Projetos de Pesquisa

 

Foto de perfil

Álvaro Luiz Moreira Hypolito

Ciências Humanas

Educação
  • trabalho docente, currículo e gestão
  • O objeto deste estudo é abranger três dimensões articuladas, a saber – Trabalho Docente, Currículo e Gestão, no sentido de compreender como as políticas curriculares afetam e são afetadas pelos modelos gerencialistas e quais seus efeitos sobre o trabalho docente. A ideia é capturar essas relações a partir de estudos sobre a BNCC e sua introdução na rede municipal de ensino; da análise dos modelos de gestão articulados na política educativa nacional e local, assim como efeitos dessas políticas sobre o trabalho docente – por meio da análise de projetos de plano de carreira e políticas de formação, e também a partir de dados produzidos e não analisados em outra investigação.
  • Universidade Federal de Pelotas - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alvaro Luiz Neuenfeldt Júnior

Engenharias

Engenharia de Produção
  • uma estrutura de mineração de dados de seleção de heurísticas para o problema de empacotamento bidimensional retangular em faixas
  • Para problemas de otimização combinatória, o teorema “No-Free-Lunch” pressupõe que nenhum algoritmo é capaz de resolver de maneira eficiente todas as combinações de características (instância do problema) observadas. Assim, a definição de qual algoritmo melhor se ajusta as características para um problema é uma das tarefas mais complexas no contexto dos problemas de otimização combinatória. Por se tratar de um problema que envolve a combinação de uma série de variantes para a tomada de decisão, uma das formas mais práticas e úteis para tratar/resolver o problema de seleção de algoritmos é com o uso de técnicas de mineração de dados supervisionadas para a busca de padrões entre as variáveis explicativas do problema e as diferentes opções de algoritmos disponibilizados. Inserido neste contexto, o presente projeto tem por objetivo ajustar um modelo de classificação de algoritmos capaz de selecionar, com acurácia, a melhor opção de heurística de acordo com as características de cada instância do problema. O problema de empacotamento bidimensional retangular em faixas foi escolhido para testar a capacidade da metodologia proposta por ser um problema que possui uma ampla difusão no ramo industrial, em especial para o corte de chapas metálicas e tecidos.
  • Universidade Federal de Santa Maria - RS - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Álvaro Nunes Larangeira

Ciências Sociais Aplicadas

Comunicação
  • a gênese do jornalismo operário feminino no brasil
  • O projeto, tendo por base a exposição da exiguidade de estudos acerca das publicações operárias pela historiografia jornalística no período nascente do gênero, correspondente aos anos 1880-1920, reivindica um lugar próprio dentro da literatura da imprensa operária para o protagonismo feminino. A atividade jornalística desempenhada por mulheres é subalterna inclusive nos raros compêndios do periodismo operário-sindical e eventualmente representada em trabalhos biográficos em áreas afins ao jornalismo, corroborando com o propósito da presente pesquisa de cristalizar, no âmbito do campo da comunicação, uma memória da gênese da participação feminina na imprensa operária brasileira.
  • Universidade Tuiuti do Paraná - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Álvaro Silva Lima

Engenharias

Engenharia Química
  • utilização de líquidos iônicos na remoção e identificação de pesticidas contidos em matrizes vegetais alimentares
  • O presente projeto visa a utilização de líquidos iônicos de toxicidade desprezível (baseados em colinas) no processo de remoção de pesticidas de matrizes alimentares vegetais (MAV) como alface, tomate e uva, bem como o emprego de líquidos iônicos baseados em glicina-betaína na remoção de pesticidas de soluções extratoras convencionais de eliminação destes compostos de MAV e por fim seu emprego na melhoria da detecção de pesticidas em alimentos. Para tanto serão sintetizados líquidos iônicos a base de colina e avaliados quanto a citotoxicidade, além de sintetizar líquidos iônicos a base de glicina-betaína. Os líquidos iônicos assim obtidos serão empregados nos processos de extração. Serão também estudados a adsorção dos pesticidas utilizando suportes formados por resíduos agroindustriais como casca de camarão (quintina) e sabugo de milho (material lignocelulósico). Todos os processos baseiam-se em alternativas amigáveis com o meio ambiente. O projeto é uma parceria de um conjunto de pesquisadores do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (incluso alunos de doutorado e iniciação científica) com universidades nacionais (Universidade de Sorocaba) e internacionais (Universitet Reims, Franca e Universidade de Aveiro, Portugal).
  • Instituto de Tecnologia e Pesquisa - SE - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alyne Toscano Martins

Engenharias

Engenharia de Produção
  • estudo do problema de dimensionamento e sequenciamento de lotes com limpezas temporais
  • Vide projeto anexo
  • Universidade Federal do Triângulo Mineiro - MG - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alysson Luiz Stege

Ciências Sociais Aplicadas

Economia
  • os efeitos do capital humano no crescimento da agropecuária nas microrregiões brasileiras entre os anos de 1980 a 2017
  • O crescimento econômico é perseguido tanto por países desenvolvidos quanto por países em desenvolvimento. Pode-se dividir em três os fatores que levam ao crescimento econômico: estoque de capital, estoque de capital humano e as mudanças tecnológicas. Existe uma lacuna na literatura nacional de trabalhos que analisam o papel do capital humano no crescimento econômico para setores específicos, em especial para setor agropecuário brasileiro. Neste contexto, a presente pesquisa analisa a contribuição do capital humano no crescimento da agropecuária brasileira para as microrregiões brasileiras entre os anos de 1980 a 2017, considerando o espaço na análise, isto é, utilizando modelos econométricos de dados em painel espacial.
  • Universidade Estadual de Ponta Grossa - PR - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alysson Wagner Fernandes Duarte

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • antártica e caatinga: diversidade microbiana e bioprospecção de enzimas e pigmentos
  • Em ambientes com características restritivas como o continente Antártico e o bioma Caatinga, os ciclos biogeoquímicos e as cadeias alimentares, muitas vezes, chegam a ser formados principalmente por microrganismos, os quais possuem um papel fundamental no transporte de energia, reciclagem da matéria orgânica e mineralização de nutrientes. A Antártica é o continente mais remoto e inóspito, possuindo o clima mais frio e seco conhecido da Terra, sendo conhecido como deserto frio. Por outro lado, a Caatinga é caracterizada por apresentar temperaturas elevadas, alta radiação solar, além do déficit hídrico. Além disto, a Caatinga é um bioma exclusivamente brasileiro, e seu patrimônio biológico não é encontrado em outro lugar do planeta. Esses ambientes são caracterizados por diferentes fatores limitantes ao desenvolvimento de qualquer forma de vida, inclusive microbiana. O entendimento da diversidade microbiana associada a estes ambientes “extremos” está em início de descoberta e pode representar um avanço no campo científico e tecnológico. Nesse sentido, o objetivo do projeto é avaliar a diversidade microbiana associada a liquens coletados do ambiente Antártico e na Caatinga de Alagoas, além da prospecção de enzimas e pigmentos microbianos. Os isolados positivos serão identificados por taxonomia polifásica, com análise macro e microscópica e sequenciamento das regiões: D1/D2 do gene 26S (leveduras) e 16S (bactérias). Adicionalmente, será avaliada a diversidade filogenética, além da prospecção de enzimas como protease com atividade fibrinolítica, além da triagem de microrganismos solubilizadores de fosfato e pigmentos microbianos. Em relação à prospecção de enzimas, inicialmente os isolados serão submetidos a triagem de protease, seguido de avaliação da ação de hidrólise de fibrina. Para triagem dos microrganismos solubilizadores de fosfatos, será utilizado o meio de cultura NBRIP, com Ca3(PO4)2 como fonte de P. Espera-se também obter a produção de pigmentos microbianos, bem como a caracterização e avaliação da atividade antimicrobiana, antioxidante e fotoprotetora. Os resultados deste projeto permitirão ampliar a compreensão da diversidade microbiana relacionada às amostras do ambiente Antártico e da Caatinga, bem como auxiliar na descoberta de enzimas e pigmentos microbianos com diferencial aplicação biotecnológica. Por fim, os microrganismos isolados no âmbito do projeto constituirão um acervo que será preservado e depositado na Universidade Federal de Alagoas, Campus Arapiraca.
  • Universidade Federal de Alagoas - AL - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alzir Azevedo Batista

Ciências Exatas e da Terra

Química
  • complexos metálicos: citotoxidade e mecanismo de ação
  • O presente projeto visa a obtenção de compostos de rutênio(II), cobre(I), platina(II) ou paládio(II) contendo como ligantes bifosfinas, diiminas e produtos naturais, ou derivados, aciltioureas mercaptopiridina ou mercaptopirimidinas, Os compostos a serem obtidos serão caracterizados por várias técnicas, tais como análise elementar (C,N,H), espectroscopia de absorção na região do infravermelho e UV/Vis; RMN (1H, 13C e 31P), eletroquímica, e quando for o caso, por difração de raios X. Ensaios objetivando o conhecimento da citotoxidade dos compostos contra células tumorais serão realizados. Para a realização dos ensaios in vitro poderão ser utilizadas diversas linhagens de células tumorais, tais como mama MDA-MB-231 (invasiva) e MCF-7 (não invasiva), a tumoral de próstata DU-145, hepatocarcinoma humano (HEPG-2) e por meio de comparação será utilizada a célula sadia de fibroblasto de camundongo L929. Serão também realizados ensaios para verificar a atividade dos compostos contra doença de Chagas e tuberculose, além do estudo dos complexos como agentes anti-oxidantes. Estudos serão também realizados para que se vislumbre um possível mecanismo de ação dos compostos, nos ensaios biológicos: 1.ENSAIOS DA POSSÍVEL FRAGMENTAÇÃO DO DNA 2.ESTUDO DA INTERAÇÃO COMPLEXO/DNA 3.ESTUDO DA INTERAÇÃO COMPLEXO/HSA ou BSA 4.MEDIDAS DE VISCOSIDADE 5. MEDIDAS DE DICROISMO CIRCULAR 6. DETERMINAÇÃO DA LIPOFILICIDADE (LOG P) 7. ELETROFORESE EM GEL 8. CICLO CELULAR E ENSAIO DE APOPTOSE 9.ANÁLISE MORFOLÓGICA DAS CÉLULAS 10. TESTES IN VIVO (a serem feitos pelos colaboradores, profa. Elisângela Lacerda(UFG) e Denise Crispim - UNIFRAN)
  • Universidade Federal de São Carlos - SP - Brasil
  • 18/02/2019-28/02/2022
Foto de perfil

Alzira Maria Paiva de Almeida

Ciências Biológicas

Microbiologia
  • desenvolvimento e avaliação de antígenos f1 recombinantes de yersinia pestis para o diagnóstico da peste
  • A Yersinia pestis é agente causador da peste, zoonose que afeta humanos e outros mamíferos. Apesar dos avanços tecnológicos e desenvolvimento científico essa doença ainda não pode ser erradicada e representa um sério problema mundialmente. A peste possui a capacidade de causar um impacto significativo na saúde pública e de rápida disseminação podendo gerar uma emergência de saúde pública internacional que exige notificação a OMS segundo o Regulamento Sanitário Internacional vigente. Por isto é necessário uma vigilância constante das áreas focais assim como a disponibilidade de ferramentas de diagnósticos sensíveis, rápidos e eficazes, que facilitem a detecção precoce e o desencadeamento imediato das medidas de tratamento e controle. A maioria das técnicas de diagnóstico da peste emprega o antígeno F1 (fração 1) específico da Y. pestis. A F1 é uma proteína capsular altamente imunogênica para o homem e outros mamíferos. A metodologia atual de produção do F1 é trabalhosa, demorada, com custo elevado e necessita de uma estrutura laboratorial e equipe capacitada para trabalho em NB3. Desta maneira, o desenvolvimento de uma proteína F1 recombinante pode tornar o custo da produção mais baixo, num tempo mais curto, utilizando um laboratório NB1 e um rendimento de produção de proteínas superior. O objetivo do trabalho é desenvolver e otimizar a produção do antígeno F1 recombinante para utilização na metodologia das atividades de diagnóstico, vigilância e controle da peste. Com este intuito o gene estrutural (caf1) da F1 será clonado em vetores plasmidiais e obtidas proteínas F1 recombinantes, purificadas a partir de Escherichia coli. As proteínas recombinantes obtidas serão purificadas utilizando diversas resinas e usadas em ensaios sorológicos ELISA e Hemaglutinação para validação das propriedades diagnósticas do antígeno recombinante. Desta maneira, espera-se que o desenvolvimento da proteína F1 recombinante diminua os custos da produção da proteína nativa atualmente produzida na própria Y. pestis no laboratório NB3, com diminuição do tempo de produção, incremento do rendimento de F1 gerada e utilização de condições de biossegurança mais seguras, visto a produção ser transferida do laboratório NB3 (nativa) para o laboratório NB1 (recombinante)
  • Fundação Oswaldo Cruz - PE - Brasil
  • 01/06/2017-31/07/2021
Foto de perfil

Amanda Castro Oliveira

Ciências Exatas e da Terra

Matemática
  • mulheres e meninas mineiras nas ciências exatas, engenharias e computação.
  • A sub-representação das mulheres nas Ciências Exatas, Computação e Engenharias ainda é uma situação que parece distante de ser superada. Embora as mulheres já ocupem mais de 50% das vagas no cursos de graduação no Brasil, um levantamento realizado pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico aponta que em relação às Ciências Exatas e Engenharias a participação das mulheres ainda é muito baixa em relação à participação dos homens. São 36% de mulheres nas Engenharias e 35% nas Ciências Exatas. Se considerarmos o número de professoras efetivas que atuam nos departamentos de Ciências Exatas, Física, Ciência da Computação, Química, Engenharia e Estatística da Universidade Federal de Lavras, o total não chega a 30%. Dentre as estudantes dos cursos de graduação o panorama é semelhante, as mulheres são menos de 40% de todos os/as discentes dos cursos de Engenharias, Física, Matemática, Química, Computação e Sistemas de Informação, sendo menos de 11% de todos os/as estudantes ativos no curso de Ciência da Computação e menos de 18% no curso de Engenharia de Controle e Automação. Partindo do pressuposto de que uma uma comunidade científica diversificada tende a ser mais criativa, produzir melhores resultados e maiores avanços surge a seguinte questão: Por que as meninas não vão para as áreas de Ciências Exatas, Computação e Engenharias? Por que há tão poucas professoras nesses departamentos? Diferenças na socialização de gênero que começam desde a infância, pouco estímulo da família e da sociedade, preconceitos dos mais diversos, desconhecimento sobre as áreas, poucas referências de mulheres que trabalham na área, estereótipos de gênero, ambiente hostil para as mulheres, dupla-jornada são algumas das respostas encontradas nas pesquisas que tratam a questão. Diante dessas constatações esse projeto pretende realizar diversas ações que, por meio da colaboração universidade-escola, incentivem e promovam a participação e a permanência de mulheres nessas áreas contribuindo assim para mitigar com a desigualdade de gênero nas Ciências Exatas, Computação e Engenharias.
  • Universidade Federal de Lavras - MG - Brasil
  • 22/03/2021-30/09/2022