto, serão desenvolvidos e avaliados os cultivos de várias espécies agrícolas e nativas do Cerrado com potenciais para compor sistema agroecológico, trazendo possibilidades de aumento de renda e de qualidade de vida para a comunidade beneficiada. Além disso, técnicas de preparo e recuperação da área destinada ao sistema agroecológico serão aplicadas e divulgadas aos envolvidos. A importância da preservação e da valorização do meio ambiente e de uma dieta saudável também serão temas para discussão em oficinas práticas e palestras. A participação das mulheres nas atividades e o uso da economia solidária também serão fomentados. Com a divulgação das experiências, dos resultados e da tecnologia em cartilhas didáticas e materiais audiovisuais, espera-se a consolidação de áreas verdes agroecológicas em espaços públicos e jardins privados no bairro da comunidade atendida, melhorando o convívio social, a instrução, a renda e a saúde das pessoas envolvidas.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Goiás - GO - Brasil
  • 01/12/2018-30/11/2021
Foto de perfil

Adriano Bretanha Lopes Tort

Ciências Biológicas

Fisiologia
  • oscilações neuronais acopladas à respiração: mecanismos de geração e funções cognitivas
  • As oscilações de redes neuronais se tornaram um dos principais tópicos de estudo da neurociência moderna. Este amplo interesse é devido a evidências oriundas tanto de pesquisas básicas quanto clínicas, que demonstram sua importância para diversos tipos de comportamento, cognição e memória. Além disso, muitas desordens cerebrais estão associadas à atividade oscilatória patológica. O estudo dos ritmos cerebrais é uma abordagem promissora para unir o gap entre o nível celular e o cognitivo, e constitui um grande campo de pesquisa do Laboratório de Neurofisiologia Computacional do Instituto do Cérebro da UFRN. Ao longo dos últimos anos, este laboratório tem buscado desvendar os tipos, os mecanismos, e as funções das oscilações neuronais. Para tanto, o proponente e sua equipe empregam uma abordagem interdisciplinar envolvendo registros neuro-eletrofisiológicos e ferramentas teórico-computacionais para a análise e modelagem dos dados colhidos. Na presente proposta, almeja-se a realização de projetos de pesquisa para melhor caracterizar um novo tipo de oscilação neuronal recentemente descrito. A principal característica deste ritmo é a sua sincronia com a respiração, isto é, sua frequência instantânea é dinâmica, podendo variar de 0,5 a 14 Hz a depender da taxa de respiração, e seus ciclos têm coerência de fase com os ciclos respiratórios. Embora oscilações acopladas à respiração eram conhecidas em áreas olfativas (bulbo olfatório e córtex piriforme), a grande novidade foi a descoberta de que a respiração pode também influenciar a atividade neuronal em uma miríade de outras áreas não primariamente relacionadas à olfação. Isto sugere que oscilações acopladas à respiração constituem um ritmo global capaz de integrar informações entre regiões cerebrais distantes. Através de subprojetos a serem executados por membros do laboratório, pretendemos estudar as funções cognitivas desempenhadas por este ritmo, bem como investigar seus mecanismos de geração em nível celular e de rede neuronal.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Adriano Brilhante Kury

Ciências Biológicas

Zoologia
  • reconstrução da coleção científica de aracnologiado museu nacional
  • A coleção científica do Setor de Aracnologia do Museu Nacional/UFRJ (= AracnoLab) era uma das coleções mais dinâmicas da instituição, fornecendo grande movimento em empréstimos de material e baseando numerosas pesquisas. Possuía importância histórica, mas principalmente um imenso crescimento nas últimas décadas devido à atuação do presente curador, A.B. Kury, que consegui recrutar uma equipe profissional e dedicada, incluindo egressos fortemente dedicados ao grupo de trabalho. O incêndio que se abateu sobre o palácio do Museu Nacional em 2 de setembro de 2018 privou a humanidade desse modelar repositório de biodiversidade justamente no século das extinções. O presente projeto visa mostrar os passos concretos que podem ser dados para que o AracnoLab possa reconstruir esse patrimônio.
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro - RJ - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022