Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Janaina Cristiana de Oliveira Crispim Freitas

Ciências da Saúde

Medicina
  • estudo da transmissão do sars-cov-2 e do impacto da covid-19 em gestantes, puérperas e no binômio mãe-filho: contribuição da resposta imunológica e implementação de linha de cuidado multiprofissional em um hospital terciário referência do sus
  • No Brasil, a taxa de mortalidade de gestantes e puérperas por COVID-19, representou um número que atualmente supera o número total de mortes maternas relacionadas ao COVID-19 relatadas em todo o resto do mundo. No início da pandemia de COVID-19 os números não indicaram um sinal de alerta para a população obstétrica quando comparada à população geral. No entanto, após publicações recentes os dados mostraram que a gravidez e o período pós-parto podem de fato representar riscos adicionais para mulheres e bebês. Vale ressaltar ainda, que a taxa de mortalidade foi maior para os casos identificados no período pós-parto do que durante a gravidez. No geral, acredita-se que as explicações para o risco elevado podem incluir imunodeficiência relativa associada a adaptações fisiológicas maternas, bem como resposta orgânica a infecções por vírus, presença de comorbidades e a qualidade das consultas de pré-natal. Nesse contexto, nossos estudos estão focalizados sobre o estudo do eixo de citocinas e a produção de imunoglobulina envolvidas na infecção pelo COVID-19 e nos desfechos do binômio materno-infantil, correlacionando estes achados com os aspectos laboratoriais, clínicos e de tratamento. Portanto, avaliar neste projeto os mecanismos relacionados com fatores que proporcionam um melhor conhecimento a respeito do papel da resposta imune na fisiopatologia da infecção pelo SARCoV2 no contexto gestantes, binômio materno-infantil e puérpera ampliará os conhecimentos científicos e torna essa proposta inovadora.
  • Universidade Federal do Rio Grande do Norte - RN - Brasil
  • 11/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Janaína Machado Sturza

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • saúde e trabalho: a inclusão social de migrantes a partir dos marcos legais e das políticas públicas existentes no brasil e na itália
  • Os desafios apresentados pelo século XXI, no sentido de promover políticas públicas e efetivar os direitos humanos dos migrantes, são motivo de inúmeras interlocuções nos âmbitos econômico, cultural, político e, especialmente, social e jurídico. A partir desta afirmação, a presente pesquisa é norteada por dois eixos de investigação acerca dos marcos legais e das políticas públicas de inclusão social dos migrantes: saúde e trabalho. Nesse sentido, busca-se averiguar em que medida as legislações e as políticas públicas implementadas no Brasil e na Itália, estão adequadas aos princípios e às garantias fundamentais estabelecidas nos documentos internacionais de Direitos Humanos – não estando vinculadas apenas à normatização de regras de trânsito migratório, destacando-se como essenciais para uma efetiva integração e acolhimento desses sujeitos na e pela sociedade. Seguindo este ideário, o presente projeto caracteriza-se como uma pesquisa do tipo exploratória, com o objetivo de proporcionar uma visão geral e aproximativa acerca do tema das políticas públicas de inclusão social voltadas ao acesso à saúde e ao mercado formal de trabalho, em perspectiva comparada entre Brasil e Itália, considerando hipóteses concebidas por meio de levantamento bibliográfico e legislativo. Para a realização do trabalho, incorporou-se, como método de pesquisa, o “método” fenomenológico, compreendido como interpretação ou hermenêutica universal, isto é, como uma revisão crítica dos temas centrais. No que diz respeito à técnica de pesquisa, optou-se pelo emprego de pesquisa bibliográfica e documental. Ao final, estima-se perceber de que modo as teorias podem ser estudadas, aplicadas, modificadas e recriadas – a partir de dois ordenamentos jurídicos e sociais distintos, no sentido de contribuir na (re)construção do conhecimento para a articulação e aprimoramento das políticas públicas de inclusão social dos migrantes no contexto contemporâneo.
  • Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Janaina Mascarenhas Hornos da Costa

Engenharias

Engenharia de Produção
  • o papel facilitador das tecnologias digitais em cadeias de suprimentos circulares: fatores críticos de sucesso
  • O objetivo principal da pesquisa é identificar e analisar o papel das tecnologias digitais como possíveis facilitadoras da transição de cadeias de suprimentos tradicionais para cadeias de suprimentos circulares e os fatores críticos de sucesso para tal. Para atingir tal objetivo é proposta a utilização de uma abordagem mista de métodos: uma abordagem qualitativa por meio da aplicação do método de estudo de casos e uma abordagem quantitativa por meio da aplicação de análise envoltória dos dados. Na abordagem qualitativa, espera-se estudar diferentes empresas, em diferentes elos, dentro de um recorte de uma cadeia de suprimentos brasileira que esteja em fase de transição para a economia circular. Os resultados da abordagem qualitativa servirão de base para a estruturação das variáveis da fase quantitativa. Com o atingimento dos objetivos propostos, espera-se discutir o papel facilitador das tecnologias digitais em cadeias de suprimentos circulares, evidenciando os fatores críticos de sucesso para tal. Além disso, espera-se que os resultados sirvam de guia para as empresas e cadeias de suprimentos que queiram facilitar essa transição por meio de tecnologias digitais e também como guia para novas pesquisas sobre o tema.
  • Universidade de São Paulo - SP - Brasil
  • 15/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Janaina Ruffoni

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • dinâmica de inovação das firmas brasileiras e argentinas: uma análise do papel da interação com universidades e do financiamento público
  • A pesquisa discute a dinâmica de geração de inovações pelas firmas. A inovação é apresentada na literatura como meio das empresas conquistarem mercados e até mesmo sobreviverem. Sua geração é facilitada por uma série de condições: existência de infraestrutura de C&T, recursos humanos qualificados, sistema de financiamento, marco regulatório apropriado e outros. Compreender tais condicionantes e facilitadores é fundamental para explicar o crescimento econômico de empresas e países. A literatura destaca que a firma não inova de forma isolada, sendo fundamental a interação com outros atores, bem como necessita continuamente de recursos financeiros para inovar. Por um lado, a universidade, por meio de seus grupos de pesquisa, tem papel relevante para a geração da inovação e, por outro, o financiamento público destinado à atividade inovativa é uma fonte de recursos para as empresas. Em países periféricos, os estudos, como a Pesquisa de Inovação do IBGE (PINTEC), apontam que a cooperação das empresas com universidades é pouco frequente e o uso de financiamento público é pouco usual. Neste contexto, objetiva-se analisar como tais aspectos do comportamento das firmas – interação com universidades e captação de recursos financeiros públicos – influenciam na geração da inovação. A análise terá como objeto de investigação empresas brasileiras e argentinas, sendo possível comparar a realidade em dois países periféricos. A hipótese central do trabalho é que a empresa que realiza, de forma sistemática, parceria com universidade e, somado a isso, faz uso de recurso financeiro público, gera inovações para o mercado nacional e internacional de forma contínua e amplia sua competitividade. Trata-se de uma pesquisa teórico-empírica. Como estratégia metodológica serão realizadas: revisão da literatura; exploração de dados secundários; pesquisa qualitativa para análise de empresas do BR e da ARG em profundidade; e pesquisa quantitativa, por meio de survey com empresas do BR e da ARG.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Janaina Tauil Bernardo

Ciências Agrárias

Agronomia
  • agroecologia para guardiões de sementes crioulas da região centro sul do rio grande do sul
  • TÍTULO: AGROECOLOGIA PARA GUARDIÕES DE SEMENTES CRIOULAS DA REGIÃO CENTRO SUL DO RIO GRANDE DO SUL A agrobiodiversidade é um dos pilares da sustentabilidade ambiental, social e econômica da agricultura familiar. Os pacotes tecnológicos do agronegócio oferecem um sistema produtivo de alto custo que empobrece a agricultura familiar e promove a degradação ambiental. As sementes crioulas constituem uma tecnologia produtiva adequada à produção familiar, pois são mais adaptadas às condições ambientais locais, incluindo boa produtividade e tolerância aos fatores bióticos e abióticos adversos. Por isso essa ação-pesquisa objetiva criar um Núcleo de Estudos em Agroecologia e Sementes Crioulas (NEA) para promover a interação dos saberes tradicional e acadêmico e conscientizar sobre a importância de preservação da agrobiodiversidade. As atividades do projeto incluirão encontros técnicos com guardiões de sementes, seminários de formação em agroecologia, organização de feiras de troca e vivência com agricultores familiares. Ademais, serão desenvolvidas pesquisas de identificação e caracterização de variedades crioulas, e análises de qualidade do germoplasma do banco comunitário de sementes crioulas da UERGS. As atividades de formação beneficiarão também professores e acadêmicos do curso de agronomia, professores e alunos de escola técnica, técnicos da EMATER e agricultores (as) familiares. Os conhecimentos construídos no decorrer do projeto serão sistematizados para a publicação de artigos, resumos de congresso e materiais didático – pedagógicos, como cartilhas e fichas agroecológicas, assim como materiais para promover e divulgar a ação. Pretendem-se ainda filmar os encontros técnicos e produzir um documentário para publicação nas redes sociais. As trocas do banco regram-se por sistema dinâmico em que as sementes do banco doadas passam a serem armazenadas com guardiões que iniciaram a multiplicação das sementes, comprometendo-se a devolver o dobro da quantidade adquirida no banco após a colheita. Conclui-se que a ação trará resultados positivos para os municípios onde se insere, pois além de resgatar os saberes tradicionais será possível motivar os atores a terem um olhar diferenciado sobre seu papel da sociedade em busca da sustentabilidade. Palavras-chave: sementes crioulas, agroecologia, NEA
  • Universidade Estadual do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 01/08/2017-31/10/2022
Foto de perfil

Jandyr de Menezes Travassos

Ciências Exatas e da Terra

Geociências
  • estudo geofísico da geleira pine e da sua interface gelo--rocha
  • O presente Projeto propõe a realização de levantamentos geo- físicos na Geleira Pine, frente às evidências do contínuo rebaixamento da sua superfície topográfica e da sua contribuição negativa à estabilidade do balanço de massa na região. Estão previstos levantamentos GPR e de sísmica para prover informações necessárias ao entendimento dinâmica presente e pretérita da cobertura de gelo da geleira, que tem com implicações diretas nas mudanças no clima global e no nível do mar. As observações geofísicas serão integradas a dados meteorológicos e glacioquímicos de modo a entender evolução da cobertura de gelo Antártico na região da Geleira Pine, no contexto do sistema climático global.
  • Universidade Federal do Pará - PA - Brasil
  • 25/12/2018-31/12/2022
Foto de perfil

Jane de Oliveira Peixoto

Ciências Agrárias

Zootecnia
  • perfil do microbioma intestinal e do epigenoma na ocorrência de miopatias peitorais em frangos de corte
  • As miopatias peitorais estão entre os principais desafios atuais da indústria avícola de corte. Diversas abordagens em manejo, nutrição e genética têm sido utilizadas com o objetivo de reduzir sua incidência. Contudo, poucos são os avanços obtidos e as miopatias peitorais, sobretudo a miopatia White Striping (WS), estão ocorrendo com maior frequência nos plantéis. Devido à importância econômica desse corte nobre e o impacto dessas lesões na qualidade sensorial e tecnológica da carne, é imprescindível conhecer os fatores genéticos-nutricionais que controlam a manifestação de miopatias em frangos de corte. Um fator importante e ainda não explorado é a relação do perfil da microbiota intestinal com a ocorrência de miopatias. Nesta proposta, objetiva-se elucidar a contribuição da microbiota intestinal e evidenciar os mecanismos epigenéticos envolvidos na manifestação de WS em frangos de corte com 28 dias de idade. Para isso, serão utilizados frangos machos da linhagem comercial Ross e da linha pura TT da Embrapa, criados em delineamento fatorial 2x2 (linhagem x nutrição). Serão realizadas análises de imunohistoquímica de 3 proteínas e do epigenoma no músculo peitoral, além do metagenoma da porção ileal do intestino de frangos normais e afetados com WS. O perfil da microbiota intestinal será investigado com o sequenciamento de uma região do rRNA 16S e o epigenoma pela comparação de regiões de DNA diferencialmente metiladas entre os grupos por meio do sequenciamento de bissulfito do genoma completo (WGBS). Genes candidatos serão identificados, assim como bioprocessos e vias metabólicas envolvidas na manifestação de WS, possibilitando a criação de formas alternativas para solucionar esse problema complexo da avicultura, seja por ajustes na genética ou em outras áreas, como nutrição. Este projeto será desenvolvido por uma equipe multidisciplinar que vem trabalhando na geração de conhecimento inovador aplicado à cadeia produtiva de frangos de corte.
  • Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - DF - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Jane Herber

Outra

Multidisciplinar
  • 4ª feira estadual de ciências univates e 11ª feira de ciências univates
  • A 4ª Feira Estadual de Ciências Univates e 11ª Feira de Ciências Univates: descobrindo talentos para a pesquisa e tecendo redes interdisciplinares” têm como meta dar continuidade ao trabalho desenvolvido nas edições anteriores, aprimorando as ações e, consequentemente, firmando esta instituição como um centro regional e estadual de divulgação científica. Tem como objetivo geral fomentar a difusão e a divulgação de trabalhos científicos desenvolvidos por estudantes e professores da Educação Básica em diferentes áreas do conhecimento, valorizando a interação dos objetos de estudo com as demandas socioambientais e tecnológicas em uma perspectiva inclusiva e empreendedora. Sob outra perspectiva, a Feira constitui-se em uma iniciativa no âmbito da educação não formal, por meio da qual é possível promover e divulgar a cultura científica e o conhecimento contemporâneo incentivando a alfabetização científica e tecnológica de crianças e jovens. Além disso, almeja-se estimular o desenvolvimento do espírito crítico e criativo dos estudantes. Quanto à abrangência, a “4ª Feira Estadual de Ciências Univates e a “11ª Feira de Ciências Univates: descobrindo talentos para a pesquisa e tecendo redes interdisciplinares” visa envolver estudantes dos Ensinos Fundamental, Médio e Técnico das escolas do estado do Rio Grande do Sul, atendendo à abrangência estadual da “Chamada CNPq/MCTIC nº 10/2021 - Feiras de Ciências e Mostras Científicas”. A realização da Feira, em outubro de 2022, é antecedida de atividades de formação e de divulgação, cujo propósito é incentivar a participação da comunidade escolar na Feira de Ciências. No âmbito da extensão universitária, a Feira de Ciências está articulada ao “Programa de Extensão Ciências Exatas e Tecnológicas”, o qual engloba cinco projetos de extensão da UNIVATES que tem como base a popularização e divulgação científica na Escola Básica.
  • Universidade do Vale do Taquari - UNIVATES - RS - Brasil
  • 14/12/2021-31/12/2023
Foto de perfil

Jânia Duha

Ciências Humanas

Geografia
  • iphco - fase nacional
  • Vide projeto anexo
  • INSTITUTO FEDERAL DO PARANA - PR - Brasil
  • 30/12/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Jania Lilia da Silva Bentes Lima

Ciências Agrárias

Agronomia
  • decifrando a ocorrência de xylella fastidiosa e seus vetores em pomares de citros no amazonas, brasil
  • A doença clorose variegada dos citros (CVC) causada pela bactéria Xylella fastidiosa é uma doença severa, que afeta negativamente a citricultura do Brasil. No Amazonas, o único trabalho com o patossistema citros - X. fastidiosa foi realizado por Jansen (2007), que detectou incidência de até 40,6% da doença. Nenhum outro trabalho foi realizado com CVC, mesmo sendo a citricultura uma importante atividade agrícola em expansão no Estado. Informações sobre a ocorrência e distribuição da doença, identificação de subespécies da bactéria, diversidade genética e estrutura de populações do patógeno, bem como o conhecimento dos vetores ativos nos pomares são desconhecidas. Este projeto pretende esclarecer a ocorrência e distribuição da CVC e seus vetores em pomares do principais Municípios produtores de laranja no Amazonas, estimar parâmetros evolutivos e estrutura genética de populações da bactéria, por meio de ferramentas moleculares, dando subsídios para o estabelecimento de estratégias de manejo da doença. A amostragem será feita em cinco munícipios de maior produção no Estado. A detecção da bactéria será feita por PCR e isolamento em meio de cultura. A reconstrução da ancestralidade de X. fastidiosa será feita através de filogenia multilocus, usando genes housekeeping leuA, petC, malF, cysG, holC, nuoL, e gltT, a diversidade genética e a estrutura genética de populações será avaliada por marcadores SSR em PCR multiplex (5 conjunto de 4 sets de primers cada), num total de 20 loci. A coleta e insetos vetores será feita usando cartões adesivos e a identificação será realizada por taxonomia clássica.
  • Universidade Federal do Amazonas - AM - Brasil
  • 06/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Jânia Maria Lopes Saldanha

Ciências Sociais Aplicadas

Direito
  • sindemia e direitos humanos: mecanismos transicionais, responsabilização estatal e corporativa.
  • Uma sindemia (endemias, epidemias e pandemias) é o entrecruzamento dos desafios sanitários enfrentados por uma população no contexto social em que estão inseridas (SINGER, CLAIR; 2003). Nesse sentido, os fatores condicionantes e determinantes da equação causa/consequência de uma sindemia são multifacetados. Assim, a sindemia COVID-19 estrutura-se em microcosmos que perspectivam a atuação estatal e corporativa, as quais impactam na efetivação material dos Direitos Humanos (DHs) e evidenciam a necessidade de processos de responsabilização dos atores envolvidos por suas violações. Junto disso, a contextualização política do Brasil denota uma evolução normativa atrelada à Justiça de Transição (JT), decorrentes da superação de violações dos DHS no passado. Esse cenário ganhou destaque na atuação da Comissão Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) e da Corte Interamericana de Direitos Humanos (CrIDH), que fixaram critérios para as pretensões transicionais. Paradoxalmente, o pretérito e sistemático desrespeito aos DHs mantém-se, estrutural e veladamente, no Brasil na vigência da sindemia COVID-19. Dessa forma, indaga-se: como as medidas da JT podem ser empregadas para confrontar violações de DHs praticadas pelos entes estatais (eixo 1) e corporações (eixo 2) no enfrentamento da sindemia COVID-19? Analisar as respostas dadas pelo Estado brasileiro e pela atuação corporativa em face da sindemia COVID-19, pela abordagem quantitativa (identificação das ações/omissões do poder público) e qualitativa (conteúdo das medidas advindas da CIDH e CrIDH), possibilitará a compreensão de eventuais âmbitos de responsabilização estatal e corporativa. Como resultado, pretende-se a indicação de variáveis para o desenvolvimento de políticas públicas e privadas para a concretização da justiça transicional necessária ao contexto sindêmico, de forma a atualizar os mecanismos de justiça de transição das ditaduras e criar outros adequados às sindemias.
  • Universidade do Vale do Rio dos Sinos - RS - Brasil
  • 13/04/2022-30/04/2025
Foto de perfil

Janio Morais Santurio

Ciências Agrárias

Medicina Veterinária
  • atividade de peptídeos antimicrobianos para controle de infecções por pythium insidiosum .
  • Pythium insidiosum é o mais importante oomiceto causador de infecções superficiais, cutâneas, subcutâneas e sistêmicas em humanos e animais. Possui morfologia semelhante aos fungos, porém a infecção causada por este microrganismo, na maioria dos casos, é refratária aos agentes antifúngicos convencionais, fato que resulta no desenvolvimento de doença agressiva e potencialmente fatal. Sendo, muitas vezes, o único tratamento efetivo a excisão completa do tecido infectado. P. insidiosum possui uma via biossintética incompleta do ergosterol, que é uma das razões para o fracasso da terapia antifúngica contra a pitiose. Como a maioria dos antifúngicos age inibindo a biossíntese deste esterol e assim causando danos a membrana celular dos fungos, eles não controlam a pitiose. Várias tentativas de tratamento de animais e de humanos com fármacos antifúngicos e antibacterianos, usados isoladamente ou em associação, têm apresentado resultados variáveis e por vezes contraditórios em comparação com resultados de ensaios in vitro. Portanto, atualmente, não existe tratamento farmacológico eficaz para a pitiose. Os peptídeos antimicrobianos (AMPs) têm atraído muita atenção como uma nova possível opção terapêutica frente a microrganismos de difícil tratamento como P. insidiosun. AMPs constituem uma parte significativa da resposta imune inata da maioria dos organismos vivos contra potenciais agentes patogênicos, onde exibem atividade antimicrobiana direta, exercem uma função de mediador e representam o sistema inicial de defesa do hospedeiro. São moléculas de baixo peso molecular, produzidas naturalmente ou de forma sintética, que possuem pronunciada atividade antimicrobiana contra uma ampla gama de espécies, incluindo bactérias gram-positivas e gram-negativas, fungos e vírus. Os AMPs possuem, em suas moléculas, a presença de resíduos de cisteínas em número par (4, 6 ou 8), interconectadas por pontes dissulfeto, conferindo a eles uma alta estabilidade. Sua composição de aminoácidos, anfipaticidade, carga catiônica e pequeno tamanho fazem com que estes peptídeos tenham a habilidade de se inserirem facilmente nas membranas lipídicas possibilitando a morte do microrganismo alvo. Eles podem ser divididos em dois grupos principais conforme sua ação na membrana: a) aqueles que rompem a membrana causando permeabilização, e b) os que não rompem a membrana tendo ação em alvos intracelulares. Em ambos os grupos, a associação dos AMPs com a membrana celular dos microrganismos ocorre através de interações eletrostáticas entre os AMPs catiônicos e lipopolissacarídeos aniônicos (gram-negativos) ou ácidos lipoteicóicos (gram-positivos), o que provoca uma diferença no potencial de membrana do microrganismo levando a um quadro de toxicidade seletiva. Para muitos AMPs, a produção de espécies reativas de oxigênio intracelular em células alvo, o gatilho de cascatas de sinalização após a interação com receptores celulares específicos, bem como o potencial de membrana e / ou alterações de canais de íons já foram demonstrados, especialmente frente a fungos. Considerando que a atividade antimicrobiana dos AMPs ainda não foi explorada frente ao P. insidiosum e as dificuldades no tratamento da pitiose, este estudo tem por objetivo determinar a susceptibilidade de P. insidiosum frente a diferentes AMPs e definir seus mecanismos de ação nesse oomyceto.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2023
Foto de perfil

Jansen Fernandes de Medeiros

Ciências Biológicas

Parasitologia
  • plataforma de produção e infecção nyssorhynchus darlingi - modelo experimental de estudo da relação patógeno- vetor (plasmodium vivax – ny. darlingi) para desenvolvimento de estratégias de controle no brasil
  • O Nyssorhynchus darlingi é o principal vetor da região Amazônica e um dos transmissores de Plasmodium spp. mais eficientes do mundo. Na Amazônia, este é considerado o vetor primário em quase todos os estados, sendo altamente competente no processo de transmissão do parasito para o hospedeiro humano. Métodos de intervenção para o controle da malária, visando o hospedeiro invertebrado, seja a partir do uso de inseticidas, de bloqueadores do ciclo esporogônico, ou bloqueadores do ciclo exoeritrocítico, representam um grande desafio para a comunidade científica e de saúde. Uma vez que, o rápido surgimento e disseminação de mosquitos resistentes aos inseticidas e a escassez de medicamentos bloqueadores da transmissão agravam este cenário. Neste sentido, o estabelecimento de uma criação em massa de anofelinos em laboratório é extremamente necessária e representa uma condição primária para o desenvolvimento das pesquisas em malária num contexto multidisciplinar. Sendo assim, o nosso grupo de Entomologia (Fiocruz Rondônia), foi o segundo laboratório no mundo a estabelecer uma colônia altamente produtiva de Ny. darlingi. Com a aprovação deste projeto pretendemos: (i) criar uma plataforma para criação em massa de Ny. darlingi e disponibilização para a comunidade cientifica, (ii) realizar a caracterização genética da colônia e a avaliação dos SNPs relacionados a resistência aos inseticidas em uma colaboração estabelecida com a Prof. Suzana Campino da London School, (iii) utilizar os ensaios de alimentação artificial em membrana, previamente estabelecidos pelo nosso grupo, para avaliação do efeito bloqueador do tratamento para malária estabelecido pelo Ministério da Saúde no Brasil e (iv) investigar novos bloqueadores de transmissão utilizando o modelo de Ny. darlingi e P. vivax. Este é um projeto multidisciplinar que conta com a parceria de importantes centros, como: FIOCRUZ, London School, National Institute of Health, Harvard e Universidade de São Paulo.
  • Fundação Oswaldo Cruz - RO - Brasil
  • 01/01/2020-31/12/2022
Foto de perfil

Jansen Rodrigo Pereira Santos

Ciências Agrárias

Agronomia
  • diversidade e biocontrole de fitonematoides em nogueira-pecã no rio grande do sul.
  • O Brasil é o quarto maior produtor mundial de noz-pecã. No sul do Brasil, a cultura da nogueira-pecã representa importante fonte de renda para mais de mil famílias de agricultores familiares, além de grandes empresas. Além do fruto, a nogueira-pecã pode proporcionar outra alternativa de renda por meio da produção de trufas (fungos ectomicorrízicos comestíveis muito valiosos). No entanto, nos pomares pode haver a presença de fitonematoides, podendo diminuir o potencial produtivo da nogueira-pecã. Em pomares que produzem trufas, o controle de fitonematoides não pode ser realizado por agrotóxicos, uma vez que as trufas podem bioacumular compostos tóxicos. Dessa forma, práticas sustentáveis que utilizem insumos biológicos devem ser propostas, como o uso de bionematicidas formulados com fungos ou bactérias antagônicas aos fitonematoides. A hipótese é de que há presença de fitonematoides nos pomares de nogueira-pecã do Rio Grande do Sul (RS) e que o seu controle pode ser realizado por microrganismos (controle biológico). Estudos anteriores deste grupo de pesquisa resultaram na descoberta da presença de trufas em pomares de nogueira-pecã do RS e há levantamentos preliminares da ocorrência de nematoides nestes pomares. Neste projeto será realizado o levantamento dos principais gêneros e espécies de fitonematoides nos pomares, por métodos morfológicos, morfométricos e moleculares. Além disso, as mudas de nogueira-pecã serão infestadas pelos fitonematoides e posteriormente tratadas com os microrganismos antagonistas para o biocontrole. Serão avaliados os sintomas e danos dos nematoides e o crescimento das mudas. Com os microrganismos eficientes será possível desenvolver produtos biológicos nematicidas, que poderão ser utilizados na produção sustentável da nogueira-pecã associada à truficultura.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 07/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Jany Santos Souza Goulart

Ciências Humanas

Educação
  • do mapeamento dos caminhos de práticas pessoais à dialética indivíduo - indivíduo na teoria antropológica do didático
  • As investigações no âmbito da Didática da Matemática têm direcionado atenção e esforços para o estudo de condições e restrições que podem, respectivamente, constituir fatores que impulsionam ou inibem o ensino e aprendizagem dos objetos matemáticos. Dentre os inúmeros aportes teóricos que se debruçam sobre essa problemática, fita-se o olhar na Teoria Antropológica do Didático - TAD, a qual têm demonstrado uma envergadura conceitual que fundamenta e impulsiona diversas pesquisas no cenário brasileiro e internacional. A partir desse aporte teórico foi idealizado e concebido os Caminhos de Práticas Pessoais - CPP que propõem expor elementos vinculados ao processo resolutivo de questões matemáticas, por meio de uma análise minuciosa das trajetórias resolutivas reveladas ostensivamente, as quais viabilizarão apontar detalhes das Praxeologias Pessoais, o que remeterá aos questionamentos e inferências sob distintos ângulos de observação. Visto que, não podemos ocultar a problemática que envolve o ensino e aprendizagem da matemática. Assim, supomos que essa lente investigativa proporcionará “mergulhar” em níveis mais específicos inerentes ao bloco do saber-fazer praxeológico. A partir dessa perspectiva, o interesse de pesquisa se volta para as tarefas trabalhadas no cerne de salas de aulas de Matemática. Diante do exposto nesta proposta, busca-se caracterizar um modelo praxeológico de referência alternativo que visa proporcionar e analisar de distintos caminhos resolutivos de tarefas matemáticas que evoquem distintas possibilidades de resoluções. Neste sentido, destaca-se dois vieses: o primeiro consiste em desenvolver trabalhos com o uso de dispositivos didáticos (papel lápis, materiais manipuláveis e softwares) e a segunda vertente se vincula diretamente com anterior ao estudar as recombinações praxeológicas, em que modificaremos o bloco prático e manteremos o bloco teórico. O âmbito metodológico se estruturará a partir dos pressupostos da Engenharia Didática - ED.
  • Universidade Estadual de Feira de Santana - BA - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jaqueline de Azevêdo Silva

Ciências Biológicas

Genética
  • desenvolvimento de um modelo celular de coinfecção entre mycobacterium tuberculosis e sars-cov-2 para avaliação das vias de ativação da gênica na resposta imune
  • Em menos de um ano, a síndrome respiratória aguda severa do coronavírus 2 (SARS-CoV-2), conseguiu retirar a posição do Mycobacterium tuberculosis (MTB) de principal causa de morte no mundo devido a um único agente infeccioso. O MTB é um dos patógenos mais bem adaptados à evasão imune e indivíduos com tuberculose (TB) latente, ou ativa, são mais suscetíveis à infecção por SARS-CoV-2. Nesses indivíduos com coinfecção MTB + SARS-CoV-2, ocorre diminuição das células TCD4+ e TCD8+, aumento da excreção viral durante a expectoração e níveis anormalmente baixos de anticorpos após a recuperação. Tais fatores traduzem uma condição patológica com sintomatologia mais grave e maior potencial de disseminação viral. A imunossupressão temporária induzida pela TB pode aumentar a susceptibilidade dos pacientes à COVID-19, que por sua vez, também aumentará a susceptibilidade à TB ativa, no entanto as vias pelo qual essa correlação se mantém existente ainda é desconhecida. A inflamação excessiva, tanto na TB como na COVID-19, prejudica a imunidade celular, danifica o tecido pulmonar e pode levar à quadros mais graves dessas doenças e a inflamação diminuída prejudica o controle das infecções ao retardar a indução da imunidade inata e adaptativa. A resposta inflamatória apropriada é influenciada por fatores biológicos, metabólicos e ambientais. Os hormônios esteroides, vitamina D e estrógeno, atuam desde a imunomodulação da inflamação e metabolismo até na possível na inibição direta de microorganismos. O desenvolvimento de meios para identificação das vias de respostas imunológicas ativadas na coinfecção da SARS-CoV-2+MTB, podem gerar informações importantes sobre as diferenças na resposta imune na COVID- 19. Assim, o estabelecimento de um modelo celular de coinfecção pode contribuir para o entendimento da resposta imune do hospedeiro, gerar novas perspectivas de reposicionamento de drogas e tratamentos.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 03/02/2022-28/02/2025
Foto de perfil

Jaqueline Garda Buffon

Ciências Agrárias

Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • emprego de peroxidase (po) na biodegradação de micotoxinas em águas residuais da cadeia produtiva do arroz
  • O projeto proposto para o período 2022-2024 tem por objetivo estudar condições que promovam a biorremediação de água residual da cadeia produtiva do arroz empregando enzima peroxidase (PO) ativada por tratamentos físicos. Para isto, primeiramente serão definidos o perfil de micotoxinas presentes nas águas de irrigação e de processamento; após será realizada a ativação de PO por tratamento com ultrassom, luz UV e campo magnético, e por fim aplicação da enzima ativada e estimativa dos níveis de redução da contaminação produzida. Servirão de base para este projeto protocolos provenientes da experiência do grupo em validar métodos analíticos ambientalmente amigáveis; determinação de metabólitos secundários e aplicação de enzima na degradação de micotoxinas em sistemas modelos. Técnicas de análise estatística uni e multivariadas serão adotadas para definir combinações de parâmetros que resultem na definição de condições que propiciem a degradação de micotoxinas em água residual da cadeia produtiva do arroz. Espera-se disponibilizar com este projeto protocolos analíticos validados (1); parâmetros de processo biotecnológico que mitiguem contaminantes (2-um para tratamento de água de cultivo e outro para tratamento de água empregada no beneficiamento relativo a parboilização); capacitação de profissionais em nível de doutorado e pós-doutorado (3); consolidação parcerias com grupos nacionais, internacionais e setor industrial, bem como gerar e divulgar conhecimento científico em eventos e periódicos de impacto na área (no mínimo 4 artigos científicos e uma patente) .
  • Universidade Federal do Rio Grande - RS - Brasil
  • 16/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jaqueline Guimarães Santos

Ciências Sociais Aplicadas

Administração
  • acesso, distribuição e gestão dos novos fluxos de água na região nordeste: uma análise do projeto da transposição do rio são francisco.
  • O Nordeste é marcado por concentração de fontes d’água e severos conflitos por elas, contexto onde se finaliza o maior projeto hídrico do Brasil, o Projeto de Integração do rio São Francisco (PISF), constituído pelos eixos Leste e o Norte, além de complexa infraestrutura associada. Com captações d’água do rio em Pernambuco, os fluxos percorrem a Paraíba, o Ceará e o Rio Grande do Norte. O PISF produziu territórios hidrossociais (BOELENS et al., 2016; SWYNGEDOUW, BOELENS, 2018), onde se entrelaçam águas, territórios, propriedades biofísicas e sociopolíticas, compondo um novo ciclo hidrossocial (SWYNGEDOUW, 2004). A circulação hidrossocial segue demandas sociais, práticas e discursivas (IORIS, 2018), e reúne conjunto diverso de atores com interesses em disputa. Logo, a gestão do PISF é oportunidade singular de análise e a consideração de atores, para além daqueles institucionais vinculados ao Conselho Gestor (Decreto 5.995/06), se mostra oportunidade para gestão integrada, descentralizada e participativa, buscando à segurança hídrica e econômica da região. Assim, os objetivos ora propostos são: i) analisar como o Conselho Gestor do PISF tem planejado a gestão do acesso e distribuição da água para os atores sociais atendidos pelo Eixo Leste; ii) analisar como os estados — Paraíba e Pernambuco — têm estruturado os modelos de gestão para distribuição da água; iii) investigar como tem sido o acesso à água dos atores sociais que residem no entorno do Eixo Leste. Os procedimentos metodológicos contemplam pesquisa qualitativa interdisciplinar, exploratória, com inspiração etnográfica. A incursão ao campo focalizará o Eixo Leste, por ele estar em funcionamento desde 2017, e ocorrerá com entrevistas semiestruturadas, observações diretas, diários de campo, levantamentos documentais e análises de conteúdo. A pesquisa ampliará os conhecimentos sobre processos de gestão do PISF, a fim de subsidiar a gestão pública para a sustentabilidade hídrica e desenvolvimento regional.
  • Universidade Federal de Pernambuco - PE - Brasil
  • 21/03/2022-31/03/2025
Foto de perfil

Jaqueline Terezinha Martins Correa Rodrigues

Engenharias

Engenharia de Produção
  • gurias fazendo ciência
  • O presente projeto tem como propósito incentivar a curiosidade e o pensar científico de meninas da Educação Básica para as carreiras de ciências exatas, engenharias e computação, além de ampliar a parceria entre a rede pública de educação básica no município de Canoas e o IFRS – Campus Canoas. O projeto contará com uma equipe composta por uma coordenadora e seis colaboradoras, todas professoras da instituição proponente e com formação na área científica, três alunas bolsistas dos cursos superiores do IFRS-Canoas, cinco professoras bolsistas de cinco diferentes escolas e três alunas bolsistas em cada uma delas. Assim, o projeto será desenvolvido em etapas, que contemplam o planejamento e a divulgação das atividades, a seleção das alunas bolsistas, a definição e execução das atividades (oficinas, palestras, eventos, cursos, visitas às instalações da proponente, preparação para participação em olimpíadas, etc.), a formação das bolsistas de graduação e das bolsistas e das professoras das Escolas participantes, bem como a contínua e constante avaliação das atividades. Com o desenvolvimento deste projeto, pretende-se aumentar o número de ingressantes, a permanência e o êxito do gênero feminino nos cursos técnicos de ensino médio e de graduação da instituição proponente ou em outras instituições de ensino, promover o debate sobre a participação de mulheres na ciência e a importância dessa participação para a sociedade e para o melhor desenvolvimento da ciência; fortalecer o vínculo entre as instituições com a finalidade da criação de uma rede de apoio mútuo, contribuindo para a ampliação do espaço científico nas escolas e possibilitando a continuidade do projeto por tempo indeterminado.
  • Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - RS - Brasil
  • 22/03/2021-30/09/2022
Foto de perfil

Jaques Waisberg

Ciências da Saúde

Medicina
  • identificação e implicações prognósticas de um painel de células-tronco de câncer em pacientes com carcinoma colorretal.
  • Racional: Apesar dos avanços na cirurgia curativa e na terapia neoadjuvante e adjuvante do carcinoma colorretal (CCR), a taxa de sobrevivência de 5 anos ainda é precária. As células-tronco de câncer (CsTC) são as células que têm a capacidade de manter a carcinogênese por meio da autorrenovação de progênies diferenciadas e não tumorigênicas. Uma causa amplamente aceita para a recidiva do CCR é o fracasso das terapias atuais para erradicar subpopulações de CsTC dentro de um tumor. Evidências crescentes sugerem que uma população dessas células tumorais é a responsável pela progressão do tumor, recidiva, metástases e resistência terapêutica. Portanto, a identificação de CsTC é crucial na busca de alvos terapêuticos e marcadores de prognóstico úteis para o CCR. Procuraremos definir qual combinação de marcadores é a melhor para identificar as CsTC e qual combinação desses marcadores melhor reflete o prognóstico clínico dos doentes, pois essas questões ainda permanecem em aberto. Objetivos: Avaliar marcadores para a identificação das CsTC no carcinoma colorretal (ALDH1, CD24, CD44, CD133, CD166, EPCAM, LGR5, NANOG e SOX-2) e suas implicações prognósticas. Método: Serão estudados 380 doentes adultos, com CCR operado com intenção curativa há mais de 5 anos. A partir de cada bloco de parafina do tumor serão retiradas amostras da área neoplásica e não neoplásica (controle) e serão confeccionadas lâminas para o estudo imuno-histoquímico dos níveis de marcadores e obtidas amostras de tecido para a análise da expressão dos genes codificadores das proteínas marcadoras da CsTC. Os resultados da expressão gênica e da reação imuno-histoquímica serão comparados com as variáveis clinicopatológicas dos pacientes operados: recidiva, intervalo livre de recidiva e a sobrevivência geral e atuarial. A quantidade amostral foi definida com base no Teorema do Limite Central e na Leis dos Grandes Números. Esse tamanho amostral (380 sujeitos) garante que as análise estatísticas serão fidedignas.
  • Faculdade de Medicina do ABC - SP - Brasil
  • 17/03/2022-31/03/2025